Positivismo
O positivismo defende a ideia de que o
conhecimento científico é a única
forma de conhecimento verdadeiro.
De acordo com o...
Os positivistas não consideram os
conhecimentos ligados às crenças,
superstição ou qualquer outro que não
possa ser compro...
Comte
Comte nega que a explicação dos
fenômenos naturais, assim como
sociais, provenha de um só princípio.
A visão positiva dos ...
Adotando os critérios histórico e
sistemático, outras ciências abstratas
antes da Sociologia, segundo Comte,
atingiram a p...
Pode-se dizer que o conhecimento
positivo busca "ver para prever, a fim
de prover" ou seja: conhecer a
realidade para sabe...
Frases de Comte
Muito mais do que o interesse é o
orgulho que nos divide;
Os céus proclamam a glória de Kepler
e Newton;
C...
Só os bons sentimentos podem vir
juntos, os juros nunca forjou uma
ligação duradoura. Viver para os
outros é não somente u...
Os três estados de Comte
1. Estado Teológico: o ser humano
explica a realidade apelando para
entidades sobrenaturais, busc...
2. Estado Metafísico: o meio termo
entre teologia e positividade; passa-se
a pesquisar diretamente a realidade,
ainda com ...
3. Estado Positivo: etapa definitiva;
não busca mais o ‘porque’ das coisas,
mas sim o ‘como’, através da
descoberta e do e...
Mach
Mach esquematiza o escopo e plano de
sua obra da seguinte maneira:
a) expor os métodos da investigação
científica;
b) trat...
c) estabelecer que, com grande
probabilidade, todos os fenômenos
físicos são determinados pelo
equilíbrio e pelo movimento...
Esses quatro pontos são tratados do seguinte
modo:
a) A ciência busca, por um lado, encontrar o
maior número de leis e, po...
b) “Matéria” é definida como tudo que
ocupa um espaço, ao passo que “corpo” é
uma parte da matéria que tem as
propriedades...
c) “Todos os fenômenos podem ser
reportados a uma única explicação”.
“Toda a física nada mais é do que
mecânica aplicada. ...
d) As leis mecânicas são também
válidas para os fenômenos orgânicos.
Ideias de Mach:
Para nós, portanto, o mundo não consiste em
entidades misteriosas, as quais, por sua
interação com outra e...
As formas de pensamento mais adequadas
devem ser criadas dentro da pesquisa e pela
própria pesquisa, como acontece em toda...
A ciência sempre tem sua origem na
adaptação do pensamento a algum
campo definido da experiência.
Tudo o que nos importa é a descoberta de
relações funcionais, e o que queremos
conhecer é meramente a dependência das
expe...
Por mais estranho que possa soar, o
poder da matemática reside na sua
evasão de todo pensamento
desnecessário e na sua mar...
A filosofia positiva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

filoaulapositivismo

290 visualizações

Publicada em

positivismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

filoaulapositivismo

  1. 1. Positivismo
  2. 2. O positivismo defende a ideia de que o conhecimento científico é a única forma de conhecimento verdadeiro. De acordo com os positivistas somente pode-se afirmar que uma teoria é correta se ela foi comprovada através de métodos científicos válidos.
  3. 3. Os positivistas não consideram os conhecimentos ligados às crenças, superstição ou qualquer outro que não possa ser comprovado cientificamente. Para eles, o progresso da humanidade depende exclusivamente dos avanços científicos.
  4. 4. Comte
  5. 5. Comte nega que a explicação dos fenômenos naturais, assim como sociais, provenha de um só princípio. A visão positiva dos fatos abandona a consideração das causas dos fenômenos (Deus ou natureza) e pesquisa suas leis, vistas como relações abstratas e constantes entre fenômenos observáveis.
  6. 6. Adotando os critérios histórico e sistemático, outras ciências abstratas antes da Sociologia, segundo Comte, atingiram a positividade: a Matemática, a Astronomia, a Física, a Química e a Biologia. Comte usaria a observação, a experimentação, da comparação e a classificação como métodos.
  7. 7. Pode-se dizer que o conhecimento positivo busca "ver para prever, a fim de prover" ou seja: conhecer a realidade para saber o que acontecerá a partir de nossas ações, para que o ser humano possa melhorar sua realidade. Dessa forma, a previsão científica caracteriza o pensamento positivo.
  8. 8. Frases de Comte Muito mais do que o interesse é o orgulho que nos divide; Os céus proclamam a glória de Kepler e Newton; Conhecimento é poder;
  9. 9. Só os bons sentimentos podem vir juntos, os juros nunca forjou uma ligação duradoura. Viver para os outros é não somente um ato de dever, mas também um ato de felicidade.
  10. 10. Os três estados de Comte 1. Estado Teológico: o ser humano explica a realidade apelando para entidades sobrenaturais, buscando responder a questões como ‘de onde viemos’ e ‘para onde vamos’, além de buscar o absoluto.
  11. 11. 2. Estado Metafísico: o meio termo entre teologia e positividade; passa-se a pesquisar diretamente a realidade, ainda com presença do sobrenatural. O que caracteriza o estado metafísico são as abstrações personificadas, de caráter ainda absoluto.
  12. 12. 3. Estado Positivo: etapa definitiva; não busca mais o ‘porque’ das coisas, mas sim o ‘como’, através da descoberta e do estudo das leis naturais. A imaginação subordina-se à observação e busca-se apenas pelo observável concreto.
  13. 13. Mach
  14. 14. Mach esquematiza o escopo e plano de sua obra da seguinte maneira: a) expor os métodos da investigação científica; b) tratar os princípios mais gerais da física moderna, por assim dizer, a conclusão “filosófica da física”;
  15. 15. c) estabelecer que, com grande probabilidade, todos os fenômenos físicos são determinados pelo equilíbrio e pelo movimento dos átomos e moléculas; d) examinar as aplicações mais imediatas da teoria mecânica no organismo vivo.
  16. 16. Esses quatro pontos são tratados do seguinte modo: a) A ciência busca, por um lado, encontrar o maior número de leis e, por outro, reduzi-las a leis e princípios simples (como as três leis de Newton). A primeira parte se dá pelo método indutivo, ou da observação, e o segundo pelo método de redução e dedução.
  17. 17. b) “Matéria” é definida como tudo que ocupa um espaço, ao passo que “corpo” é uma parte da matéria que tem as propriedades essenciais de impenetrabilidade e inércia, e as propriedades acidentais de extensão, divisibilidade, porosidade e peso.
  18. 18. c) “Todos os fenômenos podem ser reportados a uma única explicação”. “Toda a física nada mais é do que mecânica aplicada. A plena realização desta aplicação é confiada ao futuro”.
  19. 19. d) As leis mecânicas são também válidas para os fenômenos orgânicos.
  20. 20. Ideias de Mach: Para nós, portanto, o mundo não consiste em entidades misteriosas, as quais, por sua interação com outra entidade igualmente misteriosa, o Eu, produziriam sensações, as quais seriam (e apenas elas) acessíveis. Para nós, as cores, sons, espaços, tempos, etc, são provisoriamente os elementos finais, cuja conexão dada nos cabe investigar.
  21. 21. As formas de pensamento mais adequadas devem ser criadas dentro da pesquisa e pela própria pesquisa, como acontece em todas as ciências particulares. Em vez dos modos tradicionais e instintivos de pensar, deve-se colocar uma visão mais livre e inédita, que se adapta à experiência que se desdobra, e que vai além dos requisitos da vida prática.
  22. 22. A ciência sempre tem sua origem na adaptação do pensamento a algum campo definido da experiência.
  23. 23. Tudo o que nos importa é a descoberta de relações funcionais, e o que queremos conhecer é meramente a dependência das experiências umas com as outras. Torna-se óbvio, então, que a referência a variáveis fundamentais desconhecidas, que não são dadas (as “coisas-em-si”) é puramente fictícia e supérflua.
  24. 24. Por mais estranho que possa soar, o poder da matemática reside na sua evasão de todo pensamento desnecessário e na sua maravilhosa falta de operações mentais.
  25. 25. A filosofia positiva

×