SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
1
UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA
DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO - Profa. Benizete Ramos
AULA IV (roteiro) – COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO
TRABALHO-JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA (roteiro)
“Confiança é refúgio certo para as ocasiões de tormenta” A.L
I-FUNDAMENTO LEGAL
Art. 114 CF (EC 45/2004); art. 650 e 674 da CLT
Sumulas TST 19, 300, 368, 420,454; 389,392 do TST
Sumula Vinculante do STF 22 ,23 e 736.
STJ-57,82,137,170,173;OJ:SDI:1-26;138,414;SDI-2-149,130.
I- CONCEITO
I-A- Jurisdição – É o poder que o juiz tem de dizer o Direito nos casos concretos a ele
submetidos, já que está investido de jurisdição.
I-B- Competência – É uma parcela da Jurisdição. A área geográfica onde o juiz atuará.
Cleber Lucio de Almeida1
, citando Liebman “a competência é a qualidade de
jurisdição, cujo exercício é atribuído a cada órgão, ou seja, a “medida da jurisdição”.
Em outras palavras, ela determina em que casos e com relação a que controvérsias
têm cada órgão em particular o poder de emitir provimentos, ao mesmo tempo em que
delimita, em abstrato, o grupo de controvérsias que lhe são atribuídas”.
E, ainda citando Carneluti,2
para quem “chama-se competência a extensão de poder
que pertence (compete) a cada órgão judicial ou a cada componente do órgão, em
comparação com os demais (...) competência é o poder pertencente ao órgão judicial
u ao oficial considerado no singular
►Diferenças==. Jurisdição envolve competência.; Jurisdição é o todo. Competência,
uma parte; O provimento jurisdicional válido pressupõe competência do julgador.
II- DIVISÃO DA COMPETÊNCIA
►A competência é distribuída entre vários órgãos do poder judiciário, levando-se em
conta:
(1) a natureza da relação jurídica litigiosa (competência em razão da matéria);
(2) circunscrição territorial estabelecida para atuação de cada órgão (competência
territorial ou em razão do local);
(3) os atributos pessoais da parte (competência em razão da pessoa) e
(4) as funções que o órgão do Poder Judiciário é chamado a exercer no processo
(competência funcional ou hierárquica).
►Fontes sobre competência- Estabelecida no art. 114 da CF- Justiça especializada =e
na EC 45/2004 (114); CLT; Leis Federais não consolidadas; Regimentos internos dos
TRTs (art. 96, I da CF) e em tratados e convenções internacionais, ratificados no Brasil
(art.; 651, § 2º, CLT, e 5º § 2º. Da CF).
II-1- Em razão da matéria – Art. 114 da CF (*); IN- 27 de 16.12.2005- competência
absoluta
- natureza da relação jurídica litigiosa, deduzida em juízo (julgamento no STF J.
23.5.90, Min. Sepúlveda Pertence), Assim, para o STF, depende daquilo que o autor
leva para o processo; repousa na causa de pedir e no pedido deduzido.
- Amauri Mascaro- separa em três princípios de competência –
a)-Princípio da competência específica- que traduz na competência de decidir ações de
relações de trabalho e emprego; dissídios, sindicatos, etc..
1
ALMEIDA. Cleber Lucio de . Direito Processual do trabalho, 2. Ed. BH. Ed.Del Rey.p 118
2
ALMEIDA Op. Cit. p. 118
2
b)- Princípio da competência decorrente- outras controvérsias oriundas das relações de
trabalho, previstas em Lei que as autoriza;
c)- Princípio da competência executória – contribuições sociais e suas próprias sentença
Esse entendimento também é seguido, em parte, por Bezerra leite.3
Assim:
►Relação de emprego (conceito: art. 2º, 3º. E 442 CLT)
► Execução previdenciária – EC 20/98, acresceu o §3º. Art. 114; Art. 195, I e II CF e
L. 8.541/92 8.212/92, art. 44; s. 368 TST (reeditada em 2010) (contribuições fiscais)
► direito de greve; MS; habeas corpus e habeas data – já vinha sendo admitido pela
jurisprudência ((L. 7701/88 RGI do TST)
►Liberação do SD ou a indenização respectiva – s. 389 TST.
► litígios entre sindicatos; sindicatos e empregadores; sindicatos e trabalhadores; -
eleições, contribuições; disputa de representação sindical
►relações de trabalho (não de consumo), 114, I CF (EC 4504) – Relação de trabalho é
gênero, que tem na relação de emprego uma de suas espécies.
Assim, para Bezerra Leite4
Relação de trabalho é aquela que diz respeito, repise-e a
toda e qualquer atividade humana em que haja prestação de trabalho, como a relação
de trabalho”: Autônomo (vendedor, taxista, diarista); eventual, avulso, de empreitada,
cooperado, representante comercial
►indenização por dano moral e material de relações- S. vinculante n. 22-STF (já era
admitida na jurisprudência nas de emprego); S: 392TST – Qual procedimento? CPC
ou CLT (majoritária: Celetista – Qual o prazo de prescrição – 2 ou 20 anos? Discussão
doutrinária - Ver julgados
► penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos órgãos da fiscalização;
Ex: Multa por falta de anotação em CTPS. S.368 TST
►
► Outras ações – declaratórias consignações em pagamento, possessórias, desde que
com origem na relação de emprego, tanto de empregado para empregador (ex.
ferramentas retidas) ou vice versa (devolução de imóvel.
► PIS (TST. S.300, só cadastrar cc art. 239, par. 3º. CF)
►Outras controvérsias – precisa, ainda, de Lei complementar (art. IX art. 114 CF);
►Competência normativa – 114 par. 2º. CF- TRTs ou TST (já previsto anteriormente,
apenas alterado- autorização da parte contrária))
DIVERGENCIAS sobre a competência em razão da matéria
- complementação de aposentadoria- divergência entre TST e STF
- Alguma matéria criminal- Bezerra Leite,5
analisando as correntes assim se posiciona
“A terceira e ultima corrente, à qual nos filiamos admite a competência da Justiça do
trabalho em matéria criminal se, nos termos do inc. IX do art. 114 da CF, houve lei
dispondo em tal sentido, ou seja, não se extrai de imediato a competência vez que não
estão expressos no art. 114 da CF.”. Ex. crime de condição análoga a escravo (CP 149)
►Relação de consumo NÃO FAZ PARTE do entendimento da ampliação da EC 4504-
cc art. 2º. CDC- Ex. fornecedor de serviços; médicos e outros profissionais liberais;
cobrança de honorários advocatícios
II-2)- Em razão das pessoas - in personae – competência absoluta
Art. 2º. e 3º. CLT – empregado empregador (antigamente)
Bezerra Leite 6
aponta que a competência em razão da pessoa, contempla, ao mesmo
tempo, a competência em razão da pessoa e da matéria
►Quem são as pessoas que podem demandar na Justiça do Trabalho?- Trabalhadores
subordinados atípicos e típicos e outros.
EC 45/04- Art. 114 CF Relações de trabalho e de emprego
►Rural Lei 5.889/73;
3
LEITE. Op cit. passim
4
LEITE. Op cit. p.208
5
LEITE. Carlos Henrique.Curso de Direito processual do Trabalho. 9ª. ed. 211- SP. Ltr.. p.201
6
LEITE. Op. cit.p. 251
3
►doméstica (5859/72, alterado pela Lei 11.236/06) e (PEC.37/2013).
► Temporário - Lei 6.019/74
► Avulso- CF 7º. XXXIV e art. 643 CLT;
► Portuários ou estivadores – 652, V, a CLT
► Contratos temporários c/ município, CF 37, IX CF
► Empregados públicos e empregados de empresa publica;
► Empresa estrangeira e ente público de Direito público- art. 114 CF
► Estados estrangeiros, missões diplomáticas;
►Estagiários
►Autônomos; empreiteiros; corretores
► Cartórios extrajudiciais – art. 114 cc 236 CF e L. 8.935/94.
►Levantamento do FGTS de celetista que muda o regime para estatutário- S. 82. STJ.
De outro lado, não é competente a JT para julgar:
►Instaurada entre o Servidor Público e o Poder publico- relação estatuária
►Ações contra a CX para correção de FGTS é Justiça Federal;
►Trabalho de representante comercial – art. 39. L. 4.88665 fixa a competência no
juizado de pequenas causas (outras controvérsias- art. 1114, IX CF – carece de lei)
II-3 Competência em Razão do lugar – (ex rationi loci)- art. 651 CLT- natureza
relativa
a)-Local da prestação de serviços – parágrafo 1º. Art. 651 CLT
►Regra – local da prestação de serviços.
►Quando há transferência – O último lugar trabalhado, se definitiva
b)- exceções
►Viajantes - § 1º. art. 651 , alterado pela Lei 9.851/99 – duas regras: 1ª- Localidade
onde a empresa tenha agência ou filial e, a esta esteja o empregado subordinado; 2ª- na
ausência de agencia ou filial, a competente a Vara da localização onde o empregado
tenha domicilio ou a mais próxima de seu domicilio.
►Brasileiros trabalhando no estrangeiro – art. 651 § 2º. cc art. 12 LICC CLT; A lei
material do lugar da prestação de serviços, mas a competência do Brasil na vara, onde
tenha agência ou filial – L. 7.064/82- (ou alguma repartição) A lei estabelece duas
competências: A de direito material (do local onde prestou serviço) e a de direito
processual (se for brasileiro e contratado no Brasil é a JT), isso, pouco importando se a
empresa é brasileira ou estrangeira
►Atividades fora do lugar do contrato - § 3º. Art. 651 – empregador que desenvolve
atividades em lugares incertos, transitórios ou eventuais- Ex. Circense, artística,
auditoria, reflorestamento; empresa construtora de pontes – Duas opções: local da
prestação ou da celebração do contrato.
II-4-competência funcional - competência absoluta
Diz respeito à função desempenhada, das atribuições especiais conferidas aos órgãos
judiciais em determinados processos; que pode ser vertical (hierárquica ou por graus.
Ex. recursal) ou horizonte (órgãos do mesmo grau de jurisdição)
►TST – 7.70188 e resolução adm. 1.29508- RITST (competência do Tribunal pleno;
órgão especial –judiciária e administrativa; sessão especializada em dissídios coletivos-
originariamente e em última instância; sessão especializada em dissídios individuais-
SDI (art. 71 do RITST) e as turmas.
► TRT – Art. 678, 679, 680 CLT; L. 7.70188
► VARAS DO TRABALHO – 114 CF; 652 e 653 CLT; 83 III. LC 7593 cc art. 2º. L.
7.34785 e art. 93. 8.07890
Art. 93 CPCArt. 659 CLT; 682 CLT e LC 35/79 art. 21
IV- PRORROGAÇÃO DA COMPETÊNCIA – CLT é omissa
► Arts .113, 114 CPC
► Se relativa, deve ser argüida na primeira oportunidade, senão prorroga-se. OJ 149
4
►absoluta em qualquer hipótese – art. 87 CPC
A modificação da competência, também, pode ocorrer em razão de prorrogação,
conexão (102 CPC), continência (104 CPC) ou prevenção (106 CPC)
V- CONFLITO DE COMPETÊNCIA- 803; 809 e 810 CLT; s. 420 TST
Ocorre quando dois ou mais órgãos judiciais se proclamam competentes (conflito
positivo) ou incompetentes (conflito negativo), para julgar e determinados processos
 Varas do Trabalho e Juiz de Direito S. 180- é o TRT quem decide
 Varas de Regiões diferentes art. 105, I, d CF, STJ S. 236 (é o TST)
 Juiz do Trabalho e Juiz Federal – STJ 105, I d, s. 225, será do STJ.
 TRTS e TST será o STF, 102, I, a.CI.
ANEXO I
SUM-19 QUADRO DE CARREIRA (mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e
21.11.2003
A Justiça do Trabalho é competente para apreciar reclamação de empregado que tenha
por objeto direito fundado em quadro de carreira.
Histórico:
Redação original - RA 28/1969, DO-GB 21.08.1969
Nº 19 A Justiça do Trabalho é competente para apreciar reclamação de empregado que
te-nha por objeto direito fundado no quadro de carreira.
SUM-300 COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. CADASTRAMENTO
NO PIS (mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003
Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar ações ajuizadas por empregados em
face de empregadores relativas ao cadastramento no Programa de Integração Social
(PIS).
SUM-368 DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS E FISCAIS. COMPETÊNCIA.
RESPONSABILIDADE PELO PAGAMENTO. FORMA DE CÁLCULO (inciso I
alterado) - Res. 138/2005, DJ 23, 24 e 25.11.2005
I. A Justiça do Trabalho é competente para determinar o recolhimento das contribuições
fiscais. A competência da Justiça do Trabalho, quanto à execução das contribuições
previdenciárias, limita-se às sentenças condenatórias em pecúnia que proferir e aos
valores, objeto de acordo homologado, que integrem o salário-de-contribuição. (ex-OJ
nº 141 da SBDI-1 - inserida em 27.11.1998 )
II. É do empregador a responsabilidade pelo recolhimento das contribuições
previdenciárias e fiscais, resultante de crédito do empregado oriundo de condenação
judicial, devendo incidir, em relação aos descontos fiscais, sobre o valor total da
condenação, referente às parcelas tributáveis, calculado ao final, nos termos da Lei nº
8.541, de 23.12.1992, art. 46 e Provimento da CGJT nº 01/1996. (ex-OJs nºs 32 e 228
da SBDI-1 - inseridas, respectivamente, em 14.03.1994 e 20.06.2001)
III. Em se tratando de descontos previdenciários, o critério de apuração encontra-se
disciplinado no art. 276, §4º, do Decreto n º 3.048/1999 que regulamentou a Lei nº
8.212/1991 e determina que a contribuição do empregado, no caso de ações trabalhistas,
seja calculada mês a mês, aplicando-se as alíquotas previstas no art. 198, observado o
limite máximo do salário de contribuição. (ex-OJs nºs 32 e 228 da SBDI-1 - inseridas,
respectivamente, em 14.03.1994 e 20.06.2001)
SUM-389 SEGURO-DESEMPREGO. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRA-
BALHO. DIREITO À INDENIZAÇÃO POR NÃO LIBERAÇÃO DE GUIAS
(conversão das Orientações Jurisprudenciais nºs 210 e 211 da SBDI-1) - Res. 129/2005,
DJ 20, 22 e 25.04.2005
5
I - Inscreve-se na competência material da Justiça do Trabalho a lide entre em-pregado e
empregador tendo por objeto indenização pelo não-fornecimento das guias do seguro-
desemprego. (ex-OJ nº 210 da SBDI-1 - inserida em 08.11.2000)
II - O não-fornecimento pelo empregador da guia necessária para o recebimento do
seguro-desemprego dá origem ao direito à indenização. (ex-OJ nº 211 da SBDI-1 -
inserida em 08.11.2000)
SUM-392 DANO MORAL. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO
(conversão da Orientação Jurisprudencial nº 327 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22
e 25.04.2005
Nos termos do art. 114 da CF/1988, a Justiça do Trabalho é competente para dirimir
controvérsias referentes à indenização por dano moral, quando decorrente da relação de
trabalho. (ex-OJ nº 327 da SBDI-1 - DJ 09.12.2003)
SUM- 420 COMPETÊNCIA FUNCIONAL. CONFLITO NEGATIVO. TRT E VARA
DO TRABALHO DE IDÊNTICA REGIÃO. NÃO CONFIGURAÇÃO (conversão da
Orientação Jurisprudencial nº 115 da SBDI-2) - Res. 137/2005, DJ 22, 23 e 24.08.2005
Não se configura conflito de competência entre Tribunal Regional do Trabalho e Vara
do Trabalho a ele vinculada. (ex-OJ nº 115 da SBDI-2 - DJ 11.08.2003)
SUM-454 COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. EXECUÇÃO DE
OFÍCIO. CONTRIBUIÇÃO SOCIAL REFERENTE AO SEGURO DE ACIDENTE
DE TRABALHO (SAT). ARTS. 114, VIII, E 195, I, “A”, DA CONSTITUIÇÃO DA
REPÚBLICA. (conversão da Orientação Jurispru-dencial nº 414 da SBDI-1) - Res.
194/2014, DEJT divulgado em 21, 22 e 23.05.2014
Compete à Justiça do Trabalho a execução, de ofício, da contribuição referente ao
Seguro de Acidente de Trabalho (SAT), que tem natureza de contribuição pa-ra a
seguridade social (arts. 114, VIII, e 195, I, “a”, da CF), pois se destina ao fi-
nanciamento de benefícios relativos à incapacidade do empregado decorrente de
infortúnio no trabalho (arts. 11 e 22 da Lei nº 8.212/1991).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2030 - JEC - Exceção de Incompetência
2030 - JEC - Exceção de Incompetência2030 - JEC - Exceção de Incompetência
2030 - JEC - Exceção de IncompetênciaConsultor JRSantana
 
Seminário de ética geral e profissional
Seminário de ética geral e profissionalSeminário de ética geral e profissional
Seminário de ética geral e profissionalLeandro Santos da Silva
 
Preposto direito do trabalho
Preposto   direito do trabalhoPreposto   direito do trabalho
Preposto direito do trabalhoJane Cesca
 
Recursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoRecursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoProf. Rogerio Cunha
 
Aulão de processo do trabalho - TRT-PR
Aulão de processo do trabalho - TRT-PRAulão de processo do trabalho - TRT-PR
Aulão de processo do trabalho - TRT-PRCanal Dos Concursos
 
Direito Processual do Trabalho
Direito Processual do Trabalho Direito Processual do Trabalho
Direito Processual do Trabalho Mari Lopes
 
Petição inicial
Petição inicialPetição inicial
Petição inicialmaribarr
 
Petição inicial trabalhista
Petição inicial trabalhistaPetição inicial trabalhista
Petição inicial trabalhistaNOELYSANTOS
 
novo_codigo_de_processo_civil_emab
novo_codigo_de_processo_civil_emabnovo_codigo_de_processo_civil_emab
novo_codigo_de_processo_civil_emabnohall producoes
 
Direito processual civil aula 6
Direito processual civil   aula 6Direito processual civil   aula 6
Direito processual civil aula 6Fabiano Manquevich
 
Competencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do TrabalhoCompetencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do TrabalhoCesar Machado
 
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosRecursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosAlanna Schwambach
 
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)Mariana Regina De Sá
 
14. do processo da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...
14. do processo   da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...14. do processo   da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...
14. do processo da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...walkir
 
Direito processual civil aula 5
Direito processual civil   aula 5Direito processual civil   aula 5
Direito processual civil aula 5Fabiano Manquevich
 
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelar
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelarAção cautelar de arresto com pedido de medida cautelar
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelarSandra Dória
 

Mais procurados (20)

2030 - JEC - Exceção de Incompetência
2030 - JEC - Exceção de Incompetência2030 - JEC - Exceção de Incompetência
2030 - JEC - Exceção de Incompetência
 
Trabalho - Audiência
Trabalho - AudiênciaTrabalho - Audiência
Trabalho - Audiência
 
Seminário de ética geral e profissional
Seminário de ética geral e profissionalSeminário de ética geral e profissional
Seminário de ética geral e profissional
 
Preposto direito do trabalho
Preposto   direito do trabalhoPreposto   direito do trabalho
Preposto direito do trabalho
 
Processo do trabalho
Processo do trabalhoProcesso do trabalho
Processo do trabalho
 
Recursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoRecursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalho
 
Aulão de processo do trabalho - TRT-PR
Aulão de processo do trabalho - TRT-PRAulão de processo do trabalho - TRT-PR
Aulão de processo do trabalho - TRT-PR
 
Direito Processual do Trabalho
Direito Processual do Trabalho Direito Processual do Trabalho
Direito Processual do Trabalho
 
Petição inicial
Petição inicialPetição inicial
Petição inicial
 
Petição inicial trabalhista
Petição inicial trabalhistaPetição inicial trabalhista
Petição inicial trabalhista
 
novo_codigo_de_processo_civil_emab
novo_codigo_de_processo_civil_emabnovo_codigo_de_processo_civil_emab
novo_codigo_de_processo_civil_emab
 
Direito processual civil aula 6
Direito processual civil   aula 6Direito processual civil   aula 6
Direito processual civil aula 6
 
Competencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do TrabalhoCompetencia da Justica do Trabalho
Competencia da Justica do Trabalho
 
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosRecursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
 
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)
Roteiro simples para audiências trabalhistas (1)
 
14. do processo da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...
14. do processo   da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...14. do processo   da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...
14. do processo da fase de conhecimento - peticao inicial - resposta do reu...
 
Competencia
CompetenciaCompetencia
Competencia
 
Ação revisional de contrato
Ação revisional de contratoAção revisional de contrato
Ação revisional de contrato
 
Direito processual civil aula 5
Direito processual civil   aula 5Direito processual civil   aula 5
Direito processual civil aula 5
 
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelar
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelarAção cautelar de arresto com pedido de medida cautelar
Ação cautelar de arresto com pedido de medida cautelar
 

Semelhante a 4 proc-trab-aula-iv-jurisdicao-de-competencia

134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)
134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)
134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)Nathan Faria
 
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdades
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdadesPreparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdades
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdadesRodrigo Tenorio
 
aulas a dpt 05 competencia.. (1).ppt
aulas a dpt 05 competencia.. (1).pptaulas a dpt 05 competencia.. (1).ppt
aulas a dpt 05 competencia.. (1).pptinhossport
 
Apostila de peças processuais trabalhistas
Apostila de peças processuais trabalhistasApostila de peças processuais trabalhistas
Apostila de peças processuais trabalhistasKatia Cristina Souza
 
Direito processo trabalho
Direito processo trabalhoDireito processo trabalho
Direito processo trabalhoAdriano Vieira
 
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_pisco
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_piscoCurso de processo_civil_e_trabalho__claudia_pisco
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_piscoPaula Garcia
 
Apostila da Perícia Trabalhista
Apostila da Perícia TrabalhistaApostila da Perícia Trabalhista
Apostila da Perícia TrabalhistaRobson Peixoto
 
Apostila (material completo)
Apostila (material completo)Apostila (material completo)
Apostila (material completo)studante1972
 
Processo do trabalho i
Processo do trabalho iProcesso do trabalho i
Processo do trabalho iAna da Costa
 
Informativo STF 839 Comentado
Informativo STF 839 ComentadoInformativo STF 839 Comentado
Informativo STF 839 ComentadoRicardo Torques
 
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego diniz
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego dinizAula do dia 29 06-2013 - professor diego diniz
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego dinizFernanda Moreira
 
Recursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhoRecursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhonataliaolvrm
 
Ações coletivas no processo do trabalho
Ações coletivas no processo do trabalhoAções coletivas no processo do trabalho
Ações coletivas no processo do trabalhoroka2001
 
A.aplicacao leis tempo
A.aplicacao leis tempoA.aplicacao leis tempo
A.aplicacao leis tempoRaquel Caldas
 

Semelhante a 4 proc-trab-aula-iv-jurisdicao-de-competencia (20)

134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)
134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)
134535257 processo-do-trabalho-modulo-juridico-cers-pdf (1)
 
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdades
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdadesPreparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdades
Preparatório concurso tribunais: igualdade, vida liberdades
 
aulas a dpt 05 competencia.. (1).ppt
aulas a dpt 05 competencia.. (1).pptaulas a dpt 05 competencia.. (1).ppt
aulas a dpt 05 competencia.. (1).ppt
 
Apostila de peças processuais trabalhistas
Apostila de peças processuais trabalhistasApostila de peças processuais trabalhistas
Apostila de peças processuais trabalhistas
 
Direito processo trabalho
Direito processo trabalhoDireito processo trabalho
Direito processo trabalho
 
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_pisco
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_piscoCurso de processo_civil_e_trabalho__claudia_pisco
Curso de processo_civil_e_trabalho__claudia_pisco
 
Trabalho - Audiência
Trabalho - AudiênciaTrabalho - Audiência
Trabalho - Audiência
 
Ampliação da Competência da Justiça do Trabalho
Ampliação da Competência da Justiça do TrabalhoAmpliação da Competência da Justiça do Trabalho
Ampliação da Competência da Justiça do Trabalho
 
Apostila da Perícia Trabalhista
Apostila da Perícia TrabalhistaApostila da Perícia Trabalhista
Apostila da Perícia Trabalhista
 
Apostila (material completo)
Apostila (material completo)Apostila (material completo)
Apostila (material completo)
 
Processo do trabalho i
Processo do trabalho iProcesso do trabalho i
Processo do trabalho i
 
Informativo STF 839 Comentado
Informativo STF 839 ComentadoInformativo STF 839 Comentado
Informativo STF 839 Comentado
 
Competencia da jt
Competencia da jtCompetencia da jt
Competencia da jt
 
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego diniz
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego dinizAula do dia 29 06-2013 - professor diego diniz
Aula do dia 29 06-2013 - professor diego diniz
 
5-proc-trab-aula-v-partes-no-processo
 5-proc-trab-aula-v-partes-no-processo 5-proc-trab-aula-v-partes-no-processo
5-proc-trab-aula-v-partes-no-processo
 
Recursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhoRecursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalho
 
Ações coletivas no processo do trabalho
Ações coletivas no processo do trabalhoAções coletivas no processo do trabalho
Ações coletivas no processo do trabalho
 
A.aplicacao leis tempo
A.aplicacao leis tempoA.aplicacao leis tempo
A.aplicacao leis tempo
 
Aula de processo civil
Aula de processo civilAula de processo civil
Aula de processo civil
 
Recurso especial n. 1.550.053
Recurso especial n. 1.550.053Recurso especial n. 1.550.053
Recurso especial n. 1.550.053
 

Último

Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...azulassessoria9
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...azulassessoria9
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxLucasFCapistrano
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Cabiamar
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do séculoBiblioteca UCS
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxJustinoTeixeira1
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...azulassessoria9
 

Último (20)

Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do séculoSistema de Bibliotecas UCS  - Cantos do fim do século
Sistema de Bibliotecas UCS - Cantos do fim do século
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptxM0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
M0 Atendimento – Definição, Importância .pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 

4 proc-trab-aula-iv-jurisdicao-de-competencia

  • 1. 1 UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO - Profa. Benizete Ramos AULA IV (roteiro) – COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO-JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA (roteiro) “Confiança é refúgio certo para as ocasiões de tormenta” A.L I-FUNDAMENTO LEGAL Art. 114 CF (EC 45/2004); art. 650 e 674 da CLT Sumulas TST 19, 300, 368, 420,454; 389,392 do TST Sumula Vinculante do STF 22 ,23 e 736. STJ-57,82,137,170,173;OJ:SDI:1-26;138,414;SDI-2-149,130. I- CONCEITO I-A- Jurisdição – É o poder que o juiz tem de dizer o Direito nos casos concretos a ele submetidos, já que está investido de jurisdição. I-B- Competência – É uma parcela da Jurisdição. A área geográfica onde o juiz atuará. Cleber Lucio de Almeida1 , citando Liebman “a competência é a qualidade de jurisdição, cujo exercício é atribuído a cada órgão, ou seja, a “medida da jurisdição”. Em outras palavras, ela determina em que casos e com relação a que controvérsias têm cada órgão em particular o poder de emitir provimentos, ao mesmo tempo em que delimita, em abstrato, o grupo de controvérsias que lhe são atribuídas”. E, ainda citando Carneluti,2 para quem “chama-se competência a extensão de poder que pertence (compete) a cada órgão judicial ou a cada componente do órgão, em comparação com os demais (...) competência é o poder pertencente ao órgão judicial u ao oficial considerado no singular ►Diferenças==. Jurisdição envolve competência.; Jurisdição é o todo. Competência, uma parte; O provimento jurisdicional válido pressupõe competência do julgador. II- DIVISÃO DA COMPETÊNCIA ►A competência é distribuída entre vários órgãos do poder judiciário, levando-se em conta: (1) a natureza da relação jurídica litigiosa (competência em razão da matéria); (2) circunscrição territorial estabelecida para atuação de cada órgão (competência territorial ou em razão do local); (3) os atributos pessoais da parte (competência em razão da pessoa) e (4) as funções que o órgão do Poder Judiciário é chamado a exercer no processo (competência funcional ou hierárquica). ►Fontes sobre competência- Estabelecida no art. 114 da CF- Justiça especializada =e na EC 45/2004 (114); CLT; Leis Federais não consolidadas; Regimentos internos dos TRTs (art. 96, I da CF) e em tratados e convenções internacionais, ratificados no Brasil (art.; 651, § 2º, CLT, e 5º § 2º. Da CF). II-1- Em razão da matéria – Art. 114 da CF (*); IN- 27 de 16.12.2005- competência absoluta - natureza da relação jurídica litigiosa, deduzida em juízo (julgamento no STF J. 23.5.90, Min. Sepúlveda Pertence), Assim, para o STF, depende daquilo que o autor leva para o processo; repousa na causa de pedir e no pedido deduzido. - Amauri Mascaro- separa em três princípios de competência – a)-Princípio da competência específica- que traduz na competência de decidir ações de relações de trabalho e emprego; dissídios, sindicatos, etc.. 1 ALMEIDA. Cleber Lucio de . Direito Processual do trabalho, 2. Ed. BH. Ed.Del Rey.p 118 2 ALMEIDA Op. Cit. p. 118
  • 2. 2 b)- Princípio da competência decorrente- outras controvérsias oriundas das relações de trabalho, previstas em Lei que as autoriza; c)- Princípio da competência executória – contribuições sociais e suas próprias sentença Esse entendimento também é seguido, em parte, por Bezerra leite.3 Assim: ►Relação de emprego (conceito: art. 2º, 3º. E 442 CLT) ► Execução previdenciária – EC 20/98, acresceu o §3º. Art. 114; Art. 195, I e II CF e L. 8.541/92 8.212/92, art. 44; s. 368 TST (reeditada em 2010) (contribuições fiscais) ► direito de greve; MS; habeas corpus e habeas data – já vinha sendo admitido pela jurisprudência ((L. 7701/88 RGI do TST) ►Liberação do SD ou a indenização respectiva – s. 389 TST. ► litígios entre sindicatos; sindicatos e empregadores; sindicatos e trabalhadores; - eleições, contribuições; disputa de representação sindical ►relações de trabalho (não de consumo), 114, I CF (EC 4504) – Relação de trabalho é gênero, que tem na relação de emprego uma de suas espécies. Assim, para Bezerra Leite4 Relação de trabalho é aquela que diz respeito, repise-e a toda e qualquer atividade humana em que haja prestação de trabalho, como a relação de trabalho”: Autônomo (vendedor, taxista, diarista); eventual, avulso, de empreitada, cooperado, representante comercial ►indenização por dano moral e material de relações- S. vinculante n. 22-STF (já era admitida na jurisprudência nas de emprego); S: 392TST – Qual procedimento? CPC ou CLT (majoritária: Celetista – Qual o prazo de prescrição – 2 ou 20 anos? Discussão doutrinária - Ver julgados ► penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos órgãos da fiscalização; Ex: Multa por falta de anotação em CTPS. S.368 TST ► ► Outras ações – declaratórias consignações em pagamento, possessórias, desde que com origem na relação de emprego, tanto de empregado para empregador (ex. ferramentas retidas) ou vice versa (devolução de imóvel. ► PIS (TST. S.300, só cadastrar cc art. 239, par. 3º. CF) ►Outras controvérsias – precisa, ainda, de Lei complementar (art. IX art. 114 CF); ►Competência normativa – 114 par. 2º. CF- TRTs ou TST (já previsto anteriormente, apenas alterado- autorização da parte contrária)) DIVERGENCIAS sobre a competência em razão da matéria - complementação de aposentadoria- divergência entre TST e STF - Alguma matéria criminal- Bezerra Leite,5 analisando as correntes assim se posiciona “A terceira e ultima corrente, à qual nos filiamos admite a competência da Justiça do trabalho em matéria criminal se, nos termos do inc. IX do art. 114 da CF, houve lei dispondo em tal sentido, ou seja, não se extrai de imediato a competência vez que não estão expressos no art. 114 da CF.”. Ex. crime de condição análoga a escravo (CP 149) ►Relação de consumo NÃO FAZ PARTE do entendimento da ampliação da EC 4504- cc art. 2º. CDC- Ex. fornecedor de serviços; médicos e outros profissionais liberais; cobrança de honorários advocatícios II-2)- Em razão das pessoas - in personae – competência absoluta Art. 2º. e 3º. CLT – empregado empregador (antigamente) Bezerra Leite 6 aponta que a competência em razão da pessoa, contempla, ao mesmo tempo, a competência em razão da pessoa e da matéria ►Quem são as pessoas que podem demandar na Justiça do Trabalho?- Trabalhadores subordinados atípicos e típicos e outros. EC 45/04- Art. 114 CF Relações de trabalho e de emprego ►Rural Lei 5.889/73; 3 LEITE. Op cit. passim 4 LEITE. Op cit. p.208 5 LEITE. Carlos Henrique.Curso de Direito processual do Trabalho. 9ª. ed. 211- SP. Ltr.. p.201 6 LEITE. Op. cit.p. 251
  • 3. 3 ►doméstica (5859/72, alterado pela Lei 11.236/06) e (PEC.37/2013). ► Temporário - Lei 6.019/74 ► Avulso- CF 7º. XXXIV e art. 643 CLT; ► Portuários ou estivadores – 652, V, a CLT ► Contratos temporários c/ município, CF 37, IX CF ► Empregados públicos e empregados de empresa publica; ► Empresa estrangeira e ente público de Direito público- art. 114 CF ► Estados estrangeiros, missões diplomáticas; ►Estagiários ►Autônomos; empreiteiros; corretores ► Cartórios extrajudiciais – art. 114 cc 236 CF e L. 8.935/94. ►Levantamento do FGTS de celetista que muda o regime para estatutário- S. 82. STJ. De outro lado, não é competente a JT para julgar: ►Instaurada entre o Servidor Público e o Poder publico- relação estatuária ►Ações contra a CX para correção de FGTS é Justiça Federal; ►Trabalho de representante comercial – art. 39. L. 4.88665 fixa a competência no juizado de pequenas causas (outras controvérsias- art. 1114, IX CF – carece de lei) II-3 Competência em Razão do lugar – (ex rationi loci)- art. 651 CLT- natureza relativa a)-Local da prestação de serviços – parágrafo 1º. Art. 651 CLT ►Regra – local da prestação de serviços. ►Quando há transferência – O último lugar trabalhado, se definitiva b)- exceções ►Viajantes - § 1º. art. 651 , alterado pela Lei 9.851/99 – duas regras: 1ª- Localidade onde a empresa tenha agência ou filial e, a esta esteja o empregado subordinado; 2ª- na ausência de agencia ou filial, a competente a Vara da localização onde o empregado tenha domicilio ou a mais próxima de seu domicilio. ►Brasileiros trabalhando no estrangeiro – art. 651 § 2º. cc art. 12 LICC CLT; A lei material do lugar da prestação de serviços, mas a competência do Brasil na vara, onde tenha agência ou filial – L. 7.064/82- (ou alguma repartição) A lei estabelece duas competências: A de direito material (do local onde prestou serviço) e a de direito processual (se for brasileiro e contratado no Brasil é a JT), isso, pouco importando se a empresa é brasileira ou estrangeira ►Atividades fora do lugar do contrato - § 3º. Art. 651 – empregador que desenvolve atividades em lugares incertos, transitórios ou eventuais- Ex. Circense, artística, auditoria, reflorestamento; empresa construtora de pontes – Duas opções: local da prestação ou da celebração do contrato. II-4-competência funcional - competência absoluta Diz respeito à função desempenhada, das atribuições especiais conferidas aos órgãos judiciais em determinados processos; que pode ser vertical (hierárquica ou por graus. Ex. recursal) ou horizonte (órgãos do mesmo grau de jurisdição) ►TST – 7.70188 e resolução adm. 1.29508- RITST (competência do Tribunal pleno; órgão especial –judiciária e administrativa; sessão especializada em dissídios coletivos- originariamente e em última instância; sessão especializada em dissídios individuais- SDI (art. 71 do RITST) e as turmas. ► TRT – Art. 678, 679, 680 CLT; L. 7.70188 ► VARAS DO TRABALHO – 114 CF; 652 e 653 CLT; 83 III. LC 7593 cc art. 2º. L. 7.34785 e art. 93. 8.07890 Art. 93 CPCArt. 659 CLT; 682 CLT e LC 35/79 art. 21 IV- PRORROGAÇÃO DA COMPETÊNCIA – CLT é omissa ► Arts .113, 114 CPC ► Se relativa, deve ser argüida na primeira oportunidade, senão prorroga-se. OJ 149
  • 4. 4 ►absoluta em qualquer hipótese – art. 87 CPC A modificação da competência, também, pode ocorrer em razão de prorrogação, conexão (102 CPC), continência (104 CPC) ou prevenção (106 CPC) V- CONFLITO DE COMPETÊNCIA- 803; 809 e 810 CLT; s. 420 TST Ocorre quando dois ou mais órgãos judiciais se proclamam competentes (conflito positivo) ou incompetentes (conflito negativo), para julgar e determinados processos  Varas do Trabalho e Juiz de Direito S. 180- é o TRT quem decide  Varas de Regiões diferentes art. 105, I, d CF, STJ S. 236 (é o TST)  Juiz do Trabalho e Juiz Federal – STJ 105, I d, s. 225, será do STJ.  TRTS e TST será o STF, 102, I, a.CI. ANEXO I SUM-19 QUADRO DE CARREIRA (mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 A Justiça do Trabalho é competente para apreciar reclamação de empregado que tenha por objeto direito fundado em quadro de carreira. Histórico: Redação original - RA 28/1969, DO-GB 21.08.1969 Nº 19 A Justiça do Trabalho é competente para apreciar reclamação de empregado que te-nha por objeto direito fundado no quadro de carreira. SUM-300 COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. CADASTRAMENTO NO PIS (mantida) - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003 Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar ações ajuizadas por empregados em face de empregadores relativas ao cadastramento no Programa de Integração Social (PIS). SUM-368 DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS E FISCAIS. COMPETÊNCIA. RESPONSABILIDADE PELO PAGAMENTO. FORMA DE CÁLCULO (inciso I alterado) - Res. 138/2005, DJ 23, 24 e 25.11.2005 I. A Justiça do Trabalho é competente para determinar o recolhimento das contribuições fiscais. A competência da Justiça do Trabalho, quanto à execução das contribuições previdenciárias, limita-se às sentenças condenatórias em pecúnia que proferir e aos valores, objeto de acordo homologado, que integrem o salário-de-contribuição. (ex-OJ nº 141 da SBDI-1 - inserida em 27.11.1998 ) II. É do empregador a responsabilidade pelo recolhimento das contribuições previdenciárias e fiscais, resultante de crédito do empregado oriundo de condenação judicial, devendo incidir, em relação aos descontos fiscais, sobre o valor total da condenação, referente às parcelas tributáveis, calculado ao final, nos termos da Lei nº 8.541, de 23.12.1992, art. 46 e Provimento da CGJT nº 01/1996. (ex-OJs nºs 32 e 228 da SBDI-1 - inseridas, respectivamente, em 14.03.1994 e 20.06.2001) III. Em se tratando de descontos previdenciários, o critério de apuração encontra-se disciplinado no art. 276, §4º, do Decreto n º 3.048/1999 que regulamentou a Lei nº 8.212/1991 e determina que a contribuição do empregado, no caso de ações trabalhistas, seja calculada mês a mês, aplicando-se as alíquotas previstas no art. 198, observado o limite máximo do salário de contribuição. (ex-OJs nºs 32 e 228 da SBDI-1 - inseridas, respectivamente, em 14.03.1994 e 20.06.2001) SUM-389 SEGURO-DESEMPREGO. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRA- BALHO. DIREITO À INDENIZAÇÃO POR NÃO LIBERAÇÃO DE GUIAS (conversão das Orientações Jurisprudenciais nºs 210 e 211 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005
  • 5. 5 I - Inscreve-se na competência material da Justiça do Trabalho a lide entre em-pregado e empregador tendo por objeto indenização pelo não-fornecimento das guias do seguro- desemprego. (ex-OJ nº 210 da SBDI-1 - inserida em 08.11.2000) II - O não-fornecimento pelo empregador da guia necessária para o recebimento do seguro-desemprego dá origem ao direito à indenização. (ex-OJ nº 211 da SBDI-1 - inserida em 08.11.2000) SUM-392 DANO MORAL. COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO (conversão da Orientação Jurisprudencial nº 327 da SBDI-1) - Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005 Nos termos do art. 114 da CF/1988, a Justiça do Trabalho é competente para dirimir controvérsias referentes à indenização por dano moral, quando decorrente da relação de trabalho. (ex-OJ nº 327 da SBDI-1 - DJ 09.12.2003) SUM- 420 COMPETÊNCIA FUNCIONAL. CONFLITO NEGATIVO. TRT E VARA DO TRABALHO DE IDÊNTICA REGIÃO. NÃO CONFIGURAÇÃO (conversão da Orientação Jurisprudencial nº 115 da SBDI-2) - Res. 137/2005, DJ 22, 23 e 24.08.2005 Não se configura conflito de competência entre Tribunal Regional do Trabalho e Vara do Trabalho a ele vinculada. (ex-OJ nº 115 da SBDI-2 - DJ 11.08.2003) SUM-454 COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. EXECUÇÃO DE OFÍCIO. CONTRIBUIÇÃO SOCIAL REFERENTE AO SEGURO DE ACIDENTE DE TRABALHO (SAT). ARTS. 114, VIII, E 195, I, “A”, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. (conversão da Orientação Jurispru-dencial nº 414 da SBDI-1) - Res. 194/2014, DEJT divulgado em 21, 22 e 23.05.2014 Compete à Justiça do Trabalho a execução, de ofício, da contribuição referente ao Seguro de Acidente de Trabalho (SAT), que tem natureza de contribuição pa-ra a seguridade social (arts. 114, VIII, e 195, I, “a”, da CF), pois se destina ao fi- nanciamento de benefícios relativos à incapacidade do empregado decorrente de infortúnio no trabalho (arts. 11 e 22 da Lei nº 8.212/1991).