SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Módulo Pedagógico



Pontos para contar
    um conto

      Lilian Lara
   Lucienne Bispo
   Michele Estéfani
“Não ensine a seu filho que as estrelas não são do tamanho
que parecem ter: maiores que a Terra!
        São lâmpadas que os anjos acendem todos os dias assim
que o sol começa a escurecer ...
        Não diga a seu filho que as asas dos anjos só existem em
sua imaginação.
        Já vi meu anjo em sonho e posso jurar que ele tem asas
claras que até parecem feitas de luz.
        Não encha a cabeça de seu filho ensinando-lhe hipóteses
precárias que amanhã de nada servirão.
        Povoe de beleza o olhar inocente de seu filho.       Dê-lhe
uma provisão de bondade que chegue para a marcha da vida.
        Infunda-lhe na alma o amor de Deus - e tudo o mais, por
acréscimo, ele terá.”
                                                         Dom Hélder
RCNEI – VOL. 1
                   Atividades permanentes

São aquelas que respondem às necessidades básicas de
cuidados, aprendizagem e de prazer para as crianças, cujos
conteúdos necessitam de uma constância. A escolha dos
conteúdos que definem o tipo de atividades permanentes a
serem realizadas com frequência regular, diária ou semanal, em
cada grupo de crianças, depende das prioridades elencadas a
partir da proposta curricular. Consideram-se atividades
permanentes, entre outras:
• brincadeiras no espaço interno e externo;
• roda de história;
• roda de conversas;
• ateliês ou oficinas de desenho, pintura, modelagem e música
Histórias na Educação Infantil

      As histórias na Educação Infantil são
fundamentais na formação educacional da
criança. Para o desenvolvimento de tal atividade
deve ocorrer todo um planejamento, pois se trata
de um momento mágico que a criança irá
vivenciar e absorver algo que venha a identificar
com ela naquele instante.
Trabalhar com histórias infantis na Educação
Infantil é criar oportunidades que envolvam todas
as crianças a entrar no mundo maravilhoso da
leitura, é um meio prazeroso de mostrar-lhes
fontes de aprendizagens e possibilitar meios para
uma visão do que acontece ao seu redor de uma
forma crítica e reflexiva. É poder demonstrar que
se pode fazer, refazer, transformar o que se vive na
realidade.
Por que as crianças pedem para
  ouvir várias vezes a mesma
            historia?
Quando as crianças pedem repetidamente uma
mesma história é provável que elas estejam vendo
alguma relação com sua própria vida, seus medos e
seus sonhos. Ouvindo elas aprendem a separar
realidade de devaneio, liberam suas fantasias,
aprendem sobre passado, presente e futuro,
desenvolvem a imaginação, aprendem sobre memória,
sobre sonhos, emoções.
Que história contar?
             PRÉ-ESCOLARES:
      Até 3 ANOS FASE PRÉ-MAGICA
•   Histórias de bichos
•   Contos rítmicos leves lúdicos e bem
    humorados, bem curtos
•   Histórias com a criança
•   Cantigas de ninar
De 3 a 6 anos

• Histórias de bichos
• Pequenos contos de fadas com enredo
  simples e poucas personagens
• Poemas
• Trava-línguas
• Parlendas
• Cantigas de rodas
Dicas para um bom contador de histórias
•    Escolha uma história de que você goste muito e deseja contar.
•   Leia essa história muitas vezes.
•   Feche os olhos e imagine o cenário, os personagens, o tempo...
•   Exercite seu poder de concentração.
• Tenha cuidado com sua postura e os vícios de linguagem.
• Conte para alguém antes de contar para todo o mundo.
• Na hora de contar, olhe para todos: o olhar diz muita coisa.
• Seja natural, deixe falar o seu coração e seduza o ouvinte para
  que ele deseje ouvir novamente.
• A história deve ser contada
  calmamente, porém com ritmo e entusiasmo.
• AO TERMINAR: Jamais moralizar o conteúdo
  nem dar explicações psicológicas.
A história não acaba quando chega ao fim. Ela
permanece na mente da criança, que a incorpora
como um alimento num processo de associação a
outras     práticas      artísticas    e     educativas.
Há vários tipos de atividades que podem ser
desenvolvidas baseadas nas sugestões que o enredo
oferece:
-dramatização
-desenhos
-recortes
-modelagem
-dobraduras
-criação de textos orais e escritos, entre outros.
Quem me compra um jardim com flores,
Borboletas de muitas cores...
http://www.4shared.com/rar/6rxMDKVb/desenhando_com_os_dedos.html
Histórias com Tangram
         TANGRAM é um jogo que pode ser utilizado em diferentes idades,
com objetivos diferentes, de acordo com os conhecimentos de cada um.
Permite a execução de inúmeras atividades, além do desenvolvimento do
raciocínio lógico e geométrico, principalmente no que se refere às relações
espaciais. Também desenvolve a coordenação motora fina. Tem inúmeras
potencialidades:
-    permite     o    trabalho    cooperativo   entre     várias   crianças;
- fomenta o desenvolvimento de competências na resolução de problemas,
tais como: comparar, visualizar mentalmente o todo, verificar uma hipótese;
- promove o conhecimento de várias figuras geométricas e os seus atributos.

http://neetrissomia.wordpress.com/contos-e-historias/
Entrou por uma
porta e saiu por
  outra quem
quiser que conte
     outra
LABORATÓRIO DO CASARÃO
         ASSOMBROSO
A/C DOUTORA BRUXA CREMILDA
     E ASSISTENTE EPITÁFIO
  RUA ESQUISITA DO CASARÃO
      ASSOMBROSO, N 13
      CAETÉ – MG – BRASIL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-EscolarA Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-EscolarSonia Pacheco
 
Projeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando HistoriasProjeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando HistoriasPATRICIA CAMPELO
 
Leitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-EscolarLeitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-EscolarRBCondeixa
 
Plano de aula com gibis
Plano de aula com gibisPlano de aula com gibis
Plano de aula com gibisRaquelUFOP
 
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorEra uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorMarilia Pires
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografiaPaulo Wanderson
 
Projeto curso otília
Projeto curso otíliaProjeto curso otília
Projeto curso otíliaFlávio Booz
 
Quadrinhos na Sala de Aula
Quadrinhos na Sala de AulaQuadrinhos na Sala de Aula
Quadrinhos na Sala de AulaTerc Cre
 
Contos de fadas na educação infantil
Contos de fadas na educação infantilContos de fadas na educação infantil
Contos de fadas na educação infantilalesines
 
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenasPorque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenasecoleitura
 
Projecto Ler é Crescer
Projecto   Ler é Crescer Projecto   Ler é Crescer
Projecto Ler é Crescer isigoncalves
 
Rita cristina professor inovador
Rita cristina  professor inovadorRita cristina  professor inovador
Rita cristina professor inovadorSimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (17)

Especial creche bebeteca
Especial creche bebetecaEspecial creche bebeteca
Especial creche bebeteca
 
Projeto Fábulas
Projeto FábulasProjeto Fábulas
Projeto Fábulas
 
Curso 7 classica
Curso 7 classicaCurso 7 classica
Curso 7 classica
 
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-EscolarA Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
 
Projeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando HistoriasProjeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando Historias
 
Leitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-EscolarLeitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-Escolar
 
Plano de aula com gibis
Plano de aula com gibisPlano de aula com gibis
Plano de aula com gibis
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorEra uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
 
Projeto curso otília
Projeto curso otíliaProjeto curso otília
Projeto curso otília
 
Quadrinhos na Sala de Aula
Quadrinhos na Sala de AulaQuadrinhos na Sala de Aula
Quadrinhos na Sala de Aula
 
Uma História Vou Contar
Uma História Vou ContarUma História Vou Contar
Uma História Vou Contar
 
Contos de fadas na educação infantil
Contos de fadas na educação infantilContos de fadas na educação infantil
Contos de fadas na educação infantil
 
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenasPorque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
 
Projecto Ler é Crescer
Projecto   Ler é Crescer Projecto   Ler é Crescer
Projecto Ler é Crescer
 
Rita cristina professor inovador
Rita cristina  professor inovadorRita cristina  professor inovador
Rita cristina professor inovador
 

Destaque

Gêneros diversos
Gêneros diversosGêneros diversos
Gêneros diversosLicaraujo
 
O lobo e os sete cabritinhos
O lobo e os sete cabritinhosO lobo e os sete cabritinhos
O lobo e os sete cabritinhosLurdes Féria
 
1 a gab
1 a gab1 a gab
1 a gaba1980
 
Avaliação de aprendizagem 1
Avaliação de aprendizagem 1Avaliação de aprendizagem 1
Avaliação de aprendizagem 1ABEL73
 
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática jhonata paixã...
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática   jhonata paixã...Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática   jhonata paixã...
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática jhonata paixã...Educação
 
Monografia Gisleide Matemática 2011
Monografia Gisleide Matemática 2011Monografia Gisleide Matemática 2011
Monografia Gisleide Matemática 2011Biblioteca Campus VII
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagemmargaridamela
 
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoIntrodução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoClaudia Bordin Rodrigues
 
Avaliação em matemática: hora do acerto de contas
Avaliação em matemática: hora do acerto de contasAvaliação em matemática: hora do acerto de contas
Avaliação em matemática: hora do acerto de contasAndréa Thees
 
O.T MATEMATICA 15 04
O.T MATEMATICA 15 04O.T MATEMATICA 15 04
O.T MATEMATICA 15 04pri_alquimim
 
Tipos de avaliação
Tipos de avaliaçãoTipos de avaliação
Tipos de avaliaçãoMarcelo Pires
 
Pps avaliação - técnicas e instrumentos de avaliação
Pps   avaliação - técnicas e instrumentos de avaliaçãoPps   avaliação - técnicas e instrumentos de avaliação
Pps avaliação - técnicas e instrumentos de avaliaçãoMaria Pedro Silva
 

Destaque (20)

A casa sonolenta
A casa sonolentaA casa sonolenta
A casa sonolenta
 
Projeto a girafa
Projeto a girafaProjeto a girafa
Projeto a girafa
 
Gêneros diversos
Gêneros diversosGêneros diversos
Gêneros diversos
 
Projeto a girafa
Projeto a girafaProjeto a girafa
Projeto a girafa
 
O lobo e os sete cabritinhos
O lobo e os sete cabritinhosO lobo e os sete cabritinhos
O lobo e os sete cabritinhos
 
1 a gab
1 a gab1 a gab
1 a gab
 
Avaliação de aprendizagem 1
Avaliação de aprendizagem 1Avaliação de aprendizagem 1
Avaliação de aprendizagem 1
 
Avaliação, autoria e aprendizagem
Avaliação, autoria e aprendizagemAvaliação, autoria e aprendizagem
Avaliação, autoria e aprendizagem
 
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática jhonata paixã...
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática   jhonata paixã...Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática   jhonata paixã...
Avaliação qualitativa de objeto de aprendizagem em matemática jhonata paixã...
 
Monografia Gisleide Matemática 2011
Monografia Gisleide Matemática 2011Monografia Gisleide Matemática 2011
Monografia Gisleide Matemática 2011
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagem
 
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoIntrodução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
 
Avaliação em matemática: hora do acerto de contas
Avaliação em matemática: hora do acerto de contasAvaliação em matemática: hora do acerto de contas
Avaliação em matemática: hora do acerto de contas
 
O.T MATEMATICA 15 04
O.T MATEMATICA 15 04O.T MATEMATICA 15 04
O.T MATEMATICA 15 04
 
Avaliação - FAFE's II: Jogo
Avaliação - FAFE's II: JogoAvaliação - FAFE's II: Jogo
Avaliação - FAFE's II: Jogo
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
PORT FOLIO_
PORT FOLIO_PORT FOLIO_
PORT FOLIO_
 
Porta-fólio na formação de Professores
Porta-fólio na formação de ProfessoresPorta-fólio na formação de Professores
Porta-fólio na formação de Professores
 
Tipos de avaliação
Tipos de avaliaçãoTipos de avaliação
Tipos de avaliação
 
Pps avaliação - técnicas e instrumentos de avaliação
Pps   avaliação - técnicas e instrumentos de avaliaçãoPps   avaliação - técnicas e instrumentos de avaliação
Pps avaliação - técnicas e instrumentos de avaliação
 

Semelhante a Pontos para contar um conto

PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doMaria Emilia Lira Correa
 
Francicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorFrancicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
A importância de contar histórias
A importância de contar históriasA importância de contar histórias
A importância de contar históriasMargarete Tesch
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorSimoneHelenDrumond
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveEscola BN
 
Literatura na educação infantil
Literatura na educação infantilLiteratura na educação infantil
Literatura na educação infantilJacqueline Campos
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantilShirley Costa
 
Descobrindo Crianças Violet Oaklander
Descobrindo Crianças Violet OaklanderDescobrindo Crianças Violet Oaklander
Descobrindo Crianças Violet OaklanderSilvana Eloisa
 
Projeto Contos e Encantos
Projeto Contos e EncantosProjeto Contos e Encantos
Projeto Contos e EncantosDébora Lambert
 

Semelhante a Pontos para contar um conto (20)

Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
A contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento doA contação de histórias e o desenvolvimento do
A contação de histórias e o desenvolvimento do
 
Francicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovadorFrancicleia da costa dos santos professor inovador
Francicleia da costa dos santos professor inovador
 
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador4 francicleia da costa dos santos professor inovador
4 francicleia da costa dos santos professor inovador
 
A importância de contar histórias
A importância de contar históriasA importância de contar histórias
A importância de contar histórias
 
5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador5 liliane mendes duarte professor inovador
5 liliane mendes duarte professor inovador
 
Liliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovadorLiliane mendes duarte professor inovador
Liliane mendes duarte professor inovador
 
Slides idalice
Slides   idaliceSlides   idalice
Slides idalice
 
Artigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanchesArtigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanches
 
Projeto para eliana
Projeto para elianaProjeto para eliana
Projeto para eliana
 
Atv4marcia
Atv4marciaAtv4marcia
Atv4marcia
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
 
Literatura na educação infantil
Literatura na educação infantilLiteratura na educação infantil
Literatura na educação infantil
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
 
Descobrindo Crianças Violet Oaklander
Descobrindo Crianças Violet OaklanderDescobrindo Crianças Violet Oaklander
Descobrindo Crianças Violet Oaklander
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Projeto Contos e Encantos
Projeto Contos e EncantosProjeto Contos e Encantos
Projeto Contos e Encantos
 
Projeto contos de fadas
Projeto contos de fadasProjeto contos de fadas
Projeto contos de fadas
 

Mais de a1980

ensinar-multiplicacao-e-divisao
 ensinar-multiplicacao-e-divisao ensinar-multiplicacao-e-divisao
ensinar-multiplicacao-e-divisaoa1980
 
Atividades ortográficas
Atividades ortográficasAtividades ortográficas
Atividades ortográficasa1980
 
Atividades ana julia 2
Atividades ana julia 2Atividades ana julia 2
Atividades ana julia 2a1980
 
Ava mat 1 tri 2 ano
Ava mat 1 tri 2 anoAva mat 1 tri 2 ano
Ava mat 1 tri 2 anoa1980
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 anoa1980
 
Textos caixa alta (1)
Textos caixa alta (1)Textos caixa alta (1)
Textos caixa alta (1)a1980
 
1 a 4 serie sugestoes de atividades
1 a 4 serie sugestoes de atividades 1 a 4 serie sugestoes de atividades
1 a 4 serie sugestoes de atividades a1980
 
Encontro de formação mais educação
Encontro de formação mais educaçãoEncontro de formação mais educação
Encontro de formação mais educaçãoa1980
 
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativa
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativaPensando em uma proposta pedagógica para a informática educativa
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativaa1980
 
Manual operacional de Educacao Integral 2012
Manual operacional de Educacao Integral 2012Manual operacional de Educacao Integral 2012
Manual operacional de Educacao Integral 2012a1980
 

Mais de a1980 (10)

ensinar-multiplicacao-e-divisao
 ensinar-multiplicacao-e-divisao ensinar-multiplicacao-e-divisao
ensinar-multiplicacao-e-divisao
 
Atividades ortográficas
Atividades ortográficasAtividades ortográficas
Atividades ortográficas
 
Atividades ana julia 2
Atividades ana julia 2Atividades ana julia 2
Atividades ana julia 2
 
Ava mat 1 tri 2 ano
Ava mat 1 tri 2 anoAva mat 1 tri 2 ano
Ava mat 1 tri 2 ano
 
Planej 2 ano
Planej 2 anoPlanej 2 ano
Planej 2 ano
 
Textos caixa alta (1)
Textos caixa alta (1)Textos caixa alta (1)
Textos caixa alta (1)
 
1 a 4 serie sugestoes de atividades
1 a 4 serie sugestoes de atividades 1 a 4 serie sugestoes de atividades
1 a 4 serie sugestoes de atividades
 
Encontro de formação mais educação
Encontro de formação mais educaçãoEncontro de formação mais educação
Encontro de formação mais educação
 
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativa
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativaPensando em uma proposta pedagógica para a informática educativa
Pensando em uma proposta pedagógica para a informática educativa
 
Manual operacional de Educacao Integral 2012
Manual operacional de Educacao Integral 2012Manual operacional de Educacao Integral 2012
Manual operacional de Educacao Integral 2012
 

Último

Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfbragamoysesaline
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................mariagrave
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Centro Jacques Delors
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 

Último (20)

Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 

Pontos para contar um conto

  • 1. Módulo Pedagógico Pontos para contar um conto Lilian Lara Lucienne Bispo Michele Estéfani
  • 2. “Não ensine a seu filho que as estrelas não são do tamanho que parecem ter: maiores que a Terra! São lâmpadas que os anjos acendem todos os dias assim que o sol começa a escurecer ... Não diga a seu filho que as asas dos anjos só existem em sua imaginação. Já vi meu anjo em sonho e posso jurar que ele tem asas claras que até parecem feitas de luz. Não encha a cabeça de seu filho ensinando-lhe hipóteses precárias que amanhã de nada servirão. Povoe de beleza o olhar inocente de seu filho. Dê-lhe uma provisão de bondade que chegue para a marcha da vida. Infunda-lhe na alma o amor de Deus - e tudo o mais, por acréscimo, ele terá.” Dom Hélder
  • 3. RCNEI – VOL. 1 Atividades permanentes São aquelas que respondem às necessidades básicas de cuidados, aprendizagem e de prazer para as crianças, cujos conteúdos necessitam de uma constância. A escolha dos conteúdos que definem o tipo de atividades permanentes a serem realizadas com frequência regular, diária ou semanal, em cada grupo de crianças, depende das prioridades elencadas a partir da proposta curricular. Consideram-se atividades permanentes, entre outras: • brincadeiras no espaço interno e externo; • roda de história; • roda de conversas; • ateliês ou oficinas de desenho, pintura, modelagem e música
  • 4. Histórias na Educação Infantil As histórias na Educação Infantil são fundamentais na formação educacional da criança. Para o desenvolvimento de tal atividade deve ocorrer todo um planejamento, pois se trata de um momento mágico que a criança irá vivenciar e absorver algo que venha a identificar com ela naquele instante.
  • 5. Trabalhar com histórias infantis na Educação Infantil é criar oportunidades que envolvam todas as crianças a entrar no mundo maravilhoso da leitura, é um meio prazeroso de mostrar-lhes fontes de aprendizagens e possibilitar meios para uma visão do que acontece ao seu redor de uma forma crítica e reflexiva. É poder demonstrar que se pode fazer, refazer, transformar o que se vive na realidade.
  • 6. Por que as crianças pedem para ouvir várias vezes a mesma historia?
  • 7. Quando as crianças pedem repetidamente uma mesma história é provável que elas estejam vendo alguma relação com sua própria vida, seus medos e seus sonhos. Ouvindo elas aprendem a separar realidade de devaneio, liberam suas fantasias, aprendem sobre passado, presente e futuro, desenvolvem a imaginação, aprendem sobre memória, sobre sonhos, emoções.
  • 8. Que história contar? PRÉ-ESCOLARES: Até 3 ANOS FASE PRÉ-MAGICA • Histórias de bichos • Contos rítmicos leves lúdicos e bem humorados, bem curtos • Histórias com a criança • Cantigas de ninar
  • 9. De 3 a 6 anos • Histórias de bichos • Pequenos contos de fadas com enredo simples e poucas personagens • Poemas • Trava-línguas • Parlendas • Cantigas de rodas
  • 10. Dicas para um bom contador de histórias • Escolha uma história de que você goste muito e deseja contar. • Leia essa história muitas vezes. • Feche os olhos e imagine o cenário, os personagens, o tempo... • Exercite seu poder de concentração. • Tenha cuidado com sua postura e os vícios de linguagem. • Conte para alguém antes de contar para todo o mundo. • Na hora de contar, olhe para todos: o olhar diz muita coisa. • Seja natural, deixe falar o seu coração e seduza o ouvinte para que ele deseje ouvir novamente.
  • 11. • A história deve ser contada calmamente, porém com ritmo e entusiasmo. • AO TERMINAR: Jamais moralizar o conteúdo nem dar explicações psicológicas.
  • 12. A história não acaba quando chega ao fim. Ela permanece na mente da criança, que a incorpora como um alimento num processo de associação a outras práticas artísticas e educativas. Há vários tipos de atividades que podem ser desenvolvidas baseadas nas sugestões que o enredo oferece: -dramatização -desenhos -recortes -modelagem -dobraduras -criação de textos orais e escritos, entre outros.
  • 13. Quem me compra um jardim com flores, Borboletas de muitas cores...
  • 15. Histórias com Tangram TANGRAM é um jogo que pode ser utilizado em diferentes idades, com objetivos diferentes, de acordo com os conhecimentos de cada um. Permite a execução de inúmeras atividades, além do desenvolvimento do raciocínio lógico e geométrico, principalmente no que se refere às relações espaciais. Também desenvolve a coordenação motora fina. Tem inúmeras potencialidades: - permite o trabalho cooperativo entre várias crianças; - fomenta o desenvolvimento de competências na resolução de problemas, tais como: comparar, visualizar mentalmente o todo, verificar uma hipótese; - promove o conhecimento de várias figuras geométricas e os seus atributos. http://neetrissomia.wordpress.com/contos-e-historias/
  • 16. Entrou por uma porta e saiu por outra quem quiser que conte outra
  • 17. LABORATÓRIO DO CASARÃO ASSOMBROSO A/C DOUTORA BRUXA CREMILDA E ASSISTENTE EPITÁFIO RUA ESQUISITA DO CASARÃO ASSOMBROSO, N 13 CAETÉ – MG – BRASIL