Ergonomia no Posto de Trabalho

13.138 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
199
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ergonomia no Posto de Trabalho

  1. 1. Ergonomia<br />Operador de posto de abastecimento<br />Formadora: Gabriela Bruno<br />Formando: João Silva<br />
  2. 2. Características internas<br />Características individuais:<br />Masculino / 22 anos;<br />Saudável;<br />Capacidades físicas e psíquicas – Não aplicável;<br />Motivação – Horário nocturno permanente;<br />Personalidade: social, boa-disposição, empenhado, cumpridor, ambicioso;<br />Características antropométricas – Não aplicável;<br />Formações específicas em atendimento ao público, gestão do posto, óleos, combustível, promoções, conservação e preparação de alimentos;<br />
  3. 3. Condições externas<br />Características ambientais:<br />Físicas - Ruído dos motores das viaturas, das arcas e impressoras (Verificar valores legais);<br />Químicas - Fumos de CO2 dos automóveis e gases do combustível (Dentro dos limites legais);<br />Biológicas – Controle diário de higiene e de higiene alimentar (Dentro dos limites legais)<br />
  4. 4. Condições externas<br />Características técnicas:<br />Equipamento: EPI’s: colete reflector, luvas; equipamento informático (computador, teclado e impressoras);<br />Dispositivo: Leitor de cartões magnéticos;<br />Ferramentas: Utensílios de cozinha, chaves, alicates;<br />Espaço de trabalho: Recinto aberto, pourcourt, loja, escritório, armazém, congelador, frigorifico, lavagem;<br />Mobiliário: Balcão, expositores, ilhas; <br />
  5. 5. Condições externas<br />Características organizacionais:<br />Horário: 7h00-16h00/14h45-23h45/23h15-7h15,<br /> Pausas: 1hora – almoço, 15min. - lanche;<br />Tarefas: Imagem e gestão do posto, atendimento ao público, contabilidade do dinheiro em caixa;<br />Objectivos: Venda de promoções, esclarecimento de dúvidas, deixar o posto operacional para o turno seguinte;<br />O ritmo de trabalho deve ser sem pressas e bem realizado;<br />Os procedimentos são alternados, depende do que seja preciso fazer;<br />Gerente – Sub-gerente – Operador – Abastecedor - Lavador;<br />
  6. 6. Condições externas<br />Características sociais:<br />Modo de renumeração: Mensal;<br />Permite estabelecer contactos sociais de interesse profissional/ académico/ social;<br />Alojamento e transporte - Por conta própria;<br />Agregado familiar: Não aplicável;<br />Contrato sem termo;<br />
  7. 7. Actividade do operador:<br />Física: Caixa – O movimento é mais rotativo, o operador mantém o corpo no mesmo sítio rodando o torço para a esquerda e direita, <br />Balcão – O movimento é aleatório, o operador se cumprir com as posturas adequadas, cumpre a ergonomia correcta;<br />Mental: Memória dos clientes e situações ocorridas, destreza mental, contabilidade;<br />Social: Manter boa colaboração com os colegas e para com os clientes;<br />
  8. 8. Consequências para o operador:<br />A carga de trabalho razoável, a fadiga é comum devido às horas nocturnas e às horas consecutivas em frente ao ecrã;<br />As doenças provocadas podem ter origem no contacto com o combustível ou os seus gases, o acidente pode ser provocado por quedas ou cortes devido a objectos cortantes;<br />Satisfação – As condições de trabalho poderiam ser melhores e conduziriam a um melhor desempenho por parte dos colaboradores. Existe material avariado que demora a ser arranjado, não existe balneário nem sala de almoço;<br />
  9. 9. Consequências para o operador:<br />Motivação – A motivação depende de avaliações, formações ou visitas. A motivação aumenta para uma melhor avaliação e demonstração de empenho;<br />Conforto – O conforto é muito relativo, a cadeira que se encontra na caixa é feita a pensar na ergonomia do colaborador, no entanto na mesa onde se almoça/ janta as cadeiras e as mesas são de plástico tornando-se desconfortáveis e inseguras;<br />Segurança – A segurança no posto é muito reduzida, não existe câmaras 3D como existe em recentes postos de abastecimento, os vidros não são à prova de bala. Apenas existem câmaras de vigilância com gravação, o que não impede a ocorrência de assaltos;<br />
  10. 10. Consequências para o sistema:<br />O turno mais afectado por absentismo é o 1º, caso o colaborador desse mesmo turno não se apresentar ao serviço, o posto ficará encerrado durante esse período;<br />O incidente técnico mais grave é a ocorrência de uma avaria no computador que gere a contagem das vendas e do combustível;<br />Qualitativos: Existe controlo qualitativo da parte do operador em relação á entrada e saída de dinheiro da caixa durante o turno;<br /> Quantitativos: Clientes habituais, Contratos da firme (galpfrota), promoções;<br />
  11. 11. Identificação do posto<br />Posto de Trabalho – Abastecimento de Combustível;<br />Categoria de nível A;<br />Cargo: Operador do posto;<br />Titulares do posto: Gerente, Sub-gerente e Operadores.<br />
  12. 12. Análise da função<br />Tarefa principal – Gestão da entrada e saída de dinheiro na caixa;<br /> Tarefa secundária – Imagem e manutenção da loja;<br /> Tarefa ocasional – Preenchimento de OPI’s, limpeza do pourcourt; contagem de itens no posto;<br />Este trabalho é feito para manter o posto em funcionamento, cada operador trabalha 8 horas;<br />8 horas de trabalho, 1hora de almoço, não se faz horas extras, responsabilidade pela entrada e saída de dinheiro, qualquer diferença é da responsabilidade do operador;<br />As formações são especificas;<br />O trabalho é realizado somente no posto, as formações são realizadas em Lisboa, a ergonomia tem de ser respeitada;<br />
  13. 13. Tem que haver um controlo visual e auditivo do ambiente em que rodei, em relação aos abastecimentos sem dinheiro, produtos roubados na loja ou informação enviada pela Galpgest;<br />As capacidade psicomotoras são iguais às que usamos no dia-a-dia;<br />É preciso memorizar os clientes e suas viaturas no acto de abastecimento, ter atenção ao furtos, percepção do que se passa no posto, compreender e esclarecer clientes ou técnicos;<br />É preciso ter uma certa destreza no raciocínio, ter a capacidade de atrair socialmente os clientes para que se tornem clientes habituais;<br />Saber moderar os esforço para não entrar em stress, o stress pode causar confusão ao operador podendo fazer com que cometa erros;<br />Análise da função<br />
  14. 14. Envolvimento<br />Material:<br />O posto está identificado pela sua imagem com a intenção de atrair o máximo de clientes possíveis, com uma vitrina a expor os produtos e um pórtico alto a informar os preços dos combustíveis;<br />Os materiais usados são computadores e utensílios de cozinha;<br />A luminosidade é boa atrai os clientes e tem a suficiente para desempenhar um bom trabalho, os ruídos derivam dos motores dos frigoríficos, carros e impressoras, a temperatura pode ser controlada pelo ar condicionado;<br />Os gases presentes no posto são os do combustíveis;<br />Os ecrãs usados são o monitor do computador e a televisão de visualização das câmaras. O mobiliário usado são os balcões e as prateleiras de exposição de produtos para venda;<br />
  15. 15. Segurança<br />Riscos de acidentes – Os acidentes mais ocorridos são cortes, quedas ou postura incorrecta, a probabilidade de causar danos ao colaborador é baixa se a ergonomia e os procedimentos da tarefa forem cumpridos correctamente, de acordo com a formação dada;<br />Tipos de lesões - Os acidentes são divididos em 3 classes: incidente (não chega a ser acidente portanto não existe lesão), quase acidente (o acidente ocorre e o colaborador lesiona-se, acidente (o acidente ocorre e o colaborador recebe tratamento hospitalar devido aos danos causados). <br />(Para estas situações existe um kit de primeiros socorros e um colaborador com formação em primeiros socorros juntamente com os EPI que são de uso obrigatório.)<br />Riscos de doenças profissionais –Dos colaboradores no posto os operador, o gerente e o sub-gerente estão em risco baixo de doenças provocados pelos gases dos combustíveis. Em certos postos existem lavadores de posto e abastecedores de combustível, no caso do abastecedor a sua exposição aos gases é constante podendo mais tarde surgir doenças provocadas pela inalação desses mesmos gases, já no lavador a sua exposição é a produtos químicos, esses químicos são shampôs e detergentes e contêm um alto nível de ácido concentrado;<br />Compatibilidade de handicaps – Existem rampas de acesso para clientes com deficiência motora; quanto a clientes com deficiência mental a colaboração dos operadores está sempre disponível.<br />

×