Trabalho freguesia arcozelo

585 visualizações

Publicada em

tiat

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
585
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho freguesia arcozelo

  1. 1. Modulo 5 Disciplina: TIAT Formandos: Carina Couto nº 13; Bruno Oliveira nº12 Formadora: Jussara Silva Ano letivo 2014 Agrupamento de Escolas de Carvalhos Curso Profissional Técnico de Turismo Arcozelo
  2. 2. * *Introdução; *Historia de Arcozelo; *Património; *Quintas; *Festa; *Feiras ou mercados; *Tradições; *Gastronomia; *Turismo; *Conclusão.
  3. 3. * * Este trabalho foi nos proposto no abito de conhecermos a Junta Freguesia de Arcozelo, os seus monumentos, as festas, Quintas , etc…
  4. 4. * * S. Miguel de Arcozelo faz parte do Concelho de Vila Nova de Gaia, da Região Pastoral Porto Aro-Sul, da segunda Vigararia de Vila Nova de Gaia, da Diocese e do Distrito do Porto, da Região Militar Norte e dista da sede do Concelho cerca de 10 km. Tem a área de 7, 82 Km2. É limitada, a Norte, pela freguesia de Gulpilhares, a Poente, pelo Oceano Atlântico, a Norte e Leste, pela de Serzedo e a Sul, pela de S. Félix da Marinha. * A freguesia é constituída por vários lugares que, com o crescente aumento da população e da construção, se vão sobrepondo e confundindo: Aguda, Aldeia, Arcozelo, Boavista, Boavista da Estrada, Calvário, Chãos Velhos, Corga, Corvo, Eirado, Enxomil, Espírito Santo, Fartinha, Fonte, Granja, Igreja, Marinha, Mergunhos, Mira, Miramar, Morangal, Pedra Alva, Pedrinhas Brancas, Porril, Sá, Sobreiro, Vale, Vila Chã e Vila Nova da Telha.
  5. 5. * * Maria Adelaide chegou a Arcozelo, acompanhada por um médico e algumas famílias amigas, em Maio de 1876. Ficou instalada numa parte da casa de Joaquim Catarino. Entre as famílias que a acompanharam, vinha a de sua amiga D. Ana Leopoldina. Ela e o marido, Domingos, iam visitar Maria Adelaide quase todos os domingos. Após algum tempo, Joaquim d'Oliveira Pinto iniciou a construção de uma casa de lavoura próximo à residência de Maria Adelaide. Encantada com aquele género de habitação, manifestou o desejo de ser a primeira a habitá-la, ao que o agricultor acedeu, tendo Maria Adelaide se mudado para lá. Nesse período, graças ao clima salubre e ao convívio positivo com a população, registou-se alguma recuperação na saúde de Maria Adelaide, que retomou algumas de suas actividades rotineiras como a confeção de renda e doces conventuais, nomeadamente os famosos pastéis de Santa Clara. Com as receitas assim obtidas (com o auxílio de D. Ana Leopoldina, que colocava os pastéis no mercado, juntamente com os da fábrica do marido), suportava as suas despesas e auxiliava a gente necessitada de Arcozelo. Gostava de crianças, dando-lhes diariamente pão, doces e roupas. Catequizava-as e, quando estavam com tosse, ministrava-lhes um xarope à base de pinhas novas e caruchas de pinheiro. Estava sempre pronta a reconciliar lares desavindos, tornando-se estimada por sua grande bondade. De súbito, uma forte constipação agravou o mal que a vitimava, vindo a vitimá-la em Setembro de 1885. Foi sepultada no cemitério de Arcozelo. Capela onde esta sepultada a santa de Arcozelo
  6. 6. * * D. Maria Adelaide de Sam José e Sousa nasceu na cidade do Porto no ano de 1835. Quem conta a sua história é Augusto Gomes dos Santos, que se apaixonou pelo caso e iniciou as investigações publicando A Santa Maria Adelaide, livro que narra a vida de D. Maria Adelaide. Foi para o convento Corpus Christi de Vila Nova de Gaia onde adoeceu. Mudou-se para o largo do Moinho de Vento, no Porto. Mas piorou e o médico aconselhou-a a ir para uma zona marítima com pinheiros e eucaliptos. Arcozelo foi o lugar mais propício. Museu de Santa Maria Adelaide
  7. 7. * MONUMENTOS / ESTÁTUAS Não é muito rica em monumentos ou estátuas a Vila. Apenas cinco estátuas, todas de pequeno porte, se podem referenciar na freguesia. MARIA DA FONTE, Chafariz situado no Largo da Igreja, no qual se destaca a graciosa estátua em bronze, obra do escultor Henrique Moreira, simbolizando a figura esbelta duma mulher do povo com um cantarinho, de onde brota um cristalino fio de água, que cai para um pequeno tanque de pedra que a rodeia. FAUNO, Delicada escultura de bronze, da autoria do escultor José de Oliveira Ferreira, Patrono desta Escola, colocada no Parque Municipal da Praia da Aguda e que representa um fauno ou anjo envolto em folhas de árvore. Fauno
  8. 8. UM ANJO E DOIS MENINOS, Uma estátua colocada na placa central da Praça da Índia, em Miramar, que representa um anjo protegendo dois meninos a brincar, de autor desconhecido até ao momento. DUAS MENINAS, Uma estátua representando duas meninas a caminho da escola, no largo fronteiro à Escola de Sá, no Alto de Sá. Trata-se de uma estátua em bronze, cujo autor desconhecemos. MARIA ADELAIDE, Estátua em bronze, em memória de Dona Maria Adelaide de Sam José Sousa Gama, conhecida pelo povo como a “Santa de Arcozelo”, colocada na rotunda de saída da A-29 e entrada em Arcozelo. Continuação:
  9. 9. Estatua maria Adelaide Fonte santa maria Adelaide Estatua duas meninas Estatua dois meninos
  10. 10. * * QUINTA DE ENXOMIL, Sem dúvida, entre toda s mais antiga e valiosa, de construção anterior a 1758, nessa altura propriedade de uma família Inglesa, ainda hoje bem conservada e com belos jardins, pertence actualmente à Opus Dei. * QUINTA DO TERREIRINHO – CORVO, Também conhecida como Quinta da Viscondessa, tem Armas Reais, tendo sido uma das mais belas residências do século XVIII, encontra-se hoje em lamentável estado de degradação. * QUINTA DO ESPÍRITO SANTO, Quinta com uma bonita casa solarenga, hoje bastante danificada, adquirida a uma família alemã, pela família “Godinho”, então regressada do Brasil, por volta de 1890. * QUINTA DAS GRADES VERDES, Teixeira do Vale, mais um rico imigrante regressado do Brasil, por volta de 1900, que comprou esta grande extensão de terreno, que depois de a vedar, mandou ali construir a sua casa de habitação. A sua esposa foi uma das “mestras” no ensino das artes de bordar os Tapetes de Arraiolos. Foi esta a Quinta dos ananases, única no país, estando hoje a ser transformada em mais uma urbanização. Turismos Rural :
  11. 11. * QUINTA DO TORREÃO, Foi inicialmente baptizada como Quinta do Belo Horizonte, tendo sido comprada por um outro irmão, Teixeira do Vale, este também regressado rico do Brasil. Durante anos foi-se degradando, mas tudo indica que o atual proprietário a vai recuperar. * QUINTA DA DONA ROSINA, Foi seu último dono a Família Sá Ribeiro, com casa senhorial virada para a Rua Dr. Milheiro, foi vendida ao Ministério da Educação em 1979, que ali instalou a Escola Preparatória, ali a funcionar desde 1977. * QUINTA DE SÃO JOSÉ, Quinta de abastados lavradores, muito antiga mas sem grandes tradições, sempre se destinou a uma grande casa de lavoura. Em 1981, foi esta Quinta comprada pela Junta de Freguesia, tendo sido demolida para aí construir um Centro de Dia da Terceira Idade, edifício onde funciona provisoriamente a Sede da Junta de Freguesia. Está projectado para estes terrenos a construção dum Centro de Saúde. Continuação:
  12. 12. Quinta de enxomil Quinta de espirito santo Quinta do terreirinho Quinta das grades verdes Quinta dona rosinha Quinta de são José
  13. 13. * * E NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS, que se realiza no Centro Cívico de Arcozelo onde está implantada a igreja Paroquial, e realiza-se todos os anos no dia de Páscoa e na Segunda Feira seguinte, embora a Romaria já comece no Domingo de Ramos. * FESTA EM HONRA DE NOSSA SENHORA DA NAZARÉ, que se realiza na zona piscatória da Praia da Aguda, onde existe uma pequena mas bonita Capelinha em sua honra, realizando-se esta festa todos os anos no segundo fim de semana de Agosto e tem a duração de quatro dias. FESTAS EM HONRA DO SENHOR RESSUSCITADO
  14. 14. * PEQUENA FESTA/PROCISSÃO EM HONRA DE SÃO FRANCISCO, com tradições muito antigas, cuja Procissão saindo da velha Igreja Matriz, vai até ao lugar do Calvário, e tem lugar anualmente no terceiro Domingo da Quaresma. Continuação:
  15. 15. * * FEIRA RURAL PORTUGUESA, com local privilegiado no grande Parque de Merendas, junto da Alameda D. Manuel I, no Centro Cívico de Arcozelo, de tradição recente mas já com grande projecção nacional, pois graças à Organização da Federação do Folclore Português, a ela têm aderido anualmente cada vez mais participantes. Realiza-se normalmente no primeiro Domingo de Maio. * FEIRA DE ARTESANATO, com grande tradição no roteiro nacional dos artesãos de todo o país, organizada pela Junta de Freguesia, pautando pelo rigor do artesanato genuíno e animação diária. Realiza-se nos últimos dias de Agosto e início de Setembro, na Alameda D. Manuel I.
  16. 16. * FEIRA DE LEVANTE, com local próprio e devidamente organizada, realiza-se todos os Domingos de Manhã, num espaço destinado a Parque de Estacionamento também localizada na zona do Centro Cívico de Arcozelo. * MERCADO OU LOTA DE PESCADO, situado na Praia da Aguda, onde todos os dias de manhã cedo, é vendido ou leiloado o peixe da faina artesanal, conseguido pelos arrojados pescadores que naquela noite se fizeram ao mar. Continuação:
  17. 17. * * DANÇAS E CANTARES, As danças e cantares da nossa região não têm uma forma muito vincada que as faça distinguir acentuadamente das “Danças e Cantares da Região do Douro Litoral”. * Existem no entanto nas Danças e nos Tragos usados pelos Grupos Folclóricos da freguesia, características muito próprias, tais como as “Rusgas ao Senhor da Pedra” e nos trajos estão representadas as formas antigas de vestir dos Camponeses e dos Pescadores. * Os Grupos Folclóricos da freguesia, têm mantido vivas algumas tradições que vão realizando ao longo do ano e nas épocas próprias, como sejam, “O CANTAR DAS JANEIRAS” - “MATANÇA DO PORCO” - “ESCAPELADA DO RESTO”- “RUSGAS AO SENHOR DA PEDRA”. * Existem na freguesia dois Grupos Folclóricos, “A RUSGA DE ARCOZELO” com sede na Rua Dr. Milheiro, 30, tem como data da sua fundação Janeiro de 1978. * Associação Juvenil Etno-Folclórica “AS LAVRADEIRAS DE ARCOZELO” com sede indicada com o Apartado, 46 – Valadares, 4405 ARCOZELO VNG, tem como data da Fundação ano de 1983.
  18. 18. * * Não existem pratos típicos da região, mas, os vários restaurantes existentes têm ofertas de serviços dos mais variados quer em preços ou em qualidade. * Vinhos e doçaria da região também não existem com características próprias, no entanto temos uma boa oferta de locais de venda destes artigos.
  19. 19. * * “TRABALHOS EM FERRO FORJADO” com tradições com mais de 100 anos já teve grande implantação na freguesia com os denominados “Ferreiros do Corvo”. Atualmente, neste lugar do Corvo há uma única serralharia dedicada ao Ferro Forjado.
  20. 20. * *O Sporting Clube de Arcozelo é um clube português localizado na freguesia de Arcozelo, concelho de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto. O clube foi fundado em 20 de Agosto de 1963 e o seu actual presidente é Paulo Melo. Os seus jogos em casa são disputados no Complexo Desportivo de Arcozelo. A equipa de seniores participa, na época de na 1ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto. Emblema sporting clube Arcozelo Complexo desportivo de Arcozelo
  21. 21. * * FESTA DE NOSSA SENHORA DOS REMÉDIOS * FESTA DE NOSSA SENHORA DA NAZARÉ * FEIRA RURAL PORTUGUESA * Feira de Artesanato * Feira do Levante * Praia de MIRAMAR * Praia da GRANJA * Praia da AGUDA * Turismo de Desporto
  22. 22. * PRAIA DE MIRAMAR PRAIA DA GRANJA PRAIA DA AGUDA
  23. 23. *
  24. 24. * Com este trabalho ficamos a conhecer melhor a freguesia de Arcozelo os locais que se poderá visitar.
  25. 25. *
  26. 26. *

×