Apostila casados em cristo 2010

58.277 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
58.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
199
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila casados em cristo 2010

  1. 1. Casados em Cristo2ÍNDICELIÇÃO TÍTULO PG1 Por que os casais estão se separando? 062 É conversando que a gente se entende. 193 Eu errei, por favor, me perdoe. 224 Um novo homem para uma nova mulher. 275 Debaixo da mesma canga para sempre. 316 E eles serão um só coração. 347 Adultério virtual, um perigo real. 378 Guardem a vossa alegria. 399 Duas coisas que um cônjuge precisa saber. 4210 Mais do que posição social e dinheiro. 4611 Ele não é carinhoso comigo! 4812 E o ciúme, tem cura? 5013 Um suprindo as necessidades do outro. 5314 Reconhecer é dar valor ao outro 5615 Nada a esconder, nada a temer. 5916 Isso é papel de homem? 6117 Guardando o outro no coração. 6618 Um lar não vem pronto, você constrói. 6819 Quando o casal deixa Jesus para trás. 7020 Você se casou para ser feliz? 7221 Quando o romantismo e a paixão se abraçam. 74
  2. 2. Casados em Cristo322 Por que eles continuam? 7723 Ali te darei o meu amor. 8024 Reconstruindo um relacionamento. 8225 Ela não entregou seu marido para a amante. 8826 Qualquer negócio pelo amor desta mulher. 9127 Conhecendo o inimigo. 9428 Fecha a porta do teu quarto e...façam amor. 9629 Ele só pensa “naquilo” 9830 Minha esposa, minha amante. 10031 Meu marido, meu amante. 10232 Coisas que ela não gosta na cama. 10433 Coisas que ele gosta na cama 10634 Pecados sexuais. 107Nota :Alguns temas aparecem em mais de um momento no livro. Assim estaremos em contato comum mesmo assunto mais vezes e será uma segurança para vós conforme ensina Paulo:“Não me aborreço de escrever-vos as mesmas coisas, e é segurança para vós( Fp 3:1b)O ensino vai sendo apresentado como gotas de instrução.Deuteronômio 32.2:“Goteje a minha doutrina como a chuva, destile o meu dito como o orvalho, como chuviscosobre a erva e como gotas de água sobre a relva.”Com relação ao sexo, confesso que é difícil tratar deste assunto,mas à medida que vamosnos libertando de bloqueios que trazemos na alma com relação ao tema, as coisas vão
  3. 3. Casados em Cristo4ficando mais fáceis. Então, não desista de tratar deste assunto com seu parceiro, com seugrupo, pois todos precisamos saber e ensinar aos filhos. Não permita nenhum tipo demalícia, pornofonia ou qualquer outra coisa que venha denegrir o estudo sobre sexo. Nãotenha vergonha de falar daquilo que Deus não teve vergonha de criar.INTRODUÇÃO“Viva feliz com a mulher que você ama! Sua vida passa depressa e o que Deus lhe dá comoprêmio por todo o seu trabalho é a sua esposa.” (Ec 9:9- Bíblia Viva)Temos acompanhado a vida de muitos casais e ficamos penalizados de vê-los atravessandocrises terríveis de relacionamentos.Houve um tempo que a igreja estava como que imune a separações e divórcios, mas ascoisas mudaram e até a igreja vem sendo atingida com uma crescente onda de divórcios.Os homens de meia idade já não temem deixar a esposa e entrar num novo relacionamentoem virtude do advento do “Viagra”, visto que antes eles temiam o fantasma da disfunçãoerétil, o que hoje não acontece mais.As mulheres por sua vez têm sido encorajadas pelas celebridades e estão deixando seusmaridos e buscando um novo relacionamento, de preferência com homens mais jovens, issoé o que a mídia tem mostrado.Outro fator que estimula a separação por parte delas é a sua independência, uma vez quehoje a mulher já descobriu que pode sobreviver sem o sustento do homem como aconteciaanteriormente. De modo que ela não tolera mais algumas coisas que antes ela tolerava .O fato de a igreja possuir índices menores de separações não é nenhuma garantia de quetudo vai muito bem.Temor a Deus, busca da obediência e o medo de enfrentar a vida sozinho ou numa novarelação, ainda são fatores determinantes para que não haja tantos divórcios e separaçõesdentro da igreja.Mas tem muitos cristãos que vivem uma vida de infelicidade dentro de seus lares.A boa notícia é que não precisa ser assim, Deus tem cura para a família, e isso se dá atravésde sua Palavra, conforme diz o salmista:“Enviou a sua palavra, e os sarou; e os livrou da sua destruição.( Sl 107:20)“E tudo isso afeta a igreja, mesmo porque ela é formada por pessoas da sociedade quetrazem consigo seus padrões morais e éticos, que nem sempre são os mesmosestabelecidos por Deus.Daí uma constante necessidade de reajustar as nossas vidas dentro dos princípios e valoresbíblicos.
  4. 4. Casados em Cristo5E a ideia deste livro é contribuir para que os casais cristãos vivam bem, sejam felizes econstruam um relacionamento duradouro e com alegria, corrigindo valores de uma bagagemanterior, ajustando-os aos princípios da Palavra de Deus.Aproveite bem este livro, que ele seja mais do que um acúmulo de conhecimento, mas queseja algo interessante para você por em prática na sua vida conjugal.Que o Espírito de Deus desafie cada leitor a uma mudança, e assim se tornar um maridomelhor, uma esposa melhor, pois dessa maneira teremos famílias mais ajustadas, igrejasfortalecidas e uma nação mais santa.Vale dizer que“Quando eu mudo, tudo ao meu redor muda comigo ”( autor desconhecido),Um forte e demorado abraço.O autor.
  5. 5. Casados em Cristo61-PORQUE OS CASAIS ESTÃO SE SEPARANDO?Trataremos aqui dos principais motivos geradores de crises e separações.Infidelidade:Bebe a água da tua cisterna, e das correntes do teu poço.Derramar-se-iam por fora as tuasfontes, e pelas ruas os ribeiros de águas?Sejam para ti só, e não para os estranhoscontigo.Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade.Como cervaamorosa, e gazela graciosa, saciem-te os seus seios em todo o tempo: e pelo seu amor sêatraído perpetuamente.E por que, filho meu, andarias atraído pela estranha, e abraçarias o seioda estrangeira?Porque os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor e ele aplanatodas as suas carreiras (PV 5;15-21).Adulterar é trair a confiança do outro. É quase que inviabilizar um relacionamento, poismesmo que haja perdão, poderá não ser o mesmo dali prá frente, dependerá da reação dooutro.A desconfiança, acusações e brigas se tornam uma constante. E pior, no momento maisíntimo, o que foi traído se lembrará que o seu cônjuge esteve nos braços de outra pessoa eaí o desejo sexual se transforma em inconformismo e ódio.Há pessoas que chegam a dizer que sentem o cheiro da terceira pessoa, é claro que é coisada cabeça, mas pode nos dar uma ideia do sofrimento ocasionado.Mas a restauração é possível e deve ser buscada. Ela vai depender muito da boa vontadede cada um deles para refazer a história. O melhor, sempre, é agir preventivamente, poisquando a traição acontece, a ferida aberta nos corações é grande demais.Então o que fazer? É preciso proteger o relacionamento dando ao outro o que é devido.Veja a instrução bíblica:“Mas, por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seupróprio marido. O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulherao marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; etambém, da mesma maneira, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no amulher. Não vos defraudeis um ao outro, senão por consentimento mútuo, por algum tempo,para vos aplicardes à oração; e, depois, ajuntai-vos outra vez, para que Satanás vos não tentepela vossa incontinência.( I Co 7:2-5)Sabe o que ele está falando? Esta falando que o casal não deve ficar sem encontros íntimospor muito tempo em virtude da tentação do adultério.Uma das formas mais seguras de proteger o relacionamento é tendo um bom sexo dentrode casa, que é o maior desejo de um marido.
  6. 6. Casados em Cristo7A mulher precisa ser pastoreada pelo marido. O coração dela deve estar sempre suprido emsuas necessidades emocionais. Se estiver bem, se sentindo amada e reconhecida, o amorestará seguro, o sexo será maravilhoso e haverá continuidade nessa relação.Dívidas, descontrole financeiro:Rm 13.8 A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aosoutros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.O controle das finanças é algo de extrema importância, visto que no descontrole , a saúdedo relacionamento vai por água abaixo, começam as brigas, as acusações e o amor vai seesfriando, dali a pouco não haverá mais clima nem mesmo para o amor sexual.Outra coisa que é afetada pelas dívidas é o nosso testemunho cristão.Se você quer saber se uma pessoa é crente, pergunte ao comerciante e ele te dirá. Essa foiuma experiência pessoal quando tínhamos um pequeno comércio e ficávamos abismados dever como alguns crentes se comportavam com relação as suas contas.E preciso aprender a diferenciar necessidades e desejos. Necessidade é aqui que éimportante ou imprescindível. Desejos são complementos, coisas que se pode viver sem elastranquilamente.Se for uma necessidade tudo bem, vale a pena o esforço, porém, se for tão somente umdesejo, poderá haver arrependimento posterior. Os desejos devem ser satisfeitos quando hádinheiro para isso, caso contrário, se transformam em dor e sofrimento.É comum acontecer da seguinte maneira, uma pessoa pensando que precisa de umdeterminado objeto para casa, vai e compra a prestação. Ele paga mais caro, e de repentecomeça a ter dificuldades com as mensalidades e ao mesmo tempo percebe que aqueleobjeto não era tão necessário assim. O que era um sonho de consumo se transformou numpeso a mais para carregar. A alegria pela posse do bem foi embora.Dê uma olhada dentro de sua casa e irá descobrir coisas que comprou, pouco usou e quesofreu para pagar, e que hoje está lá num canto qualquer da casa.Nós moramos em uma cidadezinha no interior de São Paulo onde as barganhas são umaconstante e me lembro de ter trocado um vídeo cassete por dois boizinhos de onze arrobascada, totalizando assim 330 kg de carne. Passado algum tempo, o mesmo vídeo casseteseria comprado por pouco mais de 30 kg de carne. A desvalorização foi brutal, e o sonho dovídeo logo se desfez, era só desejo e não necessidade. Só que depois, olhava para oaparelho e ficava com raiva de mim mesmo, matou a alegria.Outra coisa, o casal tem uma boa renda, mas por má administração, eles diluem o seudinheiro com coisas de menos importância e não sobra para as conquistas maiores e issotambém leva a frustrações.
  7. 7. Casados em Cristo8Sem se falar quando um cônjuge gasta boa parte dos recursos consigo mesmo, com seuesporte preferido, com seu hobby, com seu lazer individual.A maior queixa das mulheres é quando os homens gastam nos bares com bebidas, festas eamigos.Seria interessante o casal buscar obedecer aos princípios de Deus com relação à áreafinanceira, vejamos alguns:Seja previdente:Pois, qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dosgastos, para ver se tem com que a acabar?Para que não aconteça que, depois de haver postoos alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecerdele,Dizendo: Este homem começou a edificar, e não pôde acabar (Lc 14:28-30)Façam sempre as contas para ver se é possível pagar. Não conte com aquilo que ainda nãoestá em suas mãos, como uma promoção, um aumento salarial, um prêmio ou recurso quepode chegar, mas ainda não está disponível.Não seja fiador de ninguém.Decerto, sofrerá severamente aquele que fica por fiador do estranho, mas o que aborrece afiança estará seguro ( Pv 11:15).Na maioria dos casos, o marido se torna fiador e nem ao menos consulta a esposa. Só quese vier a acontecer de ter que pagar aquela dívida ela também sofrerá as conseqüências,então não é justo que seja assim.Como saída para os pedidos de amigos e parentes, deve-se fazer uma aliança com a esposano sentido de não ser fiador de ninguém como princípio de unidade.Desta maneira quando alguém vier solicitar para que seja fiador, esclarecerá que tem umaaliança com a esposa e está impossibilitado de assinar por força deste acordo.Emprestar é socorrer o outro em suas necessidades.Que todo o credor, que emprestou ao seu próximo uma coisa, o quite: não a exigirá do seupróximo ou do seu irmão, pois a remissão do Senhor é apregoada. Do estranho a exigirás;mas o que tiveres em poder de teu irmão a tua mão o quitará: Somente para que entre ti nãohaja pobre; pois o Senhor abundantemente te abençoará na terra que o Senhor, teu Deus, tedará por herança, para possuí-la (Dt 15:2-4).Veja que aquele que emprestou não podia nem mesmo cobrar a dívida, visto que só seemprestava para quem estivesse em dificuldades com alimentos ou algo de primeiranecessidade como remédio, por exemplo.
  8. 8. Casados em Cristo9Portanto só empreste se você tem sobrando, pois no caso de não pagamento, não afetará obom andamento da família.Não empreste cartão de crédito ou folha de cheque. O empréstimo só deve acontecer parasuprir necessidades básicas. Para um investimento, existe o sistema financeiro que está alipara isso e tem as ferramentas para cobrança. É melhor você emprestar para um pobre quepoderá não te pagar do que emprestar para quem tem trabalho e quer comprar um carro.Quem empresta ao pobre, empresta a Deus. Quem empresta àquele que quer um carro,desobedece a princípios bíblicos.-Não cobre juros além da correção do dinheiro:Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não te haverás com elecomo um usurário; não lhe imporeis usura( Ex 22:25).-Seja generoso, doe, abençoe, dizime e oferte.Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes(Mt 5:42)Não pense somente em seus próprios interesses, mas olhe também para aqueles quecaminham contigo. Isso inclui a igreja, os pais, filhos, parentes, amigos e necessitados.Há um mistério nisso. Isso atrai bênçãos, é o Senhor quem dá semente ao semeador. Sevocê não semeia na vida de ninguém, você não receberá mais sementes para amultiplicação.No começo do ano eu procuro uma pessoa, especialmente criança, para que naquele ano euseja uma benção na vida dela. Você pode fazer isso também. Olhe na sua igreja e irádescobrir jovens que tem talento mas não tem dinheiro para um curso de música, veráaquele que tem dificuldades para se vestir.Um dia eu fui orientado por Deus para ser benção na vida de uma criança lábio leporina quevi na igreja. Hoje ele é meu filho adotivo.Não queira viver um padrão de vida acima de suas posses.Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza:mantém do pão da minha porção acostumada. Para que, porventura, de farto te não negue,e diga: Quem é o Senhor? ou que, empobrecendo, não venha a furtar, e lance mão donome de Deus( Pv 30.8,9).O melhor da vida é viver dentro de seu padrão, sem se preocupar em impressionar ninguém.Viver sem máscaras, sem ostentação. Pessoas sofrem demais por querer impressionar ovizinho, os amigos, os parentes. Não dá para viver se comparando com outras pessoas, poissempre haverá alguém melhor de vida que você. É correr atrás do vento.
  9. 9. Casados em Cristo10Nossas esmolas falam por nós no Céu.E eis que, diante de mim, se apresentou um varão com vestes resplandecentes, e disse:Cornélio, a tua oração foi ouvida, e as tuas esmolas estão em memória diante de Deus.( At10:31).A família de Cornélio foi visitada por um anjo e a primeira coisa que este falou foi sobre asorações de Cornélio que estavam sendo ouvidas por Deus, e a segunda coisa, foi o memorialque Deus tinha diante dele, construído com as esmolas de Cornélio.Muitos querem serouvidos por Deus, querem ver anjos chegando em sua casa, mas não fazem nada pelosmenos favorecidos.Honre a Deus, dizime e oferte, ele fará sobejar.Honra ao Senhor com a tua fazenda, e com as primícias de toda a tua renda. E se encherão osteus celeiros abundantemente, e trasbordarão de mosto os teus lagares ( Pv 3:9-10)Quando eu me preocupo com a Casa de Deus, Ele se preocupa com a minha casa. Quandoeu cuido dos negócios do meu Pai, ele cuida dos meus negócios.É um princípio deixado por Deus para caminhássemos nele.Dê ao dinheiro o tratamento correto:Porque nada trouxemos para o mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.Tendo,porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.Mas os que queremser ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, quesubmergem os homens na perdição e ruína.Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda aespécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se trespassaram a si mesmoscom muitas dores.Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas e segue a justiça, a piedade, afé, o amor, a paciência, a mansidão.( 1Tm 6;10-11)--Não tenha amor ao dinheiro, pois o amor a ele é raiz de todos os males Não seja avarento,acumulando só para si mesmo , sem olhar os desfavorecidos ao teu lado.-Não faça ostentação ou comparação, não se torne orgulhoso.-Use para o seu bem e daqueles que estiverem contigo, compartilhe.-Não se desvie de quem te pede emprestado para necessidades básicas.
  10. 10. Casados em Cristo11Quem toma emprestado se torna escravo de quem emprestou.O rico domina sobre os pobres, e o que toma emprestado é servo do que empresta ( PV 22:7).Por este motivo não reclames quando a financeira ligar cobrando, o credor bater na tua portae os juros estiverem te apertando ou quando se vir obrigado a fazer alguma coisa que nãoconcorda, pois se tornou escravo quando tomou emprestado.Economize para compras interessantes.Guarde pelo menos 10% de sua renda em poupança, para que atenda as emergências quesurgirem ou para a compra de um bem de maior valor.Se tiveres filhos pequenos, comece a poupar hoje. Pequenas quantias serão o suficientepara pagar seus estudos quando chegar o tempo da faculdade.Não invista o dinheiro que sobra em coisas que tiram dinheiro do seu bolso, mas invistanaquilo que põe dinheiro no seu bolso.Não compre bens que geram despesas, compre coisas que gerem renda.Bens que valorizam são melhores que aqueles que depreciam, e se gerar aumento de renda,será ainda melhor.Exemplo, entre um terreno e uma casa, prefira a casa. O terreno vai gerar despesa comlimpeza e manutenção e não dará renda, tão somente irá valorizar, ao passo que uma casaalém de valorizar dará uma renda extra.Para quem tem um pouco mais de dinheiro é interessante procurar criar um acúmulo derendas extras de modo que a sua renda principal fique livre, quando isso acontecer estapessoa estará enriquecendo.Vou dar o exemplo de investimento: adquira imóvel de aluguel, empresas que você nãoprecise trabalhar nela ; faça investimentos em bolsa de valores , poupança ,aplicaçõesfinanceiras,etc. São coisas que põem dinheiro no seu bolso e não tiram.Quem compra um tapete persa deve saber que não é necessidade, que é algo muito caro eque não tem mercado e irá depreciar bastante, além de não dar renda.
  11. 11. Casados em Cristo12As pessoas, especialmente a classe média, estão se enchendo de dívidas com bens quequando acabam de pagar, já perderam o prazer nele, já desvalorizou e não tem mercado.A ideia se resume assim: Compre aquilo que põe dinheiro no seu bolso e não aquilo que tiradinheiro dele.Procure comprar à vista, pois terá sempre um preço melhor. Para quem tem dinheiro na mãoas melhores oportunidades sempre surgem.Tenha sempre um orçamento doméstico.Faça de tudo para permanecer no azul. Pague suas dívidas todas, não deixe acumular.Conforme o caso é melhor vender um bem e pagar as dívidas do que ficar com o bem edevendo e pagando com juros. Dívidas roubam a alegria da família.Ter um orçamento é importante para saber o quanto entra e o quanto sai. Quem não sabepara onde vai o seu dinheiro, nunca terá o suficiente. Orçamento é coisa simples, é uma listado dinheiro que entra e do dinheiro que sai da família. Quando a situação aperta você olha esabe onde fazer os cortes, o que ainda falta pagar, quando vão acabar algumas prestações eassim se organizar melhor para o futuro.Não compre quando estiver deslumbrado com o bem.Quando ficamos deslumbrados com alguma coisa, deixamos de perceber suas falhas eimperfeições e perdemos a noção de custo/benefício. Por isso, o negócio é não comprar nomesmo dia que viu o bem. No primeiro dia você , analise, discuta preço e condições depagamento, e vá para casa, deixe passar alguns dias e somente aí volte as negociações.Quando compramos de forma deslumbrada ou apaixonada pelo bem, a possibilidade decomprar mal, de comprar no momento errado, é muito grande.Vícios ,drogas,bebidas,jogos,sexo, consumismo, etc.Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé,mansidão e domínio próprio (Gálatas 5:22).Quando falamos em vícios, logo nos vem à mente, drogas e bebidas, mas os vícios nãoparam por aí, existem outros tão perniciosos quanto estes. Conheci um casal onde o maridopassava noites a fio jogando cartas e, logicamente,
  12. 12. Casados em Cristo13perdendo muito dinheiro. Quando ele não jogava tinha tremedeiras assim como as crises deabstinência no alcoolismo.Há também vícios por outras coisas como pornografia, internet, bingo e sexo.Uma conhecida da gente, era viciada em bingo, um dia ganhava, outro perdia. Toda noite láia ela. Chegou um tempo que começou a perder e precisou fazer empréstimos e maisempréstimos para cobrir os cheques emitidos, ela se afundou tanto que acabou perdendo acasa própria e também o marido.Todo vício começa com a situação sob controle, mas depois a pessoa se torna dependente enão tem mais domínio, torna-se um escravo. É preciso observar alguns prazeres que podemviciar e dar um basta enquanto é tempo.Incompatibilidade de gênio.Rm 15: 1-7- Mas nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e nãoagradar a nós mesmos. Portanto, cada um de nós agrade ao seu próximo, no que é bom paraedificação....Ora o Deus de paciência e consolação vos conceda o mesmo sentimento, unspara com os outros, segundo Cristo Jesus. Para que, concordes, a uma boca.Quando falamos em incompatibilidade de gênio estamos falando de corações endurecidos.Uma pessoa que professa a fé cristã, jamais poderia se separar por causa deincompatibilidade de gênio, visto que é orgulho e dureza de coração. Mas infelizmente istotem acontecido e vemos pessoas contando as suas incompatibilidades como se fosse algonormal.Incompatibilidade de gênio nada mais é do que soberba, orgulho, intolerância, falta deperdão, arrogância e corações intratáveis, que certamente não são frutos do espírito, massim frutos da carnalidade humana ( Gálatas 5)O grande inimigo do casamento é o egoísmo. Essa deve a luta de todo homem, combater-sea si mesmo no seu egoísmo. Quando damo-nos um valor exacerbado, achamos quemerecemos muito, esperamos demais dos outros, é exatamente aí que colocamos a perder ocasamento.Quem se casa fazendo do outro o depositário de sua felicidade acaba se decepcionando.Não se deve criar expectativas demasiadas, achar que merecemos o muito da parte dooutro, porque aí a decepção será grande quando vier o pouco.O orgulhoso diz assim:“Eu não permito que me magoem”.Já o humilde diz:
  13. 13. Casados em Cristo14“Eu não me permito ficar magoado com alguém”.“O orgulhoso exige dos outros, o humilde exige de si mesmo.Quando alguém se casa pensando tão somente em usufruir daquilo que o outro tem demelhor, este casamento não prosperará.“Vampirismo” é algo que não combina com nada, ainda mais no casamento. Quem gosta desugar o que o outro tem de melhor acaba matando o relacionamento.Mas aquele que se casa pensando em fazer o outro feliz, esse irá bem.A verdade é que só alcançamos a felicidade à medida que fazemos o outro feliz. Jesus deu areceita disso:MT 7:15 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós,porque esta é a lei e os profetas.Ingerência dos pais (sogra em especial )As ingerências dos pais quando não solicitadas são extremamente negativas para o casal.Há filhos que não conseguem cortar o cordão umbilical, e por sua vez, os pais também nãodesejam que isso aconteça e passam a interferir demais na vida dos dois.Quase sempre com uma dose de rejeição contra a outra parte. Sogra/sogro só devem intervirquando forem solicitados para um conselho, caso contrário, pode separar o casal com suaintromissão.Descompromisso com os sonhos de casal:Quando eles se decidem pelo casamento, geralmente o fazem com o coração cheio desonhos, fazem acordos sobre o que querem construir, o tipo de vida que gostariam de levar,mas durante a caminhada as coisas mudam e de repente um acaba descumprindo oprometido. Por exemplo, o casal sonhou comprar uma casa e para isso fizeram economias,guardaram dinheiro, se privaram de alguns prazeres, tudo para que pudessem realizar osonho. Mas ao final do ano o marido vai e troca de carro, gastando assim o dinheiro queseria para a entrada na compra da casa ou apartamento. Imagine o tamanho da confusãoque irá se levantar entre os dois.É verdade que as pessoas mudam e as circunstâncias também, mas o casal precisaacompanhar as mudanças em unidade. Toda mudança deve e pode ocorrer se for para obem dos dois. Não se admite uma desistência unilateral de um sonho sem se discutir aquestão. As promessas devem ser sempre cumpridas ou justificadas.Necessidades emocionais não supridas.Necessidades emocionais não supridas, eis aí uma grande geradora de conflitos, iras econtendas.
  14. 14. Casados em Cristo15Quando um se sente esquecido pelo outro, não tem mais certeza de que ainda é amado,começa ter sentimentos de solidão, então percebemos que suas necessidades emocionaisnão estão sendo supridas.Quando um dos cônjuges não está cuidando do coração do outro, o sentimento é realmentede desprezo, de abandono, o casal experimenta um verdadeiro divórcio emocionalHá muitas maneiras de suprir tal necessidade e o casal deve sempre se abraçar, fazer umafago ou reafirmar o seu amor falando que é feliz por ter o outro junto de si, fazendopromessas de estar sempre junto.Um cônjuge com sentimento de abandono é alguém em estado de vulnerabilidade, queestá em real perigo. Se permanecer muito tempo à beira desse abismo, acabará caindo nele.Pessoas que adulteraram um dia, são unânimes em afirmar que estavam se sentindo malamadas, solitárias ou desprezadas.O casal deve se proteger, não se pode admitir que um cônjuge trate o outro com displicêncianesse sentido.Rotina excessiva.Há um tipo de rotina que é salutar para o casal, como por exemplo, sentar juntos à mesapara almoçar, irem à igreja em dias determinados, isso é bom, mas há outra rotina que éruim para o casamento.No início da vida sexual do casal tudo é novo, eles vão se descobrindo, o que provoca omaior prazer e muita alegria.Mas com o passar do tempo o que era novidade deixou de ser e torna-se algo sem muitobrilho ou paixão.Ouvi alguém dizer que o sexo no casamento é parecido com dirigir automóvel. Na fase doaprendizado, dá frio na barriga, tremores nas pernas, respiração ofegante, mas depois, vaino automático.E aí a relação torna-se monótona, previsível, como se cada gesto do outro já era esperado,sem surpresas, sem nada de novo.É preciso sempre inovar, quanto ao lugar, quanto ao romantismo, quanto aos atospreparatórios, etc.Ciúme doentio.Tt 1:15 Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados einfiéis, antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.
  15. 15. Casados em Cristo16O ciúme bem equilibrado, sem exageros, serve como proteção para o casal, e não é, porassim dizer, algo maligno. Não. Ele tem um papel a desempenhar. Vemos que o próprioEspírito de Deus tem ciúmes de nós quando tendenciamos para a idolatria.O ciúme no seu devido lugar traz proteção. Mas o ciúme doentio é aquele que sufoca, queaprisiona e que anula o outro.Um ciumento suspeita mal, acha que está sendo traído em cada esquina, está sempreachando um amante para o outro. Ele vê maldade em tudo.Temos sabido de ciumento que revira a bolsa da mulher, que vasculha o cesto de lixo dobanheiro quando a mulher chega em casa, para ver se não há vestígios de que esteve comoutro.Vi um marido pedir para alguém dar uma “cantada” por telefone na sua esposa,para secertificar de sua fidelidade. Outro fez o mesmo através do MSN, apresentou-se como sendouma certa pessoa e passou a se comunicar com a própria esposa e por fim acabou tentandomarcar um encontro amoroso. Este casamento acabou ali.Digo sempre que um ciumento é uma pessoa que segura um punhado de areia na mão, masque aperta tanto que ela vasa pelos vãos dos dedos.Geralmente o cônjuge de um ciumento acaba se separando por não suportar mais a pressãoe a desconfiança.Paulo,escrevendo aos Coríntios diz:ICo 13:4-7 A caridade é sofredora; é benigna; a caridade não é invejosa; a caridade não tratacom leviandade; não se ensoberbece;Não se porta com indecência; não busca os seusinteresses, não se irrita, não suspeita mal;Não folga com a injustiça, mas folga com averdade;Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.E ainda encontramos em Provérbios:O coração do seu marido está nela confiado, e a ela nenhuma fazenda faltará ( PV 31:11)Quando há confiança recíproca os dois ganham. O fato do marido confiar faz com que nadalhe falta, ele provê tudo para elaFilhos de um outro relacionamento.E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no seu coraçãotodas estas coisas. E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus eos homens. ( Lc 2:51-52)
  16. 16. Casados em Cristo17José era padrasto de Jesus, no entanto, havia entre eles um entendimento maravilhoso.Jesus lhe era sujeito em tudo. José, por sua vez, o protegia com toda a sua força paraescapar da fúria de Herodes.Entre os humanos normais, a relação não tem se mostrado tão pacífica assim.Osdesencontros na educação e convivência com os filhos de um relacionamento anterior temlevado muitos casais a uma separação.Há muitas arestas para serem aparadas nestes casos. Penso que um casal para se unir,trazendo filhos do outro relacionamento, precisa também conquistar o coração desses filhos,para que eles não acabem por separar o novo casal.Divisão no trabalho doméstico:Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo ( Gl 6:2)Uma das coisas que o homem moderno tem que vencer é a quebra da barreira que o leva anão dividir com a esposa as tarefas domésticas.Em alguns casos a esposa faz dupla jornada, trabalhando fora para ajudar nos recursos dafamília, e ainda tem que trabalhar em casa.E os homens, na sua insensibilidade, se esquivam de ajudar nessas tarefas doméstica, oque não se justifica mais, uma vez que ela trabalha fora. Se ele está cansado, ela também.Seria interessante que houvesse um ajustamento entre o casal e determinado o que cadaum faz dentro de casa, de forma que não seja preciso ficar pedindo, implorando, pois cadaum já sabe de antemão o seu compromisso com o lar.A ajuda do homem não pode ser esporádica e eventual, mas sim ordinária e sistematizadapara que surta efeito.Penso que as mães devem ensinar os seus filhos enquanto são pequenos, evitando assimtanto aborrecimento depois. Certamente eles serão maridos melhores.Falta de tempo para o casal.Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo docéu:Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que seplantou;Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar.Tempo dechorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de saltar;Tempo de espalhar pedras, etempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;Tempo debuscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora;Tempo de rasgar, etempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;Tempo de amar, e tempo deaborrecer; tempo de guerra, e tempo de paz ( Eclesiastes 3:1-8)
  17. 17. Casados em Cristo18Veja Também Deuteronômio 24: 5, onde o mandamento é no sentido de que o homem recémcasado não deveria ir a guerra ou ser colocado em serviço pesado pelo espaço de tempo deum ano, para que assim , ele pudesse fazer sua mulher feliz.O casal precisa passar tempo juntos, se for com exclusividade melhor ainda.Eles precisam...-andar de mãos dadas, isso gera segurança emocional, especialmente para a mulher.- se beijar, isso desperta desejo sexual,- rir juntos, isso gera cumplicidade.Caso isso não aconteça o casal vai se distanciando um do outro e logo aparecerá algo paraocupar este espaço deixado entre os dois, podendo ser uma pessoa estranha aorelacionamento ou alguma atividade para preencher o vazio que a ausência de tempo gerou.Oração: “Senhor, ensina-me mais sobre mim mesmo, para que eu possa mudar e assimexperimentar as delícias de uma vida conjugal. Gostaria de ser o melhor presente para o meucônjuge, ser para ele uma fonte de alegria, mostra-me os meu erros e imperfeições e me ajudano processo de mudança”
  18. 18. Casados em Cristo192-É CONVERSANDO QUE A GENTE SE ENTENDE.Andarão dois juntos, se entre eles não houver acordo (Am 3.3).A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira (Pv 15:1).A grande maioria dos problemas de relacionamento está ligada a uma comunicaçãodeficiente. A forma como falamos e nos expressamos é que faz toda a diferença para o bemou para o mal.Preste bem atenção e você notará isso no seu próprio relacionamento.Quando melhoramos a nossa forma de nos comunicar, o relacionamento melhora também.A maior parte de nossa comunicação, segundo um especialista, é não verbal.Veja como comunicamos:7% comunicação por palavras38% por gestos ou expressões faciais e corporais.55% pelo tom de voz.A comunicação não acontece apenas quando falamos. Comunicamo-nos também pelasatitudes e gestos.O tom de voz é essencial para um relacionamento conjugal, pois a percepção do outro sedá pelo tom de voz e não pelas palavras em si.Voz carregada de ironia, desconfiança, agressividade, insinuações, é uma arco estendidocuja flecha vai penetrar o coração do outro.Para uma boa comunicação não é só saber falar, mas também saber ouvir. Na epístola deTiago diz:Sabeis isto, meus amados irmãos; mas todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar,tardio para se irar (Tg 1:19)Um conselheiro tipificou as modalidades de comunicação em três, sendo elas:Comunicação Pró-ativa:É o nível mais elevado e de melhor resultado. É quando o casal trata de assuntos de formaantecipada.
  19. 19. Casados em Cristo20Eles falam de fatos, situações, sonhos, desejos, e especialmente, de sentimentos eexpressam suas ideias abrindo seus corações um para o outro.É interessante que assim seja, por que o diálogo acontece quando as coisas estão calmas, oproblema ainda não aconteceu, eles estão emocionalmente equilibrados e não é momentode pressão ou stress.Eles discutem com tranquilidade a aproximação de um problema e tratam de resolvê-lo.Comunicação Reativa:É quando o problema já se instalou e o casal precisa tratar do assunto. Porém, como já estãono meio de uma crise, os nervos estão à flor da pele e precisam chegar a um consenso. É areação diante de um fato ou situação. Essa é a comunicação que deve ser levada a efeitocom muito bom senso, camaradagem e cuidado com o que se fala, porque a possibilidade deuma agressão verbal aqui é eminente. Vale lembrar que na maioria das vezes nósconfundimos quem é o nosso inimigo, que é a crise, o problema, e não o parceiro.Aqui o tom de voz está alterado e os nervos estão aflorados, cuidado com as palavras, pois,uma vez lançadas elas não voltam mais.Comunicação Radioativa:Assuntos importantes não foram discutidos com antecedência e agora os problemassurgiram. Geralmente são relativos a coisas como dinheiro, educação de filhos,relacionamento com parentes ou mesmo, sobre sexo.O ambiente, neste caso, torna-se carregado e é quando acontecem danos para a relação,pois os nervos estão à flor da pele.O perigo são as palavras, as decisões precipitadas. A possibilidade de agressão estápresente. Radioatividade é envenenamento do ambiente.Agora, se as coisas estão tão ruins que vocês não estão conseguindo trabalhar isso, peçaajuda. Procure um conselheiro, um amigo, um pastor, enfim, alguém de confiança.O melhor é discutir assuntos quando não estão no meio da crise e tem o tempo paratrabalhar o assunto, escolher as palavras para que feridas não sejam abertas.Quando o casal discute temas mais complexos é bom não fechar a porta do diálogo, dandoassim o assunto por encerrado nas primeiras conversações. Em alguns casos é preciso umpouco mais de tempo para amadurecer a ideia e chegar a uma melhor solução.Nós temos um nível de exigência absurdo em relação à vida, queremos que absolutamentetudo dê certo, e que, às vezes, por aborrecimentos mínimos, somos capazes de passar umdia inteiro um de cara amarrada com o outro.
  20. 20. Casados em Cristo21Somos capazes de brigar por causa de uma toalha molhada sobre a cama ou uma pasta dedente que ficou aberta ou ainda, por causa de um sapato fora do lugar. Coisas tão pequenasque não poderia ser motivo de uma crise, mas acabam sendo.Quando nós diminuímos o nosso nível de exigência, usamos de mais tolerância, paciência ebondade, a vida comum do lar fica mais fácil. Ferimos-nos menos e não vamos ficardecepcionados a todas hora.Algumas pessoas são frustradas com o relacionamento conjugal exatamente por isso,porque criou uma expectativa além da realidade, acreditou em contos de fada e depoisdescobriu que não era verdade e se decepcionou com o cônjuge.Quando Deus disse que faria para uma mulher para Adão, Ele disse que ela seria umaajudadora idônea, ou seja, alguém competente, capaz.Esta é a mulher que Deus fez para Adão, alguém competente e capaz. Aproveite bem aexistência da esposa, sua companheira competente e capaz e aprendam a decidir emconselho, especialmente as coisas importantes, discutindo as questões como uma equipe.As frases abaixo denotam quando a comunicam não vai bem:- Eles não conseguem se falar, quando tentam acabam brigando,-Não tenho mais paciência, chega, não quero ouvir você falar mais nada!-Será que dá prá você parar de gritar comigo? Você só vê erros em mim, só me critica, vivegritando comigo.-Porque você sempre me diminui na frente das pessoas?- A cara que você fez foi percebida por todos os presentes.Veja que quando a comunicação vai mal, o tratamento é descortês, um respondegrosseiramente para o outro.Interessante, tem pessoas que fora do lar são delicados, mas em casa, com o cônjuge, sãosempre agressivos nas palavras. Quando trata com estranhos, principalmente no telefone, éum doce, mas com o cônjuge é um limão.Casais que não aprendem a dialogar são aqueles que se separam quando os filhos se vão.Uma jovem esposa brigando com o marido disse: “Eu me casei sonhando com um príncipe vindo nocavalo branco, mas hoje vejo que só chegou até mim o cavalo, porque o príncipe ficou pelo caminho”Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outrossuperiores a si mesmo.(Fl 2:3)
  21. 21. Casados em Cristo223-EU ERREI, POR FAVOR, ME PERDOE.“O perdão é a ferramenta que Deus usa para restaurar relacionamentos” (Pr Ismael RCarvalho)“Perdoar é permitir que o outro entre novamente na história de sua vida.” (autordesconhecido).Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará asvossas ofensas. ( Mc 11.26)A capacidade de perdoar é uma das grandes virtudes de um ser humano, principalmentepara os cristãos.Um pensador disse: “A vingança nos torna iguais ao inimigo; o perdão faz-nos superiores aele.”Realmente perdoar é um gesto feito por gente de boa estatura espiritual, genteamadurecida por Deus.Perdoar não é fácil, mas é necessário. Um cristão deve saber que o perdão faz parte do“pacote”, vem junto com a fé, com a salvação, e não é possível excluí-lo.Temos aprendido que o perdão é uma questão de obediência a Cristo, uma questão dedecisão, de escolha pessoal, e nunca uma questão de sentimentos.Encontramos pessoas que dizem: “Gostaria muito de perdoar, mas não consigo, pois meucoração está sangrando”.Veja aí o erro acontecendo, mágoas e ressentimentos, são coisas do coração, e a Bíblianos ensina que o nosso coração é enganoso, então porque eu deveria me orientar por ele? Acredito que devo dirigir a minha vida mais com a razão do que com o coração.O perdão não deve ter a sua origem no coração, mas na razão. Quando eu escolhoperdoar alguém, verbalizo isto para que o mundo espiritual saiba dessa minha decisão, edigo àquele que me ofendeu que eu o perdoo, e pronto, está perdoado.Quanto ao sentimento é o Espírito de Deus quem vai curar o coração para que nãosangre mais, de maneira que quando vier à lembrança do ocorrido não haverá mais dor.Aquele que foi o ofensor deve pedir perdão e fazer uma promessa de que irá se esforçarpara que aquele erro não aconteça mais.Uma vez perdoado, é preciso que se coloque uma pedra sobre o fato e não ficarruminando coisas já resolvidas.Rancor e ódio não vão gerar cura para a alma, mas o perdão é capaz desse milagre.
  22. 22. Casados em Cristo23Quando não há o perdão entre o casal, os dois ficam aprisionados. Lembre-se daparábola que Jesus contou (Mt 18:23-35), onde um devedor foi perdoado de sua grandedívida, porém ao encontrar alguém que lhe devia uma pequena quantia , não foi capaz deperdoá-lo e mandou encerrá-lo na prisão, acontece que quando o que lhe perdoou ficousabendo disso, irritou-se e voltou atrás e mandou prendê-lo pela sua grande dívida.Percebe isso? Os dois ficaram presos. Assim é no mundo espiritual, quando nocasamento, alguém se nega a perdoar, os dois acabam presos, e serão entregues aosverdugos (torturadores) que são os espíritos malignos.A justiça sendo feita pode até amenizar o ódio, mas não promove cura. Mas, o perdão,esse sim, ele nos faz livres e de consciência limpa e serena, é o único remédio para umaalma ferida.Geralmente queremos vingança ou justiça quando o outro erra, mas queremosmisericórdia quando erramos.Mas o Senhor nos ensina que se queremos misericórdia quando erramos temos que usardela para com aquele que nos fere também.Quando eu me nego a usar de misericórdia para com o meu cônjuge, estou perdendo odireito de querer que o Senhor use de misericórdia para comigo.Devemos tratar as pessoas que nos ofenderam como o Senhor nos trata, Ele diz que dosnossos pecados não se lembra mais, a dívida está paga, não há mais débito, não há maisacusação.Também é importante compreender que nos casamos com uma pessoa maravilhosa, masimperfeita. Vez ou outra será preciso perdoá-la.Erros praticados e já tratados pelo perdão não devem ser trazidos à baila novamente.Não se pode fazer registros de erros para jogar no rosto um do outro, não; um cristão nãofaz isto.O perdão, eis aí o grande remédio para os relacionamentos.A maioria das crises será superada pelo casal que aprender viver o perdão imediato.Tem pessoas que à título de fazer o outro sofrer ,retém o perdão por um tempo, maslembre-se que se Jesus não tivesse perdoado de imediato o ladrão da cruz, não teria sidopossível a sua entrada no Paraíso. Em Efésios 4:26, o apóstolo Paulo chama a atenção:Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.(Ef 4:6)E por que ele traz esta admoestação. Para que não guardem amarguras e rancores para odia seguinte porque pode brotar e produzir frutos ainda mais malignos.
  23. 23. Casados em Cristo24Atente para o fato que quando não perdoo, uma brecha se abre para a entrada do mal. Jávi esposa desesperada porque não liberou o perdão imediato e o marido acabouarrumando uma amante neste espaço de tempo.Um casal vivia brigando por causa de dinheiro, e o marido para dar um basta naquelasconfusões convidou a esposa para que fossem fazer uma viagem de segunda lua de mel,a esposa ainda ferida, disse para ele que arrumasse outra para uma lua de mel. Vocêpode imaginar o final da história. Sim, isso mesmo. Ele foi se distanciando aos poucos atéque surgiu uma amante na vida dele.Perdoar de imediato é uma prova de amor, e o amor nunca falha, diz Paulo em 1Co.13.A falta de perdão gera doenças psicossomáticas e mesmo físicas.Um dia eu e a Pastora Cleire, fomos visitar uma mulher que encontrava-se enfermahá dias, estava muito mal, eram tantas dores pelo corpo que não conseguia suportar otoque da própria roupa na sua pele; tomava morfina e, contudo, a dor não passava.Era levada de ambulância para o hospital onde ficava internada e após voltar para casa oproblema persistia.Pensei comigo: Deus nem a morfina tira a sua dor, o que fazer, agora? Quando abrimos aBíblia, Deus nos levou a Mc 11:25 onde diz:E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para quevosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.Pedi a minha esposa que ministrasse sobre o perdão e me retirei do quarto. Quandofomos embora Cleire me contou o que havia acontecido na vida daquela pobre moça.Seu marido havia morrido há alguns meses num acidente automobilístico, e ela lutou pelasua sobrevivência, mas não foi possível.Passado algum tempo alguém lhe contou que seu falecido marido havia saído de umprostíbulo e estava embriagado quando do acidente.Tal notícia envenenou o seu coração com ódio e decepção de tal maneira que adoeceu.No dia seguinte a oração, soubemos que ela foi instantaneamente curada após terliberado o perdão, naquele momento de oração. Levantou de sua cama e saiu para acidade.Essa foi uma grande experiência para nós, aprendemos na prática, sobre o mal que a faltade perdão faz, e do bem que o perdão pode fazer para quem o libera e para quem orecebe.Algumas coisas que escrevi, outras que li e gostei:
  24. 24. Casados em Cristo25- Lembre-se: Você é uma pessoa imperfeita casada com um ser imperfeito, logo, de vezem quando terá que perdoá-lo.- Perdoar de imediato é uma prova de amor, e o amor nunca decepciona. ( Ismael Roseleide Carvalho)- Reter o perdão mata a esperança e abre portas para o mal.( Ismael Roselei de Carvalho)- Devem acompanhar o perdão: A reparação do dano e a promessa de não persistir noerro ( Ismael Roselei de Carvalho)- O amor e o perdão são companheiros de viagem, um não caminha sem o outro. ( IsmaelRoselei de Carvalho)- Conflitos que se repetem com frequência podem ser gerados por mágoas ocultas queprecisam de tratamento.- Uma discórdia entre duas pessoas traz mal estar para o grupo todo, por isso não digaque ninguém tem nada com isso quando você está com dificuldades de relacionamentonum grupo.- Quando o outro menos merece o seu amor, é quando ele mais precisa ser amado.- Perdoar não é mudar o passado, mas possibilitar a vida no futuro.-O que eu não posso é ficar ruminando erros e faltas que já foram tratados.Quando queremos nos reconciliar com alguém, Deus entra em cena e cria a oportunidadepara tal. Ele vai à frente e abranda os corações e quando acontecer o encontro as coisasestarão mais fáceis. Tão somente deseje a reconciliação e Deus irá preparar o momento.Certa feita nós ministrávamos para um casal, o marido era militar e a esposa professora, eeles tinham muitas mágoas no coração por causa de problemas comerciais com um irmãodaquele militar. Ele ficou cético, não creu que Deus poderia tocar no coração de seu irmãoe promover a paz entre eles. Ele dizia: “Deus pode tudo, mas o meu irmão, acho muitodifícil que isto aconteça.” Nós oramos e na manhã seguinte, bem cedinho, alguém bateuna sua porta e era o seu irmão, aquele que ele disse ser durão. Ele veio propor uma tréguana briga e assim fizeram as pazes.Veja como Deus trabalha.Em outro momento, nós orávamos com uma irmã em Cristo, já avançada em idade, que sequeixava que havia tentado se reconciliar com sua irmã de sangue, mas não era nemrecebida por ela , e que isto a entristecia sobremaneira, então oramos e a aconselhamosque escrevesse uma carta pedindo perdão, não tentando justificar o erro, ou encontrarculpados, mas simplesmente dizendo , “me perdoe”. Passados alguns dias depois decolocar a carta no correio, a tal irmã veio ao seu encontro e juntas choraram, se perdoandomutuamente, e ela pode assim viver seus últimos anos de vida com paz na família.Que Deus pacifique o teu coração e te dê a graça do perdão.
  25. 25. Casados em Cristo26Oração:“Pai, aquebranta o meu coração, faça de mim uma pessoa simples, sem vaidadespessoais, desprovido de orgulho, faça com que eu creia mais nos teus valores do quenos meus sentimentos. Livra-me dos rancores, ódios e ressentimentos. Faça de mim,alguém parecido contigo, Senhor.é tudo que preciso, é o que eu quero, me ver livredaquilo que faz mal para a minha alma e para o meu cônjuge. Ensina-me o caminho dapaciência, da tolerância e do amor’.
  26. 26. Casados em Cristo274-UM NOVO HOMEM PARA UMA NOVA MULHER.Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendoconsideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porquesois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossasorações( I Pe 3.7)Até algum tempo atrás era muito comum ouvirmos expressões que nada mais eram do queflagrantes manifestações de machismo:“ Homem que é homem, não chora” ,“Marido bom é aquele que sustenta duas ou mais mulheres”,“Toda mulher gosta de apanhar”,Isto está mudando, não se cogita mais no presente momento, ainda mais depois datransformação operada pelo evangelho.Houve um tempo em que os pais machistas (morriam de medo do filho ser homossexual )se incumbiam de iniciar seus filhos levando-os aos prostíbulos quando completavam 15 ou16 anos de idade.O menino era desde pequeno estimulado a ser o terror das menininhas, ter muitasnamoradas, ser um verdadeiro garanhão. As mães também entravam com suacontribuição, não ensinavam os meninos a realizarem tarefas que eram consideradasserviços de menina, como que a evitar que se desviasse de sua condição de macho.A verdade que o machismo fez grande mal a muita gente, mesmo para os homens.Até hoje ainda é comum os homens cristãos serem vítimas dele, quando colegas detrabalho “brincam” dizendo que os crentes não gostam de mulher, que não são muito“chegados”. O cristão verdadeiro é fiel e o não cristão não tem essa preocupação, daídizer que o crente não gosta de mulher. É tudo resquício do machismo que tantas vítimasfez.Jesus veio para resgatar todas as coisas. Veio para trazer tudo de volta ao centro deequilíbrio. Ele resgatou o valor da mulher. Ela que era considerada propriedade,primeiramente do pai e depois do marido.Isto vinha desde Adão e Eva quando Deus disse para a mulher:Gn 3:16 “E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dorterás filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará “.Acontece que o homem fez disso algo cruel e perverso. A mulher tornou-se coisa,propriedade do homem, da qual ele podia abrir mãos quando quisesse, seja para a venda,para a venda ou mesmo divórcio.
  27. 27. Casados em Cristo28Jesus trouxe um novo ensino: A mulher deve se submeter ao marido, no entanto, o maridodeve amá-la como Cristo amou a igreja, ou seja, tem que ser capaz de morrer por ela sepreciso for.O Senhor Jesus está trabalhando no coração do homem agora. Ser submissa a umhomem que ama intensamente não é mais um fardo.O marido crente deve ser tudo que a esposa espera, macho para gerar filhos com ela,heterossexual na sua opção sexual para amá-la enquanto mulher, bom pai para educarseus filhos, provedor para não deixar nada faltar e ainda, sensível as suas necessidades.Vivemos novos tempos, um novo estilo de vida em sociedade, onde a mulher assumiu umpapel social mais ativo fora do lar, ajudando o marido na renda familiar.Isso revolucionou os comportamentos e os homens tiveram que se adaptar e procurar umnovo modelo para se encaixar.Veja algumas coisas boas que hoje o novo homem está aprendendo a fazer:-Ele assume seus erros e fracassos.Desde o Éden o homem quer sempre se justificar ( apresentar-se justo) nem que para istoprecise culpar alguém, transferindo assim a responsabilidade pelos seus atos.Harry Truman quando assumiu o governo dos Estados Unidos, colocou uma placa sobresua mesa com os dizeres: “As transferências de culpa acabam aqui”.Assim deve ser o homem cristão, deve assumir seus erros e fracassos, não transferir aculpa para a esposa ou quem quer que seja, e não precisa se sentir diminuído na suacondição de macho quando admite seus erros e fracassos.Ele não pode ter dificuldade de dizer:“Eu errei, me perdoe. Não vai mais acontecer isto”.“Puxa, fui mal, me desculpe”.-Demonstra seus sentimentos.Ele chora se for o caso, e nem por isso se envergonha. Aprendeu a chorar com Jesus, omaior homem da história, que foi capaz de morrer de amor pela sua noiva.O choro para ele não o torna um fraco, mas simplesmente admite sua humanidade.-Não se envergonha de ser um apaixonado.Declara seu amor pela sua esposa, dizendo que a ama.
  28. 28. Casados em Cristo29Deixa isso claro, de modo que ela está sempre segura do seu amor.Não se furta de presenteá-la, especialmente, fora daquelas datas costumeiras, como datade casamento e aniversário.Nas oportunidades que surgem, sempre lhe dá uma palavra de encorajamento, umestímulo, um elogio, ainda mais quando ela faz algo que necessitou muito esforço ededicação.Procura sua esposa para um abraço e um beijo, mesmo quando não se trata de ummomento de encontro sexual, que aliás, é uma queixa de muitas mulheres, visto quealguns homens não se lembram de fazer um carinho, senão no momento do amor.Procura criar momentos românticos para que o relacionamento esteja sempre “aceso”,prepara uma noite especial, um passeio gostoso ou um jantar em lugar que ela goste.- Ele para e discute a relação.Para ele a vida abundante começa dentro de casa, com aqueles que são os maispróximos. Ele é capaz de discutir o relacionamento porque não é arrogante e se acompanheira lhe mostrar os seus erros, ele reconhece e procura corrigir. Não teme essesmomentos de confrontos, pois a sua consciência está sempre tranquila, especialmentecom relação àqueles erros graves como adultério, vícios, pornografia. Ele nada tem aesconder, portanto, não teme esses momentos reservados para discutir a relação.- Divide as tarefas domésticas com tranquilidade.Está disposto e viver de acordo com o novo tempo. Não se comporta como o leão, quepassa a maior parte do tempo deitado, não se ocupando com nada. Ele só fica deitado odia todo, se levanta para um xixi e quer transar toda hora. O Leão se ocupa com suacondição de rei na família leonina. Ao passo que a leoa se ocupa com o cuidado dosfilhotes, com a segurança e com o alimento e por isto vai à caça.Esse novo homem, cristão, não é assim como o leão. É participativo, ajuda em casa, cuidadas crianças, troca fraldas, dá banho, arruma a cozinha, leva e busca as crianças naescola.Com a sua ajuda a esposa está mais descansada, feliz por que vê nele alguém que estáinteressado no seu bem estar.-Se libertou de pensamentos irracionais.Ele quer sua esposa participando de suas decisões, especialmente naquelas coisasimportantes. Não decide mais com autoritarismo, mas com autoridade quando é o caso,assumindo a condição de cabeça do lar.Não tem dificuldade para assimilar a novidade, quando a mulher tem um salário maior doque ele.
  29. 29. Casados em Cristo30Não tem amantes, pois a sua esposa é a sua amante.Para demonstrar força e poder, não precisa esconder sentimentos, ser rude nem violentotudo isso ficou para trás.Esse é o novo macho, cristão, um sonho para sua Eva. Ele é real, ele existe ,é um cristão.Se você não se viu neste texto, você está fora do tempo, comece a repensar a vida. Poisesse é o homem que a sua mulher busca encontrar em você. Um novo homem para umanova mulher.“Vós, mulheres, estai sujeitas aos vossos próprios maridos, como convém no Senhor.Vós,maridos, amai as vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas” ( Colossenses 3:18-19)Oração:“Querido Deus, queremos como casal, assumir nossos papéis e responsabilidades, livra-nosdos ensinos errôneos, daquelas coisas que estão arraigadas dentro de nós e que faz tanto malao nosso relacionamento, queremos uma vida ajustada aos teus princípios. Que aprendamosos segredos de viver à dois. Dá-nos a alegria de sermos obedientes ao Senhor, pois isto serábenção para o nosso casamento.”
  30. 30. Casados em Cristo315-DEBAIXO DA MESMA CANGA,PARA SEMPRE.E desposar-te-ei comigo para sempre: desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e embenignidade, e em misericórdias. E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás aoSenhor ( Os 2:19-20).Este é o amor de Deus para com a sua esposa Israel. Veja as qualificações deste amor:indissolúvel, em justiça, em benignidade, em misericórdia, e fidelidade.Amor conjugal é o amor de quem vive debaixo do mesmo jugo ou canga. É o amor de quemanda no mesmo passo, lado a lado, ombro a ombro.Este amor é para toda uma vida, independente das circunstâncias que o cercam.Existem alguns momentos em que o amor sacrificial tem que se manifestar em nome dacontinuidade do amor, em nome de uma promessa de aliança. Veja algumas situaçõesextremas ou não, onde quem realmente ama, permanece amando:1- Quando ou se a doença chegar para um dos dois.Ninguém espera, mas todos estão sujeitos as enfermidades e aqui falo especialmente dasdoenças crônicas ou severas, quando até mesmo a vida sexual do casal é ameaçada. Nessahora sai o amor eros, o amor fíleo e todos os demais amores, mas permanece o amorincondicional.2- Quando a mulher estiver grávida e não puder satisfazer sexualmente o seuparceiro.Ela estará passando por uma fase especial de sua vida, muitas transformações no seu corpoe nas suas emoções.Seu rosto, lábios, seios, barriga e pernas serão deformados. O espírito materno tomará o seucoração. O seu melhor, as suas energias fluirão em direção ao filho pequeno até que ele sefortaleça.A maior covardia que um marido pode fazer para sua esposa é traí-la nesse momento.É nesse período que ela mais precisa ser amada, pois algo maior que o sexo está chegando.Ela precisa estar convencida que ele vai esperar sem risco algum. O marido cristãoengravida junto.
  31. 31. Casados em Cristo323-Quando o desemprego chegar e o dinheiro estiver curto.É momento de levar uma palavra de encorajamento, é hora de dizer “Fique tranquilo, Deusproverá! Vamos economizar até que as coisas melhorem. Vamos ficar bem!É isso que deve fazer o cônjuge, compreender o momento, e fazer o que estiver ao seualcance para resolver o problema, mas acima de tudo, continue amando mesmo assim.4- Quando a esposa estiver naqueles dias ou com Tensão pré menstrual (TPM)Este período é quando ela precisa ser abraçada. É neste período que ela merece uma boamassagem feita pelo marido. Ela precisa se sentir segura do seu amor.Alguns homens costumam fazer carinho somente na hora do sexo. E quando o encontrosexual está impossibilitado ficam rancorosos e irritadiços, até parece que também estão naTPM, vão dormir no sofá, e coisas assim. Nesse período é tempo de redobrar a paciência, ésabido que vai acontecer, então, esteja preparado.5- Quando algum fato alterou o corpo de maneira permanente ou de difícilrecuperação.Todos estamos sujeitos a acidentes ou algo que nos leve a perda de um membro, umaperna, uma mão, ou de um seio, Nesse momento,é hora de fazer valer o voto da aliança, “naalegria e na tristeza, na saúde ou na doença, no muito ou no pouco”. É hora de dizer: “Euamo você com dois seios e com um seio também” Essa é a mensagem a transmitir.6- Quando os pais do outro estiverem doentes ou com necessidades.Quando pai ou mãe do cônjuge adoece ou tem necessidades, de alguma forma este cônjugetambém adoece, ainda que na alma. E dispor-se a ajudá-los é um ato de amor pelo cônjuge.Às vezes, as coisas não estão muito bem, mas veja como uma oportunidade de reatarrelações, é a chance que Deus pode estar criando para este momento. Não se deve negar aajuda, dentro do limites de cada um, faça o melhor que você puder. Quem ofende oudesampara os pais do cônjuge demonstra falta de amor.7- Quando o filho nascer com necessidades especiais.Nesta hora, muitos homens não aguentam a pressão e vão se embora. A mãe, por sua vez,coloca o coração no cuidado do filho, de maneira que a vida de casal fica para um segundoplano, já não é mais a prioridade. Mais de 90% dos maridos abandonam esposa e filho. Maso marido cristão vai à luta até o fim.8- Quando um dos dois cometer um erro na vida.
  32. 32. Casados em Cristo33Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contramim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete, mas, até setentavezes sete (MT 18:21-22)Outro dia vi na televisão, alguém sendo conduzido por policiais em virtude de um erro quecometera. Os seus acusadores estavam ali, a pressão social, os repórteres, as câmarasfotográficas, a polícia. Os olhos do mundo estavam sobre ele. Mas ele não estava só, pois asua mulher estava ali, ao lado dele, como que a dizer: "Conte comigo".É isso que penso a respeito do amor conjugal, um amor que não se altera quando alteraçõeschegam à vida do casal.Oração:Pai de amor, que eu aprenda a ser um suporte, uma coluna de apoio para o meu cônjuge, queeu esteja sempre lá quando for preciso, que ele veja em mim alguém com quem se pode contarsempre, quero ser para ele uma sombra no momento do calor, um forte muro contra asventanias da vida, um lugar de descanso para a sua alma. Faça isso em mim, meu Pai.
  33. 33. Casados em Cristo346-E ELES SERÃO UM SÓ CORAÇÃO"E eu lhes darei um só coração, e um só caminho, para me temam todos os dias de sua vida,para o bem de vocês e de seus filhos”( Jr 32.39)E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numasó carne Assim, não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou, não osepare o homem. (Mt 19:5,6)Deixar e unir, dois grandes segredos de Deus para o sucesso de um casamento.A determinação de Deus para o primeiro casal era de que deveriam deixar pai e mãe eunir-se à sua mulher e tornarem-se uma só carne.Pois bem, quando Deus fala em deixar,é deixar mesmo. É preciso deixar as pessoas asque mais amamos. Aquelas às quais devemos a nossa existência e nem sempre é muitofácil.É comum o filho homem se casar e não conseguir deixar o pai e mãe, ele não corta ocordão umbilical.Assim sendo, eles continuarão “mandando” na vida do filho, porque ele não deixouemocionalmente, geograficamente ou financeiramente os seus pais.E com isso o jovem marido não cresce e não ganha experiências com as lutas da vida.Pode, inclusive, tal mãe se tornar uma concorrente da nora, como se esta tivesse roubadoo seu "filhinho indefeso".O pior de tudo é que dificilmente as mães se dão conta disso, e quando o casal já nãoaguenta mais e caminha para uma separação, ela é a primeira a incentivar que o seu“filhinho” saia mesmo das garras "daquela mulher", pois ela não o merece.E mais impressionante é que o filho fica em cima do muro ou pende para o lado da mãe.Enquanto isso a sua esposa, tem dois sentimentos, impotência e solidão.Aliás, para sobreviver a isto, o segredo é ganhar esta sogra com bondade em excesso,mas visando uma mudança e não uma submissão. Bater de frente com ela pode apressaro fim do casamento.A nora sábia não briga, mas ganha com um derramamento de amor tal que a sogra nãotem como resistir.Filho casado que depende financeiramente do pai, demora para assumir o papel de maridoe senhor do lar. O pai acaba assumindo parte das responsabilidades de marido.Aquele que se casa e continua morando com os pais, é a mesma situação. A moça nãoconsegue impor o seu próprio padrão e estilo de vida, fica impossibilitada de construir aoseu modo a sua família. Ela não se sente dona de nada, enquanto isto, a maturidade, o
  34. 34. Casados em Cristo35crescimento, vai ficando para trás.A mulher costuma impregnar o ambiente do seu lar com a sua personalidade, colocandoum quadro aqui, um vaso ali, e assim o que ela é fica exposto na sua casa.Mas como, se ela não tem casa? Quem a tem é a sogra!Esse casamento é como planta que cresce em lugar sombrio e úmido, uma planta frágil,sensível e morre com facilidade.Casamentos assim só darão certo se o casal assumir uma postura de subalternos, eaceitarem viver debaixo de tais condições, o que pode acontecer, até por comodismo, oufalta de coragem para impor mudanças.Veja a importância do “deixar”. Quando eles deixam, errarão algumas vezes, cairão, mas osobreviverão.Eles precisam aprender com os erros e quando acertarem terão o que celebrar. Mas éexatamente nesses casos, que um casal é mais do que vencedor, ou seja, enfrenta a crisee sai do outro lado com algum acréscimo no seu caráter.Deixar não significa abandonar, especialmente nas dificuldades, mas sim, significa sair dasombra e ir para o campo aberto e experimentar chuvas e trovoadas que a vida traz e sóassim fincar raízes profundas que os sustentarão nas próximas intempéries.Conta-se que um pé de carvalho, madeira de alto valor pela sua dureza e utilidade ,precisa crescer em um ambiente hostil, onde fica exposto ao vento, a chuva, ao sol,porque daí ele terá a necessidade de se fortalecer para sobreviver as intempéries, criandoraízes profundas, robustecendo seu tronco. Quando é assim com ele, tornar-se-á umaarvore de valor e de utilidade. No entanto, se o carvalho crescer entre muitas outrasárvores, protegido do vento, na sombra, então ele não criará raízes profundas e não sefortalecerá, permanecendo como uma árvore comum na floresta Para os pais que superprotegem , fica aí a lição do carvalho. O crescimento de um casal acontece em meio àslutas e crises.Depois de deixar, é hora de unir.Unir é mais do que um estar ao lado do outro, é estarem mesclados, um contido no outro.E isto é uma conquista que se consegue com o passar dos anos.À medida que convivem, vão se conhecendo melhor, vão ajustando interesses ecomportamentos, trazendo algumas coisas novas e abandonando outras, até quecheguem a uma unidade de pensamentos e atitudes.E tudo isto, sem perder a individualidade, os dois que se tornaram um, aprenderão arespeitar e valorizar a individualidade do outro, mas é obvio que essa individualidade ébastante limitada, em nome da continuidade do casamento.
  35. 35. Casados em Cristo36Há homens que se casam e depois se comportam como solteiros, vão a festas, praticamesportes, tem seus momentos de lazer, barezinhos, passeios, mas fazem isto sozinhos, amulher não participa. Esta individualidade está um tanto quanto desmedida.Uma vez casados, acabou o “eu”, o “meu”, agora, “somos nós”, para as coisas boas e ascoisas ruins, estão juntos neste compromisso.Fazer coisas juntos é algo muito interessante para o casal, gera unidade e dá sentido deequipe.Tornar-se uma só carne é mais do que a penetração sexual, é um penetrando a alma dooutro, misturando seus desejos, emoções, sentimentos, pareceres, sonhos, projetos, eatitudes. Tornar-se uma só carne é ter um mesmo coração.E quando o casal tem um só coração, os filhos ganham, a família toda ganha.Outro dia passou na TV uma reportagem sobre o Rally dos Sertões que acontece nonordeste do Brasil.A equipe é formada por um piloto e um navegador. O piloto dirige e o navegador indicaatravés de roteiros e mapas qual o melhor caminho.Os dois têm participação ativa e importante, um depende do outro para a vitória.Eles devem agir em sintonia, cuidando para que não haja falhas, tanto do navegadorquanto do piloto.Ao final o repórter perguntou ao marido competidor se eles ganhariam a prova, ele disse:“O nosso casamento é quem vai ganhar”.Quem se distancia, perde a intimidade; quem permanece junto e faz coisas juntos,aumenta a cumplicidade e o entendimento. Estar um ao lado do outro deve ser paraambos um prazer, quando as coisas estiverem neste nível, então, este casal andará emvitórias no campo sentimental.
  36. 36. Casados em Cristo377-ADULTÉRIO VIRTUAL, UM PERIGO REAL.Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coraçãocometeu adultério com ela. (MT 5:28)Outro dia uma esposa reclamou assim:“ Acho que estou perdendo meu marido para uma máquina,um computador. Eu esperava tudo,menos isso, perder o meu homem para uma máquina. Perder o marido para uma outra mulher deveser horrível,mas para uma máquina, isso é incrível. Deve ser bem jovem, de boa memória, daquelascom o qual os homens sonham, que faz um homem suspirar. Ela o seduziu e passam muito tempojuntos , a sós. É realmente, não deu para concorrer, ela é melhor do que eu”.Ela é uma máquina!!”Seria engraçado se não fosse verdade, mas infelizmente, é uma verdade.O adultério virtual (via internet) vem acontecendo em escala cada vez maior e os que nele seenvolvem não se apercebem do mal que estão praticando contra a própria família.A primeira coisa que se tem é que tanto o adultério virtual como a pornografia são pecadosde adultério como Jesus ensinou e não apenas um flerte, uma paquera qualquer.Temos conhecimento de pessoas com casamentos sólidos, que se envolveram com pessoasatravés da internet e que de uma hora para outra deixaram tudo e foram se encontrar com onovo amor lá no outro lado do mundo. O que era virtual tornou-se real.Os levantamentos estatísticos dizem-nos que dos 100% das pessoas que se comunicam viaMSN, 40% delas entram em temas de intimidade sexual, e desse número, 14% acabamtendo um encontro.E o cônjuge abandonado fica indignado, e se pergunta: “Como aconteceu isso?”Pois é, aconteceu! O perigo estava ali dentro de sua casa o tempo todo.Era MSN, Orkut, sites de relacionamento, e-mails que iam e vinham, computador com senha,coisas que deveriam ter sido observadas e não foram.É impressionante como as pessoas tem desistido do relacionamento pessoal, cara a cara,com alguém que lhe é próximo, para buscar um relacionamento com alguém que em muitasvezes é um desconhecido, do qual não se tem certeza de nada, nem do seu nome.Jovens se trancam em seus quartos e ali passam horas se comunicando via internet e assimdeixam de se relacionar com aqueles que estão próximo deles, em carne e osso.No caso dos adúlteros virtuais, essa nova categoria de pecadores, o mundo virtual seapresenta como mais seguro, de fácil acesso e a relação é mais descartável, basta apertar atecla delete e pronto.No livro de Jó, ele diz qual é o comportamento de um adúltero:
  37. 37. Casados em Cristo38“ os olhos do adúltero ficam a espera do crepúsculo, nenhum olho me verá, pensa ele; emantém oculto o seu rosto ( Jó 24:15).Jó tinha uma postura tomada de antemão consigo mesmo, ele disse:“Fiz um pacto com meu olhos, de não olhar com cobiça para uma moça” ( Jó 31.1) ,E porque será que ele disse isso?Ele respeitou os limites, pois conhecendo a sua fraqueza não facilitava para si mesmo. Elese decidiu antes que acontecesse, por isso Deus o julgava um homem íntegro.“O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro. PoisDeus julgará os imorais e os adúlteros” ( Hb 13:4), este é o princípio de Deus.Eu aconselho como medida protetora para a família, como uma ajuda externa, que ocomputador seja instalado em lugar de acesso livre dentro de casa, na sala por exemplo.É uma medida muito simples, mas que pode desestimular relacionamentos nocivos etambém a pornografia.Há também a possibilidade de se instalar o equipamento no quarto do casal, mas com ocuidado de não permitir que ele interfira no relacionamento deles, ou seja, o computador nãopode roubar o tempo do casal.Sugiro que seja convencionado na família que o computador não deve ter senha de acesso.Em tempo, uma coisa deixa a mulher furiosa, é quando o marido deixa de estar com ela parapor em ordem os seus emails. É realmente desanimador.Concluindo, entendemos que as modernidades da informática não podem serresponsabilizadas por desencontros de relacionamento dentro de casa, nem mesmo serculpado por adultérios e traições.O homem tem pecado desde há muito. Davi adulterou e não tinha MSN, Sansão sepromiscuía e não tinha internet.Ela não é o mal em si, é tão somente é um meio, o mal está no coração de quem a usaindevidamente. Não porei coisa má diante dos meus olhos, aborreço as ações daqueles quese desviam; nada se me pegará (Sl 101:3)
  38. 38. Casados em Cristo398-GUARDEM A VOSSA ALEGRIA.Já tenho conhecido que não há coisa melhor para eles do que alegrarem-se e fazerem obem na sua vida ( Ec 3:12)Os casais já não riem tanto como antes. Mas rir como? Questiona alguém. Está tão difícil,o orçamento apertado, o corre-corre da vida, as necessidades que ainda precisam sersupridas, são tantas coisas.Deus é o criador, sustentador e restaurador do casamento ( Herandes Dias Lopes)Os casais precisam encontrar o caminho de volta para a verdadeira alegria conjugal.Jesus é mestre em devolver alegria a casais que estão vivendo mal, ele transformou aágua em vinho em Caná da Galileia, resolveu o problema de um jovem casal, em começode vida a dois.Momentos alegres não podem ser sacrificados com conversas sobre coisas ruins,problemas e mais problemas. Não se pode ser o ladrão da alegria da família.Por exemplo, na hora do almoço não se fala em fatos ruins ou tristes.Na hora do lazer não se trata de problemas, nem se fala em crise financeira.Deve haver tempo para cada questão. Quando estamos tratando de problemas financeirosnão o fazemos em modo de celebração, da mesma maneira não devemos tratar deproblemas financeiros quando estamos em festa.Também não se fala de problemas na cama, quando os dois estão se preparando para umanoite de amor.É preciso procurar filtrar nossas tristezas ao máximo para não contaminarmos toda a família.É preciso ter sabedoria para tratar cada problema no seu devido tempo.Não repasse aos outros, na hora errada, suas tristezas e lamúrias.Quando num grupo, alguém está ali acabrunhado, demonstrando tristeza ou rancor, eleenvenena o ambiente e as pessoas e assim o ambiente se torna insuportável.Por outro lado se alguém está feliz, alegre, sorridente, todos serão contaminadospositivamente com sua alegria.No período do namoro os casais riem mais, se alegram mais. Depois de casados, o própriopeso da responsabilidade tem levado as pessoas a estarem carrancudos, tensos, sem sensode humor. Salomão diz assim:
  39. 39. Casados em Cristo40Melhor é morar num canto de umas águas-furtadas, do que com a mulher rixosa, numa casaampla ( Pv 21:9)”Estudos mostram que uma das coisas que os homens procuram numa mulher é umacompanhia agradável. Esposas pensem nisto!O remédio é sorrir mais, se alegrar mais, voltar a ser criança de vez em quando. Brinquebastante, cante , se emocione, divirta-se.Jesus falando sobre a preocupação (pré-ocupar-se),disse que não temos que nos preocuparcom coisa alguma, pois ela não muda as circunstâncias, o que muda são as atitudes quandochegar a hora de tomá-las, e ademais, sejam conhecidas diante de Deus todas as vossasansiedades, Ele cuidará delas.Diante de longos períodos de tensão é preciso mudar o foco, desligar, trocar de ares, daruma relaxada, sair um pouco do problema, caso contrário, doenças emocionais virão oumesmo poderão desencadear outras doenças graves.Quanto tempo faz que vocês não brincam juntos?E com relação aos filhos? Você é do tipo de pai que brinca com os filhos ou se limita a daros brinquedos a eles.Rir juntos traz cumplicidade, alegria contagiante, bem estar e torna o casal mais bonito.Pessoas alegres atraem outros para si, ao passo que pessoas carrancudas afastam.Há mulheres que junto das amigas riem, se soltam, são alegres e festivas, mas quandoestão acompanhadas tem medo da censura do marido. Isto geralmente acontece quando ocônjuge é ciumento.Leia este depoimento:Durante nossos 12 anos de casamento, Greg e eu descobrimos que sorrir é saudável,emocionalmente e fisicamente. Ter senso de humor ajuda a manter nossa relação renovada.Uma das coisas que mais me atraiu em Greg foi sua capacidade de me fazer rir. Sorrir me trouxealegria durante o nosso namoro, e continua a me alegrar em todos esses anos. Muitas vezes, nomeio do caos da vida, um simples sorriso ou uma brincadeira podem aliviar situações de tensão.Isso cria um tipo de intimidade natural. Greg confessa que depois de um longo dia de trabalho,chegar em casa, em um ambiente cheio de alegria, alivia seu nível de stress.O humor no casamento sempre me fascinou. Como pesquisei o que os especialistas dizem sobrediversão no casamento, estava dominada pela sua importância.O livro Fighting for Your Marriage, do pesquisador sobre casamentos Dr. Howard Markman, relataque a quantidade de diversão que um casal vive junto emerge como o principal fator para toda suafelicidade conjugal. Outras coisas acontecem nos relacionamentos – mas bons relacionamentos setornam maravilhosos quando o casal preserva tanto a quantidade, como a qualidade do tempo em
  40. 40. Casados em Cristo41que passam se divertindo.Porém, a triste verdade é que a maioria dos casais quase nunca compartilha o tipo de diversão quetinham enquanto eram namorados ou recém casados. É como se o desgaste do dia-a-dia tivessetirado a capacidade e/ou o desejo de se divertirem juntos. Isso faz sentido: ocupados com trabalho,filhos, igreja, e amigos, torna-se difícil encontrar tempo para ficarem juntos. Jogue os conflitos nolixo, e você terá um ambiente perfeito para extrair graça da vida.Greg e eu juramos que o nosso relacionamento nunca vai perder esse senso de humor, entãofizemos disso uma prioridade – até agendamos isso no nosso calendário! Valorizamos essemomento. Não conversamos sobre assuntos incômodos e também não levantamos questões quepodem nos levar a algum conflito.Através dos anos posso recordar como sorrir e se divertir influenciou momentos estressantes ealegres em nossa casa. Desde a minha recuperação da cesariana até as bagunças com nossosfilhos e as brincadeiras planejadas, dar risadas sempre traz Greg para perto de mim. E isso temsido uma grande diversão.(Erin Smalley, conselheira familiar no Smalley Marriage Institute,www.smalleymarriage.com, vive ese diverte em Missouri, EUA)Faça isto, sorria mais, delicie-se na companhia do seu cônjuge.Este é o dia que fez o Senhor: regozijemo-nos, e alegremo-nos nele (Sl 118:24)“Senhor, que o nosso amor esteja sempre vivo, que a gente volte a sorrir como antes,que nós possamos ter um humor que nos leve a brincar, devolve a alegria de sermoscrianças novamente, que possamos estar felizes pelo simples fato de estarmosjuntos.”
  41. 41. Casados em Cristo429-DUAS COISAS QUE UM CÔNJUGE PRECISA SABERExistem muitas coisas interessantes para se saber a respeito da pessoa amada, mas temduas coisas que eu entendo como sendo prioritárias:Primeiro: Conhecer a sua linguagem de amorGary Chapmam no seu livro “As cinco linguagens do amor” traz um ensino revelador. Aprimeira coisa que ele nos ensina é que cada um de nós tem uma linguagem principal deamor, e com ela declaramos que amamos alguém e também por ela nos sentimosamados.Temos ainda outras linguagens de amor nas quais nos manifestamos ao outro.E essas linguagens do amor são cinco:-Dar presentes.Há pessoas que se sentem amadas quando recebem presentes. Da mesma sorte, estaspessoas demonstram amor dando presente.-Tempo com qualidade.Para se sentir amada, algumas pessoas precisam que o outro lhe dedique um tempo comexclusividade. Precisam de uma atenção integral, ainda que por pouco tempo, mas queseja exclusiva-Ações de serviço-É quando o outro faz algo que gera facilidade ou que alivia o peso. É o marido que lava aslouças ou faz o almoço. É a esposa que prepara o prato predileto dele. A pessoa querecebe não se sente só ajudada , mas se sente amada.A leitura que se faz é a seguinte:“Ele se importou comigo”.-Encorajamento-Palavra de afirmação ou encorajamento: São os elogios, reconhecimento, estímulos paraprosseguir. Veja, é de graça, não requer esforço, não toma tempo e tem um efeitotremendo na vida do outro. Não perca oportunidade, elogio sempre e com fartura.Quemsabe elogiar leva o outro a enfrentar e vencer desafios na vida, e assim se torna umapessoa mais forte.-Toque físico e proximidade-É estar por perto do outro ou tocar-lhe carinhosamente. Um abraço, um beijo, um tapinha,coisas assim. Aqui não se fala de sexo, mas de carinho mesmo.
  42. 42. Casados em Cristo43Proximidade fala, por exemplo, daqueles momentos que vocês estão fazendo coisasdiferentes, mas permanecem no mesmo ambiente, um sentindo a presença do outro.Quando eu compreendo as linguagens do amor, saberei qual é a melhor maneira de dizer“eu te amo” para o meu cônjuge, de maneira que se sinta amado.Tem cônjuge que embora seja amado, não se sente amado. Isso se dá porque alinguagem de amor utilizada pelo outro não está sendo entendida, não é aquela que o fazse sentir amado.Vamos exemplificar: Uma mulher que para se sentir amada precisa de elogios, você podelavar a louça, arrumar a casa, passar roupa que ela não se dará conta que aquilo é umforma de declarar o amor e por isso poderá não se sentir amada.Já pensou um casamento, onde a mulher tem como linguagem de amor, ações de serviçoe o marido é tempo com qualidade. Ele chega em casa pensando em bater um bom papojunto da companheira e ela pensando em agradá-lo, vai para os fundos da casa preparar-lhe os detalhes para o banho. Será que ele se sentirá amado?Mais sobre isto, veja o livro: As cinco linguagens do amor, de Gary Chapmam.A segunda coisa que você deve saber: Conheça o seu temperamento.Todos nós temos um temperamento que recebemos hereditariamente do pai ou da mãe,ou ainda, um pouco de cada um deles.Ele fala de como reagimos diante das complexas situações que nos ocorrem.Já o caráter, é formado no decorrer da nossa vida. Vai se aperfeiçoando à medida quecrescemos mental e espiritualmente, assim que assimilamos as verdades da vida.Todos têm um caráter, bom ou ruim, depende de uma série de circunstâncias.Um dia um pastor disse que dentro de nós todos temos um lobo e uma ovelha que estãosempre em luta, perguntado quem venceria ele respondeu: Vencerá aquele que vocêalimentar melhor. O bem e o mal estão dentro do coração do homem, aquele que vocêprivilegiar mais, vencerá.O caráter é moldável. E a Palavra de Deus é a nossa principal fonte de inspiração paraessa mudança. Quem roubava não roube mais, quem falava mal não fale mais, quemadulterava não adultere mais, compreende?Voltando. Quanto ao nosso temperamento, eles são quatro, podendo ser mesclados, ouseja, ter um pouco de cada um.-Sanguíneo: é uma pessoa brincalhona, extrovertida, que acredita nas pessoas, natural eespontânea, às vezes meio irresponsável. É bastante falante, promete com facilidade,costuma ferir as pessoas, mas logo se arrepende e perde perdão, é inconseqüente. Não
  43. 43. Casados em Cristo44pensa para falar, por isso é que fere os outros. É do tipo que compra a briga alheia. Éindisciplinado, impulsivo, entusiasta, simpático, e compreensivo.-Colérico: É muito prático, não se enrola com as questões, mas também é auto-suficiente,acredita muito em si mesmo, por isso tem dificuldade de delegar. Encara os desafios davida, não tem medo. Não desiste, é persistente. É realizador e iracundo. É muitoimpaciente, decidido, às vezes insensível, independente, otimista, e audacioso.-Fleumático: É pessoa fria e calculista, costuma não demonstrar seus sentimentos, mastambém, dificilmente explode. Costuma adoecer com doenças gástricas, porque não põepara fora seus ressentimentos e angústias. É lento e demora em reagir, temeroso,indeciso, mas acerta bastante nas suas escolhas. É um moderador por excelência, é comoalgodão entre taças,.Desconfiado, calmo, tranqüilo, conservador.-Melancólico. Super sensível, qualquer coisa o magoa. Usa de lealdade e éperfeccionista. Tem contra si ser pessimista demais. Fica deprimido com facilidade. Tem aseu favor que é muito responsável e cumpridor dos deveres. É bastante teórico e crítico.Conhecer o temperamento do outro é importante para entendermos quando as pessoasreagem de maneira diferente diante de situações parecidas.Um marido melancólico, por exemplo, quando perde dinheiro em negociatas, pode-seesperar que ele fique deprimido por algum tempo, valorizando demais um prejuízopequeno.Uma esposa sanguínea irá explodir de vez em quando, mas logo pedirá perdão. Nãoprecisa brigar é só esperar.Um marido fleumático é tranquilo e sereno, mas também é demorado para decidir, noentanto costuma acertar nas suas decisões.Um filho colérico está sempre disposto a correr riscos, erra muitas vezes, mas vai semprebuscar desafios e realizações, não se acomoda.E não há melhor ou pior entre eles, são apenas diferentes.Concluindo temos que, se eu sei a linguagem de amor do meu cônjuge, terei condições defazer com que se sinta amado sempre, não irá permanecer com o coração vazio de amor, epor outro lado, se conheço também o seu temperamento, terei melhores condições deadministrar situações e até prever o que pode acontecer diante de alguns quadros da vida.
  44. 44. Casados em Cristo4510-MAIS DO QUE POSIÇÃO SOCIAL E DINHEIRO.Ao sétimo dia, estando já o coração do rei alegre do vinho, mandou ... os sete eunucos queserviam na presença do rei Assuero, que introduzissem à presença do rei a rainha Vasti, com acoroa real, para mostrar aos povos e aos príncipes a formosura dela, pois era em extremoformosa. Porém a rainha Vasti recusou vir, segundo a palavra do rei; pelo que o rei muito seenfureceu e se inflamou de ira.( Ester Capitulo 1:)Lemos no livro de Ester que a rainha Vasti não quis entrar na presença do rei Assuero nummomento de festa.Isto lhe custou muito caro, custou a sua condição de rainha e possibilitou a ascensão deEster para o seu lugar.Costumeiramente nós olhamos mais para a ascensão de Ester do que para a deposição deVasti, mas hoje quero me deter na história dessa rainha deposta, que me parece alguém demuita fibra e que tem muito a nos ensinar.O rei Assuero fez uma festa de duração de seis meses, com um único propósito de mostrar asua riqueza e glória pessoal. Com esta festa ele dizia aos seus convidados “vejam como eusou poderoso”, “olhem bem para o meu ouro, meus troféus e conquistas”.E num determinado momento da festa, ele já bêbado de vinho, mandou que trouxessemà sua presença mais um dos seus troféus, e então, é chamada a rainha Vasti, sua esposa.O rei queria mostrar a beleza de sua mulher aos seus convidados. Era mais um dos seustroféus, mais um sinal de suas conquistas, quem sabe até de sua virilidade masculina.Mas para a surpresa de todos, especialmente do Rei Assuero, o seu troféu, o seu objeto,disse “não”.Vasti recusou-se a entrar na presença do rei e de seus convidados para lhe servir aos seuscaprichos egoísticos e de ostentação.Foi um choque. Fico imaginando o burburinho na corte, todos assombrados com a decisãoda rainha, tanto os convidados como os servos, ninguém conseguia entender os motivosdela para se negar daquela maneira ao rei.Como poderia alguém em sã consciência desprezar a posição de rainha e o desfrutar detanta riqueza, posição social e tudo o mais que acompanha.Fico imaginando quantas mulheres fariam qualquer coisa para estar no lugar dela, mas nãoela, não a Vasti.Amados, a decisão dela não foi por ignorância, por desconhecimento ou por loucura.Foi uma decisão de uma mulher que se cansou de ser tratada como coisa, como objeto,como algo que vem depois do ouro e da prata, alguém que nada mais é do que a cereja em
  45. 45. Casados em Cristo46cima do bolo.Não! Chega! Basta, disse Vasti. Quero ser tratada como uma esposa que pensa, que temsentimentos, que quer ser amada pelo marido, e participar de sua vida como um todo.Ela se comportou como alguém que não se contenta com coisas, fama e posição social.Ela desprezou tudo para não ser mais desprezada, esse deve ter sido o pensamento dela.Há mulheres que servem aos seus maridos como objetos para momentos de prazer ou defesta, verdadeiros adornos, figuras secundárias nas suas vidas.Mesmo entre nós, cristãos, há mulheres sem nome, cujo marido às vezes é tão famoso, quevive expondo seus tesouros, mostrando sua grandeza, no entanto, pouco se sabe sobre suaesposa. Ela é apenas uma sombra.Há aqueles maridos que acham que basta um pouco de dinheiro, quem sabe um cartão decrédito, uma visita ao shopping, umas roupas de marca, um carro novo, uma casa com umafachada bonita e pronto. Está feito. Cumpriu assim o seu chamado de marido.Eu não quero aqui incitar as mulheres para que façam como Vasti, que deixem seus maridosegoístas e materialistas, que não tem olhos para vê-las, mas quero provocar-me a mimmesmo e aos demais maridos para que entendamos que nossas esposas querem emerecem muito mais do que coisas, bens e status social.Elas querem se sentir gente. Gente que é amada e reconhecida, como alguém importante navida dos seus maridos.O Rei Assuero deve ter imaginado no seu coração, essa mulher enlouqueceu. Colocou aperder um relacionamento com um rei poderoso como eu, mas não conseguiu entender quepara Vasti poderoso seria se ele conquistasse muito mais do ouro e prata, reino e povos,mas que simplesmente conquistasse o seu coração e ali colocasse o seu selo real, mas elenão fez isso.Essa é a lição de Vasti para cada um de nós, que às vezes passamos a vida correndo atrásdo lucro, atrás de conquistas, bens, e aquilo que deveria ser realmente importante acabaficando em segundo plano.Pense nisso, e cuidado, dentro de cada mulher pode haver uma Vasti que espera ser maisque um troféu nas mãos do marido.
  46. 46. Casados em Cristo471-ELE NÃO É CARINHOSO COMIGO !Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como aos seus próprios corpos.Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.Porque nunca ninguém aborreceu a sua própriacarne; antes a alimenta e sustenta,como, também, o Senhor à igreja ( Ef 5:28-29)Muitas mulheres reclamam que seus parceiros não são carinhosos como elas gostariam quefossem.Algumas dizem que seus companheiros nunca são carinhosos, já outras dizem que eles sãocarinhosos somente na hora da cama.Ah, ele nunca me procura para um abraço, um beijo, um toque qualquer, reclama outra.Nesses casos, o mais correto não é reclamar com outras pessoas estranhas a relação, massim, falar com o parceiro, pois é só ele que pode resolver a questão.É fato que boa parte dos homens têm problemas com relação a demonstrar afeto, muitosnão fazem porque não aprenderam, são oriundos de famílias pouco afetivas, onde aspessoas quase não se tocavam em um abraço ou beijo.Algumas famílias há onde a troca decarícias é algo raro.Por outro lado, há famílias, onde os seus membros são todos carinhosos, eles vivem seabraçando e se beijando.Agora imaginemos uma moça oriunda de uma família assim, que se casa com um homemoriundo de uma família que pouco se toca, que não são nada carinhosos, haveránecessidade de adaptação.Outros homens têm internalizado nos seus corações, que um macho deve ser durão, tratar amulher com casca e tudo e, pois ser carinhoso, é sinal de fraqueza.Que besteira! O verdadeiro macho é aquele que chora como Jesus chorou, que demonstraseus sentimentos, que dá a mão a palmatória quando é preciso, que pede perdão, que sabeque não é perfeito.Então o que fazer. É preciso saber que ser carinhoso é algo que pode ser aprendido. Amulher deve aproveitar todas as oportunidades e fazer bastante carinho nele, e sempre dizerque também gostaria de receber.Conte para ele que o carinho faz bem para sua saúde emocional. Que quando recebecarinho se sente segura do seu amor. Que assim procedendo estará demonstrando cuidadoe proteção.Ele precisa ser ensinado, precisa sentir carinho antes de poder dar carinho. Muitos delesnunca receberam um abraço gostoso de um pai, e outros são oriundos de famíliasturbulentas e disfuncionais.
  47. 47. Casados em Cristo48Inicialmente pode parecer estranho, você vai pensar “Puxa! Estou tendo que mendigar umpouco de carinho”, mas calma, quando ele aprender a ser carinhoso e ver que está sendobom para ele também, a coisa vai fluir naturalmente.Ouvi alguém dizer que “Não reclame daquilo que você tolera”, então pare de reclamar e tomeatitude. Seja prática e clara, diga o que, onde, e como, você gosta de ser tocada. Quando elefizer um carinho, demonstre que gostou, retribua, elogie.E aos homens, eles têm que entender que quem entra num relacionamento conjugal, devesuprir as necessidades físicas, emocionais da esposa, porque essa é missão dele.Eu digo sempre, que no coração de uma esposa há um trono para o marido se sentar. Mas,se ele não se sentar nesse trono, correrá o risco de outro interessado nele sentar. Depoisnão adianta sair caçando culpados,o mal chegou por que não foram supridas asnecessidades dela. Trono não fica vazio, sempre tem pretendente.O marido deve se interessar pela mulher como um todo, não fazer usura dela. Só agradarquando convém é egoísmo puro.Ela deve sempre saber que é amada, não por adivinhaçãoou pressentimento, mas porque seu marido deixa muito claro isso.
  48. 48. Casados em Cristo4912-E O CIÚME, TEM CURA?Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis,antes o seu entendimento e consciência estão contaminados ( Tt 1;15)O amor ...Não se porta com indecência; não busca os seus interesses, não se irrita, nãosuspeita mal ( I Co 13:5)Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto ( Sl 51:10)Temos em Cristo Jesus aquele que é poderoso para curar as imperfeições da alma, libertarda raiva, do ódio, da amargura, do ciúme e outros sentimentos impuros.Temos Nele o médico da alma e para a sua Palavra devemos recorrer para sermos curados.(Sl 107.20)Vamos falar um pouco sobre o ciúme e aprender com o personagem Abraão.Em Gn 20.1-18, narra a história de Abraão e Sara, que, diga-se de passagem, a Bíblia dizque era uma mulher linda, simplesmente maravilhosa e que ao chegar às terras do ReiAbimeleque, seu marido lhe pediu que dissesse que era sua irmã e não sua esposa.A intenção era proteger-se da morte caso o rei se interessasse por Sara. E de fato o rei seinteressou por Sara e a levou para o Palácio e lá permaneceu por algum tempo.Ora, Abraão é o pai da fé, chamado de amigo de Deus, logo, deveria ter confiado que oSenhor o protegeria de qualquer maneira e deveria ter falado a verdade.Mas quando ele falseou a verdade, demonstrou que não creu que Deus poderia guardá-lo,trouxe maldição sobre si mesmo, e maldição também sobre o reino daquele soberano.Quando o homem não confia que Deus está protegendo as pessoas que ama e todos osseus interesses, e recorre aos seus próprios recursos para a proteção, então, ele fica de fatodesprotegido e coisas ruins podem acontecem.Abraão não confiou na proteção de Deus e deu no que deu.O Salmista diz, “uns confiam em carros e cavalos (armas de guerra), mas nós faremosmenção do nome do Senhor ( Sl 20:7)Quando alguém acredita que pode e deve guardar o cônjuge através do controle, então ociúme se apodera dele e passa a vigiar os passos do outro, controlar seus horários,vasculhar suas coisas, e a ele lhe parece que está na iminência de ser traído a qualquermomento.Trata o outro como se o outro fosse alguém sem caráter e sem dignidade.Na sua mente concebe o mal e faz da vida do outro um inferno.
  49. 49. Casados em Cristo50Voltando a história de Abraão, Deus intervém e fala ao Rei Abimeleque e manda-o restituirSara a Abraão, antes que ele tocasse nela.A questão de Abraão não era ciúmes, mas medo.E o que eu aprendi sobre este passagem bíblica me ajudou muito a tratar com meusentimento de ciúmes para com minha esposa.Aprendi que eu não preciso ter medo de perder a minha Sara, mas devo acreditar que Deusa protegerá melhor do que eu.E hoje, sei que onde os meu olhos não alcançam ,os olhos de Deus alcançam, onde asminhas mãos não podem tocá-la , as mãos de Deus podem, onde os meus passos nãochegam, os passos de Deus chegam, e assim aprendi a controlar melhor o meu sentimentode ciÀ

×