A vida nas cidades medievais pág

290 visualizações

Publicada em

Resumo da vida nas cidades 7º ano História
Manual páginas da História

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A vida nas cidades medievais pág

  1. 1. 1 Resumo: A vida nas cidades medievais pág. 170 7ºano Séc. XII- Verificou-seum aumento da população nas cidades. Caraterísticas das cidades medievais: Aumentaram de tamanho nascendo novas casas, ruas, praças e novos bairros. As profissões dominantes passarama ser o artesanato e o comércio. Começarama ser muralhadas dando origem ao novo burgo pois eram onde moravam os burgueses. Havia grandes diferenças sociais entre os habitantes: Grandes mercadores e mestres de oficina- ricos e poderosos Pequenos lojistas e artesãos Viviam também minorias Étnicas e religiosas tais como os Judeus e os Mouros Colónias de mercadores estrangeiros Viviam em bairros separados Cerca do ano 1200 a população das cidades não ultrapassava os 50 mil habitantes Eram as famílias mais ricas que as governavam. A organizaçãodo poder entre os séculos XII e XIV pág.172  Destacar opoder e a autonomia dos senhores face aopoder régio(rei) Os senhores insistiamno seu poder face ao rei O rei em contrapartida queria fortalecer o seu poder Séculos XII a XIV- Clero e Nobreza gozavam de grandes poderes: 1. Aplicação de justiça 2. Cunhagem de moeda 3. Exército próprio Alguns senhores chegavam a ser mais ricos que o próprio rei, que tinham apenas autoridade para a administraçãodos seus senhorios.
  2. 2. 2 Descrever o processo de fortalecimento do poder régio (Como é que o rei recuperou o poder perdido) Séc. XIII o poder político dos reis (monarcas) começou a afirmar-se. Porquê? Beneficiaram: -Desenvolvimento da economia - Apoio da burguesia, principalmente dos que faziam as leis-legistas Os reis reforçaram o seu poder e autoridade através de importantes medidas: 1-Alargamento dos domínios reais através de conquistas,heranças,e confisco (retirada) de terras dos senhores; 2-Organização da administração (governação) do território através de funcionários régios, Instituições e leis para todo o reino. Foi fácil ao rei tornar a centralizar o poder em si? Porquê? Não, foi um processo lento devido à: 1- Falta de meios do rei 2- E à resistência dos senhores Porém, existiamformas de organização das populações que escapavamao poder dos senhores: -OS Concelhos (na península Ibérica) -As Comunas (em França, Itália e Norte da Europa) A autonomia dos concelhos e das comunas Quem criou os concelhos? Os concelhos foram instituídos através de uma carta chamada Foral pelos reis e até por alguns senhores. Para que servia o foral? A carta de foral era um documento que: 1- Registava os direitos e os deveres dos moradores (vizinhos) 2- Marcava os limites geográficos (área) da vila ou cidade
  3. 3. 3 Foral de Alijó Foral de Gondomar Objetivo da formação dos concelhos: Povoar e defender o território Caraterísticas dos concelhos: Tinham órgãos de governo próprios o que lhes dava autonomia administrativa Comunas Existiamem regiões da Europa mais desenvolvidas economicamente (frança, Itália e Norte da Europa) Nestas regiões muitos centros urbanos (cidades) estavamdependentes dos senhores e do clero( senhores eclesiásticos) que dificultavama atividade dos artesãos e mercadores., Uniram –se para dirigirem sozinhos os seus negócios. Eles próprios passarama governar as cidades escolhendo ou elegendo os seus magistrados (Pessoas que fazem as leis Carta comunal- Os direitos dos habitantes estavam consagrados nessa carta. Exercícios -Referir os podere dos senhores medievais nos seus domínios -Que medidas tomaram os reis nos séculos XII A XIV para os limitar (diminuir)? -Distingue concelhos de comunas. Filomena Morais
  4. 4. 4
  5. 5. 5 Tinham governo próprio o que lhes dava autonomia em termos de administração

×