O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2079

43 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2079

  1. 1. JB NEWS Filiado à ABIM sob nr. 007/JV Editoria: Ir Jeronimo Borges Academia Catarinense Maçônica de Letras Academia Maçônica de Letras do Brasil – Arcádia de B. Horizonte Loja Templários da Nova Era nr. 91(Florianópolis) - Obreiro Loja Alferes Tiradentes nr. 20 (Florianópolis) - Membro Honorário Loja Harmonia nr. 26 (B. Horizonte) - Membro Honorário Loja Fraternidade Brazileira de Estudos e Pesquisas (J. de Fora) -Correspondente Loja Francisco Xavier Ferreira de Pesquisas Maçônicas (P. Alegre) - Correspondente Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.079 – Melbourne (Vic) - sábado, 11 de junho de 2016 Bloco 1 -Almanaque Bloco 2 -IrBarbosa Nunes – Boiadeiro sem boiada (artigo nr. 278) Bloco 3 -IrMario López Rico – El mundo real (4 de 5) – El plano Mental Bloco 4 -IrValdemar Sansão – Maçonaria e seus Mistérios Bloco 5 -IrDaniel Osório - Ética Bloco 6 -IrAdemar Valsechi – Coluna da Harmonia (edição nr. 32) Bloco 7 - Destaques JB – Maçonaria Australiana; versos do Poeta e Irmão Adilson Zotovici
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 2/28   1184 a.C. - De acordo com os cálculos de Eratóstenes, a data que Troia foi saqueada e incendiada.  1289 - Batalha de Campaldino entre Florença e Arezzo.  1345 - O mega-duque Aleixo Apocaucos, ministro chefe do Império Bizantino, é linchado por presos políticos.  1429 - Guerra dos Cem Anos: Começa a Batalha de Jargeau.  1496 - Cristóvão Colombo chega a Cádiz, no retorno de sua segunda viagem para a América.  1509 - Henrique VIII de Inglaterra casa-se com Catarina de Aragão.  1580 - Juan de Garay, com alguns oficiais e 60 voluntários, funda a cidade de Trinidad, atual Buenos Aires.  1594 - Filipe II reconhece os direitos e privilégios de nobres e chefes locais das Filipinas, o que criou um caminho para a criação daPrincipalía (uma classe de elite, formada por nobres locais, que governava a Filipina Hispânica).  1666 - Inglaterra e República Holandesa se enfrentam na Batalha de Quatro Dias, considerada a mais longa da história naval de barcos com vela.  1727 - Jorge II ascende ao trono da Grã-Bretanha  1762 - Em seu ataque a Cuba, a expedição inglesa toma La Cabaña, um dos fortes mais importantes de Havana. Um ano depois, os ingleses deixam o local.  1788 - O explorador russo Gerasim Izmailov alcança o Alasca.  1826 - Combate naval de Los Pozos: o almirante argentino Brown, comandando quatro navios, expulsa uma numerosa esquadra brasileira que bloqueava o porto de Buenos Aires.  1865 - Vitória brasileira na Batalha Naval do Riachuelo, da Guerra do Paraguai.  1903 - O rei Alexandre I da Sérvia e sua esposa são vítimas de um atentado e morrem.  1901 - A Nova Zelândia anexa as Ilhas Cook.  1927 - O aviador Charles Lindbergh é recebido com festa em Nova York, após o primeiro voo sem escalas de Nova York a Paris.  1940  Segunda Guerra Mundial: a Grã-Bretanha, Canadá, Austrália e Nova Zelândia declaram guerra à Itália.  A Regia Aeronautica (força aérea italiana) ataca pela primeira vez a ilha de Malta  1943 - A aviação aliada ataca Düsseldorf na Alemanha.  1949 - Harry Truman, presidente dos EUA, se pronuncia pelo rearmamento na Europa e contra toda redução dos créditos do Plano Marshall.  1950 - O pintor francês Henri Matisse ganha o Grande Prêmio da Bienal de Veneza. 1 – ALMANAQUE Hoje é o 163º dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Nova) Faltam 203 para terminar este ano bissexto Dia do Educador Sanitário o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. EVENTOS HISTÓRICOS (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 3/28  1951 - Em Portugal, é promulgada a lei que converte as colônias em territórios ultramarinos.  1955 - Tragédia no circuito de Le Mans, França: um automóvel sai da pista e, após chocar-se com outro, causa a morte de 85 espectadores e deixa 200 pessoas feridas. Entre as vítimas, o piloto francês Pierre Levegh.  1963 - Em Saigon, o sacerdote Thich Quang Duc da seita budista reformada se suicida em protesto contra a política religiosa do governo de Ngo Dihn Diem.  1981 - Um terremoto no Irã deixa milhares de mortos e feridos.  1982 - Mais de 800 mil pessoas se manifestam em Nova York em favor da paz.  1986 - O artista irlandês Bob Geldof recebe a mais alta comenda dada pela rainha da Inglaterra "Cavaleiro da Ordem do Império Britânico" por suas campanhas em favor dos famintos da África.  1987 - Vitória eleitoral do partido conservador no Reino Unido. Margaret Thatcher inicia seu terceiro mandato.  1996 - Explosão do Osasco Plaza Shopping, na Grande São Paulo - Brasil.  1999 - A cúpula de chefes de Estado da União Européia aprova, na cidade alemã de Colônia, o Pacto de Estabilidade para o Sudeste da Europa, que pretende evitar conflitos nesta região do continente.  2001 - O terrorista Timothy McVeigh é executado pela explosão do prédio Alfred Murrah, em Oklahoma City, capital do estado americano homônimo, no qual morreram 168 pessoas em 1995.  2001 - Silvio Berlusconi faz o juramento como primeiro-ministro italiano.  2004  A sonda Cassini-Huygens atinge a máxima aproximação a Febe.  2009  O português Cristiano Ronaldo se transfere do Manchester United para o Real Madrid, tornando-se a contratação mais cara da história do futebol.  A OMS eleva para 6 o nível de alerta e é decretada pandemia de gripe A.  2010 - Início da Copa do Mundo, na África do Sul.  2015 - Início da Copa América, no Chile. 1869 Lei Provincial nr. 628, desta data, criou o município de Curitibanos, desmembrado de Lages 1891 Promulgada, nesta data, a primeira Constituição do Estado de Santa Catarina 1896 Circula, em Florianópolis, o primeiro número do jornal intitulado “O Ronco”. 1809 Fundação do Supremo Conselho do REAA para as duas Sicílias, em Nápoles, tendo Joaquim Murat, cunhado de Napoleão, como Soberano Comendador. 1811 Fundação do Supremo Conselho da Espanha. 1829 Fundação do Supremo Grande Conselho Maçons do Real Arco da Irlanda. 1873 A conclusão do Ministério do Império é enfática em concluir que: “A Maçonaria [...] é permitida por lei, não tem fins religiosos nem conspira contra a religião católica”. 1894 Fundação do Grande Oriente Mineiro, independente do Grande Oriente do Brasil. 1968 Autorizado pelo Decreto 2.085, no Grande Oriente do Brasil, o uso da sigla M.∙.I.∙. (Mestres Instalados) pelos Veneráveis das Lojas. 1976 Fundação da Loja A Sombra da Acácia nr. 1948, de Goiânia (GOEG) Fatos maçônicos do dia Fonte: O Livro dos Dias 20ª edição (Ir João Guilherme) e acervo pessoal históricos de santa Catarina Extraído de “Datas Históricas de Santa Catarina” do Jornalista Jali Meirinho e acervo pessoal
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 4/28 INFORMATIVO BARBOSA NUNES Artigo nr. 278 do IrBarbos BOIADEIRO SEM BOIADA Estamos vivendo momentos de insegurança, imoralidade e corrupção. Uma sociedade brasileira que se deixou materializar em sua maioria, hoje valendo somente o “ter” e o “ser” em plano inferior. Isto nos traz tristeza, preocupações e muita dúvida, sobretudo, pensando na próxima geração. Então para me aliviar, penso que também aos amigos e amigas de todos os sábados que me dispensam suas qualificadas leituras, neste artigo faço reminiscências, trazendo lembranças que se conservam na minha memória, para falar sobre o boiadeiro, que tem o dia 27 de agosto, dedicado a profissão. Segundo o mestre Aurélio, ele é “tocador de boiada, capataz de gado, comprador de gado para revenda, marchante”. Nossos filhos e netos, quase todos, não presenciaram uma boiada passando pela sua cidade. Lembro-me que pelas ruas do meu querido Itauçu, onde nasci, a passagem de uma boiada era uma grande atração, ao som manhoso do berrante. Volto então a este tempo, do saudoso boiadeiro do estradão, que o poema de Edson Amorim, revela sua tristeza: “Fui um boiadeiro do estradão. Esta foi minha querida profissão. Levava e trazia grandes boiadas, cortando lugarejos do antigo sertão. Era uma vida sofrida, porem animada, montado em meu cavalo alazão!”. 2 – Boiadeiro sem boaiada Artigo nr. 278 do Informativo Barbosa Nunes
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 5/28 “Saudades sinto da comitiva estradeira e de toda peonada amiga e campeira, que minha vida de peão muito marcou. Sinto cheiro da poeira e da boiada marchando, e pareço até ouvir o som do berrante tocando e os encantos do toque que ele repicou”. “E o gado caminhava numa toada constante ao comando do toque do encantado berrante, que quebrava o silêncio do ermo sertão. A frente ia o boiadeiro ponteiro guiando, e acenando um pano vermelho, avisando que grande boiada vinha no estradão”. “Relembro as mocinhas com lenço acenando nos vilarejos que a comitiva ia passando. Sem malícia os boiadeiros adoravam, e a noite os solteiros com elas sonhavam. Hoje saudoso e com o corpo cansado, relembrar o passado, me faz renovado. Rastros de saudade pelo Brasil deixei nas estradas sem fim que andei. De cada viagem restou uma recordação”. Esta é uma história de um velho boiadeiro que começou desde cedo a trabalhar. Hoje cansado, abandonado é “um boiadeiro sem boiada”. Busquei no trabalho de Maria Oliveira Ferreira Leite e Sueli Ângelo Furlan, da Universidade de São Paulo, o amparo para falar do boiadeiro, figura típica dos sertões de São Paulo, Minas e Goiás. Hoje representa parte dos trabalhadores na região pantaneira, montando em burros, viajando por diversas paisagens conduzindo boiadas que pertencem a pecuaristas. Esta forma de manejo se extinguiu com a modernização tecnológica, mas no Pantanal persiste, principalmente devido ao alagamento de sua planície e em muitas ocasiões é a única alternativa de transporte. Conduzindo grandes boiadas por centenas de quilômetros, viajam meses montados em burros, transportando boiadas que valem milhões e recebendo cerca de um salário mínimo por mês. Quantos são os boiadeiros? Estão desaparecendo. Homens que costumam acordar antes de o sol nascer. Desfazem o acampamento, retiram redes, encilham a tropa e partem para apanhar o gado. Só irão parar no ponto de almoço, iniciando nova jornada, onde irão pousar. Em volta do fogo costumam contar anedotas, cantando músicas sentimentais e algum deles, tristemente tocando uma viola. Vestem calça, cinto e botas de couro, guaiaca e a faca, com a pedra de amolar, camisa, chapéu de feltro. Outro ofício exercido pelo boiadeiro é o do cozinheiro. Ele conduz a tropa de cargueiros com mantimentos e viaja a frente da boiada, devendo chegar ao ponto de parada com a refeição pronta para os boiadeiros. Ali, após “queimado o alho”, os boiadeiros matam a sede, com o chamado tereré. Bebida feita com infusão de erva-mate com água fria, e a fome com arroz de carreteiro, feijão gordo, paçoca de carne feita no pilão e carne assada no “folhão” (chapa). No dia seguinte, o berranteiro avisa que é hora de “comer poeira” na estrada e a aventura continua até chegar ao destino. Algumas modas de viola têm como tema o peão de boiadeiro, como “Boi Soberano”, “Ponteiro de Boiada”, “Menino da Porteira”, “Boi Fumaça”, “Os Três Boiadeiros”, “A Volta do Boiadeiro”, “Saudosa Vida de Peão”, “Berrante de Ouro”, “Velho Peão”, “Travessia do Araguaia”, ”Boiadeiro Errante” e muitas outras. Encerrando este artigo que me possibilita e espero a todos de cada sábado, uma volta a tempos bons, lembranças muito caras, transcrevo e sugiro aos que têm voz afinada, que
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 6/28 cantem a letra de Indio Vago e Nono Basílio, já interpretada por inúmeros e expressivos cantores e duplas, intitulada “Mágoa de Boiadeiro”, em homenagem ao “Boiadeiro sem boiada”. “Antigamente nem em sonho existia tantas pontes sobre os rios, nem asfalto nas estradas. A gente usava quatro ou cinco sinuelos prá trazer o pantaneiro no rodeio da boiada. Mas hoje em dia tudo é muito diferente, com progresso nossa gente nem sequer faz uma ideia. Que entre outros fui peão de boiadeiro, por esse chão brasileiro os heróis da epopeia. Tenho saudade de rever nas corruptelas as mocinhas nas janelas acenando uma flor. Por tudo isso eu lamento e confesso que a marcha do progresso é a minha grande dor. Cada jamanta que eu vejo carregada, transportando uma boiada me aperta o coração. E quando eu vejo minha tralha pendurada, de tristeza dou risada prá não chorar de paixão. O meu cavalo relinchando pasto a fora, que por certo também chora, na mais triste solidão. Meu par de esporas, meu chapéu de aba larga, uma bruaca de carga, o berrante e o facão. O velho basto, o sinete e o mateiro, o meu laço e o cargueiro, o ginete e o gibão. Ainda resta a guaiaca sem dinheiro deste pobre boiadeiro, que perdeu a profissão. Não sou poeta, sou apenas um caipira e o tema que me inspira é a fibra de peão. Quase chorando, encolhido nesta mágoa, rabisquei estas palavras e saiu esta canção. Canção que fala da saudade, das pousadas que já fiz com a peonada junto ao fogo de um galpão. Saudade louca de ouvir um som manhoso, de um berrante preguiçoso nos confins do meu sertão”. (Barbosa Nunes, advogado, ex-radialista, membro da AGI, delegado de polícia aposentado, professor e maçom do Grande Oriente do Brasil – – barbosanunes@terra.com.br
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 7/28 O Irmão Mario López Rico é de La Coruña – Espanha. Escreve aos sábados. Responsável pela publicação espanhola Retales de Masononeria mario.lopezrico@yahoo.es retalesdemasoneria.blogspot.com.es El mundo real (4 de 5) El plano Mental “Somos lo que pensamos” Es interesante comprobar como a medida que la ciencia “descubre”; muchas de sus teorías se asemejan a las creencias de los místicos del pasado. Hasta que Albert Einstein postuló que nuestro mundo posee cuatro dimensiones – al incluir el tiempo – la ciencia siempre afirmo que era tridimensional. Hoy día se habla de los multiversos1 y la existencia de otras dimensiones que no conocemos. ¿Qué es todo esto sino una explicación científica incompleta de los planos y dimensiones del mundo que estamos tratando en esta pequeña serie? ¡y los místicos de todos los tiempos siempre lo han estado diciendo! Pero regresemos a lo nuestro. El plano mental es el siguiente en nuestro estudio. Si en el plano Astral dijimos que una de sus dimensiones anulaba el espacio tal y como lo conocemos; en el plano Mental existe una dimensión más que anula el tiempo tal y como lo conocemos. En palabras de la Sabiduría Sagrada: “El tiempo y el espacio no existen tal y como lo conocemos” Pero que nadie piense que eso permita viajar en el tiempo. El tiempo no existe en ese plano en el sentido que le damos nosotros y además, siempre hemos de regresar al plano físico tras su visita, por lo tanto el tiempo si existe igualmente para nosotros. 1 Multiverso es un término usado para definir los múltiples universos existentes, según las hipótesis que afirman que existen universos diferentes del nuestro propio. La estructura del multiverso, la naturaleza de cada universo dentro de él, así como la relación entre los diversos universos constituyentes, dependen de la hipótesis de multiverso considerada. Según cualquiera de esas hipótesis, el multiverso comprende todo lo que existe físicamente: la totalidad del espacio y del tiempo, todas las formas de materia, energía y cantidad de movimiento, y las leyes físicas y constantes que las gobiernan. Los diferentes universos dentro del multiverso son a veces llamados universos paralelos. En otros contextos, también son llamados «universos alternativos», «universos cuánticos», «dimensiones interpenetrantes», «mundos paralelos», «realidades alternativas» o «líneas de tiempo alternativas». En 2013 los científicos Laura Mersini-Houghton y Richard Holman afirmaron haber descubierto, a través del telescopio Planck, posible evidencia de que haya otros universos por fuera del nuestro.2 Esta teoría ha creado controversia en la comunidad científica. 3 – El mundo real (4 de 5) – El plano Mental Mario López Rico
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 8/28 Los maestros buscan alcanzar el plano Mental usando el plano Astral como un paso intermedio. En este plano Mental todo sucede como con el pensamiento de la mente. Mentalmente podemos estar en marte hace 100 años; pues imagine usted que todos los pensamientos, todos los procesos de algo o alguien pudiesen ser procesados al mismo tiempo y no secuencialmente. Esto permitiría conocer el pasado de esa persona en un instante; sin embargo, conocer su pasado no es viajar en el tiempo. Nosotros seguimos a estar en el hoy. Lo más similar para explicar esto de otro modo es imaginar que usted pudiese leer un libro de historia de la humanidad de forma instantánea, usted conocería todo el pasado de la humanidad pero usted no habría viajado en el tiempo. Según los maestros, la creencia de haber viajado en el tiempo se debe a nuestra limitada y errónea percepción de la realidad. Salimos de nuestro cuerpo físico, visitamos el plano Astral y llegamos al plano Mental, en cinco minutos (por decir algo) visualizamos actos e historias que sucedieron hace miles de años y abarcaron dos o tres años; regresamos a nuestro plano Físico. Lo que pensamos es que en cinco minutos “reales” hemos vivido dos o tres años de la historia y solo se nos ocurre pensar que hemos viajado en el tiempo; pero jamás pensamos que la dimensión especial de este plano Mental anula el tiempo en el sentido de no ser secuencial y nos permite ver todo lo pasado en un instante. Si usted ha oído hablar de los archivos akasicos, donde toda la historia del Universo se conserva desde el principio de los tiempos, supongo que pensará que ha de estar en este plano o división. Así lo creen algunos – incluido quien les escribe – pero otros afirman que no, que están en planos superiores a este o incluso que sería una especie de plano prohibido, un plano cuyo acceso solo se permite a unos pocos privilegiados, a seres iluminados como fueron Jesús o Buda. El plano Mental es la residencia real de nuestra Alma; por ello, en el momento de nuestra muerte vemos “pasar antes nosotros nuestra vida completa” y podemos recordar todas nuestras vidas pasadas. Así ha de ser. Solo recordando todo el Alma es quién de conocer sus fallos y sus aciertos evolucionando hacia la perfección de la Iluminación. Todo este conocimiento lo posee el Alma que habita en nuestro interior; pero la materia de nuestra corporeidad impide la libre comunicación Alma-cuerpo y – si se produce – no le hacemos caso. Las intuiciones son chispas divinas del Alma que debemos atender e interpretar, no en vano todas las escuelas de misterios lo dicen: “Conócete a ti mismo, y conocerás el Universo y a los Dioses”, “Busca en tu interior”.
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 9/28 Antes de finalizar debo aclarar un punto. Al hablar del plano Mental y mente no debemos pensar en el cerebro. Mente y cerebro no es lo mismo. El cerebro es el soporte físico que alberga la Mente en nuestro mundo. La Mente no es física, solo usa el cerebro para poder comunicar y expresarse en el mundo físico y, por ello, somos conscientes, pensamos, evolucionamos en el plano físico. No puede ser de otro modo porque, de no ser así, al dejar el cuerpo físico y viajar al plano Mental – u otro - ¿Cómo podríamos seguir conscientes? Abramos nuestra mente, nunca mejor dicho, y meditemos sobre estas palabas de Buda: “No os quejéis ni lloréis, si supliquéis; sino abrid los ojos y ver. Porque la Luz os envuelven y solo falta que arranquéis la venda de los ojos y miréis. Es algo admirable, hermoso, superior a todo cuanto soñó el hombre, a todo cuanto por lo que lloró y suplicó, y es, además, sempiterno…” Próxima entrega: El mundo real (5 de 5) – Planos Superiores. Sobre el autor Mario López Rico es maestro masón y trabaja actualmente su logia madre Renacimiento 54 – La Coruña – España, bajo la Obediencia de la Gran Logia de España, donde fue iniciado el 20 de Noviembre de 2007 y fue reconocido como maestro el 22 de Abril de 2010. A partir del año 2011 comienza a subir la escalera masónica filosófica del REAA siendo también, en la actualidad, Maestro de la Marca – Nauta del Arco Real, Compañero del Arco Real de Jerusalén y Super excelent master (grado cuarto y último de los Royal & Select Master – Rito york) Miembro Fundador Capitulo Semper Fidelis nº 36 de Masones del Arco Real el 18 – Oct – 2014 Miembro Fundador Consejo Mesa de Salomón nº 324 de Maestros Reales y Selectos (Masonería Criptica) el 20 – Feb - 2016
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 10/28 MENSAGEM DO DIA – MAÇONARIA E SEUS MISTÉRIOS Valdemar Sansão Dia 09 de junho MAÇONARIA E SEUS MISTÉRIOS “O maior segredo da maçonaria é não ter segredos” (Ir∴ Benjamin Franklin) Queremos que novos conhecimentos cheguem aos nossos Irmãos, através de saberes distintos e diferenciados, levando-lhes novas formas de conhecimentos, embutidos naquilo que a Maçonaria quer que aprendamos, ou seja, que nos sintamos incentivados, não apenas na capacidade de ajudar outras pessoas a melhorarem sua qualidade de vida, mas também inspirados a melhorar como construtor de um mundo melhor. Mistério – Conjunto de doutrinas e cerimônias religiosas que só eram conhecidas e praticadas pelos Iniciados; culto secreto. Tudo aquilo que a inteligência humana é incapaz de explicar ou compreender; segredo; enigma. Conhecimento aprofundado de uma arte ou ciência. Quem se atenha a esses significados do léxico, pode sintetizar dizendo que mistério é tudo aquilo que é objeto de fé religiosa e impenetrável à razão humana; tudo aquilo que tem causa oculta ou é enigmático. Misterioso é aquilo em que há, ou que envolve mistério. Místico, por sua vez, é aquele que lembra a vida ou ambiente místico mediante a contemplação espiritual, procura o estado de união com a divindade. Procuramos, através do estudo de símbolos, entender a linguagem que esses nos querem transmitir, pois tais figuras têm sempre um sentido filosófico, moral ou religioso, e esses símbolos nos vieram da mais longínqua antiguidade e, ainda hoje, servem para a instrução do Iniciado em nossos Templos. 4 – Maçonaria e seus Mistérios Valdemar Sansão
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 11/28 Mistérios maçônicos – Às vezes nos perguntamos: que relação pode haver entre os primitivos mistérios e a nossa Ordem? Desde nossa Iniciação, temos percorrido caminhos que nos são revelados através dos símbolos existentes em nossa Oficina, e que nos mostram a relação entre escolas científicas, religiosas e filosóficas, evoluindo através dos tempos, chegando até nós na forma da Maçonaria. Paralelamente, também Iniciado é o “neófito” de qualquer seita ou Ordem, isto é, “aquele que recebeu as primeiras noções de coisas misteriosas ou desconhecidas”; enfim, aquele que foi Iniciado nos ritos, nas técnicas e tradições de comunidade humana, permitindo-lhe acesso de outros conhecimentos de ordem superior. Dentro da primeira concepção (do dicionário), poderia parecer que a Iniciação nos Mistérios consistia em dar a conhecer a uma pessoa algo que seria impenetrável à sua razão, ao seu raciocínio, e por isso mesmo impossível de ser compreendido. Até aí, haver-se-ia de perguntar: Se assim é, por que e para que Iniciar? Pelo menos para aplicação na Maçonaria. É prudente o abrandamento do significado de mistério, isto porque aqueles de que ela se vale na sua pedagogia iniciática, não são incompreensíveis e nem impenetráveis à razão humana. Vale dizer, para a nossa Instituição os Mistérios podem ser conceituados como um “conjunto de doutrinas e cerimônias religiosas que só podem ser conhecidas e praticadas pelos Iniciados”; sobre o qual o sábio não fala, o talentoso fala e o estúpido discute. Nossa Instituição não poderia dar a estudo aos seus adeptos, de caráter individualizado como é, símbolos indecifráveis, enigmáticos, chaves de mistérios cujas mensagens, ainda que pudessem ser extraídas, transcenderiam os limites da razão. Se assim acontecesse, teria esses símbolos um conteúdo similar aos buracos negros da Astronomia; ignorados, tanto na causa quanto nos efeitos. Nesta hipótese, a Instituição Maçônica jamais poderia ser conceituada corrompida, estagnada como um sistema de moralidade, desenvolvido e inculcado pela ciência do simbolismo. Os chamados sublimes Mistérios da Maçonaria, desvelados Grau a Grau, podem ser mais ou menos equiparados à significação e divisão que deles tinha o Antigo Egito; Externos ou Menores, os que podiam ser revelados ao conhecimento geral da massa popular; e os Internos ou Maiores, os que pressupunham conhecimento anterior e aprimorado do Candidato, rigorosamente selecionado e testado, ao qual era imposto juramento de sigilo. Mas, todos eles ligados à evolução superior e gradativa do ser humano até a sua preparação para a Eternidade. Em suma – ainda que para o efeito de estritos estudos maçônicos, podem-se conceber os Mistérios Antigos como aquele conjunto de doutrinas e cerimônias religiosas que, na mais ampla generalidade se ocuparam numa sucessão crescente de graus iniciáticos, não apenas com o eterno ciclo da vida vegetal e animal, mas também com a vida, após a morte e preparação dos Iniciados para essa realidade; o ensino de preceitos altamente éticos; o que de mais oculto existe na Natureza e na Ciência; o desenvolvimento e o domínio da mente; os ciclos da vida; os planos mental e astral, e outros tantos temas de ordem metafísica. A moral maçônica é o sistema mais apropriado e mais prático para o ensino e consiste em mistérios e alegorias... Secreta? - Há maçons que se comprazem em manter um impenetrável manto de mistério em torno da maçonaria, assim, os tradicionais inimigos da Ordem que a consideram como algo a ser evitado. Esses mesmos inimigos dizem, “se é uma entidade tão boa, por quê tanto mistério”? Afinal, já não existe mais a Santa Inquisição perseguindo os “hereges” como eram considerados todos que pertencessem às sociedades “secretas”. Hoje, como considerar secreta ou misteriosa uma sociedade que tem estatuto registrado publicamente, funciona em endereço certo, consta das listas telefônicas e seus templos são geralmente, edifícios identificados?
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 12/28 Na tentativa de preservar segredos que qualquer entidade, seja comercial, industrial, religiosa ou outras, têm às vezes, levado a exagerar e isto leva o mundo profano a formar uma imagem distorcida do que seja maçonaria, que sempre por ignorância, considerando-a uma sociedade anticristã. Não entendemos que seja necessário se faça tanto anonimato sobre uma instituição tão antiga e que nada tem de se envergonhar ou esconder. Por que tanto mistério? - Aliás, em outros países onde a maçonaria é mais difundida e seus objetivos e realizações mais conhecidos, é mais respeitada do que nos países onde insiste em mantê-la oculta e misteriosa. Parece-nos que só teríamos a ganhar se propagássemos mais a maçonaria, seus objetivos, sua história e se cada um de nós assumisse publicamente sua condição de maçom. É chegado o momento de sairmos dessa obscuridade e começarmos a nos comunicar mais aberta e francamente. Uma maneira de atingirmos esse objetivo é promovermos mais Sessões Públicas (Brancas) nas quais o V∴ M∴ não deve perder a oportunidade de dizer aos profanos presentes o que é a maçonaria, seu papel na história, na sociedade, suas realizações etc. Nos Estados Unidos, por exemplo, assim como em outros países mais evoluídos a maçonaria é amplamente conhecida, aceita e admirada pela ação que exerce no âmbito social e, em alguns Estados, é até considerada como sendo de utilidade pública. O lançamento de pedras fundamentais de edifícios públicos como colégios, universidades, bibliotecas, prefeituras, fóruns, etc. é quase sempre presidida pela maçonaria, a convite das autoridades. Nessas cerimônias, os maçons comparecem devidamente paramentados. Entretanto, lá, apesar de ser mais “aberta” e menos “misteriosa”, a maçonaria é levada mais a sério do que por aqui. Talvez, por se saber o que é a maçonaria e o que ela faz, é que existem nos Estados Unidos, mais da metade de todos os maçons existentes no mundo. Concluindo - O que defendemos neste trabalho é a ideia de que, “sem revelar nenhum segredo básico”, podemos e devemos abolir o exagero que muitos de nossos irmãos obstinam-se em sustentar. Nunca é demais repetir: nada, absolutamente nada, existe na maçonaria de que possamos nos envergonhar ou que possa constranger a consciência do homem. Saber a diferença faz, com certeza, toda a diferença. Em outras palavras, não perca a cabeça, confie em si mesmo, seja honesto, seja um sonhador, não se preocupe, assuma riscos, seja independente, seja humilde, seja piedoso, saiba perdoar. Sinto uma profunda admiração e aprecio os milagres infinitos que estão em tudo e em todos os Irmãos. Então, por que tanto mistério? P.S. A pergunta que neste momento você talvez tenha, começa com uma interrogação e se encerra com nossa resposta: “SOIS MAÇOM? “MMIICTMRR”...
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 13/28 Ir Daniel Osório (AM) Orientador: Ir Valmor Poffo Filho Loja Acácia Riosulense nr. 95 (GLSC Rio do Sul – SC ÉTICA Ética estuda as atitudes morais de uma pessoa ou de um grupo de pessoas identificando o comportamento humano dos indivíduos como correto ou incorreto de acordo os valores e crenças de cada época. Vivemos no atual momento uma crise de valores, que geram uma ansiedade em busca de respostas do sentido da vida e do papel de cada um na coletividade. Já em 1914 Ruy Barbosa discursava: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”. O tema ganha importância para uma reflexão sobre a conduta das pessoas e seus valores, a busca humana pelas melhores formas de agir, viver e conviver. A ação humana é fruto de uma escolha entre o certo e o errado, e entre o que é bom e o que é mal. Desde a sua origem, o homem precisou viver em grupos, criando modelos de comportamento como justiça, honestidade, responsabilidade, lealdade e respeito de acordo com os valores estabelecidos na sua cultura e na sua época. A ética se caracteriza como estudo das ações individuais dos homens, cuja finalidade consiste em elaborar uma orientação normativa para essas ações, sempre fundamentadas para o bem. As reflexões da ética compreendem tanto aspectos da vida pública (como o direito, o poder e a política) quanto da vida privada, e são elas que determinam o modo como cada um convive consigo próprio e com os outros. As respostas filosóficas para as questões éticas variam no tempo e no espaço, e ainda apresentam uma característica fundamental que envolve a posição dos indivíduos em relação ao valor e as virtudes que são defendidos em seu meio cultural. A ética surgiu no pensamento clássico grego, quando Sócrates demonstrou que ela seria sempre o juiz individual das normas morais, as quais o homem deve seguir, não somente por educação ou por tradição, mas por convicção e em razão de sua própria reflexão. Ele julgava o ser humano ser dotado de uma natureza racional e voltada para o bem, tentando compreender a essência das virtudes e do bem. Na Idade Média, a Filosofia sofrera uma forte influência da tradição cristã. Santo Agostinho e São Tomás de Aquino são representantes desse período, onde o Estado não tem apenas função repressiva e econômica, mas também organizadora e moral. A filosofia permanecerá subordinada a teologia ao longo de todo período medieval. É impossível separar o 5 – Ética Daniel Osório
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 14/28 pensamento filosófico do teológico. A vida ética era definida por sua relação com Deus e pela caridade com o seu próximo. A partir do século XVIII com Friedrich Hegel a ética ganha um dimensionamento político, pregando que uma ação eticamente boa é politicamente boa, contribuindo para o aumento da justiça e distribuição igualitária do poder entre os homens. Já para Émile Durkheim, os indivíduos devem desenvolver ações que possam modificar os aspectos deficientes da coletividade, dando ênfase para a solidariedade na tentativa de alcançar a harmonia na sociedade. A palavra ética refere-se a valores, virtudes e fins, como honestidade, integridade, transparência, respeito e consideração com o outro. A ética deve ser uma conduta de vida, onde tem sempre que haver um pensamento básico: tudo que me faz mal, que me incomoda, que me deixa infeliz, provavelmente poderá também afetar o outro e fazer-lhe mal, incomodá-lo e deixá- lo infeliz. Em uma conferência em 1991 sobre ética, Inácio Strieder já destacava as mudanças da sociedade brasileira: “Embora no momento pareça que a sociedade brasileira esteja num processo de deterioração sistêmica, sem perspectivas de saída, com uma desmoralização cada vez maior, eu estou convencido que estamos, pela primeira vez, numa encruzilhada histórica que nos permite iniciar a construção de uma sociedade ética. Se este processo vai levar 10, 20, 50 ou 100 anos não sei. Mas ha indícios de uma nova fervura. Não sei também qual a pressão que a panela suportará. Mas sei que sem o aumento das pressões sociais a mentalidade dos responsáveis pelo sistema, até agora predominante, não se alterará... Se formos capazes de montar projetos, buscar fins em vistas à dignificação do homem brasileiro também saberemos encontrar os meios para executar estes objetivos. E no uso destes meios se encontra o lugar da ética. Se não tivermos fins, nem meios adequados, também não haverá ética.”. O homem somente conseguirá ser ético quando entrar em contato com o seu íntimo para cobiçar a perfeição, que só pode ser conseguida pela conduta virtuosa. A humanidade só pode ser pensada em sociedade quando todos aspirarem o bem e a felicidade. Devemos entender que depende única e exclusivamente de nós expressarmos o amor e a ética na própria vida, nas relações pessoais e na sociedade. Bibliografia: MRGLS - NOÇÕES GERAIS DE FILOSOFIA PARA APRENDIZ – MAÇON. GIRARDI, João Ivo. Do meio-dia à meia-noite: vade-mécum maçônico. OLIVEIRA, Ruy Barbosa de. Trecho do discurso “Requerimento de Informações sobre o Caso do Satélite”, proferido no Senado Federal, no Rio de Janeiro, em 17 de dezembro de 1914. STRIEDER, Inácio. O lugar da ética na sociedade atual. Conferência pronunciada em 07 de outubro de 1991, durante a XII Semana de Filosofia da Universidade Católica de Pernambuco. Sites Pesquisados: http://www.cienciaemaconaria.com.br http://www.pedreiroslivres.com.br http://www.portalconscienciapolitica.com.br
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 15/28 Coluna da Harmonia O Irmão Ademar Valsechi escreve aos sábados. É MI da Loja Templários da Nova Era – 33º. REAA – membro da Academia Catarinense Maçônica de Letras, ex-Grande Mestre de Harmonia, atual Grande Secretário de Cultura da GLSC e autor do Livro “A Arte da Música Através do Tempo e na Maçonaria” além da Coletânea em MP3 de Músicas para Ocasiões Maçônicas. - valsechibr@gmail.com Coluna da Harmonia – Nr. 32 História da música – O Som Na visão moderna, dos conhecimentos científicos, a música é descrita em seu aspecto mais tangível e mensurável: o de consistir em vibrações do ar, que estimula o nosso ouvido, transformando em impulsos elétricos para o cérebro. Mas além do aspecto físico (audível), a música teria uma força que age sobre o mundo em sua volta, havendo também um aspecto místico? A música afeta o corpo físico do homem? Pesquisas médicas afirmam que sim. Mostram que a música influi além dos órgãos do corpo, também a psique humana. Em homenagem a esta Coluna da Harmonia, vamos ouvir: - Concerto para Oboé - Albinoni  99 - Concerto para Oboé - Albinoni.mp3 6 – Coluna da Harmonia nr. 32 Ademar Valsechi
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 16/28 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Loja Oriente 01.06.1998 Fritz Alt - 3194 Joinville 01.06.1993 Acquarivs - 2768 Florianópolis 03.06.1996 Luz Esotérica - 3050 Porto União 05.06.2001 Vigilantes da Verdade - 3398 Tubarão 08.06.1984 União E Trab. do Iguaçu-2243 Porto União 08.06.1987 União Mística - 2440 Videira 10.06.1910 Aurora Joinvilense - 4043 Joinville 14.06.1909 Renascer do Vale - 4007 Penha 20.06.2005 Luz de Correia Pinto - 3687 Lages 21.06.2010 Cavaleiros da Paz - 3948 São José 23/06/1930 Luz e Verdade Iii- 1066 Joinville 24.06.1997 São João Batista - 3061 São João Batista 24.06.2004 Acácia do Oriente - 3596 Joaçaba 29.06.2010 Ouroboros - 4093 Florianópolis 30.06.2003 Acácia de Imbituba 3506 Imbituba GLSC - http://www.mrglsc.org.br Data Nome Oriente 03.06.2009 Elimar Baumgarten nr. 101 Timbó 06.06.1984 Obreiros de Salomão nr. 39 Blumenau 06.06.1985 República Juliana nr. 40 Laguna 21.06.1994 Harmonia Brusquense nr. 61 Brusque 24.06.1911 Acácia Itajaiense nr. 01 Itajaí 24.06.1999 Luz nr. 72 Jaraguá do Sul 24.06.2002 Elos da Fraternidade nr. 84 Concórdia 24.06.2005 Amizade ao Cruzeiro do Sul II nr. 90 Joinville 24.06.2005 Cinzel nr. 89 Curitibanos Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de junho 7 – Destaques (Resenha Final)
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 17/28 GOSC https://www.gosc.org.br Data Nome da Loja Oriente 03/06/1985 Obreiros da Luz Lages 06/06/2003 Livres Pensadores Joaquim José Rodrigues Lages 07/06/2010 Livres Telúricos Maravilha 09/06/1975 Ordem e Progresso Brusque 14/06/1993 Tordesilhas Laguna 20/06/1979 Luz do Oriente Itajaí 21/06/1999 João de Deus São Francisco Do Sul 26/06/2001 Jacques DeMolay Itajaí
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 18/28 Maçonaria Australiana “Lodge Devotion” nr. 723, de Melbourne A “Lodge Devotion” nr. 723 (Loja Devoção) foi fundada no século passado e está localizada próxima ao Centro da Cidade de Melbourne. Ela é jurisdicionada à Grande Loja de Victoria e suas sessões são uma vez por mês. Mas a exemplo da escola maçônica britânica, seus membros recebem instruções e informações administrativas sempre em grupos, em datas preestabelecidas. A Loja se situa bem próxima da estação ferroviária de Collingwood. Dizem que o local do Templo foi escolhido estrategicamente pelos irmãos antepassados, para facilitar o acesso de trem, à Loja. Na parte detrás do prédio, existe um amplo espaço para estacionamento. E quando se apresenta lotado, há opções de dois estacionamentos bem próximos. Há uma interessante comunicação na entrada da Loja recomendando discrição e atenção com os vizinhos, pois trata-se de uma zona residencial. Finaliza a nota, sobre a cautela em estacionar regularmente o veículo. Fachada da simpática Loja Devoção
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 19/28 Veja alguns registros fotográficos: Placa histórica da Lodge Hall de Entrada no Edifício .. Vidros à caráter nas janelas Esta sala é chamada de “Provador”...
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 20/28 The Board Room .. (Uma sala de reuniões) Main Hall ..
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 21/28 Aluguel de Salão como fonte de renda
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 22/28 Este Lodge Room foi desativada em 2013 e agora é utilizada como espaço de aluguel extra à comunidade. Pavimento com soalho de madeira, sempre alugado para algum evento social.
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 23/28 Past Masters de Lodge Devotion WBro GA Branco WBro JB Eatoch WBro LW Fletcher PGSwdB RWBro Dr WD Fairlie PSGW WBro AH Dutton WBro AJ Martin PGSwdB RWBro RF Fletcher PSGW WBro FA Deveney PJGD (duas vezes) WBro EW Barker WBro JA Casamento WBro AC Scott VWBro JR Neilsen PGIWkgs (4 vezes) WBro AH Nottle PSGD (duas vezes) WBro TA Clarke WBro F Dietrich WBro LJ Whitting WBro A Stonehouse VWBro JP Shaw PGIW RWBro É Dunlop JP PJGW WBro FG Haynes PJGD WBro WE Jenkinson WBro V Glaser WBro ET Hiscock WBro RG Vinecombe (duas vezes) WBro AJ Kemp WBro KE Nash WBro TH Stork WBro DF Jan WBro PJ Allen WBro TR Afiado PJGD WBro GT Elward WBro AE McKay JP PJGD (4 vezes) WBro GB Parker WBro RR Vervolet (duas vezes) WBro JB Grossett (duas vezes) WBro E Rapinet WBro JR Irving (duas vezes) WBro B Barlow-Barker WBro AHF Nichols RWBro NA Pritchard PJGW WBro CM McKay Wro Bro MJ Conlon WBro SR Paterson (duas vezes) RWBro DE Paterson PJGW WBro D Hudson (duas vezes) WBro A Buchanan WBro A Muradyan
  24. 24. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 24/28 Maçonaria em Goiás (do Irmão Abel Tolentino) - Meus caros irmãos estamos fazendo a atualização do site da Loja Luz no Horizonte 2038 http://masonic.com.br Incluímos nessa atualização uma página com perguntas e respostas sobre o que é a maçonaria, bem como um vídeo com uma entrevista de uma hora com o Soberano Irmão Marcos José explicando o que é a maçonaria. http://masonic.com.br/links/maconaria.html Sessão conjunta das lojas maçônicas Mensageiros da Paz 1435 e Alvorada Goiana 1949, tendo como convidada a Loja Maçônica Luz no Horizonte 2038 em Loja de Mesa no templo da Liberdade sede do Grande Oriente do Estado de Goiás em 09.06.2016, com a presença de 60 Irmãos do GOB
  25. 25. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 25/28 Recomendação dO Irmão Perottoni: Clique e Ajude! Colocamos a sua disposição uma oportunidade de exercer a solidariedade ajudando o Bando de Alimentos de Porto Aelgre – RS. É só clicar em www.cliquealimentos.com.br e vais ajudar a dar um aconchego melhor neste inverno para muitas Instituições que abrigam Crianças e Adolescentes, através das ações do Banco de Alimentos. Obrigado e um fraterno abraço. Marco Antonio Perottoni Colaborador do Banco de Alimentos de Porto Alegre - RS
  26. 26. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 26/28 Maçons Australianos Famosos: Primeiro-ministro da Commonwealth da Austrália, Presidente da Assembleia Legislativa, MM da Harmony Lodge No. 556 (CE). Sir Edmund Barton, GCMG, QC (18 de janeiro de 1849 - 07 de janeiro de 1920), político australiano e juiz, foi o primeiro primeiro-ministro da Austrália e juiz fundador da High Court of Australia. A maior contribuição de Barton a história da Austrália foi a sua gestão do movimento de federação por meio da década de 1890. Eleito na eleição federal inaugural 1901, Barton demitiu-se do cargo de primeiro-ministro da Austrália em 1903 e tornou-se um juiz do Supremo Tribunal da Austrália. Mais outra das brincadeiras com o editor do Ir E. Figueiredo (São Paulo).
  27. 27. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 27/28 Os vídeos são pesquisados ou repassados, em sua maioria, por irmãos colaboradores do JB News. 1 –Museo virtual del Cantinflas: MUSEO VIRTUAL DE.docx 2 – Árvores maravilhosas 6 - Á R V O R E S _ M A R A V I L H O S A S.pps 3 – Cartazes portugueses antigos cartazes portugueses antigos5 ++.pps 4 – Incríveis imagens do mundo: Incríveis imagens do mundo.pps 5 – O Desembarque na Normandia: O desembarque na Normandia.pps 6 – Maçonaria: Apelo ao Neófito: Maçonaria - Apelo ao Neófito.mp4 7 – Filme do dia: “Terra Selvagem – (dublado) Sinopse: O filme conta a história de Mincayani, um Waodani tribesman das selvas do Equador. Quando cinco missionários novos são lanceados à morte pelo Waodani em 1956, surge uma série de acontecimentos para mudar as vidas não somente das famílias dos missionários, mas também Mincayani e seus povos. https://www.youtube.com/watch?v=JLoIZbfrkvA
  28. 28. JB News – Informativo nr. 2.079 – Melbourne (Vic.) sábado, 11 de junho de 2016 Pág. 28/28 O Irmão Adilson Zotovici, Loja Chequer Nassif-169 de São Bernardo do Campo – GLESP escreve aos sábados neste espaço. adilsonzotovici@gmail.com I N U S I T A D A Linda cena inusitada ! De amor, de resignação, Inesquecível, encantada, A todos terna comoção ! Numa magna jornada Um livre pedreiro em ação Na lavra de sua alçada Rogou uma contribuição ! O postulante, sem nada, Surpreendido, na escuridão, Mostrou alma iluminada ! Súbito, levou sua mão, No peito, inda espalmada E ofereceu seu coração.... !!! Adilson Zotovici ARLS Chequer Nassif-169

×