Persuasão e Manipulação - A Propaganda

6.175 visualizações

Publicada em

Trabalho feito por mim e pelo Rui Filipe Carvalho no âmbito da disciplina de Filosofia, esperamos que gostem ;)

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.175
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
156
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Persuasão e Manipulação - A Propaganda

  1. 1. Escola EB2,3 Com Secundário Cunha Rivara de Arraiolos Filosofia – 11º Ano Ano Letivo: 2013/14 Professora: Manuela Bandeiras TEMA 4: PERSUASÃO E MANIPULAÇÃO - A PROPAGANDA Trabalho realizado por: Duarte Súcia – Nº14 – 11ºB Rui Carvalho – Nº29 – 11ºB
  2. 2. INTRODUÇÃO Neste trabalho vamos procurar referir e explicar qual a diferença entre Persuasão e Manipulação e quais as suas técnicas. Vamos também referir os meios de propaganda nas sociedades contemporâneas e ao longo da história e como se desenvolveu no marketing.
  3. 3. PARA REFLETIR… “Será possível Escrever sem Persuadir?” Adilson Citelli
  4. 4. DISTINÇÃO ENTRE PERSUASÃO E MANIPULAÇÃO
  5. 5. DISTINÇÃO ENTRE PERSUASÃO E MANIPULAÇÃO Persuasão, o que é?     Uma estratégia de comunicação; Utiliza recursos lógico-racionais ou simbólicos; Induz alguém a aceitar uma ideia, uma atitude, ou realizar uma ação. É o emprego de argumentos, legítimos, com o propósito de conseguir que outros indivíduos adotem certas linhas de conduta, teorias ou crenças.
  6. 6. EXEMPLOS DE PERSUASÃO E MANIPULAÇÃO
  7. 7. TÉCNICAS DE PERSUASÃO
  8. 8. O USO DA RETÓRICA A argumentação filosófica situa-se numa atmosfera de sinceridade e isenção, de modo a não perder de vista o respeito pelo outro. Isto significa que a racionalidade se liga a imperativos de ordem ética de modo a salvaguardar os interesses de todas as partes. Vários pensadores, como Paul Grice, Van Eemeren e Walton têm-se dedicado à enunciação de princípios a que se devem submeter os participantes na argumentação. Existem 8 tipos de princípios éticos que devem ser cumpridos.
  9. 9. DISTINÇÃO ENTRE PERSUASÃO E MANIPULAÇÃO Manipulação, o que é?     Tem como principal objetivo uma prática abusiva do discurso na medida em que ‘obriga’ o recetor a aderir a uma determinada mensagem que o emissor pretende impor. Existe uma intenção deliberada de desvalorizar os fatores racionais, apelando a uma adesão emocional. O discurso é baseado em falácias, onde é patente a intenção de confundir e enganar o auditório. A manipulação ignora os legítimos interesses do auditório.
  10. 10. EXEMPLOS DE FORÇA DE MANIPULAÇÃO
  11. 11. EXEMPLOS DE FORÇA DE MANIPULAÇÃO
  12. 12. O ERRO, A MENTIRA E O ENGANO Entre errar, mentir e enganar há algo em comum: a falsidade das afirmações.  O erro tem um sentido idêntico à da frase latina Errare humanum est. Aquele que erra faz uma afirmação falsa, estando convencido de que é verdadeira.  A mentira forja-se no interior de um sujeito mal intencionado e consciente de que aquilo que diz não corresponde à realidade.  O engano pressupõe a mentira, mas nem toda a mentira é enganadora. Para que ocorra um engano , não bastam as intenções do mentiroso, sendo necessário que o interlocutor se deixe enganar, isto é, acredite no que lhe é dito.
  13. 13. O ERRO, A MENTIRA E O ENGANO
  14. 14. A SEDUÇÃO É um facto que os humanos são seres racionais, mas também é um facto que são seres com emoções, sentimentos e desejos… O marketing e a publicidade exploram a dimensão irracional do ser humano A publicidade confere aos produtos de consumo um ‘poder simbólico/mágico’, onde o produto é publicitado gerando expetativas de: • Liberdade • Felicidade • Amor • Beleza • Força
  15. 15. PROPAGANDA E POLÍTICA A persuasão e a manipulação acontecem também no universo político. Os grandes regimes totalitários do séc. XX, Comunismo, Fascismo e Nazismo, usaram complexos e abundantes meios de propaganda manipuladora.
  16. 16. COMUNISMO CHINÊS (MAO TSÉ TUNG) (1954 - 1959) Mao Tsé-Tung nasceu a 26 de dezembro de 1893 e faleceu em Pequim a 9 de setembro de 1976, foi um político, teórico, líder comunista, ditador e revolucionário chinês. Liderou a Revolução Chinesa e foi o arquiteto e fundador da República Popular da China, governando o país desde a sua criação em 1949 até sua morte em 1976
  17. 17. COMUNISMO SOVIÉTICO (1924-1953) Josef Stalin nasceu em Gori a 18 de dezembro de 1879 e faleceu em Moscovo a 5 de março de 1953, foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética e do Comité Central a partir de 1922 até a sua morte em 1953, sendo assim o líder da União Soviética.
  18. 18. NAZISMO (1933 - 1945) Foi conhecido oficialmente na Alemanha como Nacional-Socialismo, é a ideologia praticada pelo Partido Nazista da Alemanha, formulada por Adolf Hitler e adotada pelo governo da Alemanha de 1933 a 1945. Esse período ficou conhecido como Alemanha Nazista ou Terceiro Reich.
  19. 19. FASCISMO (ITALIANO, ESPANHOL, PORTUGUÊS) O fascismo foi fundado na Itália por Mussolini a 23 de Março de 1919, é diferenciado das ditaduras militares porque o seu poder está fundamentado em organizações de massas e tem uma autoridade única. O Fascismo para além de estar presente na Itália representou também o governo Espanhol e o Português
  20. 20. EXEMPLOS DE CARTAZES DO 25 DE ABRIL
  21. 21. …E AS DEMOCRACIAS… Democracia é uma forma de governo em que todos os cidadãos elegíveis participam igualmente — diretamente ou através de representantes eleitos — na proposta, no desenvolvimento e na criação de leis. Ela abrange as condições sociais, económicas e culturais que permitem o exercício livre e igual da autodeterminação política. Atualmente é a democracia que está presente em Portugal.
  22. 22. CARTAZES POLÍTICOS DA DEMOCRACIA PORTUGUESA

×