O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Jb news informativo nr. 2032

21 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jb news informativo nr. 2032

  1. 1. Nesta edição: Pesquisas – Arquivos e artigos próprios e de colaboradores e da Internet – Blogs - http:pt.wikipedia.org - Imagens: próprias, de colaboradores e www.google.com.br Os artigos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião deste informativo, sendo plena a responsabilidade de seus autores. Saudações, Prezado Irmão! Índice do JB News nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Bloco 1 – Almanaque Bloco 2 – IrJuarez Castro de Oliveira (Foco & Ação) - Honestidade Bloco 3 – IrSérgio Quirino Guimarães – Conjugação dos Ternários Bloco 4 - IrValdemar Sansão – Instituições ou Ordens Paramaçônicas Bloco 5 - IrJosé Maurício Guimarães – Cargos e Deveres numa Loja Bloco 6 - IrPedro Juk – Perguntas & Respostas – do Irmão Paulo Leonardo Ferri (Cascavel – PR) Bloco 7 - Destaques JB:
  2. 2. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 2/30 RESENHA Livro: “Diálogos entre o Esquadro e o Compasso” Autor: Walter Celso de Lima Editora: Londrina: A Trolha, 2015 232 páginas ISBN 978-85-7252-341-7 Trata-se de 12 ensaios, escritos em 2014, sobre instrução, cultura e história da Maçonaria. Os temas são bastante diversos, estanques e demarcados: há ensaios sobre rituais – a razão de sua existência e suas origens; sobre autoridade e liderança; sobre mérito, merecimento e virtude; sobre caridade – caridade não religiosa, caridade cristã, judaica, islâmica e caridade maçônica. Contém ensaios sobre símbolos: águia bicéfala – no mundo leigo e na Maçonaria; o bom pastor – símbolo religioso e não religioso maçônico; rosa-cruz; Kadosh – sentido religioso (a santidade) e sentido maçônico não religioso (virtuosidade). Há um ensaio sobre O Corão e cultura islâmica; outro sobre a mais antiga Loja de Pesquisas maçônicas no mundo, Loja na qual o Autor é afiliado. O título: “Diálogos entre o Esquadro e o Compasso” tem um importante significado simbólico. Todos os ensaios são ilustrados e têm a apresentação de referências bibliográficas onde o leitor pode se aprofundar no tema. Esse é o quinto livro publicado pelo Autor sobre filosofia, história e cultura maçônica - https://www.trolha.com.br 1 – ALMANAQUE Hoje é o 116º dia do Calendário Gregoriano do ano de 2016– (Lua Cheia) Faltam 250 dias para terminar este ano bissexto Dia do Contabilista; dia da Revolução dos Cravos em Portugal e da Libertação da Itália; Dia Nacional do Rito Brasileiro e dia da Organização das Nações Unidas. Se o Irmão não deseja receber mais o informativo ou alterou o seu endereço eletrônico, POR FAVOR, comunique-nos pelo mesmo e-mail que recebeu a presente mensagem, para evitar atropelos em nossas remesssas diárias. Obrigado. Colabore conosco para evitar problemas na emissão de nossas mala direta diária. LIVROS
  3. 3. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 3/30 Martin Waldseemuller Batalha de Gibraltar (25.04.1607) Batalha de Almansa (25.04.1707) (1475-1520) - Detalhe do mapa de 1507 contendo o nome "América" pela primeira vez.  404 a.C. — Atenas se rende a Esparta pondo fim à Guerra do Peloponeso (431-404 a.C.)  387 — Santo Agostinho, recebe o batismo das mãos de Ambrósio, Bispo de Milão (340-397)  799 — Papa Leão III é atacado enquanto se dirigia a cavalo de Latrão para San Lorenzo in Lucina para presidir a uma procissão.  1185 — Batalha de Dan-no-ura: Maior batalha naval da Guerra de Genpei, no Japão, onde a frota do clã Genzi, comandada por Minamoto no Yoshitsune (1159-1189), derrota a frota do clã Taira.  1185 — Minamoto no Yoritomo (1147-1199), meio-irmão de Minamoto no Yoshitsune (1159-1189), torna-se o 1º shogun do Japão  1234 — Luís IX, Rei da França é considerado maior de idade.  1241 — Orăştie e Cenad, cidades da Romênia são destruídas durante invasão mongol.  1449 — Final do Concílio de Basileia-Ferrara-Florença iniciado em Basileia em 25 de julho de 1431.  1507 — Martin Waldseemüller publica o mapa do mundo nomeando as terras do hemisfério oeste de América, em homenagem ao exploradorAmérico Vespúcio.  1512 — Selim I, assumiu o trono do Império Otomano derrubando seu pai Bayezid II, que morreu pouco depois.  1541 — Violenta tempestade seguida de inundação assola a cidade de Liège, na Bélgica  1591 — Marroquinos tomam a cidade de Timbuktu, no Mali  1604 — O exército do Conde Maurício de Nassau desembarca na Ilha de Cadzand.  1607 — Batalha de Gibraltar, episódio da Guerra dos Oitenta Anos, onde a frota holandesa destrói a armada espanhola.  1626 — Batalha sobre a Ponte de Dessau: forças imperiais católicas lideradas por Albrecht von Wallenstein derrotam as forças protestantes comandadas por Ernst, Conde de Mansfeld.  1707 — Batalha de Almansa: defensores do Burbons, sob o comando do Duque de Berwick, derrotam seguidores dos Habsburgos, sob a liderança do Conde de Galway, para assegurar o trono da Espanha.  1719 — É publicado o romance Robinson Crusoe de Daniel Defoe.  1779 — Primeira apresentação da Ópera "O Amante Inconstante" (Der flatterhafte Liebhaber) de Joseph Haydn em Palácio de Esterház, Hungria  1781 — Batalha de Hobkirk’s Hill: Também conhecida como a Segunda Batalha de Camden, o general Nathanael Greene (1742-1786), envolve-se com as forças britânicas em Hobkirk’s Hill, Carolina do Sul, e é forçado a bater em retirada.  1792 — "La Marseillaise" (hino nacional francês) é composta por Claude Joseph Rouget de Lisle.  1792 — Primeiro condenado à guilhotina na França  1816 — O poeta britânico Lord Byron deixa a Inglaterra com destino à Suíça com a intenção de nunca mais voltar. A indignação pública sobre o divórcio de sua esposa é só uma das razões.  1848 — O naturalista inglês Alfred Russel Wallace viaja para a Amazônia (partindo da Inglaterra). Chega aqui em 26 de maio de 1848 junto comHenry Bates.  1850 — Paul Julius Reuter usa 40 pombos-correio para alavancar o preço do mercado de ações. Em 1851 o correio através de pombos foi substituído por uma conexão telegráfica.  1859 — Início da construção do Canal do Suez. Eventos históricos - (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki) Aprofunde seu conhecimento clicando nas palavras sublinhadas
  4. 4. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 4/30  1861 — Batalha de Lavaca: a cidade de Port Lavaca é invadida por tropas da União, durante a guerra de ocupação do Texas.  1862 — As tropas de David Farragut ocupam Nova Orleans, Louisiana, episódio da Guerra Civil Americana.  1881 — 250 000 pessoas assinam uma petição para impedir que judeus estrangeiros entrem na Alemanha.  1886 — Sigmund Freud abre o seu primeiro consultório, em Viena, na Áustria.  1926 — Estreia a ópera Turandot, de Giacomo Puccini no Teatro La Scala.  1945 — Segunda Guerra Mundial  Os exércitos americano e soviético encontram-se nas margens do Rio Elba.  Uma insurreição geral pelo movimento de resistência italiano termina a ocupação alemã de Itália.  Primeira conferência preparatória para a fundação da ONU em San Francisco, com a representação de 50 nações.  1953 — Francis Crick e James Watson publicaram na revista Nature um artigo no qual anunciaram ter descoberto a estrutura do ADN.  1956 — Fundação da USIMINAS, grande siderúrgica brasileira localizada em Ipatinga.  1959 — É aberta a navegação do canal de São Lourenço, que une os Grandes Lagos com o Atlântico.  1969 — Entra em vigor o chamado Tratado de Tlatelolco, que proíbe as armas nucleares na América Latina.  1971 — É proclamada a República Popular do Bangladesh.  1974 — A Revolução dos Cravos derruba a ditadura Salazarista comandada na altura por Marcelo Caetano, abrindo assim as portas à democracia em Portugal.  1982 — Acordos de Camp David: Israel devolve ao Egito o controle da península de Sinai após 15 anos de ocupação.  1986 — Um encontro, em Damasco, entre Hafez el Assad e Yasser Arafat ratifica a reconciliação entre a Síria e a OLP.  1989 — A URSS inicia a retirada parcial de suas forças na Hungria.  1990  Violeta Chamorro é empossada como nova presidente da Nicarágua, derrotando o anterior presidente Daniel Ortega e tornou-se a primeira mulher a ocupar o cargo.  Os astronautas da Discovery colocam em órbita o telescópio Hubble.  1996 — Os 34 países da Organização dos Estados Americanos (OEA) declaram guerra total contra o terrorismo e aprovam um plano de ação para combatê-lo.  2001 — O ex-presidente filipino Joseph Estrada é detido em sua casa, três meses depois de abandonar o cargo, acusado de roubar dinheiro público.  2015 — Na Guatemala, milhares vão às ruas exigir a renúncia do presidente da República, Otto Pérez Molina, e de sua vice, Roxana Baldetti, sob denúncias de desvios de US$ 130 milhões. 1838 Nasce, na cidade de Desterro, José Marques Guimarães. Ingressou na Marinha, onde alcançou o almirantado. Foi Chefe do Estado Maior da Armada.. No ano de 1890 governou o Estado do Paraná. 1861 Lei nº 509, desta data, criou a freguesia de São Pedro Apóstolo, hoje cidade de Gaspar. 1884 Lei nº 1.76, desta data, criou o município de Camboriú, desmembrado de Porto Belo. 1894 Fuzilamento sumário dos federalistas de Santa Catarina, presos da fortaleza de Anhatomirim. Entre eles achava-se o marechal Manoel de Almeida da Gama Lobo Coelho D’Eça, o Barão de Batovi, militar catarinense que participou da Guerra do Paraguai e presidiu a província de Mato Grosso. Fatos históricos de santa Catarina
  5. 5. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 5/30 1914 Dia Nacional do Rito Brasileiro – O Rito Brasileiro foi introduzido oficialmente pelo Grande Oriente do Brasil em 1914, quando era Grão-Mestre Lauro Sodré. Teve curta duração inicial, ficando sem uso até meados da década de 1940. De 1940 até a década de 1960, houve várias tentativas de reerguer o Rito, porém sem sucesso. Somente em 1968, sendo Grão-Mestre o professor Álvaro Palmeira, este Rito foi regularizado, sendo praticado por várias Lojas até aos dias atuais. Adota a legenda Urbi et Orbi (até então usada privativamente pela Igreja Romana), que significa sua atuação nacional e internacional. Tal como o Rito Escocês Antigo e Aceito, adota o sistema de 33 graus em seus ensinamentos, com três graus simbólicos e trinta graus filosóficos, mas com a diferença de que seus graus ditos filosóficos estudam temas atuais e relevantes. 1969 A aula inaugural do Colégio Maçônico de Brasília foi ministrada pela presidente do Conselho de Educação do Distrito Federal, no dia 25 de abril de 1969, com a presença de alunos, funcionários, professores, autoridades educacionais e maçônicas. 1974 Em Portugal alguns meses depois do 25 de Abril de 1974, a 7 de Novembro, é publicado o Decreto- Lei n.º 594/74 que revoga expressamente a Lei n.º 1901, de 21 de Maio de 1935, legalizando as sociedades secretas. Os bens confiscados durante a Ditadura foram devolvidos às sociedades então extintas 1995 Fundação da Loja “Estrela da Harmonia” nr. 2868 de Criciúma, que trabalha no REAA (GOB/SC). Fatos maçônicos do dia (Fontes: “O Livro dos Dias” do Ir João Guilherme - 20ª edição e arquivo pessoal)
  6. 6. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 6/30 O Irmão Juarez de Oliveira Castro escreve às segundas-feiras (48) 9983-1654 (Claro) - (48) 9801-9025 (TIM) juacastr@gmail.com – http://www.alferes20.net Honestidade Parece que para estudarmos um pouco sobre a honestidade precisamos partir de uma frase muito importante dita pelo Mestre dos Mestres, Jesus Cristo: “Amai aos outros como a vós mesmos”. Estou convicto que nesta frase está contida a verdadeira honestidade. Para eu amar o meu próximo preciso de honestidade, que é dignidade e honra, porque primeiro eu tenho que me amar. Jamais eu vou me amar falsamente. Jamais eu vou ter contradições de pensamentos, palavras ou ações comigo mesmo. Meus pensamentos serão limpos. Para honrar conscientemente as verdades temos a necessidade da virtude da honestidade que devemos cultivá- la constantemente, manifestando nas ações coerentes de nossas intenções, honrando aquilo que dizemos e pensamos, com a responsabilidade de assumir as consequências. Gosto como disse Montana Krishnarabi de que “a honestidade é a expressão viva da verdade, e todos aqueles que buscam construir relações duradouras e evolutivas, devem concentrar-se em vivenciar esta atitude sincera de honrar a verdade”. Sempre falamos que o “Maçom deve ter e manter elevada Moral, tanto na vida privada como na social, impondo-se pelo respeito, procedimento impecável e realizando sempre o Bem. É pelo valor moral que podemos cumprir sempre nossos deveres como elementos da Sociedade Humana e, particularmente, como membros da Sociedade Maçônica”, disse Antônio Geraldo Stéfano. Estamos persuadidos que ser honesto significa ser sincero, verdadeiro e sem falsidade o tempo todo, isto é, nos amando o tempo todo, no sentido de sermos sinceros conosco, para amar o próximo. E isto não está dentro dos preceitos ditados pela Maçonaria do fazer o bem da Humanidade? Dos preceitos da base da Maçonaria de sermos fraternos? Lembro-me o que foi dito que a Maçonaria quer que sejamos inteiramente consagrados à Humanidade e devotamento do cidadão, e que pelo nosso trabalho honesto nos tornarmos independentes pela fortuna, não nos esqueçamos de que, a par de Deus e da Maçonaria, devemos ter contínua assistência aos infelizes. Não nos deixemos que a célebre frase do famoso Rui Barbosa “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”, nos desanime do caminho da verdade e de amar a nós mesmos e ao próximo. Estejamos, pois, convictos de que “A honestidade gera no ser humano a satisfação plena de existir e de ser útil aos outros. Promove maior contemplação ao ato de dar do que ao de receber. A honestidade revela o ser humano com semelhança ao seu criador”, disse José Ribeiro de Oliveira. 2 – Opinião - Honestidade Juarez de Oliveira Castro
  7. 7. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 7/30 Ano 10 - artigo 17 - número sequencial 562 - 24 abril 2016 Saudações, estimado Irmão! CONJUGAÇÃO DOS TERNÁRIOS A exaltação do número três e todas as referências ternárias que propõem os estudos maçônicos são partes integrantes de nossa lida diária. Passado/Presente/Futuro; Sabedoria/Força/Beleza; Aprendiz/Companheiro/Mestre; Fogo/Chama/Calor; Salomão/Hiram/H. Abiff, assim como os três pontos, os ângulos do Delta, as Luzes da Loja etc. Cada referência traz em si uma simbologia e uma determinada instrução, além de servir de “Fio de Ariadne” para nossa conduta. Porém, é necessário ter perspicácia para ir além. O TODO É SEMPRE MAIS QUE A SOMATÓRIA DAS PARTES. A isto chamamos de CONJUGAÇÃO. Não aquela da gramática em que se conjugam pessoa, tempo e modo de um verbo, mas, seu sinônimo: JUNÇÃO/LIGAÇÃO. Aprendiz: primeiro Grau da Maçonaria, aquele que aprende, Companheiro: segundo Grau da Maçonaria, aquele que acompanha, Mestre: terceiro Grau da Maçonaria, aquele que ensina. Talvez seja este o primeiro ternário que tivemos contato na Maçonaria. Simples e objetivo. Infelizmente, fazemos sua conjugação observando, comumente, apenas a hierarquia dos graus. A correta CONJUGAÇÃO DO TERNÁRIO dos Graus Simbólicos se dá pela consciência e 3 – Conjugação dos Ternários Sérgio Quirino Guimarães
  8. 8. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 8/30 aplicação da essência dos graus que se teve contato. Não é SER Aprendiz Maçom, é estar em APRENDIZADO. “Aprendizagem é o processo pelo qual as competências, habilidades, conhecimentos, comportamento ou valores são adquiridos ou modificados como resultado de estudo, experiência, formação, raciocínio e observação.” Indiferente de estarmos assentados na Coluna do Norte, do Sul, no Oriente ou no Altar. Não basta SER Companheiro Maçom. É preciso se dispor a ACOMPANHAR, caminhar juntos, lutar pelo mesmo ideal. A lealdade está em COMPARTILHAR as vibrações de uma Loja Maçônica. Mestre Maçom não é o Irmão do Avental Azul/Vermelho ou aquele que está ali para assumir cargos. A maestria se concretiza pelo ZELO e pela procura do aperfeiçoar-se. A plenitude maçônica só se efetiva pela consubstanciação dos valores dos graus já alcançados. Sabemos que o número 3 é o resultado da somatória da Unidade (1) com a Dualidade (2), portanto a conjugação do MM, nada mais é do que constantemente APRENDER e COMPARTILHAR. Este artigo foi inspirado no livro “CURSO DE MAÇONARIA SIMBÓLICA” Aprendiz (I Tomo) do Irmão Theobaldo Varoli Filho, que na página 282, ensina: “Chama-se conjugação dos ternários a uma sistemática de coordenação de símbolos, alegorias, “jóias” e funções, em torno do triângulo e do número três.” Neste décimo ano de compartilhamento de instruções maçônicas, mantemos a intenção primaz de fomentar os Irmãos a desenvolverem o tema tratado e apresentarem Prancha de Arquitetura, enriquecendo o Quarto-de-Hora-de-Estudo das Lojas. Precisamos incentivar os Obreiros da Arte Real ao salutar hábito da leitura como ferramenta de enlevo cultural, moral, ético e de formação maçônica. Fraternalmente Quirino Sérgio Quirino - ARLS Presidente Roosevelt 025 - GLMMG Contato: 0 xx 31 8853-2969 / quirino@roosevelt.org.br Facebook: (exclusivamente assuntos maçônicos) Sergio Quirino Guimaraes Guimaraes Os artigos publicados refletem a opinião do autor exclusivamente como um Irmão Maçom. Os conteúdos expostos não reproduzem necessariamente a ideia ou posição de nenhum grupo, cargo ou entidade maçônica.
  9. 9. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 9/30 MENSAGEM DO DIA – INSTITUIÇÕES OU ORDENS PARAMAÇÔNICAS Valdemar Sansão Dia 22 de abril INSTITUIÇÕES OU ORDENS PARAMAÇÔNICAS Buscando congregar a Família Maçônica em torno de atividades de nossas Lojas. Eastern Star (Ordem da Estrela do Oriente) - É uma organização paramaçônica fundada nos Estados Unidos, em 1850, e com cerca de 1,2 milhões de membros em diversos países do mundo a Ordem da Estrela do Oriente é uma organização para-maçônica, fraternal, de homens maçons e mulheres de bons princípios e com valores espirituais. Não é uma religião, nem tampouco uma sociedade feminista. Tem entre, os seus propósitos ressaltar valores morais, edificar o caráter, educar, fazer caridade, servir ao próximo e dar suporte à Ordem das Meninas do Arco-Íris, preparando as garotas para uma vida de liderança dentro dos valores seguidos pelas duas ordens. Para ser uma Estrela do Oriente, é preciso ter relação de parentesco com um maçom regular e ter no mínimo 18 anos de idade. Os principais requisitos são: acreditar em um Ser supremo, ser pessoa de boa conduta moral e ter bom relacionamento de amizade, fidelidade e irmandade. As reuniões são feitas em templos maçônicos ou salas capitulares. Para formar um Capítulo, que deve ser patrocinado por uma ou mais lojas maçônicas, são necessários 18 membros, sendo 16 senhoras e dois mestres maçons. Um dos grandes propósitos das Estrelas do Oriente é dar suporte à Ordem Rainbow Girls (Meninas do Arco-Íris), preparando-as para uma vida de liderança dentro dos valores das Estrelas do Oriente. Para se formar um Capítulo são necessários, além do patrocínio de uma Loja Maçônica, 18 membros, sendo 16 senhoras e 2 Mestres Maçons. Rainbow Girls (Meninas do Arco- Íris) – A Ordem Internacional do Arco-Íris é uma organização constituída por moças com idade entre 11 e 20 anos. Foi fundada nos Estados Unidos em 1922. Com filosofia atualizada, na qual as sete cores do arco-íris são representadas pelas sete estações e cada uma ensina uma lição, enfatizando o amor ao lar e à família, a autoestima, a liderança efetiva e dignidade de caráter, a participação ativa em uma igreja de sua escolha, o patriotismo e o amor pelo País, o relacionamento e cooperação com seus semelhantes e os serviços em prol da humanidade. As jovens é que presidem as suas reuniões, sob a assistência das “Preceptoras Mães” e o patrocínio de uma Loja Maçônica. 4 – Instituições ou Ordens Paramaçônicas Valdemar Sansão
  10. 10. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 10/30 De Molay – Jacques De MOLAY – Personagem histórico famoso, merecedor de honras e homenagens, Jacques DeMolay foi o último Grão-Mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários. Ordem militar religiosa, fundada em 1118, cujos membros se distinguiram na Palestina. Filho da nobreza ingressou ainda adolescente na Ordem, onde foi forjado nos moldes da Cavalaria. Sucedeu, como Grão-Mestre, a Tibaldo Gaudin, em 1293. Comandou uma das maiores forças militares da cristandade, um exército de 15.000 homens. Quando voltou da Palestina, após as perdas definitivas das possessões da cristandade no Oriente, sem uma função definida, pois eles não tinham mais peregrinos para proteger. Jerusalém não era mais que um sonho do passado. Estes soldados, mistura de monges e guerreiros, foram responsabilizados pela derrota. A aristocracia e as realezas não poderiam admitir que tivessem errado. Tinham de responsabilizar alguém. As perguntas que se fazia era “por que Deus estava com os infiéis? Por que Deus havia abandonado a Ordem? Como Deus poderia permitir que o local de nascimento e da morte de Cristo ficasse em poder dos muçulmanos? Como houvessem adquirido em França grandes riquezas, Felipe o Belo, desejoso de se apoderar delas, instarou-lhes um processo iníquo.. A ambição, do rei da França, Felipe, o Belo, propôs ao papa que as Ordens dos Templários e dos Hospitalários se unissem numa só. Insinuou que ele mesmo poderia ser o Grão-Mestre da nova ordem. De Molay, disse simplesmente: ”Não”. Ele não aceitou Felipe como Grão-Mestre, nem outro preposto seu. Neste momento a aliança e a amizade entre o rei e a Ordem se abalaram. Em outubro de 1307, Filipe, que na véspera beijou De Molay com respeito, no dia seguinte mandou prender todos os Templários da França sob a acusação de heresia. Era uma 6ª-feira 13, o dia em que De Molay aceitou a ideia. De Molay foi encarcerado nas salas baixas da grande torre do palácio do Templo. O detalhe de crueldade é que, foi De Molay quem mandou reformar a Torre do Templo, agora transformada em cárcere. Durante anos em que ficou encarcerado, De Molay foi continuamente torturado. Permaneceu 7 anos neste cárcere. A “confissão”, que se entregavam à magia, à feitiçaria e ao culto do diabo. O desespero havia tomado conta da sua alma. E De Molay “confessou” após 7 anos de terríveis torturas, aplicadas a um ancião que nunca mais tinha visto ninguém, a não ser os carcereiros e os inquisidores. O rei avocou para si a decisão da sentença: “Jacques de Molay e Godofredo de Charnay serão queimados esta noite na ilha dos judeus”.
  11. 11. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 11/30 Já envolto em chamas, num momento em que ninguém mais esperava que ele estivesse vivo, o Grão-Mestre sentenciou a sua maldição: “Papa Clemente... Cavaleiro Guilherme de Nogaret (seu inquisidor)... Rei Filipe: antes de um ano eu vos intimo a comparecer diante de um tribunal de Deus, para ali receberdes o justo castigo. Malditos! Malditos! Todos malditos até a décima geração de vossas raças”. Além da coragem e da força do velho Grão-Mestre, outro fato importante foi que todas as suas maldições se cumpriram. Todos morreram em menos de um ano. Primeiro o papa Clemente, depois Filipe, e finalmente Nogaret. A Ordem De Molay - foi fundada nos Estados Unidos em 1919, congrega rapazes com idade entre 13 e 21 anos, tem por principal objetivo a preparação dos jovens para se tornarem melhores cidadãos e líderes para um futuro próximo, através do desenvolvimento da personalidade, enfatizando as virtudes do amor filial, companheirismo, reverências às coisas sagradas, patriotismo, educação, pureza e fidelidade. A Ordem DeMolay é independente de qualquer Obediência Maçônica, contudo todo Capítulo tem que ter um patrocínio e apoio maçônico, para que seus trabalhos sejam regulares. Tal patrocínio também deve ser originário de uma Obediência regular. No Brasil, tanto as Grandes Lojas quanto o Grande Oriente do Brasil e Grandes Orientes Estaduais patrocinam Capítulos, todos ligados ao Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil. Adoção de Lowtons ou Batismo maçônico - Os Lowtons são filhos ou netos de maçons que na idade de 7 a 17 anos, são adotados por uma Loja Maçônica através de uma cerimônia, que contrai com eles a obrigação de servir-lhes de tutor e Guia na vida social. Pelo que entendemos devem ser organizados eventos para que eles possam ter uma participação mais efetiva, como por exemplo: encontros culturais, passeios e colóquios, olimpíadas, etc. Lembremos que Lowton não é Maçom e que para se tornar um, deverá dar atendimento a todas as exigências legais. Atendendo ao empenho sagrado das Lojas não devem conceder esta adoção, senão com Prudência, para que encontrem um protetor em cada Maçom. Que a adoção maçônica lhes abra o caminho da virtude e da felicidade. Que assim seja!
  12. 12. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 12/30 IrJosé Maurício Guimarães Venerável Mestre e fundador da Loja Maçônica de Pesquisas “Quatuor Coronati” Pedro Campos de Miranda jurisdicionada à Grande Loja Maçônica de Minas Gerais. Exerço o livre pensamento e a busca constante da Verdade, pois não tenho compromisso com o erro. CARGOS E DEVERES NUMA LOJA O primeiro dever dos dirigentes de uma Loja Maçônica é o planejamento. A curto prazo, o planejamento consiste na simples e criteriosa elaboração da Ordem do Dia. A diretoria deve, através do Venerável e com antecedência, estabelecer os pontos de interesse da Oficina que serão 5 – Cargos e Deveres numa Loja José Maurício Guimarães
  13. 13. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 13/30 apreciados na reunião. Ninguém deve ser pego de surpresa, com as calças na mão e de repende levando, goela abaixo, uma enxurrada de assuntos dignos de acentuada reflexão. A médio e longo prazo, o planejamento é composto da definição dos objetivos da loja: (1) para que estamos aqui? (2) em que ponto estamos? (3) para onde vamos? (4) que estratégias usar? (5) quem cuidará de que? (6) metas de crescimento coletivo e/ou desenvolvimento pessoal (7) auxílio aos irmãos que, por acaso, tenham dificuldades para acompanhar o processo de concretização dos objetivos da Oficina. Estes sete pontos perfeitos, aplicáveis ao justo progresso de quaisquer empreendimentos, pressupõe pessoas incumbidas de um ofício e entusiasticamente envolvidas na ocupação que, de livre e espontânea vontade, aceitaram. A ocupação de cargos pressupõe certo grau de habilidade e a aceitação dos riscos e dificuldades que envolvam tais encargos. Só a partir disso configura-se a transcendência daquilo que chamamos "missão". Por isso, os que possuem esse grau de habilidade são chamados Oficiais. Tradicionalmente, em todos os países, a estrutura dos cargos oficiais em Loja é a mesma e seus nomes derivam do idioma e do sistema parlamentar. São os seguintes os principais cargos dessa dinâmica oficial e cujos títulos coloco, inicialmente em inglês, a exemplo das Lojas criadoras dos rituais. Em francês não é muito diferente: Worshipful Master é o mesmo que Venerável Mestre [le vénérable, em francês], cargo existente e obrigatório em todos os tipos de Loja - sejam simbólicas, especiais, de estudo, de pesquisas, autorizadas, ocasionais ou outras. Além do Venerável Mestre, temos os dois Vigilantes (Wardens em inglês e Surveillants em francês). O caráter obrigatório da existência desses cargos segue o Landmark X, "o Governo da Fraternidade, quando congregada em Loja é exercido por um Venerável e dois Vigilantes. Qualquer reunião de Maçons congregados sob qualquer outra direção, como, por exemplo, um presidente e dois vice- presidentes, não seria reconhecida como Loja." Worshipful significa, para os ingleses, digno, honrado e respeitável. Vénérable é o mesmo que digno de respeito, respeitável, venerando É assim que dever ser, ora essa... Os dois vigilantes (administradores ou supervisores, como indicam os nomes originais) dentre outras coisas, cuidam das instruções dos Aprendizes ou dos Companheiros, conforme o caso. São maçons adiantados e probos, encarregados da observância de certas condutas. São eles que mantêm a ordem no local de trabalho, sendo credenciados a "ensinar" aos neófitos. Portanto é de se esperar que os candidatos a Primeiro e Segundo Vigilantes sejam experts nas Instruções respectivas de cada um desses Graus. Não basta saber "bater o malhete" e aspirar, no futuro, o Trono de Salomão. Vejam bem a quantas andaram e desandam nossas traduções e tradições! Muitos dos tradutores dos antigos rituais não conheciam a filologia nem a linguística, nem a morfologia do inglês ou do francês dos Séculos XVII e XVIII. Resultado: caíram nos falsos cognatos: Assim, "latir" espanhol gera o falso cognato latir - voz do cachorro - enquanto significa bater, pulsar; apellido é sobrenome; exquisita e deliciosa; data em inglês significa dados, informações; injury, significa ferimento... Como se não bastasse, durante as Sessões os papeis muitas vezes se invertem e aparece alguém ensinando onde não deve, falando na hora errada e distorcendo o que deveria ser justo e perfeito. O Marshal, Conductor ou Master of Ceremonies, [maître des cérémonies] é o Mestre de Cerimônias. Aqui a tradução está correta. Dele é o dever de conduzir os rituais, é o Diretor Ritualístico da Loja. Se a Oficina trabalha com ordem e perfeição, se os rituais são feitos com correção e sem atropelos, o mérito é do Conductor Mestre de Cerimônias. Nesse particular, aconselho os Mestre de Cerimônias a não aceitarem ingerências em suas funções, tampouco palpites e estalidos de dedos da plateia. Principalmente nos rituais de Iniciação aparecem esses "ilustres" (perfeitamente dispensáveis) cuja única função é desmerecer a capacidade de os Obreiros da Loja acertarem o ritual por si só.
  14. 14. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 14/30 O Chaplain é o Capelão da Ordem, reminiscência da função desempenhada pelos capelães nas antigas Ordens de Cavalaria: capelania castrense, ordinariato militar e capelania militar com atribuições religiosas, judiciais e de aconselhamento. É o responsável pela Guarda da Lei (não confundir com "Livro da Lei"!), pelo exato cumprimento da Legislação Maçônica e dos Landmarks. É, digamos assim, o ministério público da Oficina, devendo, portanto, ser exímio conhecedor da Constituição e Regulamento da Potência a que pertença a Loja, de todas as leis e decretos, tornando-se responsável pelo trâmite processual da documentação inerente à regularidade da Loja. No Brasil, traduzimos o título a partir do françês "l'orateur" e "Chaplain" virou ORADOR. Pronto: alguns maçons que ocupam esse posto julgaram seu dever estribado na elaboração de entediantes discursos. Tornam-se tribunos sem toga e, muitas vezes, invadem a seara dos Vigilantes ou do Mestre de Cerimônias, chamando a si o direito de conduzir rituais e dar instruções. E dá-lhe discurso! Nesses casos, o ilustre Ruy Barbosa, maçom brilhante, jurista, diplomata, escritor, filólogo, e Orador de verdade, levantaria do túmulo, ostentando nas mãos sua obra Anistia Inversa - Casa De Teratologia Jurídica, e gritaria um BASTA! O tesoureiro é o Treasurer dos ingleses ou guardião dos tesouros da Ordem, conforme o uso dos antigos Templários e ordens de cavalaria. O tesoureiro é o guarda do tronco e responsável pelo justo andamento das finanças e economia da Oficina. O Tesoureiro torna-se o administrador do patrimônio da Loja. Lembro-me que, nos meus dias de Aprendiz, um instrutor ensinava que o tronco de solidariedade tinha seu nome devido aos Templários que escondiam seus tesouros e moedas sob grossos troncos das árvores na floresta de Ardennes! Uau!, acreditem se quiserem! pois "le tronc de bienfaisance" ou simplesmente tronc significa, no caso, esmola ou o cofre onde são depositadas as oferendas e esmolas. Vale lembrar que beneficência quer dizer filantropia e caridade; a isso se destina o tronco. O Secretary – secretário – é o chefe de gabinete do Venerável Mestre. Forma o principal elo de administração com o Tesoureiro e o Orador, cuidando para que a Oficina não se depare com problemas de ordem administrativa, legal e financeira. Dirigida por 3, composta por 5 e completada por 7, longe de interpretações exotéricas, o sucesso das Lojas está no planejamento democrático, discutido e avaliado com cada irmão, na elaboração criteriosa da Ordem do Dia. Os demais Oficiais não citados nesse artigo (Chanceler, Hospitaleiro, Diáconos, Expertos, Guarda e Cobridores, Mestres de Harmonia, de Banquetes, Arquiteto, Bibliotecário, Porta Espadas e Bandeira, etc.) atuam entre as engrenagens do Venerável, Vigilantes, Orador, Secretário e Mestre de Cerimônias. Ninguém pode (nem deve) monopolizar as sessões da Loja ou tornar-se alvo constante das atenções. Na Maçonaria buscamos uma Escola e não professores. Todos querem participar e muitos querem ser auxiliados em seu progresso na Maçonaria. A Oficina, como um todo, quer saber quais as metas de crescimento coletivo e pessoal, querem saber PARA QUE os Irmãos estão ali, em que ponto chegamos e para onde vamos. Era mais ou menos isso que os marinheiros perguntavam a Cristovam Colombo: - Maestro, dónde vamos?! ::::: Convido você para conhecer o meu site http://josemauricioguimaraes.com.br/index.html Sou contra o spam na rede e respeito a sua privacidade. Para garantir que todas as informações enviadas cheguem até você, escolha uma das três opções: 1) adicione o remetente jmauriciog@josemauricioguimaraes.com.br ao seu catálogo de contatos; 2) ou marque-o como confiável; 3) ou inscrever-se no meu site clicando aqui _ http://josemauricioguimaraes.com.br/participar.html
  15. 15. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 15/30 Este Bloco é produzido pelo Ir. Pedro Juk, todas as terças, quintas, sábados e domingos Loja Estrela de Morretes, 3159 - Morretes – PR Ingresso do mestre instalado Em 22/09/2015 o Respeitável Irmão Paulo Leonardo Ferri, atual Mestre de Cerimônias da Loja Filhos da Luz, 4.235, Rito Brasileiro, GOB-PR, Oriente de Cascavel, Estado do Paraná, solicita esclarecimento de procedimentos no que segue: paulo_ferri@hotmail.com Segundo o Ritual de Aprendiz-Maçom do Rito Brasileiro, no Item Ingresso no Tempo (pagina 89) temos duas divisões de entrada: “a” Dos Irmãos em Geral À hora fixada, o Templo deve estar totalmente iluminado, inclusive o A do Ven M, os AA dos 1 e 2 VVig e as mesas das demais Dignidades; todos devem estar revestidos de suas insígnias e convenientemente trajados. Antes do ingresso informal, ainda no átrio, o M de CCer fará uma exortação à paz e à harmonia dos trabalhos, tendo o cuidado de não ferir convicções religiosas. Então, o Mestr de CCer convocará os IIr a ingressarem no Templo, todos rompendo com qualquer pé, menos o Ven M, o Ex-Ven imediato, os VVig, o Orad, o Secr, o Tes, o Chanc e as autoridades com direito a recepção regulamentar, que devem formar um cortejo. Os IIr tendo a frente o Mestr de CCer, ingressam silenciosamente, pela porta, que estará totalmente aberta, os CCobr postados em pé, em suas respectivas posições, espada na vertical, cotovelo direito colado no corpo, braço em esquadria com o antebraço para frente. Ingressando, sem formalidades, rompendo com qualquer pé, cada Ir tomará o respectivo lugar, permanecendo em pé. Parados, assumem o Sinal de Ob. Após os Irmãos Aprendizes, Companheiros, Mestres que não ocupam cargos e os Visitantes entrarem no Templo e ocuparem diretamente seus lugares o Mestr de CCer comandará: -"Meus IIr todos Não esqueça: envie sua pergunta identificada pelo nome completo, Loja, Oriente, Rito e Potência. 6 – Perguntas & Respostas Pedro Juk
  16. 16. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 16/30 voltados para o Or em S de Ob", após os IIr se voltarem para o Or o Mestr de CCer retornará ao Átrio ou S dos PP PP e dará a entrada ao Cortejo das Dignidades. “b”- Do Cortejo. Após o ingresso dos IIr em geral, o Mestr de CCer retorna a S dos PP PP e organiza a formação do cortejo, assim: à frente, ao lado direito, adiantados a todos, o Mestr de CCer; depois, sempre em fila, dois a dois, o Tes (esq) e o Chanc (dir); o Orad (esq) e o Sec (dir); o 1 Vig (esq) e o 2 Vig (dir). A seguir vêm o Ex-Ven imediado (dir) e Ven M (esq, um pouco atrás do Ex-Ven), encerrando o cortejo. As autoridades maçônicas ingressam com o cortejo, tomando posição indicada pelo Ven M. O cortejo caminha em linha paralela, cada Ir tomando o respectivo lugar em loja sem circular, os VVig, contudo, antecedendo ao Ven M, acompanham até a Grade do Oriente, aguardando a passagem do Ven M. O Mestr de CCer acompanha o Ven até o A, antecedendo-o. Após a chegada do Ven a sua posição, os VVig e Mestr de CCer regressam, tomando os respectivos lugares. Durante o ingresso dos Irmãos e do cortejo das Dignidades, os IIr cantarão o Hino de Abertura, iniciado sob o comando do Mest de Harm." Dito isto, vem minha pergunta. Como ingressam os Mestres Instalados? Segundo o Rito Brasileiro. A pergunta surgiu, pois na ultima sessão nossa, sexta-feira dia 18/09/2015, no ingresso ao templo, fiz o primeiro cortejo convocando desde Aprendizes até Mestres, incluindo os Mestres Instalados, e, após a sessão, um Mestre Instalado veio me corrigir quanto a entrada dele como Mestre Instalado. Mostrei-o esse trecho, digitado acima, para tentarmos esclarecer essa situação. E o que ele me falou me intrigou mais ainda, o que ele me disse é que Mestre Instalado é Dignidade, e deve ter entrada junto com o segundo cortejo. Mas pensando como ele falou, o Ex-Ven imediato também é um Mestre Instalado e está muito claro pelo ritual que é o único que fica para o segundo cortejo, não é? Talvez a diferença pode ocorrer pois praticamos o Rito Brasileiro, e esse Mestre Instalado é originário do REAA. O que encontrei na internet em alguns sites, não muito confiáveis, todos diziam que Mestre Instalado não é Cargo, porém alguns diziam que são dignidades, alguns diziam que são autoridades, alguns os dois e outros nenhum dos dois. Gostaria, se possível o Ir possa esclarecer essa nossa dúvida e ainda mandar alguma bibliografia para complementar vossa resposta, visto que é um Ir muito dedicado a Ordem e especialista em Ritos. Considerações: Como já havia eu respondido de imediato, segue-se impreterivelmente o Ritual. Em lugar nenhum no mundo Mestre Instalado é Grau e nem Dignidade da Loja. Aliás, tradicionalmente nem mesmo o Tesoureiro e o Chanceler são Dignidades. Infelizmente no GOB de há muito tempo ainda existe esse equívoco, pois confundem cargos eletivos com Dignidades. As verdadeiras Dignidades da Loja são em número de cinco - as Luzes da Loja (Venerável e os Vigilantes) acrescidos do Orador e do Secretário. Devo esclarecer também que Mestre Instalado nunca foi originário do REAA. No GOB esse título distintivo foi enxertado em 1.968 à época do Grão-Mestre Irmão Moacir Arbex Dinamarco por provável pressão de Irmãos oriundos da Grande Loja em ingresso no GOB. À época o Irmão Nicola Aslan elaborou um ritual de instalação para o GOB.
  17. 17. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 17/30 Instalação, verdadeiramente existe apenas na vertente inglesa de Maçonaria, a despeito de que o REAA é de origem francesa e, na França, Instalação é simplesmente a posse do novo Venerável que, cumprido o seu tempo, será apenas o Ex-Venerável. Assim, quando verdadeiramente o Rito Brasileiro foi instalado pela primeira vez, nem mesmo havia esse título honorífico de Mestre Instalado no GOB. É bem verdade que essa prática posteriormente virou consuetudinária na Maçonaria brasileira, e o que é pior é que alguns Ex-Veneráveis (Mestres Instalados) “acham”, ou “pensam” que são possuidores de uma espécie de Grau e ainda “acham” que esse título os faz melhor do que os outros Mestres Maçons – ledo engano. Mestre Instalado não é Grau. Isso pode ser perfeitamente constatado no RGF (desde que atualizado). O simbolismo, ou o Francomaçônico Básico é constituído por apenas e tão somente três Graus. Desse modo, por deferência ao título honorífico, o Mestre Instalado ocupa lugar no Oriente, abaixo do sólio. No caso do Ritual do Rito Brasileiro me parece bem claro que o único Ex- Venerável que acompanha o Venerável é o imediato (aquele que deixou o cargo para o atual), nenhum outro. Do mesmo modo, o mesmo Ritual não menciona outros Mestres Instalados, muito menos os considera com Dignidades. Portanto – cumpra-se o Ritual. O resto eu diria “vaidades de vaidades, disse o pregador; tudo é vaidade”. T.F.A. PEDRO JUK – jukirm@hotmail.com - Fev/2015 Exegese Simbólica para o Aprendiz Maçom I Tomo - Rito Escocês Antigo e Aceito e Trabalhos de Emulação Autor – Ir. Pedro Juk - Editora – A trolha, Londrina 2.012 – Segunda Edição. www.atrolha.com.br - Objetivo – Introdução a interpretação simbólica maçônica. Conteúdo – Resumo histórico das origens da Maçonaria – Operativa, Especulativa e Moderna. Apreciação – Sistema Latino e Inglês – Rito Escocês Antigo e Aceito e Trabalho de Emulação. Tema Central – Origens históricas do Painel da Loja de Aprendiz e da Tábua de Delinear. Enfoque – Exegese do conteúdo dos Painéis (Ritualística e Liturgia, História, Ética e Filosofia). Extenso roteiro bibliográfico. www.atrolha.com.br
  18. 18. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 18/30 (as letras em vermelho significam que a Loja completou ou está completando aniversário) GLSC - http://www.mrglsc.org.br GOSC https://www.gosc.org.br Data Nome Oriente 07.04.1997 Expedicionário Nilson Vasco Gondin Florianópolis 12.04.1997 Lara Ribas Florianópolis 21.04.1979 Colunas do Imbé Imbituba 26.04.1979 Duque de Caxias Florianópolis 28.04.1990 Luz do Vale Rio do Sul 28.04.2008 Consensio Içara Data Nome da Loja Oriente 02.04.2013 Sol do Oriente nr. 107 Balneário do Rincão 05.04.1983 Acácia Negra nr. 35 Mafra 08.04.2015 São Miguel da Terra Firme nr. 110 Biguaçú 09.04.1952 Fraternidade Tubaronense nr. 09 Tubarão 14.04.1956 Mozart nr. 08 Joinville 14.04.2014 Amadeus Mozart nr. 108 Joinville 15.04.2007 Acácia Riosulense nr. 95 Rio do Sul 18.04.1997 Padre Roma nr. 16 São José 21.04.1982 Inconfidência de Concórdia nr. 27 Concórdia 24.04.2001 Liberdade e Harmonia nr. 81 Florianópolis Lojas Aniversariantes de Santa Catarina Mês de abril 7 – Destaques (Resenha Final)
  19. 19. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 19/30 GOB/SC – http://www.gob-sc.org.br/gobsc Data Nome Oriente 02.04.1860 Regeneração Catarinense - 0138 Florianópolis 03.04.1998 Pedra da Fraternidade - 3149 Itapoá 04.04.1974 Hermann Blumenau - 1896 Blumenau 12.04.1973 Plácido O de Oliveira 2385 Rio do Sul 19.04.1996 Universo da Arte Real - 2947 Penha 23.04.2012 Ética e Justiça Florianópolis 24.04.1995 Estrela da Harmonia -2868 Criciúma 25.04.2003 Laelia Purpurata - 3496 Camboriú 28.04.2003 Harmonia e Fraternidade -3490 Florianópolis
  20. 20. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 20/30 Irmão João Ivo Girardi, do JB News, é outorgado pela GLSC com a Comenda do Mérito Cultural Maçônico “Aquiles Garcia”. Com sua simplicidade e rara filosofia, o Irmão João Ivo Girardi nos momentos antecedentes ao início da Sessão Especial da GLSC. Parabéns Irmão Girardi pelo merecido prêmio. (foto exclusiva JB News) Nas edições dominicais, o Irmão João Ivo Girardi escreve um de seus assuntos constantes da obra de sua autoria “Vade-Mécum Maçônico – Do Meio-Dia à Meia-Noite”. Grande sucesso de vendagem e compêndio obrigatório para pesquisas e estudos maçônicos. Na edição deste domingo (24), o Ir Girardi, que começou a escrever pela primeira vez no JB News em 2010, com muita elegância assim finalizou o seu artigo: Finalizando: Neste final de semana estarei sendo homenageado pela GLSC com a Comenda de Mérito Cultural Maçônico “Aquiles Garcia”. Quero creditar grande parte desta Comenda ao Irmão Jerônimo Borges, que desde de 2010 abriu espaço neste nosso informativo para que pudesse levar a todas as potências e ritos deste país, com zelo, um pouco da aculturação maçônica. Tenho orgulho e humildade de fazer parte deste time que lê e escreve o JB News. Obrigado, Mano.
  21. 21. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 21/30 Há muito o Ir João Ivo Girardi deveria ter sido homenageado a altura, em razão da importância de sua obra. Mas, afinal, compensou o recebimento da primeira Comenda de Mérito Cultural Maçônico “Aquiles Garcia”, recebida com entusiasmo e aplauso. Eis o Ato nr. 84-2014/2017 que outorgou a grande Comenda: ATO Nº 084 - 2014/2017 Nós, João Eduardo Noal Berbigier, Grão-Mestre dos MMAALL & AA da Grande Loja de Santa Catarina, conforme previsto no Decreto 046 - 2014/2017, e à vista do que dispõe os subitens 1.1.5 e 1.1.21 do Manual de Cargos e Funções, CONSIDERANDO a necessidade de valorizarmos as iniciativas que fortaleçam as raízes culturais da Ordem Maçônica, através de obras literárias e/ou artísticas, mormente quando sua exposição é dada a conhecer de forma prática, e observado um ordenamento de fácil assimilação por aqueles que desejam enriquecer seus conhecimentos; CONSIDERANDO, assim, que a obra literária “Do Meio-Dia à Meia-Noite - vademécum maçônico”, de autoria do Irmão João Ivo Girardi, MI, é resultado de extraordinária e minudente garimpagem dos Augustos Mistérios da Arte Real em seus mais variados níveis, constituindo-se em verdadeiro manancial do nascedouro da estrutura doutrinária da Maçonaria, com informações descritivas e precisas, CONSIDERANDO, por fim, que a presente proposição foi submetida e aprovada pelas Grandes Luzes e Grandes Dignidades, que ofereceram parecer reconhecendo o Mérito Maçônico acima proposto, como forma de reconhecimento à contribuição que este Irmão presta, à aculturação do Maçom. RESOLVEMOS: Artigo 1º - CONFERIR a Comenda de Mérito Cultural Maçônico “Aquiles Garcia” ao Irmão João Ivo Girardi, MI da Aug e Resp Loj Simb “Obreiros de Salomão” nº 39, como reconhecimento pela à contribuição que este Irmão presta, à aculturação do Maçom. Artigo 2º - Determinar que a entrega da referida Comenda seja efetuada no dia 23 de abril de 2016, no decorrer da Assembleia Geral do Povo Maçônico. Artigo 3º - Este ato entra em vigor nesta data. Dado e traçado aos sete dias do mês de abril de dois mil e dezesseis no Gabinete do Grão Mestrado, à Av. Pequeno Príncipe, nº 1002, neste Oriente de Florianópolis, Capital do estado de Santa Catarina – Brasil.” .
  22. 22. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 22/30 O Irmão Nelson Reich, Venerável Mestre da Loja “Obreiros de Salomão” nr. 39, acompanhou o Irmão Girardi para a entrega de tão importante distinção.
  23. 23. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 23/30 XII Congresso Internacional de Implantologia Oral
  24. 24. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 24/30 O sobrinho Ivan Borges (consanguíneo e maçônico) o primeiro da direita para a esquerda, foi convidado e proferiu palestra no “XII Congresso Internacional de Implantologia Oral”, em Santa Cruz de La Sierra, Bolívia, no último dia 23 de abril.
  25. 25. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 25/30 Loja José Abelardo Lunardelli (GOSC)
  26. 26. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 26/30 Na última sexta-feira (22) a Loja Abelardo Lunardelli, que trabalha no Templo São João de Jerusalém, em São José, jurisdicionada ao Grande Oriente de Santa Catarina, realizou Sessão em que na Ordem do Dia houve a palestra do Irmão Clayton com o título Alegorias, Ritualísticas e Sinais do Grau. A Sessão foi presidida pelo VM Irmão Humberto e contou com a participação do Irmão Vitor (MI) como Chanceler e do Irmão Borbinha, correspondente JB News, como Hospitaleiro.
  27. 27. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 27/30
  28. 28. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 28/30 Os vídeos são pesquisados ou repassados, em sua maioria, por irmãos colaboradores do JB News. 1 – Você Já Ouviu Esta? Não Fale Com Ele! Exibir Conteúdo 2 - Monastério de Sumela: Monasterio de Sumela. Turquia.pps 3 – Manual do Gato: Entenda o Comportamento do Seu Bichano! Exibir Conteúdo 4 – Jardim de la Bahia em Singapur Jardin de la Bahia en Singapur.pps 5 – Conheça 10 dos Mais Belos Parques Nacionais Brasileiros Exibir Conteúdo 6 – Livro – A História da Primeira Guerra Mundial: A Primeira Guerra Mundial - Historia Completa - Lawrence Sondhaus.pdf 7 – Filme do dia: Fuga do Planeta dos Macacos: - dublado - https://www.youtube.com/watch?v=5IdBmm0Lbkg
  29. 29. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 29/30 Este último registro foi feito na tarde de sábado 23 de abril de 2016, nos momentos antecedentes em que a Gande Loja de Santa Catarina encerrou os festejos de seus 60 anos de existência, com uma bem elaborada programação, que contou com a presença das mais expressivas autoridades maçônicas. Na edição de amanhã, o JB News estará trazendo os acontecimentos desse grande dia.
  30. 30. JB News – Informativo nr. 2.032 – Florianópolis (SC) – segunda-feira, 25 de abril de 2016 Pág. 30/30

×