SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
 A dança originou-se na África como parte
essência da vida nas aldeias. Ela acentua a
unidade entre seus membros, por isso é quase
sempre uma atividade grupal.
 Todos os homens, mulheres e crianças
participam da dança, batem palmas ou formam
círculos em volta dos bailarinos.
 A Capoeira: desenvolvida
no Brasil principalmente
por descendentes
de escravos africanos, é
caracterizada por golpes e
movimentos ágeis e
complexos, utilizando
primariamente chutes e
rasteiras, além de
cabeçadas, joelhadas,
cotoveladas, acrobacias em
solo.
 É uma dança de origem africana. O Jongo
permitia que os escravos se comunicassem de
forma que os senhores e capatazes não
compreendessem aquilo que falavam. Por
meio dessa dança contavam suas tristezas e
sofrimentos.
 É um dos ritmos de tradição africana, que hoje é
difundido especialmente, nas cidades de Recife e
Olinda. É caracterizado pela percussão forte, que
teve origem nas congadas, cerimônias de coroação
dos reis e rainhas da nação negra.
 É um gênero musical de tradição afro-
brasileira. É tocado com pandeiros, atabaques,
berimbaus, chocalho e viola.
 Nomes:
Diego Antonio Irber
Guilherme Lazzari
 Turma: 412
 Profª :
Maria del Carmen Biondo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Danças afro
Danças afroDanças afro
Danças afro
 
A cultura do nordeste
A cultura do nordesteA cultura do nordeste
A cultura do nordeste
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
Contribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasilContribuição da cultura africana no brasil
Contribuição da cultura africana no brasil
 
Arte Indígena Brasileira
Arte Indígena BrasileiraArte Indígena Brasileira
Arte Indígena Brasileira
 
Cultura africana
Cultura africanaCultura africana
Cultura africana
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do Brasil
 
Forró
ForróForró
Forró
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 
Comidas Tipicas
Comidas Tipicas Comidas Tipicas
Comidas Tipicas
 
O que é teatro
O que é teatroO que é teatro
O que é teatro
 
Folclore 9º ano
Folclore 9º anoFolclore 9º ano
Folclore 9º ano
 
História Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos AfricanosHistória Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos Africanos
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileira
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Patrimônio Histórico e Cultural
Patrimônio Histórico e CulturalPatrimônio Histórico e Cultural
Patrimônio Histórico e Cultural
 
Danças brasileiras
Danças brasileirasDanças brasileiras
Danças brasileiras
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Dia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência NegraDia Da Consciência Negra
Dia Da Consciência Negra
 
Escravidão no Brasil
Escravidão no BrasilEscravidão no Brasil
Escravidão no Brasil
 

Destaque (20)

Kia`s Digital Car AVN System Owner Manual
Kia`s Digital Car AVN System Owner ManualKia`s Digital Car AVN System Owner Manual
Kia`s Digital Car AVN System Owner Manual
 
"Slimmer (samen-)werken met web 2.0 binnen uw organisatie"
"Slimmer (samen-)werken met web 2.0 binnen uw organisatie""Slimmer (samen-)werken met web 2.0 binnen uw organisatie"
"Slimmer (samen-)werken met web 2.0 binnen uw organisatie"
 
Pasienter, Kunnskap Og Internett
Pasienter, Kunnskap Og InternettPasienter, Kunnskap Og Internett
Pasienter, Kunnskap Og Internett
 
Km
KmKm
Km
 
diapositivas
diapositivasdiapositivas
diapositivas
 
Club De La Salud
Club De La SaludClub De La Salud
Club De La Salud
 
成功的人生 取決於您
成功的人生   取決於您成功的人生   取決於您
成功的人生 取決於您
 
Estilo de aprendizaje acomodador
Estilo de aprendizaje acomodadorEstilo de aprendizaje acomodador
Estilo de aprendizaje acomodador
 
Fermant els colzes sobre el mostrador
Fermant els colzes sobre el mostradorFermant els colzes sobre el mostrador
Fermant els colzes sobre el mostrador
 
Lan2
Lan2Lan2
Lan2
 
直升機父母檢測
直升機父母檢測直升機父母檢測
直升機父母檢測
 
Daniels Gate Clients Home
Daniels Gate Clients HomeDaniels Gate Clients Home
Daniels Gate Clients Home
 
Bsw Bedrijven Isah Klantendag
Bsw Bedrijven Isah KlantendagBsw Bedrijven Isah Klantendag
Bsw Bedrijven Isah Klantendag
 
Joomla Ecommerce
Joomla EcommerceJoomla Ecommerce
Joomla Ecommerce
 
Agravo - Criciúma Construções - Residencial Vivendas de Chapecó
Agravo - Criciúma Construções - Residencial Vivendas de ChapecóAgravo - Criciúma Construções - Residencial Vivendas de Chapecó
Agravo - Criciúma Construções - Residencial Vivendas de Chapecó
 
Presentatie
PresentatiePresentatie
Presentatie
 
ZavršNa DogađAnja (Lipanj) U šKoli Likovnih
ZavršNa DogađAnja (Lipanj) U šKoli LikovnihZavršNa DogađAnja (Lipanj) U šKoli Likovnih
ZavršNa DogađAnja (Lipanj) U šKoli Likovnih
 
Dia Del Amigooooo!!!!!!1
Dia Del Amigooooo!!!!!!1Dia Del Amigooooo!!!!!!1
Dia Del Amigooooo!!!!!!1
 
Correccion evaluacion
Correccion evaluacionCorreccion evaluacion
Correccion evaluacion
 
Big Food
Big FoodBig Food
Big Food
 

Semelhante a As danças africanas

Dança da cultura Afro-brasileira
Dança da cultura Afro-brasileiraDança da cultura Afro-brasileira
Dança da cultura Afro-brasileiraThelsy
 
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroTrabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroHudson Giovanni
 
danasbrasileiras0-170415153903.pdf
danasbrasileiras0-170415153903.pdfdanasbrasileiras0-170415153903.pdf
danasbrasileiras0-170415153903.pdfWeslleyDias8
 
Dancas folcloricas do brasil
Dancas folcloricas do brasilDancas folcloricas do brasil
Dancas folcloricas do brasilRaiRosa1
 
Influência Africana
Influência AfricanaInfluência Africana
Influência Africanagrupo102017
 
Apresentação1 aula danças
Apresentação1   aula dançasApresentação1   aula danças
Apresentação1 aula dançasAnnete Melo
 
Danças da região norte
Danças da região norteDanças da região norte
Danças da região nortelalinhaw
 
Danças brasileiras.pptx
Danças brasileiras.pptxDanças brasileiras.pptx
Danças brasileiras.pptxssuser139823
 
Dancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africanaDancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africanaMara Virginia
 
Danças folclóricas - África
Danças folclóricas - África Danças folclóricas - África
Danças folclóricas - África StefhanyCrizTna
 
Danças Nordestinas - Kellyson Yalan
Danças Nordestinas - Kellyson YalanDanças Nordestinas - Kellyson Yalan
Danças Nordestinas - Kellyson YalanKellyson Ferreira
 
Danças existentes no brasil
Danças existentes no brasilDanças existentes no brasil
Danças existentes no brasilAtylla Maria
 

Semelhante a As danças africanas (20)

Danças africanas
Danças africanasDanças africanas
Danças africanas
 
Dança da cultura Afro-brasileira
Dança da cultura Afro-brasileiraDança da cultura Afro-brasileira
Dança da cultura Afro-brasileira
 
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiroTrabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
Trabalho sobre influencia da africa no espaço brasileiro
 
danasbrasileiras0-170415153903.pdf
danasbrasileiras0-170415153903.pdfdanasbrasileiras0-170415153903.pdf
danasbrasileiras0-170415153903.pdf
 
Danças brasileiras
Danças brasileirasDanças brasileiras
Danças brasileiras
 
Dancas folcloricas do brasil
Dancas folcloricas do brasilDancas folcloricas do brasil
Dancas folcloricas do brasil
 
Influência Africana
Influência AfricanaInfluência Africana
Influência Africana
 
Apresentação1 aula danças
Apresentação1   aula dançasApresentação1   aula danças
Apresentação1 aula danças
 
Danças da região norte
Danças da região norteDanças da região norte
Danças da região norte
 
Danças brasileiras.pptx
Danças brasileiras.pptxDanças brasileiras.pptx
Danças brasileiras.pptx
 
Danças nordestinas
Danças nordestinasDanças nordestinas
Danças nordestinas
 
Continete Africano
Continete AfricanoContinete Africano
Continete Africano
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
 
Carlos
CarlosCarlos
Carlos
 
Dancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africanaDancas brasileiras de_matriz_africana
Dancas brasileiras de_matriz_africana
 
Danças folclóricas - África
Danças folclóricas - África Danças folclóricas - África
Danças folclóricas - África
 
Cultura Afrodescendente.pptx
Cultura Afrodescendente.pptxCultura Afrodescendente.pptx
Cultura Afrodescendente.pptx
 
Danças Nordestinas - Kellyson Yalan
Danças Nordestinas - Kellyson YalanDanças Nordestinas - Kellyson Yalan
Danças Nordestinas - Kellyson Yalan
 
_África.ppt
_África.ppt_África.ppt
_África.ppt
 
Danças existentes no brasil
Danças existentes no brasilDanças existentes no brasil
Danças existentes no brasil
 

Último

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.pptDaniloConceiodaSilva
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfWALDIRENEPINTODEMACE
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfSandra Pratas
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 

Último (20)

atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt8 ano - Congruência e Semelhança e  Angulos em Triangulos.ppt
8 ano - Congruência e Semelhança e Angulos em Triangulos.ppt
 
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdfmúsica paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
música paródia cmsp conteúdo 1 bimestre.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24RITA CALAIM_2023_24.pdf
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 

As danças africanas

  • 1.
  • 2.  A dança originou-se na África como parte essência da vida nas aldeias. Ela acentua a unidade entre seus membros, por isso é quase sempre uma atividade grupal.
  • 3.  Todos os homens, mulheres e crianças participam da dança, batem palmas ou formam círculos em volta dos bailarinos.
  • 4.  A Capoeira: desenvolvida no Brasil principalmente por descendentes de escravos africanos, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando primariamente chutes e rasteiras, além de cabeçadas, joelhadas, cotoveladas, acrobacias em solo.
  • 5.  É uma dança de origem africana. O Jongo permitia que os escravos se comunicassem de forma que os senhores e capatazes não compreendessem aquilo que falavam. Por meio dessa dança contavam suas tristezas e sofrimentos.
  • 6.  É um dos ritmos de tradição africana, que hoje é difundido especialmente, nas cidades de Recife e Olinda. É caracterizado pela percussão forte, que teve origem nas congadas, cerimônias de coroação dos reis e rainhas da nação negra.
  • 7.  É um gênero musical de tradição afro- brasileira. É tocado com pandeiros, atabaques, berimbaus, chocalho e viola.
  • 8.  Nomes: Diego Antonio Irber Guilherme Lazzari  Turma: 412  Profª : Maria del Carmen Biondo