SlideShare uma empresa Scribd logo

H1N1

Influenza A

1 de 43
Baixar para ler offline
Influenza A
H1N1
• O QUE É H1N1?
A H1N1 ou Influenza A (subtipo H1N1) também
conhecido como A, é um subtipo de Influenzavirus A,
é também a causa mais comum de gripe em humanos.
o A letra H refere-se à proteína
Hemaglutinina e a letra N à proteína
Heuraminidase.
o Este subtipo deu origem, por mutação, a
várias estirpes, incluindo a da gripe
espanhola (atualmente extinta), estirpes
moderadas de gripe humana, estirpes
endémicas de gripe suína e várias
estirpes encontradas em aves.
Influenza
A(H1N1)
Gripe
Espanhola
Gripe
Suína
Mexicana
Gripe de
Nova
Jérsei
Gripe
Russa
GRIPE ESPANHOLA
• A gripe espanhola, também conhecida como gripe pneumónica, foi uma
estirpe de gripe aviária atipicamente severa e letal, que matou entre 50 a 60
milhões de pessoas em todo o mundo ao longo dos anos de 1918 e 1919.
Pensa-se que tenha sido a mais mortífera das pandemias da história da
Humanidade. Foi causada pelo subtipo H1N1 do Influenzavirus A.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

A Gripe SuíNa Powerpoint
A Gripe SuíNa PowerpointA Gripe SuíNa Powerpoint
A Gripe SuíNa Powerpoint
 
Slide gripe suína
Slide gripe suínaSlide gripe suína
Slide gripe suína
 
COVID 19
COVID 19COVID 19
COVID 19
 
Agir Contra O H1 N1
Agir Contra O H1 N1Agir Contra O H1 N1
Agir Contra O H1 N1
 
Info News Gripe A
Info News Gripe AInfo News Gripe A
Info News Gripe A
 
ApresentaçãO PopulaçãO Sobre Gripe A
ApresentaçãO PopulaçãO Sobre Gripe AApresentaçãO PopulaçãO Sobre Gripe A
ApresentaçãO PopulaçãO Sobre Gripe A
 
Influenza A H1 N1 2009
Influenza A H1 N1   2009Influenza A H1 N1   2009
Influenza A H1 N1 2009
 
Corona, o vírus
Corona, o vírusCorona, o vírus
Corona, o vírus
 
Cartilha Gripe
Cartilha GripeCartilha Gripe
Cartilha Gripe
 
Influenza h1 n1
Influenza h1 n1Influenza h1 n1
Influenza h1 n1
 
Aprendendo mais sobre "H1N1"
Aprendendo mais sobre "H1N1"Aprendendo mais sobre "H1N1"
Aprendendo mais sobre "H1N1"
 
Apresentacao Gripe Suina
Apresentacao Gripe SuinaApresentacao Gripe Suina
Apresentacao Gripe Suina
 
H1N! -Gripe suino
H1N! -Gripe suinoH1N! -Gripe suino
H1N! -Gripe suino
 
Influenza a
Influenza aInfluenza a
Influenza a
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
H1n1 celem
 H1n1  celem H1n1  celem
H1n1 celem
 
Gripe A (Influenza A)
Gripe A (Influenza A)Gripe A (Influenza A)
Gripe A (Influenza A)
 
Gripe A
Gripe AGripe A
Gripe A
 
H1N1
H1N1H1N1
H1N1
 

Destaque

Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;
Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;
Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;Henry Alejandro Chicaiza Caranqui
 
Estudio de ifd en muestras respiratorias.
Estudio de ifd en muestras respiratorias.Estudio de ifd en muestras respiratorias.
Estudio de ifd en muestras respiratorias.Javier Ciria
 
Influenza A H1N1 nueva variante (Para Personal De Salud)
Influenza A H1N1 nueva variante (Para  Personal De Salud)Influenza A H1N1 nueva variante (Para  Personal De Salud)
Influenza A H1N1 nueva variante (Para Personal De Salud)guest5a3be81
 
H1 N1 influenza (swine flu)
H1 N1 influenza (swine flu)H1 N1 influenza (swine flu)
H1 N1 influenza (swine flu)Ramesh Babu
 
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)Luis Perez
 
Serología de bacterias, virus y parasitos
Serología de bacterias, virus y parasitosSerología de bacterias, virus y parasitos
Serología de bacterias, virus y parasitosSarah Jáuregui
 
information-systems-management-packet
information-systems-management-packetinformation-systems-management-packet
information-systems-management-packetDion Walker
 

Destaque (12)

INFLUENZA A H1N1
INFLUENZA A H1N1 INFLUENZA A H1N1
INFLUENZA A H1N1
 
Influenza
InfluenzaInfluenza
Influenza
 
Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;
Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;
Virus de la influenza y algunas diferencias entre el resfriado comun;
 
Estudio de ifd en muestras respiratorias.
Estudio de ifd en muestras respiratorias.Estudio de ifd en muestras respiratorias.
Estudio de ifd en muestras respiratorias.
 
Influenza A H1N1 nueva variante (Para Personal De Salud)
Influenza A H1N1 nueva variante (Para  Personal De Salud)Influenza A H1N1 nueva variante (Para  Personal De Salud)
Influenza A H1N1 nueva variante (Para Personal De Salud)
 
H1 N1 influenza (swine flu)
H1 N1 influenza (swine flu)H1 N1 influenza (swine flu)
H1 N1 influenza (swine flu)
 
Virus
VirusVirus
Virus
 
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)
Prueba IFAT (inmunofluorescencia directa e indirecta)
 
Serología de bacterias, virus y parasitos
Serología de bacterias, virus y parasitosSerología de bacterias, virus y parasitos
Serología de bacterias, virus y parasitos
 
Herpes virus
Herpes virusHerpes virus
Herpes virus
 
Soweto Sowebo
Soweto SoweboSoweto Sowebo
Soweto Sowebo
 
information-systems-management-packet
information-systems-management-packetinformation-systems-management-packet
information-systems-management-packet
 

Semelhante a H1N1 (20)

Gripe Suina
Gripe SuinaGripe Suina
Gripe Suina
 
Dssms Gripe SuíNa
Dssms   Gripe SuíNaDssms   Gripe SuíNa
Dssms Gripe SuíNa
 
Gripe SuíNa
Gripe SuíNaGripe SuíNa
Gripe SuíNa
 
Gripe Suina - Elaborado pela Petrobras
Gripe Suina - Elaborado pela PetrobrasGripe Suina - Elaborado pela Petrobras
Gripe Suina - Elaborado pela Petrobras
 
Gripe SuíNa
Gripe SuíNaGripe SuíNa
Gripe SuíNa
 
Influenza gripe A
Influenza gripe AInfluenza gripe A
Influenza gripe A
 
Epidemiologia
EpidemiologiaEpidemiologia
Epidemiologia
 
Edição 5
Edição 5Edição 5
Edição 5
 
Gripe A
Gripe AGripe A
Gripe A
 
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novo
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novoDoencas emergentes e reemergentes 2008-novo
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novo
 
Gripe Virus H5 N1[1]
Gripe Virus H5 N1[1]Gripe Virus H5 N1[1]
Gripe Virus H5 N1[1]
 
ApresentaçãO1 Ann
ApresentaçãO1 AnnApresentaçãO1 Ann
ApresentaçãO1 Ann
 
Gripe A ( H1 N1 )
Gripe A ( H1 N1 )Gripe A ( H1 N1 )
Gripe A ( H1 N1 )
 
Gripe A ( H1 N1 )
Gripe  A (  H1 N1 )Gripe  A (  H1 N1 )
Gripe A ( H1 N1 )
 
Influenza Hc[1]
Influenza   Hc[1]Influenza   Hc[1]
Influenza Hc[1]
 
X Gripe A Grp2
X Gripe A Grp2X Gripe A Grp2
X Gripe A Grp2
 
Influenza
InfluenzaInfluenza
Influenza
 
INFLUENZA HC
INFLUENZA HCINFLUENZA HC
INFLUENZA HC
 
influenza
influenzainfluenza
influenza
 
Gripe A
Gripe AGripe A
Gripe A
 

Último

Desvendando os mitos e verdades da dieta low carb
Desvendando os mitos e verdades  da dieta low carbDesvendando os mitos e verdades  da dieta low carb
Desvendando os mitos e verdades da dieta low carbgviviane619
 
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdf
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdfAlcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdf
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdfRafaelSantos459300
 
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...deiserabello223
 
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdf
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdfAula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdf
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdfHerikaValenzuelaferr
 
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADO
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADOBELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADO
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADOCecilia Borges
 
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Lusani Dias
 
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pele
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da PeleDesvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pele
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pelerljss12
 
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdf
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdfCONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdf
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdffcris0021
 
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfSaude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfDiegoCesar41
 
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfProfissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfendres.bazz bazz
 
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugas
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugasMitos e Verdades Revelados sobre as rugas
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugaslucasoliveiraa2247
 
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdfwangabibiel
 
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Peso
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de PesoComo o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Peso
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Pesopeixotoartes95
 
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu Corpo
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu CorpoChef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu Corpo
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu CorpoDiogoFerrazSantana
 

Último (14)

Desvendando os mitos e verdades da dieta low carb
Desvendando os mitos e verdades  da dieta low carbDesvendando os mitos e verdades  da dieta low carb
Desvendando os mitos e verdades da dieta low carb
 
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdf
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdfAlcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdf
Alcançando o Sucesso no Emagrecimento A Importância de Metas Realistas.pdf
 
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL GUIA COMPLETO ...
 
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdf
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdfAula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdf
Aula 8 - LIMPEZA, DESINFECÇÃO E ESTERILIZAÇÃO OK.pdf
 
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADO
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADOBELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADO
BELEZA E SUAVIDADE ROSA AMAZONICA O SEGREDO REVELADO
 
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...Revista Bonifica  ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
Revista Bonifica ENCOMENDAS WhatsApp 44 99957 9694 ou Cadastre-se através do...
 
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pele
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da PeleDesvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pele
Desvendando os Mistérios das Rugas. Uma jornada para revelar a beleza da Pele
 
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdf
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdfCONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdf
CONHEÇA O SEGREDO DA FÓRMULA DO LIFT DETOX BLACK.pdf
 
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdfSaude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
Saude,vida e Emagrecimento saudávell.pdf
 
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdfProfissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta.pdf
 
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugas
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugasMitos e Verdades Revelados sobre as rugas
Mitos e Verdades Revelados sobre as rugas
 
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf
10 maneiras de emagrecimento saudável .pdf
 
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Peso
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de PesoComo o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Peso
Como o Gerenciamento do Estresse Pode Acelerar sua Jornada de Perda de Peso
 
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu Corpo
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu CorpoChef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu Corpo
Chef do Emagrecimento: Receitas Simples que Moldam seu Corpo
 

H1N1

  • 2. • O QUE É H1N1? A H1N1 ou Influenza A (subtipo H1N1) também conhecido como A, é um subtipo de Influenzavirus A, é também a causa mais comum de gripe em humanos.
  • 3. o A letra H refere-se à proteína Hemaglutinina e a letra N à proteína Heuraminidase. o Este subtipo deu origem, por mutação, a várias estirpes, incluindo a da gripe espanhola (atualmente extinta), estirpes moderadas de gripe humana, estirpes endémicas de gripe suína e várias estirpes encontradas em aves.
  • 6. • A gripe espanhola, também conhecida como gripe pneumónica, foi uma estirpe de gripe aviária atipicamente severa e letal, que matou entre 50 a 60 milhões de pessoas em todo o mundo ao longo dos anos de 1918 e 1919. Pensa-se que tenha sido a mais mortífera das pandemias da história da Humanidade. Foi causada pelo subtipo H1N1 do Influenzavirus A.
  • 7. • A elevada taxa de mortalidade da gripe espanhola é atribuída ao facto de o subtipo H1N1 causar uma tempestade de citocinas no organismo. O vírus infectava células dos pulmões, levando à sobrestimulação do sistema imunitário através da libertação de citocina no tecido pulmonar.
  • 8. • Isto provoca a migração generalizada de leucócitos para os pulmões, causando destruição de tecido pulmonar e secreção de líquido para o pulmão, tornando a respiração difícil. Devido à natureza da infecção, pessoas com sistemas imunitários saudáveis eram mais suscetíveis à doença, como era o caso de adultos jovens, comparativamente a crianças jovens e idosos.
  • 9. GRIPE DE NOVA JÉRSEI
  • 10. • A gripe de Nova Jérsei foi reportada em 1976 após da morte de um soldado de Fort Dix. O vírus que causou a doença é referenciado como A/New Jersey/76, um vírus do tipo Influenza A, subtipo H1N1. Apelidada na época de "gripe suína", gerou especulações sobre a iminência de uma nova pandemia semelhante à gripe espanhola.
  • 11. • O presidente dos Estados Unidos da América em 1976, Gerald R. Ford, lançou um grande programa de vacinação com custos de quase 140 milhões de dólares: cerca de 40 milhões de pessoas foram vacinadas.
  • 12. • O programa, contudo, teve um fim inesperado: apenas uma morte foi causada pela gripe, enquanto que ao menos 25 pessoas morreram por reações à vacina, que em pouquíssimas pessoas desencadeava a síndrome de Guillain-Barré que causa inflamação dos nervos, enfraquecimento dos músculos, perda sensibilidade e movimentos e paralisia.
  • 14. • A gripe russa mais recente foi uma epidemia de gripe ocorrida em 1977-1978 causada pela estirpe Influenza A/USSR/90/77 (H1N1). Utilizando-se uma técnica atualmente obsoleta de mapeamento de oligonucleotídeos, verificou-se que o vírus H1N1 dessa epidemia era muito semelhante a uma variedade isolada em 1950.
  • 15. • Infectou sobretudo crianças e adultos jovens com menos de 23 anos de idade porque uma estirpe similar era prevalente entre 1947 e 1957, fazendo com que a maioria dos adultos fosse imune. Alguns consideram-na uma pandemia de gripe, mas, uma vez que afetou apenas os jovens, não é considerada uma verdadeira pandemia.
  • 16. • O vírus foi incluído na vacina contra a gripe de 1978-1979.
  • 18. • A pandemia de gripe de 2009 foi um surto global de uma variante de gripe suína cujos primeiros casos ocorreram no México em meados do mês de março de 2009. Veio a espalhar-se pelo mundo, tendo começado pela América do Norte, atingindo pouco tempo depois a Europa e a Oceania. O vírus foi identificado como uma nova cepa do já conhecido Influenza A subtipo H1N1, o mesmo vírus responsável pelo maior número de casos de gripe entre humanos, o que tornou possível também a designação nova gripe A, em oposição à gripe A comum.
  • 19. • A pandemia se iniciou em La Gloria, distrito de Perote, a 10 km da criação de porcos das granjas Carroll, subsidiária da Smithfield Foods. O paciente zero foi o menino de 4 anos Edgar Hernandez. Provavelmente seu organismo foi plataforma para a alteração do vírus, que se tornou "mais humano". Em dezembro de 2008 já havia sido constatada uma gripe desconhecida que se espalhava rapidamente.
  • 20. • A OMS aumentou o nível de ameaça da gripe para seis, nível este considerado máximo na escala, indicando uma pandemia. A diretora geral da organização, Margaret Chan, que retornou de forma antecipada a Genebra de uma visita aos EUA para estar à frente do grupo desconhecido de especialistas que estudam se há a necessidade de declarar uma emergência sanitária mundial.
  • 21. • O que mais preocupa à OMS e que a faz julgar que pode virar uma enfermidade de risco pandêmico, é que já houve casos em que o vírus foi transmitido de pessoa para pessoa. "Ainda é cedo para dizer se há uma relação" entre este vírus e o da gripe espanhola de 1918, que matou mais de 25 milhões de pessoas. Entretanto, lembrou que "há semelhanças porque, assim como neste caso, os mais afetados são os adultos jovens com boa saúde".
  • 22. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 <1 Ano 1 a 4 Anos 5 a 19 Anos 20 a 29 Anos 30 a 39 Anos 40 a 49 Anos 50 a 59 Anos 60 a 69 Anos Masculino Feminino o Nº de óbitos confirmados de H1N1, por faixa etária e gênero
  • 24. • TEM ALGUM PERIGO DA H1N1(GRIPE A) SER USADO COMO ARMAS BIOLÓGICAS EM GUERRAS ? Sim pois a Influenza A tem uma grande taxa de contaminação por pessoa, além de ter também uma grande taxa de fatalidade por contaminação e longo tempo de criação de vacina o que faz ela ser um dos 10 piores perigos biológicos que podem ser usados como armas letais, junto com Antraz, Varíola, Peste Bubônica, Cólera, Tularemia, A Toxina Botulínica, Henipavirus, Quimera (Ebola com varíola) e Ricina.
  • 25. As ações militares biológicas, assim como a produção em massa, estocagem e uso de armas bio-armas, foram proibidas em 1972, pela Convenção de Armas Biológicas. A lógica por trás desse tratado, que foi assinado e acordado por 165 países, é evitar que um ataque biológico fosse realizado, o que poderia consequentemente resultar num número inimaginável de vítimas civis, o que também causaria uma ruptura massiva nos sistemas econômicos e na infraestrutura social. Muitos países, inclusive os que assinaram o tratado, buscam formas de se protegerem contra um possível ataque com armas biológicas, mesmo assim alguns países não assinaram o tratado.
  • 27. • QUAIS SÃO OS EFEITOS COLATERAIS DA VACINA? Ao longo destes meses após a vacinação em massa no Brasil com a vacina da gripe H1N1, muitos pacientes me relataram efeitos colaterais logo após a vacina e outros tiveram sintomas de gripe por vários meses seguidos. Algumas pessoas relataram ter paralisia e tiveram que usar cadeira de rodas (Síndrome de Guillain Barré?). Além disso a outras muitas reações que foram relatadas. Esta vacina em geral não dá sintomas de desconforto depois. As reações são bastante individuais. Algumas pessoas podem apresentar febre, mal estar e um pouco de dor no local da aplicação.
  • 28. • QUEM PODE E NÃO PODE TOMAR A VACINA? Existe contra indicações para pessoas que tiveram uma reação alérgica com uma dose anterior e pessoas que têm alergia ao ovo.
  • 29. • QUEM TOMOU ANO PASSADO DEVE TOMAR ESSE ANO OUTRA VEZ? A indicação e que SIM.
  • 31. As medidas preventivas de caráter geral são: fazer frequente higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel a 71%, retirando-se os acessórios (anéis, pulseiras, relógio), uma vez que estes objetos acumulam microrganismos não removidos com a lavagem das mãos; abra a torneira e molhe as mãos, evitando encostar-se na pia; enxágue as mãos, retirando os resíduos de sabonete; evite contato direto das mãos ensaboadas com a torneira; seque mãos e punhos com papel-toalha descartável; no caso de torneiras com contato manual para fechamento, sempre utilize papel-toalha para fechá-la; use lenço descartável para higiene nasal; cobra nariz e boca ao espirrar ou tossir; evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca; higienize (lavar) as mãos após tossir ou espirrar; evite aglomerações; não divida objetos de uso pessoal, como toalhas de banho, talheres e copos; evite tocar superfícies do tipo maçanetas, interruptores de luz, chave, caneta, torneira, entre outros; descarte luvas ou outros equipamentos de proteção individual contaminados ou tocados por mãos contaminadas; e não circule dentro de hospital usando os equipamentos de proteção individual, que devem ser imediatamente removidos e descartados após a saída do quarto, enfermaria ou área de isolamento.
  • 33.  POSSO PEGAR A GRIPE A ATRAVÉS DO CONSUMO DE CARNE DE PORCO. Mito. É verdade que o ciclo de vida do vírus H1N1 passa pelo porco, mas ele só é transmitido entre as pessoas através da saliva, espirro e contato com secreções do paciente doente, da mesma forma que ocorre com a gripe comum.
  • 34.  PESSOAS GRIPADAS PODEM TOMAR A VACINA. Verdade. Pessoas gripadas, mas sem febre, podem tomar a vacina da gripe que protege contra o vírus do H1N1. Esta vacina está contraindicada apenas para bebês com menos de 6 meses de vida, pessoas com febre, com doença neurológica ou que tenham alergia ao ovo ou às substâncias timerosal, presente no Merthiolate, e à neomicina.
  • 35.  A VACINA CONTRA A GRIPE A PODE CAUSAR MORTE. Mito. Essa teoria surgiu devido à presença de duas substâncias na vacina, o mercúrio e o óleo de esqualeno. No entanto, a verdade é que o mercúrio utilizado é o etilmercúrio, que é um conservante que também faz parte de outras vacinas como a da difteria e do tétano. Já o óleo esqualeno é uma substância que está presente no nosso organismo naturalmente, e que é usada na vacina para aumentar a sua eficácia.
  • 36.  MULHERES GRÁVIDAS E QUE AMAMENTAM PODEM TOMAR A VACINA. Verdade. Mulheres que estão grávidas ou que amamentam podem tomar a vacina normalmente, independente da idade gestacional. No entanto, a aplicação da vacina só deve ser feita após obter a autorização do obstetra.
  • 37.  OS EFEITOS COLATERAIS DA VACINA SÃO MUITO FORTES. Mito. A maior parte das pessoas não sentem qualquer efeito colateral após tomar a vacina, mas quando eles aparecem costumam durar apenas cerca de 2 dias, e os sintomas mais comuns incluem dor no local da aplicação, febre baixa e mal estar geral.
  • 38.  O VÍRUS USADO NA VACINA ESTÁ MORTO, E POR ISSO ELA NÃO CAUSA A GRIPE A. Verdade. Os vírus utilizados para produzir a vacina contra a gripe A são vírus inativados, que não causam doença pois estão mortos e divididos em pedaços. Assim, não é possível ficar doente com a gripe A depois de fazer a vacinação.
  • 39.  ESSA VACINA SÓ PODE SER TOMADA ATÉ UMA CERTA IDADE. Mito. Esta vacina é recomendada para todas as idades, porém quanto quanto mais cedo for tomada melhor. Por isso, a partir dos 6 meses de idade ela é recomendada para todas as crianças, para que eles fiquem bem protegidas.
  • 40.  A VACINA PODE SER TOMADA NO SUS. Verdade. Na rede púbica de saúde a vacina contra a gripe apenas está disponível mas apenas para uma parte da população chamada os “grupos de risco”. Esses grupos de risco incluem crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos, gestantes, idosos, doentes crônicos, mulheres no período pós parto, indígenas, funcionários e população carcerária.
  • 41.  PELA REDE PARTICULAR TOMAR A VACINA É CARA. Verdade. Na rede particular essa vacina pode custar até 200 reais, porém nesse caso está disponível para qualquer pessoa com possibilidade para a comprar.
  • 42.  USAR ERVA-DOCE AO INVÉS DO REMÉDIO TAMIFLU FUNCIONA PARA COMBATER A GRIPE. Mito. Esse mito surgiu porque a erva-doce também possui o composto anis estrelado, que é usado para fabricar o remédio Tamiflu. No entanto, o anis usado no Tamiflu é retirado de uma planta originária da China, não sendo igual ao da erva-doce encontrada no Brasil e por isso o remédio não deve ser substituído. Porém, se está com gripe A pode tomar chá de erva- doce sempre que necessário, pois tem uma ação expectorante, tônica e calmante. Veja deve ser feito o tratamento da gripe suína para evitar pneumonia.

Notas do Editor

  1. Este subtipo deu origem, por mutação, a várias estirpes, incluindo a da gripe espanhola (atualmente extinta), estirpes moderadas de gripe humana, estirpes endémicas de gripe suína e várias estirpes encontradas em aves.
  2. Nº de óbitos confirmados de H1N1, por faixa etária e gênero