O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2009

48 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2009

  1. 1. Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Bloco 1 – Almanaque Bloco 2 – IrBarbosa Nunes – Artigo nr. 268: Café com prosa no SESC de Caldas Novas Bloco 3 - IrMario López Rico – Filosofando un poco (9 de 10) El dilema del prisionero Bloco 4 – IrPaulo Roberto – O que a Maçonaria de fato não é Bloco 5 – Ir Valdemar Sansão (a mensagem do dia) Dissecando a 6ª. Instrução de Aprendiz Bloco 6 – IrAdemar Valsechi – Coluna da Harmonia – edição nr. 22 Bloco 7 – Destaques JB – Hoje com versos do Irmão e Poeta Adilson Zotovici
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 2/23 Para Aprendizes Eternos, Pesquisadores Incansáveis, Cunhadas Curiosas, Goteiras Incuráveis, Esotéricos de Plantão, Místicos Misteriosos e Festeiros de Ágapes e Regabofes, este aqui é um site que está sempre de pé e à ordem! www.artedaleitura.com  1266 - Criação da Junta de Freguesia do Lumiar, Lisboa.  1453 - O sultão otomano Mehmed II inicia o cerco de Constantinopla (Istambul).  1513 - Juan Ponce de León e sua expedição foram os primeiros europeus reconhecidos a visitar uma região dos Estados Unidos, desembarcando em algum lugar da costa oeste da atual Flórida.  1801 - Batalha de Copenhaga, A frota inglesa comandada por Horatio Nelson destroi a marinha dinamarquesa.  1902 - Electric Theatre (Teatro Elétrico), o primeiro cinema dos Estados Unidos da América, abre as portas em Los Angeles, Califórnia. 1 – ALMANAQUE Eventos históricos - (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas Hoje é o 93º dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Quarto Minguante) Faltam 273 dias para terminar este ano bissexto Dia Internacional do Livro Infantojuvenil e dia Mundial de Conscientização do Autismo . Se o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. LIVROS
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 3/23  1911 - O clube de futebol Guarani Futebol Clube é fundado na cidade de Campinas.  1917 - Woodrow Wilson, presidente dos EUA, convoca sessão especial do Congresso para declarar guerra à Alemanha.  1930 - Haile Selassie é proclamado imperador da Etiópia.  1958 - Espanha e Marrocos assinam os acordos de Angra de Cintra, nos quais Espanha cede a Marrocos a região de Cabo Juby, que detinha formalmente desde 1912.  1968 - realizada na Igreja da Candelária[desambiguação necessária] missa em homenagem a Edson Luís de Lima Souto, estudante assassinado durante manifestação estudantil no restaurante Calabouço, no Rio de Janeiro.  1976 - É concluída a elaboração da Constituição da República Portuguesa.  1982 - A Argentina invade as Ilhas Malvinas, dando início a uma breve guerra contra o Reino Unido.  2007 - Estréia o programa de rádio Pretinho Básico, na Rede Atlântida.  2008 - Acontece pela primeira vez o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, decretado pela ONU no ano anterior, para repetir-se anualmente.[1]  2011 - Pela primeira vez o Cristo Redentor no Rio de Janeiro[2] , foi iluminado de azul para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, assim como a Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira em São Paulo[3] , os prédios do Congresso Nacional e do Ministério da Saúde em Brasília[4] , o Teatro Amazonas em Manaus[5] e diversos outros cartões-postais no Brasil.[6] Em Portugal, monumentos e prédios, como a Torre dos Clérigos também foram iluminados de azul para a data. 1823 Portaria da Fazenda Real, desta data, manda recolher à Corte Real toda barbatana nas armações de Santa Catarina. 1830 Decreto, desta data, organiza a repartição dos correios na província de Santa Catarina. 1838 Lei nº 84, desta data, estabelece o subsídio de 2 mil e 400 réis para os deputados provinciais. 1847 Nasce, na Bahia, Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira. Engenheiro militar. Atuou na demarcação das fronteiras do Brasil e, nesta comissão, fundou a 4 de agosto de 1903 o povoado de Peperiguaçú, hoje sede do município catarinense de Dionísio Cerqueira. 1915 Último e mais sangrento combate da “Guerra do Contestado”, quando tropas do exército atacam o reduto dos “crentes” em Santa Maria, incendeiam cerca de 900 casebres e a igreja, matando, prendendo e desbaratando os jagunços ali aglomerados e pondo fim ao ciclo de combates iniciado em 1912 1954 Instalação do município de Sombrio. 1819 O brasileiro Hippolyto da Costa é proclamado Membro Honorário do Supremo Conselho de França. 1860 Fundação da centenária Loja Regeneração Catarinense nº 138, (GOB/SC) em Florianópolis. 1865 O grande compositor finlandês Jan Sibelius, manifesta sua vontade de deixar os direitos autorais de sua música para a Grande Loja da Finlândia 1980 Fundação do Grande Oriente do Estado de Alagoas, federado ao GOB. Fatos históricos de santa Catarina Fatos maçônicos do dia (Fontes: “O Livro dos Dias” do Ir João Guilherme - 20ª edição e arquivo pessoal)
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 4/23 Baixe Agora: iOS: http://fraternalhug.com/baixar-apple Android: http://fraternalhug.com/baixar-android Blog (fraternalhug.com/blog): De Irmão para Irmão As publicidades veiculadas nas edições diárias do JB News são cortesia deste informativo, como apoio aos irmãos em suas atividades profissionais. Valorize-os, caro leitor, preferindo o que está sendo anunciado.
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 5/23 INFORMATIVO BARBOSA NUNES Artigo nr. 268 do IrBarbosa Nunes, GM Geral Adjunto do GOB, que escreve a “Opinião” dos sábados. Este artigo está sendo publicado simultaneamente no Jornal Diário da Manhã (Goiânia) de 02.04.16 CAFÉ COM PROSA NO SESC DE CALDAS NOVAS Prosa, segundo o Dicionário Aurélio, é “a maneira natural de falar ou de escrever, sem forma retórica ou métrica. Aquilo que é vulgar, trivial ou material. Astúcia, lábia, conversa fiada. Indivíduo proseador”. Prosa são momentos onde dispomos de tempo livre, que nos dedicamos aos amigos e às atividades de lazer. Caldas Novas é uma cidade internacionalmente conhecida por ser uma estância de águas termais, localizada no estado de Goiás, que em tempos normais tem uma população aproximada de 100 mil habitantes, mas em tempos de férias ou feriados prolongados, multiplica em várias vezes esse quantitativo, recebendo turistas dos mais variados lugares 2 – Opinião – Café com prosa no SESC de Caldas Novas Artigo nr. 268 do Informativo Barbosa Nunes
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 6/23 do Brasil e do exterior. Suas águas quentes constituem uma atração indescritível, que proporciona via pousadas e hotéis, localizados por toda cidade e interior do município, um descanso revigorante que deixa saudades em quem a visita. Lá em Caldas Novas, o comerciário tem um espaço de aproximadamente de 200 mil metros quadrados, constituídos por blocos de apartamentos, extenso lago e verdejante em sua extensão. O SESC – Serviço Social do Comercio, criado em 13 de setembro de 1946, nasceu com o objetivo de contribuir para o bem-estar e melhoria da qualidade de vida dos comerciários e de suas famílias e para o aperfeiçoamento moral e cívico da coletividade. Instituição de natureza assistencial e de direito privado, mantida e administrada pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. O SESC-Goiás é presidido por José Evaristo dos Santos, maçom da Loja “Asilo da Acácia”, de Goiânia e Conselheiro Federal do Grande Oriente do Brasil, seu diretor regional é outro maçom, Giuglio Settimi Cysneiros, da Loja “Estrela da Serrinha”. Ponto marcante das atividades culturais, aprendizagem das crianças para o manuseio de argila e comemorações de datas especiais, é uma casa restaurada, cercada de árvores centenárias e que tem sua identificação em uma porteira de entrada, placa com os dizeres: “Serviço Social do Comércio – Em 1778, Martinho Coelho de Siqueira, o descobridor das águas termais de Caldas Novas, construiu esta casa. A primeira da cidade”. Nesta casa em 26 de março último, passei horas esquecido do mundo estressante em que vivemos, retornei à minha infância, recordei minhas origens, sob a sombra de frondosas árvores, participando do Café com Prosa no SESC de Caldas Novas, que acontece todas as tardes de sábados a partir das 15 horas. Presente grande número de comerciários e suas famílias, que ao sabor de um café servido em xícara esmaltada, acrescido de uma peta muito caseira, ouvimos a poetisa Sônia Maria Santos, esposa do presidente da Fecomércio – Goiás, José Evaristo dos Santos, iniciar a conversa com o poema “Café com Prosa”. “Saudações cordiais aos senhores e senhoras do Estado de Goiás e desse Brasil afora. Nesse pedaço de hora vamos ouvir e cantar, como canta o passarinho, a água, o vento, o pomar. Sob a casa e seus beirais, casa aberta, casa de roça, segue cantando o violeiro com a magia das suas cordas. E seguem os fusos e rocas, os teares, as tecedeiras; mãos suaves e perfeitas vindas de um tempo afora. O gerente, que é boa gente, também canta e toca viola, do seu Toninho, o proseado, e bem contado como ele gosta. A todos que aqui se encontram, frequentadores do SESC, com bolo e cafezinho quente, o Café com Prosa agradece”. Sônia Maria Santos é poetisa premiada nacionalmente pela União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro e pela Academia Goiana de Letras, recebendo os prêmios Francisco da Silva Nobre e Colemar Natal e Silva. Também destaque cultural de 2012, com o Trofeu Santuário da Arte e a Comenda Berenice Teixeira Artiaga. Reunidos ali ouvimos músicas do passado, causos e mais causos, proseamos muito
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 7/23 com o seu Toninho cantando e executando seu violão, Marcos Faria no bandolim, Inácio, animador da prosa no “cajon”, instrumento de origem peruana, na sanfona, o garoto Gabriel, que já tem CD gravado, com o gerente Marlos cantando e tocando viola. No Caderno de Músicas entregue aos presentes, constavam dezenas com suas letras, que de uma forma muito descontraída eram solicitadas e por todos cantadas. Músicas como “Velho candeeiro”, “Boiadeiro errante”, “Cabecinha no ombro”, “Colcha de retalhos”, “Destinos iguais”, “Cabelo loiro”, “Disco voador”, “Flor mamãe”, “Luar do sertão”, “Moreninha linda”, “Beijinho doce”, “Reino encantado”, “Flor do cafezal”, “Serenô”, “Coração da pátria”, “Beicinho vermelho”, “O menino da porteira”, “Pedaço da minha vida”, “Tristeza do Jeca”, “Meu primeiro amor”, “Índia”, “Cabocla Teresa”, “Rio de lágrimas”, “Assum preto”, “Caminhemos”, “Último adeus”, “Ipê e o prisioneiro”, “Filho pródigo”, “Saberei sofrer”, “Noite cheia de estrelas”, “Última Inspiração”, “Capricho cigano”, “Chão de estrelas, “Noites goianas”, “E o destino desfolhou”, “Casinha pequenina”, “Saudades de Matão”, finalizando com “Meus tempos de criança”, que trouxe emoção e lágrimas, no recordar para os presentes: “Eu daria tudo que tivesse pra voltar aos tempos de criança. Eu não sei porque que a gente cresce. Se não sai da mente essa lembrança”. Uma senhora emocionada disse ao final: “Voltei aos meus tempos felizes, recordei o meu passado e a minha gente, saio daqui muito melhor do que cheguei”. Desejo neste artigo cumprimentar o gerente Marlos, cantor de voz afinada e animador, Seu Toninho, músico e contador das coisas da terra de Caldas Novas, Max Faria, exímio no bandolim, Gabriel, na sanfona e Inácio, sempre organizando o Café com Prosa, no “cajon”. O encerramento, após cantorias, causos e muita descontração, teve um poema no linguajar sertanejo, antecedendo a “Oração da Família”. Este poema, trova popular, foi interpretado pelo presidente da Fecomércio, José Evaristo dos Santos. “Esse negócio de gosta e bem querê. É difícir de arresorver. Gosto das muié de olhos castanhos, de olhos verdes e de qualquer cor que seja. Umas tem as perna grossa, outras as perna fina. Oh meu Deus! Se eu pudesse levava tudinhas para minha roça. Se a gente com 20 muié se casasse, mas não. É uma só que dói. A nosso Sinhô Jesus Cristo. Um pedido eu te faço. Arruma as muié tudinha numa só, ou me divide em pedaços”. Café com Prosa no SESC de Caldas Novas, todos os sábados à tarde, é para não perder! (Barbosa Nunes, advogado, ex- radialista, membro da AGI, delega- do de polícia aposentado, professor e maçom do Grande Oriente do Brasil – barbosanunes@terra.com.br)
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 8/23 O Irmão Mario López Rico é de La Coruña – Espanha. Escreve aos sábados. Responsável pela publicação espanhola Retales de Masononeria mario.lopezrico@yahoo.es retalesdemasoneria.blogspot.com.es Filosofando un poco (9 de 10) El dilema del prisionero. Todos los masones defendemos o debemos defender la fraternidad como uno de los tres pilares sobre los que asentar esa nueva sociedad que queremos construir. El dilema del prisionero nos permite un acercamiento filosófico y un análisis de hasta qué punto la confianza, base de la fraternidad, es útil en el mundo porque sin confianza en el prójimo no es posible la fraternidad. El dilema del prisionero es simple. La policía arresta a dos sospechosos. No hay pruebas suficientes para condenarlos y, tras haberlos separado, los visita a cada uno y les ofrece el mismo trato. Si uno confiesa y su cómplice no, el cómplice será condenado a la pena total, diez años, y el primero será liberado. Si uno calla y el cómplice confiesa, el primero recibirá esa pena y será el cómplice quien salga libre. Si ambos confiesan, ambos serán condenados a seis años. Si ambos lo niegan, todo lo que podrán hacer será encerrarlos durante un año por un cargo menor. Lo que puede resumirse como: Tú confiesas Tú lo niegas Él confiesa Ambos son condenados a 6 años. Tú eres condenado a 10 años y él sale libre. Él lo niega Él es condenado a 10 años y tú sales libre. Ambos son condenados a 1 año. Vamos a suponer que ambos prisioneros son completamente egoístas y su única meta es reducir su propia estancia en la cárcel. Como prisioneros tienen dos opciones: cooperar con su cómplice y permanecer callado, o traicionar a su cómplice y confesar. El resultado de cada elección depende de la elección del cómplice. Por desgracia, uno no conoce qué ha elegido hacer el otro. Incluso si pudiesen hablar entre sí, no podrían estar seguros de confiar mutuamente. Si uno espera que el cómplice escoja cooperar con él y permanecer en silencio, la opción óptima para el primero sería confesar, lo que significaría que sería liberado inmediatamente, mientras el cómplice tendrá que cumplir una condena de 10 años. Si espera que su cómplice decida confesar, la mejor opción es confesar también, ya que al menos no recibirá la condena completa de 10 años, y sólo tendrá que esperar 6, al igual que el cómplice. Y, sin embargo, si ambos decidiesen cooperar y permanecer en silencio, ambos serían liberados en sólo 1 año. 3 – Filosofando un poco ( 9 de 10) El dilema del prisionero Mario López Rico
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 9/23 Albert W. Tucker1 nos dejó este dilema y ahora debe usted analizarlo con calma. No lo haga a la ligera porque una cosa es la teoría y otra la práctica. Póngase en situación y sea honesto con usted mismo. No tenga miedo de reconocer que usted delataría porque realmente no confía en la “buena voluntad” de su compañero…a fin de cuentas es un ladrón igual que usted ¿Cómo confiar en un ladrón? En los test, la mayoría de los participantes optan por la traición antes que por la confianza. Sin embargo, en 1980, el investigador Robert Axelrod2 hizo el dilema repetitivo. Los participantes repetían el dilema una y otra vez, ya fuera con el mismo compañero o con otro diferente y, lógicamente, conocía lo que había sucedido en los test anteriores. Algunos se volvieron codiciosos traicionando a los que sabían que habían confiado en su compañero; pero lo interesante es que a la larga, los jugadores altruistas tomaron ventaja y ganaron. La modificación del dilema llevaba a cabo por Axelrod pone de manifiesto que la confianza mutua acaba por ser siempre más benéfica que la traición. La fraternidad se puede así afirmar como pilar fundamental de una sociedad del bienestar; de una sociedad donde todos confíen en que su vecino hace siempre lo correcto, que no será codicioso ni traicionero. Este dilema del prisionero se nos presenta en todo momento y es clave en el mundo actual. El desarme de las dos potencias mundiales tras la llamada guerra fría para erradicar por completo lo que se dio en llamar la “carrera armamentista” no deja de ser un dilema. ¿Es mejor invertir dinero en tener tantas o más armas que el contrario o invertirlo en desmontar los arsenales confiando que el otro hará lo mismo? ¿Cómo estar seguro que el otro no sigue acumulando en secreto? Por suerte los presidentes de los EEUU y de la desaparecida URSS de aquella época lograron confiar el uno en el otro. Aquí lo dejo hoy, no ha deberes ni nada como en las entregas anteriores porque seguro que el dilema ya les ha hecho pensar un poquito. Próxima entrega: Filosofando un poco (10 de 10) – El relativismo moral. Sobre el autor Mario López Rico es maestro masón y trabaja actualmente su logia madre Renacimiento 54 – La Coruña – España, bajo la Obediencia de la Gran Logia de España, donde fue iniciado el 20 de Noviembre de 2007 y fue reconocido como maestro el 22 de Abril de 2010. A partir del año 2011 comienza a subir la escalera masónica filosófica del REAA siendo también, en la actualidad, Maestro de la Marca – Nauta del Arco Real, Compañero del Arco Real de Jerusalén y Super excelent master (grado cuarto y último de los Royal & Select Master – Rito york) Miembro Fundador Capitulo Semper Fidelis nº 36 de Masones del Arco Real el 18 – Oct – 2014 Miembro Fundador Consejo Mesa de Salomón nº 324 de Maestros Reales y Selectos (Masonería Criptica) el 20 – Feb - 2016 1 Albert William Tucker (28 de noviembre de 1905 – 25 de enero de 1995) fue un matemático estadounidense nacido en Canadá que realizó importanes contribuciones a la Topología, Teoría de juegos y a la Programación no lineal. 2 Robert Axelrod (n. 27 de mayo de 1943 (71 años) es un profesor de ciencias políticas y políticas públicas en la Universidad de Míchigan. Tiene cátedra en el Departmento de Ciencias Políticas en la Gerald R. Ford School of Public Policy. Antes de ejercer como profesor en Míchigan, enseñó en la Universidad de California, sede Berkeley (1968–1974). Su graduación la realizó en Ciencias Matemáticas en la University of Chicago (1964) y el PhD en ciencias políticas en Yale University (1969). Es conocido por su contribución dentro de la teoría de juegos por la cooperación y la estrategias evolutivas aplicados a la complejidad económica. En el año 1984 publicó un libro titulado: The Evolution of Cooperation (La evolución de la cooperación).
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 10/23 Ir. Paulo Roberto - MI da Loja Pitágoras nr. 15 Grande Secretário Adjunto Guarda-Selos da GLSC Escreve aos sábados prp.ephraim58@terra.com.br Paulo Roberto O que a Maçonaria de fato não é Pode-se afirmar que muitas e muitas coisas consideradas sem nexo, são escritas e até mesmo discutidas a respeito da Instituição Maçônica; afinal, os curiosos são muitos e os leigos são inúmeros. E, mesmo, a Maçonaria hoje em dia não sendo secreta, tampouco discreta, vários costumam fazer dela o que gostariam que fosse se a ela pertencessem... Logo se vê que a curiosidade do homem é proporcional à extensão de seu desconhecimento sobre o assunto que tenta abordar! E, se assim, porventura, nós levarmos em consideração o assunto ora abordado, aprenderemos que de fato cada vez mais, deveremos nos tornar mais irmanados, no breve intuito de visarmos apenas o derradeiro caminho que todos deveremos encetar para que nada possa interromper nossa ascensão através dos tempos. Muita coisa mesmo tem sido dita a respeito de nossa Instituição, e mais particularmente pelos seus adversários, infelizmente sendo a maioria deles praticantes de uma possível religiosidade. Assim, recomendamos a esses incautos personagens, que antes de tentarem afirmar o que a Maçonaria é primeiramente aprendessem sobre o que ela não é. Para tanto, lançamos este pequeno auxílio para que os mesmos pensem um pouco mais a respeito de tentarem divulgar assuntos que certamente desconhecem. Assim, segundo determinados escritores, a Maçonaria não é uma Sociedade Secreta. Não sendo também, um segmento religioso, nem seu contrário. A Maçonaria atualmente pode ser considerada “popular” e “apolítica” como sempre o foi. Tendo ainda seus objetivos voltados ao aperfeiçoamento da pessoa humana, sendo estes muito sérios para que seja conhecida como uma sociedade qualquer. Por isto as Lojas maçônicas não constituem meras sociedades de auxílios recíprocos, simples sociedades recreativas ou mortuárias, caixas beneficentes. Porém organizações desta natureza existem anexas a algumas Lojas e, até mesmo Obediências, podendo-se discutir que constituem apenas meios, mas não fins da Maçonaria. 4 – O que a Maçonaria de fato não é Paulo Roberto
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 11/23 Em um passado não tão longínquo, respondendo aos questionamentos de um Aprendiz Maçom, em sua obra “Prontuario Dialogado de la Masonería”, Luis Umbert Santos escreveu: “A Maçonaria não é uma história, mas uma esperança. Não é uma verdade, mas uma análise constante. Não é uma doutrina, mas uma investigação. Não é um dogma, mas um centro de dúvidas. Não é uma religião, mas um apostolado e por isto mesmo, a Maçonaria é a síntese da humanidade, assim como, a humanidade é a própria Maçonaria.” No transcorrer do século XIX, Charles Fauvety por sua vez, deixou-nos o legado abaixo, comentando: Charles Fauvety “Não sendo a Maçonaria uma instituição política, nem uma instituição literária ou artística, nem mesmo uma instituição de caridade e não estando ligada a nenhuma classe de ordem econômica das sociedades, ela escaparia a todo e qualquer tipo de classificação se não estivesse ligada à ordem moral ou religiosa.” Mas a Maçonaria tampouco é uma Igreja, pois não impõe qualquer tipo de credo aos seus membros. Nem mesmo uma escola filosófica, visto solicitar aos seus aderentes o exame de todas as doutrinas, mas deixa-os livres de adotar por si mesmos qualquer tipo de dogma que escolham e que nele encerrem a sua conduta sem que ninguém tenha nada a censurar. Segundo um outro autor, a Maçonaria participa aos seus adeptos: “O meu princípio está acima de todas as verdades relativas, sobre todas as coisas consideradas temporárias. Adapto-me, sim, a todos os tempos, a todos os povos e acomodo-me a todas as circunstâncias transitórias. Não sou considerada uma das evoluções do pensamento humano. Sou, sim, a cadeia que a todas religa. Os sistemas religiosos, políticos e sociais são seus degraus ascendentes. Eu sou a escada e a força que faz com que se suba de um degrau ao outro. Não sou mais do que uma descrição ou um método, mas no íntimo sabemos que essa metodologia é a verdadeira chave para o desenvolvimento da raça humana.” De fato, retornando a Charles Fauvety, encontramos: “A Maçonaria tem princípios que a diferenciam das antigas concepções religiosas, como por exemplo, a ‘obrigação do trabalho’ que ela considera não mais como um castigo, mas como um dever social, como um meio de desenvolvimento e um fato de comunhão com a natureza; a crença no movimento ascendente dos seres, no tão esperado progresso da humanidade, na solidariedade, na autonomia individual e coletiva, na liberdade e na responsabilidade moral do ser consciente, ideias essas que pertencem, todas, à sociedade moderna, podendo ser observadas como os elementos primordiais à nova síntese toda hora surgente.” Encerrando podemos destacar, que se considerarmos o trabalho como um dos deveres do homem de bem, a Maçonaria honra igualmente o trabalho manual e o intelectual. Assim, devem se reunir em suas Lojas, homens probos, livres e dedicados que trabalham individualmente ou em comum acordo para o progresso social, sobretudo exercendo a beneficência em seu sentido mais digno. “Ama a verdade, mas perdoa o erro.”
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 12/23 Voltaire MENSAGEM DO DIA - DISSECANDO A 6ª INSTRUÇÃO DO APRENDIZ Valdemar Sansão Dia 31 de março DISSECANDO A 6ª INSTRUÇÃO DO APRENDIZ Repartir o que assimilamos – Hoje dominamos a tecnologia para viajarmos para os planetas, mas não para conquistarmos o espaço que nos é oferecido entre colunas, onde nasce a timidez, a ansiedade, o medo, a coragem, a angústia, os sonhos, o encanto pela vida. É a oportunidade de relatarmos para nós mesmos, em linguagem própria nossos sentimentos para repartirmos o que recolhemos, reunirmos e organizarmos o que estava disperso, dividir o que assimilamos, trocarmos experiências e fazer de toda a vida um serviço ao Grande Arquiteto do Universo e ao próximo. Reconhecimento – Dentro da Loja, o reconhecimento é feito por meio de “toques” e “palavras”; essas sussurradas ao ouvido. Há um reconhecimento denominado trolhamento, que consiste submeter a quem se intitula maçom a uma série de questionamentos. Os meios de reconhecimento constituem a “parte sigilosa” do ritual, e o maçom não a pode revelar. Esses “segredos”, em si, nada significariam, mas, uma vez divulgados, transformariam a Maçonaria em uma instituição vulgar. O maçom deve ser cioso na preservação desses sigilos e quando cumprimenta um irmão, no mundo profano, deve assegurar-se que ninguém o está observando. A vulgarização dos rituais é nociva porque quem não os entende é tomado pelo desejo de criticá-los. Nem nu nem vestido – A nudez representa a realidade e a verdade; “desnudar” significa “desvendar”. Comumente, nudez significa a pessoa despida; porém, esse vocábulo pode significar pureza e sinceridade. A pessoa se desnuda quando abre seu coração e se revela na total intimidade, sem reservas em seu pensamento. Por ocasião da entrada do candidato à Iniciação na Câmara das Reflexões, procede ao despojamento e adentra “nem nu nem vestido”, ou seja, simbolicamente neutro e despido. “...despojaram-me de todos os metais, emblemas do vício, para lembrar-me do estado primitivo da Humanidade, antes da época da civilização”. O Avental – Aparentemente, o uso do avental sugere proteção, uma vez que cobre partes do baixo-ventre, onde se situa o órgão reprodutor. O homem sempre teve a tendência de se proteger, primeiramente das intempéries, depois de tudo que lhe era adverso ou inimigo. 5 – Dissecando a 6ª. Instrução do Aprendiz Valdemar Sansão
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 13/23 Em Maçonaria, contudo, essa proteção é simbólica e diz respeito ao cuidado para não “manchar” o Avental, mantendo-o imaculado, simbolizando pureza. Porém, para o cotidiano, que lição nos apresenta o avental? Em nossa imaginação maçônica, temos o dever de sempre usar o avental, mesmo que não haja a matéria, mas apenas uma imagem mental, porque assim teremos em nós, desperto, o cuidado, o zelo e o propósito de servir. A prática evangélica de maior bem-aventurança para quem serve que para o servido, é a lição que devemos preservar como proteção, não deixando livre o egoísmo e a esperteza de “levar vantagem”. O avental deve ser “vestido”; logo, revistamo-nos permanentemente dessa proteção simbólica, para que nossa vida seja proveitosa. O Avental do Aprendiz - O Avental branco e sem adornos indica a pureza da alma, que se supõe tê-la atingido neste Grau. A abeta levantada lembra uma insígnia de cinco ângulos, indicando os cinco sentidos, por meio dos quais entramos em relações com o mundo material que circunda nossos cinco pontos de fidelidade ou perfeição, mas indicando também, pela proporção triangular em cima, em conjunção com a proporção quadrangular embaixo, que a natureza do homem é uma dualidade de alma e corpo. A abeta levantada do Avental do Aprendiz protege o epigástrio, que está ligado ao plexo solar e que esse plexo corresponde ao chacra umbilical de que dependem claramente os sentimentos e as emoções contra as quais o Aprendiz deve se proteger, a fim de conseguir a serenidade de espírito que fará dele um verdadeiro Iniciado. Por outro lado, ficando assim isolados, os sentimentos próprios e as emoções do dito Aprendiz não correm o risco de prejudicar com suas radiações a paz profunda do Templo no qual ele é admitido. Como se supõe que esse risco não existe mais no Companheiro e no Mestre, estes podem, sem inconveniente, abaixar a abeta de seu avental. O bater no Avental – significa que o trabalho foi agradável, construtivo e que a obra transcorreu normal. As Luzes não “batem” no Avental, pois são elas que dirigem os obreiros. As Romãs - Encimando as colunas, veem-se em cada uma delas três romãs, sendo uma entreaberta para que apareçam as sementes. A romã, fruto originário do Oriente, simboliza a união dos maçons representados pelas suas sementes unidas em bloco. Todavia, representa também a substância afrodisíaca, uma vez que o rei Salomão ingeria seu vinho para enfrentar o desempenho sexual junto às suas novecentas mulheres. A substância afrodisíaca não atua simplesmente no sexo, mas sim em todo o sistema nervoso, dando energia muscular e celeridade mental. Não se exige que o maçom usufrua em sua alimentação da romã e muito menos que sorva o vinho produzido de seus frutos, aliás, em desuso entre nós; apenas em Jerusalém ainda é fabricado, mais por tradição que por costume. Pavimento Mosaico – Dentro do Templo, vem colocado um “tapete” ou pavimento formado de ladrilhos quadriláteros, alternados em branco e negro. O significado simbólico compreende várias interpretações, sendo a mais comum a misturas das raças, das condições sociais, do dualismo em todos os aspectos exotéricos e esotéricos. A alternância dos mosaicos representa o “Estandarte dos Templários”; a Cadeia de União, a União Fraternal dos Irmãos. Pavimento de Mosaicos ou simplesmente pavimento mosaico passa a ser um símbolo de relevante importância, uma vez que não há Loja que não o confeccione; a rigor todo o piso da Loja deveria ser ladrilhado com alternância do branco e negro; por comodidade ou economia, é feito apenas um símbolo e colocado na parte central e nobre. Os Irmãos das suas colunas observam frontalmente esse pavimento para ter sempre presente o simbolismo do dualismo. O dualismo impõe uma escolha; não se pode abarcar ao mesmo Tempo a presença e a ausência, o dia e a noite, enfim, o dualismo que está em toda parte.
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 14/23 Fixando-se o Pavimento, descobre-se que inexistem cores; o negro é a ausência total da cor; o branco é a sua polarização; isso ensina que o maçom não deve buscar o “colorido” além da fixação para o piso, mas sim erguer os olhos para contemplar a Natureza Colorida. O maçom atento, curioso e observador está sempre aprendendo, indo à sua Loja. O Malho – O dicionário “Aurélio” define o malho como “grande martelo de ferro ou de madeira, sem unhas nem orelhas”. Portanto entre o Maço e o Malho existe uma diferença de execução. Assim, o mais correto é usar o nome Maço, como o instrumento de trabalho do Aprendiz. O Maço – O Maço não passa de um “martelo” de maiores proporções, instrumento formado por uma “testa” e um cabo; sua utilidade é bater, seja para construir como para destruir. O maço é a ampliação do malhete, instrumento empulhado pelo Venerável Mestre e pelos Vigilantes. O maço sugere duas situações, uma ativa, outra passiva; a ativa é quando bate, e passiva quando o “batido” sofre o choque. O que nos lembra o maço, senão que o usamos na Iniciação apenas uma vez, dando três pancadas na pedra bruta? Podemos tirar uma boa lição desse instrumento tão contundente, que o podemos usar em nós mesmos para retirar as arestas de nossa pedra bruta. A Maçonaria é, uma escola, mas há a viabilidade de uma autoeducação; em vez de esperar que alguém nos “bata” para retirar arestas, devemos nos adiantar e nos auto bater; a retirada das arestas feita por nós mesmos resultará mais suave e precisa. Reconhecer os próprios erros já é uma prática de desbastamento, de humildade e de inteligência. Alertas, corrijamo-nos, antes que outrem o faça; assim evitaremos mortificações e dores inúteis. O Cinzel - é o instrumento cortante numa das extremidades, usado por escultores e gravadores. Um dos mais antigos artesanatos, a arte de cinzelar já era conhecida em remotas épocas, pois foram encontradas peças cinzeladas em cobre nas cavernas pré-históricas (do fim da Pré-História e início da Idade dos Metais). O Cinzel é um dos instrumentos e atributos do Aprendiz Maçom; destinado ao esquadrejamento da pedra, ele simboliza, esotericamente, o físico, ou a matéria, sobre a qual atua o espírito, que é o maço, para a execução da obra; exotericamente, o cinzel simboliza a razão, a inteligência. PS – O homem que quer realizar algo encontra sempre um meio de fazê-lo e aquele que não quer encontra sempre uma desculpa. O homem pode tanto quanto sabe.
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 15/23 Coluna da Harmonia O Irmão Ademar Valsechi escreve aos sábados. É MI da Loja Templários da Nova Era – 33º. REAA – membro da Academia Catarinense Maçônica de Letras, ex-Grande Mestre de Harmonia, atual Grande Secretário de Cultura da GLSC e autor do Livro “A Arte da Música Através do Tempo e na Maçonaria” além da Coletânea em MP3 de Músicas para Ocasiões Maçônicas. - valsechibr@gmail.com Coluna da Harmonia – Nr. 22 História da Música A Música na Antiguidade – 1ª parte Na filosofia da antiga China, a música era a base de tudo. Eles acreditavam que todas as civilizações se afeiçoam e se moldam de acordo com o tipo de música que nelas se executa. A música de uma cidade era melancólica e romântica? Nesse caso o próprio povo seria romântico. Era vigorosa e militar? Então os visinhos dessa nação deveriam se acautelar. Além disso, a mudança do estilo da música ouvida pelo povo levaria a uma mudança do próprio estilo de vida. Ilustrando a Coluna da Harmonia nº 22, vamos ouvir nos links: - Sad Violin – Ben Chan 99 - Sad Violin - Ben Chan.mp3 - Abre meus olhos- Cordas Divinas – Renato Suhett. 105- Abre meus Olhos - Cordas Divinas - Renato Suhett.mp3 6 – Coluna da Harmonia nr. 22 Ademar Valsechi
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 16/23 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GLSC - http://www.mrglsc.org.br GOSC https://www.gosc.org.br Data Nome Oriente 07.04.1997 Expedicionário Nilson Vasco Gondin Florianópolis 12.04.1997 Lara Ribas Florianópolis 21.04.1979 Colunas do Imbé Imbituba 26.04.1979 Duque de Caxias Florianópolis 28.04.1990 Luz do Vale Rio do Sul 28.04.2008 Consensio Içara Data Nome da Loja Oriente 05.04.1983 Acácia Negra nr. 35 Mafra 09.04.1952 Fraternidade Tubaronense nr. 09 Tubarão 14.04.1956 Mozart nr. 08 Joinville 15.04.2007 Acácia Riosulense nr. 95 Rio do Sul 18.04.1997 Padre Roma nr. 16 São José 21.04.1940 Cruzeiro do Sul nr. 05 Joaçaba 24.04.1982 Inconfidência de Concórdia nr. 27 Concórdia 24.04.2001 Liberdade e Harmonia nr. 81 Florianópolis 25.04.2009 Caminho da Luz nr. 99 Brusque 7 – DESTAQUES JB – Resenha Geral Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de abril
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 17/23 GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Nome Oriente 02.04.1860 Regeneração Catarinense - 0138 Florianópolis 03.04.1998 Pedra Da Fraternidade - 3149 Itapoá 04.04.1974 Hermann Blumenau - 1896 Blumenau 12.04.1973 Plácido O De Oliveira 2385 Rio do Sul 19.04.1996 Universo Da Arte Real - 2947 Penha 23.04.2012 Ética E Justiça Florianópolis 24.04.1995 Estrela Da Harmonia -2868 Criciúma 25.04.2003 Laelia Purpurata - 3496 Camboriú 28.04.2003 Harmonia E Fraternidade -3490 Florianópolis Consistorio dos Príncipes do Real Segredo Xaver Arp Drolshagen – Administração 2016 A Sessão do dia 09.04.2016 terá a seguinte ordem do dia: - Posse da Administração 2016 - Iniciação Grau 31 - Síntese do Grau 31 proferida pelo Irmão Geraldo Morgado Fagundes - -Temas para trabalho de Grau Após a Sessão realizaremos almoço na CW Espaço Gourmet. Segue em anexo, arquivo contendo o Programa de Trabalho do Consistório para o ano de 2016, sendo que serão realizadas mais 4 Sessões e 2 Investiduras, conforme calendário de atividades e solicitação dos Trabalhos dos Graus 31 e 32. Conto com a participação do Irmão para a Sessão do dia 09.04.2016. Fraternalmente Adairso Laerte Nienkoetter Presidente do Consistório dos Príncipes do Real Segredo Xaver Arp Drolhshagen.
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 18/23 Estamos a OITO dias do Encontro [AMEM-BRASIL] IX Encontro Presencial AMEM Estimados IIr.’.AMEM, do Estado e do Interior de São Paulo, e outros Estados Informações sobre Hospedagem: O Hotel Leque, impossibilitado devido eventos concomitantes e reservas lotadas. Hospedagem: Mercure São Paulo Central Towers - Rua Maestro Cardim, nº 407 – Paraíso - São Paulo – SP Situado a três quadras da GLESP o mapa fala que é uma caminhada de 9 minutos e 650 metros... IDA E VOLTA IGUAL Com relação à hospedagem, caso haja interesse, basta entrar em contato com a Ana Silva pelo e-mail: h3626-re@accor.com.br ou Tel : +55(11) 2853-7000 Fax: +55(11) 2853-7090 Identifique-se como associado – AMEM/ IXº Encontro Presencial Tarifa Promocional – R$219,00 + 5%, com café da manhã Ajudem-nos na organização do Evento Confirmem presença antecipadamente em nosso email. roberttinetto@uol.com.br
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 19/23 Tema : A Ética Médica e a Política Data 09/Abril/2016 09:00hs às 09:30hs: Recepção Atividades/Associados 09:30 às 11:30 – Reunião Administrativa – AMEM -Análise e Aprovação de Alterações Estatutárias (Edital 09/03/2016) Local: Templo 02 – Predo Novo GLESP 11:30 às 13:00: Almoço de Confraternização. Restaurante Pedra Bruta - GLESP (por adesão) 13:00hs às 14:30 hs: Mesa de Debates Tema: “A Ética Médica e a Política” – Dr Carlos Vital Tavares Correa Lima Presidente do CFM – Conselho Federal de Medicina Local: Salão Nobre – GLESP – Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo 14:30 às 14:45 – Coffe Breack 15:00 às 16:00 – Discussão GLESP – Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo Rua São Joaquim, nº138 - Liberdade, São Paulo - SP, 01508-000 Traje: Esporte simples Data: 09/Abril/2016 Aviso importante: Não mostre aos outros o endereço eletrônico dos seus amigos. Um endereço eletrônico é particular. Use a caixa "Cco" ou "Bcc" (cópia oculta) e retire os endereços dos amigos antes de reenviar o que seja. A união nos fortalece e engrandece
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 20/23 Stonehegen (Inglaterra) Expedição Maçônica em 20.11.2011 – Foto registrada por JB News naquela manhã fria e cinzenta de novembro.
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 21/23
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 22/23 Os vídeos são pesquisados ou repassados, em sua maioria, por irmãos colaboradores do JB News. 1 – -A Clássicos de la cubana: https://m.youtube.com/watch?v=c3_e_LrvEOk 2 – Aida apresentação realizada na Arena de Verona: https://www.youtube.com/embed/wA4luvqWJLM 3 – Os maiores mistérios da história .O que a ciência ainda não consegue explicar, apesar de toda sua tecnologia extremamente avançada. https://www.youtube.com/watch?v=hNfX8lnhwy4 4 – Cenas do filme "La Violetera" (1958) - atores principais: Raf Vallone e Sara (ou Sarita) Montiel. Na Madrid do início do Século XX, Soledad (Sara Montiel) vende violetas no lado de fora do principal teatro da cidade. Jovem, bonita e sonhadora, ela canta para distrair seus fregueses. Até que um dia, sua voz encantadora chama a atenção de um jovem e rico aristocrata, chamado Fernando (Raf Vallone). Desse encontro, após muitas tentativas e sofrimento, ela se transforma em um grande sucesso mundial. E em meio a tribulações e preocupações, acontece o amor entre os dois. Música, alegria e emoção em um filme inesquecível, responsável pelo grande sucesso de Sarita Montiel. Proibido para menores de 50 anos. Sonhar com o passado é uma forma de tornar a vivê-lo em toda a sua plenitude e beleza. http://www.youtube.com/watch_popup?v=N-seBziMAvk 5 – Impressionante como não se chocam... https://www.youtube.com/embed/88UVJpQGi88 6 - Click no cão - espetacular!!! 7 – Filme do dia: (Almirante) – filme russo legendado com Konstantin Khabenskiy ... Almirante Kolchak e Elizaveta Boyarskaya ... Anna https://www.youtube.com/watch?v=pQa8RURQmAM
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.009 – Florianópolis (SC) – sábado, 2 de abril de 2016 Pág. 23/23 Irmão Adilson Zotovici, Loja Chequer Nassif-169 de São Bernardo do Campo – GLESP Escreve aos sábados neste espaço. adilsonzotovici@gmail.com SESSÃO... Em marcha silente adentrando Com corações livres, aos pares, Mentes e corpos se aprumando Ocupando próprios lugares Abóboda iluminando Firmes colunas, singulares, Sente-se pois, calma, pairando, Forte egrégora, tão bons ares Das luzes se vê clareando Com sabedoria os altares A força, a beleza...exultando Ao Grande Arquiteto rogando Com as tradições seculares São livres pedreiros obrando...!

×