A primeira república

1.062 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.062
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
415
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A primeira república

  1. 1. História e Geografia de Portugal • 6.° ano 1.a República
  2. 2. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O que mudou em Portugal com a 1.ª República? Capa da 1.ª Constituição da República Portuguesa Em 1911, foi aprovada a 1.ª Constituição Republicana, onde fica definido que o Parlamento é o órgão de soberania mais importante. Em 24 de Agosto do mesmo ano, foi eleito o primeiro Presidente da República, Dr. Manuel de Arriaga. O Parlamento na 1.ª RepúblicaDr. Manuel Arriaga
  3. 3. História e Geografia de Portugal • 6.° ano 3 O governo provisório organizou eleições para formar a Assembleia Constituinte, a qual tinha como função elaborar uma nova constituição. Só puderam votar os maiores de 21 anos ou que fossem chefes de família há mais de 1 ano. Não podiam votar os analfabetos e os militares que exerciam funções. A Constituição Republicana ficou conhecida como a Constituição de 1911 pois foi aprovada a 19 de Agosto desse ano. Portugal deixou de ter um rei como chefe de Estado e passou a ter um Presidente da República. Manuel de Arriaga foi o 1º Presidente da República eleito pelo povo. (Ler doc. 3 – página 95) A CONSTITUIÇÃO REPUBLICANA
  4. 4. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Segundo a Constituição republicana: •Todos são iguais perante a lei; •A expressão do pensamento é livre; •Separação dos poderes: legislativo, executivo e judicial. • O Parlamento era formado pelos deputados eleitos de 3 em 3 anos. • O Parlamento era o órgão de soberania mais importante. Vê o esquema: Competia ao Parlamento, para além de fazer leis, eleger ou demitir o Presidente da República. Este último só depois de tomar posse podia nomear o seu Governo, de acordo com o partido que tivesse maior número de deputados no Parlamento.
  5. 5. História e Geografia de Portugal • 6.° ano O que mudou em Portugal com a 1.ª República? Sala de aulas de uma escola primária no início do século XX Os republicanos desenvolveram várias reformas no ensino procurando diminuir o analfabetismo. Criaram leis de protecção aos trabalhadores visando melhorar as condições de trabalho. De seguida, ouve com atenção um excerto de uma música e diz que mudanças aconteceram com a 1.ª República.
  6. 6. História e Geografia de Portugal • 6.° ano AS PRINCIPAIS MEDIDAS NA EDUCAÇÃO Em 1911, 70% da população portuguesa era analfabeta. Portugal precisava de trabalhadores mais instruídos e capazes de acompanhar a evolução das técnicas. Os republicanos acreditaram sempre no valor da instrução. Por isso, diziam: “O homem vale sobretudo pela educação que possui”. Os governos republicanos vão tomar medidas para melhorar a instrução dos portugueses: criaram o ensino infantil para crianças dos 4 aos 7 anos; tornaram o ensino primário obrigatório e gratuito para as crianças entre os 7 e os 10 anos; criaram novas escolas do ensino primário e técnico (escolas agrícolas, comerciais e industriais);
  7. 7. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Apesar da grande preocupação dos governos republicanos ser a alfabetização, grande parte da população continuou analfabeta, sobretudo por falta de meios financeiros.  fundaram "escolas normais" destinadas a formar professores primários;  criaram Institutos Superiores de ensino técnico;  criaram as Universidades de Lisboa e Porto e reformaram a de Coimbra.  criação de Bibliotecas (públicas e particulares) Os republicanos também apoiavam as associações recreativas e culturais, onde existiam bibliotecas, salas de leitura infantil e organizavam- se conferências, debates e exposições. Havia liberdade de expressão que permitia abordar quase todos os temas. Por isso, o número de jornais, revistas, almanaques aumentou.
  8. 8. História e Geografia de Portugal • 6.° ano A PROTEÇÃO AOS TRABALHADORES Os governos republicanos também tentaram dar respostas às reivindicações dos trabalhadores, com o objetivo de diminuir as injustiças sociais e melhorar as condições de trabalho. Nesse sentido, tomaram várias medidas para defender os trabalhadores: • direito à greve; • direito a 8 horas de trabalho diário, 48 horas de trabalho semanal e a um dia de descanso semanal; • criação de um seguro obrigatório para a doença, velhice e acidentes de trabalho.
  9. 9. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Para conseguirem melhores condições de vida e de trabalho, os trabalhadores uniram-se de acordo com as suas actividades formaram novos sindicatos (cujo objetivo era defender os interesses dos trabalhadores) fortaleceram os já existentes. Os sindicatos organizavam greves – períodos em que os trabalhadores se recusavam a trabalhar para pressionarem o governo e os patrões a cederem às suas reivindicações: melhoria dos salários, redução das horas de trabalho, maior segurança no trabalho, mais instrução.
  10. 10. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Em 1914, os sindicatos uniram-se e surgiu a União Operária Nacional, mais tarde (1919) Confederação Geral do Trabalho, a qual conseguiu unir a maior dos sindicatos do pais e organizar grandes greves gerais. A mobilização dos trabalhadores para as greves era grande; algumas estendiam-se a todo o país - greves gerais. Com as suas reivindicações, os trabalhadores conseguiram alguns aumento dos seus salários. Mas, entretanto, o custo de vida também subia, aumentando o preço da maioria dos produtos.
  11. 11. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Mas a 1.ª República não conseguiu resolver os problemas a que se tinha proposto. A instabilidade governativa era grande e a participação portuguesa na 1.ª Guerra Mundial provocou uma desorganização geral no país. Os preços subiram, faltaram alimentos, houve greves e desemprego. O que provocou a queda da 1.ª República? Sopa dos pobres e pedintes em Lisboa As desigualdades sociais entre os operários e camponeses e uma burguesia cada vez mais endinheirada aumentaram. Todos estes aspetos contribuíram para o fim da 1.ª República. Críticas às sessões no ParlamentoHábitos da burguesia na década de 1920
  12. 12. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Correção do trabalho de casa: Atividades pág. 99 1. • O ensino primário era obrigatório e gratuito para crianças entre os 7 e os 10 anos. • As “escolas normais” eram destinadas à formação de professores. • Lisboa, Porto e Coimbra eram as cidades que tinham ensino universitário. 2. O número de analfabetos eram mais elevado nas pequenas vilas e aldeias. 3. A lei publicada durante a 1ª República que considero mais protetora dos trabalhadores é a obrigatoriedade do seguro social porque, assim, em caso de acidente, os trabalhadores ficavam mais protegidos, não ficavam sem nada. 4. Os trabalhadores tinham vantagem em formar associações e sindicatos porque assim tinham mais força para poder lutar pelos seus direitos. 5. A confederação criada em 1919 chamava-se Confederação Geral do Trabalho.
  13. 13. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Causas da Queda da 1ª República • 1ª Guerra Mundial: Entre 1914 e 1918, quase todos os países da Europa e alguns da América e da Ásia envolveram-se numa guerra dura e cruel. Esta guerra agravou-se quando a Alemanha ocupou territórios em África que não eram seus. Para defender as suas colónias, Portugal entrou na guerra como aliado da Inglaterra e da França. A guerra terminou com a derrota da Alemanha. Muitos soldados perderam a vida nessa guerra. (ler doc. 4, pág. 100).
  14. 14. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Causas da Queda da 1ª República • Instabilidade governativa: Durante a 1ª República (1910-1926), Portugal viveu um período de grande instabilidade governativa. Tanto o Presidente da República como o Governo, para não serem demitidos, precisavam de ter no Parlamento uma maioria de deputados que os apoiasse e isso raramente acontecia. Por isso, em 16 anos, Portugal teve 8 Presidentes da República e 45 Governos. Os governos eram substituídos constantemente e nem tinham tempo para concretizar medidas importantes para o desenvolvimento do país.
  15. 15. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Manuel de Arriaga 1911-1915 Teófilo Braga 1915 Bernardino Machado 1915-1917 e 1925-1926 Sidónio Pais 1917-1918 Canto e Castro 1918-1919 António José de Almeida 1919-1923 Manuel Teixeira Gomes 1923-1925
  16. 16. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Causas da Queda da 1ª República A 1ª Guerra Mundial e a instabilidade governativa conduziram Portugal a uma desorganização geral caraterizada por: • Subida dos preços; • Falta de alimentos; • Redução do poder de compra; • Revoltas e greves constantes; • Desemprego; • Desigualdades sociais (os operários, os camponeses e outros trabalhadores continuavam a ter uma vida miserável, enquanto os burgueses conseguiram grandes lucros e aumentaram os seus capitais – surgiram os chamados “novos-ricos”).
  17. 17. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Correção do Guia de Estudo nº10 1. A primeira Constituição Republicana foi aprovada em 1911 e determinava que: eram exercidos pelos seguintes órgãos de soberania: 2. Segundo a Constituição Republicana, o Parlamento era o órgão de soberania mais importante porque a ele competia, além de fazer as leis, eleger ou demitir o Presidente da República. 3. Nome do 1º PR: Dr. Manuel de Arriaga Residência oficial do PR: Palácio de Belém. o poder legislativo o poder executivo o poder judicial Parlamento Presidente da República Governo Tribunais
  18. 18. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Correção do Guia de Estudo nº10 4. Por isso, a principal preocupação dos republicanos foi alfabetizar, isto é, dar instrução primária. 5. Depois da observação da figura 19, pode-se concluir que a percentagem de analfabetos foi diminuindo, ligeiramente, entre os anos de 1900 e 1930. 6. Com a 1ª República aumentam as publicações de jornais, revistas, almanaques, devido à liberdade de expressão que existia e permitia que quase todos os temas e assuntos fossem abordados. 7. Greve: quando, por comum acordo, um conjunto de trabalhadores se recusa a trabalhar enquanto as suas reclamações não forem atendidas. 8. Os sindicatos defendiam os interesses dos trabalhadores organizando, sobretudo, as greves gerais.
  19. 19. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Correção do Guia de Estudo nº10 9. Em 1919 fundou-se a CGT, que é a abreviatura de Confederação Geral do Trabalho e que agrupava vários sindicatos. 10. O fim da 1ª República Instabilidade Governativa • A maioria dos presidentes da República não cumpria o mandato de 4 anos. Por isso, os governos eram substituídos constantemente. • Durante a 1ª República houve 8 presidentes da República e 45 governos. Desorganização Geral • Os operários, trabalhadores e camponeses tinham um vida miserável porque:  os preços subiram;  havia falta de alimentos;  o desemprego aumentou. • Os burgueses das cidades ficaram ainda mais ricos. Até eram chamados de “novos-ricos”.
  20. 20. História e Geografia de Portugal • 6.° ano Correção do trabalho de casa: Atividades pág. 99 1. • O ensino primário era obrigatório e gratuito para crianças entre os 7 e os 10 anos. • As “escolas normais” eram destinadas à formação de professores. • Lisboa, Porto e Coimbra eram as cidades que tinham ensino universitário. 2. O número de analfabetos era mais elevado nas pequenas vilas e aldeias. 3. A lei publicada durante a 1ª República que considero mais protetora dos trabalhadores é a obrigatoriedade do seguro social porque, assim, em caso de acidente, os trabalhadores ficavam mais protegidos, não ficavam sem nada. 4. Os trabalhadores tinham vantagem em formar associações e sindicatos porque assim tinham mais força para poder lutar pelos seus direitos. 5. A confederação criada em 1919 chamava-se Confederação Geral do Trabalho.

×