PAINEL DIVERSIDADE E DESIGUALDADE: DESAFIOS            PARA A DEMOCRACIA
Destaques da fala de                      Lilian Celiberti- Na época da ditadura a democracia era o horizonte imediato-Hoj...
Com Lilian Celiberti
Destaques da fala de Boaventura de             Sousa Santos-Todos somos democratas e amigos dos direitos humanos. O que en...
-O Brasil quer se ver mais inclusivo e mais diverso-A democracia racial é uma aspiração--Precisamos lutar pelo direito à s...
AUTÓGRAFOS
"Temos o direito de ser iguais quando a   nossa diferença nos inferioriza; e    temos o direito de ser diferentes     quan...
Universidade popular dos movimentos sociais parte 2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Universidade popular dos movimentos sociais parte 2

456 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
456
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Universidade popular dos movimentos sociais parte 2

  1. 1. PAINEL DIVERSIDADE E DESIGUALDADE: DESAFIOS PARA A DEMOCRACIA
  2. 2. Destaques da fala de Lilian Celiberti- Na época da ditadura a democracia era o horizonte imediato-Hoje estamos em uma situação diferente, a esquerda perseguida pelos militares hoje é governo-Como queremos construir o futuro?-A democracia existe à medida que há atores. Valorizar o conflito na conquista de novos direitos. Pessoas colocam os direitos em debate.-A imaginação também foi colonizada. Não sabemos imaginar uma sociedade diferente-Uma sociedade que cuida vive o cuidado no campo doméstico e na sociedade - redistribuição do trabalho na esfera doméstica entre homens e mulheres. Repensar o cuidado – não é só da mulher-Cuidado nas relações políticas – relações políticas mais fraternas-O desafio para a democracia é construir a diversidade de pluralidade no político- Radicalizar o pensamento democrático - dar vós a sujeitos que desafiam a democracia-Desafio dos movimentos populares é recuperar o saber de cada movimento que busca a transformação do pensamento ocidental – a luta contra o machismo, o patriarcado, o racismo...-Buscar ações de Estado e de Governo – este é o desafio da democracia
  3. 3. Com Lilian Celiberti
  4. 4. Destaques da fala de Boaventura de Sousa Santos-Todos somos democratas e amigos dos direitos humanos. O que entendemos por direitos humanos?-Na Europa a democracia está suspensa, tutelada por agências internacionais. Direitos estão sendo liquidados - a democracia para ser destruída não precisa de ditadura-Decidimos cada vez mais sobre coisas menos importantes-Os indígenas Guarani Kaiowá... em nome do progresso – a democracia convive com o fascismo social-O fascismo social- está na sociedade através do direito dos mais fortes sobre os mais fracos-Direitos humanos – a --maioria é objeto do discurso dos direitos humanos- -não podemos criticar apenas, temos que lutar por eles-Por que há tanto sofrimento humano que não conta como violação de direitos humanos? (por exemplo a invasão do Iraque)--A democracia não é de fato - são processos de democracia-O socialismo é democracia sem fim-A democracia deve ser intercultural-Os índios bolivianos definem três tipos de democracia: participativa, representativa e comunitáriaIgualdade: reconhecimento da diferença. Esta luta é fundamental!!!
  5. 5. -O Brasil quer se ver mais inclusivo e mais diverso-A democracia racial é uma aspiração--Precisamos lutar pelo direito à saúde coletiva e pelo direito à autodeterminação dos povos-Um terço da nossa comida está contaminada com agrotóxicos – destruindo a saúde - direito ao desenvolvimento x direito à saúde-Via campesina merece nosso apoio. Lado preocupante do Brasil – não esquecer as populações que sofrem-A luta contra-hegemônica pelos direitos humanos e democracia pensar outra sociedade lutar contra a razão indolente- A democracia funciona com ideia de quantidade –devemos pensar na democracia dos que foram feitos minorias (indígenas e negros) – quanto menos são, mais representativos pois foram feitos minorias-Nós todos – lutadores pelas mulheres, pelos direitos humanos, moradia,(terra, indígenas, negros, LGBT...) a ameaça à dignidade ataca em geral e se tentarmos escolher, um dia não teremos pelo que lutar.
  6. 6. AUTÓGRAFOS
  7. 7. "Temos o direito de ser iguais quando a nossa diferença nos inferioriza; e temos o direito de ser diferentes quando a nossa igualdade nos descaracteriza. Daí a necessidade de uma igualdade que reconheça as diferenças e de uma diferença que não produza, alimente ou reproduza as desigualdades." Boaventura de Sousa Santos

×