SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 67
A INFIDELIDADE
CONJUGAL2º Trimestre de
2013
Lição 6
Pr. Moisés Sampaio de Paula
TEXTO ÁUREO
2Pr. Moisés Sampaio de Paula
“O que adultera com uma mulher é
falto de entendimento; destrói a
sua alma o que tal faz”
(Pv 6.32).
“O que adultera com uma mulher é
falto de entendimento; destrói a
sua alma o que tal faz”
(Pv 6.32).
VERDADE PRÁTICA
3Pr. Moisés Sampaio de Paula
A infidelidade conjugal traz
sérias consequências a toda a
família. Por isso, Deus abomina
tal prática.
A infidelidade conjugal traz
sérias consequências a toda a
família. Por isso, Deus abomina
tal prática.
Uma Pergunta
Como vai o seu casamento
professor (a)?
Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
Uma Pergunta
Como vai a sua família?
Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
OBJETIVOS
• Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
• Reconhecer que o adultério é um grave
pecado.
• Elencar as consequências da infidelidade
conjugal.
• Pontuar alguns conselhos preventivos contra
a infidelidade
6Pr. Moisés Sampaio de Paula
Até que ponto estas situações podem
comprometer a estabilidade de um
relacionamento conjugal?
INTERNET
• Se bem usada, a internet pode
ser uma bênção. Ela proporciona
um mundo imenso de novas
oportunidades, amizades e
empregos. É um espaço virtual
que congrega pessoas de
diversas origens e tipos.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 7
AMIZADE PROFISSIONAL
• Quando trabalhamos numa
empresa conhecemos diferentes
pessoas. Naturalmente as
afinidades aparecem e
estabelecemos permanente
comunicação com elas. A
amizade profissional é uma
consequência direta do nosso
trabalho
Pr. Moisés Sampaio de Paula 8
Até que ponto estas situações podem
comprometer a estabilidade de um
relacionamento conjugal?
RELACIONAMENTO NA IGREJA
• Na igreja local também nos
relacionamos com pessoas
distintas. No Departamento dos
Jovens, na União Feminina e
outros. A igreja local é uma ótima
oportunidade de estabelecermos
laços fraternos de amizade com
pessoas distintas.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 9
Até que ponto estas situações podem
comprometer a estabilidade de um
relacionamento conjugal?
Palavra chave: Infidelidade
10Pr. Moisés Sampaio de Paula
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
1. Conceito e origem da palavra.
2. É preciso vigiar.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge.
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE
1. Afastamento de Deus.
2. Morte espiritual
3. Um lar despedaçado.
III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE
1. Fuja das tentações.
2. Honre o seu cônjuge.
3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge?
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
1. Conceito e origem da palavra.
2. É preciso vigiar.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge.
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE
1. Afastamento de Deus.
2. Morte espiritual
3. Um lar despedaçado.
III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE
1. Fuja das tentações.
2. Honre o seu cônjuge.
3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge?
Esboço da Lição
11Pr. Moisés Sampaio de Paula
• Vivemos num mundo carente de
valores éticos e princípios cristãos.
• Para as pessoas que não seguem os
desígnios divinos, a infidelidade
conjugal é vista como prática
socialmente aceitável. Porém, os
mandamentos divinos são eternos.
• De acordo com a Bíblia, o adultério é e
continuará a ser uma ofensa ao
próprio Deus. Lamentavelmente,
muitos cristãos estão se deixando
levar pelas astutas ciladas do Diabo,
fazendo da infidelidade conjugal um
hábito. Nesta lição, refletiremos a
respeito desse terrível mal que vem
infelicitando as famílias.
12Pr. Moisés Sampaio de Paula
INTRODUÇÃO
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
13Pr. Moisés Sampaio de Paula
O adultério é um grave
pecado. Por isso, o
cônjuge deve vigiar,
buscar a presença de
Deus e jamais
desprezar o outro.
1. Conceito e origem da palavra.
2. É preciso vigiar.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
1. Conceito e origem da palavra.
2. É preciso vigiar.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
• A palavra adultério vem do latim
adulterium, que significa "dormir em
cama alheia".
• Segundo o Dicionário Bíblico Wycliffe
(CPAD), é a relação sexual entre uma
pessoa casada com outra que não é o seu
cônjuge. tal ato é um pecado gravíssimo
perante Deus, sendo condenado tanto no
Antigo quanto em o Novo testamento (Êx
20.14; Dt 5.18; Rm 13.9; Gl 5.19).
• É um ato tão grave que no tempo da lei
Mosaica, a pena para o adultério era o
apedrejamento (lv 20.10; Dt 22.22).
14Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Conceito e origem da palavra.1. Conceito e origem da palavra.
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
• A infidelidade conjugal é um processo
maligno que tem início na mente. No
começo, são apenas alguns pensamentos
que surgem de "mansinho". Se estes,
porém, não forem combatidos, acabam
por nos impregnar a alma e o coração,
redundando em atos vergonhosos.
tomemos muito cuidado com o que
vemos e pensamos (Sl 101.3; Fp 4.8).
Enfim, vigiemos e oremos
constantemente para não cairmos nas
astutas ciladas do Diabo (Ef 6.11). Jesus
exortou-nos a respeito da vigilância e da
oração (Mt 26.41).
15Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. É preciso vigiar.2. É preciso vigiar.
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
Super-homem não existe
• Davi, mesmo sendo
um homem segundo o
coração de Deus (1 Sm
13.14), não vigiou. Ele
cometeu um adultério
que o arrastou a um
homicídio (2 Sm 11).
Por isso, vigie.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
• Sem a presença de Deus, o casal
torna-se vulnerável às investidas
do Maligno. Todavia,
1. A comunhão diária com o Senhor,
2. Oração,
3. Leitura da Bíblia e
4. Jejum
17Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
• além de fortalecer-nos, ajuda-nos a
ter um bom relacionamento com o
cônjuge. A presença divina auxilia-
nos a suportar as crises.
• além de fortalecer-nos, ajuda-nos a
ter um bom relacionamento com o
cônjuge. A presença divina auxilia-
nos a suportar as crises.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 18
• Muitos obreiros, por falta de
orientação, acabam dedicando-se
excessivamente ao ministério
eclesiástico em detrimento da
família. O resultado é que a esposa
e os filhos deixam de receber
atenção e carinho. É bom dedicar-
se à Obra de Deus. A família,
porém, não pode ser esquecida,
pois ela é o primeiro rebanho do
pastor (1 tm 3.1-7; 5.8; 1 Co 7.32-
34).
19Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o
cônjuge.
I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
Pense nisso!
• O adultério é um
pecado de
consequências
desproporcionais ao
bem-estar da família.
Sofre o cônjuge ferido,
os filhos e toda a
família. Esta,
certamente, não é a
vontade divina.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 20
Pr. Moisés Sampaio de Paula 21
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA
INFIDELIDADE
22Pr. Moisés Sampaio de Paula
A infidelidade conjugal
afasta a pessoa de
Deus, mata a
espiritualidade e
dilacera o lar.
1. Afastamento de Deus.
2. Morte espiritual
3. Um lar despedaçado.
1. Afastamento de Deus.
2. Morte espiritual
3. Um lar despedaçado.
• A Palavra de Deus diz que "os lábios da
mulher estranha destilam favos de mel, e o
seu paladar é mais macio do que o azeite" (Pv
5.3). O pecado, a princípio, pode ser até
"prazeroso", mas o preço a ser pago é muito
alto; não vale a pena; traz sofrimento e muita
dor.
• A imoralidade sexual e a infidelidade destroem
a família. todos no lar são afetados de alguma
forma. Alguns minutos de prazer ilícito podem
levar um homem, ou uma mulher, para o
inferno, para a perdição eterna (1 Co 6.10).
Deus é santo e não aceita o pecado. O adultério
divide a família, afasta o cônjuge da presença
de Deus e impede as bênçãos divinas (Is
59.1,2). 23Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Afastamento de Deus.1. Afastamento de Deus.
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA
INFIDELIDADE
• O adultério leva à morte
espiritual, às vezes até a morte
física. Quando nos afastamos de
Deus morremos espiritualmente. A
infidelidade conjugal fere as
pessoas e destrói a alma (Pv 6.32).
Davi arrependeu-se, mas pagou
um alto preço pelo seu erro. Se o
Senhor não ouve as orações
daqueles que tratam mal os
cônjuges (1 Pe 3.7), imagine como
Ele reage à infidelidade conjugal
(Ml 2.16).
24Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. Morte espiritual2. Morte espiritual
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA
INFIDELIDADE
• O adultério aflige toda a família. Os filhos,
independentemente de sua idade, são sempre
os maiores prejudicados. Em geral, ficam
decepcionados com os pais e tendem a
desconfiar sempre de todos. Alguns filhos
acabam, além de carregarem mágoas de seus
pais, levando ressentimentos e dor para suas
futuras famílias. Seus relacionamentos são
afetados. Por isso, Deus abomina a
infidelidade, a deslealdade (Ml 2.15). O marido
deve amar a esposa, assim como a esposa
precisa amar o marido (Ef 5.22-33). A falta de
amor prejudica o casamento e abre brechas à
deslealdade. O amor entre os cônjuges deve
ser incondicional, assim como o de Cristo pela
Igreja. tal amor é um antídoto contra a
deslealdade.
25Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Um lar despedaçado3. Um lar despedaçado
II. AS CONSEQUÊNCIAS DA
INFIDELIDADE
Pense nisso!
• A família é o bem
maior que o Senhor
nos concedeu. Por
isso, vale todo o
esforço para
aperfeiçoar o
relacionamento
conjugal e aprofundar
o convívio com a
família Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
Aprendendo com Davi
Pr. Moisés Sampaio de Paula 27
Quem era Davi
• Tinha cerca de 50 anos,
• Já reinava sobre Israel por 20 anos,
• Distinguiu-se com um homem de Deus,
• Compositor de salmos, pastor fiel,
• Guerreiro valente e Matador de gigantes,
• Líder do seu povo,
• Humilde,
• Força militar respeitada pelo inimigo,
nenhuma derrota.
• Fronteiras ampliadas. Exportação e
importação fortes.
• 62 capítulos do Velho testamento foram
dedicados a ele.
• 59 referências no Novo Testamento
falam dele. 28Pr. Moisés Sampaio de Paula
“Quem poderia apontar um
dedo acusador para Davi?”
29Pr. Moisés Sampaio de Paula
1ª Advertência
• Desprevenido e num
momento de fraqueza,
Davi caiu e pagou um
preço terrível.
Ninguém é velho demais
ou jovem demais para cair
no pecado e
ninguém cai de repente.
Ninguém é velho demais
ou jovem demais para cair
no pecado e
ninguém cai de repente.
30Pr. Moisés Sampaio de Paula
O que Davi fez? (II Samuel 12:9)
– Desprezaste a palavra do SENHOR
– Fazendo o mal diante de seus olhos
– A Urias, o heteu, feriste à espada, e
– a sua mulher tomaste por tua mulher; e
– a ele mataste com a espada dos filhos de Amom.
– Porquanto me desprezaste ( II Samuel 12:10 )
Pv 6.32 – O que adultera com uma mulher está fora de si,
só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa.
Pv 6.32 – O que adultera com uma mulher está fora de si,
só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa.
31Pr. Moisés Sampaio de Paula
Davi estava no lugar errado, na hora
errada (2 Sm 11.1)
• Deveria estar na guerra (v. 1)
• Viu uma formosa mulher a se banhar (v. 2)
• Davi parou, olhou, cobiçou, procurou e se
perdeu.
Tiago 1:14 - Mas cada um é tentado,
quando atraído e engodado pela sua
própria concupiscência.
Tiago 1:14 - Mas cada um é tentado,
quando atraído e engodado pela sua
própria concupiscência.
32Pr. Moisés Sampaio de Paula
Um pouco sobre o pecado
• O pecado é um tipo de mal, porque nem todo mal é
pecado.
• O pecado é, de fato, uma ativa oposição a Deus
• O pecado é observado como uma força em si, que
opera no homem e o mantém cativo.
• O pecado não pode ser tratado como um grau menor
de bondade, porque o pecado é algo sempre
negativo e absoluto.
• A punição final do pecado é a
morte eterna, ou seja, o juízo
contra o pecado (Hb 9.27).
33Pr. Moisés Sampaio de Paula
O pecado nos separa
1. Separação Espiritual
2. Separação Psico-
somática
3. Separação
Sociológica
4. Separação Antro-
ecológica
5. Separação Ecológica
6. Separação Final6. Separação Final
34Pr. Moisés Sampaio de Paula
A batalha da sensualidade
• Com um poder irresistível o desejo domina
a carne, repentinamente um fogo secreto,
sem chamas, se acende. Nesse momento
Deus é esquecido, se torna irreal para nós
Para vencermos essa batalha
devemos agir com retidão:
Observar nossas ações, atitudes,
roupas, aparência e conduta.
Para vencermos essa batalha
devemos agir com retidão:
Observar nossas ações, atitudes,
roupas, aparência e conduta.
35Pr. Moisés Sampaio de Paula
A saída da tentação
• Ao estarmos diante de algo sedutor a única
saída é fugir, dar as costas e se recusar a ficar.
• Fugir: Das paixões da juventude, idolatria,
sensualidade.
Ex.: José no Egito.
Todo o esforço contra o desejo (cobiça) em
nossas próprias forças está condenado ao
fracasso.
Todo o esforço contra o desejo (cobiça) em
nossas próprias forças está condenado ao
fracasso.
Gênesis 39:7 - E aconteceu depois destas
coisas que a mulher do seu senhor pôs os seus
olhos em José, e disse: Deita-te comigo.
Gênesis 39:7 - E aconteceu depois destas
coisas que a mulher do seu senhor pôs os seus
olhos em José, e disse: Deita-te comigo.
36Pr. Moisés Sampaio de Paula
2ª Advertência
• “Na hora da tentação, se você
não correr, irá cair. É só uma
questão de tempo.”
37Pr. Moisés Sampaio de Paula
Davi esqueceu que era um homem de
Deus
• Davi não só deu a 2ª olhadela, mas ficou
olhando, olhando e desejando. Alimentando o
desejo pecaminoso, imaginou o prazer sexual
com aquela linda mulher.
Mesmo com a advertência: 2 Sm 11.3 –
...É Bete-seba...mulher de Urias.
I Corintios 10: 13 - Não veio sobre vós tentação,
senão humana; mas fiel é Deus, que não vos
deixará tentar acima do que podeis, antes com a
tentação dará também o escape, para que a
possais suportar.
I Corintios 10: 13 - Não veio sobre vós tentação,
senão humana; mas fiel é Deus, que não vos
deixará tentar acima do que podeis, antes com a
tentação dará também o escape, para que a
possais suportar.
38Pr. Moisés Sampaio de Paula
Caminho da mentira – o Plano
Pecaminoso
• No intuito de esconder seu pecado Davi:
2º plano: Embebedar Urias a fim de que o vá para
casa e esteja com sua mulher.
FRACASSO
2º plano: Embebedar Urias a fim de que o vá para
casa e esteja com sua mulher.
FRACASSO
3º Plano: a morte de Urias.
SUCESSO
3º Plano: a morte de Urias.
SUCESSO
1º plano: Manda trazer Urias para que esse se
deite com sua mulher e fique tudo encoberto.
FRACASSO
1º plano: Manda trazer Urias para que esse se
deite com sua mulher e fique tudo encoberto.
FRACASSO
39Pr. Moisés Sampaio de Paula
Preso no labirinto da Mentira
• A menos que Deus intervenha, não haverá
saída.
• Por conta do pecado, Davi vive em trevas por
um ano.
• Sl 32.3-4; Sl 51.3-4
Como poderia Davi, o homem
segundo o coração de Deus cair
tão baixo?
Como poderia Davi, o homem
segundo o coração de Deus cair
tão baixo?
40Pr. Moisés Sampaio de Paula
Pecados Ocultos
• Não há nada que faça sofrer tanto, que
prejudique tanto a vida como os pecados
ocultos da carne.
• Não há nada que coloque mais munição
nas mãos do inimigo contra igreja do que
os pecados ocultos e secretos.
41Pr. Moisés Sampaio de Paula
Tratamento de Deus
• O tratamento de Deus é à base
da verdade.
1. Com a Confissão do pecado começa a
restauração
2. O Desejo de deixar completamente o
pecado
3. Quebrantamento e humildade
4. Pedido de perdão e restauração de
Deus
42Pr. Moisés Sampaio de Paula
Pr. Moisés Sampaio de Paula 43
Pr. Moisés Sampaio de Paula 44
Pr. Moisés Sampaio de Paula 45
Veja Bem
Pr. Moisés Sampaio de Paula 46
Veja Bem
Pr. Moisés Sampaio de Paula 47
III. CONSELHOS CONTRA A
INFIDELIDADE
48Pr. Moisés Sampaio de Paula
Alguns conselhos contra
a infidelidade no
matrimônio: fuja das
tentações; honre o seu
cônjuge e o aprecie.
1. Fuja das tentações.
2. Honre o seu cônjuge.
3. Aprecie seu cônjuge. você
aprecia seu cônjuge?
1. Fuja das tentações.
2. Honre o seu cônjuge.
3. Aprecie seu cônjuge. você
aprecia seu cônjuge?
• É preciso ser prudente e evitar o
mal. Jesus ensinou os discípulos a
terem uma atitude de prudência e
sensatez diante das tentações (Mt
10.16; 26.41). Ante o perigo,
façamos como José. Ele preferiu
fugir a pecar contra Deus. temendo
ao Senhor, rejeitou o pecado. E
embora viesse a pagar um alto
preço por sua fidelidade, foi
honrado por Deus no devido tempo
(Gn 39-41). Diante do pecado, fuja
(1 ts 4.3).
49Pr. Moisés Sampaio de Paula
1. Fuja das tentações.1. Fuja das tentações.
III. CONSELHOS CONTRA A
INFIDELIDADE
• Há maridos que se envergonham de suas
esposas. O profeta Malaquias advertiu o
povo de Deus, para que ninguém fosse
"desleal para com a mulher da sua
mocidade" (Ml 2.15). Envelhecer junto à
mulher amada é um privilégio. também há
mulheres que, com o passar do tempo,
deixam de se interessar e honrar seus
maridos. A Bíblia, porém, recomendaa
esposa a reverenciar o marido (Ef 5.33). Os
muitos afazeres levam algumas mulheres a
se esquecerem de seu papel junto ao
esposo. Honre seu cônjuge, dando-lhe o
apreço e o respeito necessários.
50Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. Honre o seu cônjuge.2. Honre o seu cônjuge.
III. CONSELHOS CONTRA A
INFIDELIDADE
• Ter apreço significa vê-lo como algo
valioso. A Palavra de Deus nos diz que
"onde estiver o vosso tesouro, ali estará
também o vosso coração" (lc 12.34). Se o
seu cônjuge é o seu tesouro, ou seja, uma
joia que você protege e zela com carinho e
respeito, o adultério não terá vez em sua
vida. Há esposas e maridos que cuidam
bem da casa, do carro, da conta bancária,
da igreja, mas não têm cuidado nem
interesse pelo seu cônjuge. valorize-o e
alegrem-se juntos no Senhor. Não busque
jamais beber água de outra cisterna (Pv
5.1-23).
51Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu
cônjuge?
3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu
cônjuge?
III. CONSELHOS CONTRA A
INFIDELIDADE
Pr. Moisés Sampaio de Paula 52
Uma pergunta
• você aprecia seu cônjuge?• você aprecia seu cônjuge?
Pr. Moisés Sampaio de Paula 53
Pense nisso!
• Podemos nos relacionar
com diversas pessoas,
pois, afinal de contas,
vivemos nesse mundo,
mas devemos conhecer o
nosso limite. Até onde
podemos ir e não ir. A
nossa mente e coração
devem estar guardados
no Senhor, pois, a sua
Palavra é a nossa
bússola. Pr. Moisés Sampaio de Paula 54
Pr. Moisés Sampaio de Paula 55
Conclusão
• Muitas famílias têm sido
destruídas por causa da
infidelidade conjugal. Para que
tenhamos uma vida conjugal
bem-sucedida precisamos investir
diariamente em nosso
relacionamento. É necessário
orar, vigiar e demonstrar afeto,
apreço, investir no diálogo franco
e não abrir mão do respeito.
temos de conscientizar-nos de
que a família e o relacionamento
conjugal são prioridades. Uma
família bem constituída é uma
bênção para a obra de Deus.Pr. Moisés Sampaio de Paula 56
Algumas dicas para
PROTEGER SEU
CASAMENTO
Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes
Coelho Filho
1. TENHA BOM SENSO COM SUAS
COMPANHIAS
• Evite gastar tempo desnecessário com alguém do
sexo oposto. Muitos casos surgem por não se
agir assim. Um executivo precisa de aulas
particulares de inglês, e contrata uma jovem
professora. Contrate um homem. Não significa
que cada contato com alguém do sexo oposto
seja porta para adultério. Significa evitar
oportunidades para cair. Companhia contínua
cria intimidade. Intimidade com o sexo oposto
traz problemas.
58Pr. Moisés Sampaio de Paula
2. TOME CUIDADO COM
CONFIDÊNCIAS
• A pessoa mais íntima de alguém deve ser seu cônjuge.
Segundo a Bíblia, são “uma só carne”, isto, é uma só pessoa.
Se há aspectos de seu relacionamento que você não pode
compartilhar com esposa (a) e compartilha com alguém do
sexo oposto, a coisa está ruim.
• As pessoas tendem a se solidarizar com quem sofre, e a
proximidade emocional se torna perigosa. Um homem que
se queixa de sua esposa para outra mulher está traçando um
caminho perigoso.
• Isto vale para quem faz e para quem ouve confidências.
59Pr. Moisés Sampaio de Paula
3. EVITE MOMENTOS A SÓS
• Decida não ter momentos privados com
alguém do sexo oposto. Se um(a) colega de
trabalho pedir para ter um almoço com você,
convide uma terceira pessoa. Se necessário,
não se constranja em compartilhar os limites
que você e seu cônjuge concordaram ter no
seu casamento. É melhor ser visto como
rude que vir a cair em pecado.
60Pr. Moisés Sampaio de Paula
4. VIGIE SEUS PENSAMENTOS
• Cuidado com o que pensa. Se você só se
detém nos defeitos de seu cônjuge, qualquer
outro homem ou mulher parecerá melhor.
Faça uma lista das coisas que inicialmente
lhe atraíram em seu cônjuge. Aumente o
positivo e diminua o negativo.
• Evite filmes, conversas, sites e literatura que
apologizam o adultério. Lembre de
Colossenses 3.2.
61Pr. Moisés Sampaio de Paula
5. EVITE COMPARAÇÕES
• Um homem trabalha com uma mulher perfumada,
maquiada, bem vestida. Em casa encontra a esposa, com
criança no colo, cabelo desfeito, banho por tomar.
• Uma mulher encontra um homem compreensivo com quem
pode se abrir, e se sente mais à vontade com ele que com o
esposo.
• Ignoraram situações e contextos diferentes. Foram iludidos
pelo irreal. Lembre do pródigo: o mundo lhe era fascinante,
mas terminou num chiqueiro. As aparências iludem, porque
o mundo em que vivemos em casa é o real. O mundo de
relacionamentos fora de casa é sempre artificial.
62Pr. Moisés Sampaio de Paula
6. EVITE A SÍNDROME DO RETORNO
• É a idéia de que a vida sentimental e sexual caiu na
rotina, e agora, a pessoa “renasceu”.
• Já vi inúmeros casos assim: “Eu renasci”, ou “Eu me
senti jovem, de novo”. Não banque o adolescente.
Você é um adulto com responsabilidades e com uma
pessoa com quem partilha a vida. Construa sua vida
com seu cônjuge.
• Se sua vida conjugal se “fossilizou”, há outros
caminhos. Revigore-a com seu cônjuge. Há pessoas
que sempre se fossilizam e pulam de relacionamento
em relacionamento, procurando o que não
produzem. Temos o que produzimos.
63Pr. Moisés Sampaio de Paula
7. PONHA SEU CORAÇÃO NO SEU LAR
• A solidez do casamento vem pelo tempo que os
cônjuges gastam juntos. Conversas, risos, passeios,
programas comuns. Se você não sai com seu
cônjuge, marque datas para os próximos meses.
Vocês devem ter um ao outro como o melhor
companheiro. Mantenham o clima de namoro:
querer estar junto com a pessoa.
• Orem juntos. Dificilmente duas pessoas que oram
juntas brigarão entre si. Sejam parceiros espirituais.
64Pr. Moisés Sampaio de Paula
8. INVISTA EM SEU CÔNJUGE
• O marido da mulher virtuosa é conhecido quando
se levanta em público (Pv 31.23). A idéia é que ele
está bem vestido e se vê o caráter dela pela roupa
dele.
• Uma boa esposa é um bom tesouro (Pv 18.22). De
bom tesouro, cuida-se, e evita-se perdê-lo.
• Marido: mulher bem tratada é um grande
investimento. O retorno emocional é garantido.
• Mulher: marido bem tratado é um grande
investimento. O retorno emocional é garantido.
65Pr. Moisés Sampaio de Paula
9. BUSQUE AJUDA
• Havendo problemas, busque ajuda. Primeiro em
Deus. Lembre-se de Tiago 1.5.
• Busque orientação de pessoas mais experientes ou
de seu pastor. Evite que o problema se avolume
• Evite conselhos de gente que não tem o que dizer.
Os amigos de Roboão lhe deram maus conselhos
(1Rs 12.6-12). Nesta busca de ajuda, evite por mais
lenha na fogueira.
• E evite também a raiz de amargura (Hb 12.15).
Busque ajuda e não um juiz a seu favor.
66Pr. Moisés Sampaio de Paula
Pr. Moisés Sampaio de Paula 67

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelEid Marques
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidomarckmel
 
Como proteger-seu-casamento
Como proteger-seu-casamentoComo proteger-seu-casamento
Como proteger-seu-casamentoDaniel M Junior
 
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeApostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeJooAlbertoSoaresdaSi
 
O sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamO sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamPr Ismael Carvalho
 
A sexualidade dentro do casamento
A sexualidade dentro do casamentoA sexualidade dentro do casamento
A sexualidade dentro do casamentoVilmar Nascimento
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra famíliaClarice-Borges
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosSebastião Luiz Chagas
 
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.Seduc MT
 
Jugo Desigual - Namoro com não cristãos
Jugo Desigual - Namoro com não cristãosJugo Desigual - Namoro com não cristãos
Jugo Desigual - Namoro com não cristãosIvair Augusto Costa
 
Treinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jniTreinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jniJoao Cerqueira
 

Mais procurados (20)

Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedido
 
Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
 
Como proteger-seu-casamento
Como proteger-seu-casamentoComo proteger-seu-casamento
Como proteger-seu-casamento
 
Estudo sobre casamento
Estudo sobre casamentoEstudo sobre casamento
Estudo sobre casamento
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
Curso de noivos
Curso de noivosCurso de noivos
Curso de noivos
 
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeApostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
 
O sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticamO sexo que os cristãos praticam
O sexo que os cristãos praticam
 
Pais e filhos
Pais e filhosPais e filhos
Pais e filhos
 
A sexualidade dentro do casamento
A sexualidade dentro do casamentoA sexualidade dentro do casamento
A sexualidade dentro do casamento
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhosA familia cristã e os desafios na criação dos filhos
A familia cristã e os desafios na criação dos filhos
 
A família sob ataque
A família sob ataqueA família sob ataque
A família sob ataque
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
 
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
 
Jugo Desigual - Namoro com não cristãos
Jugo Desigual - Namoro com não cristãosJugo Desigual - Namoro com não cristãos
Jugo Desigual - Namoro com não cristãos
 
Treinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jniTreinamento lideranca jni
Treinamento lideranca jni
 

Destaque

As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosMoisés Sampaio
 
Palestra - Hábitos dos casais felizes
Palestra - Hábitos dos casais felizesPalestra - Hábitos dos casais felizes
Palestra - Hábitos dos casais felizesPr Ismael Carvalho
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoPr Ismael Carvalho
 
Coletânea de dinâmicas para casais
Coletânea de dinâmicas para casaisColetânea de dinâmicas para casais
Coletânea de dinâmicas para casaisPr Ismael Carvalho
 
Familia pronta
Familia prontaFamilia pronta
Familia prontaflfm
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013João Paulo Silva Mendes
 
A Importância Da Sabedoria Humilde
A Importância Da Sabedoria HumildeA Importância Da Sabedoria Humilde
A Importância Da Sabedoria HumildeElias Moises
 
4ª palestra segundo o coração de Deus
4ª palestra   segundo o coração de Deus4ª palestra   segundo o coração de Deus
4ª palestra segundo o coração de DeusMoisés Sampaio
 
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Ebd Brasil
 
A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)Ederson Tribst
 
Lição 06 a viuva de sarepta
Lição 06   a viuva de sareptaLição 06   a viuva de sarepta
Lição 06 a viuva de sareptacledsondrumms
 
Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação Ismael Isidio
 
Unção para restauraçãofamiliar
Unção para restauraçãofamiliarUnção para restauraçãofamiliar
Unção para restauraçãofamiliarRicardo Revoredo
 
A santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteA santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteEder L. Souza
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deusMax Pereira
 

Destaque (20)

As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
 
Palestra - Hábitos dos casais felizes
Palestra - Hábitos dos casais felizesPalestra - Hábitos dos casais felizes
Palestra - Hábitos dos casais felizes
 
As doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamentoAs doze colunas que sustentam um casamento
As doze colunas que sustentam um casamento
 
Coletânea de dinâmicas para casais
Coletânea de dinâmicas para casaisColetânea de dinâmicas para casais
Coletânea de dinâmicas para casais
 
Familia pronta
Familia prontaFamilia pronta
Familia pronta
 
9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências9 o pecado de acã e suas consequências
9 o pecado de acã e suas consequências
 
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013Lição 06  A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
Lição 06 A Infidelidade Conjugal - Lições Bíblicas CPAD 2º Trimestre de 2013
 
LIÇÃO 06 A EFICÁCIA DO TESTEMUNHO CRISTÃO
LIÇÃO 06  A EFICÁCIA DO TESTEMUNHO CRISTÃOLIÇÃO 06  A EFICÁCIA DO TESTEMUNHO CRISTÃO
LIÇÃO 06 A EFICÁCIA DO TESTEMUNHO CRISTÃO
 
A Importância Da Sabedoria Humilde
A Importância Da Sabedoria HumildeA Importância Da Sabedoria Humilde
A Importância Da Sabedoria Humilde
 
4ª palestra segundo o coração de Deus
4ª palestra   segundo o coração de Deus4ª palestra   segundo o coração de Deus
4ª palestra segundo o coração de Deus
 
O pecado oculto
O pecado oculto O pecado oculto
O pecado oculto
 
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.
Ebd Lições bíblicas 2016 aula 6 A lei ,carne e o Espírito.
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
 
O OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUSO OLHAR DE JESUS
O OLHAR DE JESUS
 
A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)
 
Lição 06 a viuva de sarepta
Lição 06   a viuva de sareptaLição 06   a viuva de sarepta
Lição 06 a viuva de sarepta
 
Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação Lição 02 – o propósito da tentação
Lição 02 – o propósito da tentação
 
Unção para restauraçãofamiliar
Unção para restauraçãofamiliarUnção para restauraçãofamiliar
Unção para restauraçãofamiliar
 
A santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteA santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crente
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
 

Semelhante a A infidelidade conjugal

Lição 6 a infidelidade conjugal
Lição 6  a infidelidade conjugalLição 6  a infidelidade conjugal
Lição 6 a infidelidade conjugalSilas Rodrigues
 
2013 1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal
2013   1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal2013   1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal
2013 1 tri - lição 6 - a infelidade conjugalNatalino das Neves Neves
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professoresJoão Paulo Silva Mendes
 
Lição 2 advertências contra o adultério
Lição 2   advertências contra o adultérioLição 2   advertências contra o adultério
Lição 2 advertências contra o adultérioNatalino das Neves Neves
 
4º Trimestre 2013 - Lição 2 advertências contra o adultério
4º Trimestre 2013 - Lição 2   advertências contra o adultério4º Trimestre 2013 - Lição 2   advertências contra o adultério
4º Trimestre 2013 - Lição 2 advertências contra o adultérioAnderson Silva
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalÉder Tomé
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIOEwanildo Jose
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIOEwanildo Jose
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)Pastor Natalino Das Neves
 
Malaquias - Cap. 02 parte 02
Malaquias - Cap. 02  parte 02Malaquias - Cap. 02  parte 02
Malaquias - Cap. 02 parte 02Daniel M Junior
 
Lição 07- O Papel da Esposa na Família
Lição 07- O Papel da Esposa na FamíliaLição 07- O Papel da Esposa na Família
Lição 07- O Papel da Esposa na FamíliaMaxsuel Aquino
 
Encontro de casais carater de bom relacionamento.
Encontro de casais carater de bom relacionamento.Encontro de casais carater de bom relacionamento.
Encontro de casais carater de bom relacionamento.Fernando Joelma
 
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIANatalino das Neves Neves
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e sFUNVIC
 

Semelhante a A infidelidade conjugal (20)

Lição 6 a infidelidade conjugal
Lição 6  a infidelidade conjugalLição 6  a infidelidade conjugal
Lição 6 a infidelidade conjugal
 
2013 1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal
2013   1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal2013   1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal
2013 1 tri - lição 6 - a infelidade conjugal
 
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3  As Bases do Casamento Cristão- professoresLição 3  As Bases do Casamento Cristão- professores
Lição 3 As Bases do Casamento Cristão- professores
 
Lição 2 advertências contra o adultério
Lição 2   advertências contra o adultérioLição 2   advertências contra o adultério
Lição 2 advertências contra o adultério
 
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTOCRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
CRISES EXISTENCIAIS NO CASAMENTO
 
4º Trimestre 2013 - Lição 2 advertências contra o adultério
4º Trimestre 2013 - Lição 2   advertências contra o adultério4º Trimestre 2013 - Lição 2   advertências contra o adultério
4º Trimestre 2013 - Lição 2 advertências contra o adultério
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
2° LIÇÃO DO 4° TRI 2013 ADVERTÊNCIAS CONTRA O ADULTÉRIO
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Lição 6
Lição 6Lição 6
Lição 6
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
Malaquias - Cap. 02 parte 02
Malaquias - Cap. 02  parte 02Malaquias - Cap. 02  parte 02
Malaquias - Cap. 02 parte 02
 
Lição 07- O Papel da Esposa na Família
Lição 07- O Papel da Esposa na FamíliaLição 07- O Papel da Esposa na Família
Lição 07- O Papel da Esposa na Família
 
Encontro de casais carater de bom relacionamento.
Encontro de casais carater de bom relacionamento.Encontro de casais carater de bom relacionamento.
Encontro de casais carater de bom relacionamento.
 
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 7 - O PAPEL DA ESPOSA NA FAMÍLIA
 
Namoro, noivado e s
Namoro, noivado e sNamoro, noivado e s
Namoro, noivado e s
 
CASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
CASADOS E FELIZES i5ABR23.pptCASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
CASADOS E FELIZES i5ABR23.ppt
 

Mais de Moisés Sampaio

Mais de Moisés Sampaio (20)

Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
 
9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
 
2-Jaffa
2-Jaffa2-Jaffa
2-Jaffa
 

A infidelidade conjugal

  • 1. A INFIDELIDADE CONJUGAL2º Trimestre de 2013 Lição 6 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 2. TEXTO ÁUREO 2Pr. Moisés Sampaio de Paula “O que adultera com uma mulher é falto de entendimento; destrói a sua alma o que tal faz” (Pv 6.32). “O que adultera com uma mulher é falto de entendimento; destrói a sua alma o que tal faz” (Pv 6.32).
  • 3. VERDADE PRÁTICA 3Pr. Moisés Sampaio de Paula A infidelidade conjugal traz sérias consequências a toda a família. Por isso, Deus abomina tal prática. A infidelidade conjugal traz sérias consequências a toda a família. Por isso, Deus abomina tal prática.
  • 4. Uma Pergunta Como vai o seu casamento professor (a)? Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
  • 5. Uma Pergunta Como vai a sua família? Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
  • 6. OBJETIVOS • Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: • Reconhecer que o adultério é um grave pecado. • Elencar as consequências da infidelidade conjugal. • Pontuar alguns conselhos preventivos contra a infidelidade 6Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 7. Até que ponto estas situações podem comprometer a estabilidade de um relacionamento conjugal? INTERNET • Se bem usada, a internet pode ser uma bênção. Ela proporciona um mundo imenso de novas oportunidades, amizades e empregos. É um espaço virtual que congrega pessoas de diversas origens e tipos. Pr. Moisés Sampaio de Paula 7
  • 8. AMIZADE PROFISSIONAL • Quando trabalhamos numa empresa conhecemos diferentes pessoas. Naturalmente as afinidades aparecem e estabelecemos permanente comunicação com elas. A amizade profissional é uma consequência direta do nosso trabalho Pr. Moisés Sampaio de Paula 8 Até que ponto estas situações podem comprometer a estabilidade de um relacionamento conjugal?
  • 9. RELACIONAMENTO NA IGREJA • Na igreja local também nos relacionamos com pessoas distintas. No Departamento dos Jovens, na União Feminina e outros. A igreja local é uma ótima oportunidade de estabelecermos laços fraternos de amizade com pessoas distintas. Pr. Moisés Sampaio de Paula 9 Até que ponto estas situações podem comprometer a estabilidade de um relacionamento conjugal?
  • 10. Palavra chave: Infidelidade 10Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 11. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO 1. Conceito e origem da palavra. 2. É preciso vigiar. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE 1. Afastamento de Deus. 2. Morte espiritual 3. Um lar despedaçado. III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE 1. Fuja das tentações. 2. Honre o seu cônjuge. 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge? I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO 1. Conceito e origem da palavra. 2. É preciso vigiar. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE 1. Afastamento de Deus. 2. Morte espiritual 3. Um lar despedaçado. III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE 1. Fuja das tentações. 2. Honre o seu cônjuge. 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge? Esboço da Lição 11Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 12. • Vivemos num mundo carente de valores éticos e princípios cristãos. • Para as pessoas que não seguem os desígnios divinos, a infidelidade conjugal é vista como prática socialmente aceitável. Porém, os mandamentos divinos são eternos. • De acordo com a Bíblia, o adultério é e continuará a ser uma ofensa ao próprio Deus. Lamentavelmente, muitos cristãos estão se deixando levar pelas astutas ciladas do Diabo, fazendo da infidelidade conjugal um hábito. Nesta lição, refletiremos a respeito desse terrível mal que vem infelicitando as famílias. 12Pr. Moisés Sampaio de Paula INTRODUÇÃO
  • 13. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO 13Pr. Moisés Sampaio de Paula O adultério é um grave pecado. Por isso, o cônjuge deve vigiar, buscar a presença de Deus e jamais desprezar o outro. 1. Conceito e origem da palavra. 2. É preciso vigiar. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. 1. Conceito e origem da palavra. 2. É preciso vigiar. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge.
  • 14. • A palavra adultério vem do latim adulterium, que significa "dormir em cama alheia". • Segundo o Dicionário Bíblico Wycliffe (CPAD), é a relação sexual entre uma pessoa casada com outra que não é o seu cônjuge. tal ato é um pecado gravíssimo perante Deus, sendo condenado tanto no Antigo quanto em o Novo testamento (Êx 20.14; Dt 5.18; Rm 13.9; Gl 5.19). • É um ato tão grave que no tempo da lei Mosaica, a pena para o adultério era o apedrejamento (lv 20.10; Dt 22.22). 14Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Conceito e origem da palavra.1. Conceito e origem da palavra. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
  • 15. • A infidelidade conjugal é um processo maligno que tem início na mente. No começo, são apenas alguns pensamentos que surgem de "mansinho". Se estes, porém, não forem combatidos, acabam por nos impregnar a alma e o coração, redundando em atos vergonhosos. tomemos muito cuidado com o que vemos e pensamos (Sl 101.3; Fp 4.8). Enfim, vigiemos e oremos constantemente para não cairmos nas astutas ciladas do Diabo (Ef 6.11). Jesus exortou-nos a respeito da vigilância e da oração (Mt 26.41). 15Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. É preciso vigiar.2. É preciso vigiar. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
  • 16. Super-homem não existe • Davi, mesmo sendo um homem segundo o coração de Deus (1 Sm 13.14), não vigiou. Ele cometeu um adultério que o arrastou a um homicídio (2 Sm 11). Por isso, vigie. Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
  • 17. • Sem a presença de Deus, o casal torna-se vulnerável às investidas do Maligno. Todavia, 1. A comunhão diária com o Senhor, 2. Oração, 3. Leitura da Bíblia e 4. Jejum 17Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO • além de fortalecer-nos, ajuda-nos a ter um bom relacionamento com o cônjuge. A presença divina auxilia- nos a suportar as crises. • além de fortalecer-nos, ajuda-nos a ter um bom relacionamento com o cônjuge. A presença divina auxilia- nos a suportar as crises.
  • 18. Pr. Moisés Sampaio de Paula 18
  • 19. • Muitos obreiros, por falta de orientação, acabam dedicando-se excessivamente ao ministério eclesiástico em detrimento da família. O resultado é que a esposa e os filhos deixam de receber atenção e carinho. É bom dedicar- se à Obra de Deus. A família, porém, não pode ser esquecida, pois ela é o primeiro rebanho do pastor (1 tm 3.1-7; 5.8; 1 Co 7.32- 34). 19Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. 3. Buscar a presença de Deus e não desprezar o cônjuge. I. ADULTÉRIO, UM GRAVE PECADO
  • 20. Pense nisso! • O adultério é um pecado de consequências desproporcionais ao bem-estar da família. Sofre o cônjuge ferido, os filhos e toda a família. Esta, certamente, não é a vontade divina. Pr. Moisés Sampaio de Paula 20
  • 21. Pr. Moisés Sampaio de Paula 21
  • 22. II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE 22Pr. Moisés Sampaio de Paula A infidelidade conjugal afasta a pessoa de Deus, mata a espiritualidade e dilacera o lar. 1. Afastamento de Deus. 2. Morte espiritual 3. Um lar despedaçado. 1. Afastamento de Deus. 2. Morte espiritual 3. Um lar despedaçado.
  • 23. • A Palavra de Deus diz que "os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais macio do que o azeite" (Pv 5.3). O pecado, a princípio, pode ser até "prazeroso", mas o preço a ser pago é muito alto; não vale a pena; traz sofrimento e muita dor. • A imoralidade sexual e a infidelidade destroem a família. todos no lar são afetados de alguma forma. Alguns minutos de prazer ilícito podem levar um homem, ou uma mulher, para o inferno, para a perdição eterna (1 Co 6.10). Deus é santo e não aceita o pecado. O adultério divide a família, afasta o cônjuge da presença de Deus e impede as bênçãos divinas (Is 59.1,2). 23Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Afastamento de Deus.1. Afastamento de Deus. II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE
  • 24. • O adultério leva à morte espiritual, às vezes até a morte física. Quando nos afastamos de Deus morremos espiritualmente. A infidelidade conjugal fere as pessoas e destrói a alma (Pv 6.32). Davi arrependeu-se, mas pagou um alto preço pelo seu erro. Se o Senhor não ouve as orações daqueles que tratam mal os cônjuges (1 Pe 3.7), imagine como Ele reage à infidelidade conjugal (Ml 2.16). 24Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. Morte espiritual2. Morte espiritual II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE
  • 25. • O adultério aflige toda a família. Os filhos, independentemente de sua idade, são sempre os maiores prejudicados. Em geral, ficam decepcionados com os pais e tendem a desconfiar sempre de todos. Alguns filhos acabam, além de carregarem mágoas de seus pais, levando ressentimentos e dor para suas futuras famílias. Seus relacionamentos são afetados. Por isso, Deus abomina a infidelidade, a deslealdade (Ml 2.15). O marido deve amar a esposa, assim como a esposa precisa amar o marido (Ef 5.22-33). A falta de amor prejudica o casamento e abre brechas à deslealdade. O amor entre os cônjuges deve ser incondicional, assim como o de Cristo pela Igreja. tal amor é um antídoto contra a deslealdade. 25Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Um lar despedaçado3. Um lar despedaçado II. AS CONSEQUÊNCIAS DA INFIDELIDADE
  • 26. Pense nisso! • A família é o bem maior que o Senhor nos concedeu. Por isso, vale todo o esforço para aperfeiçoar o relacionamento conjugal e aprofundar o convívio com a família Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
  • 27. Aprendendo com Davi Pr. Moisés Sampaio de Paula 27
  • 28. Quem era Davi • Tinha cerca de 50 anos, • Já reinava sobre Israel por 20 anos, • Distinguiu-se com um homem de Deus, • Compositor de salmos, pastor fiel, • Guerreiro valente e Matador de gigantes, • Líder do seu povo, • Humilde, • Força militar respeitada pelo inimigo, nenhuma derrota. • Fronteiras ampliadas. Exportação e importação fortes. • 62 capítulos do Velho testamento foram dedicados a ele. • 59 referências no Novo Testamento falam dele. 28Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 29. “Quem poderia apontar um dedo acusador para Davi?” 29Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 30. 1ª Advertência • Desprevenido e num momento de fraqueza, Davi caiu e pagou um preço terrível. Ninguém é velho demais ou jovem demais para cair no pecado e ninguém cai de repente. Ninguém é velho demais ou jovem demais para cair no pecado e ninguém cai de repente. 30Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 31. O que Davi fez? (II Samuel 12:9) – Desprezaste a palavra do SENHOR – Fazendo o mal diante de seus olhos – A Urias, o heteu, feriste à espada, e – a sua mulher tomaste por tua mulher; e – a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. – Porquanto me desprezaste ( II Samuel 12:10 ) Pv 6.32 – O que adultera com uma mulher está fora de si, só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa. Pv 6.32 – O que adultera com uma mulher está fora de si, só mesmo quem quer arruinar-se é que pratica tal coisa. 31Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 32. Davi estava no lugar errado, na hora errada (2 Sm 11.1) • Deveria estar na guerra (v. 1) • Viu uma formosa mulher a se banhar (v. 2) • Davi parou, olhou, cobiçou, procurou e se perdeu. Tiago 1:14 - Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Tiago 1:14 - Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. 32Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 33. Um pouco sobre o pecado • O pecado é um tipo de mal, porque nem todo mal é pecado. • O pecado é, de fato, uma ativa oposição a Deus • O pecado é observado como uma força em si, que opera no homem e o mantém cativo. • O pecado não pode ser tratado como um grau menor de bondade, porque o pecado é algo sempre negativo e absoluto. • A punição final do pecado é a morte eterna, ou seja, o juízo contra o pecado (Hb 9.27). 33Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 34. O pecado nos separa 1. Separação Espiritual 2. Separação Psico- somática 3. Separação Sociológica 4. Separação Antro- ecológica 5. Separação Ecológica 6. Separação Final6. Separação Final 34Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 35. A batalha da sensualidade • Com um poder irresistível o desejo domina a carne, repentinamente um fogo secreto, sem chamas, se acende. Nesse momento Deus é esquecido, se torna irreal para nós Para vencermos essa batalha devemos agir com retidão: Observar nossas ações, atitudes, roupas, aparência e conduta. Para vencermos essa batalha devemos agir com retidão: Observar nossas ações, atitudes, roupas, aparência e conduta. 35Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 36. A saída da tentação • Ao estarmos diante de algo sedutor a única saída é fugir, dar as costas e se recusar a ficar. • Fugir: Das paixões da juventude, idolatria, sensualidade. Ex.: José no Egito. Todo o esforço contra o desejo (cobiça) em nossas próprias forças está condenado ao fracasso. Todo o esforço contra o desejo (cobiça) em nossas próprias forças está condenado ao fracasso. Gênesis 39:7 - E aconteceu depois destas coisas que a mulher do seu senhor pôs os seus olhos em José, e disse: Deita-te comigo. Gênesis 39:7 - E aconteceu depois destas coisas que a mulher do seu senhor pôs os seus olhos em José, e disse: Deita-te comigo. 36Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 37. 2ª Advertência • “Na hora da tentação, se você não correr, irá cair. É só uma questão de tempo.” 37Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 38. Davi esqueceu que era um homem de Deus • Davi não só deu a 2ª olhadela, mas ficou olhando, olhando e desejando. Alimentando o desejo pecaminoso, imaginou o prazer sexual com aquela linda mulher. Mesmo com a advertência: 2 Sm 11.3 – ...É Bete-seba...mulher de Urias. I Corintios 10: 13 - Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. I Corintios 10: 13 - Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 38Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 39. Caminho da mentira – o Plano Pecaminoso • No intuito de esconder seu pecado Davi: 2º plano: Embebedar Urias a fim de que o vá para casa e esteja com sua mulher. FRACASSO 2º plano: Embebedar Urias a fim de que o vá para casa e esteja com sua mulher. FRACASSO 3º Plano: a morte de Urias. SUCESSO 3º Plano: a morte de Urias. SUCESSO 1º plano: Manda trazer Urias para que esse se deite com sua mulher e fique tudo encoberto. FRACASSO 1º plano: Manda trazer Urias para que esse se deite com sua mulher e fique tudo encoberto. FRACASSO 39Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 40. Preso no labirinto da Mentira • A menos que Deus intervenha, não haverá saída. • Por conta do pecado, Davi vive em trevas por um ano. • Sl 32.3-4; Sl 51.3-4 Como poderia Davi, o homem segundo o coração de Deus cair tão baixo? Como poderia Davi, o homem segundo o coração de Deus cair tão baixo? 40Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 41. Pecados Ocultos • Não há nada que faça sofrer tanto, que prejudique tanto a vida como os pecados ocultos da carne. • Não há nada que coloque mais munição nas mãos do inimigo contra igreja do que os pecados ocultos e secretos. 41Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 42. Tratamento de Deus • O tratamento de Deus é à base da verdade. 1. Com a Confissão do pecado começa a restauração 2. O Desejo de deixar completamente o pecado 3. Quebrantamento e humildade 4. Pedido de perdão e restauração de Deus 42Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 43. Pr. Moisés Sampaio de Paula 43
  • 44. Pr. Moisés Sampaio de Paula 44
  • 45. Pr. Moisés Sampaio de Paula 45 Veja Bem
  • 46. Pr. Moisés Sampaio de Paula 46
  • 47. Veja Bem Pr. Moisés Sampaio de Paula 47
  • 48. III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE 48Pr. Moisés Sampaio de Paula Alguns conselhos contra a infidelidade no matrimônio: fuja das tentações; honre o seu cônjuge e o aprecie. 1. Fuja das tentações. 2. Honre o seu cônjuge. 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge? 1. Fuja das tentações. 2. Honre o seu cônjuge. 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge?
  • 49. • É preciso ser prudente e evitar o mal. Jesus ensinou os discípulos a terem uma atitude de prudência e sensatez diante das tentações (Mt 10.16; 26.41). Ante o perigo, façamos como José. Ele preferiu fugir a pecar contra Deus. temendo ao Senhor, rejeitou o pecado. E embora viesse a pagar um alto preço por sua fidelidade, foi honrado por Deus no devido tempo (Gn 39-41). Diante do pecado, fuja (1 ts 4.3). 49Pr. Moisés Sampaio de Paula 1. Fuja das tentações.1. Fuja das tentações. III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE
  • 50. • Há maridos que se envergonham de suas esposas. O profeta Malaquias advertiu o povo de Deus, para que ninguém fosse "desleal para com a mulher da sua mocidade" (Ml 2.15). Envelhecer junto à mulher amada é um privilégio. também há mulheres que, com o passar do tempo, deixam de se interessar e honrar seus maridos. A Bíblia, porém, recomendaa esposa a reverenciar o marido (Ef 5.33). Os muitos afazeres levam algumas mulheres a se esquecerem de seu papel junto ao esposo. Honre seu cônjuge, dando-lhe o apreço e o respeito necessários. 50Pr. Moisés Sampaio de Paula 2. Honre o seu cônjuge.2. Honre o seu cônjuge. III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE
  • 51. • Ter apreço significa vê-lo como algo valioso. A Palavra de Deus nos diz que "onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração" (lc 12.34). Se o seu cônjuge é o seu tesouro, ou seja, uma joia que você protege e zela com carinho e respeito, o adultério não terá vez em sua vida. Há esposas e maridos que cuidam bem da casa, do carro, da conta bancária, da igreja, mas não têm cuidado nem interesse pelo seu cônjuge. valorize-o e alegrem-se juntos no Senhor. Não busque jamais beber água de outra cisterna (Pv 5.1-23). 51Pr. Moisés Sampaio de Paula 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge? 3. Aprecie seu cônjuge. você aprecia seu cônjuge? III. CONSELHOS CONTRA A INFIDELIDADE
  • 52. Pr. Moisés Sampaio de Paula 52
  • 53. Uma pergunta • você aprecia seu cônjuge?• você aprecia seu cônjuge? Pr. Moisés Sampaio de Paula 53
  • 54. Pense nisso! • Podemos nos relacionar com diversas pessoas, pois, afinal de contas, vivemos nesse mundo, mas devemos conhecer o nosso limite. Até onde podemos ir e não ir. A nossa mente e coração devem estar guardados no Senhor, pois, a sua Palavra é a nossa bússola. Pr. Moisés Sampaio de Paula 54
  • 55. Pr. Moisés Sampaio de Paula 55
  • 56. Conclusão • Muitas famílias têm sido destruídas por causa da infidelidade conjugal. Para que tenhamos uma vida conjugal bem-sucedida precisamos investir diariamente em nosso relacionamento. É necessário orar, vigiar e demonstrar afeto, apreço, investir no diálogo franco e não abrir mão do respeito. temos de conscientizar-nos de que a família e o relacionamento conjugal são prioridades. Uma família bem constituída é uma bênção para a obra de Deus.Pr. Moisés Sampaio de Paula 56
  • 57. Algumas dicas para PROTEGER SEU CASAMENTO Preparado pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho
  • 58. 1. TENHA BOM SENSO COM SUAS COMPANHIAS • Evite gastar tempo desnecessário com alguém do sexo oposto. Muitos casos surgem por não se agir assim. Um executivo precisa de aulas particulares de inglês, e contrata uma jovem professora. Contrate um homem. Não significa que cada contato com alguém do sexo oposto seja porta para adultério. Significa evitar oportunidades para cair. Companhia contínua cria intimidade. Intimidade com o sexo oposto traz problemas. 58Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 59. 2. TOME CUIDADO COM CONFIDÊNCIAS • A pessoa mais íntima de alguém deve ser seu cônjuge. Segundo a Bíblia, são “uma só carne”, isto, é uma só pessoa. Se há aspectos de seu relacionamento que você não pode compartilhar com esposa (a) e compartilha com alguém do sexo oposto, a coisa está ruim. • As pessoas tendem a se solidarizar com quem sofre, e a proximidade emocional se torna perigosa. Um homem que se queixa de sua esposa para outra mulher está traçando um caminho perigoso. • Isto vale para quem faz e para quem ouve confidências. 59Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 60. 3. EVITE MOMENTOS A SÓS • Decida não ter momentos privados com alguém do sexo oposto. Se um(a) colega de trabalho pedir para ter um almoço com você, convide uma terceira pessoa. Se necessário, não se constranja em compartilhar os limites que você e seu cônjuge concordaram ter no seu casamento. É melhor ser visto como rude que vir a cair em pecado. 60Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 61. 4. VIGIE SEUS PENSAMENTOS • Cuidado com o que pensa. Se você só se detém nos defeitos de seu cônjuge, qualquer outro homem ou mulher parecerá melhor. Faça uma lista das coisas que inicialmente lhe atraíram em seu cônjuge. Aumente o positivo e diminua o negativo. • Evite filmes, conversas, sites e literatura que apologizam o adultério. Lembre de Colossenses 3.2. 61Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 62. 5. EVITE COMPARAÇÕES • Um homem trabalha com uma mulher perfumada, maquiada, bem vestida. Em casa encontra a esposa, com criança no colo, cabelo desfeito, banho por tomar. • Uma mulher encontra um homem compreensivo com quem pode se abrir, e se sente mais à vontade com ele que com o esposo. • Ignoraram situações e contextos diferentes. Foram iludidos pelo irreal. Lembre do pródigo: o mundo lhe era fascinante, mas terminou num chiqueiro. As aparências iludem, porque o mundo em que vivemos em casa é o real. O mundo de relacionamentos fora de casa é sempre artificial. 62Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 63. 6. EVITE A SÍNDROME DO RETORNO • É a idéia de que a vida sentimental e sexual caiu na rotina, e agora, a pessoa “renasceu”. • Já vi inúmeros casos assim: “Eu renasci”, ou “Eu me senti jovem, de novo”. Não banque o adolescente. Você é um adulto com responsabilidades e com uma pessoa com quem partilha a vida. Construa sua vida com seu cônjuge. • Se sua vida conjugal se “fossilizou”, há outros caminhos. Revigore-a com seu cônjuge. Há pessoas que sempre se fossilizam e pulam de relacionamento em relacionamento, procurando o que não produzem. Temos o que produzimos. 63Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 64. 7. PONHA SEU CORAÇÃO NO SEU LAR • A solidez do casamento vem pelo tempo que os cônjuges gastam juntos. Conversas, risos, passeios, programas comuns. Se você não sai com seu cônjuge, marque datas para os próximos meses. Vocês devem ter um ao outro como o melhor companheiro. Mantenham o clima de namoro: querer estar junto com a pessoa. • Orem juntos. Dificilmente duas pessoas que oram juntas brigarão entre si. Sejam parceiros espirituais. 64Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 65. 8. INVISTA EM SEU CÔNJUGE • O marido da mulher virtuosa é conhecido quando se levanta em público (Pv 31.23). A idéia é que ele está bem vestido e se vê o caráter dela pela roupa dele. • Uma boa esposa é um bom tesouro (Pv 18.22). De bom tesouro, cuida-se, e evita-se perdê-lo. • Marido: mulher bem tratada é um grande investimento. O retorno emocional é garantido. • Mulher: marido bem tratado é um grande investimento. O retorno emocional é garantido. 65Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 66. 9. BUSQUE AJUDA • Havendo problemas, busque ajuda. Primeiro em Deus. Lembre-se de Tiago 1.5. • Busque orientação de pessoas mais experientes ou de seu pastor. Evite que o problema se avolume • Evite conselhos de gente que não tem o que dizer. Os amigos de Roboão lhe deram maus conselhos (1Rs 12.6-12). Nesta busca de ajuda, evite por mais lenha na fogueira. • E evite também a raiz de amargura (Hb 12.15). Busque ajuda e não um juiz a seu favor. 66Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 67. Pr. Moisés Sampaio de Paula 67