SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Atualização do Calendário Básico de
Vacinação da Criança em 2012 e 2013



        Jarbas Barbosa da Silva Junior
       Secretário de Vigilância em Saúde
Calendário de Vacinação da Criança


 No primeiro ano de vida, as crianças recebem vacinas que
previnem contra as principais doenças da infância como
Sarampo, rubéola, difteria, coqueluche, hepatite
B, rotavírus, poliomielite e alguns tipos de pneumonias e
meningites.
Quase todas injetáveis.
Vacinas Combinadas


 Desenvolvidas para diminuir o número de injeções aplicadas em
um mesmo momento

 Única apresentação

 Benefícios:
  o Facilidade de administração
  o Redução da dor e do medo nas crianças
  o Diminuição do número de idas aos serviços e saúde
Vacinas Combinadas

 Contribui para alcançar altas coberturas vacinais

 Reduz custos dos imunobiológicos e da logística operacional
(armazenamento, transporte, seringas e agulhas)

 PNI vem adotando esta estratégia:

   o Vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e cachumba), em 2002

   o Tetravalente (difteria, tétano, coqueluche e Haemophilus
   influenza tipo B), em 2003.
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012


 Inclusão da vacina pentavalente (difteria, tétano, coqueluche,
Haemophilus influenza tipo b e hepatite B), a partir de agosto.

Produzida em parceria Bio-Manguinhos/Fiocruz e Instituto
Butantan.
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012

Economia inicial de R$ 700 mil por ano.

Redução no custo de operacionalização (transporte,
armazenamento, seringas e agulhas).

 Serão adquiridas 8.800.000 doses, ao custo de R$ 91.080.000,00.

Esquema vacinal: 1 dose aos 2, 4 e 6 meses de idade. Dois
reforços com vacina DTP (12 meses de idade e entre 4 e 6 anos).
Recém-nascidos continuam a receber a primeira dose de vacina
hepatite B nas primeiras 12 horas de vida.
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012


 Em quatro anos serão incluídas as vacinas poliomielite inativada
e meningite C conjugada na vacina pentavalente, transformando-se
na vacina heptavalente.

 No desenvolvimento da heptavalente haverá a parceria:
   o Bio-Manguinhos/Fiocruz
   o Instituto Butantan
   o Fundação Ezequiel Dias – Funed
   o Transferência tecnológica da Sanofi
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012


 A vacina inativada poliomielite - VIP será introduzida no
calendário básico de vacinação da criança a partir de agosto
preparando para a heptavalente
Esquema duplo: Vacina Oral Poliomielite + Vacina Inativada
Poliomielite
Situação epidemiológica no mundo
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012


 Será adotado esquema vacinal sequencial de quatro doses



     Idade                         Vacina
2 meses              Vacina inativada poliomielite – VIP
4 meses                              VIP
6 meses           Vacina oral poliomielite (atenuada) – VOP
15 meses                            VOP
Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012


 Serão adquiridas 8 milhões de doses a um custo de R$
40.000.000,00

 Para formação de estoque estratégico, em dezembro de 2011,
foram adquiridas 3 milhões de doses ao custo de
R$ 15.000.000,00
Campanhas de Vacinação

Primeira etapa da Campanha (16 de junho)
    Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite, com
     a VOP, para todas as crianças de zero a menores de 5 anos.


Segunda etapa da Campanha (18 a 24 de agosto)
    Campanha Nacional de Multivacinação - atualização do
     esquema vacinal das crianças de zero a menores de 5 anos,
Importância da Manutenção da Campanha Nacional
          de Vacinação Contra a Poliomielite
 O país não registra casos da doença há 22 anos.

 Em 1994, o Brasil recebeu o Certificado da Erradicação da
Transmissão Autóctone do Poliovírus Selvagem.

 24 países registram casos da doença e quatro deles são
endêmicos: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.

A manutenção da campanha ainda é necessária para aumentar a
proteção contra a reintrodução da doença no país.
Perspectivas para os próximos 3 anos


 Foram realizados estudos de custo-efetividade para as vacinas
Hepatite A, Varicela e HPV

 O Ministério da Saúde está avaliando:

   o Impacto epidemiológico
   oFactibilidade orçamentária
   o Acordos de transferência de tecnologia
   oImpacto operacional (rede de frio, transporte,
   armazenamento e capacitação de RH)
OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnicas de Bandagem - Socorro de Urgência
Tecnicas de Bandagem - Socorro de UrgênciaTecnicas de Bandagem - Socorro de Urgência
Tecnicas de Bandagem - Socorro de UrgênciaGizele Lopes
 
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPA
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPAProtocolo Intubação Sequência Rápida HCPA
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPAfabianonagel
 
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...Cínthia Lima
 
Exame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoçoExame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoçoMoisés Barbosa
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadahospital
 
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"Oficina 4 - "Primeiros Socorros"
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"JOFARUFPR
 
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no Brasil
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no BrasilSituação epidemiológica das doenças transmissíveis no Brasil
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no BrasilKarynne Alves do Nascimento
 
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortanteTersio Gorrasi
 
Anotacoes de enfermagem_em_curativos
Anotacoes de enfermagem_em_curativosAnotacoes de enfermagem_em_curativos
Anotacoes de enfermagem_em_curativosHeberth Macedo
 
4ª e 5ª aula imobiização
4ª e 5ª aula   imobiização4ª e 5ª aula   imobiização
4ª e 5ª aula imobiizaçãoProf Silvio Rosa
 
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSO
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSOPRIMEIROS SOCORROS PROCURSO
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSOKaymir Freitas
 
Admissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidadeAdmissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidadeISCISA
 
Aula de feridas e curativos - Completa
Aula de feridas e curativos -  CompletaAula de feridas e curativos -  Completa
Aula de feridas e curativos - CompletaSMS - Petrópolis
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeWheverton Teixeira
 

Mais procurados (20)

Tecnicas de Bandagem - Socorro de Urgência
Tecnicas de Bandagem - Socorro de UrgênciaTecnicas de Bandagem - Socorro de Urgência
Tecnicas de Bandagem - Socorro de Urgência
 
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPA
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPAProtocolo Intubação Sequência Rápida HCPA
Protocolo Intubação Sequência Rápida HCPA
 
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PARA PROCEDIMENTOS REALIZADOS NAS UNIDADES BÁ...
 
Exame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoçoExame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoço
 
Banho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizadaBanho de leito.atualizada
Banho de leito.atualizada
 
Medicação em pediatria
Medicação em pediatriaMedicação em pediatria
Medicação em pediatria
 
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"Oficina 4 - "Primeiros Socorros"
Oficina 4 - "Primeiros Socorros"
 
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no Brasil
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no BrasilSituação epidemiológica das doenças transmissíveis no Brasil
Situação epidemiológica das doenças transmissíveis no Brasil
 
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
Fluxograma de acidentes com material  perfuro  cortanteFluxograma de acidentes com material  perfuro  cortante
Fluxograma de acidentes com material perfuro cortante
 
Risco operatóro
Risco operatóroRisco operatóro
Risco operatóro
 
Anotacoes de enfermagem_em_curativos
Anotacoes de enfermagem_em_curativosAnotacoes de enfermagem_em_curativos
Anotacoes de enfermagem_em_curativos
 
Transporte de pacientes
Transporte de pacientesTransporte de pacientes
Transporte de pacientes
 
4ª e 5ª aula imobiização
4ª e 5ª aula   imobiização4ª e 5ª aula   imobiização
4ª e 5ª aula imobiização
 
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSO
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSOPRIMEIROS SOCORROS PROCURSO
PRIMEIROS SOCORROS PROCURSO
 
Admissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidadeAdmissão do paciente na unidade
Admissão do paciente na unidade
 
Infecção hospitalar
Infecção hospitalarInfecção hospitalar
Infecção hospitalar
 
Aula de feridas e curativos - Completa
Aula de feridas e curativos -  CompletaAula de feridas e curativos -  Completa
Aula de feridas e curativos - Completa
 
Adm med via intramuscular
Adm med via intramuscularAdm med via intramuscular
Adm med via intramuscular
 
Coluna cervical
Coluna cervicalColuna cervical
Coluna cervical
 
Biossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúdeBiossegurança nas ações de saúde
Biossegurança nas ações de saúde
 

Destaque

Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014Ministério da Saúde
 
Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013Ismael Costa
 
Apresentação Calendário Vacinal 2016
Apresentação Calendário Vacinal 2016Apresentação Calendário Vacinal 2016
Apresentação Calendário Vacinal 2016imunizacao
 
Técnicas de administração de vacinas 2016
Técnicas de administração de vacinas 2016Técnicas de administração de vacinas 2016
Técnicas de administração de vacinas 2016imunizacao
 
Coqueluche: situação vacinal
Coqueluche: situação vacinalCoqueluche: situação vacinal
Coqueluche: situação vacinalDouglas Tedesco
 
Programa de imunização
Programa de imunizaçãoPrograma de imunização
Programa de imunizaçãoLucas Matos
 
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013Rural Pecuária
 
Campanha Influenza em Paracuru.
Campanha Influenza em Paracuru.Campanha Influenza em Paracuru.
Campanha Influenza em Paracuru.Alinebrauna Brauna
 
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenza
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenzaBalanço da campanha e ações para enfrentamento da influenza
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenzaMinistério da Saúde
 
Calendario vacinacao adolescente
Calendario  vacinacao  adolescenteCalendario  vacinacao  adolescente
Calendario vacinacao adolescenteAlinebrauna Brauna
 
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Calendário básico de vacinação da criança
Calendário básico de vacinação da criançaCalendário básico de vacinação da criança
Calendário básico de vacinação da criançaTati Garros
 
Calendário vacinal atualizado
Calendário vacinal atualizadoCalendário vacinal atualizado
Calendário vacinal atualizadoAndré Fidelis
 

Destaque (20)

Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014
 
Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013
 
Apresentação Calendário Vacinal 2016
Apresentação Calendário Vacinal 2016Apresentação Calendário Vacinal 2016
Apresentação Calendário Vacinal 2016
 
Técnicas de administração de vacinas 2016
Técnicas de administração de vacinas 2016Técnicas de administração de vacinas 2016
Técnicas de administração de vacinas 2016
 
Coqueluche: situação vacinal
Coqueluche: situação vacinalCoqueluche: situação vacinal
Coqueluche: situação vacinal
 
Vacinas
VacinasVacinas
Vacinas
 
Vacinas
VacinasVacinas
Vacinas
 
Programa de imunização
Programa de imunizaçãoPrograma de imunização
Programa de imunização
 
Trabalho vacinas
Trabalho vacinas Trabalho vacinas
Trabalho vacinas
 
Vacinas - o que são?
Vacinas - o que são?Vacinas - o que são?
Vacinas - o que são?
 
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013
Calendário de vacinação contra Febre Aftosa 2013
 
Campanha Influenza em Paracuru.
Campanha Influenza em Paracuru.Campanha Influenza em Paracuru.
Campanha Influenza em Paracuru.
 
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenza
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenzaBalanço da campanha e ações para enfrentamento da influenza
Balanço da campanha e ações para enfrentamento da influenza
 
Informe campanha influenza_2011
Informe campanha influenza_2011Informe campanha influenza_2011
Informe campanha influenza_2011
 
Plano Estadual de Enfrentamento a SR e SRAG, com ênfase na Influenza
Plano Estadual de Enfrentamento a SR e SRAG, com ênfase na InfluenzaPlano Estadual de Enfrentamento a SR e SRAG, com ênfase na Influenza
Plano Estadual de Enfrentamento a SR e SRAG, com ênfase na Influenza
 
Calendario vacinacao adolescente
Calendario  vacinacao  adolescenteCalendario  vacinacao  adolescente
Calendario vacinacao adolescente
 
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
 
Gripe A
Gripe AGripe A
Gripe A
 
Calendário básico de vacinação da criança
Calendário básico de vacinação da criançaCalendário básico de vacinação da criança
Calendário básico de vacinação da criança
 
Calendário vacinal atualizado
Calendário vacinal atualizadoCalendário vacinal atualizado
Calendário vacinal atualizado
 

Semelhante a Atualização calendário criança 2012 e 2013

Apresentacão multivacinação
Apresentacão multivacinaçãoApresentacão multivacinação
Apresentacão multivacinaçãoalinesousa2013
 
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdf
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdfWebpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdf
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdfadauto18
 
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptx
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptxWebpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptx
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptxShesterDamaceno1
 
Apresentação Campanha de Multivacinação
Apresentação Campanha de MultivacinaçãoApresentação Campanha de Multivacinação
Apresentação Campanha de MultivacinaçãoMinistério da Saúde
 
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinha
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinhaApresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinha
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinhaMinistério da Saúde
 
vacinacao-pdf.pdf
vacinacao-pdf.pdfvacinacao-pdf.pdf
vacinacao-pdf.pdfAnieliBia1
 
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014Érika Souza
 
Vacina hepatite a informe técnico
Vacina hepatite a   informe técnicoVacina hepatite a   informe técnico
Vacina hepatite a informe técnicoJosé Ripardo
 
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etáriasVACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etáriasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Poliomielite terá também vacina injetável
Poliomielite terá também vacina injetávelPoliomielite terá também vacina injetável
Poliomielite terá também vacina injetávelMinistério da Saúde
 
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13Ministério da Saúde
 
Guia Prático HPV - perguntas e respostas
Guia Prático HPV - perguntas e respostasGuia Prático HPV - perguntas e respostas
Guia Prático HPV - perguntas e respostasClaudia Elisabete Silva
 
Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação Ministério da Saúde
 
Vacinação.pptx
Vacinação.pptxVacinação.pptx
Vacinação.pptxrobekelly
 
Guia vacinacao hpv
Guia vacinacao hpvGuia vacinacao hpv
Guia vacinacao hpvDenis Marcos
 

Semelhante a Atualização calendário criança 2012 e 2013 (20)

Apresentacão multivacinação
Apresentacão multivacinaçãoApresentacão multivacinação
Apresentacão multivacinação
 
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdf
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdfWebpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdf
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pdf
 
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptx
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptxWebpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptx
Webpalestra_VacinaçãoAtençãoPrimária.pptx
 
Campanha poliomielite 2013_sc
Campanha poliomielite 2013_scCampanha poliomielite 2013_sc
Campanha poliomielite 2013_sc
 
Apresentação Campanha de Multivacinação
Apresentação Campanha de MultivacinaçãoApresentação Campanha de Multivacinação
Apresentação Campanha de Multivacinação
 
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinha
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinhaApresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinha
Apresentação - Campanha Nacional de Multivacinação #zegotinha
 
Informe tecnico vacina_pentavalente
Informe tecnico vacina_pentavalenteInforme tecnico vacina_pentavalente
Informe tecnico vacina_pentavalente
 
vacinacao-pdf.pdf
vacinacao-pdf.pdfvacinacao-pdf.pdf
vacinacao-pdf.pdf
 
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014
Jornal Ação municipal. Dezembro de 2014
 
Vacina hepatite a informe técnico
Vacina hepatite a   informe técnicoVacina hepatite a   informe técnico
Vacina hepatite a informe técnico
 
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etáriasVACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
VACINAS do Ministério da Saúde - SUS 2017: ampliação em todas as faixas etárias
 
Poliomielite terá também vacina injetável
Poliomielite terá também vacina injetávelPoliomielite terá também vacina injetável
Poliomielite terá também vacina injetável
 
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13
Pólio: 2 ª etapa de vacinação começa dia 13
 
Guia Prático HPV - perguntas e respostas
Guia Prático HPV - perguntas e respostasGuia Prático HPV - perguntas e respostas
Guia Prático HPV - perguntas e respostas
 
Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação
 
Guia de vacinas 2013
Guia de vacinas 2013Guia de vacinas 2013
Guia de vacinas 2013
 
Imunização infantil
Imunização infantil Imunização infantil
Imunização infantil
 
Vacinação.pptx
Vacinação.pptxVacinação.pptx
Vacinação.pptx
 
Guia vacinacao hpv
Guia vacinacao hpvGuia vacinacao hpv
Guia vacinacao hpv
 
Introducao ao PAV
Introducao ao PAVIntroducao ao PAV
Introducao ao PAV
 

Mais de Ministério da Saúde

Microcefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMicrocefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMinistério da Saúde
 
Carta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVCarta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVMinistério da Saúde
 
Política de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasPolítica de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasMinistério da Saúde
 
Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Ministério da Saúde
 
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Ministério da Saúde
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoMinistério da Saúde
 
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoHepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoMinistério da Saúde
 
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaBrasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaMinistério da Saúde
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Ministério da Saúde
 
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesColetiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesMinistério da Saúde
 
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Ministério da Saúde
 
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Ministério da Saúde
 
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosColetiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosMinistério da Saúde
 
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Ministério da Saúde
 
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalCampanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalMinistério da Saúde
 
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Ministério da Saúde
 
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Ministério da Saúde
 
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasLista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasMinistério da Saúde
 

Mais de Ministério da Saúde (20)

Microcefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMicrocefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e Respostas
 
Novo tratamento para hepatite C
Novo tratamento para hepatite CNovo tratamento para hepatite C
Novo tratamento para hepatite C
 
Carta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVCarta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPV
 
Política de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasPolítica de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos Internautas
 
Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua
 
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
 
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoHepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
 
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaBrasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
 
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesColetiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
 
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
 
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
 
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosColetiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
 
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
 
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalCampanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
 
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
 
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
 
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasLista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
 

Atualização calendário criança 2012 e 2013

  • 1. Atualização do Calendário Básico de Vacinação da Criança em 2012 e 2013 Jarbas Barbosa da Silva Junior Secretário de Vigilância em Saúde
  • 2. Calendário de Vacinação da Criança  No primeiro ano de vida, as crianças recebem vacinas que previnem contra as principais doenças da infância como Sarampo, rubéola, difteria, coqueluche, hepatite B, rotavírus, poliomielite e alguns tipos de pneumonias e meningites. Quase todas injetáveis.
  • 3. Vacinas Combinadas  Desenvolvidas para diminuir o número de injeções aplicadas em um mesmo momento  Única apresentação  Benefícios: o Facilidade de administração o Redução da dor e do medo nas crianças o Diminuição do número de idas aos serviços e saúde
  • 4. Vacinas Combinadas  Contribui para alcançar altas coberturas vacinais  Reduz custos dos imunobiológicos e da logística operacional (armazenamento, transporte, seringas e agulhas)  PNI vem adotando esta estratégia: o Vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e cachumba), em 2002 o Tetravalente (difteria, tétano, coqueluche e Haemophilus influenza tipo B), em 2003.
  • 5. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012  Inclusão da vacina pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenza tipo b e hepatite B), a partir de agosto. Produzida em parceria Bio-Manguinhos/Fiocruz e Instituto Butantan.
  • 6. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012 Economia inicial de R$ 700 mil por ano. Redução no custo de operacionalização (transporte, armazenamento, seringas e agulhas).  Serão adquiridas 8.800.000 doses, ao custo de R$ 91.080.000,00. Esquema vacinal: 1 dose aos 2, 4 e 6 meses de idade. Dois reforços com vacina DTP (12 meses de idade e entre 4 e 6 anos). Recém-nascidos continuam a receber a primeira dose de vacina hepatite B nas primeiras 12 horas de vida.
  • 7. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012  Em quatro anos serão incluídas as vacinas poliomielite inativada e meningite C conjugada na vacina pentavalente, transformando-se na vacina heptavalente.  No desenvolvimento da heptavalente haverá a parceria: o Bio-Manguinhos/Fiocruz o Instituto Butantan o Fundação Ezequiel Dias – Funed o Transferência tecnológica da Sanofi
  • 8. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012  A vacina inativada poliomielite - VIP será introduzida no calendário básico de vacinação da criança a partir de agosto preparando para a heptavalente Esquema duplo: Vacina Oral Poliomielite + Vacina Inativada Poliomielite Situação epidemiológica no mundo
  • 9. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012  Será adotado esquema vacinal sequencial de quatro doses Idade Vacina 2 meses Vacina inativada poliomielite – VIP 4 meses VIP 6 meses Vacina oral poliomielite (atenuada) – VOP 15 meses VOP
  • 10. Calendário Básico de Vacinação da Criança - 2012  Serão adquiridas 8 milhões de doses a um custo de R$ 40.000.000,00  Para formação de estoque estratégico, em dezembro de 2011, foram adquiridas 3 milhões de doses ao custo de R$ 15.000.000,00
  • 11. Campanhas de Vacinação Primeira etapa da Campanha (16 de junho)  Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite, com a VOP, para todas as crianças de zero a menores de 5 anos. Segunda etapa da Campanha (18 a 24 de agosto)  Campanha Nacional de Multivacinação - atualização do esquema vacinal das crianças de zero a menores de 5 anos,
  • 12. Importância da Manutenção da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite  O país não registra casos da doença há 22 anos.  Em 1994, o Brasil recebeu o Certificado da Erradicação da Transmissão Autóctone do Poliovírus Selvagem.  24 países registram casos da doença e quatro deles são endêmicos: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão. A manutenção da campanha ainda é necessária para aumentar a proteção contra a reintrodução da doença no país.
  • 13. Perspectivas para os próximos 3 anos  Foram realizados estudos de custo-efetividade para as vacinas Hepatite A, Varicela e HPV  O Ministério da Saúde está avaliando: o Impacto epidemiológico oFactibilidade orçamentária o Acordos de transferência de tecnologia oImpacto operacional (rede de frio, transporte, armazenamento e capacitação de RH)