SlideShare uma empresa Scribd logo
HERESIOLOGIA
CAPÍTULO I - TERMINOLOGIAS
 O termo religião vem do latim, “religare” e significa ligar-se
novamente;
 É também o conjunto de práticas e princípios que regem a relação
entre homem e divindade
 O termo religião em sua aplicação básica tem a ideia de que certos
poderes sobrenaturais podem exercer autoridade sobre os homens:
a. Forçando-os a fazer ou evitar certas coisas;
b. Exigir o cumprimento de ritos;
c. Sustentar crenças e seguir um caminho especifico;
 As religiões ensinam boas regras de conduta, mas há os que colocam
no coração dos seus seguidores o temor num deus desconhecido;
 Dentre as muitas religiões há algo em comum, o de não servir o
verdadeiro Deus
 Criam reformas e desconhecem o caminho que é Cristo;
INTRODUÇÃO
 O termo religião vem do latim, “religare” e significa ligar-se
novamente;
 As religiões ensinam boas regras de conduta, mas há os que colocam
no coração dos seus seguidores o temor num deus desconhecido;
DEFINIÇÃO
A verdadeira religião é
aquela que através dos seus
sentimentos leva o homem
caído em seus muitos
pecados a voltar-se para o
Único e Verdadeiro Deus
10 GRANDES RELIGIÕES DO MUNDO
1 - ISLAMISMO
2 - BUDISMO
3 - JUDAÍSMO
4 - CONFUNCIONISMO
5 - HINDUÍSMO
6 - TAOÍSMO
7 - XINTOÍSMO
8 -SIKHISMO
9 - ZOROASTRISMO
10 - JAINISMO
DOUTRINA
1. Significa ensino, vem do latim doctrina, cuja forma verbal é cocere:
ensinar, ensino ou instrução
2. Conteúdo pode ser de origem:
1. Divina (Mt. 7.28)
2. Humana (Cl.2.22)
3. Demoníaca (1Tm. 4.1)
3. A teologia da doutrina é a ciência que trata o conhecimento acerca
de Deus e a sua relação com o homem;
4. A doutrina consiste de fatos comprovados, é a conexão entre a
teologia e a religião;
5. Não se deve confundir doutrinas com dogmas:
1. Dogma é um parecer eclesiástico daquilo que não está muito
claro na Bíblia;
2. Características particulares de algumas igrejas;
3. Doutrina é de essência exclusivamente bíblica;
DOUTRINAS BÍBLICAS
1 - SALVAÇÃO
2 - PECADO
3 – DE CRISTO
4 – ESPÍRITO SANTO
5 – ÚLTIMAS COISAS
6 – DE DEUS
7 – DA BÍBLIA
8 -ANJOS
9 - HOMEM
10 - EXPIAÇÃO
PARAA PRÓPRIA DEFESA PREVALECER A VERDADE
Muitas entidades treinam seus
adeptos a ir de porta em porta,
treinados e especializados a
trabalhar com os evangélicos,
principalmente os novos
convertidos, com a missão de
resgatar tais para sua entidade
herética.
O cristão precisa conhecer os
ensinos para não ser engodado
por falsos ensinamentos.
(Tt. 1,9)
Tendo o conhecimento da
verdade, poderemos combater os
falsos ensinos, como também,
apresentar a verdade aos que
necessitam.
Não se trata de gostar ou não de
estudar outras religiões ou seitas,
trata-se do compromisso com a
verdade diante de Deus e dos
homens.
POR QUE ESTUDAR AS FALSAS DOUTRINAS?
1 Tm. 4.16
HERESIA
 Vem do grego hairesis, significa
preferência;
 Ato de um indivíduo ou grupo se
afastar da palavra de Deus;
 Adotar suas próprias ideias ou de
outrem;
 Abandono da verdade;
 No século I, heresia era negar o
evangelho pregado pelos
apóstolos. (2 Co. 11.2-4; 2 Pe. 2.1)
Afirma a divindade de cristo e nega a humanidade, ou
vice-versa
Da ênfase a unidade de Deus e se obscurece a Doutrina da
Trindade
Preocupa-se com o corpo do homem e esquece da sua alma
ou do seu espírito
1. UNILATERALIDADE DAAPRECIAÇÃO
DOUTRINÁRIA.
COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
Histórias ou doutrinas baseadas em fatos que não
fornecem base para tal;
Incredulidade para com os ensinamentos baseados em
fatos reais, bíblicos ou com raízes bíblicas;
2. CONTRADIÇÃO COM OS FATOS
COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
A maioria das heresias não resiste a confrontação lógica
com a:
1.A História;
2.A Ciência;
3.A Bíblia;
4.A própria religião;
3. INCOERÊNCIA LÓGICA
COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
O MAL DAS HERESIAS
As heresias são um mal que está devorando a
Igreja de Cristo, destruindo a essência do
verdadeiro evangelho. Se ele não for extirpado
as consequências serão catastróficas.
Lideres e mestres influentes estão utilizando o
poder da mídia, para torcer a Palavra de Deus
e promover doutrinas que só trazem confusão
e instabilidade espiritual.
 Significa facção, partido, grupo ou cisão;
 Conjunto de pessoas que ensinam ou seguem uma heresia;
 Grupo de pessoas unanimes em torno de uma interpretação
particular da bíblia
 Etimologicamente “seita”, vem do substantivo latino secta e do
verbo sequi (seguir), tem sentido de partido, escola, facção,
movimento daqueles que seguem um líder.
 Tem origem também no termo secare ou secedere, que
significa, cortar, separar.
 Sentido de um grupo que separou de outra seita, dando ideia
de dissidência
SEITAS
1. Apresentam novas “revelações”;
2. Apresentam novas interpretações da bíblia;
3. Apresentam outro Jesus;
4. Rejeitam o Cristianismo Ortodoxo;
5. Possuem uma liderança muito forte, dominante;
6. Mudam constantemente a sua teologia;
7. Apresentam falsas profecias;
8. Garantem salvação pelas obras;
9. Possuem um conceito elevado de fraternidade restrita a própria
seita;
10.A base escriturística em algumas seita é a Bíblia e a “doutrina”
do fundador;
11.Acentuado espírito proseletista;
12.Presença dos líderes carismáticos, novos profetas ou gurus;
CARACTERISTICAS DAS SEITAS
1. Pelos argumentos extra bíblicos e antibíblicos;
a. Argumento extra bíblicos não tem base na Bíblia;
b. Argumento antibíblico é aquele que fere, torce, subtrai,
acrescenta ou choca com as verdades da palavra de Deus;
2. Fundamentos em expressões isoladas da Bíblia; (Gl. 1.8)
a. Negam a Doutrina da Trindade;
b. São exclusivistas;
c. Negam explicitamente a autoridade da Bíblia;
d. Acrescentam algo á Bíblia;
e. Retiram algo pertinente a pessoa de Jesus;
f. Não existe salvação fora de seus sistema religiosos;
COMO IDENTIFICAR AS SEITAS?
1. Alguns já pronunciaram, (marcaram data) o fim do mundo;
2. Afirmaram que a ressurreição de Jesus não foi corporal, e
sim em espírito;
3. Alguns como a LBV, dizem que Ele nem ressuscitou;
Qual a razão para tão grande sucesso das seitas?
1. Excesso de mundanismo;
2. Insatisfação com a obra social;
3. Acepção de pessoas;
4. Negligencia na pregação e no ensino da palavra de Deus;
5. Abandono dos cuidados pastorais;
6. Misticismo;
7. Descaso dos cristãos na área do evangelismo;
FALSAS PROFECIAS
1. A ação diabólica do mundo (2 Co. 4.4);
2. A ação diabólica contra a Igreja (Mt. 13.25);
3. A ação diabólica contra a palavra de Deus (Mt. 13.19);
4. Descuido da Igreja em pregar o evangelho completo (Mt.
13.25);
5. A falsa hermenêutica (2 Pe. 3.16);
6. A falta de conhecimento da verdade bíblica (1 Tm. 2.4);
7. A falta de maturidade espiritual (Ef. 4.14)
RAZÕES DO SURGIMENTO DAS SEITAS
1. A tradição cristã;
2. Excesso do mundanismo nas igrejas;
3. A insatisfação com a obra social ;
4. A acepção de pessoas;
5. A novidade;
6. A negligencia na pregação e no ensino;
7. Despertamento religioso do povo em geral;
8. A deserção espiritual;
RAZÕES DO CRESCIMENTO DAS SEITAS
1. Necessidade de conversão pessoal e oração espontânea;
2. Necessidade de um ambiente fraternal;
3. Necessidade de estudo profundo da Bíblia;
4. Necessidade de evangelizar;
5. Necessidade de uma ação social mais eficiente;
COMO ENFRENTARAAS SEITAS
CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS
1. PSEUDOCRISTÃS:
 Testemunha de Jeová
 Adventismo do Sétimo dia
 Mormonismo
 Meninos de Deus ( A Família )
 Tabernáculo da Fé
 Só Jesus
 Igreja de Cristo Internacional (Boston)
 Igreja da Unificação (Reverendo Moon)
 Igreja Local Witness Lee
 Voz da Verdade
 Testemunhas de Yehochua
 Igreja Pentecostal Unida do Brasil
CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS
2. ORIENTAIS:
• Arte Mahikare
• Hare Krishna
• Seicho-no-iê
• Igreja Messiânica Mundial
• Meditação Transcendental
• Perfect Liberty (Perfeita Liberdade)
CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS
3. OCULTISMOS:
• Kardecismo
• Legião da Boa Vontade
• Santo Daime
• Racionalismos Cristão
• Ciência Cristã
• Nova Era
CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS
4. AFRO BRASILEIRAS:
• Umbanda
• Quimbanda
• Candomblé
• Cultura Racional
CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS
5. SECRETAS:
• Maçonaria
• Ordem Rosa Cruz
• Teosofismo
1. Os duvidosos ou vacilantes na fé;
2. Os que estão na iminência de cair;
3. Os que já viveram na verdade do evangelho
QUEM ESTÁ SENDO LEVADO PELAS SEITAS
1. Compreensão da Doutrina Cristã;
2. Separação da subversão espiritual (Ef. 5.11)
3. Rejeição dos pontos de vista profanos (1 Tm. 4.16; 2 Pe1.3,4)
4. Desencorajamento dos promotores das seitas (2 Jo. 9-11)
5. Defesa da Fé (Ef. 6.10-20)
ATITUDES PRÁTICAS CONTRAAS SEITAS
SEITAS E DOUTRINAS DO NOVO TESTAMENTO
JUDAICAS:
• Saduceus
• Fariseus
• Ebionitas ou Judaizantes
ATITUDES PRÁTICAS CONTRAAS SEITAS
OUTRAS SEITAS:
• Gnosticismo
• Ocultismo
• Culto ao Imperador Romano
• Culto aos Deuses do Panteão Grego/Romano
• Nicolaítas
ASSINALE COM X AS ALTERNAIVAS CORRETAS
1.C) Religião
2.B) Heresia
3.C) Maçonaria, ordem rosa cruz e teosofismo, são
classificados como seitas pseudocristãs
MARQUE “C” PARA CERTO E “E” PARA ERRADO
4. C
5. E
QUESTIONÁRIO
Pg. 28
Ismo, é um sufixo de origem grega e indica origem, crença,
escola, sistema, conformação. Ou seja, palavras com essa
terminação indicam que uma ideologia é seguida, que existe
algo consolidado como regra ou, pelo menos, que se acredita
ser uma regra. Assim temos:
OS ISMOS DO PENSAMENTO HUMANO
(PENSAMENTOS ERRÔNEOS)
Vem do Grego (A = Não) e
(Gnóstico = Conhecer) "não
Conheço". E o sistema que
ensina a "crença suspensa", o
indivíduo não crê nem deixa
de crer na existência de Deus
AGNOSTICISMO
Esse termo vem do "anima"
(alma, fôlego) primitivamente
considerando a alma como
causa primária de todos os
fatos, atribuindo a todos os
seres uma ou várias almas.
ANIMISMO
Vem do Grego "Askesis"
(exercício ou prática) fé
religiosa praticada
principalmente por seitas
orientais, pratica a
autonegação, submetendo o
corpo à alma, liberando-a
para progredir rumo à
salvação.
ASCETISMO
Vem do Grego (A = Não)
(Theós = Deus) teoria que
nega a existência de Deus ou
de um deus específico, ou seja,
é a negação total de qualquer
realidade sobrenatural.
ATEÍSMO
Foi fundado por Pierrô,
filósofo grego 360 a.C., ensina
que, visto só as sensações
instáveis ou ilusórias, podem
ser base do nosso juízo sobre a
realidade.
CETICISMO
Vem do Latim (Deus =
Deus) para o deísmo Deus é o
principio ou causa do mundo,
trata-se do Deus de todas as
religiões, para os seus adeptos
Deus é antes um Deus da
natureza do que um Deus da
humanidade.
DEÍSMO
Vem do Latim (Dualis =
Dois) doutrina filosófica que
admite a existência de duas
substâncias ou de duas
realidades como explicação ao
mundo e a vida. No sentido
religioso acredita que há o
poder bom e maligno
operando na natureza
humana.
DUALISMO
Vem de dois termos Gregos
(Ek = fora e lego = colecionar)
atitude que leva o homem a
selecionar suas ideias,
procurando aproveitar o que
há de melhor em todos os
sistemas a fim de ficar com
seu próprio sistema.
ECLETISMO
Deriva-se do Grego
(empeiria = experiência)
baseia-se na tese que todo
conhecimento humano é
resultado de experiências
exteriores ou interiores da
percepção dos sentidos e não
da razão.
EMPIRISMO
Fundado por Epícuro (341
-270 a.C.) afirma
filosoficamente o princípio do
prazer como valor supremo e
finalidade do homem a busca
do prazer sem dor, mental e
não físico, prazer apenas e
nunca Deus.
EPICURISMO
Palavra de origem Grega =
interior, doutrina secreta,
oculta, incluindo mistérios
que somente os membros de
um certo grupo podem saber.
Aplica-se também ao estudo
da simbologia, onde o homem
poderia saber a razão de sua
existência.
ESOTERISMO
Doutrina de demônios,
aceita a reencarnação e a
evolução do espírito, segundo
essa doutrina, o espírito é o
centro
de todas as atividades
humanas.
ESPIRITUALISMO
Do grego (Stoa = portada)
seu fundador foi Zenão de
Cítio
(334- 262 a.C.) afirma que a
sabedoria e a felicidade
derivam-se da virtude e de
viver conforme a razão.
ESTOICISMO
Filosofia científica, a qual
ensina, que tudo desenvolveu-
se por si mesmo, por meio de
suas próprias forças,
aperfeiçoando
com o passar do tempo.
EVOLUCIONISMO
Do Grego (Gignoskein =
saber – conhecer) significa em
tese o conhecimento místico
dos segredos divinos, esses
conhecimentos compreende
uma sabedoria sobrenatural
que segundo os adeptos
obteriam a salvação
GNOSTICISMO
Do Latim (Hurnanistas =
humanidade) - um sistema de
pensamento no qual o homem
e o seu interior tornam-se o
ponto central, filosofia que
separa o homem da relação
com Deus ou à Deus.
HUMANISMO
Filosofia que afirma que o
homem é bom, puro e justo,
que a Bíblia é falível, que
Deus é um Pai universal e
todos tem a felicidade
garantida.
LIBERALISMO
Segundo essa filosofia a
alma faz parte
da natureza, e obedece as
mesmas leis que regem seu
movimento;
crendo nas leis físicas o
homem é matéria como as
demais coisas.
MATERIALISMO
(Único) os sistemas
monistas são variados e
contraditórios, acredita que as
substâncias, as leis lógicas ou
físicas e as bases do
comportamento tem um único
princípio que tudo explica
podendo ser chamado de deus
natureza etc..
MONISMO
Do Grego (Pan = Tudo +
Theos = Deus) "tudo é Deus"
Deus é o cabeça da totalidade
e o mundo seu corpo, portanto
Deus e o mundo tornam-se
uma unidade.
PANTEISMO
Doutrina que aceita a
existência de vários mundos
ou planos habitados, para
cada mundo um tipo de deus,
oferecendo um âmbito
universal para a
evolução do espírito.
PLURALISMO
A crença em mais de um
deus, há deuses para os
sentimentos, para as
manifestações da natureza,
para as atividades humanas e
até deuses domésticos.
POLITEÍSMO
Doutrina filosófica criada
por August Conte
( 1798 -1857 ) sua religião
ensina que nada há de
sobrenatural ou
transcendente, suas crenças
são baseadas na ciência e ao
culto as coisas criadas e não
ao Criador.
POSITIVISMO
Substantivo do termo
"Razão" - filosofia que
sustenta a primazia da razão,
da capacidade de pensar,
ensina que não tem como crer
naquilo que a razão
desconhece.
RACIONALISMO
E uma filosofia que crê que
a salvação é estendida a todo
gênero humano partindo do
povo Judeu, na aliança de
Deus com os homens e por fim
na igreja Cristã afirmando a
redenção a todas as criaturas.
UNIVERSALISMO
Filosofia que nega a
divindade de Cristo, embora o
venere, afirma que há
salvação para todos, creem na
Bíblia parcialmente,
não crê no pecado nem na
Trindade.
Fundado na Itália, pelos
protestantes
Lélio e Fausto Socino
UNITARISMO
ASSINALE COM X AS ALTERNAIVAS CORRETAS
06. B) Filosofia
07. D) O politeísmo afirma o principio do prazer como valor
supremo
08. A) Unitarismo
MARQUE “C” PARA CERTO E “E” PARA ERRADO
09. E
10. C
QUESTIONÁRIO
Pg. 40

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
Romulo Roosemberg
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
Sergio Silva
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
Moisés Sampaio
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblico
RODRIGO FERREIRA
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
Respirando Deus
 
Testemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
Testemunhas de Jeová - Seitas e HeresiasTestemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
Testemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
Luan Almeida
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
João Áquila Lima Dos Santos
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
Marcia Marcone
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
Taciano Cassimiro Cassimiro
 
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos AnjosLição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Coop. Fabio Silva
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Erivelton Rodrigues Nunes
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
Marcianno Teofilo
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
npmscampos
 
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁSEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
Leonam dos Santos
 
Aula 5 pneumatologia
Aula 5   pneumatologiaAula 5   pneumatologia
Aula 5 pneumatologia
magnao2
 
Introdução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas EscriturasIntrodução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas Escrituras
Cursos Católicos
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
faculdadeteologica
 
Teologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - CristologiaTeologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - Cristologia
Gcom digital factory
 
Aula 2 - Gênesis
Aula 2 - GênesisAula 2 - Gênesis
Aula 2 - Gênesis
Gustavo Zimmermann
 

Mais procurados (20)

Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
 
Curso de Bibliologia
Curso de BibliologiaCurso de Bibliologia
Curso de Bibliologia
 
Historia da igreja i aula 1
Historia da igreja i  aula 1Historia da igreja i  aula 1
Historia da igreja i aula 1
 
Bibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblicoBibliologia - Cânon biblico
Bibliologia - Cânon biblico
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
Testemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
Testemunhas de Jeová - Seitas e HeresiasTestemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
Testemunhas de Jeová - Seitas e Heresias
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 01 - BÁSICO - IBADEP)
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos AnjosLição 02 - Doutrina dos Anjos
Lição 02 - Doutrina dos Anjos
 
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras SagradasBibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
Bibliologia - Inspiração - Cânon das Escrituras Sagradas
 
A doutrina do pecado
A doutrina do pecadoA doutrina do pecado
A doutrina do pecado
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
 
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁSEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
SEITAS E HERESIAS - TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
 
Aula 5 pneumatologia
Aula 5   pneumatologiaAula 5   pneumatologia
Aula 5 pneumatologia
 
Introdução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas EscriturasIntrodução às Sagradas Escrituras
Introdução às Sagradas Escrituras
 
Disciplina de Escatologia
Disciplina de EscatologiaDisciplina de Escatologia
Disciplina de Escatologia
 
Teologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - CristologiaTeologia sistematica - Cristologia
Teologia sistematica - Cristologia
 
Aula 2 - Gênesis
Aula 2 - GênesisAula 2 - Gênesis
Aula 2 - Gênesis
 

Semelhante a IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 1.pptx

APOSTILAS SEITAS.pdf
APOSTILAS SEITAS.pdfAPOSTILAS SEITAS.pdf
APOSTILAS SEITAS.pdf
NayronCrates
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
PIBJA
 
Como identificar uma seita
Como identificar uma seitaComo identificar uma seita
Como identificar uma seita
Instituto Teológico Gamaliel
 
O que é uma seita - Muito importante e interessante
O que é uma seita - Muito importante e interessanteO que é uma seita - Muito importante e interessante
O que é uma seita - Muito importante e interessante
ToshioPereiraSasaki2
 
Introdução a seitas e heresias
Introdução a seitas e heresiasIntrodução a seitas e heresias
Introdução a seitas e heresias
ETENAC - Escola Teológica Nova Aliança em Cristo
 
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdfHERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
Tiago Silva
 
Resumo Seitas e heresias.docx
Resumo Seitas e heresias.docxResumo Seitas e heresias.docx
Resumo Seitas e heresias.docx
JosMriodasilva1
 
História da Igreja Moderna
História da Igreja ModernaHistória da Igreja Moderna
História da Igreja Moderna
Alberto Simonton
 
Teol.prosperidade
Teol.prosperidadeTeol.prosperidade
Teol.prosperidade
goiano
 
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1 IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
Rubens Sohn
 
Igreja saudavel
Igreja saudavelIgreja saudavel
A Teologia e sua relação com a vida da Igreja
A Teologia e sua relação com a vida da IgrejaA Teologia e sua relação com a vida da Igreja
A Teologia e sua relação com a vida da Igreja
Robson Tavares Fernandes
 
Como pregar doutrinas
Como pregar doutrinasComo pregar doutrinas
Como pregar doutrinas
Janilson Noca
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
Daladier Lima
 
APOLOGÉTICA CRISTÃ - 1ª AULA - 2020.pdf
APOLOGÉTICA CRISTÃ  - 1ª AULA - 2020.pdfAPOLOGÉTICA CRISTÃ  - 1ª AULA - 2020.pdf
APOLOGÉTICA CRISTÃ - 1ª AULA - 2020.pdf
FabiFaculdadeBatista
 
Apostila religiões, que diz a Palavra de Deus
Apostila   religiões, que diz a Palavra de DeusApostila   religiões, que diz a Palavra de Deus
Apostila religiões, que diz a Palavra de Deus
Robson Rocha
 
3 história do cristianismo - 3ª aula
3   história do cristianismo - 3ª aula3   história do cristianismo - 3ª aula
3 história do cristianismo - 3ª aula
PIB Penha
 
Seitas e heresias i
Seitas e heresias iSeitas e heresias i
Seitas e heresias i
Cleidiane Sousa Oliveira
 
5º módulo 4ª aula
5º módulo   4ª aula5º módulo   4ª aula
5º módulo 4ª aula
Monergista Post
 
Publicação 4 conhecendo as testemunhas de jeová
Publicação 4   conhecendo as testemunhas de jeováPublicação 4   conhecendo as testemunhas de jeová
Publicação 4 conhecendo as testemunhas de jeová
Pastor Marcello Rocha
 

Semelhante a IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 1.pptx (20)

APOSTILAS SEITAS.pdf
APOSTILAS SEITAS.pdfAPOSTILAS SEITAS.pdf
APOSTILAS SEITAS.pdf
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 3
 
Como identificar uma seita
Como identificar uma seitaComo identificar uma seita
Como identificar uma seita
 
O que é uma seita - Muito importante e interessante
O que é uma seita - Muito importante e interessanteO que é uma seita - Muito importante e interessante
O que é uma seita - Muito importante e interessante
 
Introdução a seitas e heresias
Introdução a seitas e heresiasIntrodução a seitas e heresias
Introdução a seitas e heresias
 
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdfHERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
HERESIAS-NO-MEIO-EVANGÉLICO-Pr.-Vagner (1).pdf
 
Resumo Seitas e heresias.docx
Resumo Seitas e heresias.docxResumo Seitas e heresias.docx
Resumo Seitas e heresias.docx
 
História da Igreja Moderna
História da Igreja ModernaHistória da Igreja Moderna
História da Igreja Moderna
 
Teol.prosperidade
Teol.prosperidadeTeol.prosperidade
Teol.prosperidade
 
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1 IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
 
Igreja saudavel
Igreja saudavelIgreja saudavel
Igreja saudavel
 
A Teologia e sua relação com a vida da Igreja
A Teologia e sua relação com a vida da IgrejaA Teologia e sua relação com a vida da Igreja
A Teologia e sua relação com a vida da Igreja
 
Como pregar doutrinas
Como pregar doutrinasComo pregar doutrinas
Como pregar doutrinas
 
Seitas e heresias
Seitas e heresiasSeitas e heresias
Seitas e heresias
 
APOLOGÉTICA CRISTÃ - 1ª AULA - 2020.pdf
APOLOGÉTICA CRISTÃ  - 1ª AULA - 2020.pdfAPOLOGÉTICA CRISTÃ  - 1ª AULA - 2020.pdf
APOLOGÉTICA CRISTÃ - 1ª AULA - 2020.pdf
 
Apostila religiões, que diz a Palavra de Deus
Apostila   religiões, que diz a Palavra de DeusApostila   religiões, que diz a Palavra de Deus
Apostila religiões, que diz a Palavra de Deus
 
3 história do cristianismo - 3ª aula
3   história do cristianismo - 3ª aula3   história do cristianismo - 3ª aula
3 história do cristianismo - 3ª aula
 
Seitas e heresias i
Seitas e heresias iSeitas e heresias i
Seitas e heresias i
 
5º módulo 4ª aula
5º módulo   4ª aula5º módulo   4ª aula
5º módulo 4ª aula
 
Publicação 4 conhecendo as testemunhas de jeová
Publicação 4   conhecendo as testemunhas de jeováPublicação 4   conhecendo as testemunhas de jeová
Publicação 4 conhecendo as testemunhas de jeová
 

Mais de Rubens Sohn

IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptxIBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
Rubens Sohn
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
Rubens Sohn
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE  JEREMIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE  JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUMIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
Rubens Sohn
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
Rubens Sohn
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
Rubens Sohn
 

Mais de Rubens Sohn (20)

IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptxIBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
IBADEP BÁSICO - AULA 4 – HEBREUS E TIAGO.pptx
 
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
IBADEP BÁSICO AULA 3 - FILIPENSES, COLOSSENSES 1 E 2 TESSALONICENSES, 1 E TIM...
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOSIBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA2 - 1 e 2 CORINTIOS
 
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...IBADEP BASICO -  EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS  AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
IBADEP BASICO - EPISTOLAS PAULINAS E GERAIS AULA1 - ROMANOS, GALATAS E EFÉS...
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 5 - PROFETA DANIEL.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 4 - PROFETA EZEQUIEL.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE  JEREMIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE  JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 3 - LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 2 - PROFETA JEREMIAS.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MAIORES AULA 1 - PROFETA ISAÍAS.pptx
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 4.pptx
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 3.pptx
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 2.pptx
 
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptxIBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
IBADEP MÉDIO - TEOLOGIA BIBLICA DO ANTIGO TESTAMENTO - AULA 1.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 5 – ZACARIAS E MALAQUIAS.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 4 – HABACUQUE, SOFONIAS E AGEU.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUMIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 3 - MIQUÉIAS E NAUM
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptxIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES - AULA 2 - OBADIAS E JONAS.pptx
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 4
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
 

Último

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 

Último (14)

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 

IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 1.pptx

  • 2.  O termo religião vem do latim, “religare” e significa ligar-se novamente;  É também o conjunto de práticas e princípios que regem a relação entre homem e divindade  O termo religião em sua aplicação básica tem a ideia de que certos poderes sobrenaturais podem exercer autoridade sobre os homens: a. Forçando-os a fazer ou evitar certas coisas; b. Exigir o cumprimento de ritos; c. Sustentar crenças e seguir um caminho especifico;  As religiões ensinam boas regras de conduta, mas há os que colocam no coração dos seus seguidores o temor num deus desconhecido;  Dentre as muitas religiões há algo em comum, o de não servir o verdadeiro Deus  Criam reformas e desconhecem o caminho que é Cristo; INTRODUÇÃO  O termo religião vem do latim, “religare” e significa ligar-se novamente;  As religiões ensinam boas regras de conduta, mas há os que colocam no coração dos seus seguidores o temor num deus desconhecido;
  • 3. DEFINIÇÃO A verdadeira religião é aquela que através dos seus sentimentos leva o homem caído em seus muitos pecados a voltar-se para o Único e Verdadeiro Deus
  • 4. 10 GRANDES RELIGIÕES DO MUNDO 1 - ISLAMISMO 2 - BUDISMO 3 - JUDAÍSMO 4 - CONFUNCIONISMO 5 - HINDUÍSMO 6 - TAOÍSMO 7 - XINTOÍSMO 8 -SIKHISMO 9 - ZOROASTRISMO 10 - JAINISMO
  • 5. DOUTRINA 1. Significa ensino, vem do latim doctrina, cuja forma verbal é cocere: ensinar, ensino ou instrução 2. Conteúdo pode ser de origem: 1. Divina (Mt. 7.28) 2. Humana (Cl.2.22) 3. Demoníaca (1Tm. 4.1) 3. A teologia da doutrina é a ciência que trata o conhecimento acerca de Deus e a sua relação com o homem; 4. A doutrina consiste de fatos comprovados, é a conexão entre a teologia e a religião; 5. Não se deve confundir doutrinas com dogmas: 1. Dogma é um parecer eclesiástico daquilo que não está muito claro na Bíblia; 2. Características particulares de algumas igrejas; 3. Doutrina é de essência exclusivamente bíblica;
  • 6. DOUTRINAS BÍBLICAS 1 - SALVAÇÃO 2 - PECADO 3 – DE CRISTO 4 – ESPÍRITO SANTO 5 – ÚLTIMAS COISAS 6 – DE DEUS 7 – DA BÍBLIA 8 -ANJOS 9 - HOMEM 10 - EXPIAÇÃO
  • 7. PARAA PRÓPRIA DEFESA PREVALECER A VERDADE Muitas entidades treinam seus adeptos a ir de porta em porta, treinados e especializados a trabalhar com os evangélicos, principalmente os novos convertidos, com a missão de resgatar tais para sua entidade herética. O cristão precisa conhecer os ensinos para não ser engodado por falsos ensinamentos. (Tt. 1,9) Tendo o conhecimento da verdade, poderemos combater os falsos ensinos, como também, apresentar a verdade aos que necessitam. Não se trata de gostar ou não de estudar outras religiões ou seitas, trata-se do compromisso com a verdade diante de Deus e dos homens. POR QUE ESTUDAR AS FALSAS DOUTRINAS? 1 Tm. 4.16
  • 8. HERESIA  Vem do grego hairesis, significa preferência;  Ato de um indivíduo ou grupo se afastar da palavra de Deus;  Adotar suas próprias ideias ou de outrem;  Abandono da verdade;  No século I, heresia era negar o evangelho pregado pelos apóstolos. (2 Co. 11.2-4; 2 Pe. 2.1)
  • 9. Afirma a divindade de cristo e nega a humanidade, ou vice-versa Da ênfase a unidade de Deus e se obscurece a Doutrina da Trindade Preocupa-se com o corpo do homem e esquece da sua alma ou do seu espírito 1. UNILATERALIDADE DAAPRECIAÇÃO DOUTRINÁRIA. COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
  • 10. Histórias ou doutrinas baseadas em fatos que não fornecem base para tal; Incredulidade para com os ensinamentos baseados em fatos reais, bíblicos ou com raízes bíblicas; 2. CONTRADIÇÃO COM OS FATOS COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
  • 11. A maioria das heresias não resiste a confrontação lógica com a: 1.A História; 2.A Ciência; 3.A Bíblia; 4.A própria religião; 3. INCOERÊNCIA LÓGICA COMO IDENTIFICAR UMA HERESIA?
  • 12. O MAL DAS HERESIAS As heresias são um mal que está devorando a Igreja de Cristo, destruindo a essência do verdadeiro evangelho. Se ele não for extirpado as consequências serão catastróficas. Lideres e mestres influentes estão utilizando o poder da mídia, para torcer a Palavra de Deus e promover doutrinas que só trazem confusão e instabilidade espiritual.
  • 13.  Significa facção, partido, grupo ou cisão;  Conjunto de pessoas que ensinam ou seguem uma heresia;  Grupo de pessoas unanimes em torno de uma interpretação particular da bíblia  Etimologicamente “seita”, vem do substantivo latino secta e do verbo sequi (seguir), tem sentido de partido, escola, facção, movimento daqueles que seguem um líder.  Tem origem também no termo secare ou secedere, que significa, cortar, separar.  Sentido de um grupo que separou de outra seita, dando ideia de dissidência SEITAS
  • 14. 1. Apresentam novas “revelações”; 2. Apresentam novas interpretações da bíblia; 3. Apresentam outro Jesus; 4. Rejeitam o Cristianismo Ortodoxo; 5. Possuem uma liderança muito forte, dominante; 6. Mudam constantemente a sua teologia; 7. Apresentam falsas profecias; 8. Garantem salvação pelas obras; 9. Possuem um conceito elevado de fraternidade restrita a própria seita; 10.A base escriturística em algumas seita é a Bíblia e a “doutrina” do fundador; 11.Acentuado espírito proseletista; 12.Presença dos líderes carismáticos, novos profetas ou gurus; CARACTERISTICAS DAS SEITAS
  • 15. 1. Pelos argumentos extra bíblicos e antibíblicos; a. Argumento extra bíblicos não tem base na Bíblia; b. Argumento antibíblico é aquele que fere, torce, subtrai, acrescenta ou choca com as verdades da palavra de Deus; 2. Fundamentos em expressões isoladas da Bíblia; (Gl. 1.8) a. Negam a Doutrina da Trindade; b. São exclusivistas; c. Negam explicitamente a autoridade da Bíblia; d. Acrescentam algo á Bíblia; e. Retiram algo pertinente a pessoa de Jesus; f. Não existe salvação fora de seus sistema religiosos; COMO IDENTIFICAR AS SEITAS?
  • 16. 1. Alguns já pronunciaram, (marcaram data) o fim do mundo; 2. Afirmaram que a ressurreição de Jesus não foi corporal, e sim em espírito; 3. Alguns como a LBV, dizem que Ele nem ressuscitou; Qual a razão para tão grande sucesso das seitas? 1. Excesso de mundanismo; 2. Insatisfação com a obra social; 3. Acepção de pessoas; 4. Negligencia na pregação e no ensino da palavra de Deus; 5. Abandono dos cuidados pastorais; 6. Misticismo; 7. Descaso dos cristãos na área do evangelismo; FALSAS PROFECIAS
  • 17. 1. A ação diabólica do mundo (2 Co. 4.4); 2. A ação diabólica contra a Igreja (Mt. 13.25); 3. A ação diabólica contra a palavra de Deus (Mt. 13.19); 4. Descuido da Igreja em pregar o evangelho completo (Mt. 13.25); 5. A falsa hermenêutica (2 Pe. 3.16); 6. A falta de conhecimento da verdade bíblica (1 Tm. 2.4); 7. A falta de maturidade espiritual (Ef. 4.14) RAZÕES DO SURGIMENTO DAS SEITAS
  • 18. 1. A tradição cristã; 2. Excesso do mundanismo nas igrejas; 3. A insatisfação com a obra social ; 4. A acepção de pessoas; 5. A novidade; 6. A negligencia na pregação e no ensino; 7. Despertamento religioso do povo em geral; 8. A deserção espiritual; RAZÕES DO CRESCIMENTO DAS SEITAS
  • 19. 1. Necessidade de conversão pessoal e oração espontânea; 2. Necessidade de um ambiente fraternal; 3. Necessidade de estudo profundo da Bíblia; 4. Necessidade de evangelizar; 5. Necessidade de uma ação social mais eficiente; COMO ENFRENTARAAS SEITAS
  • 20. CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS 1. PSEUDOCRISTÃS:  Testemunha de Jeová  Adventismo do Sétimo dia  Mormonismo  Meninos de Deus ( A Família )  Tabernáculo da Fé  Só Jesus  Igreja de Cristo Internacional (Boston)  Igreja da Unificação (Reverendo Moon)  Igreja Local Witness Lee  Voz da Verdade  Testemunhas de Yehochua  Igreja Pentecostal Unida do Brasil
  • 21. CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS 2. ORIENTAIS: • Arte Mahikare • Hare Krishna • Seicho-no-iê • Igreja Messiânica Mundial • Meditação Transcendental • Perfect Liberty (Perfeita Liberdade)
  • 22. CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS 3. OCULTISMOS: • Kardecismo • Legião da Boa Vontade • Santo Daime • Racionalismos Cristão • Ciência Cristã • Nova Era
  • 23. CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS 4. AFRO BRASILEIRAS: • Umbanda • Quimbanda • Candomblé • Cultura Racional
  • 24. CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS 5. SECRETAS: • Maçonaria • Ordem Rosa Cruz • Teosofismo
  • 25. 1. Os duvidosos ou vacilantes na fé; 2. Os que estão na iminência de cair; 3. Os que já viveram na verdade do evangelho QUEM ESTÁ SENDO LEVADO PELAS SEITAS
  • 26. 1. Compreensão da Doutrina Cristã; 2. Separação da subversão espiritual (Ef. 5.11) 3. Rejeição dos pontos de vista profanos (1 Tm. 4.16; 2 Pe1.3,4) 4. Desencorajamento dos promotores das seitas (2 Jo. 9-11) 5. Defesa da Fé (Ef. 6.10-20) ATITUDES PRÁTICAS CONTRAAS SEITAS
  • 27. SEITAS E DOUTRINAS DO NOVO TESTAMENTO JUDAICAS: • Saduceus • Fariseus • Ebionitas ou Judaizantes
  • 28. ATITUDES PRÁTICAS CONTRAAS SEITAS OUTRAS SEITAS: • Gnosticismo • Ocultismo • Culto ao Imperador Romano • Culto aos Deuses do Panteão Grego/Romano • Nicolaítas
  • 29. ASSINALE COM X AS ALTERNAIVAS CORRETAS 1.C) Religião 2.B) Heresia 3.C) Maçonaria, ordem rosa cruz e teosofismo, são classificados como seitas pseudocristãs MARQUE “C” PARA CERTO E “E” PARA ERRADO 4. C 5. E QUESTIONÁRIO Pg. 28
  • 30. Ismo, é um sufixo de origem grega e indica origem, crença, escola, sistema, conformação. Ou seja, palavras com essa terminação indicam que uma ideologia é seguida, que existe algo consolidado como regra ou, pelo menos, que se acredita ser uma regra. Assim temos: OS ISMOS DO PENSAMENTO HUMANO (PENSAMENTOS ERRÔNEOS)
  • 31. Vem do Grego (A = Não) e (Gnóstico = Conhecer) "não Conheço". E o sistema que ensina a "crença suspensa", o indivíduo não crê nem deixa de crer na existência de Deus AGNOSTICISMO Esse termo vem do "anima" (alma, fôlego) primitivamente considerando a alma como causa primária de todos os fatos, atribuindo a todos os seres uma ou várias almas. ANIMISMO
  • 32. Vem do Grego "Askesis" (exercício ou prática) fé religiosa praticada principalmente por seitas orientais, pratica a autonegação, submetendo o corpo à alma, liberando-a para progredir rumo à salvação. ASCETISMO Vem do Grego (A = Não) (Theós = Deus) teoria que nega a existência de Deus ou de um deus específico, ou seja, é a negação total de qualquer realidade sobrenatural. ATEÍSMO
  • 33. Foi fundado por Pierrô, filósofo grego 360 a.C., ensina que, visto só as sensações instáveis ou ilusórias, podem ser base do nosso juízo sobre a realidade. CETICISMO Vem do Latim (Deus = Deus) para o deísmo Deus é o principio ou causa do mundo, trata-se do Deus de todas as religiões, para os seus adeptos Deus é antes um Deus da natureza do que um Deus da humanidade. DEÍSMO
  • 34. Vem do Latim (Dualis = Dois) doutrina filosófica que admite a existência de duas substâncias ou de duas realidades como explicação ao mundo e a vida. No sentido religioso acredita que há o poder bom e maligno operando na natureza humana. DUALISMO Vem de dois termos Gregos (Ek = fora e lego = colecionar) atitude que leva o homem a selecionar suas ideias, procurando aproveitar o que há de melhor em todos os sistemas a fim de ficar com seu próprio sistema. ECLETISMO
  • 35. Deriva-se do Grego (empeiria = experiência) baseia-se na tese que todo conhecimento humano é resultado de experiências exteriores ou interiores da percepção dos sentidos e não da razão. EMPIRISMO Fundado por Epícuro (341 -270 a.C.) afirma filosoficamente o princípio do prazer como valor supremo e finalidade do homem a busca do prazer sem dor, mental e não físico, prazer apenas e nunca Deus. EPICURISMO
  • 36. Palavra de origem Grega = interior, doutrina secreta, oculta, incluindo mistérios que somente os membros de um certo grupo podem saber. Aplica-se também ao estudo da simbologia, onde o homem poderia saber a razão de sua existência. ESOTERISMO Doutrina de demônios, aceita a reencarnação e a evolução do espírito, segundo essa doutrina, o espírito é o centro de todas as atividades humanas. ESPIRITUALISMO
  • 37. Do grego (Stoa = portada) seu fundador foi Zenão de Cítio (334- 262 a.C.) afirma que a sabedoria e a felicidade derivam-se da virtude e de viver conforme a razão. ESTOICISMO Filosofia científica, a qual ensina, que tudo desenvolveu- se por si mesmo, por meio de suas próprias forças, aperfeiçoando com o passar do tempo. EVOLUCIONISMO
  • 38. Do Grego (Gignoskein = saber – conhecer) significa em tese o conhecimento místico dos segredos divinos, esses conhecimentos compreende uma sabedoria sobrenatural que segundo os adeptos obteriam a salvação GNOSTICISMO Do Latim (Hurnanistas = humanidade) - um sistema de pensamento no qual o homem e o seu interior tornam-se o ponto central, filosofia que separa o homem da relação com Deus ou à Deus. HUMANISMO
  • 39. Filosofia que afirma que o homem é bom, puro e justo, que a Bíblia é falível, que Deus é um Pai universal e todos tem a felicidade garantida. LIBERALISMO Segundo essa filosofia a alma faz parte da natureza, e obedece as mesmas leis que regem seu movimento; crendo nas leis físicas o homem é matéria como as demais coisas. MATERIALISMO
  • 40. (Único) os sistemas monistas são variados e contraditórios, acredita que as substâncias, as leis lógicas ou físicas e as bases do comportamento tem um único princípio que tudo explica podendo ser chamado de deus natureza etc.. MONISMO Do Grego (Pan = Tudo + Theos = Deus) "tudo é Deus" Deus é o cabeça da totalidade e o mundo seu corpo, portanto Deus e o mundo tornam-se uma unidade. PANTEISMO
  • 41. Doutrina que aceita a existência de vários mundos ou planos habitados, para cada mundo um tipo de deus, oferecendo um âmbito universal para a evolução do espírito. PLURALISMO A crença em mais de um deus, há deuses para os sentimentos, para as manifestações da natureza, para as atividades humanas e até deuses domésticos. POLITEÍSMO
  • 42. Doutrina filosófica criada por August Conte ( 1798 -1857 ) sua religião ensina que nada há de sobrenatural ou transcendente, suas crenças são baseadas na ciência e ao culto as coisas criadas e não ao Criador. POSITIVISMO Substantivo do termo "Razão" - filosofia que sustenta a primazia da razão, da capacidade de pensar, ensina que não tem como crer naquilo que a razão desconhece. RACIONALISMO
  • 43. E uma filosofia que crê que a salvação é estendida a todo gênero humano partindo do povo Judeu, na aliança de Deus com os homens e por fim na igreja Cristã afirmando a redenção a todas as criaturas. UNIVERSALISMO Filosofia que nega a divindade de Cristo, embora o venere, afirma que há salvação para todos, creem na Bíblia parcialmente, não crê no pecado nem na Trindade. Fundado na Itália, pelos protestantes Lélio e Fausto Socino UNITARISMO
  • 44. ASSINALE COM X AS ALTERNAIVAS CORRETAS 06. B) Filosofia 07. D) O politeísmo afirma o principio do prazer como valor supremo 08. A) Unitarismo MARQUE “C” PARA CERTO E “E” PARA ERRADO 09. E 10. C QUESTIONÁRIO Pg. 40