SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 41
Baixar para ler offline
CITOLOGIA
        OU
BIOLOGIA CELULAR
                          ESTUDO
                            DAS
                          CÉLULAS
        As células são as unidades funcionais e estruturais
                     básicas dos seres vivos!

Unidade 4 – pág 31
INTRODUÇÃO À CITOLOGIA

• Citologia (do grego kytos = célula e logos = estudo):
  ramo da biologia que estuda as células.

• Célula: “É a unidade morfológica e funcional dos seres
  vivos”.

• Histórico:
   – Robert Hooke (1665) fez a primeira observação da
     célula utilizando um fragmento de cortiça.
   – Mathias Schleiden e Theodor Schwann (1839)
     afirmaram que todos os seres vivos são formados de
     células.
AO NÚMERO DE CÉLULAS:
•   Seres acelulares: não têm organização
    celular. Ex: vírus.
Sua organização estrutural basea-se numa única célula.
Ex: bactérias, algas azuis, protozoários, microalgas, leveduras.
• Seres pluricelulares ou multicelulares: têm
  sua organização estrutural baseada em varias
  células. Ex: cogumelo, plantas e animais.
• Células procarióticas: Não apresenta núcleo
  organizado, apenas uma área nuclear chamada
  nucleóide. O material hereditário encontra-se
  difuso no citoplasma devido à ausência da
  membrana nuclear (carioteca).
  Ex: Bactéria e Cianobactérias.

• Células eucarióticas: são aquelas que possuem
  um núcleo organizado.
• Ex; Protozoários, Fungos, Plantas e Animais.
Tipos de células
Células procarióticas   Células eucarióticas
Célula vegetal eucariótica
Os 5 grandes Reinos dos seres vivos




                     e Pluricelulares
Estruturas das células
• Basicamente uma célula é formada por três partes
  básicas:
  – Membrana: “capa” que envolve a célula;
  – Citoplasma: região entre a membrana e o núcleo;
  – Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
A Membrana Plasmática – Unidade 5
• É uma “capa” dupla que envolve e protege todo
  o interior da célula.
• Permeabilidade Seletiva: capacidade de
  selecionar as substâncias que entram e saem
  da célula.
MEMBRANA PLASMÁTICA
 • Estrutura: Mosaico Fluido (Moléculas de Proteínas em
   camada fluída de lipídios).




  Camada                                           Glicocálix
  lipídica


Hidrofílica

Hidrofóbica
                            Camada     Proteína
                            lipídica   globular
Fosfolipídio
Características Importantes
Uma das extremidades é hidrofílica (polar) e
portanto solúvel em meio aquoso ;
A outra é hidrofóbica (apolar), consequentemente
insolúvel em meio aquoso mas com afinidade para
outros lipídios;
Entre os lipídios mais frequentes nas membranas
celulares, distinguem-se os fosfolipídios.
MOSAICO FLUÍDO

• Hidrofílica   = afinidade à água

• Hidrofóbica = rejeição à água

• Proteínas mergulhadas = integrais

• Proteínas aderentes a face = periféricas
• ESPECIALIZAÇÕES DA
      MEBRANA
GLICOCÁLIX
            CARBOIDRATOS + PROTEÍNAS


• Reconhecimento celular (glicocálix)




• Permeabilidade seletiva
1-MICROVILOSIDADES
São projeções da membrana plasmática em forma de dedos.
As microvilosidades ampliam a superfície da membrana plasmática
aumentando sua eficiência para as trocas de substâncias com a cavidade ou o
meio extracelular. Ex: Nutrientes
2- DESMOSSOMOS
•   Uma das mais importantes junções celulares é o desmossomo (do
    grego desmos, ligação, e somatos, corpo). Um desmossomo pode ser
    comparado a um botão de pressão constituído por duas metades que se
    encaixam, estando uma metade localizada na membrana de uma das
    células e a outra na célula vizinha.

                                             ADERÊNCIA ENTRE AS
                                           CÉLULAS = REVESTIMENTO
                                               DO ORGANISMO
3- Interdigitações:
        Aumento da superfície de contato
• Também atuam na união entre as células dos tecidos de
  revestimento, garantindo maior proteção às partes externas e
  internas.
Transporte Através da Membrana
• Soluções: íons+pequenas moléculas orgânicas (glicose,
  aminoácidos), dissolvidos em água.


• Colóides: Macromoléculas Orgânicas ( Proteínas, polissacarídeos)
  dissolvidos na água. Obs: Aspecto mais gelatinoso.
Tipos de soluções

Hipertônica
                            Hipotônica
Transporte Passivo
                    Difusão Simples
- Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem
por difusão passiva, o soluto penetra na célula quando sua
concentração é menor no interior celular do que no meio
externo, e sai da célula no caso contrário.
- Neste processo não há consumo de energia.
- Ocorre a favor do gradiente de concentração.
- A passagem do soluto pode ocorrer tanto através dos
poros como pela dupla camada lipídica.
DIFUSÃO SIMPLES
Transporte Passivo
Difusão Facilitada -         Algumas substâncias, como a
glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho
superior, o que impede a sua passagem através dos poros. No
entanto, estas substâncias passam através da matriz, por
transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de
proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
DIFUSÃO FACILITADA
DIFUSÃO FACILITADA
Transporte Passivo
Osmose        - (osmos= empurrar) Duas soluções de
concentrações diferentes estão separadas por uma membrana
que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao
soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em
maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em
menor quantidade (solução hipertônica).
Osmose
A célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertônicos. A saída
da água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição do
volume celular e, consequentemente, o afastamento da membrana
plasmática relativamente à parede celular. Este fenômeno é
conhecido por plasmólise.




                              Plasmólise
                             Deplasmólise




         Hipotônico                         Hipertônico
Osmose
Transporte Ativo

•É a passagem de um soluto de um meio
menos concentrado, para um meio mais
concentrado ( contra o gradiente), que ocorre
com gasto de energia.
Transporte Ativo
• Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá,
quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem
que atravessar a membrana contra um gradiente de
concentração.
•Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da
célula, para o sódio e o potássio.
•Na maioria das células dos organismos superiores a
concentração do sódio (Na+) é menor dentro da célula
do que fora desta.
•O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua
concentração é maior dentro da célula do que fora
desta.
Transporte Ativo
•Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e
potássio.
•Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais
distribuições iônicas é de suma importância para a
transmissão do impulso nervoso.
Transporte Ativo
Transporte Ativo
Transporte em massa: grandes
          moléculas

   a) ENDOCITOSE: Incorporação de moléculas
                   maiores.

b) EXOCITOSE: Eliminação de substâncias maiores.
Transporte em massa: grandes
           moléculas
Fagocitose - processo pelo qual a célula engloba
partículas sólidas através de pseudópodes. A fagocitose
é um processo seletivo, de paramécios pelas amebas.
Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células
especializadas na defesa do organismo, como os
macrófagos.
Transporte em massa
Pinocitose - processo pelo qual a célula engloba
gotículas de líquido, formando vacúolos contendo
líquido. Muitas células exibem esse fenômeno, como os
macrófagos e as dos capilares sanguíneos.
Exocitose

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Organelas Celulares I
Organelas Celulares IOrganelas Celulares I
Organelas Celulares I
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
 
Aula sobre histologia
Aula sobre   histologiaAula sobre   histologia
Aula sobre histologia
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
 
Célula eucariótica
Célula eucarióticaCélula eucariótica
Célula eucariótica
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Aula sistema imunologico
Aula sistema imunologicoAula sistema imunologico
Aula sistema imunologico
 
Bactérias e Vírus
Bactérias e VírusBactérias e Vírus
Bactérias e Vírus
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a química
 
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
Ácidos Nucléicos (DNA e RNA)
 
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º anoNíveis de organização - 2014 - 1º ano
Níveis de organização - 2014 - 1º ano
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Aula Introdução à Citologia
Aula Introdução à CitologiaAula Introdução à Citologia
Aula Introdução à Citologia
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
 
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano1   introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
1 introdução ao Estudo da Biologia 1º ano
 
Cadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentaresCadeia e teias alimentares
Cadeia e teias alimentares
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 

Destaque

Introdução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slidesIntrodução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slidesFabiano Reis
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia ejaFranciscaAto
 
A Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaA Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaCatir
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana PlasmáticaFabio Barbosa
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaLeonardo Alves
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmáticaCarlos Mohr
 
Citologia - Membrana plasmática
Citologia - Membrana plasmáticaCitologia - Membrana plasmática
Citologia - Membrana plasmáticaTales Junior
 
Citologia 2012.ppt 2
Citologia  2012.ppt 2Citologia  2012.ppt 2
Citologia 2012.ppt 2brandaobio
 
Célula eucariota, membrana y organelos
Célula eucariota, membrana y organelosCélula eucariota, membrana y organelos
Célula eucariota, membrana y organelosdelmaliceo3
 
Membrana Plasmatica
Membrana PlasmaticaMembrana Plasmatica
Membrana PlasmaticaBIOGERALDO
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As célulasRebeca Vale
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistemahugo dias
 
Organelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasOrganelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasletyap
 
Introdução à citologia
Introdução à citologiaIntrodução à citologia
Introdução à citologiaCaio Maximino
 

Destaque (20)

Introdução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slidesIntrodução ao estudo da citologia slides
Introdução ao estudo da citologia slides
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
 
A Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vidaA Célula - Unidade básica da vida
A Célula - Unidade básica da vida
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana Plasmática
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vida
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Citologia - Membrana plasmática
Citologia - Membrana plasmáticaCitologia - Membrana plasmática
Citologia - Membrana plasmática
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia 2012.ppt 2
Citologia  2012.ppt 2Citologia  2012.ppt 2
Citologia 2012.ppt 2
 
Célula eucariota, membrana y organelos
Célula eucariota, membrana y organelosCélula eucariota, membrana y organelos
Célula eucariota, membrana y organelos
 
Membrana Plasmatica
Membrana PlasmaticaMembrana Plasmatica
Membrana Plasmatica
 
A Célula
A CélulaA Célula
A Célula
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
Organelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticasOrganelas citoplasmaticas
Organelas citoplasmaticas
 
Introdução à citologia
Introdução à citologiaIntrodução à citologia
Introdução à citologia
 
A CéLula
A CéLulaA CéLula
A CéLula
 

Semelhante a Introdução à Citologia

A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)Moisés Manuel
 
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02Tatiana Faria
 
Aula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAmelia Tavares
 
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasTransportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasCésar Milani
 
Revisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celularRevisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celularRaphael Spessoto
 
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças Estruturais
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças EstruturaisCélulas Procariontes e Eucariontes: Diferenças Estruturais
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças EstruturaisMaelDIncio
 
Apostila de-biologia-41-56
Apostila de-biologia-41-56Apostila de-biologia-41-56
Apostila de-biologia-41-56Tiago Oliveira
 
(5) biologia e geologia 10º ano - obtenção de matéria
(5) biologia e geologia   10º ano - obtenção de matéria(5) biologia e geologia   10º ano - obtenção de matéria
(5) biologia e geologia 10º ano - obtenção de matériaHugo Martins
 
Citologia membrana,citoplasma e núcleo (com textos)
Citologia   membrana,citoplasma e núcleo (com textos)Citologia   membrana,citoplasma e núcleo (com textos)
Citologia membrana,citoplasma e núcleo (com textos)Ressurrei
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membranaCarlos Carvalho
 
Envoltórios da célula
Envoltórios da célulaEnvoltórios da célula
Envoltórios da célulaJoao Victor
 
Revestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membranaRevestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membranaCésar Milani
 
Citologia aula 01de lúzia
Citologia aula 01de lúziaCitologia aula 01de lúzia
Citologia aula 01de lúzialuziabiologa2010
 

Semelhante a Introdução à Citologia (20)

A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)
 
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
 
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
 
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02Aulacitologia 091108142823-phpapp02
Aulacitologia 091108142823-phpapp02
 
Aula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos eremAula citologia 1ºanos erem
Aula citologia 1ºanos erem
 
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticasTransportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas
 
Revisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celularRevisão - Biologia celular
Revisão - Biologia celular
 
Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)
 
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças Estruturais
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças EstruturaisCélulas Procariontes e Eucariontes: Diferenças Estruturais
Células Procariontes e Eucariontes: Diferenças Estruturais
 
Apostila de-biologia-41-56
Apostila de-biologia-41-56Apostila de-biologia-41-56
Apostila de-biologia-41-56
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Celula pdf
Celula pdfCelula pdf
Celula pdf
 
(5) biologia e geologia 10º ano - obtenção de matéria
(5) biologia e geologia   10º ano - obtenção de matéria(5) biologia e geologia   10º ano - obtenção de matéria
(5) biologia e geologia 10º ano - obtenção de matéria
 
Citologia membrana,citoplasma e núcleo (com textos)
Citologia   membrana,citoplasma e núcleo (com textos)Citologia   membrana,citoplasma e núcleo (com textos)
Citologia membrana,citoplasma e núcleo (com textos)
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
 
Envoltórios da célula
Envoltórios da célulaEnvoltórios da célula
Envoltórios da célula
 
Revestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membranaRevestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membrana
 
Citologia aula 01de lúzia
Citologia aula 01de lúziaCitologia aula 01de lúzia
Citologia aula 01de lúzia
 
10 biologia (2)
10 biologia (2)10 biologia (2)
10 biologia (2)
 
biologia geral
biologia geral biologia geral
biologia geral
 

Mais de César Milani

ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdfÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdfCésar Milani
 
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdfBIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdfCésar Milani
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfCésar Milani
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdfSISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdfCésar Milani
 
2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdfCésar Milani
 
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdfÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdfCésar Milani
 
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIACÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIACésar Milani
 
AULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃOAULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃOCésar Milani
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivoCésar Milani
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial César Milani
 
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentaçãoEmbriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentaçãoCésar Milani
 
Núcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínasNúcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínasCésar Milani
 
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOSPOLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOSCésar Milani
 
Roteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirãoRoteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirãoCésar Milani
 
Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6César Milani
 
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1César Milani
 

Mais de César Milani (20)

ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdfÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
 
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdfBIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdfSISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
 
2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf
 
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdfÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
 
ÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOSÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOS
 
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIACÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
 
AULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃOAULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃO
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial
 
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentaçãoEmbriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
Núcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínasNúcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínas
 
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOSPOLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
 
Roteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirãoRoteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirão
 
SISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSOSISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSO
 
Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1
ÁCIDOS NUCLEICOS-PARTE 1
 

Introdução à Citologia

  • 1. CITOLOGIA OU BIOLOGIA CELULAR ESTUDO DAS CÉLULAS As células são as unidades funcionais e estruturais básicas dos seres vivos! Unidade 4 – pág 31
  • 2. INTRODUÇÃO À CITOLOGIA • Citologia (do grego kytos = célula e logos = estudo): ramo da biologia que estuda as células. • Célula: “É a unidade morfológica e funcional dos seres vivos”. • Histórico: – Robert Hooke (1665) fez a primeira observação da célula utilizando um fragmento de cortiça. – Mathias Schleiden e Theodor Schwann (1839) afirmaram que todos os seres vivos são formados de células.
  • 3. AO NÚMERO DE CÉLULAS: • Seres acelulares: não têm organização celular. Ex: vírus.
  • 4. Sua organização estrutural basea-se numa única célula. Ex: bactérias, algas azuis, protozoários, microalgas, leveduras.
  • 5. • Seres pluricelulares ou multicelulares: têm sua organização estrutural baseada em varias células. Ex: cogumelo, plantas e animais.
  • 6. • Células procarióticas: Não apresenta núcleo organizado, apenas uma área nuclear chamada nucleóide. O material hereditário encontra-se difuso no citoplasma devido à ausência da membrana nuclear (carioteca). Ex: Bactéria e Cianobactérias. • Células eucarióticas: são aquelas que possuem um núcleo organizado. • Ex; Protozoários, Fungos, Plantas e Animais.
  • 7. Tipos de células Células procarióticas Células eucarióticas
  • 9. Os 5 grandes Reinos dos seres vivos e Pluricelulares
  • 10. Estruturas das células • Basicamente uma célula é formada por três partes básicas: – Membrana: “capa” que envolve a célula; – Citoplasma: região entre a membrana e o núcleo; – Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
  • 11. A Membrana Plasmática – Unidade 5 • É uma “capa” dupla que envolve e protege todo o interior da célula. • Permeabilidade Seletiva: capacidade de selecionar as substâncias que entram e saem da célula.
  • 12. MEMBRANA PLASMÁTICA • Estrutura: Mosaico Fluido (Moléculas de Proteínas em camada fluída de lipídios). Camada Glicocálix lipídica Hidrofílica Hidrofóbica Camada Proteína lipídica globular
  • 14. Características Importantes Uma das extremidades é hidrofílica (polar) e portanto solúvel em meio aquoso ; A outra é hidrofóbica (apolar), consequentemente insolúvel em meio aquoso mas com afinidade para outros lipídios; Entre os lipídios mais frequentes nas membranas celulares, distinguem-se os fosfolipídios.
  • 15. MOSAICO FLUÍDO • Hidrofílica = afinidade à água • Hidrofóbica = rejeição à água • Proteínas mergulhadas = integrais • Proteínas aderentes a face = periféricas
  • 17. GLICOCÁLIX CARBOIDRATOS + PROTEÍNAS • Reconhecimento celular (glicocálix) • Permeabilidade seletiva
  • 18. 1-MICROVILOSIDADES São projeções da membrana plasmática em forma de dedos. As microvilosidades ampliam a superfície da membrana plasmática aumentando sua eficiência para as trocas de substâncias com a cavidade ou o meio extracelular. Ex: Nutrientes
  • 19. 2- DESMOSSOMOS • Uma das mais importantes junções celulares é o desmossomo (do grego desmos, ligação, e somatos, corpo). Um desmossomo pode ser comparado a um botão de pressão constituído por duas metades que se encaixam, estando uma metade localizada na membrana de uma das células e a outra na célula vizinha. ADERÊNCIA ENTRE AS CÉLULAS = REVESTIMENTO DO ORGANISMO
  • 20. 3- Interdigitações: Aumento da superfície de contato • Também atuam na união entre as células dos tecidos de revestimento, garantindo maior proteção às partes externas e internas.
  • 21. Transporte Através da Membrana • Soluções: íons+pequenas moléculas orgânicas (glicose, aminoácidos), dissolvidos em água. • Colóides: Macromoléculas Orgânicas ( Proteínas, polissacarídeos) dissolvidos na água. Obs: Aspecto mais gelatinoso.
  • 23. Transporte Passivo Difusão Simples - Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem por difusão passiva, o soluto penetra na célula quando sua concentração é menor no interior celular do que no meio externo, e sai da célula no caso contrário. - Neste processo não há consumo de energia. - Ocorre a favor do gradiente de concentração. - A passagem do soluto pode ocorrer tanto através dos poros como pela dupla camada lipídica.
  • 25. Transporte Passivo Difusão Facilitada - Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior, o que impede a sua passagem através dos poros. No entanto, estas substâncias passam através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
  • 28. Transporte Passivo Osmose - (osmos= empurrar) Duas soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma membrana que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em menor quantidade (solução hipertônica).
  • 29. Osmose A célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertônicos. A saída da água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição do volume celular e, consequentemente, o afastamento da membrana plasmática relativamente à parede celular. Este fenômeno é conhecido por plasmólise. Plasmólise Deplasmólise Hipotônico Hipertônico
  • 31. Transporte Ativo •É a passagem de um soluto de um meio menos concentrado, para um meio mais concentrado ( contra o gradiente), que ocorre com gasto de energia.
  • 32. Transporte Ativo • Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. •Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da célula, para o sódio e o potássio. •Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é menor dentro da célula do que fora desta. •O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é maior dentro da célula do que fora desta.
  • 33. Transporte Ativo •Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e potássio. •Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais distribuições iônicas é de suma importância para a transmissão do impulso nervoso.
  • 34.
  • 37. Transporte em massa: grandes moléculas a) ENDOCITOSE: Incorporação de moléculas maiores. b) EXOCITOSE: Eliminação de substâncias maiores.
  • 38. Transporte em massa: grandes moléculas Fagocitose - processo pelo qual a célula engloba partículas sólidas através de pseudópodes. A fagocitose é um processo seletivo, de paramécios pelas amebas. Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células especializadas na defesa do organismo, como os macrófagos.
  • 39.
  • 40. Transporte em massa Pinocitose - processo pelo qual a célula engloba gotículas de líquido, formando vacúolos contendo líquido. Muitas células exibem esse fenômeno, como os macrófagos e as dos capilares sanguíneos.