SlideShare uma empresa Scribd logo
RECURSOS NO PROCESSO DO TRABALHO
A palavra recurso vem do latim recursus, que em sentido estrito, segundo Sérgio Pinto
Martins, significa "a possibilidade de provocar o reexame de determinada decisão, pela autoridade
hierarquicamente superior visando à obtenção de sua reforma ou modificação". O recurso visa
garantir o duplo grau de jurisdição assegurado pela CF/1988. Os recursos no processo do trabalho são
regulados pela CLT e, subsidiariamente, pelo CPC
CARACTERÍSTICAS DOS RECURSOS - OS RECURSOS:
- São anteriores à coisa julgada;
- Não instauram nova relação processual;
- Voluntariedade;
- Sempre se constituem em um meio de impugnação da decisão judicial;
- Substutividade da decisão recorrida pela proferida pelo tribunal
PRINCÍPIOS RECURSAIS
Princípio da taxatividade, Princípio do duplo grau de jurisdição, Princípio da lesividade,
Princípio da uni-recorribilidade, Princípio da fungibilidade, Princípio da irrecorribilidade das
decisões interlocutórias, Principio da motivação ou da dialeticidade, Principio da personalidade,
Principio da “non reformatio in pejus”.
FUNDAMENTOS DOS RECURSOS
. Psicológicos: reação natural do homem em não se conformar com apenas uma decisão;
possibilidade da modificação da decisão de um julgamento injusto
. Jurídicos: possibilidade de erro, ignorância ou má-fé do julgador; oportunidade de reexame por
julgadores mais experientes
PRESSUPOSTOS RECURSAIS
Para que um recurso seja admitido é necessário que o mesmo preencha certos requisitos, onde são
analisados alguns pressupostos. Os pressupostos recursais são analisados por um juízo de
admissibilidade a quo, prolator da decisão hostilizada, para verificar a possibilidade de seguimento,
Estando o recurso no órgão revisor, juízo ad quem, também, verifica-se a admissibilidade do mesmo,
a fim de que possa conhecer do recurso. Os pressupostos recursais podem ser divididos em subjetivos
(dizem respeito à pessoa do recorrente, mais precisamente à legitimidade e capacidade para recorrer),
e objetivos que são os pressupostos relacionados à questão processual. Para Ives Gandra da Silva
Martins Filho, pressuposto subjetivo é a sucumbência, os objetivos são: previsão legal do recurso,
adequação, tempestividade e preparo.
Em regra os pressupostos recursais objetivos são:
Recorribilidade da decisão - a decisão deve ser recorrível, afastando-se, portanto, os despachos de
mero expediente e a decisão interlocutória, a qual é irrecorrível de imediato. - Súmula n. 214 TST.
Adequação ou cabimento do recurso - há um recurso para cada espécie de decisão. Aplica-se o
princípio da fungibilidade quando não haja erro grosseiro e seja tempestivo.
Previsão legal - as partes têm o direito ao recurso que estiver previsto na lei. No processo do trabalho
os recursos são os previstos nos artigos 893 da CLT e artigo 102, inciso II, da CF/88 (Recurso
Extraordinário).
Regularidade formal - forma escrita, fundamentação do recurso e tempestividade.
Preparo - no processo do trabalho as custas serão pagas pelo vencido a contar da interposição do
recurso (preparo). A falta de preparo gera DESERÇÃO, que importa no não conhecimento do
recurso. Enunciado n. 352/TST - Custas - Prazo para comprovação - "O prazo para comprovação
do pagamento das custas, sempre a cargo da parte, é de cinco dias contados do seu recolhimento
(CLT art. 789, § 4°, - CPC art. 185)". Na sucumbência parcial somente pagará custas o
empregador.
Depósito recursal - É uma garantia prévia de cumprimento da decisão, cujo pagamento deverá ser
comprovado no prazo alusivo ao recurso. independentemente da sua interposição antes do termo "ad
quem". Somente é exigível o depósito recursal para o empregador.
Os limites dos depósitos recursais são definidos conforme o valor da condenação. Para as
condenações que fiquem abaixo do estabelecido por ato normativo do TST, o depósito recursal
corresponderá ao valor da condenação. Para as condenações que ultrapassem o valor do limite
determinado pelo referido normativo, o depósito recursal será no valor exato deste limite.
Caso haja interposição de novos recursos, para cada um deles haverá a necessidade do pagamento de
novo depósito recursal, nos mesmos parâmetros acima explicados, até que se alcance o limite
máximo da condenação. Tais valores são reajustado anualmente.
EFEITOS DOS RECURSOS:
Em geral, os recursos dentro do ordenamento jurídico, têm os seguintes efeitos: efeito de
obstar o trânsito em julgado; efeito devolutivo; efeito suspensivo, efeito expansivo; efeito translativo;
substitutivo; e efeito iterativo.
No processo do trabalho a regra é o efeito devolutivo, que ocorre quando a questão for
devolvida pelo juiz da causa a outro juiz ou tribunal. O efeito suspensivo provoca a paralisação dos
efeitos da sentença, contra a qual foi interposto o recurso, impedindo o início da execução, mesmo
provisória. É previsto em duas únicas hipóteses: 1- no recurso de revista, quando o juiz presidente do
Tribunal "a quo" pode emprestar o efeito suspensivo (CLT, Art. 896, § 2°); e 2- no dissídio coletivo,
o Art. 7°, § 2°, da Lei n° 7.701/88, que prevê a faculdade do Presidente do Tribunal Superior do
Trabalho emprestar efeito suspensivo ao Recurso Ordinário interposto contra decisão proferida pela
Seção Normativa dos Tribunais Regionais do Trabalho, que terá validade pelo prazo improrrogável
de 120 dias, contados da publicação do Acórdão. Art. 9°, Lei n° 7.701/88.
DESISTÊNCIA DO RECURSO E RENÚNCIA
Pode o recorrente a qualquer tempo e sem a anuência do recorrido, ou dos litisconsortes, desistir do
recurso (art. 501 do CPC). Também a renúncia ao direito de recorrer independe da aceitação da outra
parte (art. 502 do CPC).
RECURSOS CABÍVEIS NO PROCESSO DO TRABALHO
Embargos de Declaração - previsão legal: art. 897-A da CLT; permanecendo a aplicação subsidiária
ao processo trabalhista do art. 535 e seguintes do CPC. É o recurso cabível com a finalidade de
esclarecer a sentença ou acórdão que contém contradições, obscuridades e omissões, outra
característica dos embargos de declaração é obstar que se caracterize preclusão de matéria, cujo
exame foi omitido pelo órgão julgador de segunda instância. O disposto no artigo 535 do CPC, por
força do artigo 796 da CLT, aplica-se ao processo trabalhista. O Prazo para oferta dos embargos de
declaração é de 05 (cinco) dias, não estando sujeito a pagamento de custas e emolumentos.
Sua protocolização provoca interrupção do prazo recursal, para ambas as partes. A sua forma de
interposição é por simples petição nos autos. Efeito devolutivo
Embargos - previsão legal: CLT, Art. 893. Na Lei n. 7.701/88, Art. 3o
, III, "b"; e art. 342 do
Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. A sua forma de interposição é por simples
petição nos autos.
Embargos Infringentes - recurso previsto na CLT, Art. 893, na Lei nº 7.701/88, Art. 2°, II, "c"; e
art. 356 do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. Prazo: 08 (oito dias). A sua forma
de interposição é por simples petição nos autos.
Agravo Regimental- previsto na Lei nº 7.701/88, arts. 3º e 5°; e nos Regimentos do Tribunal
Superior (art. 338) e Tribunais Regionais do Trabalho. No TST esse recurso é admissível contra
despacho que denegar seguimento a recurso de embargo, contra despacho que suspender execução de
liminares, contra decisão concessiva do mandado de segurança, dentre outras. O prazo depende do
regimento interno no tribunal, em geral, de 08 dias. No TST os autos do agravo regimental são
remetidos ao Ministro que proferiu o despacho agravado. Cabe juízo de retratação. Os TRTs podem
estatuir em seus regimentos internos a existência de agravo regimental. Efeito devolutivo.
Agravo de Instrunento - regulado no arts. 893 e 897, "b", §§ 2° e 4º da CLT; e Instrução Normativa
TST nº 6 de 08/06/96. O agravo de instrumento tem aplicação restrita no processo do trabalho, pois,
em regra as decisões interlocutórias que não extinguem o feito são irrecorríveis. É cabível no
processo do trabalho para destrancar recurso ordinário, de revista, extraordinário e de agravo de
petição, e ainda, de decisões que negam seguimento ao recurso de embargos ou de embargos
infringentes. Prazo de interposição 08 dias. Forma de interposição conforme previsto no CPC. Efeito
devolutivo, em regra, podendo em alguns casos ter efeito suspensivo.
Recurso adesivo - O recurso adesivo está previsto no art. 500 do CPC. Aplica-se aos casos em que
autor e réu fiquem vencidos parcialmente. Sendo vencidos, parcialmente, autor e réu qualquer deles
pode aderir ao recurso interposto pelo outro. A parte que não estiver firmemente disposta a recorrer
pode aguardar, em sua indecisão, que a outra recorra, para só então requerer o reexame da matéria.
São dois os requisitos exigidos pela lei para a interposição do recurso adesivo: que fiquem vencidos
autor e réu; somente alcançam sentenças ou acórdãos extintivos do processo, quer resolvam ou não o
mérito. Sujeita-se a todos os demais pressupostos recursais, como preparo e depósito prévio. Se o
recurso principal, o preexistente, não for conhecido, seja qual for o motivo, o recurso adesivo
também não o será. O recurso adesivo no processo do trabalho é cabível no recurso ordinário, de
revista, embargos e também no agravo de petição, no prazo de oito dias da interposição dos citados
recursos. Quanto ao efeito, em regra, tem os mesmos do recurso que se está aderindo.
Recurso de Revista - regulado na CLT, arts. 893 e 896; na Lei n° 7.701/88, Art. 5°,"a"; e art. 331 do
Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. Cabível quando a decisão atacada violar
literalmente dispositivo de lei federal ou estadual ou que dê interpretação divergente à lei, convenção
coletiva de trabalho, acordo coletivo, sentença normativa ou regulamento de empresa de observância
obrigatória em área territorial que exceda a jurisdição do TRT prolator. Prazo de interposição 08 dias.
Interposição perante o TRT prolator do acórdão mediante petição e com razões endereçadas ao TST.
Segundo a Súmula 297 do TST, há necessidade que a matéria seja pré-questionada, ou seja, que tenha
sido debatida em instância inferior. Efeito apenas devolutivo.
Recurso Ordinário - Previsão legal: artigo 895 da CLT. Cabimento:
- das decisões definitivas das varas e juízos de direito, com competência trabalhista;
- decisões interlocutórias de caráter terminativo;
- arquivamento dos autos em razão do não comparecimento do reclamante à audiência;
- extinção do processo em razão de paralisação por mais de um ano;
- extinção do feito em razão do não atendimento pelo autor do despacho para que se promovessem os
atos de diligência que lhe competir e extinção pelo abandono da causa por mais de 30 dias;
- extinção do processo por ausência de pressupostos processuais de existência e validade;
- cabível contra das decisões definitivas dos Tribunais Regionais do Trabalho, em processos de sua
competência originária, em: dissídio coletivo; agravo regimental; ação rescisória; ação anulatória;
ação declaratória; ação civil pública; ação cautelar.
O prazo para interpor o Recurso Ordinário é de oito dias e também para contra arrazoar, sendo que a
matéria deduzida no Recurso Ordinário pode ser de fato ou de direito, bem como abranger questão de
prova.
O empregador, ao recorrer, deverá pagar as custas em que foi condenado e também recolher o devido
depósito recursal. O recorrente pode limitar o alcance da devolutividade, desde que indique
expressamente os pontos que pretende recorrer, sendo então recurso parcial, o que determina o
trânsito em julgado do restante da sentença. Efeito, portanto, só devolutivo.
Recurso ex officio - o recurso ex officio não constitui, em sua essência, um recurso. E cabível para
reapreciação de toda matéria nas sentenças contrárias à Fazenda Publica (U, E, DF, M, inclusive suas
autarquias e fundações). Súmula 303 do TST. Trata-se, na verdade, de um privilegio. As decisões
contra a fazenda pública só transitam em julgado depois de seu reexame pela segunda instância. A
circunstância da fazenda pública não recorrer, não obsta seu direito de, após o julgamento do recurso
ex officio, interpor recurso de revista, de embargos e recurso e extraordinário, ou seja, não há
preclusão.
Recurso extraordinário - admite-se o recurso extraordinário no processo do trabalho, quando
demonstrada ofensa direta à Constituição da República, quando houver a necessidade de se declarar a
inconstitucionalidade de tratado ou lei federal ou quando julgar válida lei ou ato do governo local
contestado em face da Constituição. É necessário pré-questionamento. Prazo para interposição: 15
dias. Efeito devolutivo e suspensivo.
Reclamação Correcional - previsão legal nos arts. 682, XI e 709, II, da CLT; no art. 13, do
Regimento Interno da Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho; e nos Regimentos dos Tribunais
Regionais do Trabalho.
Recurso no processo de execução - Agravo de Petição, recurso previsto nos arts. 893 e 897, "a", §§
lº e 3º da CLT. Prazo 08 dias.
Ação Rescisória no Processo do Trabalho
É cabível ação rescisória no processo do trabalho contra matérias descritas no artigo 485 do CPC. É
de competência do TRT e do TST (referente aos seus acórdãos). Prazo 02 anos contados do trânsito
em julgado da decisão atacada. Efeito apenas devolutivo.
Recurso no Procedimento Sumaríssimo
Dentro do procedimento sumaríssimo, o recurso ordinário interposto contra decisão de primeira
instância será imediatamente distribuído, liberado em 10 dias e, sem revisão de pronto, colocado na
pauta de julgamento: a dispensa de revisão é medida que acelera a marcha processua1.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Foca no resumo intervencao de terceiros - ncpc
Foca no resumo   intervencao de terceiros - ncpcFoca no resumo   intervencao de terceiros - ncpc
Foca no resumo intervencao de terceiros - ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Esquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaEsquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaAdvogadassqn
 
Foca no resumo competencia - ncpc
Foca no resumo   competencia - ncpcFoca no resumo   competencia - ncpc
Foca no resumo competencia - ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcFoca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...Brunno Guerra Rezende
 
Estudo sobre antecipação de tutela em despejo
Estudo sobre antecipação de tutela em despejoEstudo sobre antecipação de tutela em despejo
Estudo sobre antecipação de tutela em despejojoaotaurus
 
Foca no resumo litisconsorcio - ncpc
Foca no resumo   litisconsorcio - ncpcFoca no resumo   litisconsorcio - ncpc
Foca no resumo litisconsorcio - ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Foca no resumo extincao do processo ncpc
Foca no resumo   extincao do processo ncpcFoca no resumo   extincao do processo ncpc
Foca no resumo extincao do processo ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Processo do Trabalho - Recursos
Processo do Trabalho - RecursosProcesso do Trabalho - Recursos
Processo do Trabalho - Recursosdireitoturmamanha
 
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa Prof. Rogerio Cunha
 
Recursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoRecursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoProf. Rogerio Cunha
 
Processo civil juliano_10-12-12_parte1
Processo civil juliano_10-12-12_parte1Processo civil juliano_10-12-12_parte1
Processo civil juliano_10-12-12_parte1Keisianno Amaral
 

Mais procurados (19)

Foca no resumo intervencao de terceiros - ncpc
Foca no resumo   intervencao de terceiros - ncpcFoca no resumo   intervencao de terceiros - ncpc
Foca no resumo intervencao de terceiros - ncpc
 
Nulidades doutrina
Nulidades   doutrinaNulidades   doutrina
Nulidades doutrina
 
Esquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaEsquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisória
 
Recursos no novo código de processo civil
Recursos no novo código de processo civilRecursos no novo código de processo civil
Recursos no novo código de processo civil
 
Teoria geral dos recusos
Teoria geral dos recusosTeoria geral dos recusos
Teoria geral dos recusos
 
Foca no resumo competencia - ncpc
Foca no resumo   competencia - ncpcFoca no resumo   competencia - ncpc
Foca no resumo competencia - ncpc
 
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcFoca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
 
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
Teoria Geral dos Recursos Processo Penal
 
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...
Aula ibet segurança jurídica processo.recurso coisa julgada_ação rescisória 1...
 
Estudo sobre antecipação de tutela em despejo
Estudo sobre antecipação de tutela em despejoEstudo sobre antecipação de tutela em despejo
Estudo sobre antecipação de tutela em despejo
 
Foca no resumo litisconsorcio - ncpc
Foca no resumo   litisconsorcio - ncpcFoca no resumo   litisconsorcio - ncpc
Foca no resumo litisconsorcio - ncpc
 
Foca no resumo extincao do processo ncpc
Foca no resumo   extincao do processo ncpcFoca no resumo   extincao do processo ncpc
Foca no resumo extincao do processo ncpc
 
Teoria geral dos recursos
Teoria geral dos recursosTeoria geral dos recursos
Teoria geral dos recursos
 
Prova
ProvaProva
Prova
 
Processo do Trabalho - Recursos
Processo do Trabalho - RecursosProcesso do Trabalho - Recursos
Processo do Trabalho - Recursos
 
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa
Aplicação CPC /15 Vedação decisão surpresa
 
Recursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalhoRecursos no processo do trabalho
Recursos no processo do trabalho
 
FDV. TePúblico. ADPF
FDV. TePúblico. ADPFFDV. TePúblico. ADPF
FDV. TePúblico. ADPF
 
Processo civil juliano_10-12-12_parte1
Processo civil juliano_10-12-12_parte1Processo civil juliano_10-12-12_parte1
Processo civil juliano_10-12-12_parte1
 

Semelhante a Recursos no-processo-do-trabalho

Recursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhoRecursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhonataliaolvrm
 
Direito processo trabalho
Direito processo trabalhoDireito processo trabalho
Direito processo trabalhoAdriano Vieira
 
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do Trabalho
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do TrabalhoDia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do Trabalho
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do TrabalhoGaudio de Paula
 
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
Processo penal 05   recursos - rev. criminalProcesso penal 05   recursos - rev. criminal
Processo penal 05 recursos - rev. criminalJordano Santos Cerqueira
 
Prova processo civil comentada cargo 7 auditor de controle externo - admini...
Prova processo civil comentada   cargo 7 auditor de controle externo - admini...Prova processo civil comentada   cargo 7 auditor de controle externo - admini...
Prova processo civil comentada cargo 7 auditor de controle externo - admini...Professor Gabriel Borges
 
Recursos - Efeitos e Apelação.pptx
Recursos - Efeitos e Apelação.pptxRecursos - Efeitos e Apelação.pptx
Recursos - Efeitos e Apelação.pptxLeandroMelo308032
 
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970Wagson Filho
 
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário AcidentárioNotas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário AcidentárioAlfredo Júnior
 
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário AcidentárioNotas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário AcidentárioAlfredo Júnior
 
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosRecursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosAlanna Schwambach
 
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...Fábio Peres
 
Aula 1 PROC.TRABALHO
Aula 1 PROC.TRABALHOAula 1 PROC.TRABALHO
Aula 1 PROC.TRABALHOgsbq
 
Recursos Trabalhistas
Recursos TrabalhistasRecursos Trabalhistas
Recursos TrabalhistasCesar Machado
 
Curso intensivo de processo civil - Aula 02
Curso intensivo de processo civil - Aula 02Curso intensivo de processo civil - Aula 02
Curso intensivo de processo civil - Aula 02topreparatorio
 
Apelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoApelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoInforma Jurídico
 
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptx
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptxRecursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptx
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptxLeandroMelo308032
 

Semelhante a Recursos no-processo-do-trabalho (20)

Recursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalhoRecursos - Processo do trabalho
Recursos - Processo do trabalho
 
Direito Processual do Trabalho
Direito Processual do TrabalhoDireito Processual do Trabalho
Direito Processual do Trabalho
 
Direito processo trabalho
Direito processo trabalhoDireito processo trabalho
Direito processo trabalho
 
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do Trabalho
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do TrabalhoDia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do Trabalho
Dia - Reforma trabalhista 04 - Direito Processual do Trabalho
 
Recursos TCU
Recursos TCURecursos TCU
Recursos TCU
 
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
Processo penal 05   recursos - rev. criminalProcesso penal 05   recursos - rev. criminal
Processo penal 05 recursos - rev. criminal
 
Prova processo civil comentada cargo 7 auditor de controle externo - admini...
Prova processo civil comentada   cargo 7 auditor de controle externo - admini...Prova processo civil comentada   cargo 7 auditor de controle externo - admini...
Prova processo civil comentada cargo 7 auditor de controle externo - admini...
 
Recursos - Efeitos e Apelação.pptx
Recursos - Efeitos e Apelação.pptxRecursos - Efeitos e Apelação.pptx
Recursos - Efeitos e Apelação.pptx
 
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970
Legislação sintetizada - Lei 5584 de 1970
 
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário AcidentárioNotas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdenciário Acidentário
 
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário AcidentárioNotas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário Acidentário
Notas Especiais a Respeito do Processo Previdencipário Acidentário
 
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos BásicosRecursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
Recursos do Processo Trabalhista - Pressupostos Básicos
 
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...
Resumo de matéria do 7º semestre - Guilherme Madeira - Processo Penal (não te...
 
Aula 1 PROC.TRABALHO
Aula 1 PROC.TRABALHOAula 1 PROC.TRABALHO
Aula 1 PROC.TRABALHO
 
Recursos Trabalhistas
Recursos TrabalhistasRecursos Trabalhistas
Recursos Trabalhistas
 
Cg.aula adin 2011
Cg.aula   adin 2011Cg.aula   adin 2011
Cg.aula adin 2011
 
Curso intensivo de processo civil - Aula 02
Curso intensivo de processo civil - Aula 02Curso intensivo de processo civil - Aula 02
Curso intensivo de processo civil - Aula 02
 
Apelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoApelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processo
 
06. admissibilidade do recurso de revista (2)
06. admissibilidade do recurso de revista (2)06. admissibilidade do recurso de revista (2)
06. admissibilidade do recurso de revista (2)
 
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptx
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptxRecursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptx
Recursos - Teoria Geral dos Recursos - Cabimento.pptx
 

Recursos no-processo-do-trabalho

  • 1. RECURSOS NO PROCESSO DO TRABALHO A palavra recurso vem do latim recursus, que em sentido estrito, segundo Sérgio Pinto Martins, significa "a possibilidade de provocar o reexame de determinada decisão, pela autoridade hierarquicamente superior visando à obtenção de sua reforma ou modificação". O recurso visa garantir o duplo grau de jurisdição assegurado pela CF/1988. Os recursos no processo do trabalho são regulados pela CLT e, subsidiariamente, pelo CPC CARACTERÍSTICAS DOS RECURSOS - OS RECURSOS: - São anteriores à coisa julgada; - Não instauram nova relação processual; - Voluntariedade; - Sempre se constituem em um meio de impugnação da decisão judicial; - Substutividade da decisão recorrida pela proferida pelo tribunal PRINCÍPIOS RECURSAIS Princípio da taxatividade, Princípio do duplo grau de jurisdição, Princípio da lesividade, Princípio da uni-recorribilidade, Princípio da fungibilidade, Princípio da irrecorribilidade das decisões interlocutórias, Principio da motivação ou da dialeticidade, Principio da personalidade, Principio da “non reformatio in pejus”. FUNDAMENTOS DOS RECURSOS . Psicológicos: reação natural do homem em não se conformar com apenas uma decisão; possibilidade da modificação da decisão de um julgamento injusto . Jurídicos: possibilidade de erro, ignorância ou má-fé do julgador; oportunidade de reexame por julgadores mais experientes PRESSUPOSTOS RECURSAIS Para que um recurso seja admitido é necessário que o mesmo preencha certos requisitos, onde são analisados alguns pressupostos. Os pressupostos recursais são analisados por um juízo de admissibilidade a quo, prolator da decisão hostilizada, para verificar a possibilidade de seguimento, Estando o recurso no órgão revisor, juízo ad quem, também, verifica-se a admissibilidade do mesmo, a fim de que possa conhecer do recurso. Os pressupostos recursais podem ser divididos em subjetivos (dizem respeito à pessoa do recorrente, mais precisamente à legitimidade e capacidade para recorrer), e objetivos que são os pressupostos relacionados à questão processual. Para Ives Gandra da Silva Martins Filho, pressuposto subjetivo é a sucumbência, os objetivos são: previsão legal do recurso, adequação, tempestividade e preparo. Em regra os pressupostos recursais objetivos são: Recorribilidade da decisão - a decisão deve ser recorrível, afastando-se, portanto, os despachos de mero expediente e a decisão interlocutória, a qual é irrecorrível de imediato. - Súmula n. 214 TST. Adequação ou cabimento do recurso - há um recurso para cada espécie de decisão. Aplica-se o princípio da fungibilidade quando não haja erro grosseiro e seja tempestivo. Previsão legal - as partes têm o direito ao recurso que estiver previsto na lei. No processo do trabalho os recursos são os previstos nos artigos 893 da CLT e artigo 102, inciso II, da CF/88 (Recurso Extraordinário). Regularidade formal - forma escrita, fundamentação do recurso e tempestividade. Preparo - no processo do trabalho as custas serão pagas pelo vencido a contar da interposição do recurso (preparo). A falta de preparo gera DESERÇÃO, que importa no não conhecimento do recurso. Enunciado n. 352/TST - Custas - Prazo para comprovação - "O prazo para comprovação do pagamento das custas, sempre a cargo da parte, é de cinco dias contados do seu recolhimento (CLT art. 789, § 4°, - CPC art. 185)". Na sucumbência parcial somente pagará custas o empregador. Depósito recursal - É uma garantia prévia de cumprimento da decisão, cujo pagamento deverá ser comprovado no prazo alusivo ao recurso. independentemente da sua interposição antes do termo "ad quem". Somente é exigível o depósito recursal para o empregador. Os limites dos depósitos recursais são definidos conforme o valor da condenação. Para as condenações que fiquem abaixo do estabelecido por ato normativo do TST, o depósito recursal corresponderá ao valor da condenação. Para as condenações que ultrapassem o valor do limite determinado pelo referido normativo, o depósito recursal será no valor exato deste limite. Caso haja interposição de novos recursos, para cada um deles haverá a necessidade do pagamento de novo depósito recursal, nos mesmos parâmetros acima explicados, até que se alcance o limite máximo da condenação. Tais valores são reajustado anualmente. EFEITOS DOS RECURSOS: Em geral, os recursos dentro do ordenamento jurídico, têm os seguintes efeitos: efeito de obstar o trânsito em julgado; efeito devolutivo; efeito suspensivo, efeito expansivo; efeito translativo; substitutivo; e efeito iterativo. No processo do trabalho a regra é o efeito devolutivo, que ocorre quando a questão for devolvida pelo juiz da causa a outro juiz ou tribunal. O efeito suspensivo provoca a paralisação dos efeitos da sentença, contra a qual foi interposto o recurso, impedindo o início da execução, mesmo provisória. É previsto em duas únicas hipóteses: 1- no recurso de revista, quando o juiz presidente do Tribunal "a quo" pode emprestar o efeito suspensivo (CLT, Art. 896, § 2°); e 2- no dissídio coletivo, o Art. 7°, § 2°, da Lei n° 7.701/88, que prevê a faculdade do Presidente do Tribunal Superior do Trabalho emprestar efeito suspensivo ao Recurso Ordinário interposto contra decisão proferida pela Seção Normativa dos Tribunais Regionais do Trabalho, que terá validade pelo prazo improrrogável de 120 dias, contados da publicação do Acórdão. Art. 9°, Lei n° 7.701/88. DESISTÊNCIA DO RECURSO E RENÚNCIA Pode o recorrente a qualquer tempo e sem a anuência do recorrido, ou dos litisconsortes, desistir do recurso (art. 501 do CPC). Também a renúncia ao direito de recorrer independe da aceitação da outra parte (art. 502 do CPC). RECURSOS CABÍVEIS NO PROCESSO DO TRABALHO Embargos de Declaração - previsão legal: art. 897-A da CLT; permanecendo a aplicação subsidiária ao processo trabalhista do art. 535 e seguintes do CPC. É o recurso cabível com a finalidade de esclarecer a sentença ou acórdão que contém contradições, obscuridades e omissões, outra característica dos embargos de declaração é obstar que se caracterize preclusão de matéria, cujo exame foi omitido pelo órgão julgador de segunda instância. O disposto no artigo 535 do CPC, por força do artigo 796 da CLT, aplica-se ao processo trabalhista. O Prazo para oferta dos embargos de declaração é de 05 (cinco) dias, não estando sujeito a pagamento de custas e emolumentos.
  • 2. Sua protocolização provoca interrupção do prazo recursal, para ambas as partes. A sua forma de interposição é por simples petição nos autos. Efeito devolutivo Embargos - previsão legal: CLT, Art. 893. Na Lei n. 7.701/88, Art. 3o , III, "b"; e art. 342 do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. A sua forma de interposição é por simples petição nos autos. Embargos Infringentes - recurso previsto na CLT, Art. 893, na Lei nº 7.701/88, Art. 2°, II, "c"; e art. 356 do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. Prazo: 08 (oito dias). A sua forma de interposição é por simples petição nos autos. Agravo Regimental- previsto na Lei nº 7.701/88, arts. 3º e 5°; e nos Regimentos do Tribunal Superior (art. 338) e Tribunais Regionais do Trabalho. No TST esse recurso é admissível contra despacho que denegar seguimento a recurso de embargo, contra despacho que suspender execução de liminares, contra decisão concessiva do mandado de segurança, dentre outras. O prazo depende do regimento interno no tribunal, em geral, de 08 dias. No TST os autos do agravo regimental são remetidos ao Ministro que proferiu o despacho agravado. Cabe juízo de retratação. Os TRTs podem estatuir em seus regimentos internos a existência de agravo regimental. Efeito devolutivo. Agravo de Instrunento - regulado no arts. 893 e 897, "b", §§ 2° e 4º da CLT; e Instrução Normativa TST nº 6 de 08/06/96. O agravo de instrumento tem aplicação restrita no processo do trabalho, pois, em regra as decisões interlocutórias que não extinguem o feito são irrecorríveis. É cabível no processo do trabalho para destrancar recurso ordinário, de revista, extraordinário e de agravo de petição, e ainda, de decisões que negam seguimento ao recurso de embargos ou de embargos infringentes. Prazo de interposição 08 dias. Forma de interposição conforme previsto no CPC. Efeito devolutivo, em regra, podendo em alguns casos ter efeito suspensivo. Recurso adesivo - O recurso adesivo está previsto no art. 500 do CPC. Aplica-se aos casos em que autor e réu fiquem vencidos parcialmente. Sendo vencidos, parcialmente, autor e réu qualquer deles pode aderir ao recurso interposto pelo outro. A parte que não estiver firmemente disposta a recorrer pode aguardar, em sua indecisão, que a outra recorra, para só então requerer o reexame da matéria. São dois os requisitos exigidos pela lei para a interposição do recurso adesivo: que fiquem vencidos autor e réu; somente alcançam sentenças ou acórdãos extintivos do processo, quer resolvam ou não o mérito. Sujeita-se a todos os demais pressupostos recursais, como preparo e depósito prévio. Se o recurso principal, o preexistente, não for conhecido, seja qual for o motivo, o recurso adesivo também não o será. O recurso adesivo no processo do trabalho é cabível no recurso ordinário, de revista, embargos e também no agravo de petição, no prazo de oito dias da interposição dos citados recursos. Quanto ao efeito, em regra, tem os mesmos do recurso que se está aderindo. Recurso de Revista - regulado na CLT, arts. 893 e 896; na Lei n° 7.701/88, Art. 5°,"a"; e art. 331 do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho. Cabível quando a decisão atacada violar literalmente dispositivo de lei federal ou estadual ou que dê interpretação divergente à lei, convenção coletiva de trabalho, acordo coletivo, sentença normativa ou regulamento de empresa de observância obrigatória em área territorial que exceda a jurisdição do TRT prolator. Prazo de interposição 08 dias. Interposição perante o TRT prolator do acórdão mediante petição e com razões endereçadas ao TST. Segundo a Súmula 297 do TST, há necessidade que a matéria seja pré-questionada, ou seja, que tenha sido debatida em instância inferior. Efeito apenas devolutivo. Recurso Ordinário - Previsão legal: artigo 895 da CLT. Cabimento: - das decisões definitivas das varas e juízos de direito, com competência trabalhista; - decisões interlocutórias de caráter terminativo; - arquivamento dos autos em razão do não comparecimento do reclamante à audiência; - extinção do processo em razão de paralisação por mais de um ano; - extinção do feito em razão do não atendimento pelo autor do despacho para que se promovessem os atos de diligência que lhe competir e extinção pelo abandono da causa por mais de 30 dias; - extinção do processo por ausência de pressupostos processuais de existência e validade; - cabível contra das decisões definitivas dos Tribunais Regionais do Trabalho, em processos de sua competência originária, em: dissídio coletivo; agravo regimental; ação rescisória; ação anulatória; ação declaratória; ação civil pública; ação cautelar. O prazo para interpor o Recurso Ordinário é de oito dias e também para contra arrazoar, sendo que a matéria deduzida no Recurso Ordinário pode ser de fato ou de direito, bem como abranger questão de prova. O empregador, ao recorrer, deverá pagar as custas em que foi condenado e também recolher o devido depósito recursal. O recorrente pode limitar o alcance da devolutividade, desde que indique expressamente os pontos que pretende recorrer, sendo então recurso parcial, o que determina o trânsito em julgado do restante da sentença. Efeito, portanto, só devolutivo. Recurso ex officio - o recurso ex officio não constitui, em sua essência, um recurso. E cabível para reapreciação de toda matéria nas sentenças contrárias à Fazenda Publica (U, E, DF, M, inclusive suas autarquias e fundações). Súmula 303 do TST. Trata-se, na verdade, de um privilegio. As decisões contra a fazenda pública só transitam em julgado depois de seu reexame pela segunda instância. A circunstância da fazenda pública não recorrer, não obsta seu direito de, após o julgamento do recurso ex officio, interpor recurso de revista, de embargos e recurso e extraordinário, ou seja, não há preclusão. Recurso extraordinário - admite-se o recurso extraordinário no processo do trabalho, quando demonstrada ofensa direta à Constituição da República, quando houver a necessidade de se declarar a inconstitucionalidade de tratado ou lei federal ou quando julgar válida lei ou ato do governo local contestado em face da Constituição. É necessário pré-questionamento. Prazo para interposição: 15 dias. Efeito devolutivo e suspensivo. Reclamação Correcional - previsão legal nos arts. 682, XI e 709, II, da CLT; no art. 13, do Regimento Interno da Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho; e nos Regimentos dos Tribunais Regionais do Trabalho. Recurso no processo de execução - Agravo de Petição, recurso previsto nos arts. 893 e 897, "a", §§ lº e 3º da CLT. Prazo 08 dias. Ação Rescisória no Processo do Trabalho É cabível ação rescisória no processo do trabalho contra matérias descritas no artigo 485 do CPC. É de competência do TRT e do TST (referente aos seus acórdãos). Prazo 02 anos contados do trânsito em julgado da decisão atacada. Efeito apenas devolutivo. Recurso no Procedimento Sumaríssimo Dentro do procedimento sumaríssimo, o recurso ordinário interposto contra decisão de primeira instância será imediatamente distribuído, liberado em 10 dias e, sem revisão de pronto, colocado na pauta de julgamento: a dispensa de revisão é medida que acelera a marcha processua1.