GRIPE SUÍNA TIPO H1 N1 - INFLUENZA

912 visualizações

Publicada em

GRIPE INFLUENZA, ASPECTOS, PREVENÇÃO E CURIOSIDADES

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
912
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GRIPE SUÍNA TIPO H1 N1 - INFLUENZA

  1. 1. GRIPE INFLUENZA H1N1 “Gripe Suína” GERÊNCIA EM SAÚDE 2014/2 Turma C
  2. 2. O que é a gripe suína? É uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Se diferencia do H1N1 comum que circula ao longo das últimas décadas, por conter material genético dos vírus humanos, das aves e dos suínos, principalmente na Europa e na Ásia. A gripe tem cura? Tem tratamento.
  3. 3. Classificação Viral INFLUENZA A ( H1 N1 ) 16 Tipos de HA (H1 a H16) Facilitam a entrada na célula 09 Tipos de NA (N1 a N9) Facilitam a saída da célula após a replicação
  4. 4. Como é transmitido o vírus? Em casos registrados inicialmente na Europa e na Ásia, a doença foi contraída por pessoas que tiveram contatos com criações de porcos, mas não há registros de que o mesmo tenha acontecido na pandemia de 2009. Hoje, está sendo transmitido pela mesma forma que a gripe comum: por via aérea, de pessoa para pessoa e por meio de espirros e tosse.
  5. 5. Quais são os sintomas? Os sintomas, em humanos, são parecidos com os da gripe Comum incluindo febre acima de 39°C, falta de apetite e tosse. Algumas pessoas também relataram ter apresentado catarro, dor de garganta, náusea, vômito e diarréia forte.
  6. 6. Pode-se contrair a doença comendo carne de porco? Não Os vírus da gripe suína não são transmitidos pela comida. O governo mexicano e a OMS (Organização Mundial de Saúde) descartaram qualquer risco de infecção por ingestão de carne de porco. De acordo com o CDC, a temperatura de cozimento (71ºC) destrói os vírus e as bactérias eliminando o risco.
  7. 7. Qual a diferença entre a gripe suína e a gripe comum? A gripe suína é caracterizada pelos sintomas da gripe comum. Mas, acrescida de vômitos e diarréia graves. A gripe comum mata entre 250 a 500 mil pessoas a cada ano no mundo, principalmente entre a população mais idosa, sendo que a maioria delas morre de pneumonia, como também, a quadros de sepsemia (infecções generalizadas). Diferente disso, a maioria dos mortos da gripe suína tinha entre 25 e 45 anos.
  8. 8. Existe vacina contra esta doença? Sim. As vacinas normais, contra essa forma de gripe, são alteradas todos os anos para incluir imunização contra novas variedades deste vírus. Segundo a OMS, a vacina existente para humanos é e não é eficaz. Já que a maioria dos casos confirmados de mortes, por essa gripe, foram em adultos, é possível que os grupos mais vulneráveis (crianças e idosos) tenham se beneficiado por serem alvos de vacinação mais regularmente que os adultos jovens.
  9. 9. A vacina contra a gripe comum tem eficácia contra a gripe suína? Não se sabe. Pode haver uma prevenção, ainda que parcial, se considerado o fato de que os casos no México ocorreram principalmente com adultos jovens. Lá, crianças de até 3 anos e adultos com mais de 50 vacinam-se rotineiramente contra a gripe humana.
  10. 10. Qual o tempo de incubação do vírus? Em média varia de 24 horas a 3 dias. Posso contrair o vírus de alguém que não apresente os sintomas? Sim. O Influenza pode ser transmitido por alguém até 24 horas antes de essa pessoa apresentar os sintomas. Quais os grupos mais suscetíveis? Pessoas com alguma forma de doença crônica ou imunológica, sempre estão mais sujeitas. Quanto tempo demora o resultado do exame? Nos EUA, tem demorado em torno de três dias. A Fiocruz prevê o mesmo para o Brasil.
  11. 11. ENTENDA A GRIPE SUÍNA -Doença que avança sobre populações; - Provocada por vírus; - Ainda sem uma vacina eficaz.
  12. 12. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS ORIGEM A doença é provocada pelo vírus influenza que normalmente afeta apenas os porcos, o H1N1. CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  13. 13. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS MUTAÇÃO VIRAL Algumas vezes, mutações fazem com que o vírus ganhe capacidade de infectar humanos, foi o que aconteceu no caso do vírus influenza H1N1. CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  14. 14. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS CONTÁGIO Forma anterior (INICIAL): Quando pessoas lidavam diretamente com porcos Forma atual: Através de tosse, espirros ou materiais contaminados CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  15. 15. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS CONTÁGIO FORMA ATUAL: -De pessoas para pessoas - Circulação Livre (pelo AR ou SUPERFÍCIES) CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  16. 16. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS FOCOS A contaminação ganhou status de PANDEMIA: É uma epidemia de doença infecciosa que se espalha entre a população localizada em uma grande região geográfica como, por exemplo, um continente, ou mesmo o planeta. CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  17. 17. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS SINTOMAS - Febre alta - Letargia - Falta de apetite - Tosse ALGUMAS PESSOAS TAMBÉM REPORTAM: - Coriza - Garganta Seca - Náusea - Vômito - Diarréia CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  18. 18. ORIGEM MUTAÇÃO CONTÁGIO FOCOS SINTOMAS MEDICAMENTOS MEDICAMENTOS - Atualmente, não há vacina eficaz para humanos contra a gripe suína. - Drogas como o Zanamivir e o Oseltamivir (TAMIFLU) mostraram alguma eficácia no combate à doença. - O melhor medicamento ainda é a PREVENÇÃO. CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE
  19. 19. Prevenção - Lavar bem as mãos frequentemente com água e sabão; - Evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies, - Não compartilhar objetos de uso pessoal; - Cobrir a boca e o nariz com lenço ao tossir ou espirrar (descartar o material no lixo imediatamente); - Manter-se afastado das multidões, incluindo festividades, parques, teatros, cinemas e transportes públicos (quando possível). - Manter as janelas abertas e permitir a ventilação dos locais de trabalho e atividade; - Estar atento a alertas disseminados pelos meios de comunicação.
  20. 20. O que fazer em caso de surgimento de sintomas? Qualquer pessoa que apresente sintomas de gripe deve procurar um médico imediatamente ou o serviço de saúde mais próximo, para receber o tratamento adequado.
  21. 21. Como ficou a visão de Higiene depois do Vírus H1N1 Houveram mudanças radicais no comportamento, de indivíduos, grupos e empresas. As pessoas passaram a utilizar de higiene para prevenção, quais partiam das suas residências ao local de trabalho.
  22. 22. AGORA VOCÊ JÁ SABE O QUE É GRIPE SUÍNA FAÇA A SUA PARTE PREVINA-SE!
  23. 23. MAS VOCÊ ACHA QUE JÁ SABE TUDO SOBRE ESSE VÍRUS? ENGANOU-SE OU NOS ENGANARAM?
  24. 24. BIBLIOGRAFIA Center for Disease Control and Prevention – CDC. Disponível em: www.cdc.gov Folha de São Paulo, edição eletrônica. Influenza A. Disponível em: www1.folha.uol.com.br Ministério da Saúde - Influenza A (H1N1). Disponível em: www.saude.gov.br Rede TVNews – Panoramic europe.
  25. 25. CURSO GERÊNCIA EM SAÚDE ALUNOS: CLODOMIR – CLÁUDIO – ELISAEL – JÉSSICA – EMERSON CURSOS TÉCNICOS QUE ENOBRECEM!

×