Percepções e intenções na utilização das
TIC por Educadores e Professores na sua
formação inicial e na futura prática
prof...
Problemática
Problemática
Para a integração do computador em ambiente educativo é necessário que o
educador/professor tenha boas perceç...
Existe um conjunto de fatores essenciais para a introdução das TIC na prática
profissional de professores (Choy, Wong & Ga...
Metodologia
Metodologia: 3 momentos de recolha de dados
1º momento -
Antes do
início UC TIC
Opiniões, perceções e intenções dos
futuro...
Resultados
(1ª fase do estudo)
Resultados (1º momento de recolha de dados)
Experiência na utilização de várias ferramentas/suportes
tecnológicos;
Confian...
Resultados (1º momento de recolha de dados)
Expert - utilização das redes sociais (22%);
Muita experiência nas mesmas (42%...
Conseguem resolver a maior parte das dificuldades com que se deparam com o uso
do computador (81%);
Os programas baseados ...
Querem integrar as TIC na sua prática diária (64%);
A utilização do computador promove a participação ativa das crianças n...
NUNCA
Redes sociais (Ex: Facebook) (42%);
Jogar jogos de computador (Ex: FIFA, Solitária) (42%);
Linguagens de programação...
Conclusões
Conclusões
Através dos resultados evidenciam-se favoravelmente todos os fatores essenciais referidos
na bibliografia para ...
Brito, R & Madrid, D. (2011). As Tecnologias de Informação e Comunicação na formação inicial de Educadores de Infância: um...
Percepções e intenções na utilização das
TIC por Educadores e Professores na sua
formação inicial e na futura prática
prof...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perceções e intenções na utilização das TIC por Educadores de Infância e professores de 1º Ciclo na sua formação inicial e na futura prática profissional

432 visualizações

Publicada em

A discussão em torno da utilização do computador evoluiu de “devemos ou não utilizar o computador em educação?” para “como podemos melhorar a utilização do computador na educação?”. No entanto, são vários os estudos concluem que os computadores ainda não são utilizados eficazmente para e com as crianças (Dawson, 2008; Tezci, 2011). A investigação refere a adoção das TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) no ambiente educativo depende dos sentimentos dos profissionais, competências e atitudes perante as TIC. Ou seja, educadores/professores que têm atitudes positivas relativamente às TIC e que as compreendem como uma ferramenta útil na aprendizagem vão, obviamente, integrá-las na sala mais facilmente que outros professores
Porque é que o computador continua a não ser utilizado como uma ferramenta do educador no ensino e aprendizagem? De modo a responder a esta questão foi desenvolvido um estudo que contemplará 3 fases, onde na primeira fase será aplicado um questionário aos alunos da licenciatura em Educação Básica antes da lecionação da Unidade Curricular (UC) “TIC aplicadas à educação”, a segunda fase consta da aplicação do mesmo questionário aos mesmos alunos após o final da UC e numa terceira fase serão selecionados alguns alunos que responderam a ambos os questionários e será feito um período de observação na sua futura prática profissional. Nesta comunicação apresentaremos dados referentes à primeira fase do estudo.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
432
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A 1ª fase do estudofoi a aplicação do Questionário antes dos alunosfrequentarem a UC de TIC e o objetivoserá….
  • Relativamenteaonívelde experiência relativamente à utilização de várias ferramentas ou suportes tecnológicos:
  • Em termos gerais, relativamente à experiência na utilização das TIC todos os inquiridos têm computador e utilizam-no diariamente, considerando-se moderadamente experientes em várias ferramentas/suportes tecnológicos. Sentem-se muito confiantes na utilização diária que fazem do computador e na sua atitude perante a utilização deste na futura prática profissional. Pensam utilizar o computador de futuro, tanto com as crianças como para uso profissional e pretendem que essa utilização seja diária.Através dos resultados evidenciam-se favoravelmente todos os fatores referidos na bibliografia. De modo a verificarmos se esses comportamentos se concretizam teremos de aguardar pela terceira fase do estudo. Recordamos que este questionário foi preenchido antes da lecionação da unidade curricular (UC) de TIC aplicadas à educação. Posteriormente ao término dessa UC o questionário será preenchido de novo pelos mesmos alunos e após a sua profissionalização iremos aos seus locais de prática de modo a verificar se as suas perceções e intenções influenciaram realmente o seu comportamento. Em caso negativo, qual o motivo de não adoção do comportamento referido.
  • Perceções e intenções na utilização das TIC por Educadores de Infância e professores de 1º Ciclo na sua formação inicial e na futura prática profissional

    1. 1. Percepções e intenções na utilização das TIC por Educadores e Professores na sua formação inicial e na futura prática profissional Instituto Superior de Ciências educativas Jornadas Pedagógicas – Supervisão, Liderança e Cultura de Escola 21 e 22 de junho de 2013 Rita Brito | britoarita@gmail.com | Instituto Superior de Ciências Educativas
    2. 2. Problemática
    3. 3. Problemática Para a integração do computador em ambiente educativo é necessário que o educador/professor tenha boas perceções sobre o mesmo e que tenha a intenção prévia de o utilizar. As opiniões influenciam as intenções e estas, por sua vez, influenciam o comportamento. Quais as percepções e intenções na utilização das TIC de Educadores e Professores na sua formação inicial e na futura prática profissional?
    4. 4. Existe um conjunto de fatores essenciais para a introdução das TIC na prática profissional de professores (Choy, Wong & Gao, 2008, 2009, 2011, 2011a; Gialamas & Nikolopoulou, 2009, 2009a; Tezci, 2009, 2011): Atitudes perante a utilização das TIC Experiência na utilização das TIC Confiança na utilização das TIC Formação inicial Apoio da direção da escola na utilização das TIC Problemática Com base nestes fatores foi elaborado um questionário que será aplicado em 3 momentos.
    5. 5. Metodologia
    6. 6. Metodologia: 3 momentos de recolha de dados 1º momento - Antes do início UC TIC Opiniões, perceções e intenções dos futuros professores sobre a utilização das TIC na prática profissional, antes de terem uma UC sobre esta temática. Após a lecionação da UC, será que as opiniões, perceções e intenções dos futuros professores em utilizar as TIC como ferramentas de apoio no processo de ensino/aprendizagem se alteraram? Existem mudanças relativamente às suas anteriores opiniões, perceções e intenções (após o termino da UC) e as suas atuais ações com as TIC na prática profissional? 2º momento - Final da UC TIC 3º momento- Após entrada prática profissional Amostra: 37 alunos da turma do 2º ano de licenciatura em Educação Básica
    7. 7. Resultados (1ª fase do estudo)
    8. 8. Resultados (1º momento de recolha de dados) Experiência na utilização de várias ferramentas/suportes tecnológicos; Confiança na utilização das TIC; Atitudes perante a utilização das TIC; Utilização do computador pelo professor para/com as crianças.
    9. 9. Resultados (1º momento de recolha de dados) Expert - utilização das redes sociais (22%); Muita experiência nas mesmas (42%). Experiência na utilização de várias ferramentas/suportes tecnológicos Muita experiência Programas de processamento de texto (58%) (ex: Word®); Programas de apresentação (56%) (ex: Powerpoint®) (56%). Nenhuma experiência Serviços de bookmarking (Ex: Delicious; Google Bookmarks) (56%); Aplicações para criar páginas web (61%); Aplicações de gestão de ficheiros (69%) (Ex: Cloud, Dropbox). Pouca experiência Correio eletrónico (56%); Programas de publicação online de imagens (50%) (Ex: Flickr.com); Programas de publicação online de ficheiros de som (53%) (Ex. Podcast); Bases de dados (Ex: Access) (44%).
    10. 10. Conseguem resolver a maior parte das dificuldades com que se deparam com o uso do computador (81%); Os programas baseados em Windows® não lhes causam problemas (72%); O computador torna-os muito mais produtivos (72%); São muito competentes na utilização da internet e aplicações em geral (67%); É muito fácil trabalhar com o computador (61%); Aprendem a trabalhar rapidamente com novo software (61%); Discordam que se sentem inseguros quanto às suas capacidades para usar o computador (75%). Resultados (1º momento de recolha de dados) Confiança na utilização das TIC
    11. 11. Querem integrar as TIC na sua prática diária (64%); A utilização do computador promove a participação ativa das crianças no processo de aprendizagem (75%) e é útil para a sua melhoria (78%), motivando-as igualmente para este processo (67%); O computador ajuda as crianças a entenderem os conceitos de uma forma mais efetiva (53%) e não bloqueiam a imaginação e criatividade da criança (56%); O computador é uma ferramenta valiosa para os professores (61%) e estes pretendem utilizá-lo com as crianças na sua futura prática profissional (77%), pois são da opinião que é importante a familiarização das crianças com a tecnologia (78%); Resultados (1º momento de recolha de dados) Atitudes perante a utilização das TIC São da opinião de que não há diminuição do papel do professor (58%) nem este é afetado (67%).
    12. 12. NUNCA Redes sociais (Ex: Facebook) (42%); Jogar jogos de computador (Ex: FIFA, Solitária) (42%); Linguagens de programação (Ex: Logo, Scratch) (56%); Programas para publicação online de imagens (Ex: Flickr.com) (48%). Resultados (1º momento de recolha de dados) Utilização do computador pelo professor para/com as crianças UTILIZAÇÃO MENSAL Folha de cálculo (ex: Excel®) (50%); Bases de dados (Ex. access) (50%); Sistemas de posicionamento global (GPS) (53%). UTILIZAÇÃO DIÁRIA Aplicações para digitalizar ficheiros (42%); CD’s educacionais (50%); Consulta de gramáticas, dicionários ou prontuários em suporte digital (42%).
    13. 13. Conclusões
    14. 14. Conclusões Através dos resultados evidenciam-se favoravelmente todos os fatores essenciais referidos na bibliografia para a integração das TIC na educação. De modo a verificarmos se esses comportamentos se concretizam teremos de aguardar pela terceira fase do estudo. Experiência Todos os inquiridos têm computador e utilizam-no diariamente, considerando-se moderadamente experientes em várias ferramentas/suportes tecnológicos. Confiança São confiantes na utilização diária que fazem do computador. Atitude Querem utilizar o computador de futuro, tanto com as crianças como para uso profissional e pretendem que essa utilização seja diária. Perceções Têm a perceção de que o computador poderá ser uma ferramenta importante na futura prática profissional no ensino e aprendizagem das crianças.
    15. 15. Brito, R & Madrid, D. (2011). As Tecnologias de Informação e Comunicação na formação inicial de Educadores de Infância: um estudo comparativo entre Portugal e Espanha. In P. Dias & A. Osório (Eds.), Atas das VII Conferência Internacional de TIC na Educação, Challenges 2011. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho. Pp. 111-119. Brush, T. A. (1998). Teaching pre-service teachers to use technology in the classroom. Journal of Technology and Teacher Education, 6(4), 243– 258. Chen, J., & Chang, C. (2006). Using computers in early childhood classrooms: Teachers’ attitudes, skills and practices. Journal of Early Childhood Research, 4(2), 169–188. Cuban, L. (2000). So much high-tech money invested, so little use and change in practice: How come? Paper presented for the Council of Chief State School Officers’ Annual Technology Leadership Conference, Washington, DC. Ertmer, P.A. (1999). Addressing first- and second-order barriers to change: Strategies for technology integration. Educational Technology Research and Development, 47(4), 47- 61. Gülbahar, Y. 2008a. Improving the technology integration skills of prospective teachers. Through practice: A case study. The Turkish Online Journal of Educational Technology 7, no. 4: 71–81. Haugland, S. (1992). The effect of computer software on preschool children’s developmental gains. Journal of Computing in Childhood Education, 3, 15-30. Papanastasiou, E. C. & Angeli, C. (2008). Evaluating the use of ICT in education: Psychometric properties of the survey of factors affecting teachers teaching with technology (SFA-T³). Educational Technology & Society, 11(1), 69-86. Paraskeva, F., Bouta, H. & Papagianni, A. (2008). Individual Characteristics and computer self-efficacy in secondary education teachers to integrate technology in educational practice. Computers & Education, 50, 1084-1091. Stuhlmann, J. M. & Taylor, H. G. (1998). Analyzing the impact of telecommunications on learning outcomes in elementary classrooms. Journal of Computing in Childhood Education, 9(1), 79-92. Tezci, E. (2011). Factors that influence pre-service teachers’ ICT usage in education, European Journal of Teacher Education, 34 (4), 483-499. Tsitouridou, M., & Vryzas, K. (2001). Early childhood education students’ attitudes towards information technology. Themes in Education, 2(4), 425–443. Vasilis Gialamas, Kleopatra Nikolopoulou, (2009). In-service and pre-service early childhood teachers’ views and intentions about ICT use in early childhood settings: A comparative study. Computers & Education, 55 (2010) 333–341 Veen, W. (1993). The role of beliefs in the use of information technology: implications for teacher education, or teaching the right thing at the right time. Journal of Information Technology for Teacher Education, 2(2), 139–153. Watt, D. H. (1980). Computer literacy: what should schools be doing about it? Classroom Computer News, 1(2), 1–26. Wozney, L., Venkatesh, V., & Abrami, P. (2006). Implementing computer technologies: Teachers’ perceptions and practices. Journal of Technology and Teacher Education, 14(1), 120–173. Referências bibliográficas
    16. 16. Percepções e intenções na utilização das TIC por Educadores e Professores na sua formação inicial e na futura prática profissional Instituto Superior de Ciências educativas Jornadas Pedagógicas – Supervisão, Liderança e Cultura de Escola 21 e 22 de junho de 2013 Rita Brito | britoarita@gmail.com | Instituto Superior de Ciências Educativas

    ×