SlideShare uma empresa Scribd logo
Transportes através da membrana –
                     4 A – AULA 7
• É uma “capa” dupla que envolve e protege todo
  o interior da célula.
• Permeabilidade Seletiva: capacidade de
  selecionar as substâncias que entram e saem
  da célula.
MEMBRANA PLASMÁTICA
 • Estrutura: Mosaico Fluido (Moléculas de Proteínas em
   camada fluída de lipídios).




  Camada                                           Glicocálix
  lipídica


Hidrofílica

Hidrofóbica
                            Camada     Proteína
                            lipídica   globular
Fosfolipídio
Transporte Através da Membrana
• Soluções: íons+pequenas moléculas orgânicas (glicose,
  aminoácidos), dissolvidos em água.


• Coloides: Macromoléculas Orgânicas ( Proteínas, polissacarídeos)
  dissolvidos na água. Obs: Aspecto mais gelatinoso.
Tipos de soluções

Hipertônica
                            Hipotônica
Transporte Passivo
                    Difusão Simples
- Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem
por difusão passiva, o soluto penetra na célula quando sua
concentração é menor no interior celular do que no meio
externo, e sai da célula no caso contrário.
- Neste processo não há consumo de energia.
- Ocorre a favor do gradiente de concentração.
- A passagem do soluto pode ocorrer tanto através dos
poros como pela dupla camada lipídica.
DIFUSÃO SIMPLES
Transporte Passivo
Difusão Facilitada -         Algumas substâncias, como a
glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho
superior, o que impede a sua passagem através dos poros. No
entanto, estas substâncias passam através da matriz, por
transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de
proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
DIFUSÃO FACILITADA
Transporte Passivo
Osmose        - (osmos= empurrar) Duas soluções de
concentrações diferentes estão separadas por uma membrana
que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao
soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em
maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em
menor quantidade (solução hipertônica).
Osmose
A célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertônicos. A saída
da água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição do
volume celular e, consequentemente, o afastamento da membrana
plasmática relativamente à parede celular. Este fenômeno é
conhecido por plasmólise.




                              Plasmólise
                             Deplasmólise




         Hipotônico                         Hipertônico
Osmose




Crenação ou plasmólise
Transporte Ativo

•É a passagem de um soluto de um meio
menos concentrado, para um meio mais
concentrado ( contra o gradiente), que ocorre
com gasto de energia.
Transporte Ativo
• Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá,
quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem
que atravessar a membrana contra um gradiente de
concentração.
•Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da
célula, para o sódio e o potássio.
•Na maioria das células dos organismos superiores a
concentração do sódio (Na+) é menor dentro da célula
do que fora desta.
•O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua
concentração é maior dentro da célula do que fora
desta.
Transporte Ativo
•Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e
potássio.
•Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais
distribuições iônicas é de suma importância para a
transmissão do impulso nervoso.
Transporte Ativo
ORGANELAS
CITOPLASMÁTICAS
  4 A – AULA 8
Retículo Endoplasmático:
É responsável pelo transporte, distribuição e
armazenamento de substâncias.
Forma uma rede de canais que ocupam grande parte do
Citoplasma.



         a) R.E. Liso ou Não granuloso.

         •Síntese de Lípidios
         • Desintoxicação de substâncias nocivas
         como o álcool e medicamentos em excesso.
b) R.E. Rugoso ou Granuloso

                           •Produção de proteínas




• Presença de ribossomos
na face externa da
membrana.
Ribossomos
• Função        síntese de proteínas
• Encontrados em todas as células
• Nos procariontes, livres no citoplasma ou
  na carioteca e retículo endoplasmático
  rugoso (eucariontes)
Funcionamento:
- Isolados: não atuam na síntese de proteínas




- Polirribossomos ou polissomos: atuam na síntese de
proteínas
- No interior de mitocôndrias e cloroplastos
fabricando proteínas necessárias para as
reações que ocorrem nestas organelas.
Complexo de Golgi
Organela composta por sacos achatados ( vesículas)
Normalmente encontrado próximo ao núcleo.

Funções:
• Formação o acrossomo;

• Armazenamento e revestimento de
proteínas produzidas no R.E.R.

• Formação de lisossomos;

•Produção de polissacarídeos

•Preside a secreção celular.
Lisossomos
       Os lisossomos são bolsas circundadas por típica membrana de
       bicamada lipídica e cheias com grande número de pequenos
       grânulos, que são agregados protéicos de enzimas hidrolíticas
       (digestivas) capazes de digerir diversas substâncias orgânicas. São
       originados no complexo de Golgi e estão presentes em praticamente
       todas as células eucariontes.

Lisossomos primários: Acrossomo

Lisossomos secundários: lisossomos
+ vesículas.]

Glioxissomos: semelhantes ao
lisossomos: transformar triglicerídeos
em carboidratos.
Citólise ou Histólise
• Enzima catepsina
Digestão extracelular
 Acrossomo dos espermatozóides
• Heterofagia: Quando o material digerido é
  proveniente do meio externo Ex: fagocitose.
• Autofagia: O material digerido provém do
  meio celular Ex: Organelas velhas.
Peroxissomos
São encontrados em todas as células eucarióticas e são
especializados no processamento das reações oxidativas.


Em termos físicos, semelhantes aos lisossomos, mas diferem-se em
dois aspectos importantes:

Além de conterem enzimas que degradam gorduras e aminoácidos,
tem grandes também grandes quantidades de enzima catalase, que
converte o peróxido de hidrogênio
( água oxigenada) em água e oxigênio.
Mitocôndrias
•São organelas responsáveis pela respiração celular;
•Apresenta um sistema duplo de membranas com a presença de DNA
( autoduplicação)
•Forma de bastonetes;
•É o “motor” da célula, muito ativa nas células musculares;
•Seu conjunto é denominado de CONDRIOMA
MITOCÔNDRIA
CENTRÍOLOS


Estrutura dupla não membranosa em forma de cilindro,
sendo um perpendicular ao outro. Os cilindros são formados
por microtúbulos.
Função – Divisão celular. Durante esse processo os
centríolos orientam o deslocamento dos cromossomos, eles
também são responsáveis pela formação de cílios e flagelos
das células

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
profatatiana
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
naymarques
 
Características dos Seres Vivos
Características dos Seres VivosCaracterísticas dos Seres Vivos
Características dos Seres Vivos
Fábio Roque
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
Killer Max
 
Aula citoplasma
Aula citoplasmaAula citoplasma
Aula citoplasma
Marcia Bantim
 
Organização celular 2
Organização celular 2Organização celular 2
Organização celular 2
Silvana Sanches
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Ronaldo Santana
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
Mateus Domingos
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutor
Giselle Marques Goes
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
Roberto Bagatini
 
Células Procariontes e Eucariontes
Células Procariontes e EucariontesCélulas Procariontes e Eucariontes
Células Procariontes e Eucariontes
Fábio Santos
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
Iuri Fretta Wiggers
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
crisbassanimedeiros
 
Célula Vegetal
Célula VegetalCélula Vegetal
Célula Vegetal
Jézili Dias
 
Organelas Celulares I
Organelas Celulares IOrganelas Celulares I
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
santhdalcin
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Membrana plasmatica
Membrana plasmaticaMembrana plasmatica
Membrana plasmatica
emanuel
 
Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6
César Milani
 
Mitose
MitoseMitose
Mitose
Isabel Lopes
 

Mais procurados (20)

Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
 
Características dos Seres Vivos
Características dos Seres VivosCaracterísticas dos Seres Vivos
Características dos Seres Vivos
 
Citoplasma - Organelas
Citoplasma - OrganelasCitoplasma - Organelas
Citoplasma - Organelas
 
Aula citoplasma
Aula citoplasmaAula citoplasma
Aula citoplasma
 
Organização celular 2
Organização celular 2Organização celular 2
Organização celular 2
 
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humanaAula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
Aula 1º Ano Ensino Médio: Histologia animal/humana
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
 
8 ano reprodução E sistema reprodutor
8 ano reprodução E  sistema reprodutor8 ano reprodução E  sistema reprodutor
8 ano reprodução E sistema reprodutor
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
Células Procariontes e Eucariontes
Células Procariontes e EucariontesCélulas Procariontes e Eucariontes
Células Procariontes e Eucariontes
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 
7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas7 ano classificação das plantas
7 ano classificação das plantas
 
Célula Vegetal
Célula VegetalCélula Vegetal
Célula Vegetal
 
Organelas Celulares I
Organelas Celulares IOrganelas Celulares I
Organelas Celulares I
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Membrana plasmatica
Membrana plasmaticaMembrana plasmatica
Membrana plasmatica
 
Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6Citoplasma unidade 6
Citoplasma unidade 6
 
Mitose
MitoseMitose
Mitose
 

Destaque

Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
delanievov
 
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTEMEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MARCIAMP
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
Denise Lemos Cardoso, CEFET-MG
 
Transporte de membrana
Transporte de membranaTransporte de membrana
Transporte de membrana
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
Gabriela Almas
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
Alícia Quintino
 
Aula 5 secreção e digestão celular
Aula 5   secreção e digestão celularAula 5   secreção e digestão celular
Aula 5 secreção e digestão celular
MARCIAMP
 
Transporte pela Membrana Plasmática
Transporte pela Membrana PlasmáticaTransporte pela Membrana Plasmática
Transporte pela Membrana Plasmática
Andrea Barreto
 
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 Membrana celular e transporte membranares (biologia humana) Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
isabelalexandrapinto
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
Carlos Mohr
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana Plasmática
Fabio Barbosa
 
Sesion 3 BIOQUIMICA
Sesion 3 BIOQUIMICASesion 3 BIOQUIMICA
Sesion 3 BIOQUIMICA
Angel Ariel Mendoza
 
Sistema Nervoso - Prof. Arlei
Sistema Nervoso - Prof. ArleiSistema Nervoso - Prof. Arlei
Sistema Nervoso - Prof. Arlei
Carmina Monteiro
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
Solana Boschilia
 
Aula10 revisao e exercícios
Aula10 revisao e exercíciosAula10 revisao e exercícios
Aula10 revisao e exercícios
Barbara Samartini Queiroz Alves
 
Transportes através das membranas
Transportes através das membranasTransportes através das membranas
Transportes através das membranas
Nichollas Gomes
 
Transporte activo secundario final
Transporte activo secundario finalTransporte activo secundario final
Transporte activo secundario final
Kevin Ruiz Carlos
 
Potencial De AçãO Bio
Potencial De AçãO  BioPotencial De AçãO  Bio
Potencial De AçãO Bio
ari lima
 
Transporte activo secundario
Transporte activo secundarioTransporte activo secundario
Transporte activo secundario
Nadia Cordero
 
340412
340412340412

Destaque (20)

Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
 
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTEMEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
MEMBRANA PLASMÁTICA E TRANSPORTE
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
 
Transporte de membrana
Transporte de membranaTransporte de membrana
Transporte de membrana
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
 
Transporte celular
Transporte celularTransporte celular
Transporte celular
 
Aula 5 secreção e digestão celular
Aula 5   secreção e digestão celularAula 5   secreção e digestão celular
Aula 5 secreção e digestão celular
 
Transporte pela Membrana Plasmática
Transporte pela Membrana PlasmáticaTransporte pela Membrana Plasmática
Transporte pela Membrana Plasmática
 
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 Membrana celular e transporte membranares (biologia humana) Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
Membrana celular e transporte membranares (biologia humana)
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana Plasmática
 
Sesion 3 BIOQUIMICA
Sesion 3 BIOQUIMICASesion 3 BIOQUIMICA
Sesion 3 BIOQUIMICA
 
Sistema Nervoso - Prof. Arlei
Sistema Nervoso - Prof. ArleiSistema Nervoso - Prof. Arlei
Sistema Nervoso - Prof. Arlei
 
Membrana plasmática
Membrana plasmáticaMembrana plasmática
Membrana plasmática
 
Aula10 revisao e exercícios
Aula10 revisao e exercíciosAula10 revisao e exercícios
Aula10 revisao e exercícios
 
Transportes através das membranas
Transportes através das membranasTransportes através das membranas
Transportes através das membranas
 
Transporte activo secundario final
Transporte activo secundario finalTransporte activo secundario final
Transporte activo secundario final
 
Potencial De AçãO Bio
Potencial De AçãO  BioPotencial De AçãO  Bio
Potencial De AçãO Bio
 
Transporte activo secundario
Transporte activo secundarioTransporte activo secundario
Transporte activo secundario
 
340412
340412340412
340412
 

Semelhante a Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas

Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Minelvina Pessoa
 
Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)
Nilderlânia Paulino Sampaio
 
A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)
Moisés Manuel
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
letyap
 
Citologia e membrana celular
Citologia e membrana celularCitologia e membrana celular
Citologia e membrana celular
César Milani
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
letyap
 
Envoltórios da célula
Envoltórios da célulaEnvoltórios da célula
Envoltórios da célula
Joao Victor
 
Membrana E Transporte
Membrana E TransporteMembrana E Transporte
Membrana E Transporte
Nutricionista
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
Suely Santos
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
andreepinto
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
andreepinto
 
A membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidadeA membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidade
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
Carlos Carvalho
 
A célula
A célulaA célula
A célula
Andreia Maria
 
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Celula pdf
Celula pdfCelula pdf
Celula pdf
Perilo Filho
 
Mapa conceitual membrana plasmática
Mapa conceitual   membrana plasmáticaMapa conceitual   membrana plasmática
Mapa conceitual membrana plasmática
Laurinda Lima
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
rnogueira
 
10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]
Rafaele Sousa
 
10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]
Rafaele Sousa
 

Semelhante a Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas (20)

Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
 
Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)Membrana plasmática (plasmalema)
Membrana plasmática (plasmalema)
 
A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)A membrana plasmática(5o grupo)
A membrana plasmática(5o grupo)
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
 
Citologia e membrana celular
Citologia e membrana celularCitologia e membrana celular
Citologia e membrana celular
 
Membrana
MembranaMembrana
Membrana
 
Envoltórios da célula
Envoltórios da célulaEnvoltórios da célula
Envoltórios da célula
 
Membrana E Transporte
Membrana E TransporteMembrana E Transporte
Membrana E Transporte
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
A membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidadeA membrana plasmática e a permeabilidade
A membrana plasmática e a permeabilidade
 
Transporte através da membrana
Transporte através da membranaTransporte através da membrana
Transporte através da membrana
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
Membranaplasmaticaslides 130424121923-phpapp02
 
Celula pdf
Celula pdfCelula pdf
Celula pdf
 
Mapa conceitual membrana plasmática
Mapa conceitual   membrana plasmáticaMapa conceitual   membrana plasmática
Mapa conceitual membrana plasmática
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]
 
10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]10 membrana celular2[1]
10 membrana celular2[1]
 

Mais de César Milani

ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdfÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
César Milani
 
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdfBIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
César Milani
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
César Milani
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdfSISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
César Milani
 
2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf
César Milani
 
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdfÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
César Milani
 
ÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOSÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOS
César Milani
 
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIACÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
César Milani
 
AULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃOAULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃO
César Milani
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
César Milani
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial
César Milani
 
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentaçãoEmbriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
César Milani
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
César Milani
 
Núcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínasNúcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínas
César Milani
 
Revestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membranaRevestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membrana
César Milani
 
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOSPOLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
César Milani
 
Roteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirãoRoteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirão
César Milani
 
SISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSOSISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSO
César Milani
 
Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6
César Milani
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
César Milani
 

Mais de César Milani (20)

ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdfÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
ÁGUA E SAIS MINERAIS.pdf
 
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdfBIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
BIOTECNOLOGIA - APLICAÇÕES CONHECIMENT GENÉTICO.pdf
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
 
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdfSISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
SISTEMA RESPIRATÓRIO.pdf
 
2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf2a Lei de Mendel.pdf
2a Lei de Mendel.pdf
 
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdfÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
ÁCIDOS NUCLEICOS.pdf
 
ÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOSÁCIDOS NUCLÉICOS
ÁCIDOS NUCLÉICOS
 
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIACÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
CÉLULAS TRONCO E EMBRIOLOGIA
 
AULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃOAULÃO PAS - REVISÃO
AULÃO PAS - REVISÃO
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial Histologia humana - Tecido Epitelial
Histologia humana - Tecido Epitelial
 
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentaçãoEmbriogênese - Tipos de ovos e segmentação
Embriogênese - Tipos de ovos e segmentação
 
Reprodução Animal
Reprodução AnimalReprodução Animal
Reprodução Animal
 
Núcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínasNúcleo celular e Síntese de proteínas
Núcleo celular e Síntese de proteínas
 
Revestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membranaRevestimentos e transporte atraves da membrana
Revestimentos e transporte atraves da membrana
 
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOSPOLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
POLIALELÍSMO - GRUPOS SANGUÍNEOS
 
Roteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirãoRoteiro estudos terceirão
Roteiro estudos terceirão
 
SISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSOSISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSO
 
Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6Revestimentos celulares 3 a aula 6
Revestimentos celulares 3 a aula 6
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 

Transportes através da membrana e organelas citoplasmáticas

  • 1. Transportes através da membrana – 4 A – AULA 7 • É uma “capa” dupla que envolve e protege todo o interior da célula. • Permeabilidade Seletiva: capacidade de selecionar as substâncias que entram e saem da célula.
  • 2. MEMBRANA PLASMÁTICA • Estrutura: Mosaico Fluido (Moléculas de Proteínas em camada fluída de lipídios). Camada Glicocálix lipídica Hidrofílica Hidrofóbica Camada Proteína lipídica globular
  • 4. Transporte Através da Membrana • Soluções: íons+pequenas moléculas orgânicas (glicose, aminoácidos), dissolvidos em água. • Coloides: Macromoléculas Orgânicas ( Proteínas, polissacarídeos) dissolvidos na água. Obs: Aspecto mais gelatinoso.
  • 6. Transporte Passivo Difusão Simples - Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem por difusão passiva, o soluto penetra na célula quando sua concentração é menor no interior celular do que no meio externo, e sai da célula no caso contrário. - Neste processo não há consumo de energia. - Ocorre a favor do gradiente de concentração. - A passagem do soluto pode ocorrer tanto através dos poros como pela dupla camada lipídica.
  • 8. Transporte Passivo Difusão Facilitada - Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior, o que impede a sua passagem através dos poros. No entanto, estas substâncias passam através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de proteínas carregadoras (proteínas transportadoras).
  • 10. Transporte Passivo Osmose - (osmos= empurrar) Duas soluções de concentrações diferentes estão separadas por uma membrana que é permeável ao solvente e praticamente insolúvel ao soluto. Há, então, passagem do solvente de onde está em maior quantidade (solução hipotônica) para onde está em menor quantidade (solução hipertônica).
  • 11. Osmose A célula vegetal é vulnerável aos ambientes hipertônicos. A saída da água contida no seu vacúolo, provoca uma diminuição do volume celular e, consequentemente, o afastamento da membrana plasmática relativamente à parede celular. Este fenômeno é conhecido por plasmólise. Plasmólise Deplasmólise Hipotônico Hipertônico
  • 13. Transporte Ativo •É a passagem de um soluto de um meio menos concentrado, para um meio mais concentrado ( contra o gradiente), que ocorre com gasto de energia.
  • 14. Transporte Ativo • Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. •Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da célula, para o sódio e o potássio. •Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é menor dentro da célula do que fora desta. •O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é maior dentro da célula do que fora desta.
  • 15. Transporte Ativo •Juntos esses dois receberam o nome de bomba de sódio e potássio. •Todo este mecanismo de transporte ativo que mantém tais distribuições iônicas é de suma importância para a transmissão do impulso nervoso.
  • 16.
  • 19. Retículo Endoplasmático: É responsável pelo transporte, distribuição e armazenamento de substâncias. Forma uma rede de canais que ocupam grande parte do Citoplasma. a) R.E. Liso ou Não granuloso. •Síntese de Lípidios • Desintoxicação de substâncias nocivas como o álcool e medicamentos em excesso.
  • 20. b) R.E. Rugoso ou Granuloso •Produção de proteínas • Presença de ribossomos na face externa da membrana.
  • 21. Ribossomos • Função síntese de proteínas • Encontrados em todas as células • Nos procariontes, livres no citoplasma ou na carioteca e retículo endoplasmático rugoso (eucariontes)
  • 22. Funcionamento: - Isolados: não atuam na síntese de proteínas - Polirribossomos ou polissomos: atuam na síntese de proteínas
  • 23. - No interior de mitocôndrias e cloroplastos fabricando proteínas necessárias para as reações que ocorrem nestas organelas.
  • 24. Complexo de Golgi Organela composta por sacos achatados ( vesículas) Normalmente encontrado próximo ao núcleo. Funções: • Formação o acrossomo; • Armazenamento e revestimento de proteínas produzidas no R.E.R. • Formação de lisossomos; •Produção de polissacarídeos •Preside a secreção celular.
  • 25. Lisossomos Os lisossomos são bolsas circundadas por típica membrana de bicamada lipídica e cheias com grande número de pequenos grânulos, que são agregados protéicos de enzimas hidrolíticas (digestivas) capazes de digerir diversas substâncias orgânicas. São originados no complexo de Golgi e estão presentes em praticamente todas as células eucariontes. Lisossomos primários: Acrossomo Lisossomos secundários: lisossomos + vesículas.] Glioxissomos: semelhantes ao lisossomos: transformar triglicerídeos em carboidratos.
  • 26. Citólise ou Histólise • Enzima catepsina
  • 27. Digestão extracelular Acrossomo dos espermatozóides
  • 28. • Heterofagia: Quando o material digerido é proveniente do meio externo Ex: fagocitose. • Autofagia: O material digerido provém do meio celular Ex: Organelas velhas.
  • 29. Peroxissomos São encontrados em todas as células eucarióticas e são especializados no processamento das reações oxidativas. Em termos físicos, semelhantes aos lisossomos, mas diferem-se em dois aspectos importantes: Além de conterem enzimas que degradam gorduras e aminoácidos, tem grandes também grandes quantidades de enzima catalase, que converte o peróxido de hidrogênio ( água oxigenada) em água e oxigênio.
  • 30. Mitocôndrias •São organelas responsáveis pela respiração celular; •Apresenta um sistema duplo de membranas com a presença de DNA ( autoduplicação) •Forma de bastonetes; •É o “motor” da célula, muito ativa nas células musculares; •Seu conjunto é denominado de CONDRIOMA
  • 32. CENTRÍOLOS Estrutura dupla não membranosa em forma de cilindro, sendo um perpendicular ao outro. Os cilindros são formados por microtúbulos. Função – Divisão celular. Durante esse processo os centríolos orientam o deslocamento dos cromossomos, eles também são responsáveis pela formação de cílios e flagelos das células