Hidrovia Tietê-Paraná - Integrando o Rio Piracicaba

2.274 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.274
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hidrovia Tietê-Paraná - Integrando o Rio Piracicaba

  1. 1. A Atividade Hidroviáriano Estado de São Paulo e Investimentos noPlano Diretor Hidroviário Tietê Paraná Eng. Casemiro Tércio Carvalho Diretor Departamento Hidroviário Diretor Presidente Companhia Docas de São Sebastião Piracicaba, novembro 2011
  2. 2. Sumáriol  Contextualizaçãol  Hidrovia Tietê-Paraná l  Eliminação de Gargalos l  Pontes l  Dragagem l  Melhoria em Eclusas l  Extensões l  Piracicaba l  Salto l  Duplicação de Eclusas l  Terminais l  Operação
  3. 3. Equação da Economia Verde Economia •  Resíduos•  Finitos •  Bens e •  Emissões•  Renováveis Serviços •  Efluentes •  Qualidade de Recursos Vida Naturais Output Reciclagem Redução Eficiência Energética
  4. 4. Transporte Sustentável - cargas Matriz de Transportes do Estado Consumo de de São Paulo 2000 combustível (L/1000 Rodoviário Ferroviário Dutoviário Aéreo Hidroviário TKU) 5,2% 0,8% 0,3% 0,5% 96 93,2% 5 10 Hidroviário Ferroviário RodoviároFonte: Ministério dos Fonte: PDDT VivoTransportes Eficiência Energética Emissão de CO2 (kg/1000 Carga / Potência (T / HP) TKU) 5 116 20 34 0.75 0,17 Hidroviário Ferroviário Rodoviáro Hidroviário Ferroviário RodoviároFonte: Ministério dos Fonte:  DOT/Mari0me  Transportes Administra0on  e  TCL  
  5. 5. Atividades Hidroviárias no Estado de São Paulo Fluvial   Marítima   Linhas • Hidrovia Tietê-Paraná • Hidrovias Litorâneas Longitudinais   • Hidrovia Metropolitana   • Cabotagem   • Interiores Travessias   • Metropolitanas   • Litorâneas   • SantosPortos e Terminais   • Terminais na HTP   • São Sebastião   5
  6. 6. Parâmetros de Comparação entre Modais de Transporte CONSUMO DE ESPAÇO: Unidades Equivalentes de Capacidade de Carga MODAIS HIDRO FERRO RODO 1 Comboio 2,9 Comboios Hopper 172 Carretas de 35 t Duplo Tietê (86 vagões de 70 t) Bi-trem Graneleiras (4 chatas e empurrador) Capacidade de Carga 6.000 t Comprimento 3,5 km Total 150 m 1,7 km (26 km em movimento)Fonte: DH, TCL
  7. 7. Evolução das Cargas Transportadas na Hidrovia Tietê-Paraná (mil toneladas) TAXA MÉDIA ANUAL NOS ÚLTIMOS ONZE ANOS (2000-2010) = 11,6% 7.000 AREIA SOJA CANA MILHO 6.354 FARELO DE SOJA ADUBO AÇÚCAR MADEIRA / CARVÃO 5.776 6.000 TRIGO PNEUS ARROZ MANDIOCA 15% CARNE CASCALHO ÓLEO VEGETAL SORGO 4.973 5.026 SEMENTES POLIETILENO 5.000 PRODUTOS ALIMENTÍCIOS OUTROS PRODUTOS 4.699 PROJETADA 3.944Carga (t X 10 )3 4.000 3.481 3.105 3.000 2.774 2.143 2.173 2.000 1.724 1.000 0 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 ANO
  8. 8. Evolução das Cargas Transportadas na Hidrovia Tietê-Paraná (milhões TKU) TAXA MÉDIA ANUAL NOS ÚLTIMOS ONZE ANOS (2000-2010) = 23,1% 1.800 1.639 AREIA SOJA CANA MILHO FARELO DE SOJA ADUBO 1.600 1.489 AÇÚCAR TRIGO MADEIRA / CARVÃO ARROZ 16% PNEUS MANDIOCA 1.335 1.400 CARNE CASCALHO ÓLEO VEGETAL SORGO 1.272 1.285 SEMENTES POLIETILENO PRODUTOS ALIMENTÍCIOS OUTROS PRODUTOSProdução (TKU X 10 )6 1.200 PROJETADA 916 894 922 1.000 858 752 743 800 590 600 400 200 0 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 ANO
  9. 9. Eliminação de Gargalos Ampliação de Vãos de Pontes e Proteção de Pilares SÃO SIMÃO Muro-guia de ÁGUA VERMELHA Três Irmãos Controle de tráfego no ILHA SOLTEIRA canal de Pereira Barreto Cordão flutuante JUPIA Ampliação do vão de Jupia TRÊS IRMÃOS da Ponte do Jacaré NOVA AVANHANDAVA PROMISSÃO Ampliação do vão, proteção dos IBITINGA pilares e canal de aproximação da Ponte da SP-425 Ampliação do vão e BARIRI PORTO PRIMAVERA proteção dos pilares da Ponte da SP-333 BARRA BONITA ROSANA Ampliação do vão e proteção Ampliação do vão e proteção dos pilares da Ponte da SP-191 – dos pilares da Ponte Rios Tietê e Piracicaba Ferroviária Ayrosa Galvão Proteção dos pilares da Ponte da SP-255 Ampliação do vão e proteção dos pilares da Ponte da SP-147ITAIPU
  10. 10. Eliminação de GargalosAmpliação de Vãos de Pontes e Proteção de Pilares SP-461 SP-225
  11. 11. Eliminação de Gargalos PONTES – AMPLIAÇÕES EM CONTRATAÇÃO Ampliação de Vãos de Pontes e Proteção de Pilares TABULEIROS A SEREM SUBSTITUIDOS PELA ESTRUTURA METÁLICA E NOVO VÃO DE NAVEGAÇÃO AMPLIADO TABULEIROS A SEREM SUBSTITUIDOS PELA ESTRUTURA METÁLICA E NOVO VÃO DE NAVEGAÇÃO AMPLIADO PILARES A SEREM REMOVIDOSPILARES A SEREM PILARES A REFORÇADOS SEREM REMOVIDOS PILARES A SEREM REFORÇADOS SP-333 SP-425
  12. 12. Eliminação de Gargalos Ampliação e Retificação de Canais SÃO SIMÃO ÁGUA VERMELHA Ampliação do Canal a ILHA SOLTEIRA jusante da Eclusa de Nova Avanhandava JUPIA TRÊS IRMÃOS NOVA AVANHANDAVA Dique de ligação a jusante da Eclusa de Promissão Ampliação do Canal submerso de PROMISSÃO IBITINGA aproximação da Ponte da SP-425 Ampliação e retificação do Canal BARIRI de acesso à Eclusa de Ibitinga Ampliação e PORTO PRIMAVERA retificação do Canal BARRA BONITA ROSANA de Igaraçu do Tietê Ampliação e retificação do Ampliação e retificação do Canal no km 74 ao 89 Canal no km 61 ao 74 do do reservatório de Barra Bonita reservatório de Barra Bonita Ampliação e retificação do Canal no km 88 ao 110 do reservatório de Barra BonitaITAIPU
  13. 13. Eliminação de Gargalos Ampliação e Retificação de CanaisRemoção de pontos altos eadequação de traçado da rota Igaraçu do Tietê – Barra Bonita
  14. 14. Eliminação de GargalosAmpliação e Retificação de Canais Rota de navegação atual Rota de navegação planejada Canal de Ibitinga
  15. 15. Eliminação de Gargalos Ampliação e Retificação de Canais Rota de navegação atual Rota de navegação futuraCanal de Barbosa – Nova Avanhandava
  16. 16. Eliminação de Gargalos Melhoria na EclusasBARRA BONITA - 1973 BARIRI - 1968 IBITINGA - 1986 PROMISSÃO - 1986
  17. 17. Eliminação de Gargalos Melhoria na Eclusas SÃO SIMÃO - PERDERNEIRAS Tempo de Viagem = 15%Nova Avanhandava - 1991 Três Irmãos - 1994 Carga Adicional por comboio = 7% Redução de Custo / t = 20% Jupiá - 1998 Porto Primavera - 1999
  18. 18. Extensão Rio Piracicaba BARIRI Extensão = 55 km Área de Influência = 6.700 km2 Redução de Custo / t = R $ 5,60/t BARRA BONITA Bitola Simples ALL (+15km)Extensão até Ártemis – 13,5 m / 1
  19. 19. Extensão até Salto Projetos e Licenciamento Ambiental BARRA BONITA Extensão = 200 km Área de Influência = 14.200 km2 Redução de Custo / t = R $ 8,00/t (Sul de Goiás – Santos) ANHEMBI CONCHAS LARANJAL JUMIRIM PORTO FELIZ TIÊTE SALTO Bitola Mista ALL BitolaExtensão até Jumirim – 26,5 m 5 3 Extensão até Salto – 51,5 m / / Simples ALL
  20. 20. Duplicação de EclusasProjetos e Licenciamento Ambiental
  21. 21. Terminais (ETC & IP4) TRÊS IRMÃOS NOVA AVANHANDAVA PROMISSÃOARAÇATUBA IBITINGA BARIRI BARRA BONITA ÁRTEMIS
  22. 22. Dispositivos de Segurança ede Sinalização do Balizamento
  23. 23. Dispositivos de Segurança ede Sinalização do Balizamento
  24. 24. Implantação deRota de Navegação
  25. 25. Centro de ControleOperacional – CCO
  26. 26. Cartas Náuticas daHidrovia Tietê-Paraná
  27. 27. Estimativas de Benefícios do Plano Diretor Hidroviário Benefícios Carga Adicional Transportada Redução de Redução de Redução da emissão de (1000 t) Viagens Projeto acidentes (unid.) poluentes (t) Redução da emissão de CO2 (t) por ano (4) Média HTP Rodovia HC CO NOX TOTAL São Paulo Até 2020 30 anos Anual Eliminação1 666 10.931 14.922 47.020 265.735 4.567.979 3.858.042 614.606 95.614 3.187 127.480 de Gargalos Extensão2 8.916 12.172 38.353 216.755 3.726.021 3.139.905 114.054 69.776 2.326 93.040 Piracicaba Extensão3 28.329 38.673 121.861 688.702 11.838.800 10.492.270 222.571 177.760 5.925 237.000 até Salto Duplicação4 7.810 10.662 33.596 189.868 3.263.835 3.263.835 317.497 194.596 6.487 259.480 das eclusas Total 666 55.986 76.429 240.830 1.361.060 23.396.635 20.754.052 1.268.728 537.746 17.925 717.000 Obs.: (1) Os benefícios foram calculados considerando um período de amortização de investimento de 30 anos. (2) O número de redução de acidentes foi calculado com base em estatísticas do DER e da PMRv. (3) A redução de emissão de poluentes foi calculada com base em valores do DOT. (4) Consideradas viagens rodoviárias com carretas de 25t.
  28. 28. Status Santa Maria da Serral  Edital Revisão Projeto Básico, Executivo e Licenciamento Ambiental (EIA) l  ≈ R$17 mi, edital dez/11l  Licitação Obra l  ≈ R$ 280 mi, edital jan/13l  Licitação Reservatório l  ≈ R$ 120 mi, edital jan/13l  Portio de Artêmis l  Projeto Básico, Executivo e Licenciamento ≈ R$ 3 mi, edital dez/12 l  Obra ≈ R$ 37 mi, edital dez/13
  29. 29. Eng. Casemiro Tércio Carvalho Diretor Presidente DiretorCompanhia Docas de São Sebastião Departamento Hidroviário Secretaria de Estado de Logística e Transportes Governo do Estado de São Paulo email: ctcarvalho@sp.gov.br

×