SlideShare uma empresa Scribd logo
PROCESSOS GRÁFICOS
Prof. Ms. Elizeu N. Silva
SISTEMAS DE
COMPOSIÇÃO
CAIXA DE TIPOS:
Conjunto de matrizes
tipográficas selecionadas
conforme a necessidade
de composição.
SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO
LINOTIPO: Máquina composta
por caldeira para derreter
chumbo e por unidade de
fundição de matrizes
tipográficas.
Utilizada para composição de
grandes volumes de texto. Ex.:
Jornais, livros, revistas.
SISTEMAS DE
COMPOSIÇÃO
FOTOCOMPOSIÇÃO:
Equipamento
computadorizado de
composição a laser.
Utilizado para produção de
matrizes para fotolito.
SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO
DTP (Desktop Publishing) EDITORAÇÃO ELETRÔNICA:
Sistema baseado em softwares de produção gráfica (InDesign,
Photoshop, Illustrator, CorelDraw etc., para edição de páginas,
edição de imagens, edição de imagens vetoriais, produção de
arte-final e fechamento de páginas.
Os arquivos finalizados são enviados para fotocompositoras
digitais a laser para geração do FOTOLITO.
Algumas gráficas utilizam o sistema CTP (Computer to Plate),
que permite enviar a arte final diretamente do DTP para
impressoras industriais.
PRÉ-IMPRESSÃO
FOTOLITO: Processo de
transferência da arte-final
para chapas de impressão.
Até os anos 1990, realizado
por meio de processo
fotoquímico. Modernamente,
os filmes de fotolito são
obtidos por meio de
impressão a laser em folhas
de acetato ou material
fotossensível.
PRÉ-IMPRESSÃO
Visando a economia no processo, alguns produtores
gráficos substituem o fotolito pela impressão em laser filme
em impressoras laser de mesa. Há ainda quem barateie
ainda mais o processo, substituindo o laser filme por papel
vegetal.
Desvantagens:
a) Perda considerável da qualidade de reprodução.
b) Impossibilidade de reprodução na escala de cinzas.
c) Impossibilidade de reprodução de policromia.
d) O papel vegetal pode causar danos à impressora laser.
PROCESSOS DE IMPRESSÃO
TIPOGRAFIA
Características da impressão: leve “squash” na borda das
imagens, que só é visível quando em formato muito grande ou
com a utilização de lente.
O impresso apresenta um relevo devido à pressão
da matriz sobre a superfície do papel.
• Baixo custo de impressão.
• Baixa qualidade de reprodução.
• Processo altamente artesanal.
• Impressão em tom contínuo.
PROCESSOS DE IMPRESSÃO
OFF SET
Um dos processos mais utilizado desde meados do século XX.
Permite grandes tiragens a custo baixo e alta qualidade de
impressão
Permite impressão em variados tipos de papel.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
OFF SET
Classificado como sistema
de impressão indireta, pois
a imagem contida na matriz
(chapa metálica) é
entintada, em seguida
transferida para um cilindro
revestido com borracha
(blanqueta) e
posteriormente impresso no
papel.
PROCESSOS DE IMPRESSÃO
Off set plana: utiliza papel previamente cortado, em formatos de
acordo com padrões internacionais. Permite melhor qualidade de
registro.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
OFF SET
Off set rotativa: utiliza
papel em bobina, o
que permite
velocidade de
produção mais
elevado e
barateamento do
processo. Apresenta
qualidade de registro
inferior à máquina
plana.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
ROTOGRAVURA: Neste
processo de impressão, a
imagem é gravada em baixo
relevo diretamente no cilindro
de aço por instrumentos
diamantados. O cilindro é
então entintado, a máquina
elimina o excesso de tinta e
faz a impressão na superfície.
É considerado um processo
de impressão direta.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
ROTOGRAVURA: Permite baixo custo para impressão de altas
tiragens em alta velocidade. Muito adotada na impressão de
revistas (papel LWC) e de plásticos flexíveis (sacolas, embalagens,
rótulos etc).
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
FLEXOGRAFIA: Impressão com chapa de borracha ou resina, com
imagens em alto relevo. A matriz é confeccionada a partir de molde
tipográfico.
Além de utilizar
tinta de secagem
rápida, as
máquinas são
dotadas de
sistemas de
secagem dos
impressos por ar
quente.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
FLEXOGRAFIA: Utilizada principalmente para impressão de
superfícies flexíveis, para a produção de embalagens. Imprime em
papel, plástico, celofane e folhas metálicas. Processo direto de
impressão.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
SERIGRAFIA: Neste processo de impressão, a tinta é aplicada
sobre a superfície de impressão através de uma tela cuja trama
reproduz a imagem a ser impressa.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
SERIGRAFIA: A tela
é feita com seda ou
nylon e esticada
numa moldura de
madeira ou aço.
Utilizada para
impressão em
tecidos, plásticos,
papelão e outras
superfícies planas
rígidas.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
TAMPOGRAFIA: Impressão ocorre pela transferência de um
filme de tinta permanente de um clichê para a superfície. As
superfícies podem ser planas, esféricas, cônicas, côncavas,
convexas, lisas, ásperas etc.
PROCESSOS DE
IMPRESSÃO
TAMPOGRAFIA: Muito utilizada pela indústria de brindes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a Projeto Gráfico.
Introdução a Projeto Gráfico.Introdução a Projeto Gráfico.
Introdução a Projeto Gráfico.
Wunderman
 
Calibração de impressoras digitais trabalho
Calibração de impressoras digitais   trabalhoCalibração de impressoras digitais   trabalho
Calibração de impressoras digitais trabalho
Paul John Vicente
 
Impressão Offset
Impressão Offset Impressão Offset
Impressão Offset
Roger Pimentel
 

Mais procurados (20)

Tipos de Papel - Produção Gráfica - 2022
Tipos de Papel - Produção Gráfica - 2022Tipos de Papel - Produção Gráfica - 2022
Tipos de Papel - Produção Gráfica - 2022
 
Nm rotogravura
Nm rotogravuraNm rotogravura
Nm rotogravura
 
Módulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráficoMódulo 1 - Design gráfico
Módulo 1 - Design gráfico
 
Produção gráfica - Aula 03 Tipos De Impressao I
Produção gráfica - Aula 03 Tipos De Impressao IProdução gráfica - Aula 03 Tipos De Impressao I
Produção gráfica - Aula 03 Tipos De Impressao I
 
Tipos de impressão
Tipos de impressãoTipos de impressão
Tipos de impressão
 
Produção gráfica
Produção gráficaProdução gráfica
Produção gráfica
 
Offset
OffsetOffset
Offset
 
Design Editorial | Introdução
Design Editorial | IntroduçãoDesign Editorial | Introdução
Design Editorial | Introdução
 
Impresion
ImpresionImpresion
Impresion
 
Introdução a Projeto Gráfico.
Introdução a Projeto Gráfico.Introdução a Projeto Gráfico.
Introdução a Projeto Gráfico.
 
Tipografia - Aula
Tipografia - AulaTipografia - Aula
Tipografia - Aula
 
Calibração de impressoras digitais trabalho
Calibração de impressoras digitais   trabalhoCalibração de impressoras digitais   trabalho
Calibração de impressoras digitais trabalho
 
O que é tampografía?
O que é tampografía?O que é tampografía?
O que é tampografía?
 
Impressão
ImpressãoImpressão
Impressão
 
Impressão Offset
Impressão Offset Impressão Offset
Impressão Offset
 
Aula03 originais reticulas e cores
Aula03 originais reticulas e coresAula03 originais reticulas e cores
Aula03 originais reticulas e cores
 
Procesos de Impresion: Tipografía, Huecograbado y Serigrafía.
Procesos de Impresion: Tipografía, Huecograbado y Serigrafía.Procesos de Impresion: Tipografía, Huecograbado y Serigrafía.
Procesos de Impresion: Tipografía, Huecograbado y Serigrafía.
 
Catalogo de sistemas de impresion
Catalogo de sistemas de impresionCatalogo de sistemas de impresion
Catalogo de sistemas de impresion
 
Aula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de ArteAula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de Arte
 
Offset
OffsetOffset
Offset
 

Destaque

Aula 04 formatos e características do papel
Aula 04   formatos e características do papelAula 04   formatos e características do papel
Aula 04 formatos e características do papel
Elizeu Nascimento Silva
 
Aula 05 Cores Especiais / Escala Pantone
Aula 05   Cores Especiais / Escala PantoneAula 05   Cores Especiais / Escala Pantone
Aula 05 Cores Especiais / Escala Pantone
Elizeu Nascimento Silva
 

Destaque (20)

Aula 04 formatos e características do papel
Aula 04   formatos e características do papelAula 04   formatos e características do papel
Aula 04 formatos e características do papel
 
Aula 03 produção de papel
Aula 03   produção de papelAula 03   produção de papel
Aula 03 produção de papel
 
Aula 07 impressão 3 d
Aula 07   impressão 3 dAula 07   impressão 3 d
Aula 07 impressão 3 d
 
Aula 06 cores especiais
Aula 06   cores especiaisAula 06   cores especiais
Aula 06 cores especiais
 
Aula 01 edição de revistas
Aula 01   edição de revistasAula 01   edição de revistas
Aula 01 edição de revistas
 
Aula 02 impressão de dados variáveis
Aula 02   impressão de dados variáveisAula 02   impressão de dados variáveis
Aula 02 impressão de dados variáveis
 
Aula 05 Cores Especiais / Escala Pantone
Aula 05   Cores Especiais / Escala PantoneAula 05   Cores Especiais / Escala Pantone
Aula 05 Cores Especiais / Escala Pantone
 
Aula 07 teorias do jornalismo jornalismo de dados
Aula 07   teorias do jornalismo jornalismo de dadosAula 07   teorias do jornalismo jornalismo de dados
Aula 07 teorias do jornalismo jornalismo de dados
 
Aula 03 - Fórmula Editorial
Aula 03 - Fórmula EditorialAula 03 - Fórmula Editorial
Aula 03 - Fórmula Editorial
 
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
Aula 03   linguagem gráfica jornalismoAula 03   linguagem gráfica jornalismo
Aula 03 linguagem gráfica jornalismo
 
Aula 04 linguagem gráfica no jornalismo
Aula 04   linguagem gráfica no jornalismoAula 04   linguagem gráfica no jornalismo
Aula 04 linguagem gráfica no jornalismo
 
Aula 05 linguagem gráfica no jornalismo
Aula 05   linguagem gráfica no jornalismoAula 05   linguagem gráfica no jornalismo
Aula 05 linguagem gráfica no jornalismo
 
Aula 02 infodesign
Aula 02   infodesignAula 02   infodesign
Aula 02 infodesign
 
Aula 02 Edição de Revistas - Público-alvo
Aula 02   Edição de Revistas - Público-alvoAula 02   Edição de Revistas - Público-alvo
Aula 02 Edição de Revistas - Público-alvo
 
Aula 03 teoria da cor
Aula 03   teoria da corAula 03   teoria da cor
Aula 03 teoria da cor
 
Aula 03 ética e legislação jor
Aula 03   ética e legislação jorAula 03   ética e legislação jor
Aula 03 ética e legislação jor
 
Aula 01 linguagem gráfica jornalismo
Aula 01   linguagem gráfica jornalismoAula 01   linguagem gráfica jornalismo
Aula 01 linguagem gráfica jornalismo
 
Aula 02 teoria da cor
Aula 02   teoria da corAula 02   teoria da cor
Aula 02 teoria da cor
 
Aula 01 Infodesign
Aula 01   InfodesignAula 01   Infodesign
Aula 01 Infodesign
 
Aula 01 teoria da cor
Aula 01   teoria da corAula 01   teoria da cor
Aula 01 teoria da cor
 

Semelhante a Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão

Fluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráficoFluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráfico
guest11b4add
 
Treinamento grafoscopia - parte ii
Treinamento   grafoscopia - parte iiTreinamento   grafoscopia - parte ii
Treinamento grafoscopia - parte ii
Juray Castro
 

Semelhante a Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão (20)

Rotogravura, o que é?
Rotogravura, o que é?Rotogravura, o que é?
Rotogravura, o que é?
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
CRP0357-2014-07
CRP0357-2014-07CRP0357-2014-07
CRP0357-2014-07
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Aula impressão
Aula impressãoAula impressão
Aula impressão
 
CRP0357-2014-08
CRP0357-2014-08CRP0357-2014-08
CRP0357-2014-08
 
tg_aula5_2008
tg_aula5_2008tg_aula5_2008
tg_aula5_2008
 
Fluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráficoFluxo produtivo gráfico
Fluxo produtivo gráfico
 
Treinamento grafoscopia - parte ii
Treinamento   grafoscopia - parte iiTreinamento   grafoscopia - parte ii
Treinamento grafoscopia - parte ii
 
Midias digitais e impressas
Midias digitais e impressasMidias digitais e impressas
Midias digitais e impressas
 
Aula 1 aldeci
Aula 1 aldeciAula 1 aldeci
Aula 1 aldeci
 
Aula 1 aldeci
Aula 1 aldeciAula 1 aldeci
Aula 1 aldeci
 
Digital press
Digital pressDigital press
Digital press
 
Apresentação ti v2
Apresentação ti v2Apresentação ti v2
Apresentação ti v2
 
02 introducao pre_impressao
02 introducao pre_impressao02 introducao pre_impressao
02 introducao pre_impressao
 
Trabalho De ProduçãO GráFica
Trabalho De ProduçãO GráFicaTrabalho De ProduçãO GráFica
Trabalho De ProduçãO GráFica
 
Mídias impressas e digitais
Mídias impressas e digitaisMídias impressas e digitais
Mídias impressas e digitais
 
Seminário impressão em peças plásticas Tampografia
Seminário   impressão em peças plásticas Tampografia Seminário   impressão em peças plásticas Tampografia
Seminário impressão em peças plásticas Tampografia
 
Definição de Estamparia Indústrial
Definição de Estamparia IndústrialDefinição de Estamparia Indústrial
Definição de Estamparia Indústrial
 
Operação e manutenção de impressoras
Operação e manutenção de impressorasOperação e manutenção de impressoras
Operação e manutenção de impressoras
 

Mais de Elizeu Nascimento Silva

Mais de Elizeu Nascimento Silva (18)

Unidade 03 Ainda a tal objetividade
Unidade 03 Ainda a tal objetividadeUnidade 03 Ainda a tal objetividade
Unidade 03 Ainda a tal objetividade
 
Unidade02 quem fala no jornalismo
Unidade02 quem fala no jornalismoUnidade02 quem fala no jornalismo
Unidade02 quem fala no jornalismo
 
Aula 15 A Sociedade em Rede
Aula 15   A Sociedade em RedeAula 15   A Sociedade em Rede
Aula 15 A Sociedade em Rede
 
Aula 09_Edgar Morin e a Perspectiva Culturológica
Aula 09_Edgar Morin e a Perspectiva CulturológicaAula 09_Edgar Morin e a Perspectiva Culturológica
Aula 09_Edgar Morin e a Perspectiva Culturológica
 
Aula 14 Armand Mattelart - Globalização da Comunicação
Aula 14   Armand Mattelart - Globalização da ComunicaçãoAula 14   Armand Mattelart - Globalização da Comunicação
Aula 14 Armand Mattelart - Globalização da Comunicação
 
Aula 9c Estudos Culturais - Stuart Hall
Aula 9c Estudos Culturais - Stuart HallAula 9c Estudos Culturais - Stuart Hall
Aula 9c Estudos Culturais - Stuart Hall
 
Aula 9B_Estudos Culturais Ingleses
Aula 9B_Estudos Culturais InglesesAula 9B_Estudos Culturais Ingleses
Aula 9B_Estudos Culturais Ingleses
 
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneasAula 06   teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
Aula 06 teorias do jornalismo hipóteses contemporâneas
 
Aula 04 ética e legislação Jornalismo
Aula 04   ética e legislação JornalismoAula 04   ética e legislação Jornalismo
Aula 04 ética e legislação Jornalismo
 
Aula 05 Briefing
Aula 05   BriefingAula 05   Briefing
Aula 05 Briefing
 
Aula 04 - Infodesign - Alfabeto-padrão
Aula 04 - Infodesign - Alfabeto-padrãoAula 04 - Infodesign - Alfabeto-padrão
Aula 04 - Infodesign - Alfabeto-padrão
 
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrãoAula 03 - Infodesign - Cor-padrão
Aula 03 - Infodesign - Cor-padrão
 
Aula 06 linguagem visual
Aula 06   linguagem visualAula 06   linguagem visual
Aula 06 linguagem visual
 
Aula 05 linguagem visual
Aula 05   linguagem visualAula 05   linguagem visual
Aula 05 linguagem visual
 
Aula 02 cim comunicação institucional
Aula 02 cim comunicação institucionalAula 02 cim comunicação institucional
Aula 02 cim comunicação institucional
 
Aula 04 linguagem visual
Aula 04   linguagem visualAula 04   linguagem visual
Aula 04 linguagem visual
 
Aula 03 comunicação institucional o plano de comunicação integrada
Aula 03 comunicação institucional o plano de comunicação integradaAula 03 comunicação institucional o plano de comunicação integrada
Aula 03 comunicação institucional o plano de comunicação integrada
 
Aula 01 cim mix de cim
Aula 01 cim mix de cimAula 01 cim mix de cim
Aula 01 cim mix de cim
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
LisaneWerlang
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 

Aula 01 sistemas de composição e processos de impressão

  • 2. SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO CAIXA DE TIPOS: Conjunto de matrizes tipográficas selecionadas conforme a necessidade de composição.
  • 3. SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO LINOTIPO: Máquina composta por caldeira para derreter chumbo e por unidade de fundição de matrizes tipográficas. Utilizada para composição de grandes volumes de texto. Ex.: Jornais, livros, revistas.
  • 4. SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO FOTOCOMPOSIÇÃO: Equipamento computadorizado de composição a laser. Utilizado para produção de matrizes para fotolito.
  • 5. SISTEMAS DE COMPOSIÇÃO DTP (Desktop Publishing) EDITORAÇÃO ELETRÔNICA: Sistema baseado em softwares de produção gráfica (InDesign, Photoshop, Illustrator, CorelDraw etc., para edição de páginas, edição de imagens, edição de imagens vetoriais, produção de arte-final e fechamento de páginas. Os arquivos finalizados são enviados para fotocompositoras digitais a laser para geração do FOTOLITO. Algumas gráficas utilizam o sistema CTP (Computer to Plate), que permite enviar a arte final diretamente do DTP para impressoras industriais.
  • 6. PRÉ-IMPRESSÃO FOTOLITO: Processo de transferência da arte-final para chapas de impressão. Até os anos 1990, realizado por meio de processo fotoquímico. Modernamente, os filmes de fotolito são obtidos por meio de impressão a laser em folhas de acetato ou material fotossensível.
  • 7. PRÉ-IMPRESSÃO Visando a economia no processo, alguns produtores gráficos substituem o fotolito pela impressão em laser filme em impressoras laser de mesa. Há ainda quem barateie ainda mais o processo, substituindo o laser filme por papel vegetal. Desvantagens: a) Perda considerável da qualidade de reprodução. b) Impossibilidade de reprodução na escala de cinzas. c) Impossibilidade de reprodução de policromia. d) O papel vegetal pode causar danos à impressora laser.
  • 8. PROCESSOS DE IMPRESSÃO TIPOGRAFIA Características da impressão: leve “squash” na borda das imagens, que só é visível quando em formato muito grande ou com a utilização de lente. O impresso apresenta um relevo devido à pressão da matriz sobre a superfície do papel. • Baixo custo de impressão. • Baixa qualidade de reprodução. • Processo altamente artesanal. • Impressão em tom contínuo.
  • 9. PROCESSOS DE IMPRESSÃO OFF SET Um dos processos mais utilizado desde meados do século XX. Permite grandes tiragens a custo baixo e alta qualidade de impressão Permite impressão em variados tipos de papel.
  • 10. PROCESSOS DE IMPRESSÃO OFF SET Classificado como sistema de impressão indireta, pois a imagem contida na matriz (chapa metálica) é entintada, em seguida transferida para um cilindro revestido com borracha (blanqueta) e posteriormente impresso no papel.
  • 11. PROCESSOS DE IMPRESSÃO Off set plana: utiliza papel previamente cortado, em formatos de acordo com padrões internacionais. Permite melhor qualidade de registro.
  • 12. PROCESSOS DE IMPRESSÃO OFF SET Off set rotativa: utiliza papel em bobina, o que permite velocidade de produção mais elevado e barateamento do processo. Apresenta qualidade de registro inferior à máquina plana.
  • 13. PROCESSOS DE IMPRESSÃO ROTOGRAVURA: Neste processo de impressão, a imagem é gravada em baixo relevo diretamente no cilindro de aço por instrumentos diamantados. O cilindro é então entintado, a máquina elimina o excesso de tinta e faz a impressão na superfície. É considerado um processo de impressão direta.
  • 14. PROCESSOS DE IMPRESSÃO ROTOGRAVURA: Permite baixo custo para impressão de altas tiragens em alta velocidade. Muito adotada na impressão de revistas (papel LWC) e de plásticos flexíveis (sacolas, embalagens, rótulos etc).
  • 15. PROCESSOS DE IMPRESSÃO FLEXOGRAFIA: Impressão com chapa de borracha ou resina, com imagens em alto relevo. A matriz é confeccionada a partir de molde tipográfico. Além de utilizar tinta de secagem rápida, as máquinas são dotadas de sistemas de secagem dos impressos por ar quente.
  • 16. PROCESSOS DE IMPRESSÃO FLEXOGRAFIA: Utilizada principalmente para impressão de superfícies flexíveis, para a produção de embalagens. Imprime em papel, plástico, celofane e folhas metálicas. Processo direto de impressão.
  • 17. PROCESSOS DE IMPRESSÃO SERIGRAFIA: Neste processo de impressão, a tinta é aplicada sobre a superfície de impressão através de uma tela cuja trama reproduz a imagem a ser impressa.
  • 18. PROCESSOS DE IMPRESSÃO SERIGRAFIA: A tela é feita com seda ou nylon e esticada numa moldura de madeira ou aço. Utilizada para impressão em tecidos, plásticos, papelão e outras superfícies planas rígidas.
  • 19. PROCESSOS DE IMPRESSÃO TAMPOGRAFIA: Impressão ocorre pela transferência de um filme de tinta permanente de um clichê para a superfície. As superfícies podem ser planas, esféricas, cônicas, côncavas, convexas, lisas, ásperas etc.
  • 20. PROCESSOS DE IMPRESSÃO TAMPOGRAFIA: Muito utilizada pela indústria de brindes.