Pensamento de Freire

1.306 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pensamento de Freire

  1. 1. CONTRIBUIÇÕES DE PAULO FREIRE PARA A PEDAGOGIA CONTEMPORANEA Prof. JAIME ZITKOSKI – Faculdade de Educação/ UFRGS
  2. 2. PONTOS PARA A REFLEXÃO:1 – SIGNIFICADO DA OBRA DEFREIRE NA ATUALIDFADE2 – A PEDAGOGIA FREIREANA ESUAS BASES FILOSÓFICAS3 - CONTRIBUIÇÕES PARA AEDUCAÇÃO INFANTIL
  3. 3. 1) SIGNIFICADO DA PEDAGOGIA FREIREANA PARA A ATULIDADE: a) A Pedagogia da Libertação enquanto obra coletiva. Pois desponta como uma pedagogia engajada nos processos de emancipação social. Ex.: Os Movimentos Sociais e o Paradigma da Educação Popular b) Um pensamentos pedagógico com intencionalidade política de empoderamento dos povos oprimidos ; c) A construção de uma cultura de libertação através de ações que mobilizam um novo ethos cultural a partir dos processos de organização popular;
  4. 4. d) O conhecimento interdisciplinar e dialético, que busca construir uma nova ciência (biófila); Ex.: racionalidade instrumental (positivismo) X racionalidade dialógica (dialética)e) Um pensamento pedagógico que se recria, está em movimento, é aberto às diferenças culturais e às novas realidades sociais. Ex.: Pedagogia da Esperança/Pedagogia da Autonomia e outros escritos.
  5. 5. 2- A PEDAGOGIA FREIREANA E SUAS BASES FILOSÓFICASa) PERSPECTIVA ANTROPOLÓGICA: - Há uma natureza humana que se faz e refaz na história: - A busca do “ser mais” e a consciência da inconclusão: somos um vir a ser. - O sentido da vida como conquista do ser mais e a busca da humanização; - A existência concreta com as limitações e a superação das “situações-limites” e construção do inédito viável.
  6. 6. b) CONCEPÇÃO EPISTEMOLÓGICA:- Uma perspectiva dialética e fenomenológica: Ex.: “Corpo Consciente x inédito viável x conscientização - A curiosidade humana é o grande potencial da pedagogia = o movimento de superação do ingênuo para a criticidade. - O conhecimento como Práxis Social: a dialética ação-reflexão; - A ciência biófila construída intersubjetivamente em defesa da vida. A produção de um saber ético comprometido com a humanização do mundo.
  7. 7. c) COERÊNCIA POLÍTICA: - A utopia de um projeto social a partir dos oprimidos e o papel da educação libertadora; Ex: a aposta na infância = humanização de toda a sociedade. - A Pedagogia da Luta Política: O diálogo problematizador, que faz a denúncia e constrói o novo; - A necessária Reinvenção do Poder: o desafio de ir além da “conquista” do poder e reinventar os sistemas de vida em sociedade.
  8. 8. d) CONCEPÇÃO ÉTICA: - Em defesa de uma Ética Universal do ser humano: Pedagogia da Autonomia; - A Denúnica dos maus tratos contra as crianças na obra de Freire. ( Pedagoaia da Esperança); - Críticas à política hegemônica da atualidade e aos modelos de racionalidade em curso: da lógica do mercado, da indústria cultural, dos sistemas de controle e das políticas neoliberais; - Não há ducação sem ética. Elas são inseparáveis.Pois educar é decidir = romper, fazer escolhas, estar ao lado dos oprimidos = defender a jumanidade roubada.
  9. 9. 3 – CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL• a) O desafio de educar as crianças considerando-as como sujeito das aprendizagens (múltiplas) e como ser social;• - O diálogo da obra de Freire com a Sociologia da Infância;• - As contribuições da Pedagogia da Esperança sobre a infância;• - Perspectivas da Ed. Infantil segundo a Pedagogia da Autonomia
  10. 10. • b) A educação do educador e de toda a comunidade:• - Até que ponto e sob quais as condições as crianças educam nós adultos?• - Os saberes necessários segundo a Ped. Da Autonomia;• - Nos educamos nas relações com os outros e com o mundo.
  11. 11. • c) A infância das Classes Populares:• - A denúncia contra a barbárie cometidada com a infância hoje: violência familiar e violência social (exclusão, miséria e abandono);• - A valorização da leitura de mundo que as cçs trazem da vida quotidiana na Escola:• - segundo que lógica, com que prioridade a escola das classes populares se organiza?• - Desafios de repensar a Educação escolar a partir da Educação Popular.

×