Surgimento sociologia i

2.986 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.986
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.954
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Surgimento sociologia i

  1. 1. Sociologia PRESSUPOSTOS SÓCIO HISTÓRICOS
  2. 2. SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA – O PENSAMENTO SOCIAL • A sociologia é uma forma de saber científico originada no século XIX. Como qualquer ciência, ela não é fruto do mero acaso, mas responde às necessidades dos homens de seu tempo. Tem também causas históricas e sociais.
  3. 3. Três acontecimentos
  4. 4. ORDEM CULTURAL: junto com a revolução francesa consagrava-se também uma nova forma de pensar e entender filosoficamente o mundo: o iluminismo. O iluminismo foi, antes de tudo, um movimento intelectual que tinha como objetivo entender e organizar o mundo a partir da razão. Para filósofos como Voltaire, Rousseau, Diderot, D’Alembert e outros, a razão era a luz que sepultaria as trevas, representadas pela monarquia e pela religião. Na verdade, esta transformação cultural já vinha ocorrendo há muito tempo, especialmente a partir do renascimento (séc. XV). Embora o renascimento com revolução francesa consagrava• ORDEM CULTURAL: junto tenhaasido mais forte no campo das artes, ele tinha como intenção geral colocar o de pensar e entender filosoficamente o se também uma nova forma homem (antropocentrismo) no lugar de Deus (teocentrismo). O iluminismo tratou de acrescentar ao renascimento o potencial o acontecimentos de ordem cultural da razão humana. O renascimento e o iluminismo, portanto, são acontecimentos de ordem cultural
  5. 5. ORDEM POLÍTICA: No século XVIII, a Europa já tinha passado por um profundo abalo, com a revolução francesa de 1789. A revolução francesa foi um fenômeno da maior importância. A queda da monarquia e a progressiva instauração do sufrágio eleitoral democrático, os direitos do homem e as noções de liberdade, fraternidade e igualdade foram um tremendo terremoto nas tradições políticas da Europa. A revolução francesa trazia novos ideais políticos e inaugurava novas formas de organização do poder.
  6. 6. ORDEM ECONÔMICA: este acontecimento é de ordem econômica: a revolução industrial. O surgimento das máquinas alterava completamente as formas de interação humana, aumentando a produtividade e instaurando novas classes sociais: a burguesia e o proletariado. Junto com as mudanças econômicas vinham a migração, a urbanização, a proletarização, novas formas de pobreza e uma série de outros fenômenos sociais radicalmente novos.
  7. 7. Sec. XIX e a Modernidade • A partir do século XIX, a vida social passou a ser um “problema” para as pessoas. Percebeu-se que era preciso entender o que se passava com a sociedade para explicar como as pessoas viviam e se posicionar diante do que estava acontecendo. • O desenvolvimento da ciência (cujas origens remontam ao século XV) foi fundamental para o surgimento da sociologia. Afinal, a sociologia é uma interpretação científica da realidade social.
  8. 8. Foi somente com o aplicação do método científico que os homens do século XIX tiveram um instrumento radicalmente novo para entender a sociedade e enfrentar os dilemas que o mundo moderno trazia. O que se desejava, portanto, era aplicar o método científico ao estudo dos fenômenos que ocorriam na sociedade. A ciência da sociedade tinha pela frente três questões essenciais para a compreensão das transformações sociais que apontamos anteriormente: a) quais as causas das transformações sociais?; b) quais as características da sociedade moderna?; c) o que fazer diante das transformações sociais?
  9. 9. INTRODUÇÃO AO POSITIVISMO Pensadores franceses da época (como Saint-Simon, Le Play, Augusto Comte e alguns outros) concentrarão suas reflexões sobre a natureza e as conseqüências do surgimento do capitalismo. Em seus trabalhos, utilizarão expressões como “anarquia”, “perturbação”, “crise”, “desordem”, para julgar a nova realidade.
  10. 10. INTRODUÇÃO AO POSITIVISMO A tarefa desses pensadores é racionalizar a nova ordem política, econômica e cultural, encontrando soluções para o estado de desorganização então existente. A burguesia, uma vez instalada no poder, se assusta com os resultados da revolução industrial.
  11. 11. Para contornar a propagação de novos surtos revolucionários, seria necessário, de acordo com os interesses da burguesia, controlar e neutralizar novos levantes revolucionários. Nesse sentido, era de fundamental importância proceder a modificações substanciais em sua teoria da sociedade.
  12. 12. Positivar o sistema capitalista, dosando (temperando) progresso (utilitarismo, homo economicus, individualismo egoísta, interesses individuais) com ordem (coesão a partir da internalização de valores). Afirmar alguns valores e aspectos do capitalismo como a tecnologia, a ciência, a razão, o industrialismo, mas recuperar outros como os das instituições (Família, Igreja, Estado e etc). Pois esses elementos traziam de volta a coesão social, equilibrando o que estaria desequilibrado socialmente.

×