SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Histórias em Quadrinhos 
(HQ’s)
• As histórias em quadrinhos são consideradas 
textos literários de entretenimento. Esse 
gênero textual é utilizado para contar histórias 
com a ajuda de imagens, o que facilita a 
compreensão do leitor. Em geral, apresentam 
uma linguagem mista, ou seja, é formado de 
uma seqüência de imagens verbais e não-verbais 
combinadas, ou apenas de imagens 
visuais.
CARACTERÍSTICAS DAS HISTÓRIAS EM 
QUADRINHOS 
• Apresentam os elementos básicos de uma 
narrativa – enredo, personagens, tempo, lugar 
e desfecho; 
• Os balões de formas e tipos variados servem 
de suporte para os diálogos dos personagens 
ou para que eles mostrem suas ideias;
• O emprego de recursos expressivos como 
onomatopeias, letras de tipos diferentes e 
sinais de pontuação é frequente nas histórias 
em quadrinhos; 
• Os balões devem ser entendidos como 
representação de fala ou pensamentos de um 
determinado personagem nos quadrinhos.
Balão Fala: para mostrar o que um personagem está 
falando. Possui o formato oval e um rabicho indicando 
onde está saindo o som. Por isto, o rabicho geralmente 
fica posicionado próximo à boca do personagem. 
Quando há mais de uma pessoa falando, a 
mesma coisa e ao mesmo tempo, o balão fica 
com mais de um rabicho.
Balão grito: quando um personagem está 
gritando, o balão deixa de ter um formato oval e 
passa a ter várias pontas de diversos tamanhos. 
Balão pensamento: este balão é um dos poucos 
balões que não mostram o que o personagem está 
falando. Tal balão tem o formato de nuvens e é 
utilizado apenas para mostrar os pensamentos dos 
personagens.
Balão narrador: este balão não possui rabichos e por isto não é 
associado a nenhum personagem específico. Ele é utilizado para 
fornecer dados extras à história, como onde e quando a história se 
passa. Ainda, pode conter os trechos que seriam específicos do 
narrador na história, por isto o seu nome balão narrador.
ONOMATOPEIA
EXERCÍCIO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
pnaicdertsis
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
SHEILA MONTEIRO
 
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
jpsales
 

Mais procurados (20)

Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Oficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º anoOficina de descritores português 9º ano
Oficina de descritores português 9º ano
 
Humor e ironia
Humor e ironiaHumor e ironia
Humor e ironia
 
Literatura de cordel
Literatura de cordelLiteratura de cordel
Literatura de cordel
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
 
O que é literatura de cordel
O que é literatura de cordelO que é literatura de cordel
O que é literatura de cordel
 
Descritores spaece - língua portuguesa
Descritores   spaece - língua portuguesaDescritores   spaece - língua portuguesa
Descritores spaece - língua portuguesa
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Folclore Brasileiro
Folclore BrasileiroFolclore Brasileiro
Folclore Brasileiro
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Poema 6º ano
Poema 6º anoPoema 6º ano
Poema 6º ano
 
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de marçoPlano de aula 6ª série   7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
Plano de aula 6ª série 7º ano -ensino fundamental 1ª semana de março
 
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
Histórias em quadrinhos (conteúdo mais completo)
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 

Semelhante a Gênero Textual: histórias em quadrinhos

Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balõesRecursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
Mary S Dias
 
Recursos dos quadrinhos – balões
Recursos dos quadrinhos – balõesRecursos dos quadrinhos – balões
Recursos dos quadrinhos – balões
fabiosuzano36
 
Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balõesRecursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
Nadya Gomes
 

Semelhante a Gênero Textual: histórias em quadrinhos (20)

Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balõesRecursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
 
Quadrinhos
QuadrinhosQuadrinhos
Quadrinhos
 
Quadrinhos
Quadrinhos Quadrinhos
Quadrinhos
 
Recursos dos quadrinhos – balões
Recursos dos quadrinhos – balõesRecursos dos quadrinhos – balões
Recursos dos quadrinhos – balões
 
Cbhq aula04.pptx
Cbhq aula04.pptxCbhq aula04.pptx
Cbhq aula04.pptx
 
Banda desenhada para gente júnior
Banda desenhada para gente júniorBanda desenhada para gente júnior
Banda desenhada para gente júnior
 
bd.ppt
bd.pptbd.ppt
bd.ppt
 
Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balõesRecursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
 
BANDA DESENHADA
BANDA DESENHADABANDA DESENHADA
BANDA DESENHADA
 
Projeto HQs
Projeto HQsProjeto HQs
Projeto HQs
 
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
 
A Banda Desenhada
A Banda DesenhadaA Banda Desenhada
A Banda Desenhada
 
A Banda Desenhada
A Banda DesenhadaA Banda Desenhada
A Banda Desenhada
 
História em Quadrinhos
História em QuadrinhosHistória em Quadrinhos
História em Quadrinhos
 
Banda desenhada
Banda desenhadaBanda desenhada
Banda desenhada
 
Projeto h qs ( senac)
Projeto h qs ( senac)Projeto h qs ( senac)
Projeto h qs ( senac)
 
Recursos dos quadrinhos
Recursos dos quadrinhos  Recursos dos quadrinhos
Recursos dos quadrinhos
 
Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balões Recursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
 
A banda desenhada
A banda desenhadaA banda desenhada
A banda desenhada
 
Banda Desenhada
Banda Desenhada Banda Desenhada
Banda Desenhada
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 

Gênero Textual: histórias em quadrinhos

  • 2. • As histórias em quadrinhos são consideradas textos literários de entretenimento. Esse gênero textual é utilizado para contar histórias com a ajuda de imagens, o que facilita a compreensão do leitor. Em geral, apresentam uma linguagem mista, ou seja, é formado de uma seqüência de imagens verbais e não-verbais combinadas, ou apenas de imagens visuais.
  • 3.
  • 4.
  • 5. CARACTERÍSTICAS DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS • Apresentam os elementos básicos de uma narrativa – enredo, personagens, tempo, lugar e desfecho; • Os balões de formas e tipos variados servem de suporte para os diálogos dos personagens ou para que eles mostrem suas ideias;
  • 6. • O emprego de recursos expressivos como onomatopeias, letras de tipos diferentes e sinais de pontuação é frequente nas histórias em quadrinhos; • Os balões devem ser entendidos como representação de fala ou pensamentos de um determinado personagem nos quadrinhos.
  • 7. Balão Fala: para mostrar o que um personagem está falando. Possui o formato oval e um rabicho indicando onde está saindo o som. Por isto, o rabicho geralmente fica posicionado próximo à boca do personagem. Quando há mais de uma pessoa falando, a mesma coisa e ao mesmo tempo, o balão fica com mais de um rabicho.
  • 8. Balão grito: quando um personagem está gritando, o balão deixa de ter um formato oval e passa a ter várias pontas de diversos tamanhos. Balão pensamento: este balão é um dos poucos balões que não mostram o que o personagem está falando. Tal balão tem o formato de nuvens e é utilizado apenas para mostrar os pensamentos dos personagens.
  • 9. Balão narrador: este balão não possui rabichos e por isto não é associado a nenhum personagem específico. Ele é utilizado para fornecer dados extras à história, como onde e quando a história se passa. Ainda, pode conter os trechos que seriam específicos do narrador na história, por isto o seu nome balão narrador.
  • 10.
  • 12.