Aula: Modernismo

2.456 visualizações

Publicada em

As principais correntes do movimento artístico conhecido como Modernismo e seus principais representantes

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.456
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula: Modernismo

  1. 1. O MODERNISMOO MODERNISMO
  2. 2. • Impressionismo• Pós-Impressionismo• Expressionismo• Cubismo• SurrealismoAlguns movimentos artísticosAlguns movimentos artísticos
  3. 3. IMPRESSIONISMOIMPRESSIONISMOO Impressionismo foi um movimento artísticoque revolucionou profundamente a pintura edeu início às grandes tendências da arte doséculo XX. Nesse movimento, a luz e omovimento utilizando pinceladas soltastornam-se o principal elemento da pintura,sendo que geralmente as telas eram pintadasao ar livre para que o pintor pudesse capturarmelhor as variações de cores da natureza.
  4. 4. Características doCaracterísticas doImpressionismoImpressionismo• A pintura deve registrar as tonalidades que os objetos adquirem aorefletir a luz solar num determinado momento, pois as cores danatureza se modificam constantemente, dependendo da incidênciada luz do sol.• As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é umaabstração do ser humano para representar imagens.• As sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é aimpressão visual que nos causam, e não escuras ou pretas, comoos pintores costumavam representá-las no passado.• Os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com alei das cores complementares. Assim, um amarelo próximo a umvioleta produz uma impressão de luz e de sombra muito mais realdo que o claro-escuro tão valorizado pelos pintores barrocos.
  5. 5. MONETMONETFoi um pintor e incansávelpesquisador da luz e seusefeitos. Pintou váriosmotivos em diversas horasdo dia, afim de estudar asmutações coloridas doambiente com sualuminosidade.
  6. 6. ClaudeClaude MonetMonet (1840-1926)(1840-1926)
  7. 7. ClaudeClaude MonetMonet (1840-1926)(1840-1926)
  8. 8. ClaudeClaude MonetMonet (1840-1926)(1840-1926)
  9. 9. ClaudeClaude MonetMonet (1840-1926)(1840-1926)
  10. 10. ClaudeClaude MonetMonet (1840-1926)(1840-1926)
  11. 11. RENOIRRENOIRFoi o pintor impressionistamais popular. Seus quadrosmanifestam otimismo, alegriae a intensa movimentação deParis no fim do século XIX.Pintou o corpo feminino comformas puras, sem erotismoou sensualidade. Preferia ascomposições compersonagens do cotidiano,os retratos e as naturezasmortas
  12. 12. AugusteAuguste RenoirRenoir (1841-1919)(1841-1919)
  13. 13. AugusteAuguste RenoirRenoir (1841-1919)(1841-1919)
  14. 14. AugusteAuguste RenoirRenoir (1841-1919)(1841-1919)
  15. 15. DEGASDEGASO tema principal de suasobras se concentrou nascenas cotidianas e íntimas domundo feminino. Fez umasérie de quadros de balé,ópera e corrida de cavalos.Todos esses temas lhepermitiram fazer experiênciascom a cor e o movimento e,principalmente, com a forçadescritiva do traço.
  16. 16. EdgarEdgar DegasDegas (1834-1917)(1834-1917)
  17. 17. EdgarEdgar DegasDegas (1834-1917)(1834-1917)
  18. 18. PÓS-IMPRESSIONISMOPÓS-IMPRESSIONISMOO pós-impressionismo foi a expressão artística de umgrupo de artistas e de movimentos diversos queseguiram as suas tendências para encontrar novoscaminhos para a pintura.
  19. 19. Características doPós-Impressionismo• A maioria de seus artistas iniciou-se comoimpressionista, mas abandonaram o impressionismoporque não mais representavam fielmente os seuspreceitos originais.• Movimento heterogêneo, diverso, de ruptura com oimpressionismo, mas influenciado por ele.
  20. 20. CÉZANNECÉZANNEEra conhecido como um artistasubversivo, de difíciltemperamento, que quebroucom a visão de que a obra dearte tinha de ser uma cópia darealidade. Sua principaltendência foi converter oselementos naturais em figurasgeométricas, como cilindros,cones e esferas. Ele sepreocupava em interpretar ascenas ao seu redor, violando arealidade do objeto.
  21. 21. PaulPaul CézanneCézanne (1839-1906)(1839-1906)“Natureza morta e um relógio preto”. Paul Cézanne. 1869-1871
  22. 22. PaulPaul CézanneCézanne (1839-1906)(1839-1906)“Banhistas”. Paul Cézanne. 1874-1875
  23. 23. PaulPaul CézanneCézanne (1839-1906)(1839-1906)“Três crânios”. Paul Cézanne. 1900
  24. 24. SEURATSEURATPodemos considerá-lo oiniciador do Pontilhismo,que é uma técnica depintura, saída domovimento impressionista,em que pequenasmanchas ou pontos de corprovocam, pelajustaposição, uma misturaóptica nos olhos doobservador.
  25. 25. GeorgesGeorges SeuratSeurat (1859-1891)(1859-1891)
  26. 26. GeorgesGeorges SeuratSeurat (1859-1891)(1859-1891)
  27. 27. VAN GOGHVAN GOGHEmpenhou em recriar a beleza dosseres humanos e da natureza atravésda cor, que para ele era o elementofundamental da pintura. Foi umapessoa solitária. Caracterizou-se porsimplificar as formas dos seres,reduzir os efeitos de luz e usar zonasde cores bem definidas. Enquantoviveu não foi reconhecido pelo públiconem pelo críticos, que não souberamver em sua obra os primeiros passosem direção à arte moderna
  28. 28. VincentVincent Van GoghVan Gogh (1853-1890)(1853-1890)“Três crânios”. Paul Cézanne. 1900“Quarto em Arles”. Van Gogh. 1888
  29. 29. VincentVincent Van GoghVan Gogh (1853-1890)(1853-1890)“Três crânios”. Paul Cézanne. 1900“A Sesta”. Van Gogh. 1890
  30. 30. VincentVincent Van GoghVan Gogh (1853-1890)(1853-1890)“Três crânios”. Paul Cézanne. 1900“A noite estrelada”. Van Gogh. 1889
  31. 31. VincentVincent Van GoghVan Gogh (1853-1890)(1853-1890)“Três crânios”. Paul Cézanne. 1900“A noite estrelada”. Van Gogh. 1889
  32. 32. O expressionismo foi um movimento cultural de vanguarda surgidona Alemanha nos primórdios do século XX, de indivíduos queestavam mais interessados na interiorização da criação artística doque na sua exteriorização, projetando na obra de arte umareflexão individual e subjetiva. Ou seja, a obra de arte é reflexodireto do mundo interior do artista expressionista.O expressionismo costuma ser entendido como a deformação darealidade para expressar mais subjetivamente a natureza e o serhumano, dando prioridade à expressão dos sentimentos mais queà descrição objetiva da realidade.EXPRESSIONISMOEXPRESSIONISMO
  33. 33. • movimento artístico em um mundo bélico (guerras);• cores resplandecentes, vibrantes;• técnica violenta: o pincel ou espátula vai e vem, fazendoe refazendo, empastando ou provocando explosões;• preferência pelo patético, trágico e sombrio;• deforma-se a figura para ressaltar o sentimento;• pretende “dar forma”, isto é, expressar: o amor, a inveja,o ódio, a miséria, o medo etc.Características doExpressionismo
  34. 34. MUNCHMUNCHFoi um dos primeiros artistasdo século XX que conseguiuconceder às cores um valorsimbólico e subjetivo, longedas representações realistas.Perseguido pela tragédiafamiliar, Munch foi um artistadeterminado a criar "pessoasvivas, que respiram e sentem,sofrem e amam". Recusou obanal, as cenas interiorespacíficas, comuns na suaépoca. A dor e o trágicopermeiam seus quadros.
  35. 35. EdvardEdvard MunchMunch (1863-1944)(1863-1944)“A morte no quarto da doente”. Edvard Munch.
  36. 36. EdvardEdvard MunchMunch (1863-1944)(1863-1944)“A cama do defunto”. Edvard Munch.
  37. 37. EdvardEdvard MunchMunch (1863-1944)(1863-1944)“Eros e Psiquê”. Edvard Munch.
  38. 38. EdvardEdvard MunchMunch (1863-1944)(1863-1944)“O grito”. Edvard Munch.
  39. 39. Cubismo é um movimento artístico que surgiu no século XX, quetratava as formas da natureza por meio de figuras geométricas,representando todas as partes de um objeto no mesmo plano.Tendo se inspirado inicialmente em Cézanne, os cubistas passaram arepresentar os objetos com todas as suas partes num mesmoplano. É como se eles estivessem abertos e apresentassem todosos seus lados no plano frontal em relação ao espectador. Naverdade, essa atitude de decompor os objetos não tinha nenhumcompromisso de fidelidade com a aparência real das coisas.Os cubistas representavam os objetos como se olhassem em tornodeles, vendo-os sob todos os ângulos visuais, por cima e por baixo,percebendo todos os planos e volumes.CUBISMOCUBISMO
  40. 40. • geometrização das formas e volumes• renúncia à perspectiva• o claro-escuro perde sua função• representação do volume colorido sobresuperfícies planas• sensação de pintura escultóricaCaracterísticas do Cubismo
  41. 41. PICASSOPICASSOFoi reconhecidamente um dosmestres da arte do século XX. Éconsiderado um dos artistas maisfamosos e versáteis de todo omundo, tendo criado milhares detrabalhos, não somente pinturas, mastambém esculturas e cerâmicas.Descobre as artes “primitivas” eafricanas e compreende que essesartistas possuem uma liberdadeestética muito maior que as“tendências artísticas”. Um dosfundadores do cubismo, sefundamenta na destruição deharmonia clássica das figuras e nadecomposição da realidade.
  42. 42. PabloPablo PicassoPicasso (1881-1974)(1881-1974)“Les demoiselles d’Avignon”.Pablo Picasso. 1907.
  43. 43. PabloPablo PicassoPicasso (1881-1974)(1881-1974)“Jaqueline de mãos cruzadas”.Pablo Picasso. 1954.
  44. 44. PabloPablo PicassoPicasso (1881-19734)(1881-19734)“O beijo”. Pablo Picasso. 1969.
  45. 45. PabloPablo PicassoPicasso (1881-19734)(1881-19734)“Guernica”. Pablo Picasso. 1937.
  46. 46. O surrealismo foi por excelência a correnteartística moderna da representação do irracionale do subconsciente. Este movimento artísticodefende que a imaginação se manifestelivremente, sem o freio do espírito crítico; o quevale é o impulso psíquico. Os surrealistasdeixam o mundo real para penetrarem no irreal,pois a emoção mais profunda do ser tem todasas possibilidades de se expressar apenas com aaproximação do fantástico, no ponto onde arazão humana perde o controle.SURREALISMOSURREALISMO
  47. 47. • Uma combinação do representativo, do abstrato, doirreal e do inconsciente.• Segundo os surrealistas, a arte deve se libertar dasexigências da lógica e da razão e ir além da consciênciacotidiana, buscando expressar o mundo do inconscientee dos sonhos.• rejeitam a chamada ditadura da razão e valoresburgueses como pátria, família, religião, trabalho ehonra.• Humor, sonho e a contralógica são recursos a seremutilizados para libertar o homem da existência utilitária.Características do Surrealismo
  48. 48. DALÍDALÍÉ o mais conhecido dosartistas surrealistas. Começoua se interessar pelapsicanálise de Freud, degrande importância ao longode toda a sua obra. Otrabalho de Dalí chama aatenção pela incrívelcombinação de imagensbizarras, oníricas, comexcelente qualidade plástica.Salvador Dalí teve tambémtrabalhos artísticos nocinema, escultura, efotografia.
  49. 49. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“A persistência da memória”. Salvador Dalí.
  50. 50. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Galateia de esferas”.Salvador Dalí.
  51. 51. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“A última ceia”. Salvador Dalí.
  52. 52. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Girafa em chamas”.Salvador Dalí.
  53. 53. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Auto-retrato mole ecansalada na brasa”.Salvador Dalí.
  54. 54. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Sonho causado pelo voode uma abelha ao redor deuma romã um segundoantes de acordar”.Salvador Dalí.
  55. 55. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“A tentação de Santo Antônio”. Salvador Dalí.
  56. 56. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Criança Geopolitica Observando o Nascimento doNovo Homem ”. Salvador Dalí.
  57. 57. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“O labirinto”. Salvador Dalí.
  58. 58. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Cisnes refletindoelefantes”.Salvador Dalí.
  59. 59. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)“Metamorfose de Narciso”. Salvador Dalí.
  60. 60. SalvadorSalvador DalíDalí (1904-1989)(1904-1989)
  61. 61. E NO BRASIL...E NO BRASIL...
  62. 62. Semana de Arte ModernaSemana de Arte Moderna19221922• Ocorreu em São Paulo, no TeatroMunicipal, entre os dias 13 e 17 defevereiro;• Representou uma verdadeira renovaçãode linguagem, na busca deexperimentação, na liberdade criadora daruptura com o passado e até corporal ;• O evento marcou época ao apresentarnovas ideias e conceitos artísticos, comoa poesia, através da declamação, queantes era só escrita, e a arte plástica,com desenhos arrojados e modernos;• Alvo de críticas e em parte ignorada, aSemana não foi bem entendida em suaépoca.• A Semana de Arte Moderna se encaixano contexto da República Velha,controlada pelos coronéis, pelasoligarquias cafeeiras e pela política docafé-com-leite.
  63. 63. Os primeiros “modernistas”...Os primeiros “modernistas”...• Manifesto da Poesia Pau-Brasil (1924), de Oswald deAndrade – por uma literatura vinculada à realidadebrasileira;• Manifesto Regionalista (1926) – trabalhar osinteresses das regiões do Brasil: Gilberto Freyre,Graciliano Ramos, José Lins do Rego, Rachel deQueiroz, Jorge Amado;• Revista de Antropofagia (1929) – assimilar, “comer” asvanguardas europeias: Mário de Andrade, CarlosDrummond de Andrade, Tarsila do Amaral, Pagu etc.
  64. 64. Nossos artistas...Nossos artistas...
  65. 65. Cândido PortinariCândido PortinariA descoberta daterra
  66. 66. Cândido PortinariCândido PortinariO lavrador de café
  67. 67. Anita MalfattiAnita MalfattiA estudante
  68. 68. Anita MalfattiAnita MalfattiTropical
  69. 69. Anita MalfattiAnita Malfatti
  70. 70. Anita MalfattiAnita MalfattiA boba
  71. 71. Tarsila do AmaralTarsila do Amaral
  72. 72. Tarsila do AmaralTarsila do Amaral
  73. 73. Tarsila do AmaralTarsila do AmaralCarnaval
  74. 74. Tarsila do AmaralTarsila do AmaralOperários
  75. 75. Tarsila do AmaralTarsila do AmaralCuca
  76. 76. Tarsila do AmaralTarsila do AmaralAbaporu

×