Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora

2.977 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ana rasteiro reflexão ufcd 3275 ana rasteiro corrigida pela mediadora

  1. 1. Escola Secundária de Sampaio Curso: EFA/TAE 1º AnoUFCD 3275 - Acompanhamento em creche e jardim de infância - técnicas pedagógicas Ana Maria Rasteiro, Nº5 Reflexão No dia 10 de Março de 2011 começámos omódulo 7 com o Código 3275 -Acompanhamento em creche e jardim de infância – técnicas pedagógicas,com aduração de 50 horas.Os objectivosdeste módulo são: preparar a criança, criar hábitos erotinas para, no futuro, ser um indivíduo realizado, ajudar acriança a estabelecerrelaçõese a desenvolver competências,aprender a trabalhar em grupo. No seguimento falamos que a técnica proporciona o bem-estar e desenvolvimentointegral das crianças num clima de segurança afectivo e física, durante o afastamentoparcial do seu meio familiar através de um atendimento individualizado. Colaboracoma família numa partilha de cuidados e responsabilidades em todo o processoevolutivo da criança, colabora no despiste precoce de qualquer inadaptação oudeficiência, assegurando o seu encaminhamento adequado. Assim, a técnico tem umpapel fundamentalno desenvolvimento da criança. Tudo o que a formadora nos apresentou na aula sobre técnicas pedagógicas foi muitoimportante para mim, uma vez que eu trabalho com crianças no A.T.L., pois não sabiacomo lidar com algumas situações que aconteceram na instituição. Agora já sei dar avoltapara agir com ascrianças. Na sequência a formadora Sílvia apresentou um filme “A Odisseia da Vida” queretrata o desenvolvimento do feto dentro da mãe durante os seus nove meses. O que gostei mais do filme foi detodo o processo do desenvolvimento do bebédentro da mãe. Gostei do entusiasmo que houve da parte dos pais ao saber que iamter um filho. Todo o desenvolvimento do filme fez-me lembrar quando eu estive
  2. 2. grávida,ia às consultas de rotina e assistia a todo o processo de desenvolvimento domeu filho. É um momento da vida tão bonito que me marcou para o resto da vida! De seguida falámos na organização dos espaços em creche e jardim de infância, ondefomos pesquisar na Net para saber o que existia dentro das creches: interiores eexteriores, quais as rotinas,o regulamento interno,o projecto educativo, como eram assalas, onde eu fiquei a saber que existia uma copa de leite e um espaço de mudafraldas. No tempo em que o meufilho andou na creche não existam esses espaços. Também vimos através das pesquisas, que as salas tinham que ter um sítio para ascrianças brincarem, e que os brinquedos tinham que estar arrumados à altura dascrianças, para assim elas terem melhor acessoaosbrinquedos. As salas devem seralegres com motivos feitos por elas, tanto na creche como no jardim de infância. O regulamento interno é entregue aos pais no acto da inscrição dizendo tudo o queestá relacionado com a instituição, e onde promove o respeito pelos direitos dascrianças, nomeadamente da sua dignidade e intimidade privada, proporcionaactividades lúdicas para o desenvolvimento da criança. Após tudo isto foi-nos solicitado um trabalho individual em que cada umaescolhesseum artigo de uma revista de crianças, sobre um tema que gostasse muito defalar e que oapresentasseemPowerPoint àturma.O artigo que achei interessante paraapresentar àturma (uma vez que desconhecia os temas, que estavam interligados) foio “Desenvolvimento do olfacto e do paladar na 1ª Infância”.Ao escrever o artigo fiquei asaber que o olfacto e o paladar são importantes para o desenvolvimento da criança.Mais uma vez, através do artigo,que foi escrito por uma técnica especializada nestamatéria,fiquei mais rica em conhecimento para o meu trabalho com as crianças. Asminhas colegas escolheram outros artigos que acharam interessantes paradesenvolver e apresentar à turma. Eu vou dar alguns exemplos: “O Amigo Imaginário”,“Uma Educadora na Indonésia”, “Como ultrapassar a depressão”. Todos estes artigosque foram apresentados àturma toda foram escritos por pessoas especializadas noassunto. Aseguir trabalhámos um brinquedo, em que cada pessoa escolhia o brinquedo quequeria falar e apresentar à turma, referindo a que idade se adequava o brinquedo,quais as suas funções, o perigo que existe nesse brinquedo.
  3. 3. Eu escolhi um brinquedo que tinha sido do meu filho. Era um dominóde animais e aidade alvo de brincar com o brinquedo era a partir dos três anos. O jogo era feito empapel grosso, com muitas cores e a criança através deste brinquedo desenvolve amotricidade fina dos dedos da mão. Este foi o brinquedo que achei mais interessantepara apresentar às minhas colegas. Mais uma vez ao pesquisar sobre o brinquedo fez-me lembrar quando brincava com o meu filho ao dominó. As outrascolegasapresentaram outros brinquedos que acharam interessantes para apresentar àturma, eu dou exemplo de alguns: um fogão a pilhas, um conjunto de uma menina emque tinha que se vestir a menina com as roupas feitas em cartão.Relembrámos osmomentos em que brincávamos com os nossos filhos. Neste módulo aprendi muito, através dos conhecimentos que me foram dados, aatravés da pesquisa que foi feita dentro da aula para os temas e trabalhos querealizámos, assim fiquei mais rica em conhecimentos para o meu trabalho com ascrianças. PS: Olá Ana. Pode considerar a sua reflexão terminada. Continuação de bom trabalho.

×