SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Educação de Jovens e Adultos
Aula 03 Módulo 4
Dimensões da Não Aprendizagem
Profª. MSc. Andressa Salles
Estrutura da Aula
• Conteúdo programático:
–As dificuldades de aprendizagem no
adulto.
• Objetivos:
–Apresentar as principais dificuldades de
aprendizagem relacionadas ao adulto;
conceitua-las; relacionar possíveis
alternativas para maximizar o
aprendizado.
Para iniciar!
• Aprender é um processo que envolve
inúmeros fatores!
• Assim, como podemos falar em não
aprendizado???
• É preciso lembrar que aprender é um
PROCESSO;
• Envolve o indivíduo como um TODO:
aspectos cognitivos, afetivos, sociais
• Falar em dificuldade de
aprendizagem implica falar em uma
expectativa de aprendizagem (o que
se espera?)
• Nível de competência cognitiva das
pessoas não é determinado apenas pela
idade, mas por uma série de fatores
(Palacios, 1995):
–nível de saúde, o nível educativo e
cultural, a experiência profissional e a
motivação.
–conjunto de fatores indica
probabilidades de sucesso das
pessoas ao enfrentar demandas
cognitivas.
• Dificuldades de jovens e adultos em
aprender, segundo Oliveira (1999):
– Pensamento referido ao contexto da
experiência pessoal imediata,
– dificuldade de operação com
categorias abstratas,
– dificuldade de utilização de
estratégias de planejamento e
controle da própria atividade
cognitiva,
– pouca utilização de procedimentos
metacognitivos
• Dificuldades de jovens e adultos em
aprender, segundo Oliveira (1999):
– Dificuldades vividas na infância, não
diagnosticadas, tais como
TDAH, dislexia, etc.
• Dificuldades podem ter sido motivo de
exclusão escolar!
• Dificuldades em aprender apresentam
aspectos relacionados :
–Aos alunos
–Aos professores
–a relação professor-aluno
–Ao projeto político-pedagógico, etc…
Alguns transtornos
• TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção –
Hiperatividade:
• Desatenção, impulsividade (desinibição
comportamental), hiperatividade – capaz de
comprometer significativamente a
aprendizagem;
• Diagnóstico (na infância com continuidade
na vida adulta) - frequencia de
comportamento, ocorrência de forma
generalizada (casa, escola, etc) e prejuízo
no desenvolvimento cognitivo, motor, social
(Mattos, et all, 2006)
Alguns transtornos
• TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção –
Hiperatividade:
• Manual diagnóstico relaciona a infância;
• Estudos mostram base neurobiológica do
trantorno em adultos, tendo início na infância
(persistência de aprox. 70% dos casos);
• Comum em adultos: desatenção, inquietude e
impulsividade em graus variados, e
relacionadas às tarefas adultas (ex. Trabalhar
muito, impulsividade em relacionamentos, ao
dirigir, desorganização, dificuldade em
planejamento e execução, etc)
Alguns transtornos
• TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção –
Hiperatividade:
• Diagnóstico deve ser feito por especialista –
psicólogo e/ou psiquiatra
• Exige tratamento psicológico e
medicamentoso:
– Superar déficits
– Desenvolver repertório de auto-
gerenciamento e auto-controle;
– Aprimorar capacidade de auto-controle,
etc.
Alguns transtornos
• Transtornos de Aprendizagem:
• Distúrbio nos padrões normais de
aquisição de habilidades escolares;
• grupo heterogêneo de alterações que se
manifestam por dificuldades
significativas na aquisição e no uso de
capacidades de atenção, fala, leitura,
escrita, raciocínio ou habilidades
matemáticas.
Alguns transtornos
• Transtornos de Aprendizagem:
• Distúrbios intrínsecos ao indivíduo
(hipótese: disfunção do sistema nervoso
central) e podem ocorrer ao longo da vida.
• podem ocorrer concomitantemente com
outras condições incapacitantes (prejuízo
sensorial, retardo mental, distúrbio
emocional grave) ou com influências
extrínsecas (diferenças culturais, instrução
insuficiente ou inadequada)
• Mas... não são decorrentes dessas
condições ou influências
Alguns transtornos
• Transtornos de Aprendizagem em
adultos:
• Manifestações semelhantes
• estão afetadas as habilidades de
abstração, simbolização e resolução de
problemas lógico-matemáticos
• Podem ter origem na infância, e ser
causa de abandono da escola
Alguns transtornos
• Transtornos de Aprendizagem em
adultos:
• É diagnosticado por profissionais;
• Deve ter acompanhamento psicológico,
fonoaudiológico.
Para Refletir e Conversar
Quais destes distúrbios são
comuns em minha
prática, ou na prática de
meus colegas? Como
lidamos com eles?
Conversem !!!
Como lidamos com TDAH e Disturbios de
Aprendizagem na escola com adultos?
Tentativas de diminuir déficits e
aprimorar comportamentos adequados
dos indivíduos;
Outros fatores relacionados a baixa
aprendizagem…
Outros fatores:
Baixa auto-estima
• Auto-estima é formada a partir de nossas
interações com o mundo, especialmente nas
relações com outras pessoas;
• Auto-estima provém de relações interpessoais
em que a pessoa é reconhecida pelo outro
como reforçadora;
• Aluno da EJA pode ter auto-estima
rebaixada, pois pode sentir que “perdeu”
tempo ao deixar estudos, etc.
Outros fatores:
• Pode se refletir em baixo rendimento
escolar;
Auto-estima: fortalecendo-a
• Por se desenvolver no meio social, este
deve prover situações de interações
positivas, se visa o aumento ou
fortalecimento da auto-estima.
Outros fatores:
Auto-estima: fortalecendo-a
• Auto-estima está associada à possibilidade da
pessoa de sentir-se livre, tomar iniciativas e ser
criativo; Essa possibilidade é criada por
contingências positivas e amenas- valorizar o que
o aluno sabe, faz, usar o mínimo de punição;
criar ambiente prazeroso,
• Resgate da auto-estima através da educação;
inserção social;
Outros fatores:
• Baixa motivação para aprendizagem– o
aluno não se encontra motivado para
novas descobertas.
• Transtornos emocionais –
depressão, ansiedade, fobias, etc, sendo
estes fatores que interferem na
aprendizagem;
Outros fatores:
• Relação professor/aluno – professor é
mediador do conhecimento, ao mesmo
tempo em que é sujeito no processo de
ensino-aprendizagem, cria vínculos únicos
com cada aluno; é o professor que dá o “tom”
à aula, favorecendo ou não o processo
(estudos)
Reconhecer o aluno como agente ativo no
processo de aprendizagem, com
contribuições às aulas, favorece trocas,
aumenta sua responsabilidade no processo;
Suando a Camisa
•Diante de tais dificuldades
relacionadas a interação,
como o professor pode agir?
Considerações Finais
• Baixa auto-estima, baixa motivação para
aprendizagem, e a relação professor-aluno:
ações do professor podem maximizar
aprendizagem;
• Outros transtornos, como TDAH, distúrbios de
aprendizagem, transtornos afetivos: papel do
aluno em buscar tratamento + papel do
professor – compreensão, incentivo, busca de
soluções conjuntas;
Referências Bibliográficas
Oliveira, Marta Kohl, Jovens e adultos como sujeitos
de conhecimento e aprendizagem, Faculdade de
Educação, Universidade de São Paulo Trabalho
apresentado na XXII Reunião Anual da ANPEd,
Caxambu, setembro de 1999
Berger,K., O desenvolvimento da pessoa.Rio de
Janeiro:LTC. 2001.
Mattos, et all, Painel Brasileiro sobre Diagnóstico
de TDAH, Rev Psiquiatr RS jan/abr 2006;28(1):50-
60

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As Competências SocioEmocionais
As Competências SocioEmocionaisAs Competências SocioEmocionais
As Competências SocioEmocionaisMnicaAlexandre9
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Magda Marques
 
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...Universidade Federal de Pernambuco
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especialAndreia Gomes
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência IntelectualEdilene Sampaio
 
Eja – Formação e prática de professores - IFMA
Eja – Formação e prática de professores - IFMAEja – Formação e prática de professores - IFMA
Eja – Formação e prática de professores - IFMALeandro Marques
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCThalesSantos36
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialDirce Cristiane Camilotti
 
Avaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novoAvaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novoPedagogo Santos
 
Metodologias para eja
Metodologias para ejaMetodologias para eja
Metodologias para ejadeismachadoo
 
Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricularKaren Araki
 
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.Instituto Consciência GO
 
Eja slides
Eja  slidesEja  slides
Eja slideslks5
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem carmensilva723002
 

Mais procurados (20)

As Competências SocioEmocionais
As Competências SocioEmocionaisAs Competências SocioEmocionais
As Competências SocioEmocionais
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline VenturaEducação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
Educação de Jovens e Adultos - Profª Dra Jaqueline Ventura
 
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
Educação 5.0 e as Metodologias Ativas e Inovadoras: encantando e engajando o ...
 
Slide educação especial
Slide educação especialSlide educação especial
Slide educação especial
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência Intelectual
 
Eja – Formação e prática de professores - IFMA
Eja – Formação e prática de professores - IFMAEja – Formação e prática de professores - IFMA
Eja – Formação e prática de professores - IFMA
 
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCCPlanejamento pedagógico alinhado à BNCC
Planejamento pedagógico alinhado à BNCC
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Pei slides programa de acao
Pei slides programa de acaoPei slides programa de acao
Pei slides programa de acao
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especialSlides educacao inclusiva-e_educacao_especial
Slides educacao inclusiva-e_educacao_especial
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Avaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novoAvaliação na educação infantil novo
Avaliação na educação infantil novo
 
Metodologias para eja
Metodologias para ejaMetodologias para eja
Metodologias para eja
 
Adaptação curricular
Adaptação curricularAdaptação curricular
Adaptação curricular
 
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.
 
Alfabetizaçao e letramento
Alfabetizaçao e letramentoAlfabetizaçao e letramento
Alfabetizaçao e letramento
 
Eja slides
Eja  slidesEja  slides
Eja slides
 
Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem Formação recomposição da Aprendizagem
Formação recomposição da Aprendizagem
 

Semelhante a Dimensões da não aprendizagem adulta

Crianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemCrianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemJanison Correia
 
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiência
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiênciaPráticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiência
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiênciaunidadebetinho
 
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...Jeca Tatu
 
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptx
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptxTRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptx
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptxTicianaSantiago1
 
Mapeamento institucional devolutiva
Mapeamento institucional   devolutivaMapeamento institucional   devolutiva
Mapeamento institucional devolutivaAnaí Peña
 
Deficiencia intelectual
Deficiencia intelectualDeficiencia intelectual
Deficiencia intelectualRosana Santos
 
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”andreadc
 
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9ANA GRALHEIRO
 
Apostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemApostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemfabisena
 
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Conceição Áquila
 
Texto 1 o reverso da aprendizagem
Texto 1   o reverso da aprendizagemTexto 1   o reverso da aprendizagem
Texto 1 o reverso da aprendizagemGigi Dantas
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacionalmluisavalente
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagemdaniferrao2010
 
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuaisLivro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuaisAndréa Luciana
 
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptx
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptxAvanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptx
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptxCrasUrucuia
 

Semelhante a Dimensões da não aprendizagem adulta (20)

Crianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagemCrianças com dificuldade de aprendizagem
Crianças com dificuldade de aprendizagem
 
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiência
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiênciaPráticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiência
Práticas no processo de ensino aprendizagem da criança com deficiência
 
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
Ga stela vc_como aprendem _pessoas_jovens_adultas_revisado2_final_27_08_2013_...
 
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptx
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptxTRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptx
TRANSTORNOS DE NEURODESENV [Salvo automaticamente].pptx
 
Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil
Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem InfantilEntendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil
Entendendo as Dificuldades de Aprendizagem Infantil
 
Mapeamento institucional devolutiva
Mapeamento institucional   devolutivaMapeamento institucional   devolutiva
Mapeamento institucional devolutiva
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Deficiencia intelectual
Deficiencia intelectualDeficiencia intelectual
Deficiencia intelectual
 
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”
A Deficiência Mental “Níveis e Tipos”
 
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagemAspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
 
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9
Psicodinmica na-sala-de-aula-1224409838974827-9
 
Apostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagemApostila disturbios de aprendizagem
Apostila disturbios de aprendizagem
 
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
Dificuldade de aprendizagem: deficiência intelectual ou atraso cognitivo.
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
Texto 1 o reverso da aprendizagem
Texto 1   o reverso da aprendizagemTexto 1   o reverso da aprendizagem
Texto 1 o reverso da aprendizagem
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
Curso i
Curso iCurso i
Curso i
 
Dificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de AprendizagemDificuldades de Aprendizagem
Dificuldades de Aprendizagem
 
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuaisLivro aprendizagem de a a z  deficiencias intelectuais
Livro aprendizagem de a a z deficiencias intelectuais
 
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptx
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptxAvanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptx
Avanços NA EDUCAÇÃO ESPECIAL.pptx
 

Dimensões da não aprendizagem adulta

  • 1. Educação de Jovens e Adultos Aula 03 Módulo 4 Dimensões da Não Aprendizagem Profª. MSc. Andressa Salles
  • 2. Estrutura da Aula • Conteúdo programático: –As dificuldades de aprendizagem no adulto. • Objetivos: –Apresentar as principais dificuldades de aprendizagem relacionadas ao adulto; conceitua-las; relacionar possíveis alternativas para maximizar o aprendizado.
  • 3. Para iniciar! • Aprender é um processo que envolve inúmeros fatores! • Assim, como podemos falar em não aprendizado???
  • 4. • É preciso lembrar que aprender é um PROCESSO; • Envolve o indivíduo como um TODO: aspectos cognitivos, afetivos, sociais • Falar em dificuldade de aprendizagem implica falar em uma expectativa de aprendizagem (o que se espera?)
  • 5. • Nível de competência cognitiva das pessoas não é determinado apenas pela idade, mas por uma série de fatores (Palacios, 1995): –nível de saúde, o nível educativo e cultural, a experiência profissional e a motivação. –conjunto de fatores indica probabilidades de sucesso das pessoas ao enfrentar demandas cognitivas.
  • 6. • Dificuldades de jovens e adultos em aprender, segundo Oliveira (1999): – Pensamento referido ao contexto da experiência pessoal imediata, – dificuldade de operação com categorias abstratas, – dificuldade de utilização de estratégias de planejamento e controle da própria atividade cognitiva, – pouca utilização de procedimentos metacognitivos
  • 7. • Dificuldades de jovens e adultos em aprender, segundo Oliveira (1999): – Dificuldades vividas na infância, não diagnosticadas, tais como TDAH, dislexia, etc. • Dificuldades podem ter sido motivo de exclusão escolar!
  • 8. • Dificuldades em aprender apresentam aspectos relacionados : –Aos alunos –Aos professores –a relação professor-aluno –Ao projeto político-pedagógico, etc…
  • 9. Alguns transtornos • TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção – Hiperatividade: • Desatenção, impulsividade (desinibição comportamental), hiperatividade – capaz de comprometer significativamente a aprendizagem; • Diagnóstico (na infância com continuidade na vida adulta) - frequencia de comportamento, ocorrência de forma generalizada (casa, escola, etc) e prejuízo no desenvolvimento cognitivo, motor, social (Mattos, et all, 2006)
  • 10. Alguns transtornos • TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção – Hiperatividade: • Manual diagnóstico relaciona a infância; • Estudos mostram base neurobiológica do trantorno em adultos, tendo início na infância (persistência de aprox. 70% dos casos); • Comum em adultos: desatenção, inquietude e impulsividade em graus variados, e relacionadas às tarefas adultas (ex. Trabalhar muito, impulsividade em relacionamentos, ao dirigir, desorganização, dificuldade em planejamento e execução, etc)
  • 11. Alguns transtornos • TDAH ou Trantorno de Déficit de Atenção – Hiperatividade: • Diagnóstico deve ser feito por especialista – psicólogo e/ou psiquiatra • Exige tratamento psicológico e medicamentoso: – Superar déficits – Desenvolver repertório de auto- gerenciamento e auto-controle; – Aprimorar capacidade de auto-controle, etc.
  • 12. Alguns transtornos • Transtornos de Aprendizagem: • Distúrbio nos padrões normais de aquisição de habilidades escolares; • grupo heterogêneo de alterações que se manifestam por dificuldades significativas na aquisição e no uso de capacidades de atenção, fala, leitura, escrita, raciocínio ou habilidades matemáticas.
  • 13. Alguns transtornos • Transtornos de Aprendizagem: • Distúrbios intrínsecos ao indivíduo (hipótese: disfunção do sistema nervoso central) e podem ocorrer ao longo da vida. • podem ocorrer concomitantemente com outras condições incapacitantes (prejuízo sensorial, retardo mental, distúrbio emocional grave) ou com influências extrínsecas (diferenças culturais, instrução insuficiente ou inadequada) • Mas... não são decorrentes dessas condições ou influências
  • 14. Alguns transtornos • Transtornos de Aprendizagem em adultos: • Manifestações semelhantes • estão afetadas as habilidades de abstração, simbolização e resolução de problemas lógico-matemáticos • Podem ter origem na infância, e ser causa de abandono da escola
  • 15. Alguns transtornos • Transtornos de Aprendizagem em adultos: • É diagnosticado por profissionais; • Deve ter acompanhamento psicológico, fonoaudiológico.
  • 16. Para Refletir e Conversar Quais destes distúrbios são comuns em minha prática, ou na prática de meus colegas? Como lidamos com eles? Conversem !!!
  • 17. Como lidamos com TDAH e Disturbios de Aprendizagem na escola com adultos? Tentativas de diminuir déficits e aprimorar comportamentos adequados dos indivíduos; Outros fatores relacionados a baixa aprendizagem…
  • 18. Outros fatores: Baixa auto-estima • Auto-estima é formada a partir de nossas interações com o mundo, especialmente nas relações com outras pessoas; • Auto-estima provém de relações interpessoais em que a pessoa é reconhecida pelo outro como reforçadora; • Aluno da EJA pode ter auto-estima rebaixada, pois pode sentir que “perdeu” tempo ao deixar estudos, etc.
  • 19. Outros fatores: • Pode se refletir em baixo rendimento escolar; Auto-estima: fortalecendo-a • Por se desenvolver no meio social, este deve prover situações de interações positivas, se visa o aumento ou fortalecimento da auto-estima.
  • 20. Outros fatores: Auto-estima: fortalecendo-a • Auto-estima está associada à possibilidade da pessoa de sentir-se livre, tomar iniciativas e ser criativo; Essa possibilidade é criada por contingências positivas e amenas- valorizar o que o aluno sabe, faz, usar o mínimo de punição; criar ambiente prazeroso, • Resgate da auto-estima através da educação; inserção social;
  • 21. Outros fatores: • Baixa motivação para aprendizagem– o aluno não se encontra motivado para novas descobertas. • Transtornos emocionais – depressão, ansiedade, fobias, etc, sendo estes fatores que interferem na aprendizagem;
  • 22. Outros fatores: • Relação professor/aluno – professor é mediador do conhecimento, ao mesmo tempo em que é sujeito no processo de ensino-aprendizagem, cria vínculos únicos com cada aluno; é o professor que dá o “tom” à aula, favorecendo ou não o processo (estudos) Reconhecer o aluno como agente ativo no processo de aprendizagem, com contribuições às aulas, favorece trocas, aumenta sua responsabilidade no processo;
  • 23. Suando a Camisa •Diante de tais dificuldades relacionadas a interação, como o professor pode agir?
  • 24. Considerações Finais • Baixa auto-estima, baixa motivação para aprendizagem, e a relação professor-aluno: ações do professor podem maximizar aprendizagem; • Outros transtornos, como TDAH, distúrbios de aprendizagem, transtornos afetivos: papel do aluno em buscar tratamento + papel do professor – compreensão, incentivo, busca de soluções conjuntas;
  • 25. Referências Bibliográficas Oliveira, Marta Kohl, Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem, Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo Trabalho apresentado na XXII Reunião Anual da ANPEd, Caxambu, setembro de 1999 Berger,K., O desenvolvimento da pessoa.Rio de Janeiro:LTC. 2001. Mattos, et all, Painel Brasileiro sobre Diagnóstico de TDAH, Rev Psiquiatr RS jan/abr 2006;28(1):50- 60