Citologia e membrana celular

17.385 visualizações

Publicada em

Citologia e membrana celular

  1. 1. CITOLOGIA OUBIOLOGIA CELULAR ESTUDO DAS CÉLULAS As células são as unidades funcionais e estruturais básicas dos seres vivos!Unidade 4 – pág 31
  2. 2. INTRODUÇÃO À CITOLOGIA• Citologia (do grego kytos = célula e logos = estudo): ramo da biologia que estuda as células.• Célula: “É a unidade morfológica e funcional dos seres vivos”.• Histórico: – Robert Hooke (1665) fez a primeira observação da célula utilizando um fragmento de cortiça. – Mathias Schleiden e Theodor Schwann (1839) afirmaram que todos os seres vivos são formados de células.
  3. 3. AO NÚMERO DE CÉLULAS:• Seres acelulares: não têm organização celular. Ex: vírus.
  4. 4. Sua organização estrutural basea-se numa única célula.Ex: bactérias, algas azuis, protozoários, microalgas, leveduras.
  5. 5. • Seres pluricelulares ou multicelulares: têm sua organização estrutural baseada em varias células. Ex: cogumelo, plantas e animais.
  6. 6. • Células procarióticas: Não apresenta núcleo organizado, apenas uma área nuclear chamada nucleóide. O material hereditário encontra-se difuso no citoplasma devido à ausência da membrana nuclear (carioteca). Ex: Bactéria e Cianobactérias.• Células eucarióticas: são aquelas que possuem um núcleo organizado.• Ex; Protozoários, Fungos, Plantas e Animais.
  7. 7. Tipos de célulasCélulas procarióticas Células eucarióticas
  8. 8. Célula vegetal eucariótica
  9. 9. Os 5 grandes Reinos dos seres vivos e Pluricelulares
  10. 10. Estruturas das células• Basicamente uma célula é formada por três partes básicas: – Membrana: “capa” que envolve a célula; – Citoplasma: região entre a membrana e o núcleo; – Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
  11. 11. A Membrana Plasmática – Unidade 5• É uma “capa” dupla que envolve e protege todo o interior da célula.• Permeabilidade Seletiva: capacidade de selecionar as substâncias que entram e saem da célula.
  12. 12. MEMBRANA PLASMÁTICA • Estrutura: Mosaico Fluido (Moléculas de Proteínas em camada fluída de lipídios). Camada Glicocálix lipídicaHidrofílicaHidrofóbica Camada Proteína lipídica globular
  13. 13. Fosfolipídio
  14. 14. Características ImportantesUma das extremidades é hidrofílica (polar) eportanto solúvel em meio aquoso ;A outra é hidrofóbica (apolar), consequentementeinsolúvel em meio aquoso mas com afinidade paraoutros lipídios;Entre os lipídios mais frequentes nas membranascelulares, distinguem-se os fosfolipídios.
  15. 15. MOSAICO FLUÍDO• Hidrofílica = afinidade à água• Hidrofóbica = rejeição à água• Proteínas mergulhadas = integrais• Proteínas aderentes a face = periféricas
  16. 16. • ESPECIALIZAÇÕES DA MEBRANA
  17. 17. GLICOCÁLIX CARBOIDRATOS + PROTEÍNAS• Reconhecimento celular (glicocálix)• Permeabilidade seletiva
  18. 18. 1-MICROVILOSIDADESSão projeções da membrana plasmática em forma de dedos.As microvilosidades ampliam a superfície da membrana plasmáticaaumentando sua eficiência para as trocas de substâncias com a cavidade ou omeio extracelular. Ex: Nutrientes
  19. 19. 2- DESMOSSOMOS• Uma das mais importantes junções celulares é o desmossomo (do grego desmos, ligação, e somatos, corpo). Um desmossomo pode ser comparado a um botão de pressão constituído por duas metades que se encaixam, estando uma metade localizada na membrana de uma das células e a outra na célula vizinha. ADERÊNCIA ENTRE AS CÉLULAS = REVESTIMENTO DO ORGANISMO
  20. 20. 3- Interdigitações: Aumento da superfície de contato• Também atuam na união entre as células dos tecidos de revestimento, garantindo maior proteção às partes externas e internas.
  21. 21. Transporte Através da Membrana• Soluções: íons+pequenas moléculas orgânicas (glicose, aminoácidos), dissolvidos em água.• Colóides: Macromoléculas Orgânicas ( Proteínas, polissacarídeos) dissolvidos na água. Obs: Aspecto mais gelatinoso.
  22. 22. Tipos de soluçõesHipertônica Hipotônica
  23. 23. Transporte Passivo Difusão Simples- Muitas substâncias penetram nas células ou delas saempor difusão passiva, o soluto penetra na célula quando suaconcentração é menor no interior celular do que no meioexterno, e sai da célula no caso contrário.- Neste processo não há consumo de energia.- Ocorre a favor do gradiente de concentração.- A passagem do soluto pode ocorrer tanto através dosporos como pela dupla camada lipídica.
  24. 24. DIFUSÃO SIMPLES
  25. 25. Transporte PassivoDifusão Facilitada - Algumas substâncias, como aglicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanhosuperior, o que impede a sua passagem através dos poros. Noentanto, estas substâncias passam através da matriz, portransporte passivo, contando, para isto, com o trabalho deproteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
  26. 26. DIFUSÃO FACILITADA
  27. 27. DIFUSÃO FACILITADA
  28. 28. Transporte PassivoOsmose - (osmos= empurrar) Duas soluções deconcentrações diferentes estão separadas por uma membranaque é permeável ao solvente e praticamente insolúvel aosoluto. Há, então, passagem do solvente de onde está emmaior quantidade (solução hipotônica) para onde está emmenor quantidade (solução hipertônica).
  29. 29. OsmoseA célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertônicos. A saídada água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição dovolume celular e, consequentemente, o afastamento da membranaplasmática relativamente à parede celular. Este fenômeno éconhecido por plasmólise. Plasmólise Deplasmólise Hipotônico Hipertônico
  30. 30. Osmose
  31. 31. Transporte Ativo•É a passagem de um soluto de um meiomenos concentrado, para um meio maisconcentrado ( contra o gradiente), que ocorrecom gasto de energia.
  32. 32. Transporte Ativo• Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá,quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), temque atravessar a membrana contra um gradiente deconcentração.•Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora dacélula, para o sódio e o potássio.•Na maioria das células dos organismos superiores aconcentração do sódio (Na+) é menor dentro da célulado que fora desta.•O potássio (K+), apresenta situação inversa, a suaconcentração é maior dentro da célula do que foradesta.
  33. 33. Transporte Ativo•Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio epotássio.•Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém taisdistribuições iônicas é de suma importância para atransmissão do impulso nervoso.
  34. 34. Transporte Ativo
  35. 35. Transporte Ativo
  36. 36. Transporte em massa: grandes moléculas a) ENDOCITOSE: Incorporação de moléculas maiores.b) EXOCITOSE: Eliminação de substâncias maiores.
  37. 37. Transporte em massa: grandes moléculasFagocitose - processo pelo qual a célula englobapartículas sólidas através de pseudópodes. A fagocitoseé um processo seletivo, de paramécios pelas amebas.Nos mamíferos, a fagocitose é feita por célulasespecializadas na defesa do organismo, como osmacrófagos.
  38. 38. Transporte em massaPinocitose - processo pelo qual a célula englobagotículas de líquido, formando vacúolos contendolíquido. Muitas células exibem esse fenômeno, como osmacrófagos e as dos capilares sanguíneos.
  39. 39. Exocitose

×