Trabalho De Pesquisa Monsaraz Miguel Lopes

937 visualizações

Publicada em

Trabalho de pesquisa em tema livre para o 4.º ano de escolaridade no Colégio Príncipe Carlos em Lisboa

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
937
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho De Pesquisa Monsaraz Miguel Lopes

  1. 1. Miguel Lopes – 4.º Ano Colégio Príncipe Carlos Lisboa, 9 de Março de 2009
  2. 2. ÍNDICE 1. LOCALIZAÇÃO Pág. 3 2. HISTÓRIA Pág. 4 3. MONUMENTOS Pág. 5 3.1 Castelo Pág. 5 3.2 Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa Pág. 6 3.3 Paços de Audiência (Tribunal) Pág. 7 3.4 Pelourinho Pág. 7 3.5 Monumentos Megalíticos Pág. 8 4. TURISMO Pág. 9 4.1 Gastronomia Pág.10 4.2 Artesanato Pág.10 4.3 Actividades de lazer Pág.11 4.4 Festividades Pág.11 5. INFORMAÇÕES GERAIS Pág.12 6. BIBLIOGRAFIA Pág.13 2
  3. 3. 1. LOCALIZAÇÃO A vila de MONTE XAREZ ou MONTE XARAZ, ou Monsaraz como é conhecida, é uma das mais antigas povoações portuguesas, a Sul do Tejo. Fica no Alentejo, num monte erguido perto das margens do Guadiana, antigamente coberto por estevas (ou xaras). Para chegar a Monsaraz a partir de Lisboa, pode ir-se pela Ponte 25 de Abril, ou pela Ponte Vasco da Gama e depois apanha-se a auto-estrada para Évora. Em Évora, na primeira rotunda corta-se à direita e segue-se a circular até ao fim, voltando então novamente à direita seguindo o caminho para Reguengos de Monsaraz. Aqui, à saída da vila, apanha-se a estrada para Mourão, anda-se 9 Km e depois corta-se para Monsaraz. Ao fim de 6Km, chega-se a um dos mais belos, e encantados locais do nosso país, a vila de Monsaraz: uma pequena povoação medieval onde a vida parece ter parado no tempo e os dias passam tranquilos. 3
  4. 4. 2. HISTÓRIA A vila de Monsaraz, é uma das mais antigas povoações portuguesas. O grande número de monumentos pré-históricos megalíticos, confirma a sua ocupação desde tempos longínquos. Em 1167, foi conquistada aos muçulmanos por Geraldo Sem Pavor. Em 1173, Monsaraz volta novamente a cair em poder dos árabes, na sequência da derrota de D. Afonso Henriques em Badajoz. Em 1232, D. Sancho II , faz a sua conquista definitiva, com a ajuda dos Cavaleiros da Ordem do Templo, a quem doou o castelo e os seus domínios. A partir daí Monsaraz passou a ser povoado por cristãos, árabes e judeus que viviam juntos e em paz. Em 1263, já é uma importante povoação fortificada que se torna sede de concelho com a Carta de Foral passada por D. Afonso III. No reinado de D. Dinis foi reconstruída a torre de menagem. Em 1840, a sede do Concelho passou para Reguengos de Monsaraz, porque como já não havia guerras, os castelos perderam importância e também porque as terras da planície tinham solos mais férteis e tornavam mais fácil o desenvolvimento. 4
  5. 5. As muralhas e a vila de Monsaraz estão classificadas como Monumento Nacional desde 2 de Janeiro de 1946 e Reguengos de Monsaraz passou a ser cidade a 9 de Dezembro de 2004 3. MONUMENTOS 3.1 CASTELO O castelo fica no ponto mais alto e tem planta quadrangular. As muralhas são feitas de pedra de xisto e as torres ficam à volta da praça de armas, destacando-se a Torre de Menagem. A entrada na vila faz-se através de quatro portas: a Porta da Vila, a Porta de Évora, a Porta da Cisterna e a Porta da Alcoba. 5
  6. 6. 3.2 IGREJA MATRIZ DE SANTA MARIA DA LAGOA É um monumento do estilo Românico, de planta em cruz latina, com uma nave central, colunas e duas naves laterais. No seu interior está sepultado o cavaleiro templário Gomes Martins Silvestre, povoador de Monsaraz. 6
  7. 7. 3.3 PAÇOS DE AUDIÊNCIA (TRIBUNAL) Neste edifício foi descoberto um fresco (pintura mural) muito interessante porque representa o Bom e o Mau Juíz ( juíz com duas caras). 3.4 PELOURINHO Um pelourinho era o sítio onde se enforcavam ou queimavam os criminosos na Idade Média. 7
  8. 8. 3.5 MONUMENTOS MEGALÍTICOS Cromeleque do Xerez (Conjunto megalítico da Herdade do Xerez) Foi erguido entre o 4.º e o 3.º milénios a. C. Tem um menir central com 4 metros e outros 50 à volta. Teve que ser transferido do sítio onde se encontrava por causa da Barragem do Alqueva em 2004 e agora encontra- se perto do Convento da Orada, na aldeia de Telheiro, freguesia de Monsaraz. Anta do Olival da Pega Fica situada a 3 Kms de Monsaraz. As antas eram os sítios onde os povos pré-históricos enterravam os mortos. Menir da Bulhôa Fica a 4 Kms de Monsaraz, junto à estrada que liga as aldeias de Telheiro e Outeiro. Tem cerca de 4 metros de altura e tem várias gravuras esculpidas, como por exemplo um sol. Menir da Rocha dos Namorados Fica situado a 9 kms de Monsaraz, junto à aldeia de S. Pedro do Corval. É tradição as raparigas irem lá atirar pedras para saber quantos anos faltam para casar. O número de pedras que caírem é o número de anos que falta para casarem. 8
  9. 9. 4. TURISMO Passear nas ruas de Monsaraz faz-nos sentir que voltámos atrás no tempo. É uma experiência diferente que nos transmite calma. A paisagem é muito variada e actualmente é um miradouro sobre o “Grande Lago”: a Barragem do Alqueva. Mapa da Barragem do Alqueva 9
  10. 10. 4.1 GASTRONOMIA Em Monsaraz podemos provar vários pratos da gastronomia alentejana, como por exemplo: ● Açorda de peixe do rio (carpa) ● Borrego assado à alentejana ● Carne de porco à alentejana (ameijoas) ● Migas com carne de porco (pão) ● Ensopado de borrego ● Gaspacho à alentejana (sopa fria de tomate) ● Sopa da panela (carnes variadas e hortelã) E na doçaria: ● Azevias (fritos recheados com gila ou grão) ● Bolo Podre (azeite e mel) ● Sericá (leite e canela) 4.2 ARTESANATO Em Monsaraz existem várias lojas de artesanato com artigos variados, principalmente: ● Olaria (de S. Pedro do Corval) ● Mantas de lã ● Madeira ● Cortiça ● Pele 10
  11. 11. 4.3 ACTIVIDADES DE LAZER ● Passeios a cavalo (Escola de equitação) ● Passeios de barco (Empresa Capitão Tiago) ● Caça desportiva ● Pesca desportiva 4.4 FESTIVIDADES ● Ciclo Santiago (Exposições na Igreja de Santiago – todo o ano) ● Ciclo Torre (Exposições na Torre de Menagem – todo o ano) ● Monsaraz Museu Aberto (Certame Cultural de Monsaraz – Julho) ● Festas do Senhor Jesus dos Paços (Procissão e tourada – 2.º fim de semana de Setembro) ● Festas de S Sebastião (Telheiro) ● Festas de Nossa Sra da Conceição (Barrada) ● Festas de Nossa Sra do Carmo (Motrinos) ● Festas de Nossa Sra da Orada (Outeiro) ● Feira das Velharias (Monsaraz – último Domingo de cada mês) 5. INFORMAÇÕES GERAIS 11
  12. 12. ● Área total – 88,5 km2 ● População – 977 habitantes (2001) ● Densidade populacional – 11 habitantes por km2 ● Aglomerados Monsaraz (vila) Barrada Motrinos Outeiro Telheiro ● Associações Associação de Caçadores de Monsaraz Associação de Caçadores de São Gens Associação de Defesa dos Interesses de Monsaraz (ADIM) Centro Cultural do Outeiro Centro Recreativo e Cultural de Barrada Centro Recreativo e Cultural de Motrinos Centro Recreativo e Cultural de Outeiro Clube de Caçadores D. Nuno Álvares Pereira Grupo Cultural e Desportivo da Freguesia de Monsaraz ● Junta de Freguesia de Monsaraz Largo Dom Nuno Álvares Pereira, 9 7200-175 MONSARAZ (+351) 266 550 120 (+351) 266 550 121 jfmonsaraz@mail.telepac.pt ● Posto de Turismo de Monsaraz (+351) 266 557 136 6. BIBLIOGRAFIA 12
  13. 13. GONÇALVES, Victor S., “Reguengos de Monsaraz – Territórios Megalíticos” | Edição: VSG e CMRM, de 1999 “Cadernos de Cultura de Reguengos de Monsaraz” | Boletim Cultural do Município, N.º 1 – História e Património – 1997 | Edição: CMRM ESPANCA, Túlio, “Inventário Artístico de Portugal – Distrito de Évora” Edição: Academia Nacional de Belas-Artes Documentação variada existente na Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz http://pt.wikipedia.org http://www.cm-reguengos-monsaraz.pt http://www.geocaching.com http://www.monsaraz.com.pt 13

×