Sequência - As várias faces do amor

318 visualizações

Publicada em

Sequência referente ao semestre 2015.1, aplicada na Escola Raul Córdula, pelo projeto CLIC. Cultura, Literatura e Criatividade, financiado pela CAPES

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
48
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sequência - As várias faces do amor

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROFESSOR RAUL CÓRDULA. CURSO: CULTURA, LITERATURA E CRIATIVIDADE: DO ERUDITO AO POPULAR - CLIC COORDENADORA DA ÁREA DE LETRAS: MAGLIANA RODRIGUES. SUPERVISORA DA ESCOLA: DIANA NUNES RAMALHO. LICENCIANDOS EM LETRAS: ELOIZA DE OLIVEIRA CHAVES FABIANA MARIA DOS SANTOS SOUZA JHONATHAN ANTONNY DE S. S. MACHADO LÍGIA ALBUQUERQUE QUEIROZ MONALISA BARBOZA SANTOS PROGRAMA DE ATIVIDADES TEMÁTICA PRINCIPAL: » As várias faces do amor; GÊNEROS: » Conto, crônica, poema; CONTEÚDO: » Trabalhar os diversos gêneros literários e suas características a partir da temática “amor”, em diversas épocas até a contemporaneidade. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:  Introduzir os estudos literários desde a antiguidade clássica até os dias atuais.  Reconhecer as características estruturais dos gêneros: crônica, conto e poema.
  2. 2.  Desenvolver o senso crítico e reflexivo a partir da temática “amor”. OBJETIVO GERAL: » Compreender como a literatura aborda a temática “amor” e suas transformações sócio- históricas. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: » Desenvolver o senso crítico e reflexivo dos alunos a partir da temática “amor”; » Introduzir os estudos literários desde a antiguidade clássica até os dias atuais. » Aperfeiçoar a competência de leitura e interpretação de textos literários e não literários; » Reconhecer as características estruturais dos gêneros crônica, conto e poema. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: 14° MÓDULO – AS VÁRIAS FACES DO AMOR 1º ENCONTRO: TIPOS DE AMOR  Recepcionaremos os alunos com a sala toda decorada, com objetos alusivos à temática que será trabalhada no decorrer da sequência, o objetivo é que o ambiente esteja em harmonia com o que trabalharemos.  Em seguida, haverá a apresentação dos professores e esclarecimentos acerca do projeto, com o objetivo de ressaltar o que vem a ser o CLIC.  Elemento motivador: Dinâmica de socialização dos alunos.  Para destacar o foco principal do projeto, iremos mostrar, através de slides, manifestações artísticas, com o objetivo de que os discentes notem a sua matéria- prima principal, trazendo à tona a literatura e o uso da palavra como matéria-prima.
  3. 3.  Após esta discussão, falaremos que a sequência girará em torno de uma temática. Para ilustrar os professores que farão uma dramatização de “Um primeiro encontro” objetivando que os alunos possam descobrir o tema da sequência.  Esclarecida a temática, abordaremos os três principais “tipos de amor”; Ágape, Eros e Philos. Essa abordagem será feita através de um vídeo: “tipos de amor” e terá o objetivo de iniciar de uma forma geral a discussão que será desenvolvida durante a sequência.  Após a discussão, a partir do vídeo, distribuiremos para turma textos correlacionados a cada tipo de amor. Assim, utilizaremos o texto bíblico “I Coríntios 13”, para representar o amor ágape, a música “Palpite”, de Vanessa Rangel para ilustrar o amor eros e o Soneto do amigo, de Vinícius de Moraes para mostrar o amor philos. 2º ENCONTRO: AMOR REAL E O AMOR VIRTUAL  Elemento motivador: Exibiremos, através de slides, postagens advindas das redes sociais que mostram algumas formas de como estão sendo levados os relacionamentos com o advento da internet e a superexposição que acontece dos sentimentos.  Em seguida, haverá a execução da música “Amor virtual”, do grupo Sampa Crew, que servirá de ponto de partida para a discussão sobre os relacionamentos afetivos desenvolvidos via internet, isto terá o objetivo de promover uma reflexão nos alunos da concretude das relações virtuais.  Logo após faremos a leitura da crônica “Quando o amor virtual não se torna real...”, de Rosana Braga que terá com objetivo, além abordar um outro aspecto dos amores virtuais que seria sua desvirtualização, ainda nos dará a oportunidade de dar algumas pinceladas acerca do gênero crônica jornalística.  Tendo refletido com estes textos abriremos uma discussão elencando os pontos negativos e positivos tanto do amor real quanto do virtual, com o objetivo de que os próprios alunos construam suas percepções acerca destes dois tipos de relacionamento.
  4. 4.  Em seguida, para tratar da questão da não perfeição das relações e dos cuidados que se deve tomar ao se utilizar da internet para se conhecer pessoas, analisaremos a charge “Amores virtuais” do Blog Mulhertrinta e faremos um contraponto com o vídeo “Pessoas boas correm mais riscos no relacionamento virtual” do Programa The love school: A escola do amor, com o objetivo de conscientizar os alunos acerca dos cuidados que se deve tomar quando alguém se envolve em um relacionamento virtual.  Após este momento de reflexão, teremos a leitura do conto “Pausa”, de Moacyr Scliar destacando o amor real e o seu desgaste causado pela rotina, atentando para as características do gênero lido juntamente com o módulo. Com este texto objetiva-se mostrar o aluno que existe o outro lado da moeda, para além do idealismo e pseudo- perfeição do amor virtual, existe o amor real, que se desgasta com o tempo.  Para finalizar o encontro, realizaremos uma atividade na qual utilizaremos o conto de Moacyr Sclyar, “Pausa”, para que os alunos possam criar possíveis finais para estória, já que esta fica em aberto ao final da narração. Os alunos poderão tanto escrever e ler os possíveis finais, como também, poderão realizar uma rápida dramatização. Isso será a critério de cada um. Como o objetivo de refletirmos acerca do desgaste dos relacionamentos. 3º ENCONTRO: O AMOR PLATÔNICO E O AMOR CORRESPONDIDO  Elemento motivador: “Dinâmica da pessoa ideal”: Será solicitado aos alunos que descrevam a pessoa que formaria seu par romântico ideal, em seguida, todas as respostas serão colocadas em uma caixa e, logo após, será feito um sorteio de algumas respostas com a finalidade de questioná-los sobre a existência ou não do perfil descrito.  Dando sequência ao encontro, serão realizadas a leitura e discussão da crônica “Amor platônico”, de Chico Garcia, com o objetivo de esclarecer no que consiste esse tipo de amor e investigar se os alunos já tiveram um amor platônico ou se que conhecem alguém que viveu esta situação.
  5. 5.  Terminada esta discussão, executaremos a música: “Apaixonado” de Luan Santana com o intuito de observar o amor platônico presente em sua letra, logo após, será explicado que o amor platônico não é algo atual, pois ele já estava presente desde o Trovadorismo no século XI nas cantigas de amor e amigo.  A partir disto, iremos fazer a leitura compartilhada e análise da cantiga de amor “Conheço certo homem”, da cantiga de amigo “Ondas do mar de vigo” e da cantiga de escárnio “Dona feia”, cujos autores são desconhecidos, tendo como objetivo fornecer um panorama histórico acerca da temática, para que os alunos possam perceber que o amor platônico se faz presente desde a Idade Média até a contemporaneidade.  Logo em seguida, será realizada uma atividade, na qual os alunos identificarão dentre as cantigas que serão disponibilizadas em slides, qual é a de amor, de amigo ou de escárnio.  Concluída a atividade, haverá a exibição do vídeo “Amor platônico”, do canal Nomegusta que terá o objetivo de ilustrar de forma cômica o que seria este tipo de amor.  Em seguida, a fim de discutir o “amor idealizado” leremos os contos de fadas “A bela adormecida” e, em seguida, o compararemos com o texto “A bela que despertou”, adaptação de Luís Fernando Veríssimo. A partir disto, discutiremos a questão do empoderamento feminino e como no contexto atual as mulheres não mais estão à mercê do ideal do “príncipe encantado”, sendo elas senhoras de seu destino. Esta atividade terá por objetivo levar os discentes à reflexão acerca tanto do amor idealizado, quanto da questão da mudança de concepção deste amor sob a ótica da mulher moderna.  Assim, refletiremos acerca de como se dão os relacionamentos na sociedade pós- moderna, para tanto, assistiremos o vídeo “Amor Líquido- Zygmunt Bauman, por Profa. Dra. Cláudia Bonfim”. Com o objetivo de propiciar ao aluno o contato com o pensamento de um dos maiores filósofos atuais que aborda a temática.  Para finalizar, ouviremos a música “Amor líquido”, de Caos restrito para fechar a discussão.
  6. 6. 4º ENCONTRO: O AMOR FIEL E INFIEL  Elemento motivador: “Dinâmica da confiança”: os alunos todos de pé, um de cada vez ficará no centro do círculo e se jogará para trás, onde estará um outro colega para segurá-lo, feito isso algumas vezes, um último aluno, que será vendado, não será segurado ao cair, porém estará disposto um colchão para aparar a queda. O objetivo da dinâmica é refletir sobre a confiança que depositamos nas pessoas e que muitas vezes acaba nos decepcionando.  Logo após, mostraremos, através de slides, cenas atuais de novelas e filmes que relatam a infidelidade na sociedade atual, com o objetivo de trazer à tona qual a visão que a mídia explora sobre esta questão.  Dando continuidade ao encontro, faremos a leitura do “Soneto de fidelidade”, de Vinícius de Moraes, com a finalidade de questionar sobre a existência de um amor fiel nos dias atuais, além de trabalhar as características do soneto e fazer um breve comentário sobre a biografia do autor.  Terminada a análise do poema, faremos a leitura e discussão da crônica “Homem perfeito”, de Arnaldo Jabor, com o objetivo de instigar os discentes a se posicionarem diante da temática e relatar suas experiências ou de outras pessoas, trabalhando as características estruturais do gênero destacando os diferentes tipos de crônica com ênfase na jornalística.  Por fim, leremos o poema “Soneto de Infidelidade”, de Roseane Freitas que é uma releitura do “Soneto de Fidelidade”, de Vinícius de Moraes, que terá por objetivo fazer um paralelo com o texto anteriormente lido e consequentemente enriquecer a discussão da temática.
  7. 7. 5º ENCONTRO: O AMOR ERÓTICO E AMOR ROMÂNTICO  Elemento motivador: Ouviremos a música “Amor e sexo”, de Rita Lee e, a partir dela, faremos uma discussão da relação entre sexo e amor, para refletir se realmente são coisas tão distintas, se são opostos ou não.  Em seguida, adentraremos a questão do erotismo e o diferenciaremos da pornografia, para que os alunos possam compreender que embora sejam semelhantes existem diferenças relevantes entre estes dois modos de se conceber a questão da sensualidade ou sexualidade. Para ilustrar, iremos expor, então algumas obras de arte que trazem figuras eróticas;  Dando continuidade a subtemática, leremos e analisaremos o poema erótico “Amor, atração carnal”, de Jairo Nunes Nogueira, com o objetivo também de ilustrar o conceito de erotismo.  Após isto, ouviremos a música “Eu sei que vou te amar”, de Maria Creuza e Vinícius de Moraes, que traz em sua letra o amor romântico idealizado, eterno. Esta música será ponto de partida para a reflexão acerca deste tipo de amor.  Concluída a leitura e interpretação da música, leremos o artigo “Mito do amor romântico”, do psiquiatra Morgan Scott Peck, a fim de estabelecer um paralelo com a música e fazer-nos pensar se realmente o amor romântico é o tipo ideal de amor.  Fechando esta discussão, exibiremos o vídeo “Amor genuíno e amor romântico”, de Jetsuma Tenzin Palmo, que terá o objetivo de fechar a discussão sobre os amores ao trazer uma reflexão que vale para todas as nossas relações e para definir de uma forma bem singela o que é o amor.  Para finalizar, faremos uma retomada de todo conteúdo trabalhado na sequência através de uma dinâmica intitulada “As várias faces do amor”, na qual dividiremos a turma em dois grupos, o grupo ao iniciar será determinado por sorteio. Serão, então, tocadas músicas e os alunos terão que identificar de que “tipo” de amor elas estão falando.
  8. 8. 6º ENCONTRO: “AH, O AMOR!”  No último encontro realizaremos um sarau, no qual os alunos poderão celebrar através de diversas manifestações artísticas o tema trabalhado na sequência, com o objetivo de haver um momento de confraternização, troca de ideias e feed back do que foi feito na sequência. REFERÊNCIAS: A BELA ADORMECIDA. Disponível em: http://bebeatual.com/historias-bela-adormecida_59. Acesso em: 03/04/15, às 18h54. AMOR LÍQUIDO. Caos Restrito. Disponível em: http://letras.mus.br/caos-restrito/1820994/. Acesso em: 03/04/15, às 18h45min. AMOR VIRTUAL. Sampa Crew. Disponível em: http://www.vagalume.com.br/sampa- crew/amor-virtual.html. Acesso em: 03/04/15, às 17h28min. BEZERRA, Jairo Nunes. Amor, atração carnal. Disponível em: http://www.luso- poemas.net/modules/news/article.php?storyid=268590. Acesso em: 04/04/15, às 09h54min. BÍBLIA SAGRADA. I Cor 13. Disponível em: https://www.bibliaonline.com.br/acf/1co/13. Acesso em: 03/04/15, às 17h53min. BRAGA, Rosana. Quando o amor “virtual” não se torna “real”... Disponível em: http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=34942&cat=Artigos&vinda=S. Acesso em: 04/04/15, às 10h53min. CERTO HOMEM. Disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3839090. Acesso em: 04/04/15, às 09h09min. CHARGE: Amores virtuais. Disponível em: www.mulhertrinta.com.br. Acesso em 9 de abril 2015. Disponível em: http://pensador.uol.com.br/frase/MzUwMzk5/. Acesso em: 04/04/15, às 09h30min. DONA FEIA. Disponível em: http://www.graudez.com.br/literatura/obras/jgguilhade.htm. Acesso em: 04/04/15, às 09h03min.
  9. 9. FREITAS, Roseane. Soneto de infidelidade. Disponível em: http://rodolfopamplonafilho.blogspot.com.br/2012/06/soneto-de-infidelidade.html. Acesso em: 04/04/15, às 09h39min. GARCIA, Chico. Amor platônico. Disponível em: http://chicogarcia.blogspot.com.br/2013/12/amor-platonico.html. Acesso em: 03/04/15, às 18h31min. JABOR, Arnaldo. Homem perfeito. Disponível em: http://pensador.uol.com.br/frase/MzUwMzk5/. Acesso em: 04/04/15, às 09h30min. LEE, Rita. Amor e sexo. Disponível em: http://letras.mus.br/rita-lee/74440/. Acesso em: 04/04/15, às 09h47min. MORAES, Vinícius de. Soneto do amigo. Disponível em: http://pensador.uol.com.br/frase/NTQ1OTg/. Acesso em: 03/04/15, às 18h01min. MORAES, Vinícius. Eu sei que vou te amar. Disponível em: http://letras.mus.br/maria- creuza/777077/. Acesso em: 04/04/15, às 10h01min. MORAES. Vinícius de. Soneto de fidelidade. Disponível em: http://www.releituras.com/viniciusm_fidelidade.asp. Acesso em: 04/04/15, às 09h23min. ONDAS DO MAR DE VIGO. Disponível em: http://cantigas.fcsh.unl.pt/cantiga.asp?cdcant=1308&pv=sim. Acesso em: 04/04/15, às 09h00min. PECK, Morgan Scott. O mito do amor romântico. Disponível em: http://www.libertas.com.br/libertas/o-mito-do-amor-romantico/. Acesso em: 04/04/15, às 10h13min. RANGEL, Vanessa. Palpite. Disponível em: http://letras.mus.br/vanessa-rangel/6640/. Acesso em: 03/04/15, às 17h59min. SANTANA, Luan. Apaixonado. Disponível em: http://letras.mus.br/luan-santana/1483635/. Acesso em: 03/04/15, às 18h38min. SCLYAR, Moacyr. Pausa. Disponível em: http://materiaprimadosaber.blogspot.com.br/2013/06/v-behaviorurldefaultvmlo_16.html. Acesso em: 03/04/15, às 18h19min. VERÍSSIMO, Luis Fernando. A bela que despertou. Disponível em: http://angelagg- sombrio.blogspot.com.br/2012/10/contos-de-fadas-na-escola.html. Acesso em: 06 de abril 2015.

×