Atualização calendário criança 2012 e 2013

87.407 visualizações

Publicada em

No primeiro ano de vida, as crianças recebem vacinas que previnem contra as principais doenças da infância como Sarampo, rubéola, difteria, coqueluche, hepatite B, rotavírus, poliomielite e alguns tipos de pneumonias e meningites

Publicada em: Saúde e medicina
14 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
87.407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.017
Comentários
14
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atualização calendário criança 2012 e 2013

  1. 1. Atualização do Calendário Básico deVacinação da Criança em 2012 e 2013 Jarbas Barbosa da Silva Junior Secretário de Vigilância em Saúde
  2. 2. Calendário de Vacinação da Criança No primeiro ano de vida, as crianças recebem vacinas queprevinem contra as principais doenças da infância comoSarampo, rubéola, difteria, coqueluche, hepatiteB, rotavírus, poliomielite e alguns tipos de pneumonias emeningites.Quase todas injetáveis.
  3. 3. Vacinas Combinadas Desenvolvidas para diminuir o número de injeções aplicadas emum mesmo momento Única apresentação Benefícios: o Facilidade de administração o Redução da dor e do medo nas crianças o Diminuição do número de idas aos serviços e saúde
  4. 4. Vacinas Combinadas Contribui para alcançar altas coberturas vacinais Reduz custos dos imunobiológicos e da logística operacional(armazenamento, transporte, seringas e agulhas) PNI vem adotando esta estratégia: o Vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e cachumba), em 2002 o Tetravalente (difteria, tétano, coqueluche e Haemophilus influenza tipo B), em 2003.
  5. 5. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 Inclusão da vacina pentavalente (difteria, tétano, coqueluche,Haemophilus influenza tipo b e hepatite B), a partir de agosto.Produzida em parceria Bio-Manguinhos/Fiocruz e InstitutoButantan.
  6. 6. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012Economia inicial de R$ 700 mil por ano.Redução no custo de operacionalização (transporte,armazenamento, seringas e agulhas). Serão adquiridas 8.800.000 doses, ao custo de R$ 91.080.000,00.Esquema vacinal: 1 dose aos 2, 4 e 6 meses de idade. Doisreforços com vacina DTP (12 meses de idade e entre 4 e 6 anos).Recém-nascidos continuam a receber a primeira dose de vacinahepatite B nas primeiras 12 horas de vida.
  7. 7. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 Em quatro anos serão incluídas as vacinas poliomielite inativadae meningite C conjugada na vacina pentavalente, transformando-sena vacina heptavalente. No desenvolvimento da heptavalente haverá a parceria: o Bio-Manguinhos/Fiocruz o Instituto Butantan o Fundação Ezequiel Dias – Funed o Transferência tecnológica da Sanofi
  8. 8. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 A vacina inativada poliomielite - VIP será introduzida nocalendário básico de vacinação da criança a partir de agostopreparando para a heptavalenteEsquema duplo: Vacina Oral Poliomielite + Vacina InativadaPoliomieliteSituação epidemiológica no mundo
  9. 9. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 Será adotado esquema vacinal sequencial de quatro doses Idade Vacina2 meses Vacina inativada poliomielite – VIP4 meses VIP6 meses Vacina oral poliomielite (atenuada) – VOP15 meses VOP
  10. 10. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 Serão adquiridas 8 milhões de doses a um custo de R$40.000.000,00 Para formação de estoque estratégico, em dezembro de 2011,foram adquiridas 3 milhões de doses ao custo deR$ 15.000.000,00
  11. 11. Campanhas de VacinaçãoPrimeira etapa da Campanha (16 de junho)  Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite, com a VOP, para todas as crianças de zero a menores de 5 anos.Segunda etapa da Campanha (18 a 24 de agosto)  Campanha Nacional de Multivacinação - atualização do esquema vacinal das crianças de zero a menores de 5 anos,
  12. 12. Importância da Manutenção da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite O país não registra casos da doença há 22 anos. Em 1994, o Brasil recebeu o Certificado da Erradicação daTransmissão Autóctone do Poliovírus Selvagem. 24 países registram casos da doença e quatro deles sãoendêmicos: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.A manutenção da campanha ainda é necessária para aumentar aproteção contra a reintrodução da doença no país.
  13. 13. Perspectivas para os próximos 3 anos Foram realizados estudos de custo-efetividade para as vacinasHepatite A, Varicela e HPV O Ministério da Saúde está avaliando: o Impacto epidemiológico oFactibilidade orçamentária o Acordos de transferência de tecnologia oImpacto operacional (rede de frio, transporte, armazenamento e capacitação de RH)
  14. 14. OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!

×