Dietas Caseiras para cães e gatos<br />Juliana Toloi JeremiasDoutoranda do Programa de Medicina Veterinária FCAV/Unesp Jab...
Objetivos<br />Informações sobre o ponto de vista dos proprietários<br />Por que preferem dieta caseira?<br />Tipos de ali...
Introdução<br />EUA: 90% dos cães são alimentados com dietas comerciais<br />Brasil:       50% dos cães são alimentados co...
Introdução<br />Homem: Preocupação comAlimentação e Saúde<br />Animal: O queeleestácomendo?<br />Constantebuscainformações...
Influenciadores do proprietário quanto à escolha do tipo de alimento<br />      Serviço de Nutrição e Nutrição Clínica - H...
O que o proprietário deseja?<br />
O que o proprietário deseja?<br /><ul><li>Consumo de alimento exerce um papel muito mais complexo, com implicações cultura...
Buscamsempreoferecer o melhorpossível
Entender as preocupações e necessidades do dono do animal</li></ul>?<br />
SCEE<br />Diferentespontos de vista<br />Médico Veterinário<br />Proprietário<br /><ul><li>Decisão baseada em aspectos cie...
Promover a saúde dos animais
Movido por hábitos e preferências
Aspectos culturais e sociais
Comportamento alimentar pessoal
Grau de afetividade</li></li></ul><li>Por que preferem alimento caseiro?<br />Preferência por ingredientes frescos, orgâni...
Razões que levam os proprietários a empregar alimento caseiro<br />Animal gosta mais 30,95%<br />Não come só ração 19,04%<...
Cuidados e dificuldades<br />Exige grande investimento de tempo e dinheiro<br />Dificuldades de se formular um alimento ca...
Avaliação da percepção dos proprietários quanto ao uso de dietas caseiras no manejo nutricional decães. <br />46 proprietá...
Tipos de Dietas<br />
Dietas Naturais e Orgânicas<br />Definição ainda bastante controversa....!!!!<br />Alimento Natural<br />AAFCO: “ingredien...
Dietas Vegetarianas<br />Indivíduos vegetarianos: convicções, religião, preocupações éticas e saúde<br />100% das pessoas ...
Dietas Vegetarianas<br />Caseiras ou industriais<br />Fonte protéica: derivados do ovo e leite, proteína de soja<br />Poss...
Dietas Cruas<br />Utilizada em zoológicos, pouco em Pets<br />Preparados caseiros ou comerciais:variam de alimentos comple...
Dietas Cruas<br />Cautela na recomendação e utilização!<br />Desbalanceamento nutricional - análise de nutrientes chaves d...
Dúvidas mais comuns dos proprietários<br />?<br />
Aditivos<br />Melhoram o paladar;<br />Melhora da textura dos  alimentos<br />Valor nutricional: antioxidantes e vitaminas...
Aditivos<br />Os mesmos ou similares aos empregados para humanos<br />FDA: Uso por 02 anos, em duas espécies distintas par...
Aditivos<br />
Contaminantes<br />Presentes de forma não intencional ou acidental nos alimentos industrializados<br />Praguicidas, fármac...
Incapacidade para compreender as embalagens<br />Linguagem pouco familiar – confusões<br />Cabe ao veterinário desmistific...
Incapacidade para compreender as embalagens<br />carbonato de cálcio, fosfato bicálcico, sulfato de zinco, sulfato ferroso...
Desejo de cozinhar para seu pet<br />“Meu cão come o que eu como...”<br />Cozinhar para seu pet significa aumentar o víncu...
          Livro de receitas dietas caseirasMade out of Love - SanDiego / Califórnia<br />http://www.thehonestkitchen.com<b...
Aplicações das dietas caseiras  - VETERINÁRIOS<br />
Aplicações das dietas caseiras  - VETERINÁRIOS<br />Falta de opção para dieta de prescrição em determinada situação clínic...
Falta de opção para dieta de prescrição em determinada situação clínica<br />Exemplo:<br />Paciente com tecido pancreático...
Caso Clínico<br />Linfangiectasia Intestinal<br />
Linfangiectasia Intestinal<br />Distúrbio obstrutivo que envolve o sistema linfático do trato gastrointestinal, resultando...
Fisiopatologia<br />Obstrução         dilatação e ruptura dos vasos           perda de conteúdo                           ...
Dieta Prescrita<br />Obesity DP 34  Canine-RoyalCanin<br />
Nova dieta prescrita - caseira<br />Prescrito dieta caseira com restrição de gordura <br />    (EE: 5%)<br />Um	62,45%<br ...
Receita da dieta caseira<br /><ul><li>Peso animal: 4,1 Kg
300 gramas de alimento por dia dividido em 02 refeições
Arroz branco cozido sem óleo: 150 gramas por dia
Cenoura cozida: 50 gramas por dia;
Peito de frango cozido: 95 gramas por dia
Sal comum: 0,3 gramas por dia
Suplemento vitamínico e mineral para cães: 5 gramas por dia</li></li></ul><li>Testes alimentares de eliminação - HA<br />F...
Vantagens das dietas caseiras<br />Alta digestibilidade<br />Alta palatabilidade<br />Menor custo quando comparada as diet...
Noções de formulação<br />
Dietas caseiras na Internet<br />www.petdiets.com<br />Holliston, Massachusetts<br />For personalized consultations, pleas...
Como formular<br />Manualmente<br />Uso de programas de formulação<br /><ul><li>Objetivo é determinar a relação ideal dos ...
USDA NationalNutrient Database for Standard Reference, Release 22 (2009)<br />
USDA NationalNutrient Database for Standard Reference, Release 22 (2009)<br />
Nutrientes<br />Fonte protéica<br />Fonte de carboidratos/fibra<br />Fonte de gordura<br />Vitaminas<br />Minerais<br />TO...
Fonte protéica<br />Proteína animal<br />Carne de músculo ou de vísceras (coração)<br />Vísceras (fígado)<br />Peixe<br />...
Fontes gordura<br />Óleos (soja, milho, canola)<br />Carnes ricas em gordura<br />Gema do ovo<br />Pele de frango<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dietas Caseiras para cães e gatos - Sacavet

11.650 visualizações

Publicada em

2 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.650
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dietas Caseiras para cães e gatos - Sacavet

  1. 1. Dietas Caseiras para cães e gatos<br />Juliana Toloi JeremiasDoutoranda do Programa de Medicina Veterinária FCAV/Unesp Jaboticabal - SP<br />
  2. 2. Objetivos<br />Informações sobre o ponto de vista dos proprietários<br />Por que preferem dieta caseira?<br />Tipos de alimentos<br />Aplicações alimento caseiro por veterinários<br />Dietas de prescrição<br />Ausência de opções industrializadas<br />Hipersensibilidade alimentar<br />Caso clínico<br />Abordagem dos principais alimentos e suas propriedades nutricionais<br />Noções básicas de como formular <br />
  3. 3. Introdução<br />EUA: 90% dos cães são alimentados com dietas comerciais<br />Brasil: 50% dos cães são alimentados com dietas comerciais<br />
  4. 4. Introdução<br />Homem: Preocupação comAlimentação e Saúde<br />Animal: O queeleestácomendo?<br />Constantebuscainformações!<br />Maior interesse<br />Familiares e conhecidos, vendedores de ração, criadores, internet e principalmente veterinários clínicos<br />
  5. 5. Influenciadores do proprietário quanto à escolha do tipo de alimento<br /> Serviço de Nutrição e Nutrição Clínica - HVGLN/Unesp-Jaboticabal, 2004<br />
  6. 6. O que o proprietário deseja?<br />
  7. 7. O que o proprietário deseja?<br /><ul><li>Consumo de alimento exerce um papel muito mais complexo, com implicações culturais e sociais
  8. 8. Buscamsempreoferecer o melhorpossível
  9. 9. Entender as preocupações e necessidades do dono do animal</li></ul>?<br />
  10. 10. SCEE<br />Diferentespontos de vista<br />Médico Veterinário<br />Proprietário<br /><ul><li>Decisão baseada em aspectos científicos
  11. 11. Promover a saúde dos animais
  12. 12. Movido por hábitos e preferências
  13. 13. Aspectos culturais e sociais
  14. 14. Comportamento alimentar pessoal
  15. 15. Grau de afetividade</li></li></ul><li>Por que preferem alimento caseiro?<br />Preferência por ingredientes frescos, orgânicos ou naturais<br />Evitar aditivos<br />Evitar possíveis contaminantes das dietas comerciais<br />Desejo de cozinhar para seu pet<br />
  16. 16. Razões que levam os proprietários a empregar alimento caseiro<br />Animal gosta mais 30,95%<br />Não come só ração 19,04%<br />Hábito 9,55%<br />Acostumado desde filhote 7,14%<br />Animal pede 4,76%<br />Animal enjoa 4,76%<br />Agradar o animal 4,76%<br />Mais barato 4,76%<br />Outros 14,78%<br /> (Serviço de Nutrição e Nutrição Clínica - HVGLN/Unesp-Jaboticabal, 2004)<br />
  17. 17. Cuidados e dificuldades<br />Exige grande investimento de tempo e dinheiro<br />Dificuldades de se formular um alimento caseiro completo e balanceado(Lautenet al., 2005)<br />Avaliação de 85 receitas de dietas caseiras<br />86% concentração inadequada de minerais<br />55% conteúdo de proteína inadequado (taurina)<br />62% conteúdo inadequado de vitaminas (colina)<br />Fazer com que o proprietário siga à risca a dieta prescrita<br />Cuidado com deficiências nutricionais<br />
  18. 18. Avaliação da percepção dos proprietários quanto ao uso de dietas caseiras no manejo nutricional decães. <br />46 proprietários de cães foram entrevistados por telefone.<br />A maior parte dos proprietários relatou facilidade no preparo dessas dietas <br />43% realizou algum tipo de modificação na dieta. <br />Mais de 70% dos proprietários disseram que o animal gostou muito da comida <br />69,57%, a dieta caseira foi uma ferramenta efetiva para o auxílio do tratamento.<br />Oliveira, MCC 2010<br />
  19. 19. Tipos de Dietas<br />
  20. 20. Dietas Naturais e Orgânicas<br />Definição ainda bastante controversa....!!!!<br />Alimento Natural<br />AAFCO: “ingredientes e componentes que não derivem de processo industrial ou de alterações químicas”<br />“Não apresenta nenhum ingrediente ou aditivo sintético”<br />Alimento Orgânico<br />Não apresenta ingredientes de origem animal que foram tratados com hormônios ou de origem vegetal produzidos com praguicidas ou fertilizantes sintéticos<br />“Alimento que não possui outra forma de conservação senão a refrigeração ou congelamento”<br />Variadas definições e interpretação das mesmas!!!!!<br />
  21. 21. Dietas Vegetarianas<br />Indivíduos vegetarianos: convicções, religião, preocupações éticas e saúde<br />100% das pessoas que ofereciam dieta vegetariana a seus gatos eram vegetarianos também! (Wakefield et al., 2006)<br />DESAFIO: formular alimento vegetariano que seja completo e balanceado para cães e gatos<br />nutrientes essenciais nas dietas de gatos são encontrados somente em ingredientes de origem animal <br />12 dietas vegetarianas comerciais analisadas, apenas 2 eram nutricionalmente adequadas(Kienzle & Engelhard, 2001)<br />
  22. 22. Dietas Vegetarianas<br />Caseiras ou industriais<br />Fonte protéica: derivados do ovo e leite, proteína de soja<br />Possíveis deficiências:<br />Arginina, lisina, metionina, triptofano, taurina, ferro,<br />Ca, Zn, Vit. A e Complexo B.<br />Cautela na utilização!!<br />Gatos: carnívoros estritos<br />Risco elevado deficiência de taurina, arginina, triptofano, lisina e vit.A<br />
  23. 23. Dietas Cruas<br />Utilizada em zoológicos, pouco em Pets<br />Preparados caseiros ou comerciais:variam de alimentos completos, geralmente são vendidos congelados, à misturas de suplemento que são combinadas então com comidas cruas.<br />Idéias que motivam os proprietários:<br />¨não existem fornos na natureza¨<br />¨símbolo da natureza carnívora¨<br />
  24. 24. Dietas Cruas<br />Cautela na recomendação e utilização!<br />Desbalanceamento nutricional - análise de nutrientes chaves de 03 dietas cruas revelaram que as 03 dietas apresentavam perfis nutricionais inadequados segundo a AAFCO. Todas continham nutrientes em excesso ou deficientes <br />(Freeman & Michel, 2001)<br />Segurança alimentar - Problemas de saúde pública!<br />ContaminaçãoSalmonellaspp, E. coli, Toxoplasma gondiieCryptosporidiumspp<br /> (Freeman & Michel, 2001; Joffe & Schlesinger, 2002;Weeseetal, 2005; <br />Strohmeyeret al., 2006)<br />
  25. 25. Dúvidas mais comuns dos proprietários<br />?<br />
  26. 26. Aditivos<br />Melhoram o paladar;<br />Melhora da textura dos alimentos<br />Valor nutricional: antioxidantes e vitaminas<br />
  27. 27. Aditivos<br />Os mesmos ou similares aos empregados para humanos<br />FDA: Uso por 02 anos, em duas espécies distintas para posterior emprego na alimentação<br />
  28. 28. Aditivos<br />
  29. 29. Contaminantes<br />Presentes de forma não intencional ou acidental nos alimentos industrializados<br />Praguicidas, fármacos, metais pesados<br />Estudos demonstraram que a presença destes componentes em produtos pet é baixa<br />O uso de dietas caseiras não garante a ausência<br /> destes<br />
  30. 30. Incapacidade para compreender as embalagens<br />Linguagem pouco familiar – confusões<br />Cabe ao veterinário desmistificar:<br />Exemplo – Subprodutos de carne: Partes não comercializadas derivadas de mamíferos sacrificados: pulmões, baço, rins, cérebro, fígado, sangue, ossos, tecido adiposo, estômago e intestino sem conteúdo;<br />Farinha de carnes: Obtido a partir de tecidos de mamíferos, com exclusão de sangue, pêlo, penas, chifres, cortes ocultos.<br />
  31. 31. Incapacidade para compreender as embalagens<br />carbonato de cálcio, fosfato bicálcico, sulfato de zinco, sulfato ferroso, sulfato de manganês, pantotenato de cálcio = Fontes de minerais <br />riboflavina, niacina, biotina, mononitrato de tiamina, ácido fólico = Fonte de vitaminas<br />
  32. 32. Desejo de cozinhar para seu pet<br />“Meu cão come o que eu como...”<br />Cozinhar para seu pet significa aumentar o vínculo entre animal e proprietário<br />Pessoas idosas<br />
  33. 33. Livro de receitas dietas caseirasMade out of Love - SanDiego / Califórnia<br />http://www.thehonestkitchen.com<br />
  34. 34. Aplicações das dietas caseiras - VETERINÁRIOS<br />
  35. 35. Aplicações das dietas caseiras - VETERINÁRIOS<br />Falta de opção para dieta de prescrição em determinada situação clínica<br />Animais que não aceitam dieta comercial<br />Testes de eliminação para diagnóstico de hipersensibilidade alimentar<br />
  36. 36. Falta de opção para dieta de prescrição em determinada situação clínica<br />Exemplo:<br />Paciente com tecido pancreático funcional reduzido:<br />Amido resistente/fibra – controle da glicemia<br />Aumentar a digestibilidade – enzimas pancreáticas<br />
  37. 37. Caso Clínico<br />Linfangiectasia Intestinal<br />
  38. 38. Linfangiectasia Intestinal<br />Distúrbio obstrutivo que envolve o sistema linfático do trato gastrointestinal, resultando em enteropatia perdedora de proteínas<br />
  39. 39. Fisiopatologia<br />Obstrução dilatação e ruptura dos vasos perda de conteúdo <br /> linfática linfáticos intestinais linfático p/ lúmen <br /> intestinal<br />(plasma, proteínas,linfócitos <br /> e quilomícrons)<br />Edema,ascite HIPOPROTEINEMIA perda entérica <br /> excessiva<br />e efusão pleural<br />
  40. 40.
  41. 41. Dieta Prescrita<br />Obesity DP 34 Canine-RoyalCanin<br />
  42. 42. Nova dieta prescrita - caseira<br />Prescrito dieta caseira com restrição de gordura <br /> (EE: 5%)<br />Um 62,45%<br /> PB 35,65% <br /> EE 5,0% <br /> MF 2,26% <br /> Ca 0,8% <br /> P 0,53%<br />EM 150 Kcal/100g <br />
  43. 43. Receita da dieta caseira<br /><ul><li>Peso animal: 4,1 Kg
  44. 44. 300 gramas de alimento por dia dividido em 02 refeições
  45. 45. Arroz branco cozido sem óleo: 150 gramas por dia
  46. 46. Cenoura cozida: 50 gramas por dia;
  47. 47. Peito de frango cozido: 95 gramas por dia
  48. 48. Sal comum: 0,3 gramas por dia
  49. 49. Suplemento vitamínico e mineral para cães: 5 gramas por dia</li></li></ul><li>Testes alimentares de eliminação - HA<br />Fonte nova de proteína e carboidrato<br />Cordeiro, coelho, rã<br />Batata<br />Suplemento vitamínico e mineral, adicionado semanalmente<br />
  50. 50. Vantagens das dietas caseiras<br />Alta digestibilidade<br />Alta palatabilidade<br />Menor custo quando comparada as dietas de prescrição<br />Uso em situações em que não há possibilidade de uso de dieta comercial<br />
  51. 51. Noções de formulação<br />
  52. 52. Dietas caseiras na Internet<br />www.petdiets.com<br />Holliston, Massachusetts<br />For personalized consultations, please click on Chef to request a nutritional consultation or homemade diet formulation.<br />www.balanceit.com<br />Davis, California<br />Instantly create homemade pet food recipes<br />
  53. 53. Como formular<br />Manualmente<br />Uso de programas de formulação<br /><ul><li>Objetivo é determinar a relação ideal dos ingredientes selecionados para que atinjam as necessidades nutricionais para o caso em questão</li></ul>Composição dos ingredientes - <br /> (www.nal.usda.gov/fnic/foodcomp/search)<br />
  54. 54. USDA NationalNutrient Database for Standard Reference, Release 22 (2009)<br />
  55. 55. USDA NationalNutrient Database for Standard Reference, Release 22 (2009)<br />
  56. 56. Nutrientes<br />Fonte protéica<br />Fonte de carboidratos/fibra<br />Fonte de gordura<br />Vitaminas<br />Minerais<br />TOTAL = 40<br />
  57. 57. Fonte protéica<br />Proteína animal<br />Carne de músculo ou de vísceras (coração)<br />Vísceras (fígado)<br />Peixe<br />Clara de ovo<br />Leite<br />Proteína vegetal<br />Soja<br />Ervilha<br />
  58. 58. Fontes gordura<br />Óleos (soja, milho, canola)<br />Carnes ricas em gordura<br />Gema do ovo<br />Pele de frango<br />
  59. 59. Fontes Carboidratos<br />Fontes de Fibra<br />Arroz<br />Batata<br />Milho<br />Cenoura<br />Beterraba<br />Psyllium<br />Celulose em pó<br />
  60. 60. Fonte Minerais e Vitaminas<br />Suplementos vitamínicos e minerais<br />Levedura de cerveja<br />TODA DIETA CASEIRA DEVE SER SUPLEMENTADA!<br />
  61. 61. Necessidades nutricionais<br />
  62. 62. Necessidades nutricionais<br />Necessidade energia<br />Paciente Normal – Manutenção:<br />Cães<br />NEM: 95 x [peso corporal (Kg)]0.75 kcal por dia <br />Gatos<br />NEM: 100 x [peso corporal (Kg)]0.67 kcal por dia <br />
  63. 63. Determinar a proporção dos ingredientes para atingir a necessidade calórica<br />Proteínas (4,5 - 6,5 g/100kcal cães e 6 – 8 gatos) <br />fonte de proteína e composição aa<br />Corresponde 30-40% do alimento cães e 50-60% gatos<br />Relação carboidratos:proteínas<br />Cães: 2:1/3:1<br />Gatos: 1:1/2:1<br />Gorduras: 20-40% do total calórico<br />Óleos vegetais: AG linoléico<br />Óleo de peixe: AG DHA e EPA<br />Gordura animal: AG araquidônico<br />Relação Ca:P = 1,2:1 <br />
  64. 64. Exemplos<br />
  65. 65. Instruções de como preparar e administrar<br />Como cozinhar<br />Pesagem<br />Como fornecer<br />Como armazenar<br />
  66. 66. Avaliação periódica<br />Inicialmente a cada 30 dias<br />Anamnese<br />Escore de condição corporal<br />Exames laboratoriais<br />Condições de pelagem<br />Posteriormente a cada 6 meses<br />
  67. 67. Posso dar... ????<br />Desde que não ultrapasse 10% da necessidade energética diária! SIM<br />Animais recebem dietas terapêuticas. COM RESTRIÇÕES<br />Animais em regime para perda de peso. NÃO<br />
  68. 68. Não, não pode dar...<br />Mesmo que ele queira ou adore!<br />
  69. 69. Obrigada!<br />

×