SlideShare uma empresa Scribd logo
COMUNICAÇÃO DO CORPOMONICA RECTOR & ALUIZIO RAMOS TRINTABianca Salim, Dione Petterson, Elizabete Maia, Fernanda Senna, Gabriela Barbosa, Marcely Vilela, Pedro Godoy, Pedro Terra.
INTRODUÇÃO
A REPRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO    A expressão do corpo pode ter vários significados.- Arrogância.- Insegurança.- Desconforto.    Há vários padrões para as atitudes corporais.- Imitação.    Comunicar é importante como respirar e o nosso corpo é um dos meios de comunicação. Essa é a linguagem do corpo.COMUNICAÇÃO:CÓDIGO E MENSAGEM
COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    Dispensa explicações.- Campo multidisciplinar.- Roupas, determinadas ações, também são consideradas comunicação.Exemplo: Juiz de futebol
 Quando grita “Fora!”, utiliza um código verbal.
 Quando usa o apito, utiliza um código auditivo.
 Quando mostra um cartão, utiliza um  código visual. Quando levanta os braços para terminar a  partida, utiliza um código gestual.- E todos entendem.
COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    Crianças também utilizam códigos para se comunicar com os pais.- Através da imitação.    Todas as interações sociais se utilizam da cultura.- Nos estilos de vida e hábitos.- Regras de etiqueta = melhor convívio social.    Quanto à educação não-verbal, a aprendizagem pode ser FORMAL, INFORMAL e TÉCNICA.        - A FORMAL: transmitida pelos pais, os famosos “bons modos”.        - A INFORMAL: imitação.        - A TÉCNICA: ensinada em instituições como a escola.
COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    Países diferentes, culturas diferentes.- O sinal de OK.
COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEMPaíses diferentes, culturas diferentes.- Dedo indicador e médio levantados.
COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    Países diferentes, culturas diferentes.
Ingleses evitam aproximação enquanto ela é fundamental para os  árabes.
O rosto: mais expressivo instrumento da comunicação não-verbal.COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    O signo:	- Uma palavra é um signo verbal.	- Uma placa de trânsito é um signo visual.	- Um apito do juiz é um signo auditivo.	- Um beliscão é um signo tátil.	- Um aroma é um signo olfativo.	- Um gosto é um signo gustativo.    Signos têm a função de representar, é codificado segundo normas culturais.COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM    Semiologia ou semiótica.
Semiologia: linha de pensamento de Saussure (1857-1913), ocupa-se basicamente de sistema de signos.
Semiótica: segundo Charles Sanders Peirce (1839-1914), dirige-se à análise e à explicação dos mecanismos pelos quais um signo representa um objeto para alguém.ENTRE O GESTO E A PALAVRA    Além das várias mensagens que expressam sentimentos que já vimos, outra pode ser pontuada:- O tom de voz, usado para cada situação.- Paralinguística é o estudo dessas emissões vocais.    A paralinguagem se divide em dois grupos:Qualidade vocalCompreende a altura do tom de voz, a qualidade da articulação, tipo de emissão, respiração, o ritmo.2) Postura vocalA – Caracterizadores vocais: riso, choro, sussurros...B – Qualificadores vocais: intensidade e a extensão de palavras e frases.C – Segregados vocais: interjeições, estalidos e barulhinhos com a língua e os lábios.
ENTRE O GESTO E A PALAVRA    Numa interação social, nota-se unidades diferentes de troca de informação:	- Unidades linguísticas ou verbais: palavras e frases.	- Unidades paralinguísticas: elementos vocais.	- Unidades não-linguísticas: expressões individuais traduzidas em 	  mensagens do corpo.	- Unidades extralinguísticas: roupa e acessórios.
COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL    “Nós ouvimos a nós mesmos como ouvimos os outros – mas não nos vemos.”
    No entanto, verbal e não-verbal são duas modalidades da linguagem, sendo:
    Verbal: pela expressão linguística;
    Não-verbal: pela movimentação significativa do corpo.
    O homem, ao mover-se, põe em funcionamento formas de expressão completas e complexas.
    Os elementos não-verbais da comunicação social são responsáveis por 65% do total das mensagens enviadas e recebidas.SINALIZAÇÃO COMUNICATIVASão numerosos os gestos que todo ser humano é capaz de executar.
    Os gestos podem se relacionar, por exemplo, à satisfação de necessidades fisiológicas, tais como “comer”, “beber” e “dormir”.
    O que é gesto?
    É uma ação corporal visível, pela qual um certo significado é transmitido por meio de uma expressão voluntária.
    Ex.: Aceno.A HISTÓRIA DOS GESTOS    As formas de saudação podem apresentar variadas combinações de partes do corpo: cabeça, olhos, braços, mãos e dedos.
Exemplos:
 A mão levantada e aberta, com os dedos unidos, marcava na antiga Roma uma saudação introdutória (Ave), a qual, à época de vigência do fascismo de Mussolini: gesto adotado como senha entre os adeptos de Duce.
 Um V mostrado com os dedos indicador e médio, com o braço bem erguido: gesto da “vitória” adotado por Sir Winston Churchill: símbolo visual da resistência inglesa na Segunda Guerra Mundial.
 Á época do movimento hippie, este mesmo gesto tornou-se expressão não-verbal de uma palavra de ordem, “Paz e Amor”, em protesto contra a Guerra do Vietnã.APRENDENDO A VER O OUTROAprendemos com nossos pais ou pela experiência que as pessoas que não nos fitam quando falam conosco são “falsas” ou “hipócritas”.
Exemplos:
 A maneira de cumprimentar, estendendo a mão revela traços de personalidade;
 O modo de falar trai emoções inconfessas pela variação da voz ou pela variedade do tom.
 A “boa educação” recomenda uma “boa” articulação vocal, em testemunho de sensibilidade, respeito e atenção ao ouvinte.UMA LINGUAGEM SEM PALAVRAS E MUITO SENTIDOS
A APARÊNCIA: O CORPO VESTIDOOutra forma pela qual comunicamos, indicando aos que veem quem somos e o que representamos, é a nossa aparência.
    Nosso corpo tem um prolongamento: são as roupas e os acessórios de vestir.
    A moda faz uso de signos visuais produzindo um significado específico:
 Tênis + Meia soquete + Bermuda + Camiseta = Roupa Esportiva
 Sapato de salto + Vestido longo + Jóias = Traje de gala
    Na realidade, não vestimos exatamente o que queremos, mas o que socialmente nos obrigam a vestir.
    Pode-se concluir, portanto, que a roupa que vestimos, o modo como a vestimos, além dos acessórios que usamos, fornece informação indicial acerca do que somos ou desejamos aparentar que somos.PERCEPÇÃO E COMUNICAÇÃOATRAVÉS DOS SENTIDOSPERCEBENDO O MUNDO
PERCEPÇÃO
PERCEPÇÃOReceptores à distância:OlhosNarizOuvido
PERCEPÇÃOReceptores imediatos:
OS 5 SENTIDOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público
Rodrigo Catini Flaibam
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
Igor Gabriel
 
Cinésica
CinésicaCinésica
O Corpo Fala
O Corpo FalaO Corpo Fala
O Corpo Fala
Andrea Sousa
 
Comunicação Verbal e Não Verbal
Comunicação Verbal e Não VerbalComunicação Verbal e Não Verbal
Comunicação Verbal e Não Verbal
Andreza Oliveira
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
LinguagemCorporal
 
Importância da comunicação
Importância da comunicaçãoImportância da comunicação
Importância da comunicação
Omar Demetrio
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
Jailma Oliveira
 
Apresentação Inteligência Emocional
Apresentação Inteligência EmocionalApresentação Inteligência Emocional
Apresentação Inteligência Emocional
anaediteaires
 
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial  7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
Agendor
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
guested634f
 
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formadorGestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
chdefese
 
10 dicas de linguagem corporal
10 dicas de linguagem corporal10 dicas de linguagem corporal
10 dicas de linguagem corporal
Fabio Henrique
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
Filipa Viveiros
 
Comunicacao nao verbal
Comunicacao nao verbalComunicacao nao verbal
Comunicacao nao verbal
ISCSP
 
Comunicação e Ética no Trabalho
Comunicação e Ética no TrabalhoComunicação e Ética no Trabalho
Comunicação e Ética no Trabalho
Francielle Hilbert
 
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em EquipeRelações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Rosangella Bermanelly
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Beatriz123Letras
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Karime Kamel
 
Slides Palestra - Marketing Pessoal
Slides Palestra - Marketing PessoalSlides Palestra - Marketing Pessoal
Slides Palestra - Marketing Pessoal
Caput Consultoria
 

Mais procurados (20)

A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público A arte de falar e de escutar em público
A arte de falar e de escutar em público
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
 
Cinésica
CinésicaCinésica
Cinésica
 
O Corpo Fala
O Corpo FalaO Corpo Fala
O Corpo Fala
 
Comunicação Verbal e Não Verbal
Comunicação Verbal e Não VerbalComunicação Verbal e Não Verbal
Comunicação Verbal e Não Verbal
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Importância da comunicação
Importância da comunicaçãoImportância da comunicação
Importância da comunicação
 
Linguagem corporal
Linguagem corporalLinguagem corporal
Linguagem corporal
 
Apresentação Inteligência Emocional
Apresentação Inteligência EmocionalApresentação Inteligência Emocional
Apresentação Inteligência Emocional
 
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial  7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
7 dicas de linguagem corporal para a sua próxima apresentação comercial
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
 
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formadorGestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
Gestao e motivacao_de_equipas -manual do formador
 
10 dicas de linguagem corporal
10 dicas de linguagem corporal10 dicas de linguagem corporal
10 dicas de linguagem corporal
 
Inteligência emocional
Inteligência emocionalInteligência emocional
Inteligência emocional
 
Comunicacao nao verbal
Comunicacao nao verbalComunicacao nao verbal
Comunicacao nao verbal
 
Comunicação e Ética no Trabalho
Comunicação e Ética no TrabalhoComunicação e Ética no Trabalho
Comunicação e Ética no Trabalho
 
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em EquipeRelações Interpessoais: Trabalho em Equipe
Relações Interpessoais: Trabalho em Equipe
 
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertivaComunicação interpessoal comunicação assertiva
Comunicação interpessoal comunicação assertiva
 
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
Comunicação Assertiva  - Karime KamelComunicação Assertiva  - Karime Kamel
Comunicação Assertiva - Karime Kamel
 
Slides Palestra - Marketing Pessoal
Slides Palestra - Marketing PessoalSlides Palestra - Marketing Pessoal
Slides Palestra - Marketing Pessoal
 

Destaque

O corpo fala!_lindo__
O corpo fala!_lindo__O corpo fala!_lindo__
O corpo fala!_lindo__
Andréa Godoy
 
Tipos de comunicação (2)
Tipos de comunicação (2)Tipos de comunicação (2)
Tipos de comunicação (2)
Telecomunicacoes
 
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imageticaExpressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
Secretaria Municipal de Educação dew Gentio do Ouro
 
Tarefa final do segundo bimestre
Tarefa final do segundo bimestreTarefa final do segundo bimestre
Tarefa final do segundo bimestre
jamilemeloo
 
Comunicação 2
Comunicação 2Comunicação 2
Comunicação 2
Leandro Lopes
 
Trabalho sobre comunicação versão final
Trabalho sobre comunicação   versão finalTrabalho sobre comunicação   versão final
Trabalho sobre comunicação versão final
Rogério Camara
 
Os meios de comunicação e a vida cotidiana
Os meios de comunicação e a vida cotidianaOs meios de comunicação e a vida cotidiana
Os meios de comunicação e a vida cotidiana
Ana Régia Vasconcelos
 
Ti.gesto e comunicação
Ti.gesto e comunicaçãoTi.gesto e comunicação
Ti.gesto e comunicação
Paulo Marques
 
Corpo e linguagem
Corpo e linguagemCorpo e linguagem
Corpo e linguagem
Thaysa Cavalcante
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevistaEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
Wandick Rocha de Aquino
 
Aula 10 powerpoint
Aula 10 powerpointAula 10 powerpoint
Aula 10 powerpoint
Elielso Dias
 
A psicologia da mentira
A psicologia da mentiraA psicologia da mentira
A psicologia da mentira
Cinara Aline
 
Meios de Comunicacao
Meios de ComunicacaoMeios de Comunicacao
Meios de Comunicacao
Clubedacomunicacao
 
Postura entrevista
Postura   entrevistaPostura   entrevista
Postura entrevista
Washington Filho
 
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação Comunicação
Patrícia Ervilha
 
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Smar Brasil
 
Linguagem nao verbal
Linguagem nao verbalLinguagem nao verbal
Linguagem nao verbal
elimaciel
 
Dicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de empregoDicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de emprego
Sumã Pedrosa
 
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Paulo Fonseca
 
Corpo, cultura e movimento
Corpo, cultura e movimentoCorpo, cultura e movimento
Corpo, cultura e movimento
Silvia Arrelaro
 

Destaque (20)

O corpo fala!_lindo__
O corpo fala!_lindo__O corpo fala!_lindo__
O corpo fala!_lindo__
 
Tipos de comunicação (2)
Tipos de comunicação (2)Tipos de comunicação (2)
Tipos de comunicação (2)
 
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imageticaExpressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
Expressões Faciais - Linguagem corporal e linguagem imagetica
 
Tarefa final do segundo bimestre
Tarefa final do segundo bimestreTarefa final do segundo bimestre
Tarefa final do segundo bimestre
 
Comunicação 2
Comunicação 2Comunicação 2
Comunicação 2
 
Trabalho sobre comunicação versão final
Trabalho sobre comunicação   versão finalTrabalho sobre comunicação   versão final
Trabalho sobre comunicação versão final
 
Os meios de comunicação e a vida cotidiana
Os meios de comunicação e a vida cotidianaOs meios de comunicação e a vida cotidiana
Os meios de comunicação e a vida cotidiana
 
Ti.gesto e comunicação
Ti.gesto e comunicaçãoTi.gesto e comunicação
Ti.gesto e comunicação
 
Corpo e linguagem
Corpo e linguagemCorpo e linguagem
Corpo e linguagem
 
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevistaEMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
EMPREGABILIDADE - 20 dicas para se dar bem na entrevista
 
Aula 10 powerpoint
Aula 10 powerpointAula 10 powerpoint
Aula 10 powerpoint
 
A psicologia da mentira
A psicologia da mentiraA psicologia da mentira
A psicologia da mentira
 
Meios de Comunicacao
Meios de ComunicacaoMeios de Comunicacao
Meios de Comunicacao
 
Postura entrevista
Postura   entrevistaPostura   entrevista
Postura entrevista
 
Apresentação Comunicação
Apresentação ComunicaçãoApresentação Comunicação
Apresentação Comunicação
 
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
Postura e Comportamento (Nelson Remondi) - Cidadão do Futuro 2010
 
Linguagem nao verbal
Linguagem nao verbalLinguagem nao verbal
Linguagem nao verbal
 
Dicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de empregoDicas para a entrevista de emprego
Dicas para a entrevista de emprego
 
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
 
Corpo, cultura e movimento
Corpo, cultura e movimentoCorpo, cultura e movimento
Corpo, cultura e movimento
 

Semelhante a Comunicação Do Corpo - Monica Rector e Aluizio Ramos Trinta

Diapositivo comunicação 2 (3)
Diapositivo comunicação 2 (3)Diapositivo comunicação 2 (3)
Diapositivo comunicação 2 (3)
Gabriela Ferreira
 
Diapositivo comunicação 2
Diapositivo comunicação 2Diapositivo comunicação 2
Diapositivo comunicação 2
Luis Manuel Ponte
 
Linguagem corporal o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
Linguagem corporal   o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)Linguagem corporal   o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
Linguagem corporal o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
Gerson Cristovao
 
2017
20172017
2017
Pelo Siro
 
Os signos
Os signosOs signos
Os signos
LeYa
 
Comunicação organizacional
Comunicação organizacionalComunicação organizacional
Comunicação organizacional
Gabriela Ferreira
 
Aula 3 social ii
Aula 3 social iiAula 3 social ii
Aula 3 social ii
Luciene Neves
 
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
DehdeJesus
 
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdfLinguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
EveraldoDias6
 
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
DanielGila2
 
O corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e culturalO corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e cultural
aluisiobraga
 
Parametros da libras
Parametros da librasParametros da libras
Parametros da libras
Leonardo Maumau
 
Aula Libras 2 Inclusão.pptx
Aula Libras 2 Inclusão.pptxAula Libras 2 Inclusão.pptx
Aula Libras 2 Inclusão.pptx
AlfabetizaoemLibras
 
Comunicação e expressão
Comunicação e expressãoComunicação e expressão
Comunicação e expressão
lorenatcbenfica
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
Francisco Sobrinho
 
aula 3 Expressão Corporal TRAC.pptx
aula 3  Expressão Corporal TRAC.pptxaula 3  Expressão Corporal TRAC.pptx
aula 3 Expressão Corporal TRAC.pptx
PalomaOliveira338538
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
Francisco Sobrinho
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
Francisco Luiz
 
Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
ceciliaconserva
 
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdfLinguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
EveraldoDias6
 

Semelhante a Comunicação Do Corpo - Monica Rector e Aluizio Ramos Trinta (20)

Diapositivo comunicação 2 (3)
Diapositivo comunicação 2 (3)Diapositivo comunicação 2 (3)
Diapositivo comunicação 2 (3)
 
Diapositivo comunicação 2
Diapositivo comunicação 2Diapositivo comunicação 2
Diapositivo comunicação 2
 
Linguagem corporal o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
Linguagem corporal   o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)Linguagem corporal   o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
Linguagem corporal o que uma criança fala através de seu corpo (slides em pdf)
 
2017
20172017
2017
 
Os signos
Os signosOs signos
Os signos
 
Comunicação organizacional
Comunicação organizacionalComunicação organizacional
Comunicação organizacional
 
Aula 3 social ii
Aula 3 social iiAula 3 social ii
Aula 3 social ii
 
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
Capítulo 5: É IMPOSSÍVEL NÃO COMUNICAR - Livro: O que é comunicação.
 
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdfLinguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
Linguagem corporal - Módulo 7 60-71.pdf
 
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
Domine a Arte da Expressão Corporal: Técnicas Infalíveis para Cativar seu Púb...
 
O corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e culturalO corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e cultural
 
Parametros da libras
Parametros da librasParametros da libras
Parametros da libras
 
Aula Libras 2 Inclusão.pptx
Aula Libras 2 Inclusão.pptxAula Libras 2 Inclusão.pptx
Aula Libras 2 Inclusão.pptx
 
Comunicação e expressão
Comunicação e expressãoComunicação e expressão
Comunicação e expressão
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
 
aula 3 Expressão Corporal TRAC.pptx
aula 3  Expressão Corporal TRAC.pptxaula 3  Expressão Corporal TRAC.pptx
aula 3 Expressão Corporal TRAC.pptx
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
 
Comunicação empresarial apresentação
Comunicação empresarial   apresentaçãoComunicação empresarial   apresentação
Comunicação empresarial apresentação
 
Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
 
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdfLinguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
Linguagem corporal - Módulo 3 24-35.pdf
 

Mais de Pedro Godoy

Ketchup Scarlatto
Ketchup ScarlattoKetchup Scarlatto
Ketchup Scarlatto
Pedro Godoy
 
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiroOs impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Pedro Godoy
 
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas EsportivasPesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
Pedro Godoy
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
Pedro Godoy
 
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência PolíticaO Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
Pedro Godoy
 
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na PublicidadeInterdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
Pedro Godoy
 

Mais de Pedro Godoy (6)

Ketchup Scarlatto
Ketchup ScarlattoKetchup Scarlatto
Ketchup Scarlatto
 
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiroOs impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
Os impactos das olimpíadas 2016 no mercado brasileiro
 
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas EsportivasPesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
Pesquisa Exploratória - Shopping Del Rey - Lojas Esportivas
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência PolíticaO Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
O Papel Político Dos Parlamentares da ALMG e da CMBH - Ciência Política
 
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na PublicidadeInterdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
Interdisciplinar - Censura e Regulamentação na Publicidade
 

Último

A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 

Último (20)

TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 

Comunicação Do Corpo - Monica Rector e Aluizio Ramos Trinta

  • 1. COMUNICAÇÃO DO CORPOMONICA RECTOR & ALUIZIO RAMOS TRINTABianca Salim, Dione Petterson, Elizabete Maia, Fernanda Senna, Gabriela Barbosa, Marcely Vilela, Pedro Godoy, Pedro Terra.
  • 3. A REPRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO A expressão do corpo pode ter vários significados.- Arrogância.- Insegurança.- Desconforto. Há vários padrões para as atitudes corporais.- Imitação. Comunicar é importante como respirar e o nosso corpo é um dos meios de comunicação. Essa é a linguagem do corpo.COMUNICAÇÃO:CÓDIGO E MENSAGEM
  • 4. COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM Dispensa explicações.- Campo multidisciplinar.- Roupas, determinadas ações, também são consideradas comunicação.Exemplo: Juiz de futebol
  • 5. Quando grita “Fora!”, utiliza um código verbal.
  • 6. Quando usa o apito, utiliza um código auditivo.
  • 7. Quando mostra um cartão, utiliza um código visual. Quando levanta os braços para terminar a partida, utiliza um código gestual.- E todos entendem.
  • 8. COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM Crianças também utilizam códigos para se comunicar com os pais.- Através da imitação. Todas as interações sociais se utilizam da cultura.- Nos estilos de vida e hábitos.- Regras de etiqueta = melhor convívio social. Quanto à educação não-verbal, a aprendizagem pode ser FORMAL, INFORMAL e TÉCNICA. - A FORMAL: transmitida pelos pais, os famosos “bons modos”. - A INFORMAL: imitação. - A TÉCNICA: ensinada em instituições como a escola.
  • 9. COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM Países diferentes, culturas diferentes.- O sinal de OK.
  • 10. COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEMPaíses diferentes, culturas diferentes.- Dedo indicador e médio levantados.
  • 11. COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM Países diferentes, culturas diferentes.
  • 12. Ingleses evitam aproximação enquanto ela é fundamental para os árabes.
  • 13. O rosto: mais expressivo instrumento da comunicação não-verbal.COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM O signo: - Uma palavra é um signo verbal. - Uma placa de trânsito é um signo visual. - Um apito do juiz é um signo auditivo. - Um beliscão é um signo tátil. - Um aroma é um signo olfativo. - Um gosto é um signo gustativo. Signos têm a função de representar, é codificado segundo normas culturais.COMUNICAÇÃO: CÓDIGO E MENSAGEM Semiologia ou semiótica.
  • 14. Semiologia: linha de pensamento de Saussure (1857-1913), ocupa-se basicamente de sistema de signos.
  • 15. Semiótica: segundo Charles Sanders Peirce (1839-1914), dirige-se à análise e à explicação dos mecanismos pelos quais um signo representa um objeto para alguém.ENTRE O GESTO E A PALAVRA Além das várias mensagens que expressam sentimentos que já vimos, outra pode ser pontuada:- O tom de voz, usado para cada situação.- Paralinguística é o estudo dessas emissões vocais. A paralinguagem se divide em dois grupos:Qualidade vocalCompreende a altura do tom de voz, a qualidade da articulação, tipo de emissão, respiração, o ritmo.2) Postura vocalA – Caracterizadores vocais: riso, choro, sussurros...B – Qualificadores vocais: intensidade e a extensão de palavras e frases.C – Segregados vocais: interjeições, estalidos e barulhinhos com a língua e os lábios.
  • 16. ENTRE O GESTO E A PALAVRA Numa interação social, nota-se unidades diferentes de troca de informação: - Unidades linguísticas ou verbais: palavras e frases. - Unidades paralinguísticas: elementos vocais. - Unidades não-linguísticas: expressões individuais traduzidas em mensagens do corpo. - Unidades extralinguísticas: roupa e acessórios.
  • 17. COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL “Nós ouvimos a nós mesmos como ouvimos os outros – mas não nos vemos.”
  • 18. No entanto, verbal e não-verbal são duas modalidades da linguagem, sendo:
  • 19. Verbal: pela expressão linguística;
  • 20. Não-verbal: pela movimentação significativa do corpo.
  • 21. O homem, ao mover-se, põe em funcionamento formas de expressão completas e complexas.
  • 22. Os elementos não-verbais da comunicação social são responsáveis por 65% do total das mensagens enviadas e recebidas.SINALIZAÇÃO COMUNICATIVASão numerosos os gestos que todo ser humano é capaz de executar.
  • 23. Os gestos podem se relacionar, por exemplo, à satisfação de necessidades fisiológicas, tais como “comer”, “beber” e “dormir”.
  • 24. O que é gesto?
  • 25. É uma ação corporal visível, pela qual um certo significado é transmitido por meio de uma expressão voluntária.
  • 26. Ex.: Aceno.A HISTÓRIA DOS GESTOS As formas de saudação podem apresentar variadas combinações de partes do corpo: cabeça, olhos, braços, mãos e dedos.
  • 28. A mão levantada e aberta, com os dedos unidos, marcava na antiga Roma uma saudação introdutória (Ave), a qual, à época de vigência do fascismo de Mussolini: gesto adotado como senha entre os adeptos de Duce.
  • 29. Um V mostrado com os dedos indicador e médio, com o braço bem erguido: gesto da “vitória” adotado por Sir Winston Churchill: símbolo visual da resistência inglesa na Segunda Guerra Mundial.
  • 30. Á época do movimento hippie, este mesmo gesto tornou-se expressão não-verbal de uma palavra de ordem, “Paz e Amor”, em protesto contra a Guerra do Vietnã.APRENDENDO A VER O OUTROAprendemos com nossos pais ou pela experiência que as pessoas que não nos fitam quando falam conosco são “falsas” ou “hipócritas”.
  • 32. A maneira de cumprimentar, estendendo a mão revela traços de personalidade;
  • 33. O modo de falar trai emoções inconfessas pela variação da voz ou pela variedade do tom.
  • 34. A “boa educação” recomenda uma “boa” articulação vocal, em testemunho de sensibilidade, respeito e atenção ao ouvinte.UMA LINGUAGEM SEM PALAVRAS E MUITO SENTIDOS
  • 35. A APARÊNCIA: O CORPO VESTIDOOutra forma pela qual comunicamos, indicando aos que veem quem somos e o que representamos, é a nossa aparência.
  • 36. Nosso corpo tem um prolongamento: são as roupas e os acessórios de vestir.
  • 37. A moda faz uso de signos visuais produzindo um significado específico:
  • 38. Tênis + Meia soquete + Bermuda + Camiseta = Roupa Esportiva
  • 39. Sapato de salto + Vestido longo + Jóias = Traje de gala
  • 40. Na realidade, não vestimos exatamente o que queremos, mas o que socialmente nos obrigam a vestir.
  • 41. Pode-se concluir, portanto, que a roupa que vestimos, o modo como a vestimos, além dos acessórios que usamos, fornece informação indicial acerca do que somos ou desejamos aparentar que somos.PERCEPÇÃO E COMUNICAÇÃOATRAVÉS DOS SENTIDOSPERCEBENDO O MUNDO
  • 46. VISÃOOlhos dilatam paraverem aquilo quenos agrada. Olhos contraem paraverem aquilo querejeitamos.
  • 47. VISÃODe acordo com o especialista em comunicação não-verbal, existem 4 posições dos olhos: Bem abertos/arregalados: susto ou alta carga emocional Sonolentos: apatia ou sedução Estreitados/semicerrados: olhar dissimulado Firmemente cerrados: negação, repulsa ou dor física.
  • 53. MOVIMENTO E AÇÃO: A CINÉSICAOs movimentos, quando não acidentais, possuem significados.
  • 54. Adquirimos movimentos corporais com real valor significativo ao longo de nossa vida social.
  • 55. Exemplo: “piscadela de olho” = cumplicidade, tentativa de conquista etc.
  • 57. Cinésica = É uma disciplina que descreve as posições e a movimentação do corpo humano, na comunicação interpessoal. A REPRESENTAÇÃO DO MOVIMENTOTais movimentos, ao serem estudados, devem ser transcritos. Recorre-se, então, a uma representação visual através do desenho de símbolos, que constituirão um sistema.
  • 58. Toda representação visual apresenta analogia com aquilo que é representado.
  • 59. Na dança, por exemplo, os movimentos executados não são tão arbitrários quanto parecem. Existe uma relação entre os estilos de dança e os movimentos realizados em atividades cotidianas.OS MOVIMENTOS DO CORPO HUMANOA análise é feita sobre trejeitos faciais, o movimento dos olhos, posturas corporais e a gesticulação.AS MENSAGENS CINÉSICASA gesticulação apresenta extensa gama de possibilidades de significados, variando de cultura a cultura.
  • 60. A cinésica = Análise da emissão e recepção de “mensagens silenciosas”.
  • 61. Em caso de “má compreensão” da mensagem, a sensação de desconforto ou de perplexidade é imediata.
  • 62. Ao mudar de língua, o indivíduo tende também a mudar de “linguagem corporal”.
  • 63. Assim como a língua, a cinésica é culturalmente determinada.ESTUDANDO A CINÉSICAO fluxo cinésico da interação social envolve movimentos de cabeça, piscar de olhos, movimentos do queixo e dos lábios, variações na posição do tórax e dos ombros, atividades gestuais dos braços, das mãos e dos dedos, bem como a movimentação das pernas e dos pés.
  • 64. Variáveis como intensidade, amplitude e rapidez, são levadas em conta para efeitos de análise e descrição. RISO, SORRISO E GARGALHADAAlgumas expressões faciais parecem associadas a emoções que são comuns a todos os seres humanos.
  • 65. Todos os seres humanos sorriem, mas existem distintos tipos de sorriso, que são sempre particulares a esta ou àquela cultura.
  • 66. Sorrir é assentir. No Japão, por exemplo, o sorriso constante é um sinal de reconhecimento e um testemunho de boa educação.OS GESTOS
  • 67. A POSTURAA variável mais sensível para o estudo das posturas do corpo é a cultura.
  • 68. Pelo menos três dimensões, inerentes a toda postura corporal, podem ser identificadas:
  • 72. Os comportamentos propriamente posturais de indivíduos fornecem indícios de seus sentimentos e de suas intenções.ESPAÇO FÍSICO:A PROXÊMICA
  • 73. ESPAÇO FÍSICO: A PROXÊMICA Edward T. Hall.
  • 74. 16 de maio de 1914- 20 de julho de 2009.
  • 75. Antropólogo considerado o pai da comunicação intercultural como área de estudos acadêmicos.PROXÊMICA“Termo usado para descrever o espaço pessoal de indivíduos num meio social,definindo-o como o "conjunto das observações e teorias referentes ao uso que ohomem faz do espaço enquanto produto cultural específico". Descreve as distânciasmensuráveis entre as pessoas, conforme elas interagem, distâncias e posturas quenão são intencionais, mas sim resultado do processo de aculturação. É um exemplode proxêmica quando um indivíduo que encontra um banco de praça já ocupado poroutra pessoa numa das extremidades, tende a sentar-se na extremidade oposta,preservando um espaço entre os dois indivíduos”.
  • 76. DISTÂNCIAS Distância íntima
  • 77. Distância pessoal
  • 78. Distância social
  • 79. Distância públicaCRONÊMICA Estudo do tempo social.
  • 80. “Trata-se da percepção, estruturação e reação ao tempo social, assim como às mensagens que interpretamos através do seu uso.”CONCLUSÃO