Contexto físico de creche e jardim de infância

4.878 visualizações

Publicada em

Contexto físico de creche e jardim de infância

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.878
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
146
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contexto físico de creche e jardim de infância

  1. 1. Contexto  (sico  de   Creche   e  JI     Rita  Brito-­‐  2013  
  2. 2. Contexto  de  Creche  
  3. 3. Realidade  educa3va:  creche   Berçário   Creche   Sala  de  berços   Sala-­‐parque   CRECHE   Salas  de  a3vidades   Cozinha   Sala  de  refeições   Instalações  sanitárias  Copa  de  leites   Zona  de  higienização  
  4. 4. Realidade  educa3va:  berçário   Berçário:  sala  de  berços  e  sala-­‐parque     O  Berçário  é  a  área  des3nada  à  permanência  das  crianças  entre  os  3  meses  até  à   aquisição  da  marcha  e  deve  ser  cons3tuído  por  sala  de  berços,  sala-­‐parque,  copa  de   leites  e  zona  de  higienização.  Estas  áreas  devem  ter  comunicação  entre  si  por  meio  de   portas  ou  divisórias  envidraçadas,  por  forma  a  permi3r  a  observação  permanente  das   crianças.  
  5. 5. Realidade  educa3va:  berçário   A  sala  dos  berços  des3na-­‐se  aos  tempos  de  repouso,  não  deve  exceder  a  capacidade   máxima  de  oito  crianças,  com  a  área  mínima  de  2  m2  por  criança.  Deve  dispor  de  sistema   de  escurecimento  e  os  berços  devem  encontrar-­‐se  dispostos  por  forma  a  permi3r  o  fácil   acesso  e  circulação  do  pessoal  e  devem  ser  individuais.   Este  compar3mento  deve  localizar-­‐se  numa  zona  silenciosa  do  ediScio  e  não  pode  servir   como  local  de  passagem.   Deve  igualmente  ser  equipada  com  uma  bancada  com  tampo  almofadado  e  banheira   incorporada,  com  misturador  de  água  corrente,  quente  e  fria,  arrumos  para  produtos  de   higiene  e  prateleiras  para  roupas  de  muda.  
  6. 6. Realidade  educa3va:  berçário   A  sala-­‐parque  des3na-­‐se  às  crianças  entre  a  aquisição  de  marcha  e  os  24  meses  e   é  u3lizada  para  os  tempos  a3vos  das  crianças,  deve  ter  uma  área  mínima  de  2  m2   por  criança  e  apetrechada  com  equipamento  móvel  que  possibilite  aos   profissionais  manter  contacto  com  as  crianças  numa  posição  cómoda  e  facilitada.       Deve  dispor  de  brinquedos  para  creches,  espaços  acolchoados  e  devidamente   protegidos  para  os  bebés,  cadeiras  de  repouso,  espelho  inquebrável  e  pavimento   amortecedor,  facilmente  lavável.     Esta  sala  tem  a  capacidade  máxima  de  10  crianças.  
  7. 7. Realidade  educa3va:  creche   A  copa  de  leites  des3na-­‐se  exclusivamente  à  preparação  de  biberões  e  papas,  deverá   estar  equipada  com  uma  bancada  de  trabalho  (geralmente  em  inox),  lava-­‐louças,   frigorífico,  fogão  eléctrico  e  esterilizador  de  biberões.  É  proibido  a  u3lização  de   equipamentos  a  gás  neste  compar3mento.     Poderá  não  exis3r  copa  de  leites  no  caso  de  o  estabelecimento  não  receber  crianças  até   à  aquisição  da  marcha.  
  8. 8. Realidade  educa3va:  creche   Zona  de  higienização  deve  dispor  de  uma  bancada  para  muda  de  fralda,  banheira  com   águas  correntes,  armários  para  ves3ário  das  crianças,  recipiente  hermé3co  para  fraldas   sujas  e  espaço  para  arrumação  de  produtos  de  higiene,  fora  do  alcance  dos  bebés.  
  9. 9. Realidade  educa3va:  creche   Creche:  sala  de  aGvidades,  cozinha,  sala  de  refeições,  instalações  sanitárias.     A  sala  de  aGvidades  des3na-­‐se  ao  desenvolvimento  de  a3vidades  lúdicas  e  pedagógicas  e   deve  ter  uma  área  mínima  de  2  m2  por  criança  e  ser  distribuídas  do  seguinte  modo:     a)  Cada  grupo  de  crianças  de  idades  compreendidas  entre  a  aquisição  da  marcha  e  os  24   meses  deverá  dispor  de  uma  sala  com  capacidade  máxima  de  10  crianças;   b)  Cada  grupo  de  crianças  de  idades  compreendidas  entre  os  24  e  os  36  meses  deverá   dispor  de  uma  sala  com  capacidade  máxima  de  15  crianças.         Quando  o  estabelecimento  atender  apenas  crianças  de  idades  compreendidas  entre  a   aquisição  da  marcha  e  os  36  meses,  as  salas  deverão  ter  uma  área  mínima  de  2,50  m2   por  criança  e  uma  capacidade  máxima  de  10  crianças  por  sala.  
  10. 10. Realidade  educa3va:  creche   A  cozinha  des3na-­‐se  à  preparação  e  confeção  da  alimentação  para  as  crianças  e  deverá   possuir  o  equipamento  adequado  à  capacidade  da  creche.     A  área  da  cozinha  deverá  comportar  o  equipamento  necessário  e  permi3r  a  sua  u3lização   funcional.     Deve  exis3r  também  uma  despensa  para  arrumo  dos  géneros.       A  sala  de  refeições  deve  ter  uma  área  aproximada  de  0,70  m2  por  criança,  nunca   devendo  ser  inferior  a  9  m2.  
  11. 11. Realidade  educa3va:  creche   As  instalações  sanitárias  devem  ser  cons3tuídas  por:     a)  Um  espaço  equipado  com  uma  bancada  com  tampo  almofadado,  arrumos  para   produtos  de  higiene,  prateleiras  ou  gavetas  para  roupas  de  muda,  base  de  chuveiro   com  o  fundo  a  0,4  cm  do  chão  e  um  chuveiro  manual  com  misturador  de  água   corrente  quente  e  fria;  vidoir  com  grelha,  fluxómetro  e  torneira  de  água  fria  e  zona  de   bacios  e  local  para  a  sua  arrumação;       b)  Um  compar3mento  com  lavatórios  e  sanitas  de  tamanho  infan3l,  na  proporção  de   um  lavatório  para  cada  grupo  de  sete  crianças  e  uma  sanita  para  cada  grupo  de  cinco   crianças.  
  12. 12. Contexto  de   Pré-­‐Escolar  
  13. 13. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   A  educação  pré-­‐escolar  des3na-­‐se  a  crianças  com  idades  compreendidas  entre  os  3   anos  e  a  idade  de  ingresso  no  ensino  básico  e  é  ministrada  em  estabelecimentos  de   educação  pré-­‐escolar.     Cada  sala  de  educação  pré-­‐escolar  deve  ter  uma  frequência  mínima  de  20  e  máxima  de   25  crianças.       A  a3vidade  educa3va  numa  sala  de  educação  pré-­‐escolar  é  desenvolvida  por  um   educador  de  infância  com  as  habilitações  legalmente  previstas  para  o  efeito.      
  14. 14. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Considerando  que  as  diferentes  a3vidades  que  se  desenvolvem  nas  instalações  dos   estabelecimentos  de  educação  pré-­‐escolar,  pedagógicas,  educa3vas,  organiza3vas,   de  gestão  e  de  interação  com  a  comunidade  implicam  a  existência  de  ambientes   diversificados,  quer  interiores  quer  exteriores,  os  espaços  mínimos  a  considerar  na   criação  dessas  instalações  são:       a)  Sala  de  aGvidades;     b)  VesGário  e  instalações  sanitárias  para  crianças;     c)  Sala  polivalente;     d)  Espaço  para  equipamento  de  cozinha,  arrumo  e  armazenamento  de  produtos   alimentares;     e)  Gabinete,  incluindo  espaço  para  arrecadação  de  material  didáGco;     f)  Espaço  para  arrumar  materiais  de  limpeza;   g)  Instalações  sanitárias  para  adultos;   h)  Espaços  de  jogo  ao  ar  livre.    
  15. 15. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Sala  de  aGvidades       Este  espaço  des3na-­‐se  ao  desenvolvimento  de  a3vidades  educa3vas  a  realizar  pelas   crianças,  individualmente  ou  em  grupo.       Deve  ser  concebido  de  forma  a:              -­‐  Permi3r  a  u3lização  e  visionamento  de  meios  audio-­‐visuais              -­‐  Permi3r  o  obscurecimento  parcial  e  total;              -­‐  Permi3r  o  contacto  visual  com  o  exterior  através  de  portas  ou  janelas;              -­‐  Permi3r  a  proteção  solar;              -­‐  Proporcionar  o  acesso  fácil  ao  exterior;              -­‐  Permi3r  a  fixação  de  paramentos  ver3cais  de  expositores  e  quadros;              -­‐  Possuir  uma  zona  de  bancada  fixa  com  cuba,  ponto  de  água  e  esgoto,  sempre  que   possível.       Localização:  conhgua  a  outra(s)  sala(s)  de  ac3vidades.  Comunicação  fácil  com  os  ves3ários   das  crianças.  Comunicação  fácil  ou,  sempre  que  possível,  direta  com  o  exterior.       Área:  40  m2  a  50  m2.   Área/criança:  2  m2.      
  16. 16. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Sala  polivalente     Este  espaço  deverá  permi3r  a  prá3ca  de  a3vidades  educa3vas  e  lúdicas,  para  além  de   responder  à  realização  de  manifestações  de  caráter  cultural  e  recrea3vo,  abertas  à   comunidade.       Área:  conforme  a  dimensão  do  estabelecimento,  mas  nunca  inferior  à  área  da  maior  sala   de  a3vidades.     Pé-­‐direito:  3  m.  (*)    
  17. 17. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   VesGário  das  crianças     Espaço  des3nado  ao  arrumo  de  vestuário  e  objetos  pessoais  das  crianças.     Deve,  sempre  que  possível,  ser  autónomo  da(s)  sala(s)  de  a3vidades.     Localização:  sempre  que  possível,  junto  à(s)  sala(s)  de  a3vidades.       Instalações  sanitárias/crianças     Espaço  des3nado  à  higiene  pessoal  das  crianças.  Deverá  ser  observada  a  proporção  de:     Uma  sanita/10  crianças  (separadas  por  baias  com  um  máximo  de  1,2  m  e  sem  portas);     Um  lavatório/10  crianças  (grandes,  colocados  à  altura  das  crianças);     Um  duche  (água  quente).     Pelo  menos  uma  sanita  deverá  ter  «apoios»  para  as  crianças  com  dificuldades  de   locomoção.     Localização:  próximo  da(s)  sala(s)  de  ac3vidades,  permi3ndo  fácil  comunicação  com  a(s)   mesma(s).     Área:  variável.     Pé-­‐direito:  2,6  m  a  3  m  (*)       Instalações  sanitárias/adultos    
  18. 18. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Gabinete     Espaço  des3nado  ao  trabalho  individual  ou  em  grupo,  onde  se  desenvolvem,  entre   outras,  as  seguintes  a3vidades:     Direção,  administração  e  gestão  do  estabelecimento;     Trabalho  individual;     Trabalho  de  grupo  -­‐  realização  de  reuniões  de  pais,  de  educadores,  de  outros;     Atendimento,  de  pais,  educadores,  elementos  da  comunidade.     Este  espaço  deve  permi3r  a  arrumação  e  arrecadação  de  material  didá3co.     Localização:  sempre  que  possível  próximo  da  entrada.     Área:  cerca  de  9  m2  
  19. 19. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Espaço  para  equipamento  de  cozinha     Espaço  des3nado  confeção  e  aquecimento  de  refeições.   O  equipamento  deve  ser  funcional.   Localização:  sempre  que  possível,  próxima  da  sala  de  refeições.     Área:  variável.    
  20. 20. Realidade  educa3va:  pré-­‐escolar   Espaço  exterior     Espaço  exterior  organizado  de  forma  a  oferecer  ambientes  diversificados  que  permitam  a   realização  de  ac3vidades  lúdicas  e  educa3vas.  Deve,  quando  possível,  incluir  área   coberta,  ponto  de  água  e  pequena  arrecadação  (material     de  exterior,  de  jardinagem,  lenha,  etc.).     A  organização  e  o  apetrechamento  do  espaço  exterior  devem  assegurar  condições  de   segurança  para  a  realização  de  múl3plas  ac3vidades.     Localização:  junto  ou  em  volta  do  ediScio,  acesso  fácil  à(s)  sala(s)  de  ac3vidades.     Dimensionamento:  não  inferior  ao  dobro  da  área  da(s)  sala(s)  de  ac3vidades,  incluindo  o   espaço  de  zona  coberta.     Condições  de  segurança:  o  espaço  deverá  ser  delimitado  de  forma  não  agressiva,  mas  que   garanta  condições  de  segurança  (por  exemplo  com  vedação  ou  sebe  natural).       Legislação  JI  Despacho  Conjunto  n.º  268/97,  de  25  de  agosto  
  21. 21. JI  e  creche   Quais  as  diferenças  nos  espaços,  roGnas  numa  sala  de:   Creche       3  anos     4  anos     5  anos     Sala  heterogénea     Sala  com  crianças  ditas  normas  e  crianças  com  NEE  

×