O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 53 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Anúncio

COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL

  1. 1. COMUNICAÇÃO VERBAL E NÃO VERBAL
  2. 2. Signo O signo linguístico é um elemento representativo que apresenta dois aspectos: o significadosignificado e o significantesignificante.
  3. 3. Significante Ao escutar a palavra cachorro, reconhecemos a sequência de sons que formam essa palavra. Esses sons se identificam com a lembrança deles que está em nossa memória. Essa lembrança constitui uma real imagem sonora, armazenada em nosso cérebro que é o significantesignificante do signo cachorro.
  4. 4. Significado Quando escutamos essa palavra, logo pensamos em um animal irracional de quatro patas, com pelos, olhos, orelhas, etc. Esse conceito que nos vem à mente é o significadosignificado do signo cachorro e também se encontra armazenado em nossa memória.
  5. 5. FIQUE ATENTO!!! Signo = significado (é o conceito, a ideia transmitida pelo signo, a parte abstrata do signo) + significante (é a imagem sonora, a forma, a parte concreta do signo, suas letras e seus fonemas).
  6. 6. Comunicação Verbal ∗Comunicação que utiliza palavras (escritas ou faladas). ∗Compreensão e domínio do mundo (entendimento).
  7. 7. Sucesso da comunicação verbal Depende da clareza das mensagens passadas ligada à compatibilidade do acervo vocabular e intelectual dos envolvidos na troca de informações. A linguagem verbal possibilita memorização das mensagens.
  8. 8. Comunicação Escrita ∗Registro de observações, como pensamentos, indagações, informações e sentimentos; ∗Substituem os signos vocais expressos nas palavras;
  9. 9. Comunicação Escrita ∗Representação dos sons articulados na fala, em forma de sinais gráficos; ∗Substituem os signos vocais expressos nas palavras; ∗Transformação da língua natural num código.
  10. 10. ∗ Não devemos confundir língua com escrita, pois são dois meios de comunicação distintos. LÍNGUA – Sistema de comunicação herdado, aprendido e partilhado pelos integrantes de uma mesma comunidade.
  11. 11. Comunicação Oral ∗Refere-se à emissão de palavras e sons que usamos para nos comunicar. Tais como dar instruções, entrevistar ou informar; ∗Criam diversas representações do mundo; ∗Interagem, comunicam, trocam experiências e procuram soluções para seus problemas.
  12. 12. Comunicação Oral ∗Espontaneidade na comunicação; ∗Improviso e mudanças instantâneas no ato comunicação;
  13. 13. A Comunicação verbal escrita foi também o grande marco evolutivo na transmissão do conhecimento humano. Nas sociedades ágrafas o conhecimento era passado de forma oral, e isso impedia a evolução por conta da impossibilidade de acúmulo de conhecimento na memória humana, então suporte do saber.
  14. 14. Com o desenvolvimento da escrita, o homem passou a contar com uma memória extracorpórea, que ultrapassou os limites espaço-temporais na passagem de conhecimento e viabilizou a evolução intelectual, pois, a partir de então, a memória humana passou a ser livre para buscar novos conhecimentos.
  15. 15. Caiu no ENEM
  16. 16. Considerando a relação entre os usos oral e escrito da língua, tratada no texto, verifica-se que a escrita a) modifica as ideias e intenções daqueles que tiveram seus textos registrados por outros. b) permite, com mais facilidade, a propagação e a permanência de ideias ao longo do tempo. c) figura como um modo comunicativo superior ao da oralidade. d) leva as pessoas a desacreditarem nos fatos narrados por meio da oralidade. e) tem seu surgimento concomitante ao da oralidade.
  17. 17. Português é fácil de aprender por que é uma língua que se escreve exatamente como se fala. ?
  18. 18. “Pois é. U portuguêis é muito fáciu di aprander, purqui é uma língua qui a genti iscreve ixatamenti cumu si fala. Num é cumu inglêis qui dá até vontadi di ri quandu a genti discobri cumu é qui si iscreve algumas palavras. Im purtuguêis não. É só prestátenção. U alemão pur exemplu. Qué coisa mais doida? Num bate nada cum nada. Até nu espanhol qui é parecidu, si iscrevi muito diferenti. Qui bom qui a minha língua é u purtuguêis. Quem soube falá sabi iscrevê.”
  19. 19. Escrita e Oralidade são eventos bem diferentes.
  20. 20. LÍNGUA FALADA LÍNGUA ESCRITA • Uma situação de comunicação, a mensagem é transmitida de forma imediata. • Numa situação de comunicação, a mensagem é transmitida de forma não imediata.
  21. 21. LÍNGUA FALADA LÍNGUA ESCRITA • O emissor e o receptor devem conhecer bem a situação e as circunstâncias que os rodeiam. Se, isso não acontecer, pode haver problemas de comunicação nem haver mensagem. • O receptor não precisa conhecer de forma direta a situação do emissor nem o contexto da mensagem.
  22. 22. LÍNGUA FALADA LÍNGUA ESCRITA • Frases mais espontâneas, mais livres e menos reflexivas. • Frases mais elaboradas levando o emissor a elaborar a mensagem repensando-a e modificando-a.
  23. 23. LÍNGUA FALADA LÍNGUA ESCRITA • Economia de palavras e mensagem breve. O interlocutor pode a qualquer momento interromper a conversa. Frases incompletas (ênfase nas orações coordenadas). • Construções mais complexas e planejadas. Frases mais completas (ênfase nas orações subordinadas) exigindo mais raciocínio.
  24. 24. LÍNGUA FALADA LÍNGUA ESCRITA • Há elementos prosódicos como entonação, pausa, ritmo e gestos, que enfatizam o significado dos vocábulos e das frases. • Não é possível, na língua escrita, a utilização dos elementos prosódicos da língua falada, o emprego dos sinais de pontuação tenta reconstruir alguns desses elementos.
  25. 25. Fala É a utilização oral da língua pelo indivíduo. É um ato individual, pois cada indivíduo, para a manifestação da fala, pode escolher os elementos da língua que lhe convém, conforme seu gosto e sua necessidade, de acordo com a situação, o contexto, sua personalidade, o ambiente sociocultural em que vive, etc.
  26. 26. Dentro da unidade da língua, há uma grande diversificação nos mais variados níveis da fala. Cada indivíduo, além de conhecer o que fala, conhece também o que os outros falam; é por isso que somos capazes de dialogar com pessoas dos mais variados graus de cultura, embora nem sempre a linguagem delas seja exatamente como a nossa.
  27. 27. Comunicação Não Verbal ∗É caracterizado por ser feito através da ausência dos recursos da fala ou da escrita, tipos de comunicações verbais. ∗São as simbologias textuais, como placas, gestos, aparências, cores, desenhos, e outras imagens que agem como transmissoras de informações, emoções e sensações.
  28. 28. Comunicação Não Verbal ∗Engloba o uso da linguagem corporal, quando o indivíduo é capaz de se expressar utilizando o seu corpo, através de expressões faciais, posturas corporais, distâncias físicas e gestos que são de caráter inconsciente ao comunicador.
  29. 29. Comunicação Não Verbal ∗Normalmente, a comunicação verbal está atrelada com a não verbal, pois quando alguém está narrando uma história (linguagem verbal), inconscientemente, executa movimentos corporais, faciais e variações sonoras que ajudam a transmitir não só as informações da narrativa, mas também as emoções e sensações.
  30. 30. Exemplos de Comunicação Não Verbal ∗Cores (semáforo e placas de sinalização); ∗Movimentação do corpo (dança); ∗Expressões Faciais (Comportamento humano); ∗Sons produzidos (sinal do toque de ir embora); ∗Gestos (Acenar para alguém).
  31. 31. Leia o texto visual do cartunista argentino Quino:
  32. 32. O cartum é construído com oito cenas em quatro tiras. Nele se verifica uma situação de comunicação entre as pessoas envolvidas. De acordo com as duas cenas iniciais: a) A quem cabe o papel de locutor e interlocutor, isto é, a pessoa que fala e a pessoa ou pessoas com quem o locutor fala? b) Na segunda tira, o que representa o fato dos balões estarem separados e depois juntos? c) Qual o desfecho e sentido deste cartum?
  33. 33. Tipos de comunicação Não Verbal ∗ProxêmicaProxêmica: está relacionado com o espaço e ambiente que o indivíduo utiliza ao seu redor para comunicar-se;
  34. 34. Tipos de comunicação Não Verbal ∗Aparência físicaAparência física: trata-se do impacto que as características físicas do comunicador podem provocar no receptor, ou seja, as “primeiras impressões”;
  35. 35. Tipos de comunicação Não Verbal ∗ParalinguagemParalinguagem: está relacionado com as características sonoras e como estas podem influenciar nos significados de um discurso, por exemplo. A intensidade, volume, velocidade, pausas, são alguns exemplos;
  36. 36. Tipos de comunicação Não Verbal ∗CinésicaCinésica: trata dos movimentos executados pelo corpo, destacando as expressões faciais, os gestos e seus significados de acordo com a cultura e contexto de uma sociedade, por exemplo;
  37. 37. Funções da Comunicação Não Verbal ∗Atribuir maior ênfase a argumentos da mensagem; ∗Substituir uma expressão ou frase; ∗Atribuir ajustes à fala, pausas e gestos, provendo mais compreensibilidade;
  38. 38. Funções da Comunicação Não Verbal ∗Expor relações de poder e influências interpessoais; ∗Reagir contraditoriamente ao que foi dito por interlocutores; ∗Complementar uma mensagem.
  39. 39. OBJETIVOS DA COMUNICAÇÃO VERBAL E NÃO VERBAL ∗Exerce um papel cada vez mais importante na vida das pessoas, tanto no trabalho quanto no convívio social; ∗Se fazem presentes em todos os contextos, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional.
  40. 40. OBJETIVOS DA COMUNICAÇÃO VERBAL E NÃO VERBAL ∗A Comunicação é entendida como a transmissão de estímulos e respostas provocadas, através de um sistema completa ou parcialmente compartilhado. ∗É todo o processo de transmissão e de troca de mensagens entre seres humanos.
  41. 41. ORGANIZAÇÕES DA COMUNICAÇÃO VERBAL (ORAL E ESCRITA). ∗As dificuldades de comunicação ocorrem quando as palavras têm graus distintos de abstração e variedade de sentido
  42. 42. ORGANIZAÇÕES DA COMUNICAÇÃO VERBAL (ORAL E ESCRITA). ∗O significado das palavras não está nelas mesmas, mas nas pessoas (no repertório de cada um e que lhe permite decifrar e interpretar as palavras).
  43. 43. ORGANIZAÇÕES DA COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL ∗As pessoas não se comunicam apenas por palavras. Os movimentos faciais e corporais, os gestos, os olhares, a entoação são também importantes.
  44. 44. HORA DE PRATICAR Dentre as manifestações comunicativas citadas abaixo, reconheça o que se constitui em linguagem verbal e em linguagem não-verbal. 1. gritos da torcida 2. cores das bandeiras 3. números das camisetas 4. gestos, apitadas e cartões do juiz e dos bandeirinhas 5. conversas de torcedores
  45. 45. DINÂMICA Formação de dois grupos (um representando um texto verbal oral e outro representando um texto oral escrito). Um grupo fará um pequeno relato (pessoal, profissional, sonhos ...) na oralidade e utilizando-se desse gênero textual. Uma ou duas pessoas podem fazer essa apresentação. Um grupo fará um pequeno relato (pessoal, profissional, sonhos ...) por escrito e utilizando-se desse gênero textual. Uma ou duas pessoas podem fazer essa apresentação.
  46. 46. DINÂMICA Quais as vantagens e dificuldades observadas no texto verbal oral? Quais as vantagens e dificuldades observadas no texto verbal escrito?

×