Aula 27 radicais ou grupos orgânicos substituintes - 2º ano

952 visualizações

Publicada em

Aula 27 radicais ou grupos orgânicos substituintes

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
952
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
533
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
407
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 27 radicais ou grupos orgânicos substituintes - 2º ano

  1. 1. * Grupos ou radicais são átomos ou agrupamentos de átomos eletricamente neutros que apresentam pelo menos um elétron não compartilhado (valência livre) e podem ser representados genericamente por R-; * Os grupos obtidos de hidrocarbonetos, pela retirada de um H, são chamados de radicais monovalentes.
  2. 2. * A seguir, são apresentados os principais grupos orgânicos substituintes ou radicais monovalentes: - Radical do Tipo-n: Possui carbono primário em relação ao radical e estrutura linear, ou seja, só apresentam carbonos primários e secundários em sua estrutura; - Radical do Tipo-sec: Possui carbono secundário em relação ao radical, gerando duas extremidades com números diferentes de átomos de carbono;
  3. 3. - Radical do Tipo-iso: Possui carbono primário ou secundário em relação ao radical, porém, produzem duas extremidades com o mesmo número de átomos de carbono; - Radical do Tipo-terc: Possui carbono terciário em relação ao radical; - Radical do Tipo-neo: Possui carbono primário em relação ao radical, porém, é o único que apresenta carbono quaternário em sua estrutura.
  4. 4. * Todos os radicais vistos anteriormente são monovalentes e derivados de alcanos; * Quando classificamos um radical, não levamos em consideração o carbono da cadeia principal, pois, classificamos o radical em relação a ele mesmo; * Existem, também, radicais insaturados em dupla e tripla ligação que apresentam importância, além de radicais aromáticos.
  5. 5. * Radical Fenil: É o radical derivado do composto benzeno (C6H6) pela perda de qualquer um dos seus seis hidrogênios da cadeia fechada, dando origem ao radical fenil de fórmula molecular C6H5. * Radical Benzil: É o radical derivado do composto tolueno ou metil-benzeno (C7H8) pela perda de qualquer um dos seus três hidrogênios do radical metil, dando origem ao radical benzil de fórmula molecular C7H7.
  6. 6. * Dos radicais derivados dos alcenos, temos o radical etenil ou vinil, obtido pela perda de qualquer um dos quatro hidrogênios do composto eteno: H2C=CH2 → H2C=CH. Etenil ou Vinil * Dos radicais derivados dos alcenos, também temos o propenil ou alil e o isopropenil, dependendo do carbono que perderá o hidrogênio, todos derivados do propeno: CH2=CH-CH3 → .CH=CH-CH3 Propenil ou Alil CH2=C-CH3 Isopropenil

×