Alentejo

397 visualizações

Publicada em

otet

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
397
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alentejo

  1. 1. 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CARVALHOS Formando: Bruno Oliveira Formadora: Ester Noémia Turma 11 F N 12 Disciplina otet Março de 2015
  2. 2. 2 Introdução Com este trabalho fiquei a saber que região que escolhi tem um enorme potencial para o turismo
  3. 3. 3 Alentejo O Alentejo é uma região do centro-sulPortugal. Compreende integralmente os distritos de Portalegre, Évora e Beja, e a metade suldo distrito de Setúbal e parte do distrito de Santarém, sendo assima maior região de Portugal. Limita a norte com a Região do Centro, a este com a Espanha, a sulcom a Região do Algarvee a oeste com a Região de Lisboa e também com o Oceano Atlântico. Tem uma área de 31 551,2 km²(33% do continente) e 757 190 habitantes (censos2011)1(7,6%doContinente,7,2%dePortugal).Compreendeuma das NUTS 2 de Portugal. Distritos do Alentejo Évora – Beja – Portalegre Concelhos do distrito de Évora Alandroal Arraiolos Borba
  4. 4. 4 Estremoz Évora Montemor-o-Novo Mourão Portel Redondo Reguengosde Monsaraz VendasNovas Viana do Alentejo Vila Viçosa Concelhos do distrito de Portalegre Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Castelode Vide, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Marvão, Monforte, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre, Sousel.
  5. 5. 5 Concelhos do distrito de beja Aljustrel, Almodôvar, Alvito, Barrancos, Beja, Castro Verde, Cuba, Ferreirado Alentejo, Mértola, Moura, Odemira, Ourique, Serpa, Vidigueira. Elvas VilaFernando VilaBoim Terrugem
  6. 6. 6 São Vicente e Ventosa São Brás e São Lourenço Santa Eulália Barbacena Sines Água Branca Arneiro Bemposta Bico da Daroeira Boa Vistado Vale Travessinho Boavista do Palrão Cabeça de Cabra Candeeiras Almeirim Aboborais Almeirim(Cidade) Almerim Alvarengas ArneiroAlto Arneiroda Volta Beira Nova
  7. 7. 7 Beira Velha Benficado Ribatejo Besteirosde Cima Biscais Cadete do Frade Caetanos Rio Maior Arruda dos Pisões Asseiceira Assentiz Azambujeira Azinheira Bairro do Vale Falante Barbines Bastidas Boiças Cabeça Gorda Cartaxo Quinta do Sales Quinta do Sampaio de Cima Quinta dos Chavões Quinta do Sisudo Valada Vale da Pedra Vale da Pinta VilaChã de Ourique
  8. 8. 8 Vendas novas Ajuda Atalaia Besteiros Santo António Sesmaria da Ameira Vale de Boi Vale de Caniços Vale do Gato VendasNovas (Cidade) Viveiro Montemor-o-Novo Cabrela Ciborro Cortiçadas de Lavre e Lavre Foros de Vale de Figueira Nossa Senhora da Vila, Nossa Senhora do Bispoe Silveiras Santiago do Escoural São Cristóvão
  9. 9. 9 Ponte de Sôr TRAMAGA VALE DE AÇOR LONGOMEL FOROS DE ARRÃO GALVEIAS Montargil Estremoz Abadia Agostinho Água Santa Álamo Albaroa Aldeiada Sé Aldeiade Cima Aldeiade Mourinhos Aldeiade Sande
  10. 10. 10 Alcácer do Sal Abul Água Clara Água das Ramadas Albergaria Alberge Alcácer do Sal (Cidade) Aldeiade Rio de Moinhos Aldeiade São Romão Alfebre doMato Alfebrinho Algarvios Alvarengas Moura Afonseanes Aleixos Altas Moras Amareleja Amendoeira Bacilo Barracão do Mel Barranco das Choças Alandroal
  11. 11. 11 Alandroal (Vila) Aldeia Aldeiade Faleiros Aldeiade Ferreira Arrife Arrife de Baixo Arrife de Cima Atalaia Azenhados Palheiros Azinhal Baldio Barranca de Baixo Aldeiasde Montoito Candieirinha Capitoas Almarjinho Alqueva Amieira Amoreira Asseiceira Azeites Cabrita Caldeirão
  12. 12. 12 Borba Alamo Alcraviça Aldeiade Fidalgo Aldeiados Grilos AldeiaLacerda AldeiaNova Alfaval Azenhas Barro Branco Bispa Boavista Borba (Vila) Monte Novo da Nave Monte Novo do Jardim Odemira Abaixa Abegão Abelheira Abelheirinna Abetónicas Fonte Ferrosa Fontelhinha Fontelinha
  13. 13. 13 Fontenais Fonte Rosada Fontinha Medronhal de Baixo Medronhal de Cima Moita Distrito Portalegre Concelho Campo Maior Historia Certamente foi uma povoação Romana, dominada por Mouros durante meio milénioe reconquistadapor cavaleiroscristãos da famíliaPérezde Badajoz em 1219, que posteriormente ofereceramaaldeia,pertencente ao concelhode Badajoz, à Igreja de Santa Maria do Castelo. Em 31 de Maio de 1255, D. AfonsoX de Leão e Castela,elevoua aldeia de Campo Maior a Vila. O Senhor da Vila,o BispoD. Frei Pedro Pérezconcedeu,em1260, o primeiroforal aos seus moradores assimcomo o seguinte brasão de armas: N. Sr.ª com um cordeiro,e a legenda"Sigillum Capituli Pacensis". Em 31 de Maio de 1297, através do Tratado de Alcanizesassinado em Castelapor D. FernandoIV, rei de Leão e Castelae D. Dinis, passa a fazer parte de Portugal, juntamente com Olivençae Ouguela. Campo Maior vai pertencersucessivamente aD. Branca, irmã de D. Dinis, em1301 ; a D. AfonsoSanches, filhoilegítimodomesmorei,em 1312; e novamente a D. Dinisem 1318.
  14. 14. 14 Monumentos campo maior Castelo de Campo Maior Erguido no alto do outeirode Santa Vitóriapara defesada raia alentejana,do alto de suas torres se divisamas vizinhasBadajoz e Elvas. Atualmente omonumento integraa Praça-forte de Campo Maior,depoisda de Elvas, a mais importante fortificação do Distrito. A primitiva ocupação humana do seusítioperde-se na pré-história.Acredita-se que foi habitada sucessivamente porpovos Celtas,Romanos e Muçulmanos,para ser reconquistada por forças cristãs do reinode Leão no séculoXIII, após 1230. O primeiroforal de Campo Maior data de 1260, outorgado peloBispode Badajoz. Capela dos ossos de Campo Maior A Capela dos Ossosé um dos mais conhecidosmonumentosde Évora, em Portugal.Está situada na Igrejade São Francisco. Foi construída no séculoXVII por iniciativade três monges que,dentro do espíritoda altura (contra-reformareligiosa,de acordo com as normativas do Concíliode Trento), pretendeutransmitira mensagemda transitoriedade da vida, tal como se depreende docélebre avisoà entrada: "Nósossos que aqui estamos pelosvossos Igreja Matriz de Campo Maior A Matriz da vilaalentejanade Campo Maior foi erguidano ano de 1570 pela vontade do seu povo, vindosomente a ser consagrada em 1646, tendopor titular N. Sra. da Expectação. É uma obra sóbria e harmoniosa da arquitetura maneiristaportuguesa, tendosofridoobras de restauro e remodelaçãoem épocassubsequentes. Praça-forte de Campo Maior A ocupação humana do sítio elevadode Campo Maior perde-se napré-história.Acredita-se que foi habitada sucessivamente porpovos Celtas,Romanos e Muçulmanos,para ser reconquistadapor cristãos no séculoXIII. Posteriormente,orei D. João II (1481-95) ampliou-lhe asdefesas,inscrevendotodaa vila dentro das muralhas.
  15. 15. 15 Povoado Pré-Histórico de Santa Vitória(Campo Maior) Este sítioarqueológicositua-se na propriedade agrícola de vale da Preguiça,na proximidade da vila de Campo Maior. Tem um bom acesso através dum caminho alcatroado, situado à direitada E.N. 373 Campo Maior/Elvas, ao Km 10,6, que serve o depósitode água municipal construído no limite Sul da plataforma superiorda elevação,onde se desenvolve opovoado pré-histórico. Estrutura de observação elevadasobre o conjunto A área arqueológicade cerca de 1 hectare foi adquirida peloEstado Português,tendosido efectuadoo auto de cessão ao IPPAR a 28 de Outubro de 1997. Decorre o processo de classificação como imóvel de Interesse Público. Festas e romarias Festas do Povo / Festas das Flores As Festas do Povoconsistemna ornamentação das ruas de Campo Maior,maioritariamente no Centro Histórico. Para o enfeite dasruas são usadas floresde papel e outros objectosem cartão e papel,feitosartesanalmente pelapopulação. Este eventotradicional único já alcançou elevadanotoriedade,tanto a nível nacional,como internacional.Sendoestas festas são sobejamente conhecidas,também,como Festasdos Artistas ou Festasdas Flores. Romariaem Honra de NossaSenhora da Enxara Celebraçãoreligiosamuitoantiga realizadana Páscoa, altura emque a população desloca-se para a Enxara (perto da aldeiade Ouguela) para festejarestaépoca santa. É habitual as pessoaschegarem ao local na Sexta-feiraSanta, acampando e regressandoapenasno domingoou segunda-feira. Festas em Honra de Santa Maria Raya Jovem Summer Festival (Festival da Juventude)
  16. 16. 16 Tradições Lenda de Nossa Senhorada Enxara Diz a tradição que certa mulherde Campo Maior estava a lavar a roupa no rio, acompanhada por uma filhapequena.A dado passo, a criança afastou-se para brincar, e pouco tempo depoisregressoutrazendoum brinco de ouro, que disse ter-lhe sidooferecido,parabrincar, por uma senhoramuito bonita. A mãe acompanhou a criança ao local onde esta disse estar a senhora,e lá deparou com a imagemde Nossa Senhorasobre uma pedra redonda, que ainda hoje se encontra na capela. Lenda da Pedra Esta lendaliga-se a uma outra, relacionadacom a mesma santa, e que diz respeitoà pedra redonda sobre a qual está assente a imagem,dentro da capela: Diz o povo que, quando não havia água nemchovia, se realizavauma cerimónia,um ritual, em que os habitantes deitavam,por entre preces,a pedra para dentro do rio,para que Nossa Senhora fizesse chover.Tal acontecia,precedendo-se entãoaoritual inverso,que consistiaem retirar a pedra do rio, colocá-lanovamente na capela e sobre elarecolocar a imagem. Património natural Barragem do caia A Barragem do Caia tem a maior albufeirado distritode Portalegre,estendendo-sepelos concelhosde Arronches,Campo Maior e Elvas.É uma barragem mista, sendode betão na parte mais profunda do vale e de aterro na margem esquerdado rio Barragem do abrilongo A barragem de Abrilongolocaliza-se no concelhode Campo Maior, distrito de Portalegre, Portugal. Situa-se na ribeira de Abrilongo.A barragem foi projectada em 1993 e entrouem funcionamentoem2000.1 2
  17. 17. 17 Gastronomia BoleimaAlentejana Azevias Carne de Porco à Alentejana
  18. 18. 18 Açorda à Alentejana Ensopado de Borrego

×