SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
Entendendo as Dificuldades de
Aprendizagem Infantil
O Que São Dificuldades de
Aprendizagem?
O Que Causa Essas
Dificuldades?
Transtornos e
Distúrbios na
Aprendizagem
Tipos de Distúrbios
de Aprendizagem
Sinais de Alerta na Escola e Diagnóstico
O Que São Dificuldades de Aprendizagem?
A pessoa nasce com estrutura genética para a
aprendizagem e, durante seu desenvolvimento e sua
evolução intelectual, ela passa por estágios
predeterminados conforme a idade (estágio sensório-
motor, pré-operatório operatório-concreto e estágio
formal)
Piaget entende a evolução da
aprendizagem da criança,
prevendo um determinado tipo
de comportamento de acordo
com sua idade. Dessa forma, o
mais importante nessa
corrente de pensamento é
estudar a gênese e o
funcionamento das estruturas
cognitivas, já que são elas que
condicionam a aprendizagem
Quando ocorre a aprendizagem essas estruturas
são modificadas e transformadas, possibilitando
maior riqueza e complexidade às novas
aprendizagens
Portanto, a aprendizagem é o resultado do
desenvolvimento do indivíduo em relação a um
conhecimento que foi vivenciado e construído
conforme suas características próprias, e com relação
ao seu nível de desenvolvimento e do estado de suas
estruturas cognitivas
Muitos problemas de aprendizagem também podem estar
muito mais ligados à metodologia de ensino e aos
conteúdos abordados não condizente à realidade escolar,
do que às questões e limitações dos alunos
Para a concepção dialética da aprendizagem de Vygotsky, a
escola – por meio do professor – tem o papel de provocar
avanços nos alunos, que não aconteceriam sem essa atuação
Ele sustenta que a
aprendizagem da
criança começa
antes da
aprendizagem
escolar, nunca
partindo do zero.
Toda a aprendizagem
da criança tem sua
pré-história
Percebe-se que
desenvolvimento e
aprendizagem não
entram em contato pela
1ª vez na escola e, antes
disso, a criança é
inserida em uma
sociedade e em uma
cultura, por meio da
mediação da família
Em relação à educação
sistematizada, a
mediação na
aprendizagem é
realizada por parte pelo
professor, atuando com
tarefas que as crianças
sejam capazes de
desempenharem com
seu auxílio
O Que Causa as Dificuldades
de Aprendizagem?
O local onde mais se reforçam os problemas de
aprendizagem é a sala de aula, pois em muitos casos os
problemas são sempre relacionados aos alunos e não ao
educador
Os problemas também são sempre relacionados ao
contexto escolar e à estrutura pedagógica que não
consideram a individualidade do aluno e as suas
necessidades e, geralmente quando as crianças
expressam algum tipo de dificuldade, elas são
vistas superficialmente e corrigidas, promovendo
assim a repetição e (em alguns casos) até a piora
desses problemas
As questões referentes aos
problemas de aprendizagem
podem ser conceituadas como
“normalidade” e
“anormalidade”,
“dificuldades”, “problemas”,
“distúrbios” e “transtornos de
aprendizagem”
Essas expressões podem confundir, pois em
algumas situações fundem e confundem nas
dimensões teóricas e práticas – e isso se pode
ver em muitas situações empregadas
indiscriminadamente no cenário escolar
Alguns educadores não conseguem explicitar o
significado do termo “problema” ou as percepções
que têm a respeito dessas questões. No contexto
escolar, observa-se a proliferação dessa palavra como
um reflexo dos procedimentos de clínicos patológicos
dos estudantes
Isso nos mostra a visão
predominante da medicina no cenário
educativo quando se trata de avaliar
um problema de aprendizagem. Isso
significa, a grosso modo, que a escola
que utiliza essa via de medicalização
para resolver um problema de
aprendizagem está buscando tratar o
problema como se fosse uma doença
do estudante
Assim, independente de um
diagnóstico médico apresentar
uma dificuldade ou um distúrbio
de aprendizagem efetivo, se faz
necessário a busca e o trabalho
em prol da diminuição desses
problemas e da melhoria do
desempenho do aluno
Transtornos e Distúrbios na Aprendizagem
Os transtornos ou distúrbios não são questões ligadas à falta
da vivência de aprendizado, mas sim a anomalias nos
processos de desenvolvimento cognitivo ou biológico
Muitas crianças são caracterizadas como portadoras
de problemas de aprendizagem quando não
conseguem realizar o que foi solicitado pelo educador
ou o que consta no programa de ensino. Isso ocorre
porque algumas ficam presas a mecanismos que
tentam reproduzir sem sucesso o que está sendo
proposto ou ir além do que está sendo ensinado
Nesses casos elas ficam sem ação para se
expressarem e, na realidade, o ato de aprender,
ao se apresentar como uma problemática,
precisa ser avaliado minuciosamente
O educador não pode
esquecer que o estudante
é um ser social com
cultura, linguagem e
valores específicos. Logo,
deve estar atento para que
os valores culturais do
educador não o impeçam
de auxiliar o educando no
processo de aprender
Conforme alguns autores, há problemas que
ocorrem no processo de aprendizagem e que
são ligados a vários aspectos, como:
A) Os condicionados pelo professor, que podem ter
relação com o desconhecimento deste sobre o
problema do estudante
B) Os condicionados
pela relação
professor-
estudante, que
podem ser
problemas criados
por falta de
vínculos de
confiança entre um
e outro
C) Os condicionados pela relação entre os
estudantes, que são ligados a situações de rejeição
ou exclusão de um estudante da turma ou
decorrentes de bullying etc.
D) Os condicionados pelos métodos didáticos.
Isso ocorre quando a abordagem metodológica
do professor não é eficaz para a aprendizagem
de determinado estudante
Entre os Distúrbios Relacionados, Temos:
Distúrbios de Aprendizagem Condicionados Pela
Situação Familiar: Esses distúrbios são
ocasionados quando a criança é rejeitada, é
maltratada ou vive em situação de carência
financeira entre outras situações semelhantes
Distúrbios de aprendizagem
condicionados por
características da
personalidade da criança:
Nesses casos, parte-se do
conceito de personalidade,
que é um conjunto de
características psicológicas
que definem uma pessoa
A criança que é muito ansiosa ou que tem
baixa autoestima pode apresentar distúrbios
nesse processo
OBSERVAÇÃO:
Conforme podemos observar, os
problemas de aprendizagem do estudante
também podem ser vistos pelas várias
óticas da pesquisadora da Psicologia da
Aprendizagem
Tipos Básicos de Dificuldades de Aprendizagem
Os tipos de distúrbios estão ligados aos problemas
que cada um pode desenvolver conforme suas funções
físicas ou emocionais, podendo ser distúrbios
Psicomotores (que estão ligados à psicomotricidade,
ao movimento) ou os distúrbios Afetivos (que estão
ligados às emoções vivenciadas pelo ser humano)
Os distúrbios Afetivos
se refletem no
comportamento do
ser humano e são
classificados como:
Instabilidade
Psicomotora /
Debilidade
Psicomotora /
Inibição Psicomotora
/ Lateralidade
Cruzada / Imperícia
Já os distúrbios Psicomotores são decorrência de atividade
musculares contínuas e incessantes que se revelam nas
crianças que apresentam:
Instabilidade emocional e intelectual; Falta de atenção
e concentração; Atividade muscular contínua; Falta de
coordenação e de coordenação motora fina; Equilíbrio
prejudicado; Hiperatividade, e problemas de
indisciplina escola, família e na sociedade (entre
outras coisas)
Sinais de Alerta na Escola e Diagnóstico
Os problemas ligados aos distúrbios de comportamento são
caracterizados como problemas de conduta ou de
personalidade e, saber observá-los e investigar suas origens, é
a base para qualquer diagnóstico preciso e preventivo
Os problemas de conduta
são associados a
comportamentos que
perturbam outras pessoas e
podem ser questões
referentes a crianças
agressivas, destrutivas,
entre outras características
Já os problemas de
personalidade são os que
envolvem o caráter neurótico e
podem ser chamados de
comportamento esquivo,
ocorrendo quando a criança tem
medo dos outros ou quando se
sente ansiosa ou ridicularizada
Exemplos de Problemas
de Conduta: Agredir
alguém (física ou
verbalmente), mentir,
gritar, ameaçar outras
crianças, fugir da escola.
Esses problemas são
originários do nosso
comportamento na
sociedade e, por isso
mesmo, chamam mais a
nossa atenção
Estudiosos dizem que esses distúrbios são originários de conflitos,
oriundos (na maioria dos casos) de estudantes que moram em lares
em que os valores e padrões de comportamento estão em
discordância com os do contexto escolar
Quando um estudante não contenta sua família e seu professor, ele
pode expressar algum distúrbio de comportamento. E alguns
educadores lidam com esses distúrbios com castigos, punição física
e repressão, embora, para outros, essas metodologias não resolvem
esses problemas
Outros distúrbios referentes ao comportamento são
agressividade, fobia escolar, ciúme, timidez, fantasia
e negativismo. A agressividade é fruto da
aprendizagem e da educação realizada pela família e
estão atreladas à personalidade agressiva
Por exemplo, os colegas
o rotulam de corajoso e,
nesse sentido, sua
agressividade é
reforçada com o elogio à
sua conduta agressiva.
Assim, as ações
agressivas podem ter
uma variedade de
formas, como a física,
por exemplo
Então, cabe ao educador interferir nos casos de
agressão, orientando a criança por meio de conversas
ou em alguns casos, encaminhando a um profissional
especializado. Já a fobia escolar está relacionada à
incapacidade de a criança frequentar a escola e, isso
pode ocorrer, devido ao seu medo de ser abandonada
As crianças com fobia escolar podem ter ansiedade, pânico, náuseas,
vômitos, diarreias, dores de barriga ou febre e, os recursos para
combate-la, devem ser compartilhados com a família para que, em
conjunto com a escola, encaminhem a criança para uma adaptação
escolar tranquila
O ciúme é uma emoção que traz em si um potencial
imprevisível de reações que pode ser
experimentado pelo adulto, adolescente ou uma
criança, podendo interferir na sua aprendizagem
A timidez pode ser
ocasionada pela
superproteção, pois a
criança torna-se
insegura e acaba se
isolando das outras. Já
a fantasia é um
problema quando a
criança a usa como
fuga da realidade
Todas essas características sobre
os distúrbios de comportamento
ajudam a auxiliar os
profissionais ligados à
aprendizagem a identificar as
diversas manifestações no
cenário escolar, auxiliando nos
processos de aprendizagem dos
alunos, deixando claro que
nenhum problema, transtorno ou
distúrbio impede a criança de
aprender
O negativismo pode ser
percebido quando a criança
diz que não consegue fazer
determinada tarefa, diz que
não consegue aprender,
induzindo que não
consegue brincar e não
consegue relacionar-se
com outras crianças

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Termo de Advertência Escolar 2012
Termo de Advertência Escolar 2012Termo de Advertência Escolar 2012
Termo de Advertência Escolar 2012IEE Wilcam
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide AutismoUNIME
 
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...Ana Maria Louzada
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemMaristela Couto
 
Deficiência Multipla Centro Comunitrio
Deficiência Multipla Centro ComunitrioDeficiência Multipla Centro Comunitrio
Deficiência Multipla Centro ComunitrioRosana Santos
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialDirce Cristiane Camilotti
 
Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricularKaren Araki
 
Transtorno opositor desafiante
Transtorno opositor desafianteTranstorno opositor desafiante
Transtorno opositor desafianteisismaat
 
Como ensinar uma criança com tdah
Como ensinar uma criança com tdahComo ensinar uma criança com tdah
Como ensinar uma criança com tdahSimoneHelenDrumond
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializadoceciliaconserva
 
Autoavaliacao professor
Autoavaliacao professorAutoavaliacao professor
Autoavaliacao professorDaniel Arena
 
o aluno com deficiência física e a escola
o aluno com deficiência física e a escolao aluno com deficiência física e a escola
o aluno com deficiência física e a escolaprofessorasdaoficina
 

Mais procurados (20)

Termo de Advertência Escolar 2012
Termo de Advertência Escolar 2012Termo de Advertência Escolar 2012
Termo de Advertência Escolar 2012
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide Autismo
 
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...
DIFICULDADES, TRANSTORNOS OU DIVERSIDADE DE APRENDIZAGEM NO PROCESSO DE ALFAB...
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De Aprendizagem
 
Deficiência Multipla Centro Comunitrio
Deficiência Multipla Centro ComunitrioDeficiência Multipla Centro Comunitrio
Deficiência Multipla Centro Comunitrio
 
Conselho de classe para que
Conselho de classe para queConselho de classe para que
Conselho de classe para que
 
Tecnologia assistiva
Tecnologia assistivaTecnologia assistiva
Tecnologia assistiva
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
AEE
AEEAEE
AEE
 
Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricular
 
Deficiência visual power point
Deficiência visual power  pointDeficiência visual power  point
Deficiência visual power point
 
Transtorno opositor desafiante
Transtorno opositor desafianteTranstorno opositor desafiante
Transtorno opositor desafiante
 
Estagio de observação
Estagio de observaçãoEstagio de observação
Estagio de observação
 
Como ensinar uma criança com tdah
Como ensinar uma criança com tdahComo ensinar uma criança com tdah
Como ensinar uma criança com tdah
 
Autismo aula power point
Autismo aula power pointAutismo aula power point
Autismo aula power point
 
EJA
EJA EJA
EJA
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializado
 
Autoavaliacao professor
Autoavaliacao professorAutoavaliacao professor
Autoavaliacao professor
 
o aluno com deficiência física e a escola
o aluno com deficiência física e a escolao aluno com deficiência física e a escola
o aluno com deficiência física e a escola
 

Semelhante a Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil

Crianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemCrianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemJanison Correia
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...SimoneHelenDrumond
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...SimoneHelenDrumond
 
Apostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemApostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemfabisena
 
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...Rosalina Fialho
 
A repetência escolar
A repetência escolarA repetência escolar
A repetência escolarRenata Peruce
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagemdaniferrao2010
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarTânia Martins
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarTânia Martins
 
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Rui Grilo
 

Semelhante a Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil (20)

O Fracasso Escolar na Relação do Ensino e da Aprendizagem
O Fracasso Escolar na Relação do Ensino e da AprendizagemO Fracasso Escolar na Relação do Ensino e da Aprendizagem
O Fracasso Escolar na Relação do Ensino e da Aprendizagem
 
Crianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemCrianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagem
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagemAspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
 
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
Modalidade 1datahora 02_11_2014_21_41_55_idinscrito_3828_95528a1992a0f8253a0e...
 
Apostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemApostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagem
 
EJa
EJaEJa
EJa
 
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...
Transtornos deaprendizagemestrategiaspsicopedagogicasparao aprender_andreiago...
 
A repetência escolar
A repetência escolarA repetência escolar
A repetência escolar
 
O pensamento lógico matemático e psicopedagogia
O pensamento lógico matemático e psicopedagogiaO pensamento lógico matemático e psicopedagogia
O pensamento lógico matemático e psicopedagogia
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagem
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
C206325 dislexia
C206325 dislexiaC206325 dislexia
C206325 dislexia
 
C206325
C206325C206325
C206325
 
C206325
C206325C206325
C206325
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
Sucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolarSucesso e insucesso escolar
Sucesso e insucesso escolar
 
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 

Último

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 

Último (20)

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 

Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil

  • 1. Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil O Que São Dificuldades de Aprendizagem? O Que Causa Essas Dificuldades? Transtornos e Distúrbios na Aprendizagem Tipos de Distúrbios de Aprendizagem Sinais de Alerta na Escola e Diagnóstico
  • 2. O Que São Dificuldades de Aprendizagem? A pessoa nasce com estrutura genética para a aprendizagem e, durante seu desenvolvimento e sua evolução intelectual, ela passa por estágios predeterminados conforme a idade (estágio sensório- motor, pré-operatório operatório-concreto e estágio formal) Piaget entende a evolução da aprendizagem da criança, prevendo um determinado tipo de comportamento de acordo com sua idade. Dessa forma, o mais importante nessa corrente de pensamento é estudar a gênese e o funcionamento das estruturas cognitivas, já que são elas que condicionam a aprendizagem Quando ocorre a aprendizagem essas estruturas são modificadas e transformadas, possibilitando maior riqueza e complexidade às novas aprendizagens Portanto, a aprendizagem é o resultado do desenvolvimento do indivíduo em relação a um conhecimento que foi vivenciado e construído conforme suas características próprias, e com relação ao seu nível de desenvolvimento e do estado de suas estruturas cognitivas
  • 3. Muitos problemas de aprendizagem também podem estar muito mais ligados à metodologia de ensino e aos conteúdos abordados não condizente à realidade escolar, do que às questões e limitações dos alunos Para a concepção dialética da aprendizagem de Vygotsky, a escola – por meio do professor – tem o papel de provocar avanços nos alunos, que não aconteceriam sem essa atuação Ele sustenta que a aprendizagem da criança começa antes da aprendizagem escolar, nunca partindo do zero. Toda a aprendizagem da criança tem sua pré-história Percebe-se que desenvolvimento e aprendizagem não entram em contato pela 1ª vez na escola e, antes disso, a criança é inserida em uma sociedade e em uma cultura, por meio da mediação da família Em relação à educação sistematizada, a mediação na aprendizagem é realizada por parte pelo professor, atuando com tarefas que as crianças sejam capazes de desempenharem com seu auxílio
  • 4. O Que Causa as Dificuldades de Aprendizagem? O local onde mais se reforçam os problemas de aprendizagem é a sala de aula, pois em muitos casos os problemas são sempre relacionados aos alunos e não ao educador Os problemas também são sempre relacionados ao contexto escolar e à estrutura pedagógica que não consideram a individualidade do aluno e as suas necessidades e, geralmente quando as crianças expressam algum tipo de dificuldade, elas são vistas superficialmente e corrigidas, promovendo assim a repetição e (em alguns casos) até a piora desses problemas As questões referentes aos problemas de aprendizagem podem ser conceituadas como “normalidade” e “anormalidade”, “dificuldades”, “problemas”, “distúrbios” e “transtornos de aprendizagem” Essas expressões podem confundir, pois em algumas situações fundem e confundem nas dimensões teóricas e práticas – e isso se pode ver em muitas situações empregadas indiscriminadamente no cenário escolar
  • 5. Alguns educadores não conseguem explicitar o significado do termo “problema” ou as percepções que têm a respeito dessas questões. No contexto escolar, observa-se a proliferação dessa palavra como um reflexo dos procedimentos de clínicos patológicos dos estudantes Isso nos mostra a visão predominante da medicina no cenário educativo quando se trata de avaliar um problema de aprendizagem. Isso significa, a grosso modo, que a escola que utiliza essa via de medicalização para resolver um problema de aprendizagem está buscando tratar o problema como se fosse uma doença do estudante Assim, independente de um diagnóstico médico apresentar uma dificuldade ou um distúrbio de aprendizagem efetivo, se faz necessário a busca e o trabalho em prol da diminuição desses problemas e da melhoria do desempenho do aluno
  • 6. Transtornos e Distúrbios na Aprendizagem Os transtornos ou distúrbios não são questões ligadas à falta da vivência de aprendizado, mas sim a anomalias nos processos de desenvolvimento cognitivo ou biológico Muitas crianças são caracterizadas como portadoras de problemas de aprendizagem quando não conseguem realizar o que foi solicitado pelo educador ou o que consta no programa de ensino. Isso ocorre porque algumas ficam presas a mecanismos que tentam reproduzir sem sucesso o que está sendo proposto ou ir além do que está sendo ensinado Nesses casos elas ficam sem ação para se expressarem e, na realidade, o ato de aprender, ao se apresentar como uma problemática, precisa ser avaliado minuciosamente O educador não pode esquecer que o estudante é um ser social com cultura, linguagem e valores específicos. Logo, deve estar atento para que os valores culturais do educador não o impeçam de auxiliar o educando no processo de aprender
  • 7. Conforme alguns autores, há problemas que ocorrem no processo de aprendizagem e que são ligados a vários aspectos, como: A) Os condicionados pelo professor, que podem ter relação com o desconhecimento deste sobre o problema do estudante B) Os condicionados pela relação professor- estudante, que podem ser problemas criados por falta de vínculos de confiança entre um e outro C) Os condicionados pela relação entre os estudantes, que são ligados a situações de rejeição ou exclusão de um estudante da turma ou decorrentes de bullying etc. D) Os condicionados pelos métodos didáticos. Isso ocorre quando a abordagem metodológica do professor não é eficaz para a aprendizagem de determinado estudante
  • 8. Entre os Distúrbios Relacionados, Temos: Distúrbios de Aprendizagem Condicionados Pela Situação Familiar: Esses distúrbios são ocasionados quando a criança é rejeitada, é maltratada ou vive em situação de carência financeira entre outras situações semelhantes Distúrbios de aprendizagem condicionados por características da personalidade da criança: Nesses casos, parte-se do conceito de personalidade, que é um conjunto de características psicológicas que definem uma pessoa A criança que é muito ansiosa ou que tem baixa autoestima pode apresentar distúrbios nesse processo OBSERVAÇÃO: Conforme podemos observar, os problemas de aprendizagem do estudante também podem ser vistos pelas várias óticas da pesquisadora da Psicologia da Aprendizagem
  • 9. Tipos Básicos de Dificuldades de Aprendizagem Os tipos de distúrbios estão ligados aos problemas que cada um pode desenvolver conforme suas funções físicas ou emocionais, podendo ser distúrbios Psicomotores (que estão ligados à psicomotricidade, ao movimento) ou os distúrbios Afetivos (que estão ligados às emoções vivenciadas pelo ser humano) Os distúrbios Afetivos se refletem no comportamento do ser humano e são classificados como: Instabilidade Psicomotora / Debilidade Psicomotora / Inibição Psicomotora / Lateralidade Cruzada / Imperícia Já os distúrbios Psicomotores são decorrência de atividade musculares contínuas e incessantes que se revelam nas crianças que apresentam: Instabilidade emocional e intelectual; Falta de atenção e concentração; Atividade muscular contínua; Falta de coordenação e de coordenação motora fina; Equilíbrio prejudicado; Hiperatividade, e problemas de indisciplina escola, família e na sociedade (entre outras coisas)
  • 10. Sinais de Alerta na Escola e Diagnóstico Os problemas ligados aos distúrbios de comportamento são caracterizados como problemas de conduta ou de personalidade e, saber observá-los e investigar suas origens, é a base para qualquer diagnóstico preciso e preventivo Os problemas de conduta são associados a comportamentos que perturbam outras pessoas e podem ser questões referentes a crianças agressivas, destrutivas, entre outras características Já os problemas de personalidade são os que envolvem o caráter neurótico e podem ser chamados de comportamento esquivo, ocorrendo quando a criança tem medo dos outros ou quando se sente ansiosa ou ridicularizada Exemplos de Problemas de Conduta: Agredir alguém (física ou verbalmente), mentir, gritar, ameaçar outras crianças, fugir da escola. Esses problemas são originários do nosso comportamento na sociedade e, por isso mesmo, chamam mais a nossa atenção Estudiosos dizem que esses distúrbios são originários de conflitos, oriundos (na maioria dos casos) de estudantes que moram em lares em que os valores e padrões de comportamento estão em discordância com os do contexto escolar
  • 11. Quando um estudante não contenta sua família e seu professor, ele pode expressar algum distúrbio de comportamento. E alguns educadores lidam com esses distúrbios com castigos, punição física e repressão, embora, para outros, essas metodologias não resolvem esses problemas Outros distúrbios referentes ao comportamento são agressividade, fobia escolar, ciúme, timidez, fantasia e negativismo. A agressividade é fruto da aprendizagem e da educação realizada pela família e estão atreladas à personalidade agressiva Por exemplo, os colegas o rotulam de corajoso e, nesse sentido, sua agressividade é reforçada com o elogio à sua conduta agressiva. Assim, as ações agressivas podem ter uma variedade de formas, como a física, por exemplo Então, cabe ao educador interferir nos casos de agressão, orientando a criança por meio de conversas ou em alguns casos, encaminhando a um profissional especializado. Já a fobia escolar está relacionada à incapacidade de a criança frequentar a escola e, isso pode ocorrer, devido ao seu medo de ser abandonada
  • 12. As crianças com fobia escolar podem ter ansiedade, pânico, náuseas, vômitos, diarreias, dores de barriga ou febre e, os recursos para combate-la, devem ser compartilhados com a família para que, em conjunto com a escola, encaminhem a criança para uma adaptação escolar tranquila O ciúme é uma emoção que traz em si um potencial imprevisível de reações que pode ser experimentado pelo adulto, adolescente ou uma criança, podendo interferir na sua aprendizagem A timidez pode ser ocasionada pela superproteção, pois a criança torna-se insegura e acaba se isolando das outras. Já a fantasia é um problema quando a criança a usa como fuga da realidade Todas essas características sobre os distúrbios de comportamento ajudam a auxiliar os profissionais ligados à aprendizagem a identificar as diversas manifestações no cenário escolar, auxiliando nos processos de aprendizagem dos alunos, deixando claro que nenhum problema, transtorno ou distúrbio impede a criança de aprender O negativismo pode ser percebido quando a criança diz que não consegue fazer determinada tarefa, diz que não consegue aprender, induzindo que não consegue brincar e não consegue relacionar-se com outras crianças