Planejamento 2013 - Avaliação Diagnóstica Língua Portuguesa - EM
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Curtiu isso? Compartilhe com sua rede

Compartilhar

Planejamento 2013 - Avaliação Diagnóstica Língua Portuguesa - EM

  • 19,769 visualizações
Carregado em

Apresentação sobre a utilização dos resultados de Língua Portuguesa da Avaliação em Processo no Planejamento 2013 - OT Planejamento, Diretoria de Ensino Leste 4, 15/02/2013.

Apresentação sobre a utilização dos resultados de Língua Portuguesa da Avaliação em Processo no Planejamento 2013 - OT Planejamento, Diretoria de Ensino Leste 4, 15/02/2013.

Mais em: Educação
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Seja o primeiro a comentar
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
19,769
No Slideshare
19,769
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0

Ações

Compartilhamentos
Downloads
95
Comentários
0
Curtidas
2

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. AVALIAÇÃO EM PROCESSO Ensino Médio Língua Portuguesa PCNP responsável: Tânia Nunes Diretoria de Ensino Leste 4
  • 2. Avaliação em Processo Em 2012 a abrangência da avaliação contemplou quatroanos/ séries distintos/as: o 6° e 7° do Ensino Fundamental (Ciclo II)e a 1ª e 2ª do Ensino Médio. Já em 2013, sua versão prevê a aplicação da avaliação atodas as séries do Ensino fundamental e Médio com o mesmoobjetivo de diagnosticar, por meio de instrumento padronizado, osaspectos da aprendizagem dos alunos que necessitam deatenção imediata. Esta avaliação tem por objetivo subsidiar a escola e osdocentes, com orientações para elaboração de pautas conjuntas,que resultem em planos de trabalho para os processos derecuperação da aprendizagem, não apenas nas disciplinas deLíngua Portuguesa e Matemática, mas em todas as disciplinas docurrículo..
  • 3. Avaliação de Produção Textual Todas as séries farão a avaliação diagnóstica e tambémuma produção textual, atribuída na seguinte conformidade: 5ª série/6º ano – Gênero Conto 6ª série/7º ano – Gênero Narrativa de Aventura 7ª série/8º ano – Gênero Notícia 8ª série/9º ano – Gênero Receita Ensino Médio - Gênero Artigo de opinião Como nos anos anteriores, as escolas também receberãoo caderno de orientações ao professor , com sugestões deanálise da produção escrita e possíveis encaminhamentospedagógicos, para melhora da produção de texto realizadapelos alunos.
  • 4. Itens da AvaliaçãoForam elaborados itens inéditos eoutros adaptados/retirados de:a) avaliações externas – SARESP, ENEM, Prova Brasil;b) material das provas da Avaliação em Processo de 2011 e 2012:
  • 5. Habilidades Foram considerados conteúdos e habilidades pautados no(a): - Currículo Oficial do Estado de São Paulo; - Caderno do Professor: Língua Portuguesa; - Matriz de Referência para a Avaliação; - SARESP; - Prova Brasil; - ENEM.
  • 6. Grade de habilidades
  • 7. Gabarito - Avaliação em Processo Apresentação :  15 questões objetivas compostas por quatro alternativas e uma produção textual todas as séries/anos do Ensino Fundamental e Ensino Médio ;  A alternativa indicada pelo aluno, dirá em que nível ele se encontra, quanto a aquisição das competências e habilidades avaliadas.
  • 8. Tabulação dos dados das séries
  • 9. Tabulação dos dados da escola Identificação das questões com menor índice de acerto
  • 10. Exemplo de uma amostragem de alunos do 1º Ano EM  Total : 124 alunosApenas 36 alunos acertaram a questão de um total de 124 alunos.Este total corresponde 30% dos alunos avaliados com domínio dahabilidade solicitada na questão. Portanto, 70% dos alunos queainda não possuem ou não desenvolveram esta habilidade.
  • 11. Análise da questão 8º série/9º ano
  • 12.  Questão 15 A leitura do texto nos permite dizer que a ironia está presente na seguinte frase: (A) “Nós raramente temos guerras”. (B) “Quando mata uma porção, ganha medalha. Torna-se herói”. (C) “Nunca vi bicho mais feroz do que o homem”. (D) “É muito mais nobre”.
  • 13. Análise da questão Comentários e recomendações pedagógicas  Para chegar à resposta correta, alternativa B, o aluno teria de reconhecer o mecanismo utilizado para a construção da ironia que está explicitada por meio dos termos “matar” e “tornar-se herói”, que relacionam heroísmo à matança de muitas pessoas. A ironia está nesta relação que traz a ideia de que em uma guerra o indivíduo que mata muitas pessoas é um herói e ganha medalhas. Trata-se de uma questão ética a ser discutida em sala de aula.  Os alunos que assinalaram as alternativas A, C e D podem não ter compreendido o enunciado da questão ou podem não saber o significado da palavra ironia.
  • 14. Recomendações Pedagógicas em LínguaPortuguesa para análise das Avaliações Diagnósticas
  • 15. Recomendação de análise da AvaliaçãoSugerimos ao professor atenção quanto à :Oralidade clareza na exposição das ideias argumentação coerente adequação da fala as diferentes situações de comunicaçãoLeitura: Compreensão do que foi lido Capacidade de expressar-se sobre o que leu; Reconhecimento e diferenciação dos diversos gêneros textuais já estudados, ainda que em diferentes suportes sejam eles impressos ou digitais
  • 16. Recomendação de análise da Produção EscritaProdução Escrita: Verifique a forma de registro doaluno(escolha lexical, uso aleatório depalavras, agrupamentos de letras,segmentação excessiva de palavras, trocasde letras, uso de sinais gráficos (garatujas) oudesenhos; marcas de oralidade utilização das convenções da escrita, ouseja, de maiúsculas e minúsculas, da corretaortografia e acentuação; utilização de hífens,aspas, travessões , paragrafia, etc
  • 17. Exemplo:
  • 18. Reflexões sobre o texto do aluno A avaliação da produção textual do aluno não pode ser em apenas em função de regras não cumpridas e erros ortográficos, mas deve ser em função das estratégias usadas ou não usadas para o desenvolvimento da capacidade de produção textual. A gramática faz parte dessas estratégias que criam determinados efeitos de sentido no leitor. Trabalhar com os sentidos das escolhas das palavras de um texto e com a forma como elas serão apresentadas afetarão diretamente a maneira como leitor compreenderá o texto; A reescrita do texto é necessária e a leitura do outro são processos essenciais para o ensino da gramática e melhoria da qualidade do texto escrito, uma vez que possibilita ao aluno planejar os efeitos de sentido pretendidos na sua produção escrita.
  • 19. Sugestão de análise dos dados obtidos na Avaliação Diagnóstica de LP Tabule os dados para ajudar a definir as dificuldades mais encontradas, quem errou, por quê, como, as ideias apresentadas sobre o assunto, quais os equívocos mais comuns; Construa sua própria grade de habilidades (séries/série), com maior defasagem em Língua Portuguesa, que foram apresentadas pela avaliação diagnóstica ;
  • 20. Sugestão de análise das Competências e Habilidades Elabore em conjunto com os professores planos de intervenção, para recuperação das habilidades com menor índice de acerto, apresentada pela avaliação diagnóstica; Os planos devem considerar metodologias e estratégias que sejam coerentes com o objetivo pedagógico e que permitam avaliar e checar a qualidade e a eficácia do próprio trabalho do professor;
  • 21. Sugestão de trabalho na escola Ao elaborar os planos de intervenção, os professores devem selecionar e priorizar o tipo de atividade mais pertinentes a cada turma, quais os recursos materiais mais interessantes e necessários às suas aulas e também o tempo necessário para desenvolver o trabalho e principalmente refletir sobre o foco das avaliações internas e externas.
  • 22. Referências Bibliográficas Currículo do Estado de São Paulo: Linguagens, códigos e suas tecnologias/Secretaria da Educação: coordenação geral, Maria Inês Fini; coordenação de área, Alice Vieira. – São Paulo: SEE 2010 http://revistaescola.abril.com.br/planejamento-e- avaliacao/avaliacao/11-respostas-questoes-mais-comuns- recuperacao-594467.shtml?page=10 , acessado em 13 de fevereiro de 2013 Matrizes de Referência para a Avaliação Saresp:documento básico/Secretaria da Educação; coordenação geral, Maria Inês Fini.- São Paulo:SEE, 2009
  • 23. Obrigada a todos! Tannunes@ig.com.br delt4npe@see.sp.gov.br 2741-2627 ramal 21