Contribuições da ABEP no Ensino e
Formação de Psicólogas(os)
ABEP Bahia
Salvador
Março/2015
EVENTO
1. Breve apresentação da ABEP.
2. Importância de fazermos uso da teoria social crítica para
pensarmos o Ensino e a Formaçã...
1. A ABEP
• Criada em Ribeirão Preto (1998) no Fórum Nacional das
Entidades da Psicologia (FNEP).
• MISSÃO: Promover o ace...
Núcleos Regionais - São 32 em todo o país
PAPÉIS DOS NÚCLEOS:
• Planejar e implementar em nível regional as atividades
ori...
Núcleo Bahia
Nossa história...
• Fundado em Julho/2006 quando da realização do evento:
I Oficina da Associação Brasileira ...
ABEP Bahia
OBJETIVOS:
• Discutir a formação da(o) psicóloga(o) na Bahia.
• Realizar eventos sobre o ensino e a formação em...
Principais temas e discussões
• Avaliação dos Cursos de Psicologia.
• Licenciatura em Psicologia.
• Direitos Humanos.
• Cu...
2. Ressaltamos...
• A importância das disciplinas: filosofia/sociologia/história
nos cursos de Psicologia – A Psicologia c...
`Desde que iniciei meu trabalho na Psicologia, deparei-me com a falta de tempo dos alunos para leitura,
devido ao excesso ...
Nos preocupamos com...
• A massificação de estudantes pelas IES.
`Devemos nos preocupar quando sabemos do ingresso na grad...
Contrapomos tudo isso com...
• A valorização dos conteúdos (clássicos) para evitar a interpretação
reducionista da realida...
3. Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica
• Desde 1920 – contribuição à profissionalização da Psicologia –
especialis...
Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica
• Em 1980 a disciplina Psicologia já fazia parte da grade curricular das
escol...
Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica
• Resolução n. 5, de 15 de março de 2011. Institui as Diretrizes para o
projet...
Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica
O que ensinar? - EM CONSTRUÇÃO - Conteúdos que auxiliem no
desenvolvimento das...
Cabe então nos perguntarmos:
• Queremos um ensino para a adaptação ou para a transformação da
realidade?
• Que ciência est...
Em resumo, sustentamos que é preciso...
• Pensarmos em uma Psicologia que se pergunte cotidianamente qual é o
seu papel fo...
O valor dos seminários e das palestras...
• Problematizar, reunir pessoas, trocar ideias, difundir interesses e
experiênci...
Propostas da ABEP para 2015...
• ESTUDOS eixo central: Educação, Ensino e Formação em Psicologia.
• Discussão das Diretriz...
Contatos
Abep Bahia
abep.bahia@gmail.com
gracasanttiago@gmail.com
Reuniões Ordinárias a cada 3 semanas (sexta-feira), das ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)

108 visualizações

Publicada em

Participação da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia - Núcleo Bahia no EVENTO "Conversas Formação em Psicologia para a Atenção Básica" - Universidade Federal da Bahia.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
108
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)

  1. 1. Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os) ABEP Bahia Salvador Março/2015 EVENTO
  2. 2. 1. Breve apresentação da ABEP. 2. Importância de fazermos uso da teoria social crítica para pensarmos o Ensino e a Formação em Psicologia. 3. A Licenciatura em Psicologia – articulação com o tema da Atenção Básica. Desenho daApresentação
  3. 3. 1. A ABEP • Criada em Ribeirão Preto (1998) no Fórum Nacional das Entidades da Psicologia (FNEP). • MISSÃO: Promover o acesso e a disseminação do conhecimento no ensino de Psicologia, propondo políticas e subsidiando atividades que entrelacem os diversos públicos da entidade e da sociedade. • VISÃO: Ser uma instituição que promove a qualificação do ensino da Psicologia e que é referência na interação entre as Entidades da Psicologia, o Setor Público e a Sociedade.
  4. 4. Núcleos Regionais - São 32 em todo o país PAPÉIS DOS NÚCLEOS: • Planejar e implementar em nível regional as atividades orientadas pela Diretoria Nacional; • Cooperar com o desenvolvimento do ensino da Psicologia em nível regional; • Manter atualizada as informações relacionadas às atividades do Núcleo (Facebook /Youtube); • Participar das Reuniões Nacionais da ABEP, dentre outras.
  5. 5. Núcleo Bahia Nossa história... • Fundado em Julho/2006 quando da realização do evento: I Oficina da Associação Brasileira de Ensino de Psicologia, Salvador-BA. TEMA: Psicologia e Saúde Pública: por uma presença qualificada no Sistema Único de Saúde.
  6. 6. ABEP Bahia OBJETIVOS: • Discutir a formação da(o) psicóloga(o) na Bahia. • Realizar eventos sobre o ensino e a formação em ᴪ • Refletir criticamente o ensino e a formação em ᴪ
  7. 7. Principais temas e discussões • Avaliação dos Cursos de Psicologia. • Licenciatura em Psicologia. • Direitos Humanos. • Currículo. • Políticas Públicas. • Diversidade Sexual e de Gênero. • Laicidade. • Relações Raciais no Ensino de Psicologia. • Educação Integral.
  8. 8. 2. Ressaltamos... • A importância das disciplinas: filosofia/sociologia/história nos cursos de Psicologia – A Psicologia como PROCESSOS – interdisciplinaridade entre as áreas. • Pensar criticamente a Psicologia – teoria social crítica – para além do campo das percepções. • Formação civilizadora ao invés de cursos essencialmente profissionalizantes - versões de sentido - Projeto de Vida – Transformação Social.
  9. 9. `Desde que iniciei meu trabalho na Psicologia, deparei-me com a falta de tempo dos alunos para leitura, devido ao excesso de horas de aula, que necessariamente impõe a eles a condição de uma atenção flutuante nas mesmas. [...] a escola cumpre outras funções sociais, como a domesticação do tempo e dos corpos dos alunos, isto é, não ensina, mas disciplina para o mercado de trabalho.` (Professor Reinaldo Furlan,Doutor em Filosofia,2012). LIVRO: Licenciatura em Psicologia – temas atuais. (Barros e Sekkel, 2013).
  10. 10. Nos preocupamos com... • A massificação de estudantes pelas IES. `Devemos nos preocupar quando sabemos do ingresso na graduação em Psicologia de universidades públicas e privadas de alunos nazifascistas que não hesitam em se valer de simbologia nazista e expressar, com frieza e cinismo assustadores, preconceitos contra judeus, negros, pessoas com deficiência física e contra aquelas que são condenadas a morar em favelas.´ (José Leon Crochík e Maria Helena Souza Patto, 2012, p. 150). LIVRO: Formação de psicólogo e relações de poder – sobre a miséria da psicologia, 2012).
  11. 11. Contrapomos tudo isso com... • A valorização dos conteúdos (clássicos) para evitar a interpretação reducionista da realidade e a massificação de estudantes acríticos. • Análise criticamente as disciplinas, percebendo como muitas delas cumprem uma função ´obscura e silenciosa, trabalhando em profundidade, na constituição do subsolo da grande mecânica do poder.´ (Foucault, 1979, p. 189). `Um curso de Psicologia engajado e crítico deveria produzir e transmitir o conhecimento necessário para desmascarar a obscenidade presente na deformação do indivíduo contemporâneo. Não se leva mais tão facilmente um sujeito à ética apelando apenas para princípios racionais e universais.´ (Conrado Ramos, 2012, p. 161). Desnaturalização das relações de poder – não deixar passar. LIVRO: Licenciatura em Psicologia – temas atuais. (Barros e Sekkel, 2013)
  12. 12. 3. Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica • Desde 1920 – contribuição à profissionalização da Psicologia – especialista em Psicologia – Medicina/Direito/Educação. • Em 1962 – Lei n. 4.119 apresenta três habilitações para a formação em Psicologia: Bacharel, Psicólogo e Licenciado. Há a prerrogativa da docência para as três habilitações propostas. Art. 11. - Ao portador do diploma de Bacharel em Psicologia, é conferido o direito de ensinar Psicologia em cursos de grau médio, nos termos da legislação em vigor. Art. 12. - Ao portador do diploma de Licenciado em Psicologia é conferido o direito de lecionar Psicologia, atendidas as exigências legais devidas. Art. 13. - Ao portador do diploma de Psicólogo é conferido o direito de ensinar Psicologia nos vários cursos de que trata esta lei, observadas as exigências legais específicas, e a exercer a profissão de Psicólogo.
  13. 13. Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica • Em 1980 a disciplina Psicologia já fazia parte da grade curricular das escolas de ensino médio de São Paulo. • Em 1984 em 454 escolas. • Em 1985 em 445 escolas. • Em 1986 em 603 escolas. • Em 1987 em 593 escolas. • Em 1996 promulgação da LDB – exclusão da Psicologia no Ensino Médio. Dados da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria de Estado da Educação (CENP)
  14. 14. Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica • Resolução n. 5, de 15 de março de 2011. Institui as Diretrizes para o projeto pedagógico complementar para a Formação de Professores de Psicologia. A Licenciatura volta – e por quê volta? • Ingressantes a partir de 2013.2 têm direito. • Desinteresse da própria Psicologia pelo tema = formação tradicional. • O que ensinar? Como ensinar? Onde ensinar?
  15. 15. Licenciatura em Psicologia - Atenção Básica O que ensinar? - EM CONSTRUÇÃO - Conteúdos que auxiliem no desenvolvimento das funções psíquicas superiores – EMANCIPAÇÃO. Sensação Percepção Atenção Linguagem Sexualidade Preconceito Imaginação Racismo Emoção Sentimento Instintos agressivos Ética Moral Representação de Si Novas formas de sociabilidade Depressão Afetos Capitalismo Aspectos objetivos e subjetivos do trabalho e do desemprego Valores Espiritualidade Suicídio Experiências de humilhação social Violência Educação para os Direitos Humanos Memória
  16. 16. Cabe então nos perguntarmos: • Queremos um ensino para a adaptação ou para a transformação da realidade? • Que ciência estamos construindo? Será que ela está respondendo às questões que afligem pessoas e instituições? • Quais ideias e propostas desalienantes a Psicologia pode promover, enquanto Ciência e Profissão? Como atuam as disciplinas nesse processo? • A serviço de que e de quem estão as teorias, conceitos e métodos psicológicos?
  17. 17. Em resumo, sustentamos que é preciso... • Pensarmos em uma Psicologia que se pergunte cotidianamente qual é o seu papel formativo na promoção de possibilidades emancipatórias - enraizamento social – estender à sua práxis. ´Não se desencantar do mundo.´ Adorno, 2006
  18. 18. O valor dos seminários e das palestras... • Problematizar, reunir pessoas, trocar ideias, difundir interesses e experiências. • Alçar voos após discussão teórica - teoria crítica = reflexão + ação. ´Assumir a prática política crítica significa propor (e intervir) nas condições de existência de maneira crítica. (Patto, 2012) LIVRO: Formação de psicólogos e relações de poder – sobre a miséria da psicologia, 2012.
  19. 19. Propostas da ABEP para 2015... • ESTUDOS eixo central: Educação, Ensino e Formação em Psicologia. • Discussão das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino de Psicologia. • Direitos Humanos no Ensino de Psicologia. • Difundir suas atividades em encontros/seminários/eventos. • Mais próximo – estudantes, professores, DAs, CAs, profissionais e coordenadores, contribuindo com a formação em Psi na Bahia.
  20. 20. Contatos Abep Bahia abep.bahia@gmail.com gracasanttiago@gmail.com Reuniões Ordinárias a cada 3 semanas (sexta-feira), das 15h às 18h – CRP03

×