Teoria e Prática Científica - Helena Assumpção

1.096 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.096
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria e Prática Científica - Helena Assumpção

  1. 1. Teoria e PráticaCientífica<br />UFSCar - Universidade Federal e São Carlos<br />CECH – Centro de Estudos em Ciências Humanas<br />Curso de Biblioteconomia e Ciência da informação<br />Disciplina Introdução a Pesquisa Científica (Turma 11)<br />Professora Doutora Luciana Gracioso<br />Helena Campos Assumpção RA 405337<br />
  2. 2. Para mostrar a comparação entre ciência e método científico, é necessário estudar as características de cada um.<br />Características da Ciência:<br /><ul><li>Surgiu na modernidade, divulgando uma ruptura crítica com o modo metafísico de pensar;
  3. 3. Fundamenta-se em pressupostos filosóficos;
  4. 4. Adota práticas metodológicas e procedimentos técnicos, capazes de certificar os resultados obtidos através da manifestação da natureza;
  5. 5. Baseia-se em fundamentos epistemológicos;</li></li></ul><li>A ciência trabalha com raciocínios dedutivos e indutivos. Quando discute das leis às teorias ou destas aos fatos, está trabalhando com dedução; quando trata-se de hipótese e vai dos fatos às leis, trabalha com indução. Na dedução a conclusão apenas explicita o que já havia sido dito anteriormente. Já na indução, a conclusão enuncia algo que supera a informação contida na premissa.<br />
  6. 6. Figura 1: A espial dapráxis<br />Fonte: http://br.monografias.com/trabalhos3/pratica-pedagogica-dos/pratica-pedagogica-dos6.shtml<br />
  7. 7. O MÉTODO COMO CAMINHO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO<br />A ciência é baseadanateoria e naprática. Para um procedimento ser completo é necessárioter um fundamentoespitemológico, quesustenta e explica a metodologia, e precisatestar as técnicasemexperimentos.<br />
  8. 8. O método científico é usado pela ciência para diferenciá-la do senso comum. Este é um conjunto de procedimentos lógicos e de técnicas operacionais. <br /><ul><li>Etapas do métodocientífico:
  9. 9. Observaçãodos fatos;
  10. 10. Formulaçãode hipóteses;
  11. 11. Vefiricaçãoexperimental;
  12. 12. Lei: caso a hipótese seja confirmada; </li></li></ul><li><ul><li>O método científico é composto por dois momentos:
  13. 13. Momento experimental: fase indutiva.</li></ul>É o processo de generalização, ou seja, através de alguns fatos observados, conclui-se que o resultado se aplica a todos os fatos semelhantes.<br />Ex: Se alguns homens morreram, conclui-se que os homens são mortais.<br />
  14. 14. <ul><li>Momento matemático: fase dedutiva</li></ul>É um processo lógico, isto é, através de um fato generalizado, podemos concluir que ocorrerá o mesmo em um caso particular.<br />EX: Se todos os homens são mortais, concluímos que um determinado homem morrerá.<br />
  15. 15. MétodoMatemático- FaseDedutiva<br />Método Experimental- FaseIndutiva<br />F1<br />F2<br />Ha<br />L1<br />F3<br />Ha<br />T1<br />F4<br />Hb<br />L2<br />F5<br />F6<br />Hu<br />Su<br />F7<br />L3<br />F8<br />Hc<br />F9<br />Hb<br />T2<br />F10<br />L4<br />F11<br />Hd<br />F12<br />Legendas:<br />F: Fatos; H: Hipótesesgerais; L: Leis; H: Hipóteses + gerais; T: Teorias; <br />Hu:Hipótese Universal; Su: Sistema Universal<br />
  16. 16.  <br />OS FUNDAMENTOS TEÓRICOS-METODOLÓGICOS DA CIÊNCIA<br />A produção de conhecimentos científicos e a aplicação do método experimental, possibilitou o surgimento do sistema das Ciências da Natureza. Esse sistema pressupõe-se de fundamentos filosóficos, referente ao estudo da natureza e ao estudo epistemológico. Para que o resultado obtido pela ciência tenha coerência, é preciso conhecer algumas verdades universais, isto é, ser baseado em alguns pressupostos. <br />
  17. 17. A filosofia moderna determinou o paradigma epistemológico (no caso da ciência da natureza, é a física clássica de Newton) com os pressupostos das ciências naturais como “positivismo”. O positivismo é um ato em que o sujeito observa os fatos e coloca seus conhecimentos a respeito do mundo.<br />
  18. 18. Figura 2: Isaac Newton<br />Fonte: http://malucoporfsica.blogspot.com/2011/03/isaac-newton.html<br />
  19. 19. A ciência antiga era baseada no modo metafísico, este era fundado na crença de que era possível à razão humana chegar à essência das coisas. Já a ciência moderna questionou essa capacidade e concluiu que só podemos conhecer realmente os fenômenos, nunca as essências.<br />A ciência é ao mesmo tempo um saber teórico (explica o real) e um poder prático (examina o real pela técnica).<br />
  20. 20. Algumas características da ciência:<br /><ul><li>Estabelece relações de causa e efeito;
  21. 21. Tem como pressuposto que os fenômenos seguem as mesmas leis;
  22. 22. Institui uma relação funcional quantitativa;</li></li></ul><li>A FORMAÇÃO DAS CIÊNCIAS HUMANOS E OS NOVOS PARADIGMAS EPISTEMOLÓGICOS<br />A medida que foram feitos os estudos, os pesquisadores concluíram que não prevalecia apenas o paradigma epistemológico, no caso dos humanos outros paradigmas poderiam ser utilizados. Dando surgimento ao pluralismo epistemológico. <br />
  23. 23. NovosParadigmas:<br />Funcionalismo: acredita que a sociedade humana e a cultura são um organismo, que funciona para atender às necessidades do conjunto, ou seja, tem uma função determinada.<br />Estruturalismo:crê que todo sistema constitui um jogo de oposições, de presenças e ausências, formando uma estrutura e gerando uma interdependência entre as partes, ou seja, uma alteração feita em um elemento reflete nos outros elementos.<br />
  24. 24. Fenomenologia:parte da pressuposição de que todo conhecimento fatual (aquele das ciências positivas) funda-se num conhecimento originário de natureza intuitiva.<br />Hermenêutica:Propõe que todo conhecimento é uma interpretação que o sujeito faz a partir das expressões simbólicas.<br />
  25. 25. Arqueogenealogia:trata-se de recuperar outras dimensões da vivência humana, como sentimento, a paixão, a vitalidade, as energias instintivas.<br />Dialética:é baseado em alguns pressupostos relacionados à condição humana e às condutas dos homens:<br /><ul><li>Totalidade: pressupõe sua articulação como um todo.
  26. 26. Historicidade: cada momento é articulação de um processo histórico mais abrangente.</li></li></ul><li><ul><li>Complexidade: um fluxo permanente de transformações.
  27. 27. Dialeticidade: o desenvolvimento histórico não é uma evolução linear, a história é sempre um processo complexo em que as partes estão articuladas entre si.
  28. 28. Praxidade: os acontecimentos estão articulados entre si.
  29. 29. Cientificidade: toda explicação científica necessita de uma explicação que explica a regularidade fos fatos causais.
  30. 30. Concreticidade: </li></li></ul><li>MODALIDADES E METODOLOGIAS DE PESQUISA CIENTÍFICA<br />A ciência compõe-se aplicando técnicas, seguindo um método e apoiando-se em fundamentos epistemológicos.<br />Além da possível divisão entre Ciências Naturais e Ciências Humanas, ocorrem diferenças significativas quando praticadas pesquisas cientificas. Estas diferenças acontecem em virtude da variedade dos aspectos epistemológicos.<br />
  31. 31. Por isso, diversos são os modos de pesquisas que se podem praticar, o que implica na consistência epistemológica, metodológica, e técnica, acarretando um desenvolvimento apropriado.<br />
  32. 32. Referência:<br />SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho cientifico. 22 ed. São Paulo: Cortez, 1989. 238 p.<br />

×