Lean Manufacturing 4

5.210 visualizações

Publicada em

While Professor in the Production Engineering Course of University São Judas Tadeu, I have presented these slides concerning Lean Manufacturing System - This on talks about TQM

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
716
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lean Manufacturing 4

  1. 1. Sistemas de Produção Enxuta Modulo 3 TQM – Gerenciamento Total da Qualidade
  2. 2. Os passos para a Mentalidade Enxuta Total de perdas do processo MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR IDENTIFICAÇÃO DAS PERDAS Módulo 1 0% MAPEAMENTO DO ESTADO FUTURO FERRAMENTAS Módulo 6 MÃO DE OBRA KAIZEN Módulo 2 Plano de Ação Evolução do PRODUTOS TQM Módulo 3 EQUIPAMENTOS TPM Módulo 4 100% FLUXO LEAN Módulo 5 Perdas não diagnosticadas ou trabalhadas Sistemas de Produção Enxuta
  3. 3. Os 8 pilares da Mentalidade Enxuta MELHOR QUALIDADE, MELHOR CUSTO, MENOR LEAD TIME E MAIOR SATISFAÇÃO DO CLIENTE Stop at first defect Manufatura Celular Jidoka & Andon Sistema Puxado One Piece Flow da Demanda Suavização Takt Time Kanban SMED TPM – CONFIABILIDADE NOS PROCESSOS TQM – VARIABILIDADE SOB CONTROLE KAIZEN – CULTURA DA MELHORIA CONTÍNUA Sistemas de Produção Enxuta
  4. 4. Sistemas de Produção Enxuta Six Sigma Manoel Escobedo Fernandez
  5. 5. Sistemas de Produção Enxuta
  6. 6. Histórico 1. Motorola (1987) 2. Texas Instruments (1988) 3. IBM (1990) 4. ABB - Asea Brown Boveri (1993) 5. AlliedSignal / Kodak (1994) 6. General Electric (1995) 7. Whirlpool, PACCAR, Sony, Invensys e Polaroid (1996 / 98) 8. Ford, American Express, DuPont, LG, Samsung, Johnson & Johnson, ... (1999 - .....) No Brasil: Brasmotor (1997) Brahma, Belgo Mineira (1999) Votorantim, Gerdau, Maxion... (2000) Sistemas de Produção Enxuta
  7. 7. Mudança significativa no Y $ Kaizen Ruptura anos Sistemas de Produção Enxuta
  8. 8. - Pode dizer-me que caminho devo tomar? - Isto depende do lugar para onde você quer ir. (Respondeu com muito propósito o gato) - Não tenho destino certo. - Neste caso qualquer caminho serve. (“Alice no País da Maravilhas” - Lewis Carrol) Sistemas de Produção Enxuta
  9. 9. Selênico “Para quem não sabe a que porto vai, não existem bons ventos” Sistemas de Produção Enxuta
  10. 10. Sistemas de Produção Enxuta DINAMICA 1 EMPRESA DE VENDAS
  11. 11. Metodologia de Resolução de Problemas Empresa de Vendas por Telefone Custo de ligações telefônicas Sistemas de Produção Enxuta
  12. 12. Como Resolver??? Como começar? Demissão de todos funcionários? O que fazer? Quais os passos para resolução deste problema? Quem vai fazer? Procurar o telefone de quem sabe? Sistemas de Produção Enxuta
  13. 13. Seleção de Projetos De onde vem os projetos? Reclamações de clientes Reclamações para fornecedores Não-conformidades internas Auditorias (internas e externas) Problemas de qualidade de produtos Problemas de processos (perdas, tempo de ciclo, estoques, etc.) KVD (estratégia da empresa) ... Sistemas de Produção Enxuta
  14. 14. Sistemas de Produção Enxuta QUALIDADE
  15. 15. Qualidade Produto bom Perda Perda limite Valor limite inferior de nominal da superior de especificação característica especificação Sistemas de Produção Enxuta
  16. 16. Qualidade Produto bom A B limite Valor limite inferior de nominal da superior de especificação característica especificação Qual é a diferença entre o produto A e o B? Sistemas de Produção Enxuta
  17. 17. Qualidade - Nova visão Função-perda Produto bom Perda A B limite Valor limite inferior de nominal da superior de especificação característica especificação Sistemas de Produção Enxuta
  18. 18. Iceberg do Custo da não-Qualidade segunda escolha indenizações refugo cliente perdido retrabalho viagens para correção aumento de estoque problemas de entrega paradas, redução da capacidade tempo do controle de processo tempo da área técnica inspeções na linha reuniões técnicas e gerenciais ... Sistemas de Produção Enxuta
  19. 19. Custo da qualidade Custo da Falha Custo da Prevenção Custo 4σ 5σ 6σ Qualidade Sistemas de Produção Enxuta
  20. 20. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  21. 21. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  22. 22. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  23. 23. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  24. 24. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  25. 25. Prevenção x Detecção Sistemas de Produção Enxuta
  26. 26. Custos de falha como uma função do ponto de detecção no processo Litígio Custo Falha no Cliente da falha Reparação no processo do Cliente Envio ao Cliente Inspeção final Produtos “quase- acabados” “Componente” Prevenção Início Etapas do processo Sistemas de Produção Enxuta
  27. 27. Sistemas de Produção Enxuta BASE DO SIX SIGMA CONCEITOS GERAIS
  28. 28. O que fazer quando surge um problema? Tentativa e erro Forma sistemática Sistemas de Produção Enxuta
  29. 29. Sistemas de Produção Enxuta SIX SIGMA UMA FERRAMENTA PODEROSA
  30. 30. Filme Sistemas de Produção Enxuta
  31. 31. O que é seis sigma? Seis Sigma significa: – "Quero que tudo saia sempre do mesmo modo, sem variação; quero que o cliente receba o que desejar, como desejar e quando desejar". (Jack Welch) Sistemas de Produção Enxuta
  32. 32. 6σ: Metodologia DMAIC r la D tro ef in Con ir Melh ove) orar Med r Imp ir ( Analisar Sistemas de Produção Enxuta
  33. 33. DMAIC x PDCA ir Defin A P ir Co ed nt r sa M act plan ro lar ali An orar Melh M check do (Im elh r la pr ora ro C D ov r nt Co e) Sistemas de Produção Enxuta
  34. 34. Mapa do 6σ Melhorar Definir Medir Analisar Controlar (Impove) Avaliar o Os dados Identificar as alcance da Validar a são Analisar o soluções meta em larga importância do confiáveis? processo prioritárias escala projeto não sim Coletar novos Meta Construir a dados Testar e alcança- Identificar e pequena escala da? equipe responsável priorizar as não Usar dado causas sim existentes retornar Meta para M Elaborar o Quantificar a alcança- projeto Identificar da? Padronizar importância problemas não das causas sim prioritários Implementar retornar plano de Identificar as para M monitoramento principais Estabelecer necessidades Elaborar plano meta Sumarizar o implementação trabalho e fazer recomendações Sistemas de Produção Enxuta
  35. 35. Seis Sigma Estrutura Papéis Patrocinador Patrocinador Coach Coach Black Black Belt Belt Champion Green Champion Green Belt Belt Financeiro Financeiro Expert Expert Dono do Membros Dono do Processo Membros da Equipe Processo da Equipe Master Master Black Belts Black Belts Sistemas de Produção Enxuta
  36. 36. Sistemas de Produção Enxuta ESTATÍSTICA DEVEMOS UTILIZAR?
  37. 37. O que é variabilidade? ? ? ? ? ? ? ? VARIABILIDADE ? ? ? ? ? ? ? Sistemas de Produção Enxuta
  38. 38. Introdução ao 6-Sigma O que é 6-Sigma? Tarefa I - Contagem The necessity of training farm hands for first class farms in the fatherly handling of farm live stock is foremost in the eyes of farm owners. Since the forefathers of the farm owners trained the farm hands for first class farms in the fatherly handling of farm live stock, the farm owners feel they should carry on with the family tradition of training farm hands of first class farmers in the fatherly handling of farm live stock because they believe it is the basis of good fundamental farm management. Sistemas de Produção Enxuta
  39. 39. Introdução ao 6-Sigma O que é 6-Sigma? Tarefa I - Contabilização Contabilização do resultado... Sistemas de Produção Enxuta
  40. 40. Introdução ao 6-Sigma Tarefa I - Resposta O que é 6-Sigma? 36 The necessity of training farm hands for first class farms in the fatherly handling of farm live stock is foremost in the eyes of farm owners. Since the forefathers of the farm owners trained the farm hands for first class farms in the fatherly handling of farm live stock, the farm owners feel they should carry on with the family tradition of training farm hands of first class farmers in the fatherly handling of farm live stock because they believe it is the basis of good fundamental farm management. Sistemas de Produção Enxuta
  41. 41. 4. Toda ação deve ser Pensamento Estatístico baseada em dados e fatos e não em “achômetros”. Medidas Resumo para as Variáveis Para entender a variação é indispensável usar • Medidas que resumem a informação dos dados • Gráficos para visualizar tendências e comportamentos • Média Posição • Mediana • Desvio Padrão • Variância Variabilidade • Amplitude • Coeficiente de Variação • Histograma & Tipos de Distribuição Sistemas de Produção Enxuta
  42. 42. Média Sistemas de Produção Enxuta
  43. 43. Erro Ponto alvo (média) Sistemas de Produção Enxuta
  44. 44. Erro 67 Alvo = 70 -3 -2 68 5 75 Sistemas de Produção Enxuta
  45. 45. Cálculo do Erro 67 Soma dos erros -3 -2 = +5 -3 -2 68 5 =0 75 Alvo = 70 Sistemas de Produção Enxuta
  46. 46. Cálculo do Erro 67 Soma dos erros -3 absolutos -2 68 = +5 +3 +2 5 75 =10 Alvo = 70 Sistemas de Produção Enxuta
  47. 47. Cálculo do Erro 67 Médias dos erros -3 absolutos -2 68 = (+5 +3 +2) /3 5 75 = 3,33 erro padrão Alvo = 70 Sistemas de Produção Enxuta
  48. 48. Variância e Desvio Padrão (X i Sistemas de Produção Enxuta
  49. 49. Variância e Desvio Padrão (X i −X Sistemas de Produção Enxuta
  50. 50. Variância e Desvio Padrão (X i −X) 2 Sistemas de Produção Enxuta
  51. 51. Variância e Desvio Padrão n ∑ (X −X) 2 i i =1 ( ) Sistemas de Produção Enxuta
  52. 52. Variância e Desvio Padrão n ∑ (X −X) 2 i i =1 n Sistemas de Produção Enxuta
  53. 53. Variância e Desvio Padrão n ∑ (X −X) 2 i 2 i =1 s = (n − 1) n ∑ (X −X) 2 i 2 i =1 s= s = (n − 1) Sistemas de Produção Enxuta
  54. 54. Introdução ao 6-Sigma O que é esperado? O que é 6-Sigma? Antes Alvo Especificação 3σ 1s 2s 3s 0,00034% 6,6% de de defeitos defeitos Alvo Especificação 1s 2s 3s 4s 5s 6s Melhoria de processo 6σ DMAIC Sistemas de Produção Enxuta
  55. 55. Introdução ao 6-Sigma O que é 6-Sigma? Visualizando o 6-Sigma σ 4σ = 99,38% conforme σ 6σ = 99,99966% conforme 7 horas de falta de energia elétrica 1 hora de falta de energia elétrica a por mês cada 34 anos 5.000 operações cirúrgicas 1,7 operação cirúrgica incorreta por incorretas por semana semana 3.000 cartas extraviadas para cada 1 carta extraviada para cada 300.000 300.000 cartas postadas cartas postadas 15 minutos de fornecimento de 1 minuto de fornecimento de água não água não potável por dia potável a cada 7 meses Sistemas de Produção Enxuta
  56. 56. Introdução ao 6-Sigma Visualizando o 6-Sigma Custo Defeito Status da Nível Livre de da não s por Empresa Sigma defeito qualidad milhão e 308.53 2 65% > 40% Não 7 Competiti 3 93% 66.807 25-40% va 4 99,4% 6.210 15-25% Média Industrial 5 99,976% 233 5-15% World 99,9997 6 3,4 < 1% Class % Sistemas de Produção Enxuta
  57. 57. Exemplo 1 – Gerente Tempering Vejamos a ação de um gerente que não pensa estatisticamente... O gere nt algum e mudou Gerenciamento a cois Sistem a do “participativo”nunca mais! Nisso que acaba a? a premiação 3 Refugo META 2 1 Festa: pizza e bonus O chicote funciona! Neste novo para todos! ano as coisas estão funcionando... J F M A M J J A S O N D J F M A M J F M A M Por isso que nada mudou... Todos os pontos são estatisticamente parte do mesmo sistema Sistemas de Produção Enxuta
  58. 58. Exemplo 2 – Gerente Justo Vejamos a atuação do Gerente no pagamento de RV de dois departamentos em função do número de reclamações de clientes Você estabeleceu o seguinte acordo. O departamento com menor % de reclamações em 2 meses de atendimento, ganhará mais RV O diretor chega com os seguintes resultados e decide premiar ao pessoal do departamento A. A decisão está OK? Departamento Atendimentos Reclamações % reclamação A 1100 110 10,0 B 5500 1003 18,2 Mês Departamento Atendimentos Reclamações % reclamação 1 A 1000 80 8,0 1 B 500 3 0,6 2 A 100 30 30,6 2 B 5000 1000 20,0 E agora? Sistemas de Produção Enxuta
  59. 59. Exemplo 3 – Gerente Carrasco Nove subordinados executam o mesmo tipo de serviço. O chefe registra o número de erros cometidos no ano Nome no. de erros Pedro 10 Oscar 15 João 11 Mário 10 Chico 17 Anselmo 22 Osório 11 Ernesto 12 José 4 OK? Conclusão do Gerente: • Aumento para José • Demissão para Anselmo Sistemas de Produção Enxuta
  60. 60. Exemplo 3 – Gerente Carrasco Análise do gerente que entende de variabilidade • Cálculo da média anual de erros: 112/9 = 12,44 erros/funcionário • Limite inferior esperado = 1,9 (= 12,44 − 3 12,44 ) • Limite superior esperado = 23,0 (= 12,44 + 3 12,44 ) Conclusão: • Todos os pontos se encontram dentro dos limites esperados • Tanto José quanto Anselmo pertencem ao mesmo sistema • Não se pode concluir que José é melhor que Anselmo, pois as causas que fizeram a José cometer poucos erros são as mesmas que fizeram Anselmo cometer muitos erros Sistemas de Produção Enxuta
  61. 61. Variabilidade e o Fluxo de Produção Voltando ao Fluxo Mostrado na Teoria das Restrições, podemos afirmar com segurança que o processo R é a restrição? MP 1 2 3 Demanda: 9000 8000 6000 6000 Montagem Un/mes 6 8000 MP 4 5 R 7 8000 6500 5500 12000 GARGALO?? RESP: NÃO Sistemas de Produção Enxuta
  62. 62. Variabilidade e o Fluxo de Produção P1 P2 P3 P4 3 3 pçs /min 3 pçs /min 3 pçs /min 3 pçs /min +ou - 1 +ou - 1 +ou - 1 +ou - 1 4 4 4 2 4 3 2 4 4 2 4 4 4 4 4 2 4 4 4 3 4 4 4 4 Sistemas de Produção Enxuta
  63. 63. Variabilidade e o Fluxo de Produção E agora? Fica mais fácil achar o Gargalo? GARGALO MP 1 2 3 Demanda: 9000 8000 6000 6000 σ= 200 σ= 300 σ= 5000 Montagem Un/mes 6 8000 MP 4 5 R 7 σ= 1000 8000 6500 5500 12000 σ= 2200 σ= 1200 σ= 100 σ= 1000 Sistemas de Produção Enxuta
  64. 64. Deming mostrou o caminho faz tempo... “Oitenta e cinco por cento dos motivos do não atendimento das expectativas dos clientes estão relacionados a deficiências dos sistemas e processos... mais do que aos funcionários. O papel da gerência é modificar o processo, mais do que aborrecer as pessoas para que façam melhor.” Sistemas de Produção Enxuta
  65. 65. Sistemas de Produção Enxuta DINAMICA 2 CINEMA E PIPOCA
  66. 66. Escutar o cliente VOC Sistemas de Produção Enxuta
  67. 67. Sistemas de Produção Enxuta
  68. 68. Sistemas de Produção Enxuta Modulo 4 TPM - Manutenção Produtiva Total
  69. 69. Os 8 pilares da Mentalidade Enxuta MELHOR QUALIDADE, MELHOR CUSTO, MENOR LEAD TIME E MAIOR SATISFAÇÃO DO CLIENTE Stop at first defect Manufatura Celular Jidoka & Andon Sistema Puxado One Piece Flow da Demanda Suavização Takt Time Kanban SMED TPM – CONFIABILIDADE NOS PROCESSOS TQM – VARIABILIDADE SOB CONTROLE KAZEN – CULTURA DA MELHORIA CONTÍNUA Sistemas de Produção Enxuta
  70. 70. Exemplos de Boas Práticas ANTES DEPOIS Sistemas de Produção Enxuta
  71. 71. Exemplos de Boas Práticas ANTES DEPOIS Sistemas de Produção Enxuta
  72. 72. Exemplos de Boas Práticas ANTES DEPOIS Sistemas de Produção Enxuta
  73. 73. Exemplos de Boas Práticas ANTES DEPOIS Sistemas de Produção Enxuta
  74. 74. Exemplos de Boas Práticas ANTES DEPOIS Sistemas de Produção Enxuta

×