Endometriose

4.506 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Endometriose

  1. 1. Endometriose<br />
  2. 2. INTRODUÇÃO<br /><ul><li>É uma doença que se caracteriza pela presença do tecido endometrial fora da cavidade uterina. O endométrio é a camada interna do útero que é renovada mensalmente com a menstruação.
  3. 3. Embora esteja localizada na parte externa do útero, a endometriose é susceptível á ação dos hormônios e, a cada ciclo menstrual provoca grande incômodo e dor na cavidade abdominal.</li></li></ul><li>INTRODUÇÃO<br /><ul><li>Ela tem como locais de envolvimento:
  4. 4. A endometriose atinge, segundo estimativas do IBGE , a cinco milhões de mulheres em idade reprodutiva.</li></li></ul><li>SINTOMAS<br /><ul><li> Os principais sintomas da endometriose são as cólicas e dores durante a relação sexual, que podem ocorrer antes ou durante o período menstrual.
  5. 5. Ela surge de repente, trazendo o transtorno físico, psíquico e social para a paciente.
  6. 6. Se o tecido endometrial estiver localizado na bexiga, pode provocar desconforto ao urinar. Alojado no intestino, os fragmentos favorecem quadros de diarréia com sangue.</li></li></ul><li>CAUSAS<br /><ul><li> Não existe um consenso sobre os fatores responsáveis pela ocorrência da endometriose.
  7. 7. Algumas correntes apontam para a herança genética, enquanto outras sugerem uma relação da doença com alterações do sistema imunológico.
  8. 8. O raciocínio mais aceito pelos especialistas é o do refluxo dos tecidos do endométrio durante o ciclo menstrual, que em vez de serem eliminados, também se instalam em outros órgãos pélvicos.</li></li></ul><li>CAUSAS<br /><ul><li> Segundo a Sociedade Brasileira de Endometriose e Ginecologia (SBE), existe uma caracteristica comportamental que também tende a causar a doença. Trata-se da postergação, cada vez mais freqüente nos dias atuais, da maternidade.
  9. 9. A gravidez, cada vez menos freqüente, enseja o aumento no numero de menstruações e o conseqüente favorecimento à aparição da endometriose.</li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br /><ul><li>Pode-se suspeitar de uma endometriose na paciente com infertilidade sem explicação.
  10. 10. Também a queixa de dor abdominal durante uma apalpação, a suspeita de massa perto dos ovários ou por detrás do útero, são orientadores do diagnóstico, que deve ser referendado por meio de um exame ultrassom. </li></li></ul><li>DIAGNÓSTICO<br /><ul><li>Entretanto, o exame padrão para a definição do diagnóstico é a ressonância magnética.
  11. 11. Uma vez confirmadas as suspeitas, pode-se seguir para a videolaparascopia, uma pequena cirurgia que permite identificar o tamanho , extensão e local de acometimento das lesões afim de escolher o tratamento adequado para cada caso.</li></li></ul><li>TRATAMENTO<br /><ul><li> Procurar um médico aos primeiros sinais da doença é fundamental para a indicação do melhor tratamento para cada caso.
  12. 12. Somente o especialista poderá orientar o paciente em relação aos procedimentos adequados e ao uso de remédios.</li></li></ul><li>TRATAMENTO<br /><ul><li> Em geral, o tratamento para a endometriose inclui medicações e, em alguns casos, o processo cirúrgico denominado laparascopia, cujo objetivo é:
  13. 13. O método mais indicado dependerá da extensão da doença, assim como da idade da paciente e de seus planos reprodutivos.</li></ul>Aliviar as fortes dores  <br />Impedir a evolução da doença  <br />Tentar restabelecer a fertilidade  <br />
  14. 14. PREVENÇÃO<br /><ul><li>Não existe uma forma direta de prevenção da endometriose, contudo, estudos recentes mostram que algumas medidas secundárias como o uso de pílulas anticoncepcionais orais e o não entardamento da gravidez diminuem a propensão á doença.
  15. 15. A descoberta precoce diminui as chances de complicações e infertilidade.</li></ul>       <br />
  16. 16. Procure sempre o seu médico.<br />Fontes: <br />Diagnóstico da Endometriose. www.portaldaendometriose.com <br />www.abcdasaude.com.br<br />Abend. www.endometriose.org.br<br /> <br />  <br />Editora médica: Dra. Anna Gabriela Fuks (615039-RJ) <br />Jornalista responsável: Roberto Maggessi (31.250 RJ)<br />

×