SlideShare uma empresa Scribd logo
Sistemas de Produção Enxuta


              Modulo 2
        Kaizen – Princípios da
           Melhoria Contínua
Os passos para a Mentalidade Enxuta

                 Total de perdas do processo
                 Total de perdas do processo

                MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR
                MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR

                  IDENTIFICAÇÃO DAS PERDAS
                                                                  Módulo 1

     0%
                MAPEAMENTO DO ESTADO FUTURO
                                                FERRAMENTAS
                                                                 Módulo 6
                                                FERRAMENTAS
                     MÃO DE OBRA
                       MÃO DE OBRA               KAIZEN          Módulo 2
Plano de Ação
 Evolução do




                         PRODUTOS
                                                   TQM           Módulo 3
                        EQUIPAMENTOS               TPM           Módulo 4
  100%
                           FLUXO                  LEAN           Módulo 5


                         Perdas não
                       diagnosticadas
                       ou trabalhadas

                                                              Sistemas de Produção Enxuta
Os passos para a Mentalidade Enxuta

                 Total de perdas do processo


                MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR

                  IDENTIFICAÇÃO DAS PERDAS
                                                                  Módulo 1

     0%
                MAPEAMENTO DO ESTADO FUTURO
                                                FERRAMENTAS
                                                                 Módulo 6
                     MÃO DE OBRA                 KAIZEN          Módulo 2
Plano de Ação
 Evolução do




                         PRODUTOS
                                                   TQM           Módulo 3
                        EQUIPAMENTOS               TPM           Módulo 4
  100%
                           FLUXO                  LEAN           Módulo 5


                         Perdas não
                       diagnosticadas
                       ou trabalhadas

                                                              Sistemas de Produção Enxuta
Os 8 pilares da Mentalidade Enxuta




MELHOR QUALIDADE, MELHOR CUSTO, MENOR LEAD TIME E MAIOR SATISFAÇÃO DO CLIENTE




                    Stop at first defect




                                                                             Manufatura Celular
                     Jidoka & Andon



                                                Sistema Puxado




                                                                                                  One Piece Flow
da Demanda
Suavização




                                                                 Takt Time




                                                                                                                       Kanban
             SMED




                                    TPM – CONFIABILIDADE NOS PROCESSOS

                                           TQM – VARIABILIDADE SOB CONTROLE

                               KAIZEN – CULTURA DA MELHORIA CONTÍNUA


                                                                                                              Sistemas de Produção Enxuta
Kaizen



                       Kaizen
   Melhoria contínua de um fluxo completo de valor.

No curso enfocaremos 3 boas práticas de Kaizen:
- Programa 5S
- Plano de Sugestões
- Gestão por Indicadores




                                           Sistemas de Produção Enxuta
PROGRAMA 5S


SEIRI: Utilization, Selection

SEITON: Organization, Order

SEISO: Cleanliness

SEIKETSU: Health and Hygiene;
Standardization

SHITSUKE: Self-discipline

                                Sistemas de Produção Enxuta
Passos para a Implantação

                                              TEC Workshops


                                  Start of 4th and 5th
Visual Management” Workshops             audits



        Start of 3 S audits


 “Day of the Great Cleanliness”

Communication to all


   Steering
  Committee




                                                              Sistemas de Produção Enxuta
Exemplos de Boas Práticas




           Sistemas de Produção Enxuta
Exemplos de Boas Práticas




           Sistemas de Produção Enxuta
Exemplos de Boas Práticas




           Sistemas de Produção Enxuta
PLANO DE SUGESTÕES




          Sistemas de Produção Enxuta
Objetivos




Incrementar o espírito de ambiente participativo
Estimular a geração de idéias para melhoria de
nossos resultados operacionais e condições
ambientais
Resultado rápido
Implementar melhorias
Reconhecer as melhores contribuições de geração
de idéias de forma democrática
Premiar as melhores idéias regularmente




                                      Sistemas de Produção Enxuta
Como funciona?

1. O criador da idéia, ou grupo,
   preenche o formulário em papel
   disponível no quadro, devendo
   preencher os seguintes itens:
                                   Proposta de melhoria


                              Impacto da sugestão de melhoria




•   Sugerido por   :.................       [o nome de até 3 pessoas]
•   Data           :.................       [a data que preencheu o formulário de sugestão]
•   Número         :.................       [seqüência de numeração]
•   Proposta       :..................      [descrever a idéia de melhoria]
•   Impacto        :..................      [descreve o impacto: Custo, produtividade, etc]

                                                                          Sistemas de Produção Enxuta
Como funciona?

     2. O formulário preenchido deve ser colocado na caixa
        propostas e o ímã com a numeração do formulário
        deve ser colocado no painel na coluna propostas.
                                                                                           Premiados
Imã numerado                                                                             OEE Primeira Escolha
                                   Propostas Em estudo     Aprovada Em realização
                        Como
                      funciona ?                                                       CP / CNPMeio Ambiente




                      Formulário               7                                    Realizadas     Notícias
                                                       4
                                                                   2    1
                                     8             5
                                                           3
                                                               6
                      Números            9
Local p/ formulário                                                                       Indicadores
   da sugestão          1011
    proposta                                                                           SituaçãoIdéias/Unidade
                      Banco de
                       Idéias                                                          Idéias/tipo
                                                                                                 Número Idéias




                                                                                      Sistemas de Produção Enxuta
Como funciona?


3. A cada 2 mêses o “Comitê Criatividade” se reúne para
   avaliar as sugestões:

  O “Comitê Criatividade” é formado por:
  Gerente . de Produção, Manutenção, Processos, TO,
  Supervisor, Operadores e WCM.

  Critérios de avaliação das sugestões:

sugestão é de uma melhoria priorítária p/ a unidade
sugestão realmente melhora ou resolve um problema
sugestão é simples de implementar e/ou de baixo custo
sugestão nunca havia sido dada


                                             Sistemas de Produção Enxuta
Como funciona?


4. O “Comitê Criatividade” avalia as sugestões para:

  Aprovar para que seja Iniciado um estudo mais detalhado.

  Identificar que a idéia precisa ser mais desenvolvida, retornando a
  mesma para os autores ou indicando as pessoas que o autor deverá
  procurar para incrementar a idéia, o ‘grupo dinâmico’ (gerentes,
  engenheiros, TO’s, manutenção, WCM...)

  Arquivar a idéia no banco de idéias (devido à falta de recursos para
  implementação, prioridade, inviabilidade, etc).

☺ Aprovar a idéia para realização

      O ‘Grupo Dinâmico’ servirá como apoio p/ o sugestor aprimorar sua idéia
O ‘Banco de Idéias’ irá registrar as idéias não realizadas p/ inspirar futuras sugestões

                                                                   Sistemas de Produção Enxuta
Como funciona?

4. Após a reunião os formulário retornam ao quadro na sua
   situação atual (Banco de Idéias, Em Estudo, Aprovada,
   Em realização ou Realizadas)
                                                                           Premiados
                                                                         OEE Primeira Escolha
                   Propostas Em estudo     Aprovada Em realização
        Como                                                           CP / CNPMeio Ambiente
      funciona ?

                               7                                    Realizadas     Notícias
                                       4
     Formulário                                    2    1
                     8             5
                                           3
                                               6
                         9
     Números                                                              Indicadores
      1011                                                             SituaçãoIdéias/Unidade
     Banco de
      Idéias                                                           Idéias/tipo
                                                                                 Número Idéias




       Verifique sempre a situação da sua idéia e sinta-se livre para pedir
             esclarecimentos aos membros do Comitê Criatividade
                                                                                  Sistemas de Produção Enxuta
Exemplo de um Quadro de Gerenciamento Visual




                               Sistemas de Produção Enxuta
MANAGEMENT COCKPIT
« É um processo estruturado que permite uma melhor qualidade e
   rapidez na tomada de decisões pelo gerenciamento do negócio»


                Processo                    Conjunto de
                de reunião                  Indicadores

                         Visão de Conjunto
                          Entendimento da
                        relação causa-efeito
                        relaç causa-
                        Comprometimento
                           da equipe                Management
                                Visão                  Room
                             Compartilhada
                             Visualização
                             Visualizaç
                             antecipada de
                              problemas
                             Foco no que
                             é importante

                        DECISÃO
                                                          Sistemas de Produção Enxuta
Como foi idealizado?

                                     HIM - Human intelligence Management
Prof.                                HEC - Haut Ecole de Commerce
Patrick                              Professor em gerenciamento e organização
                                     Diretor Científico da N.E.T. Research
Georges                              Neuro-cirurgião
                                     Experiência na implantação de 200 cockpits em 10 anos.

  -Hewlett-Packard : sites de Genève et Bruxelles           -Alliance Unichem : site de Londres                -Eurocontrol : site de Bruxelles
  -Crédit Suisse : sites de Genève, Berne, Lugano,             -Alliance Santé : site de Paris                 -ISS Europe : site de Bruxelles
         -IBM : site de Bristol et de Stuttgart              -Alleanza Salute : site de Lavagna                    -Modafil : site de Milan
 -SAP : sites de Bruxelles, Walldorf, Tokyo, Londres, -United Broadcasting Corporation : site de Bangkok          -Baxter : site de Lessines
              -Palo Alto et Philadelphie                           -Pemex: site de Mexico                        -Citibank : site de Bruxelles
                 -DHL : site de Oslo                     -HEC School of Management, site de Paris           -Loders Croklaan : site d'Amsterdam
             -Philips : site de Eindhoven               -Bandeirante Energia SA, site de Sao Paulo            -Novo Nordisk : site de Bruxelles
     -Unilever, Hartog-Union : site de Bruxelles          -La Suisse Assurance : site de Lausanne              -Axa Banque : site d'Antwerpen
        -Unilever, Iglo-Ola : site de Bruxelles                -Novotel : sites de Lille et Paris        -Financière de Belgique : site de Bruxelles
           -ONEM-RVA : site de Bruxelles                           -Carrier : site de Paris          -Origin: site de Bruxelles, de Dallas et de Singapour
          -Patek Philippe : site de Genève               -Disneyland Paris : site de Marne La Vallée            -Belgacom: site de Bruxelles
            -Firmenich : site de Genève                        -Kredietbank : site de Bruxelles                  -Siemens: site de Bruxelles
  -Banque Cantonale Vaudoise : site de Lausanne                     -Promod : site de Lille                 -Bangkok University : site de Bangkok

                                                                  -Dassault : site de Paris

                                                                                                                Sistemas de Produção Enxuta
Como são classificados os indicadores ?

                                                                       Atingiremos
                                                                        os nossos
                                                                        objetivos?




                   Internal Process    Key financial ratios +           Obstacles
                                      critical successs factors     Market, customers,
                     Ressources            status + trends        competitors, suppliers...
 Como estão os
nossos recursos                                                                       Quais são os
  para atingir                                                                     obstáculos para se
 os objetivos ?                                                                        atingir os
                                                                                      objetivos ?


                                       Strategic project
                                          monitoring
          Quais são nossos
         projetos para atingir
         nossos objetivos ?



                                                                                  Sistemas de Produção Enxuta
Criação da Visão Lógica


• Levanta-se questões freqüentes dos gerentes
de uma Unidade

Ex.: Estamos aumentando a nossa produtividade ?
     Nossos clientes estão satisfeitos ?
     Como os nossos projetos críticos estão avançando ?


• A questão deve ser respondida por 6 indicadores

     cérebro: 6 « espaços » para tomada de decisão
     menos que 6: ansiedade por mais informações
     mais que 6: pessoa fica confusa




                                                 Sistemas de Produção Enxuta
Exemplo de « visão lógica » - IPPA Bank




                        Sistemas de Produção Enxuta
Características do Indicador




•   Nome do indicador:
•   Fórmula de cálculo: precisa
•   Unidade:
•   Fonte: Sistema informatizado (SAP), Internet, etc.
•   Frequência de atualização: (mensal, trimestral)
•   Responsável pela atualização:
•   Data da última atualização:
•   Meta:
•   Referencial: (benchmark)




                                             Sistemas de Produção Enxuta
Quais são os papéis no Management Cockpit ?

Cockpit Officer - meio período
  - Obtém os dados,
  - Organiza os indicadores,
  - Zela pela atualização dos indicadores
  - Prepara a sala e os indicadores de acordo com o assunto e o
  público que participará da reunião (Árvore dos indicadores)

Chief Cockpit Officer - 2 h/mês
   - Supervisiona e valida o trabalho do Cockpit Officer
   - Fornece as diretrizes para a preparação da reunião
   - Assegura a evolução dos indicadores

Pilot in Command - variável
    - É o principal responsável pelo assunto que está em discussão
    - Coordenador da reunião nesse momento
    - Deve zelar pela boa tomada de decisão
    - Durante uma mesma reunião várias pessoas podem ter esse papel

                                                      Sistemas de Produção Enxuta
Como conduzir uma reunião com o
                                         Management Cockpit ?

ETAPA 1 - 1ª Parte - 15 minutos
O C.O. anuncia (sequência paredes ⇒ negro/vermelho/azul/branco):

Novos indicadores em situação « vermelha »
Indicadores no « vermelho » há muito tempo
Os maiores desvios em relação aos Budgets/Projetos
As maiores mudanças de valor dos indicadores
Os novos indicadores decididos na última reunião trimestral
  estratégica

As « hot-news » :
Os contratos mais importantes
Os maiores investimentos
As reclamações mais importantes
Mobilidade no quadro

                                                      Sistemas de Produção Enxuta
Como conduzir uma reunião com o
                                         Management Cockpit ?

ETAPA 1 - 2ª Parte - 15 minutos


O C.O. apresenta cada um dos indicadores em vermelho (iluminado)

O responsável pelo indicador apresenta as ações previstas para
resolver o problema (« facts & figures; no cries »




                                                     Sistemas de Produção Enxuta
Como conduzir uma reunião com o
                                     Management Cockpit ?

ETAPA 2 – 60 minutos


Análise dos « prós » e « contras » e decisões (parede branca)

Ninguém deve levar a sua própria apresentação pessoal




                                                  Sistemas de Produção Enxuta
CASE SAP




Exemplo de sala para Management Cockpit
                                          Sistemas de Produção Enxuta
CASE Citibank




Exemplo de sala para Management Cockpit

                                          Sistemas de Produção Enxuta
CASE BASF




Exemplo de sala para Management Cockpit

                                          Sistemas de Produção Enxuta

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean ManufacturingDesvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean Manufacturing
Danilo Pereira
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
institutocarvalho
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
Moises Ribeiro
 
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
Eliana Celiven
 
Introdução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturingIntrodução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturing
Edomar Hornburg
 

Mais procurados (20)

Os 7 Desperdicios
Os 7 DesperdiciosOs 7 Desperdicios
Os 7 Desperdicios
 
Desvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean ManufacturingDesvendando Lean Manufacturing
Desvendando Lean Manufacturing
 
Kaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturingKaizen kanban-lean manufacturing
Kaizen kanban-lean manufacturing
 
Value stream mapping
Value stream mappingValue stream mapping
Value stream mapping
 
Metodologia de Implementação de Projetos Lean
Metodologia de Implementação de Projetos LeanMetodologia de Implementação de Projetos Lean
Metodologia de Implementação de Projetos Lean
 
Sistema de Produção Puxada
Sistema de Produção PuxadaSistema de Produção Puxada
Sistema de Produção Puxada
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
 
Introduction to lean & vsm
Introduction to lean & vsmIntroduction to lean & vsm
Introduction to lean & vsm
 
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
 
Lean Principios
Lean PrincipiosLean Principios
Lean Principios
 
Manufatura enxuta
Manufatura enxutaManufatura enxuta
Manufatura enxuta
 
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do OesteAula pcp lean parte II -  Unoesc São Miguel do Oeste
Aula pcp lean parte II - Unoesc São Miguel do Oeste
 
WCM 2009-TT04-Rigesa Programa PPSP Produção Sem Perdas
WCM 2009-TT04-Rigesa Programa PPSP Produção Sem PerdasWCM 2009-TT04-Rigesa Programa PPSP Produção Sem Perdas
WCM 2009-TT04-Rigesa Programa PPSP Produção Sem Perdas
 
Introdução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturingIntrodução ao Lean manufacturing
Introdução ao Lean manufacturing
 
Sistemas de producao
Sistemas de producaoSistemas de producao
Sistemas de producao
 
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCMOriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
 
Teoria das restrições
Teoria das restriçõesTeoria das restrições
Teoria das restrições
 
Lean Manufacturing
Lean ManufacturingLean Manufacturing
Lean Manufacturing
 
268 924-1-pb
268 924-1-pb268 924-1-pb
268 924-1-pb
 

Destaque

Trabalho de manutenção produtiva total
Trabalho de manutenção produtiva totalTrabalho de manutenção produtiva total
Trabalho de manutenção produtiva total
Paulo Henrique
 
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
Luciana Grof
 
Gestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção LeanGestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção Lean
Miguel Oliveira
 
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene SeibelPrincípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Sustentare Escola de Negócios
 

Destaque (20)

Trabalho de manutenção produtiva total
Trabalho de manutenção produtiva totalTrabalho de manutenção produtiva total
Trabalho de manutenção produtiva total
 
Apresentação Takt Time
Apresentação Takt Time Apresentação Takt Time
Apresentação Takt Time
 
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
 
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
Reflexão Final Sobre a Experiência de Aprendizagem em Processos Pedagógicos e...
 
PPCP02 Cap01 parte A
PPCP02 Cap01 parte APPCP02 Cap01 parte A
PPCP02 Cap01 parte A
 
Qualidade 03 Capítulo 02 Qualidade por setores
Qualidade 03 Capítulo 02 Qualidade por setoresQualidade 03 Capítulo 02 Qualidade por setores
Qualidade 03 Capítulo 02 Qualidade por setores
 
Gestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção LeanGestão da Manutenção Lean
Gestão da Manutenção Lean
 
Gestão da Qualidade 04 Capítulo 03 Parte A
Gestão da Qualidade 04 Capítulo 03 Parte AGestão da Qualidade 04 Capítulo 03 Parte A
Gestão da Qualidade 04 Capítulo 03 Parte A
 
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of DieApresentação SMED Single Minute Exchange of Die
Apresentação SMED Single Minute Exchange of Die
 
Tpm apresentação
Tpm   apresentaçãoTpm   apresentação
Tpm apresentação
 
Workshop TPM
Workshop TPMWorkshop TPM
Workshop TPM
 
Como adquirir conhecimento por meio do conceito h e pbl
Como adquirir conhecimento por meio do conceito h e pblComo adquirir conhecimento por meio do conceito h e pbl
Como adquirir conhecimento por meio do conceito h e pbl
 
Lean Wastes
 Lean Wastes Lean Wastes
Lean Wastes
 
Takt time e pitch
Takt time e pitchTakt time e pitch
Takt time e pitch
 
Deepening our Knowledge of Lean Healthcare
Deepening our Knowledge of Lean HealthcareDeepening our Knowledge of Lean Healthcare
Deepening our Knowledge of Lean Healthcare
 
Managing to Learn Mentoring A3 Thinking
Managing to Learn Mentoring A3 Thinking Managing to Learn Mentoring A3 Thinking
Managing to Learn Mentoring A3 Thinking
 
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene SeibelPrincípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
 
PPCP03 Cap01 parte B
PPCP03 Cap01 parte BPPCP03 Cap01 parte B
PPCP03 Cap01 parte B
 
Guia Para Publicar: artigos científicos em revistas de qualidade
Guia Para Publicar: artigos científicos em revistas de qualidadeGuia Para Publicar: artigos científicos em revistas de qualidade
Guia Para Publicar: artigos científicos em revistas de qualidade
 
Gestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 ApresentaçãoGestão da Qualidade 01 Apresentação
Gestão da Qualidade 01 Apresentação
 

Semelhante a Lean Manufacturing 3

Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de ImplementaçãoGerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Sidney Santana
 
Gerenciamento da rotina manual de implementação
Gerenciamento da rotina   manual de implementaçãoGerenciamento da rotina   manual de implementação
Gerenciamento da rotina manual de implementação
Sidney Santana
 
Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.
Henrique Ferreira
 

Semelhante a Lean Manufacturing 3 (20)

Aula 02 manutenção preventiva total tpm
Aula 02   manutenção preventiva total tpmAula 02   manutenção preventiva total tpm
Aula 02 manutenção preventiva total tpm
 
Slides do vt1 kanban
Slides do vt1 kanbanSlides do vt1 kanban
Slides do vt1 kanban
 
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produçãoComparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
 
Pdca p-g
Pdca p-gPdca p-g
Pdca p-g
 
Leanthinking treinamento
Leanthinking treinamentoLeanthinking treinamento
Leanthinking treinamento
 
Modelo japonês de administração
Modelo japonês de administraçãoModelo japonês de administração
Modelo japonês de administração
 
Examples of lean six sigma applied to IT management
Examples of lean six sigma applied to IT managementExamples of lean six sigma applied to IT management
Examples of lean six sigma applied to IT management
 
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagemWCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
 
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagemWCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
 
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagemWCM Manual de ferramentas cnh contagem
WCM Manual de ferramentas cnh contagem
 
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de ImplementaçãoGerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
 
Gerenciamento da rotina manual de implementação
Gerenciamento da rotina   manual de implementaçãoGerenciamento da rotina   manual de implementação
Gerenciamento da rotina manual de implementação
 
TPM_2004.ppt
TPM_2004.pptTPM_2004.ppt
TPM_2004.ppt
 
Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.Gestão/Administração da produção.
Gestão/Administração da produção.
 
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel PimentelPalestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software  - Manoel Pimentel
Palestra Gestão Lean para o Desenvolvimento de Software - Manoel Pimentel
 
Lean_Encontro Gestão Industrial_ESEIG
Lean_Encontro Gestão Industrial_ESEIGLean_Encontro Gestão Industrial_ESEIG
Lean_Encontro Gestão Industrial_ESEIG
 
Gerenciamento quali total 6sigma
Gerenciamento quali total 6sigmaGerenciamento quali total 6sigma
Gerenciamento quali total 6sigma
 
Emepro 30 04-2009
Emepro 30 04-2009Emepro 30 04-2009
Emepro 30 04-2009
 
Emepro abr/2009
Emepro abr/2009Emepro abr/2009
Emepro abr/2009
 
Gestão estratégica manutenção
Gestão estratégica manutençãoGestão estratégica manutenção
Gestão estratégica manutenção
 

Lean Manufacturing 3

  • 1. Sistemas de Produção Enxuta Modulo 2 Kaizen – Princípios da Melhoria Contínua
  • 2. Os passos para a Mentalidade Enxuta Total de perdas do processo Total de perdas do processo MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR IDENTIFICAÇÃO DAS PERDAS Módulo 1 0% MAPEAMENTO DO ESTADO FUTURO FERRAMENTAS Módulo 6 FERRAMENTAS MÃO DE OBRA MÃO DE OBRA KAIZEN Módulo 2 Plano de Ação Evolução do PRODUTOS TQM Módulo 3 EQUIPAMENTOS TPM Módulo 4 100% FLUXO LEAN Módulo 5 Perdas não diagnosticadas ou trabalhadas Sistemas de Produção Enxuta
  • 3. Os passos para a Mentalidade Enxuta Total de perdas do processo MAPEAMENTO DO FLUXO DE VALOR IDENTIFICAÇÃO DAS PERDAS Módulo 1 0% MAPEAMENTO DO ESTADO FUTURO FERRAMENTAS Módulo 6 MÃO DE OBRA KAIZEN Módulo 2 Plano de Ação Evolução do PRODUTOS TQM Módulo 3 EQUIPAMENTOS TPM Módulo 4 100% FLUXO LEAN Módulo 5 Perdas não diagnosticadas ou trabalhadas Sistemas de Produção Enxuta
  • 4. Os 8 pilares da Mentalidade Enxuta MELHOR QUALIDADE, MELHOR CUSTO, MENOR LEAD TIME E MAIOR SATISFAÇÃO DO CLIENTE Stop at first defect Manufatura Celular Jidoka & Andon Sistema Puxado One Piece Flow da Demanda Suavização Takt Time Kanban SMED TPM – CONFIABILIDADE NOS PROCESSOS TQM – VARIABILIDADE SOB CONTROLE KAIZEN – CULTURA DA MELHORIA CONTÍNUA Sistemas de Produção Enxuta
  • 5. Kaizen Kaizen Melhoria contínua de um fluxo completo de valor. No curso enfocaremos 3 boas práticas de Kaizen: - Programa 5S - Plano de Sugestões - Gestão por Indicadores Sistemas de Produção Enxuta
  • 6. PROGRAMA 5S SEIRI: Utilization, Selection SEITON: Organization, Order SEISO: Cleanliness SEIKETSU: Health and Hygiene; Standardization SHITSUKE: Self-discipline Sistemas de Produção Enxuta
  • 7. Passos para a Implantação TEC Workshops Start of 4th and 5th Visual Management” Workshops audits Start of 3 S audits “Day of the Great Cleanliness” Communication to all Steering Committee Sistemas de Produção Enxuta
  • 8. Exemplos de Boas Práticas Sistemas de Produção Enxuta
  • 9. Exemplos de Boas Práticas Sistemas de Produção Enxuta
  • 10. Exemplos de Boas Práticas Sistemas de Produção Enxuta
  • 11. PLANO DE SUGESTÕES Sistemas de Produção Enxuta
  • 12. Objetivos Incrementar o espírito de ambiente participativo Estimular a geração de idéias para melhoria de nossos resultados operacionais e condições ambientais Resultado rápido Implementar melhorias Reconhecer as melhores contribuições de geração de idéias de forma democrática Premiar as melhores idéias regularmente Sistemas de Produção Enxuta
  • 13. Como funciona? 1. O criador da idéia, ou grupo, preenche o formulário em papel disponível no quadro, devendo preencher os seguintes itens: Proposta de melhoria Impacto da sugestão de melhoria • Sugerido por :................. [o nome de até 3 pessoas] • Data :................. [a data que preencheu o formulário de sugestão] • Número :................. [seqüência de numeração] • Proposta :.................. [descrever a idéia de melhoria] • Impacto :.................. [descreve o impacto: Custo, produtividade, etc] Sistemas de Produção Enxuta
  • 14. Como funciona? 2. O formulário preenchido deve ser colocado na caixa propostas e o ímã com a numeração do formulário deve ser colocado no painel na coluna propostas. Premiados Imã numerado OEE Primeira Escolha Propostas Em estudo Aprovada Em realização Como funciona ? CP / CNPMeio Ambiente Formulário 7 Realizadas Notícias 4 2 1 8 5 3 6 Números 9 Local p/ formulário Indicadores da sugestão 1011 proposta SituaçãoIdéias/Unidade Banco de Idéias Idéias/tipo Número Idéias Sistemas de Produção Enxuta
  • 15. Como funciona? 3. A cada 2 mêses o “Comitê Criatividade” se reúne para avaliar as sugestões: O “Comitê Criatividade” é formado por: Gerente . de Produção, Manutenção, Processos, TO, Supervisor, Operadores e WCM. Critérios de avaliação das sugestões: sugestão é de uma melhoria priorítária p/ a unidade sugestão realmente melhora ou resolve um problema sugestão é simples de implementar e/ou de baixo custo sugestão nunca havia sido dada Sistemas de Produção Enxuta
  • 16. Como funciona? 4. O “Comitê Criatividade” avalia as sugestões para: Aprovar para que seja Iniciado um estudo mais detalhado. Identificar que a idéia precisa ser mais desenvolvida, retornando a mesma para os autores ou indicando as pessoas que o autor deverá procurar para incrementar a idéia, o ‘grupo dinâmico’ (gerentes, engenheiros, TO’s, manutenção, WCM...) Arquivar a idéia no banco de idéias (devido à falta de recursos para implementação, prioridade, inviabilidade, etc). ☺ Aprovar a idéia para realização O ‘Grupo Dinâmico’ servirá como apoio p/ o sugestor aprimorar sua idéia O ‘Banco de Idéias’ irá registrar as idéias não realizadas p/ inspirar futuras sugestões Sistemas de Produção Enxuta
  • 17. Como funciona? 4. Após a reunião os formulário retornam ao quadro na sua situação atual (Banco de Idéias, Em Estudo, Aprovada, Em realização ou Realizadas) Premiados OEE Primeira Escolha Propostas Em estudo Aprovada Em realização Como CP / CNPMeio Ambiente funciona ? 7 Realizadas Notícias 4 Formulário 2 1 8 5 3 6 9 Números Indicadores 1011 SituaçãoIdéias/Unidade Banco de Idéias Idéias/tipo Número Idéias Verifique sempre a situação da sua idéia e sinta-se livre para pedir esclarecimentos aos membros do Comitê Criatividade Sistemas de Produção Enxuta
  • 18. Exemplo de um Quadro de Gerenciamento Visual Sistemas de Produção Enxuta
  • 19. MANAGEMENT COCKPIT « É um processo estruturado que permite uma melhor qualidade e rapidez na tomada de decisões pelo gerenciamento do negócio» Processo Conjunto de de reunião Indicadores Visão de Conjunto Entendimento da relação causa-efeito relaç causa- Comprometimento da equipe Management Visão Room Compartilhada Visualização Visualizaç antecipada de problemas Foco no que é importante DECISÃO Sistemas de Produção Enxuta
  • 20. Como foi idealizado? HIM - Human intelligence Management Prof. HEC - Haut Ecole de Commerce Patrick Professor em gerenciamento e organização Diretor Científico da N.E.T. Research Georges Neuro-cirurgião Experiência na implantação de 200 cockpits em 10 anos. -Hewlett-Packard : sites de Genève et Bruxelles -Alliance Unichem : site de Londres -Eurocontrol : site de Bruxelles -Crédit Suisse : sites de Genève, Berne, Lugano, -Alliance Santé : site de Paris -ISS Europe : site de Bruxelles -IBM : site de Bristol et de Stuttgart -Alleanza Salute : site de Lavagna -Modafil : site de Milan -SAP : sites de Bruxelles, Walldorf, Tokyo, Londres, -United Broadcasting Corporation : site de Bangkok -Baxter : site de Lessines -Palo Alto et Philadelphie -Pemex: site de Mexico -Citibank : site de Bruxelles -DHL : site de Oslo -HEC School of Management, site de Paris -Loders Croklaan : site d'Amsterdam -Philips : site de Eindhoven -Bandeirante Energia SA, site de Sao Paulo -Novo Nordisk : site de Bruxelles -Unilever, Hartog-Union : site de Bruxelles -La Suisse Assurance : site de Lausanne -Axa Banque : site d'Antwerpen -Unilever, Iglo-Ola : site de Bruxelles -Novotel : sites de Lille et Paris -Financière de Belgique : site de Bruxelles -ONEM-RVA : site de Bruxelles -Carrier : site de Paris -Origin: site de Bruxelles, de Dallas et de Singapour -Patek Philippe : site de Genève -Disneyland Paris : site de Marne La Vallée -Belgacom: site de Bruxelles -Firmenich : site de Genève -Kredietbank : site de Bruxelles -Siemens: site de Bruxelles -Banque Cantonale Vaudoise : site de Lausanne -Promod : site de Lille -Bangkok University : site de Bangkok -Dassault : site de Paris Sistemas de Produção Enxuta
  • 21. Como são classificados os indicadores ? Atingiremos os nossos objetivos? Internal Process Key financial ratios + Obstacles critical successs factors Market, customers, Ressources status + trends competitors, suppliers... Como estão os nossos recursos Quais são os para atingir obstáculos para se os objetivos ? atingir os objetivos ? Strategic project monitoring Quais são nossos projetos para atingir nossos objetivos ? Sistemas de Produção Enxuta
  • 22. Criação da Visão Lógica • Levanta-se questões freqüentes dos gerentes de uma Unidade Ex.: Estamos aumentando a nossa produtividade ? Nossos clientes estão satisfeitos ? Como os nossos projetos críticos estão avançando ? • A questão deve ser respondida por 6 indicadores cérebro: 6 « espaços » para tomada de decisão menos que 6: ansiedade por mais informações mais que 6: pessoa fica confusa Sistemas de Produção Enxuta
  • 23. Exemplo de « visão lógica » - IPPA Bank Sistemas de Produção Enxuta
  • 24. Características do Indicador • Nome do indicador: • Fórmula de cálculo: precisa • Unidade: • Fonte: Sistema informatizado (SAP), Internet, etc. • Frequência de atualização: (mensal, trimestral) • Responsável pela atualização: • Data da última atualização: • Meta: • Referencial: (benchmark) Sistemas de Produção Enxuta
  • 25. Quais são os papéis no Management Cockpit ? Cockpit Officer - meio período - Obtém os dados, - Organiza os indicadores, - Zela pela atualização dos indicadores - Prepara a sala e os indicadores de acordo com o assunto e o público que participará da reunião (Árvore dos indicadores) Chief Cockpit Officer - 2 h/mês - Supervisiona e valida o trabalho do Cockpit Officer - Fornece as diretrizes para a preparação da reunião - Assegura a evolução dos indicadores Pilot in Command - variável - É o principal responsável pelo assunto que está em discussão - Coordenador da reunião nesse momento - Deve zelar pela boa tomada de decisão - Durante uma mesma reunião várias pessoas podem ter esse papel Sistemas de Produção Enxuta
  • 26. Como conduzir uma reunião com o Management Cockpit ? ETAPA 1 - 1ª Parte - 15 minutos O C.O. anuncia (sequência paredes ⇒ negro/vermelho/azul/branco): Novos indicadores em situação « vermelha » Indicadores no « vermelho » há muito tempo Os maiores desvios em relação aos Budgets/Projetos As maiores mudanças de valor dos indicadores Os novos indicadores decididos na última reunião trimestral estratégica As « hot-news » : Os contratos mais importantes Os maiores investimentos As reclamações mais importantes Mobilidade no quadro Sistemas de Produção Enxuta
  • 27. Como conduzir uma reunião com o Management Cockpit ? ETAPA 1 - 2ª Parte - 15 minutos O C.O. apresenta cada um dos indicadores em vermelho (iluminado) O responsável pelo indicador apresenta as ações previstas para resolver o problema (« facts & figures; no cries » Sistemas de Produção Enxuta
  • 28. Como conduzir uma reunião com o Management Cockpit ? ETAPA 2 – 60 minutos Análise dos « prós » e « contras » e decisões (parede branca) Ninguém deve levar a sua própria apresentação pessoal Sistemas de Produção Enxuta
  • 29. CASE SAP Exemplo de sala para Management Cockpit Sistemas de Produção Enxuta
  • 30. CASE Citibank Exemplo de sala para Management Cockpit Sistemas de Produção Enxuta
  • 31. CASE BASF Exemplo de sala para Management Cockpit Sistemas de Produção Enxuta