Dethox escuta afetiva são paulo

303 visualizações

Publicada em

Ferramenta da Escuta Afetiva do EXTRAMUROS ESCOLA DE PROJETOS

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
303
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dethox escuta afetiva são paulo

  1. 1. DETHOX WORKSHOP DE FERRAMENTAS DE APRENDIZAGEM VIVA DO EXTRAMUROS ESCOLA DE PROJETOS
  2. 2. 60% 25% do nosso tempo é gasto ouvindo, é o quanto absorvemos do que ouvimos. FATO: ESTAMOS PERDENDO NOSSA CAPACIDADE DE OUVIR
  3. 3. Técnica de controle das energias que trazemos para a comunicação e   ferramenta que promove a intenção de ver, saber e reconhecer a si e ao outro. ESCUTA AFETIVA
  4. 4. Comunicação Não-violenta Programação Neurolinguística Neurofisiologia dos Campos sensoriais ESCUTA AFETIVA O QUE É ESCUTA AFETIVA?
  5. 5. O QUE É? É uma atitude de se manter empático e compassivo a todo processo de comunicação e relação pessoal. Relaciona a Escuta Ativa da PNL, com as noções da Comunicação não- violenta e a neurofisiologia das potências sensoriais, os canais dos sentidos. Amplia nossa eficiência na comunicação verbal e infraverbal, melhorando nosso foco ao fazer questionamentos, escutar com mais eficiência as demandas neurolinguísticas e emocionais dos envolvidos no acontecimento relacional. PARA QUE USAMOS? Para inspirar, garantir ou dar confiança a quem escutamos e nos relacionamos e especialmente para apurar a sensibilidade e a saúde auditiva de todos os envolvidos no encontro de aprendizagem. Usamos a Escuta Afetiva como ferramenta de entendimento, empoderamento e também empatia. COMO USAMOS? Mostrando-nos empáticos, presentes e atentos, durante todo o contato com quem estamos interagindo. Ativando nossos sentidos e estimulando aqueles, com quem conversamos, a associar a interação dos sentidos. ESCUTA AFETIVA
  6. 6. A dinâmica da orientação pelo som das vogais é uma ferramenta que promove o reconhecimento dos sons que escolhemos produzir e dos sons que nos cercam, inerentes à nossa vontade. Dessa forma, trata-se de uma prática de escuta de si e do outro, sendo útil não só para a manutenção da saúde auditiva, mas também para o exercício da aplicação de filtros na escuta que praticamos. objetivo da vivência das dobraduras é o de praticar a escuta com intenção e promover o entendimento através da empatia e concentração. Nesse sentido, o trabalho do foco e da intenção é muito útil para desenvolver habilidades de trabalho em equipe. Por outro lado, é importante acolher a diversidade de interpretações quando tratamos de instruções. Entender e que nem sempre o que escutamos é o que é dito é muito importante para a promoção do entendimento no espaço de educação. O objetivo da vivência baseada em PNL é o de trabalhar uma estratégia de comunicação onde o ouvinte recapitula e reconhece as mensagens que está recebendo, o comunicador recebe feedbacks diferentes dos dois ouvintes e dá feedback sobre o entendimento dos mesmos. É também uma ferramenta de comunicação afetiva e que visa reduzir as chances de ruído entre ouvintes e comunicadores. DINÂMICA DAS DOBRADURAS DINÂMICA DAS VOGAIS DINÂMICA DO “RASA"
  7. 7. DINÂMICA DAS VOGAIS u… u… a… a… e… e… e… o… i… i… i… o… o… 1)  Escolher uma vogal e sonorizar sem interrupção; 2)  Ir de encontro a pessoas sonorizando a mesma vogal; 3)  Formar grupos de mesma vogal; 4)  Tentar formar grupos com as 5 vogais.
  8. 8. A B DOBRA, VIRA, INVERTE… ELA DISSE PARA DOBRAR AO MEIO? INVERTER OU VIRAR? DINÂMICA DAS DOBRADURAS Em um primeiro momento, A faz uma dobradura ao mesmo tempo que explica para B, sem dar detalhes, como replicar a dobradura. No fim de alguns poucos minutos, comparamos as dobraduras. Em um segundo momento, A faz uma outra dobradura e tem de explicar a B como replicar. Dessa vez dando todos os detalhes que quiser. No fim, comparamos novamente.
  9. 9. B A C DINÂMICA DO “RASA" Receive Aknowledge Summarize Ask Relata uma ocasião em que foi mal entendida Usa o RASA para fazer a escuta afetiva da ocasião. Dá feedback dizendo o que foi bom, o que pode melhorar e o ponto alto

×