SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 62
RADIOLOGIA
PEDIÁTRICA
Profº Herculys Douglas
PEDIATRIA
A pediatria (do grego παιδιατρική, composto de 
παιδός,  "criança",  e  ατρός,  "doutor",  "aquele ἰ
que cura") é a especialidade médica dedicada à 
assistência à criança e ao adolescente, nos seus 
diversos  aspectos,  sejam  eles  preventivos  ou 
curativos.
FRATURAS NAS CRIANÇAS
-Rápida  consolidação  e  grande  capacidade  de 
remodelação.
-Predomina o tratamento conservador.
-Trauma  ortopédico  corresponde  a  10%  -  15% 
de todas as lesões na criança.
-Região anatômica: as fraturas predominam no 
rádio  e,  de  uma  maneira  decrescente,  úmero, 
tíbia, clavícula e fêmur.
TRAUMA EM AMBIENTE
DOMICILIAR
-37%  das  fraturas  em 
ambiente domiciliar.
-20%  das  fraturas  em 
ambiente escolar.
CARACTERÍSTICAS DOS OSSOS
-Mais  elásticos  e  resistente  as  forças  de  torção  e 
angulação.
-As lesões fisárias correspondem a cerca de 15% das 
lesões esqueléticas na criança.
-A  capacidade  de  remodelar  um  segmento  ósseo 
fraturado  é  uma  propriedade  do  esqueleto  em 
crescimento.  Consequentemente,  quanto  menor  a 
criança  maiores  desvios  angulares  permitidos  em 
uma fratura.
RADIOGRAFIA PEDIÁTRICA
PROTEÇÃO RADIOLÓGICA:
-Repetição mínima
-Imobilização apropriada
-Tempo de exposição curto
-Proteção gonodal
-Proteção do pais
RADIOGRAFIA PEDIÁTRICA
RADIOGRAFIA PEDIÁTRICA
PROCEDIMENTOS NA
RADIOGRAFIA DO TÓRAX
-PA E PERFIL ESQUERDO.
-APNÉIA INSPIRATÓRIA
-COLIMAÇÃO
IMOBILIZADORES NA
RADIOLOGIA
-Podem ser achados em catálogos de materiais
radiológicos:
Prancha Tam-em
Pigg-O-Stat
PIGG-O-STAT
-É comumente utilizado como aparato de imobilização para
realização de procedimento radiológico em posição
ortostática de tórax e abdome.
PIGG-O-STAT
PIGG-O-STAT
PRANCHA TAM-EM
-Imobilização dos MMSS e MMII.
PRANCHA TAM-EM
-Imobilização dos MMSS e MMII.
PRANCHA TAM-EM
OUTRAS FORMAS DE
IMOBILIZAÇÃO
OUTRAS FORMAS DE
IMOBILIZAÇÃO
OUTRAS FORMAS DE
IMOBILIZAÇÃO
OUTRAS FORMAS DE
IMOBILIZAÇÃO
PRONAÇÃO DOLOROSA DO
COTOVELO
-Elevação da criança com membro superior
estendido.
-Patologia  desproporção da cabeça do rádio e
ligamento anular.
FRATURA DO FÊMUR
-Relacionadas a traumas
domiciliares, como queda de
berços, ou mesmo a queda
do colo de parentes ou dos
pais.
-Em crianças acima dos 7
anos, existe tendência atual
ao tratamento cirúrgico.
Atualmente o método de
escolha são as hastes
intramedulares de titânio.
MAUS TRATOS NA CRIANÇA
-Trauma não-acidental
-Violência física,
psicológica, sexual ou
negligência.
Classificação – Salter-Harris
• A classificação de Salter-Harris se refere às fraturas que
comprometem a fise (placa de crescimento)
em pacientes pediátricos, e tem importância
relacionada ao tipo de tratamento e ao prognóstico em
termos de complicações.
Classificação – Salter-Harris
• I - Alargamento da
placa
• II – Fragmento
metafisário
( sinal de Thurston-
Holland) + comum
• III – Atravessa a fise e
envolve a epifise
Classificação – Salter-Harris
• IV – Atravessa
metáfise, fise e
epífise
• V – Compressão
(difícil diagnóstico)
• VI – anel pericondral
Classificação – Salter-Harris
Classificação – Salter-Harris
Classificação – Salter-Harris
Classificação – Salter-Harris
II ?
Tratamento
• O diagnostico precoce é fundamental
• A redução deve ser feita o mais breve possível
• I e II – tratamento conservador
• III e IV – cirurgia
• V – tratar as deformidades
MÉTODOS ALTERNATIVOS
• Tomografia computadorizada
• Ultra somnão utiliza radiação ionizante.
• Ressonância magnéticamaior tempo de
exame.
TÓRAX PEDIATRICO
• Aspiração
• Síndrome da aspiração de mecônio
ASPIRAÇÃO
• É mais comum em crianças pe-quenas, quando corpos
estranhos são engolidos ou aspirados para as vias aéreas
até a árvore brônquica (principalmente o brônquio fonte
direito, devido ao diâmetro e à angulação.
SINDROME DA ASPIRAÇÃO DE
MECÔNIO
• Durante o parto, o feto sob estresse pode evacuar fezes
meconiais no líquido amniótico, que pode então ser
aspirado para os pulmões. Isso pode resultar em
obstrução das vias aéreas, causando colapso alveolar, que
por sua vez pode ocasionar ruptura do pulmão.
OSTEOARTICULAR EM PEDIATRIA
• Displasia do desenvolvimento do quadril
• Osteoporose Juvenil-idiopática
• Osteocondroplasia
• Osteocondrose
• Doença de Legg-Calvé-Parthes
• Doença de Osgood-Schlatter
• Doença óssea de Kohler
DISPLASIA DO DESENVOLVIMENTO
DO QUADRIL
• Luxação congênita do quadril
• A cabeça do fêmur é separada do acetabulo
• Causa desconhecida, mais frequente em meninas,
em pacientes nascidos de parto pélvico e com
história familiar positiva.
OSTEOPOROSE JUVENIL-
IDIOPÁTICA
• Esse tipo de osteoporose (em que os ossos ficam
mais frágeis e com menor densidade) ocorre em
crianças e adultos jovens.
ACONDROPLASIA
• OSTEOCONDROPLASIA: Nesse grupo de doenças
hereditárias, os os-sos crescem de maneira anormal,
a maior parte das vezes levando a nanismo ou a
baixa estatura.
• Acondroplasia: é a forma mais comum de nanismo
com encurtamento de membros. Nessa condição, a
formação óssea é diminuída nas placas de
crescimento dos ossos longos, acarretando o
encurta-mento dos membros com um tamanho do
tronco próximo do normal.
ACONDROPLASIA
OSTEOCONDROSE
• Esse grupo de doenças acomete primariamente as
epífises ou as placas de crescimento dos ossos
longos, resultando em dor, deformidades e
anormalidades do crescimento ósseo.
DOENÇA DE LEGG-CALVÉ-PERTHES
• Essa condição resulta de um cresci-mento anormal
no quadril (cabeça e colo do fêmur). Ela afeta
crianças de 5 a 10 anos de idade (a cabeça do fêmur
primeiro aparece achatada e depois fragmentada);
geralmente acomete apenas um quadril e é mais
comum em meninos.
DOENÇA DE OSGOOD-SCHLATTER
• Essa condição causa a inflamação da tuberosidade
tibial (área de inserção do tendão). É mais comum
em meninos entre 5 a 10 anos de idade e afeta
geralmente apenas uma perna.
DOENÇA ÓSSEA DE KOHLER
• Essa doença causa a inflamação óssea e da
cartilagem do osso navicular do pé. É mais comum
em meninos, começando entre os 3 a 5 anos de
idade e durando raramente mais de 2 anos.
DOENÇA ÓSSEA DE KOHLER
DOENÇA ÓSSEA DE KOHLER
DOENÇA ÓSSEA DE KOHLER
OBRIGADOOBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia RadiológicaMão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia RadiológicaDanielle Climaco
 
Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Cristiane Dias
 
Exames de imagem
Exames de imagem  Exames de imagem
Exames de imagem resenfe2013
 
Processamento Radiográfico
Processamento RadiográficoProcessamento Radiográfico
Processamento Radiográficoarianepenna
 
História da radiologia aula
História da radiologia aulaHistória da radiologia aula
História da radiologia aulaDouglas Henrique
 
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de Crânio
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de  CrânioAnatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de  Crânio
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de CrânioAlex Eduardo Ribeiro
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoCristiane Dias
 
Conceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemConceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemPollyanna Medeiros
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementaresMagno Cavalheiro
 

Mais procurados (20)

Rx ombro
Rx ombroRx ombro
Rx ombro
 
HEMODINÂMICA
HEMODINÂMICAHEMODINÂMICA
HEMODINÂMICA
 
Mão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia RadiológicaMão - Anatomia Radiológica
Mão - Anatomia Radiológica
 
Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome
 
Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)
 
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIAINTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
 
Exames de imagem
Exames de imagem  Exames de imagem
Exames de imagem
 
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIAHEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
HEMODINÂMICA - RADIOLOGIA
 
Processamento Radiográfico
Processamento RadiográficoProcessamento Radiográfico
Processamento Radiográfico
 
História da radiologia aula
História da radiologia aulaHistória da radiologia aula
História da radiologia aula
 
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de Crânio
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de  CrânioAnatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de  Crânio
Anatomia E Protocolo Tomografia Computadorizada de Crânio
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
 
Conceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemConceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagem
 
Radiologia Forense
Radiologia ForenseRadiologia Forense
Radiologia Forense
 
Tomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
Tomografia Computadorizada: Patologias do TóraxTomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
Tomografia Computadorizada: Patologias do Tórax
 
Radiologia do tórax
Radiologia do tóraxRadiologia do tórax
Radiologia do tórax
 
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
 
RM MEMBRO SUPERIOR
RM MEMBRO SUPERIORRM MEMBRO SUPERIOR
RM MEMBRO SUPERIOR
 
RADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITALRADIOLOGIA DIGITAL
RADIOLOGIA DIGITAL
 

Destaque

Destaque (7)

Examenes radiológicos en pediatría
Examenes radiológicos en pediatríaExamenes radiológicos en pediatría
Examenes radiológicos en pediatría
 
radiologia en pediatria
radiologia en pediatriaradiologia en pediatria
radiologia en pediatria
 
Tórax pediátrico normal rx 2015
Tórax pediátrico normal rx 2015Tórax pediátrico normal rx 2015
Tórax pediátrico normal rx 2015
 
Tórax Infantil - Radiologia
Tórax Infantil - Radiologia Tórax Infantil - Radiologia
Tórax Infantil - Radiologia
 
Como interpretar una rx en pediatría.
Como interpretar una rx en pediatría.Como interpretar una rx en pediatría.
Como interpretar una rx en pediatría.
 
Seminario De Torax Pediatrico
Seminario De Torax PediatricoSeminario De Torax Pediatrico
Seminario De Torax Pediatrico
 
Radiografía de tórax. patología común rn y lactante
Radiografía de tórax. patología común rn y lactanteRadiografía de tórax. patología común rn y lactante
Radiografía de tórax. patología común rn y lactante
 

Semelhante a RADIOLOGIA PEDIÁTRICA

Principios de fracturas em criaças-1.ppt
Principios de fracturas em criaças-1.pptPrincipios de fracturas em criaças-1.ppt
Principios de fracturas em criaças-1.pptHelderGarciaAfonsoQu
 
Síndrome cri du-chat
Síndrome cri du-chatSíndrome cri du-chat
Síndrome cri du-chatDaniela Souza
 
Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicasAberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicasbrasilina
 
Aberrações cromômicas
Aberrações cromômicasAberrações cromômicas
Aberrações cromômicasbrasilina
 
2. segunda apresentação rx do trauma
2. segunda apresentação  rx do trauma2. segunda apresentação  rx do trauma
2. segunda apresentação rx do traumaJuan Zambon
 
2.fraturas pediatricas rx do trauma
2.fraturas pediatricas  rx do trauma2.fraturas pediatricas  rx do trauma
2.fraturas pediatricas rx do traumaJuan Zambon
 
Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicas Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicas brasilina
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pgLuiz Otavio Quintino
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pgKn Expedições
 
Osteocondrites e osteocondroses
Osteocondrites e osteocondrosesOsteocondrites e osteocondroses
Osteocondrites e osteocondrosesAndré Cipriano
 
Malformações Craniofaciais
Malformações CraniofaciaisMalformações Craniofaciais
Malformações CraniofaciaisBrunno Rosique
 
Roteiro estudos osteologia filipe emanuel - ufs
Roteiro estudos osteologia   filipe emanuel - ufsRoteiro estudos osteologia   filipe emanuel - ufs
Roteiro estudos osteologia filipe emanuel - ufsSalie Rodrigues
 

Semelhante a RADIOLOGIA PEDIÁTRICA (20)

Fraturas em Idade Pediatrica
Fraturas em Idade PediatricaFraturas em Idade Pediatrica
Fraturas em Idade Pediatrica
 
Principios de fracturas em criaças-1.ppt
Principios de fracturas em criaças-1.pptPrincipios de fracturas em criaças-1.ppt
Principios de fracturas em criaças-1.ppt
 
Aula pé cavo
Aula pé cavoAula pé cavo
Aula pé cavo
 
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologiaEstudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
 
Síndrome cri du-chat
Síndrome cri du-chatSíndrome cri du-chat
Síndrome cri du-chat
 
Silvia
SilviaSilvia
Silvia
 
Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicasAberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicas
 
Aberrações cromômicas
Aberrações cromômicasAberrações cromômicas
Aberrações cromômicas
 
Tumores ósseos malignos
Tumores ósseos malignosTumores ósseos malignos
Tumores ósseos malignos
 
Radiologia Ortópédica Pediátrica
Radiologia Ortópédica PediátricaRadiologia Ortópédica Pediátrica
Radiologia Ortópédica Pediátrica
 
Fraturas do tálus
Fraturas do tálusFraturas do tálus
Fraturas do tálus
 
2. segunda apresentação rx do trauma
2. segunda apresentação  rx do trauma2. segunda apresentação  rx do trauma
2. segunda apresentação rx do trauma
 
2.fraturas pediatricas rx do trauma
2.fraturas pediatricas  rx do trauma2.fraturas pediatricas  rx do trauma
2.fraturas pediatricas rx do trauma
 
Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicas Aberrações cromôssomicas
Aberrações cromôssomicas
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pgAula de anatomia ossea e lesoes  slides 285 pg
Aula de anatomia ossea e lesoes slides 285 pg
 
Espondilite anquilosante da coluna vertebral
Espondilite anquilosante da coluna vertebralEspondilite anquilosante da coluna vertebral
Espondilite anquilosante da coluna vertebral
 
Osteocondrites e osteocondroses
Osteocondrites e osteocondrosesOsteocondrites e osteocondroses
Osteocondrites e osteocondroses
 
Malformações Craniofaciais
Malformações CraniofaciaisMalformações Craniofaciais
Malformações Craniofaciais
 
Roteiro estudos osteologia filipe emanuel - ufs
Roteiro estudos osteologia   filipe emanuel - ufsRoteiro estudos osteologia   filipe emanuel - ufs
Roteiro estudos osteologia filipe emanuel - ufs
 

Mais de Herculys Douglas Clímaco Marques

Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicosSegurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicosHerculys Douglas Clímaco Marques
 
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICAHEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICAHerculys Douglas Clímaco Marques
 

Mais de Herculys Douglas Clímaco Marques (20)

Neuroimagem
NeuroimagemNeuroimagem
Neuroimagem
 
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicosSegurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
 
Trichuris trichiura e Enterobius vermiculares
Trichuris trichiura e Enterobius vermicularesTrichuris trichiura e Enterobius vermiculares
Trichuris trichiura e Enterobius vermiculares
 
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
 
ANGIOTOMOGRAFIA
ANGIOTOMOGRAFIAANGIOTOMOGRAFIA
ANGIOTOMOGRAFIA
 
Radiologia Intervencionista
Radiologia IntervencionistaRadiologia Intervencionista
Radiologia Intervencionista
 
Avanços Tecnológicos na RM
Avanços Tecnológicos na RM Avanços Tecnológicos na RM
Avanços Tecnológicos na RM
 
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA (TC)
 
Meios de Contraste: TC e RM
Meios de Contraste: TC e RM Meios de Contraste: TC e RM
Meios de Contraste: TC e RM
 
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na OncologiaTomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
Tomografia Computadorizada Aplicada na Oncologia
 
Meios de Constraste em Ressonância Magnética
Meios de Constraste em Ressonância MagnéticaMeios de Constraste em Ressonância Magnética
Meios de Constraste em Ressonância Magnética
 
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICAANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
ANGIO: TOMOGRAFIA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
 
Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.Ressonância Magnética: Equipamentos.
Ressonância Magnética: Equipamentos.
 
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICAHEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
HEMODINÂMICA: EMBOLOTERAPIA E QUIMIOEMBOLIZAÇÃO HEPÁTICA
 
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIAPROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
PROFISSÃO: TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA
 
Ressonância Magnética: Abdome
Ressonância Magnética: AbdomeRessonância Magnética: Abdome
Ressonância Magnética: Abdome
 
Radiologia Forense
Radiologia ForenseRadiologia Forense
Radiologia Forense
 
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
Estudo de caso: um jovem e a radiologia.
 
Meios de contraste: TC e RM
Meios de contraste: TC e RMMeios de contraste: TC e RM
Meios de contraste: TC e RM
 
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOSQUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
QUESTÕES DE RADIOLOGIA: CONCURSOS
 

RADIOLOGIA PEDIÁTRICA