Curso Técnico
de Comunicação
e Marketing,
Relações Públicas
e Publicidade
Comunicação
Gráfica e
Audiovisual1º ano >ano lec...
Apresentação
Reconhecer a importância da Luz no desempenho de
atividades tanto Gráficas como Audiovisuais.
A Luz é inerent...
Objetivos
•	 Reconhecer a Luz como energia
•	 Analisar o comportamento dos materiais à Luz
• A adição de Luz e o leque cro...
Iluminação
Curso Técnico
de Comunicação
e Marketing,
Relações Públicas
e Publicidade
Comunicação
Gráfica e
Audiovisual1º a...
1. Iluminação
1.1 Conceito
A iluminação é o elemento básico de todas as técnicas
visuais.
Na fotografia, no cinema e no ví...
1. Iluminação
1.2 Fontes de Luz
Nos meios de comunicação a iluminação pode fazer-se
com fontes de luz natural (luz do sol)...
1. Iluminação
1.2.1 Luz natural
Apesar da naturalidade e beleza estética que transmite
às imagens, também implica alguns p...
1. Iluminação
1.2.2 Luz artificial
A luz artificial é muito utilizada pois consegue-se
controlar melhor todos os parâmetro...
1. Iluminação
1.3 Intensidade da Luz
Luz direta
Produz sombras e contrastes. Gera imagens cruas,
acentua o relevo e satura...
Luz direta
Luz difusa
1. Iluminação
1.4 Posicionamento da Luz
A posição das fontes de luz relativamente ao plano
e às personagens pode dar resul...
1. Iluminação
1.4.1 Luz Frontal
Diminui a profundidade e provoca
contrastes exagerados.
Se subirmos o nível da fonte
obter...
1. Iluminação
1.4.2 Luz Rasante
Vem de baixo para cima, provoca
grandes sombras e dramatiza
fortemente a personagem.
1. Iluminação
1.4.3 Contra-Luz
Fonte luminosa atrás do motivo dirigindo-se contra
a câmara. Apaga pormenores e revela some...
1. Iluminação
1.4.4 Luz Ambiente
Não ilumina
directamente
a personagem
ou o motivo.
1. Iluminação
1.4.5 Luz de Fundo
O cenário pode
precisar de
ser iluminado
separadamente,
sobretudo quando
necessitamos de
...
1. Iluminação
1.4.5 Luz de Efeito
Luz pontual, para
sublinhar um pormenor.
Bastante utilizada em
planos próximos.
Modulo ii   iluminacao
Modulo ii   iluminacao
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Modulo ii iluminacao

534 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Modulo ii iluminacao

  1. 1. Curso Técnico de Comunicação e Marketing, Relações Públicas e Publicidade Comunicação Gráfica e Audiovisual1º ano >ano lectivo 2013/2014 >Docente: Teresa Coelho Luz e pigmento _MÓDULO 2
  2. 2. Apresentação Reconhecer a importância da Luz no desempenho de atividades tanto Gráficas como Audiovisuais. A Luz é inerente ao processo do registo da imagem e à sua produção gráfica. A sua compreensão possibilita dominar a cor e as suas caraterísticas no registo, tratamento e produção. Teorização da cor ao nível da interação com o observador.
  3. 3. Objetivos • Reconhecer a Luz como energia • Analisar o comportamento dos materiais à Luz • A adição de Luz e o leque cromático • Técnicas de iluminação natural e artificial • A subtração de Luz e o seu processo fotomecânico de separação • A cor como fenómeno visual
  4. 4. Iluminação Curso Técnico de Comunicação e Marketing, Relações Públicas e Publicidade Comunicação Gráfica e Audiovisual1º ano >ano lectivo 2013/2014 >Docente: Teresa Coelho
  5. 5. 1. Iluminação 1.1 Conceito A iluminação é o elemento básico de todas as técnicas visuais. Na fotografia, no cinema e no vídeo a iluminação é indispensável para transmitir a sensação de tridimensionalidade.
  6. 6. 1. Iluminação 1.2 Fontes de Luz Nos meios de comunicação a iluminação pode fazer-se com fontes de luz natural (luz do sol) ou luz artificial (lâmpadas e reflectores, entre outros). A luz natural (gama de radiações mais equilibrada) assegura que a fotografia possui um melhor equilíbrio de tons e cores. As luzes artificiais (maior nível de variação ao nível da radiação) influenciam as fotografias, modificando as cores naturais dos objectos.
  7. 7. 1. Iluminação 1.2.1 Luz natural Apesar da naturalidade e beleza estética que transmite às imagens, também implica alguns problemas: • Alguma imprevisibilidade • Mudanças rápidas na temperatura de cor • Mudanças constantes da direcção da luz • Diferenças na duração e ângulos da luz entre as estações • Necessidade de recurso a superfícies pouco reflectoras • Recurso a fontes de iluminação artificial
  8. 8. 1. Iluminação 1.2.2 Luz artificial A luz artificial é muito utilizada pois consegue-se controlar melhor todos os parâmetros que intervêm na iluminação de um objeto. As suas principais desvantagens: • Dificuldade em iluminar grandes espaços (consumo de electricidade) • Incompatibilidade com as diversas fontes de luz pelas diferenças de temperatura de cor
  9. 9. 1. Iluminação 1.3 Intensidade da Luz Luz direta Produz sombras e contrastes. Gera imagens cruas, acentua o relevo e satura as cores. Pode servir para efeitos dramáticos. Luz difusa Ilumina uniformemente e não produz sombras. Produz uma iluminação de ambiente suave, diminui os contrastes e apaga o relevo, dando como resultado tons baixos.
  10. 10. Luz direta
  11. 11. Luz difusa
  12. 12. 1. Iluminação 1.4 Posicionamento da Luz A posição das fontes de luz relativamente ao plano e às personagens pode dar resultados diferentes. • Luz Frontal • Luz Rasante • Contra-Luz • Luz Ambiente • Luz de Fundo • Luz de Efeito
  13. 13. 1. Iluminação 1.4.1 Luz Frontal Diminui a profundidade e provoca contrastes exagerados. Se subirmos o nível da fonte obteremos sombras curtas e duras.
  14. 14. 1. Iluminação 1.4.2 Luz Rasante Vem de baixo para cima, provoca grandes sombras e dramatiza fortemente a personagem.
  15. 15. 1. Iluminação 1.4.3 Contra-Luz Fonte luminosa atrás do motivo dirigindo-se contra a câmara. Apaga pormenores e revela somente as silhuetas e outros contornos.
  16. 16. 1. Iluminação 1.4.4 Luz Ambiente Não ilumina directamente a personagem ou o motivo.
  17. 17. 1. Iluminação 1.4.5 Luz de Fundo O cenário pode precisar de ser iluminado separadamente, sobretudo quando necessitamos de um plano aberto.
  18. 18. 1. Iluminação 1.4.5 Luz de Efeito Luz pontual, para sublinhar um pormenor. Bastante utilizada em planos próximos.

×