SlideShare uma empresa Scribd logo
COMUNICAÇÃO
NA SAÚDE


              Priscyla Caldas
Comunicação

 A origem da palavra comunicar está no latim comunicare, e quer dizer por
 em comum.

 Comunicação é a troca de informações, idéias e sentimentos. Processos
 que mantém os indivíduos em contato permanente
 e em todas as circunstâncias, propiciando a interação.
Processo de comunicação
Tipos de Comunicação

 COMUNICAÇÃO VERBAL – é a mais freqüente, a
 mais habitual. Utiliza-se a linguagem oral ou escrita
 para o estabelecimento do contato. Costuma ser
 o instrumento preferido de comunicação. Envolve
 ritmo, tom, entonação da voz.

 COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL – é todo instrumento utilizado
 na comunicação que não seja a linguagem oral ou representa-
 da por sinais gráficos, escrita.
 Ex.: Linguagem corporal, expressões faciais.
Comunicação Paciente x Profissional de Saúde


          “Os pacientes gostariam de ter mais tempo para falar,
          mais tempo para fazer perguntas, mais informação
        sobre os exames que é preciso realizar e seus eventuais
           resultados, mais informação sobre o diagnóstico da
        doença e sobre o seu tratamento e reabilitação e maior
                sensibilidade para as suas preocupações.”
                                                                                                     Teixeira, 1999




* Pacientes olham para a rosto do profissional e não para suas mãos, para entender o que sentimos ao lhes prestar cuidado. Pesquisa
com crianças cegas.
* Avaliação do profissional pela sua relação com o paciente e não pelo seu conhecimento técnico.
Principais Problemas na Comunicação na Saúde

• Informação Insuficiente, imprecisa ou ambígua;                             (Stress e dinâmica
                                                                                do dia-a-dia)
•     .

• Informação excessivamente técnica sobre resultado de
  exames ou causa da doença;
•     .

• Linguagem inadequada
          – Queridinho, ‘Picadinha’, Mãezinha
          – O senhor já evacuou hoje? Não. (distancia de 3m – abordagem direta);
•     .

• Tempo escasso dedicado à informação em consultas;                                       (Família cobra
                                                                                           imediatismo)




    * Ruidos – 80% dos problemas ocorrem devido aos ruídos
Principais Problemas na Comunicação na Saúde

• Distanciamento afetivo
   – Toque
   – Colocar às mãos nos seus pés e perna, no lugar do ombro


• Desinteresse pelas preocupações do paciente
   – Interromper quando o paciente está falando


• Dificuldade em funcionar como fonte de apoio emocional
   – Demonstrar irritabilidade a determinadas perguntas ‘óbvias’ (pacientes com dificuldade
      para engravidar)
“Quando as pessoas estão doentes,
fragilizadas, esperam que as possamos
   ajudar a novamente se fortalecer.”
                               Silva, 2002
OBRIGADA!

    Priscyla Caldas
priscyla@exitomarketing.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3
Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3
Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3Cintia Colotoni
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagemElter Alves
 
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaO papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaAliny Lima
 
Comunicação terapêutica em saúde mental
Comunicação terapêutica em saúde mentalComunicação terapêutica em saúde mental
Comunicação terapêutica em saúde mentalFrancisco Santos
 
Relacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e pacienteRelacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e pacienteviviansantos2012
 
Palestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoPalestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoFabiano Ladislau
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagemuniversitária
 
Estrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de EnfermagemEstrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de EnfermagemCentro Universitário Ages
 
Psicologia aula 3 comunicação
Psicologia aula 3 comunicaçãoPsicologia aula 3 comunicação
Psicologia aula 3 comunicaçãoCintia Colotoni
 

Mais procurados (20)

Relações humanas
Relações humanasRelações humanas
Relações humanas
 
Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3
Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3
Psicologia aula 4 resumo aulas 1 2-3
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
 
Processo de Enfermagem
Processo de Enfermagem Processo de Enfermagem
Processo de Enfermagem
 
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e PsiquiatriaO papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
O papel do enfermeiro em Saúde Mental e Psiquiatria
 
Comunicação terapêutica em saúde mental
Comunicação terapêutica em saúde mentalComunicação terapêutica em saúde mental
Comunicação terapêutica em saúde mental
 
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
 
Aula 01 O Hospital
Aula 01 O HospitalAula 01 O Hospital
Aula 01 O Hospital
 
Relacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e pacienteRelacionamento profissional de saúde e paciente
Relacionamento profissional de saúde e paciente
 
LIDERANÇA EM ENFERMAGEM
LIDERANÇA EM ENFERMAGEMLIDERANÇA EM ENFERMAGEM
LIDERANÇA EM ENFERMAGEM
 
éTica e enfermagem
éTica e enfermageméTica e enfermagem
éTica e enfermagem
 
Palestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no AtendimentoPalestra de Humanização no Atendimento
Palestra de Humanização no Atendimento
 
TEORIAS DA ENFERMAGEM - HISTÓRIA
TEORIAS DA ENFERMAGEM - HISTÓRIATEORIAS DA ENFERMAGEM - HISTÓRIA
TEORIAS DA ENFERMAGEM - HISTÓRIA
 
Ética e Bioética na enfermagem
Ética e Bioética na  enfermagemÉtica e Bioética na  enfermagem
Ética e Bioética na enfermagem
 
Comunicação com o paciente
Comunicação com o pacienteComunicação com o paciente
Comunicação com o paciente
 
O Cuidar
O CuidarO Cuidar
O Cuidar
 
Estrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de EnfermagemEstrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
 
Psicologia aula 3 comunicação
Psicologia aula 3 comunicaçãoPsicologia aula 3 comunicação
Psicologia aula 3 comunicação
 
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEMBIOÉTICA EM ENFERMAGEM
BIOÉTICA EM ENFERMAGEM
 
Acolhimentoehumanização
AcolhimentoehumanizaçãoAcolhimentoehumanização
Acolhimentoehumanização
 

Destaque

Slide fluxo de caixa
Slide fluxo de caixaSlide fluxo de caixa
Slide fluxo de caixaSabrina Alves
 
Literacia comunicação-cidadania, Cristina Vaz de Almeida
Literacia   comunicação-cidadania, Cristina Vaz de AlmeidaLiteracia   comunicação-cidadania, Cristina Vaz de Almeida
Literacia comunicação-cidadania, Cristina Vaz de AlmeidaISCSP
 
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVALITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVAISCSP
 
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDEUFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDEManualis
 
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio. Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio. Ceapat de Imserso
 
Apresentação sobre acolhimento
Apresentação sobre acolhimentoApresentação sobre acolhimento
Apresentação sobre acolhimentoFelipe Cavalcanti
 

Destaque (9)

Slide fluxo de caixa
Slide fluxo de caixaSlide fluxo de caixa
Slide fluxo de caixa
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Literacia comunicação-cidadania, Cristina Vaz de Almeida
Literacia   comunicação-cidadania, Cristina Vaz de AlmeidaLiteracia   comunicação-cidadania, Cristina Vaz de Almeida
Literacia comunicação-cidadania, Cristina Vaz de Almeida
 
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVALITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA
LITERACIA EM SAUDE - COMO USAR UMA COMUNICAÇÃO ASSERTIVA
 
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDEUFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio. Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
Comunicação com o paciente. Caderno de apoio.
 
Apresentação sobre acolhimento
Apresentação sobre acolhimentoApresentação sobre acolhimento
Apresentação sobre acolhimento
 
Módulo 1 - aula 1
Módulo 1 - aula 1Módulo 1 - aula 1
Módulo 1 - aula 1
 

Semelhante a Comunicação na Saúde

Habilidades de comunicação de más notícias
Habilidades de comunicação de más notíciasHabilidades de comunicação de más notícias
Habilidades de comunicação de más notíciasLuís Fernando Tófoli
 
UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt
 UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt
UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.pptNome Sobrenome
 
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)Jhonny Marques
 
Lesão do Hemisfério Direito
Lesão do Hemisfério DireitoLesão do Hemisfério Direito
Lesão do Hemisfério DireitoCátia Magalhães
 
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdf
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdfcuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdf
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdfAndrea
 
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemia
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemiaCuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemia
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemiaHeleniceGonalves1
 
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing DigitalPainel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing DigitalJacqueline Castro
 
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentais
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentaisA comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentais
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentaisLurdesmartins17
 
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.Mariana Cademartori
 
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidadeA comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidadeLurdes Martins
 
Linguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não VerbalLinguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não VerbalEquipe_FAETEC
 
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptx
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptxTÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptx
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptxlabortodesign22
 
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"Ilda Bicacro
 
Relação médico-paciente - Comunicações Dolorosas
Relação médico-paciente - Comunicações DolorosasRelação médico-paciente - Comunicações Dolorosas
Relação médico-paciente - Comunicações DolorosasLuciana Krebs
 
Cultura e interacao paciente-profissional
Cultura e interacao paciente-profissionalCultura e interacao paciente-profissional
Cultura e interacao paciente-profissionalLuís Fernando Tófoli
 

Semelhante a Comunicação na Saúde (20)

Habilidades de comunicação de más notícias
Habilidades de comunicação de más notíciasHabilidades de comunicação de más notícias
Habilidades de comunicação de más notícias
 
UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt
 UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt
UFCD - 6559 - Cuidados de Saúde na Comunicação.ppt
 
O paciente difícil
O paciente difícilO paciente difícil
O paciente difícil
 
Quando nem tudo vai bem: a comunicação de notícias difíceis
Quando nem tudo vai bem: a comunicação de notícias difíceisQuando nem tudo vai bem: a comunicação de notícias difíceis
Quando nem tudo vai bem: a comunicação de notícias difíceis
 
Apresentação odontopediatria (2)
Apresentação   odontopediatria (2)Apresentação   odontopediatria (2)
Apresentação odontopediatria (2)
 
Lesão do Hemisfério Direito
Lesão do Hemisfério DireitoLesão do Hemisfério Direito
Lesão do Hemisfério Direito
 
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdf
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdfcuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdf
cuidando_da_saude_mental_em_tempos_de_pandemia.pdf
 
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemia
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemiaCuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemia
Cuidando da saude_mental_em_tempos_de_pandemia
 
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing DigitalPainel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
 
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentais
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentaisA comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentais
A comunicacao na interacao com individuos com alteracoes ou perturbacoes mentais
 
Inquietos e desatentos
Inquietos e desatentosInquietos e desatentos
Inquietos e desatentos
 
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.
Técnicas de manejo do comportamento infantil no ambiente odontológico.
 
comunicação.pptx
comunicação.pptxcomunicação.pptx
comunicação.pptx
 
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidadeA comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
A comunicação na interação com indivíduos em situações de vulnerabilidade
 
Linguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não VerbalLinguagem Verbal e Não Verbal
Linguagem Verbal e Não Verbal
 
Design Social - Imuni
Design Social - ImuniDesign Social - Imuni
Design Social - Imuni
 
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptx
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptxTÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptx
TÉCNICAS DE MANEJO EM ODONTOPEDIATRIA.pptx
 
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"
Escola Secundária da Sertã, "Nós Propomos! Saúde Mental"
 
Relação médico-paciente - Comunicações Dolorosas
Relação médico-paciente - Comunicações DolorosasRelação médico-paciente - Comunicações Dolorosas
Relação médico-paciente - Comunicações Dolorosas
 
Cultura e interacao paciente-profissional
Cultura e interacao paciente-profissionalCultura e interacao paciente-profissional
Cultura e interacao paciente-profissional
 

Mais de ÊXITO Marketing

ÊXITO Marketing_ Apresentação
ÊXITO Marketing_ ApresentaçãoÊXITO Marketing_ Apresentação
ÊXITO Marketing_ ApresentaçãoÊXITO Marketing
 
Case Clínica e Laboratório VENTURA
Case Clínica e Laboratório VENTURACase Clínica e Laboratório VENTURA
Case Clínica e Laboratório VENTURAÊXITO Marketing
 
Case: TAÍS VALENTE Cerimoniais
Case: TAÍS VALENTE CerimoniaisCase: TAÍS VALENTE Cerimoniais
Case: TAÍS VALENTE CerimoniaisÊXITO Marketing
 
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla Caldas
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla CaldasComunicação Interna nas Organizações, por Priscyla Caldas
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla Caldas
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla CaldasMotivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla Caldas
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla CaldasComunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla Caldas
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla CaldasMOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla Caldas
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla CaldasFluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla Caldas
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla CaldasRuidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla Caldas
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla Caldas
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla CaldasA importância da comunicação nas organizações, por Priscyla Caldas
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla CaldasÊXITO Marketing
 

Mais de ÊXITO Marketing (12)

ÊXITO Marketing_ Apresentação
ÊXITO Marketing_ ApresentaçãoÊXITO Marketing_ Apresentação
ÊXITO Marketing_ Apresentação
 
1 apresentação exito
1 apresentação exito1 apresentação exito
1 apresentação exito
 
Case Clínica e Laboratório VENTURA
Case Clínica e Laboratório VENTURACase Clínica e Laboratório VENTURA
Case Clínica e Laboratório VENTURA
 
Case: TAÍS VALENTE Cerimoniais
Case: TAÍS VALENTE CerimoniaisCase: TAÍS VALENTE Cerimoniais
Case: TAÍS VALENTE Cerimoniais
 
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla Caldas
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla CaldasComunicação Interna nas Organizações, por Priscyla Caldas
Comunicação Interna nas Organizações, por Priscyla Caldas
 
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla Caldas
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla CaldasMotivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla Caldas
Motivação, Liderança e Trabalho em equipe, por Priscyla Caldas
 
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas
10 dicas para fazer um bom currículo, por Priscyla Caldas
 
Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla CaldasComunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
Comunicação formal e informal, por Priscyla Caldas
 
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla Caldas
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla CaldasMOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla Caldas
MOTIVAÇÃO: Motivar não custa caro! por Priscyla Caldas
 
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla CaldasFluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos comunicacionais e cultura organizacional, por Priscyla Caldas
 
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla Caldas
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla CaldasRuidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla Caldas
Ruidos na comunicação (Barreiras), por Priscyla Caldas
 
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla Caldas
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla CaldasA importância da comunicação nas organizações, por Priscyla Caldas
A importância da comunicação nas organizações, por Priscyla Caldas
 

Comunicação na Saúde

  • 1. COMUNICAÇÃO NA SAÚDE Priscyla Caldas
  • 2. Comunicação A origem da palavra comunicar está no latim comunicare, e quer dizer por em comum. Comunicação é a troca de informações, idéias e sentimentos. Processos que mantém os indivíduos em contato permanente e em todas as circunstâncias, propiciando a interação.
  • 4. Tipos de Comunicação COMUNICAÇÃO VERBAL – é a mais freqüente, a mais habitual. Utiliza-se a linguagem oral ou escrita para o estabelecimento do contato. Costuma ser o instrumento preferido de comunicação. Envolve ritmo, tom, entonação da voz. COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL – é todo instrumento utilizado na comunicação que não seja a linguagem oral ou representa- da por sinais gráficos, escrita. Ex.: Linguagem corporal, expressões faciais.
  • 5. Comunicação Paciente x Profissional de Saúde “Os pacientes gostariam de ter mais tempo para falar, mais tempo para fazer perguntas, mais informação sobre os exames que é preciso realizar e seus eventuais resultados, mais informação sobre o diagnóstico da doença e sobre o seu tratamento e reabilitação e maior sensibilidade para as suas preocupações.” Teixeira, 1999 * Pacientes olham para a rosto do profissional e não para suas mãos, para entender o que sentimos ao lhes prestar cuidado. Pesquisa com crianças cegas. * Avaliação do profissional pela sua relação com o paciente e não pelo seu conhecimento técnico.
  • 6. Principais Problemas na Comunicação na Saúde • Informação Insuficiente, imprecisa ou ambígua; (Stress e dinâmica do dia-a-dia) • . • Informação excessivamente técnica sobre resultado de exames ou causa da doença; • . • Linguagem inadequada – Queridinho, ‘Picadinha’, Mãezinha – O senhor já evacuou hoje? Não. (distancia de 3m – abordagem direta); • . • Tempo escasso dedicado à informação em consultas; (Família cobra imediatismo) * Ruidos – 80% dos problemas ocorrem devido aos ruídos
  • 7. Principais Problemas na Comunicação na Saúde • Distanciamento afetivo – Toque – Colocar às mãos nos seus pés e perna, no lugar do ombro • Desinteresse pelas preocupações do paciente – Interromper quando o paciente está falando • Dificuldade em funcionar como fonte de apoio emocional – Demonstrar irritabilidade a determinadas perguntas ‘óbvias’ (pacientes com dificuldade para engravidar)
  • 8. “Quando as pessoas estão doentes, fragilizadas, esperam que as possamos ajudar a novamente se fortalecer.” Silva, 2002
  • 9. OBRIGADA! Priscyla Caldas priscyla@exitomarketing.com.br